Transtorno obsessivo-compulsivo. O que é, e como tratar?
Terapias Psicológicas 22/09/2016

Transtorno obsessivo-compulsivo. O que é, e como tratar?

Miguel Lucas Publicado por Miguel Lucas

É normal,  ocasionalmente, voltarmos atrás para verificar se o ferro de engomar está desligado ou se o carro está travado. Mas no transtorno obsessivo-compulsivo (TOC), pensamentos obsessivos e comportamentos compulsivos quando se tornam excessivos passam a interferir com a funcionalidade da vida diária. E, independentemente daquilo que a pessoa faz, parece não conseguir evitar esses comportamentos e pensamentos incomodativos e repetitivos. Se você ou alguém que  lhe é querido tem transtorno obsessivo-compulsivo, você ou essa pessoa pode sentir-se isolado e desamparado, mas existe ajuda disponível. Muitos tratamentos, estratégias, terapias e programas de auto-ajuda podem contribuir para a redução dos sintomas do TOC, e eventualmente da sua extinção.

O QUE É O TRANSTORNO OBSESSIVO-COMPULSIVO (TOC)

O transtorno obsessivo-compulsivo (TOC),  é um transtorno de ansiedade caracterizado por pensamentos incontroláveis?? indesejáveis ??e repetitivos, assim como comportamentos ritualizados que se sente compelido a executar. Se você tem TOC, provavelmente reconhece que os seus pensamentos obsessivos e comportamentos compulsivos são irracionais, mas, mesmo assim, você sente-se incapaz de lhes resistir e consequentemente de se libertar deles.

Tal qual um trem que segue sempre pelos carris, no  transtorno obsessivo-compulsivo (TOC)  o cérebro faz disparar uma rede neuronal muito vincada que por sua vez cria pensamentos fóbicos ou de urgência. Por exemplo, você pode verificar o fogão vinte vezes para certificar-se de que está realmente desligado, pode lavar as mãos várias vezes na ida ao banheiro, ou dar várias voltas ao quarteirão para se certificar que o barulho que ouviu durante a sua condução não tenha sido alguém que possa ter atropelado.

Exemplo do António: António é um verificador, cuja obsessão é “verificar” comportamentos que gradualmente vão ocupando cada vez mais o seu tempo. Ele passa pelo menos uma hora todas as manhãs, a fazer verificação e reverificação se as janelas estão trancadas, o alarme de segurança está definido, e a porta da frente está trancada. No trabalho, António verifica os cálculos financeiros dos seus clientes uma e outra vez, com medo de que possa ter errado ou cometido um erro matemático. Consequentemente, a sua produtividade baixou. Ultimamente, António também começou a preocupar-se com a segurança da sua esposa, chamando-a a cada três horas para ver se ela está bem. Ele tem medo que caso se esqueça de uma chamada, algo ruim possa acontecer com ela. * António é um nome fictício.

COMPREENDENDO AS OBSESSÕES E COMPULSÕES

Obsessões são involuntárias, são pensamentos aparentemente incontroláveis, imagens ou impulsos que ocorrem repetidamente na sua mente. Você não quer ter essas ideias, na verdade, você sabe que elas não fazem nenhum sentido, pelo contrário provocam-lhe incómodo e angústia. Mas você não sabe como detê-los, como eliminá-los, ou simplesmente como fazer para não os seguir.

Infelizmente, esses pensamentos obsessivos são geralmente preocupantes e perturbadores. Condicionam a vida, as escolhas, os ritmos, as preferências, moldam a sua pessoa, o seu futuro, o estado de humor, as atitudes e as crenças. São como um turbilhão na sua vida. Chegando sem aviso, arrastando tudo à sua volta.

Compulsões são comportamentos ou rituais que fazem com que você se sinta impulsionado a agir de novo e de novo, de forma recorrente. Geralmente, as compulsões são executadas numa tentativa de fazer eliminar as obsessões. Por exemplo, se você está com medo de contaminação, poderá desenvolver elaborados rituais de limpeza. No entanto, nunca o alívio dura muito tempo.

Na verdade, os pensamentos obsessivos costumam voltar mais fortes. E os comportamentos compulsivos muitas vezes acabam causando ansiedade, escalando esses mesmos comportamentos, enraizando num ciclo continuo de reforço do comportamentos e pensamentos não desejados.

A maioria das pessoas com transtorno obsessivo-compulsivo enquadra-se numa das seguintes categorias:

  • Os higiénicos. Têm medo de contaminação. Estas pessoas geralmente têm compulsões de limpeza ou lavagem das mãos.
  • Os verificadores. Verificam repetidamente as coisas (forno desligado, porta trancada, etc). Estas pessoas associam os comportamentos ao dano ou perda.
  • Os céticos e os pecadores. Estas pessoas têm medo de que se tudo não é perfeito ou feito, algo terrível acontecerá ou que serão punidos.
  • Os contadores e consertadores, são obcecados com a ordem e simetria. Eles podem ter superstições sobre determinados números, cores ou convénios.
  • Os armazenadores. Estas pessoas têm medo de que algo ruim vai acontecer se jogarem alguma coisa fora. Compulsivamente guardam coisas que não precisam nem usam.

Só porque você tem pensamentos obsessivos ou executa alguns comportamentos compulsivos, não significa que  tenha transtorno obsessivo-compulsivo. Muitas pessoas têm obsessões ou compulsões leves, que são estranhas ou irracionais, mas ainda assim são capazes de organizar as suas vidas sem muitas rupturas ou disrupções. Mas, se esses pensamentos e comportamentos causam sofrimento tremendo, ocupam grande parte do tempo, e interferem com a sua rotina diária, trabalho, ou relacionamentos, muito provavelmente pode estar a sofrer de transtorno obsessivo-compulsivo.

SINAIS E SINTOMAS DO TRANSTORNO OBSESSIVO-COMPULSIVO (TOC)

A maioria das pessoas com transtorno obsessivo-compulsivo têm obsessões e compulsões, mas algumas pessoas experimentam apenas um ou o outro. Os sintomas do TOC podem aumentar e diminuir ao longo do tempo. Muitas vezes, os sintomas pioram em momentos de stress.

Alguns pensamentos obsessivos no TOC incluem:

  • Medo de ser contaminado por germes ou sujeira ou outros contaminantes
  • Medo de causar dano a si mesmo ou a outros
  • Pensamentos intrusivos e/ou imagens de sexo explícito ou violento
  • Foco excessivo sobre as ideias religiosas ou morais
  • Medo de perder ou não ter as coisas que você pode precisar
  • Ordem e simetria: a ideia de que tudo deve estar alinhado “de determinada forma”
  • Superstições, excessiva atenção para algo considerado com de sorte ou de azar

Alguns comportamentos compulsivos no TOC incluem:

  • Excesso de controlo das coisas, como fechaduras, eletrodomésticos e interruptores.
  • Repetidamente fazer verificações a entes queridos para se certificar de que eles estão seguros.
  • Contagem, batidas, repetição de certas palavras, ou fazer outras coisas sem sentido para reduzir a ansiedade.
  • Passar muito tempo na lavagem ou limpeza.
  • Encomendas excessivas,  arranjar as coisas, arrumar as coisas excessivamente.
  • Orar excessivamente ou a prática de rituais religiosos provocado pelo medo.
  • Acumulação de “lixo”, tais como jornais velhos, revistas e embalagens vazias de comida, ou outras coisas que você não vê utilidade.

TERAPIA PARA O TRANSTORNO OBSESSIVO-COMPULSIVO

Há muitos tratamentos eficazes para o transtorno obsessivo-compulsivo, que vão desde a terapia à auto-ajuda e medicação. No entanto, o tratamento para o TOC suportado pela maioria das pesquisas e atestando a sua eficácia é a terapia cognitivo-comportamental e mais recentemente a terapia cognitivo-comportamental com base na aceitação. A terapia cognitivo-comportamental para o transtorno obsessivo-compulsivo envolve duas componentes:

Exposição e prevenção da resposta

Esta técnica envolve exposição repetida à fonte da sua obsessão. O objetivo é abster-se de executar o comportamento compulsivo que você normalmente faz para reduzir a sua ansiedade. Por exemplo, se você lava consecutivamente as mãos, uma forma de exposição pode ser tocar na maçaneta da porta num banheiro público e depois não lavar as mãos.  À medida que a ansiedade diminuir, a vontade de lavar as mãos irá gradualmente começar a ir embora por conta própria.

Desta forma, você aprende que não precisa do ritual para se livrar de sua ansiedade. começará a perceber que tem algum controle sobre os seus pensamentos obsessivos e comportamentos compulsivos. Estudos mostram que a exposição e prevenção de resposta pode realmente “treinar” o cérebro, de forma permanente para a redução da ocorrência de sintomas de transtorno obsessivo-compulsivo. Este tipo de técnica devidamente aplicada e monotorizada pode mesmo extinguir comportamentos compulsivos de forma permanente.

Terapia cognitiva

A componente de terapia cognitiva para transtorno obsessivo-compulsivo incide sobre os pensamentos catastróficos e exagerados e igualmente sobre o senso de responsabilidade exagerada que você sente. Uma grande parte da terapia cognitiva para o TOC ensina-lhe  formas saudáveis, adequadas e  eficazes de responder a pensamentos obsessivos, sem recorrer a um comportamento compulsivo.

transtorno obsessivo

QUATRO PASSOS PARA CONQUISTAR PENSAMENTOS OBSESSIVOS E COMPORTAMENTOS COMPULSIVOS

Renomear: Reconhecer que os pensamentos obsessivos intrusivos e instáveis são o resultado do TOC e não devido a uma característica da sua personalidade.

Reatribuir: Perceba que a intensidade e a intromissão do pensamento ou desejo causada pelo TOC, é provavelmente relacionada com uma aprendizagem comportamental  desadequada.

Refocar: Contorne os pensamentos do TOC, concentrando sua atenção noutra coisa, pelo menos por alguns minutos. Fazer outro comportamento.

Reavaliar: O problema do TOC não é uma característica sua, é um problema que pode ter resolução se conseguir reverter os seus pensamentos.

OUTROS TRATAMENTOS PARA O TRANSTORNO OBSESSIVO-COMPULSIVO

Além da terapia cognitivo-comportamental (a que eu recomendo e pratico), as seguintes abordagens também são usados ??para o tratamento do transtorno obsessivo-compulsivo:

Medicação: Os antidepressivos são usados ??às vezes em conjunto com a terapia psicológica para o tratamento do transtorno obsessivo-compulsivo. No entanto, o uso isolado da medicação raramente é eficaz no alívio dos sintomas do TOC.

Terapia Familiar: Na grande maioria da vezes o TOC causa muitos problemas na vida familiar e ajustamento social. A terapia familiar é frequentemente recomendada. A terapia familiar promove a compreensão da condição e pode ajudar a reduzir os conflitos familiares. Pode também  motivar os membros da família e ensiná-los a ajudar o seu familiar.

Terapia de Grupo: A terapia do grupo é um outro tratamento do transtorno obsessivo-compulsivo bastante útil. Através da interação com colegas que sofrem de TOC, a terapia de grupo oferece apoio e encorajamento e diminui a sensação de isolamento.

AUTO-TREINO PARA O TRANSTORNO OBSESSIVO-COMPULSIVO

Se você tem transtorno obsessivo-compulsivo, pode ajudar-se de muitas maneiras. Educar-se sobre o transtorno é um primeiro passo vital. Também é importante praticar as técnicas cognitivo-comportamentais que pode aprender se fizer terapia, ou por você mesmo.

Como superar pensamentos obsessivos e comportamentos compulsivos:

Educar-se. Saiba tudo o que puder sobre o TOC. Leia livros sobre o transtorno e converse com o seu terapeuta e médico. Quanto mais você souber, melhor você será capaz de gerir os seus sintomas. Você pode encontrar muitos livros sobre TOC em livrarias locais ou online. Tente perceber igualmente os mecanismos da ansiedade e aprenda a aliviar a ansiedade.

Pratique as habilidades que você aprendeu na terapia. Usando as habilidades que você aprendeu na terapia, trabalhe ativamente para eliminar as suas obsessões e comportamentos compulsivos. Este é um desafio que exige compromisso e prática diária.

Procure o apoio  da família e amigos. Obsessões e compulsões podem consumir a sua vida até o ponto de optar pelo isolamento social. Por sua vez, o isolamento social pode agravar o seu TOC. É importante ter uma rede de familiares e amigos que possa recorrer para ajuda e apoio. Envolvendo outros no seu tratamento pode ajudar a proteger-se contra retrocessos e mantê-lo motivado.

Junte-se a um grupo de apoio para TOC. Você não está sozinho na sua luta para superar o TOC, participando num grupo de apoio é uma mais valia para a resolução do seu problema.  Num grupo de apoio, você pode compartilhar a sua experiência e aprender com aqueles que estão passando pela mesma coisa que você.

Pratique técnicas de relaxamento. Yoga, meditação, respiração profunda, e outras técnicas de alívio de stress pode ajudar a reduzir os sintomas da ansiedade provocada pela TOC. A Meditação (mindfulness) pode ser particularmente útil para portadores de TOC.

Para aprofundar este assunto, pondere ler o artigo: 10 técnicas poderosas de relaxamento

AJUDAR UM FAMILIAR OU AMIGO QUE SOFRE DE (TOC)

Se o seu amigo ou membro da família tem TOC,  a sua primeira linha de apoio será educar-se acerca do transtorno. Saiba tudo o que puder sobre o problema e assegure-se que o seu ente querido também tem acesso à informação. Compartilhe o que você aprendeu com o seu amigo ou membro da família e transmita-lhes a mensagem que  há ajuda disponível e eficaz. Basta saber que a condição em que a pessoa se encontra é tratável para fazer alavancar a motivação, e isso pode ser o suficiente para a decisão de procura de ajuda profissional.

COMO RELACIONAR-SE COM UM FAMILIAR OU AMIGO COM (TOC)

Veja os comportamentos obsessivo-compulsivos do seu familiar ou amigo como sintomas, e não falhas de caráter ou características da sua personalidade. Lembre-se que o seu familiar ou amigo é uma pessoa com uma condição que lhe causa problemas no dia a dia, mas que é saudável e capaz de muitas outras coisas. Foque-se na pessoa como um todo e não apenas no seu problema.

Não permita que o TOC condicione toda a vida familiar. Tanto quanto possível, mantenha os seus níveis de stress baixos e leve a vida familiar de forma normal.

Não participe nos rituais do seu familiar ou amigo. Se no passado tem ajudado e promovido esses rituais, deixe de o fazer, pode levar tempo e requerer prática para mudar esse padrão. Para ajudar as pessoas com TOC e contribuir para a superação do problema, família e amigos devem resistir à execução de comportamentos de ritual. Apoiar os rituais, incluindo rituais de tranquilidade ou rituais de redução da ansiedade, impedem a resolução do problema.

Comunique-se positivamente, de forma direta e clara. Foque-se naquilo que você quer que aconteça, em vez de criticar o seu familiar ou amigo pelos comportamentos passados??. Evite críticas pessoais. Assumir que a pessoa com TOC tem legitimidade para comportar-se de determinada forma,  pode ajudar a que se sinta aceite enquanto está fazendo alterações difícil no sentido de melhorar.

Misture o apoio com o humor. O apoio nem sempre tem que ser sério. As pessoas com TOC sabem como os seus medos são absurdos e incómodos. Alguma dose de bom humor, permite que possam olhar para os seus sintomas percebendo o lado engraçado. Membros da família dizem que o humor muitas vezes pode ajudar o seu parente a tornar-se mais separado dos seus sintomas.

Dica: A forma como você reage aos sintomas do seu familiar ou amigo com TOC tem um grande impacto na sua recuperação. Os comentários negativos ou críticas podem fazer piorar o TOC , enquanto um ambiente calmo e de suporte podem ajudar a melhorar o resultado do tratamento. Não há nenhum beneficio em xingar alguém com TOC ou dizer à pessoa para ela parar de executar rituais. Isso é impossível de poder ser cumprido, e a pressão para parar só fará os comportamentos piorarem. A melhor maneira de ajudar um ente querido a lidar com TOC é ser tão gentil e paciente quanto possível. Louvar qualquer tentativa bem sucedida para resistir aos pensamentos e comportamentos obsessivos, focalizando a atenção sobre os elementos positivos na vida da pessoa.

COMO PENSAM AS PESSOAS COM TRANSTORNO OBSESSIVO-COMPULSIVO?

Na grande maioria das vezes a ansiedade é o resultado do medo de alguns pensamentos e sensações corporais. A pessoa com TOC tem medo dos seus pensamentos e das suas ações. Ou seja, tem medo que alguns dos seus pensamentos negativos possam vir a realizar-se.  Vamos dizer que quem sofre de TOC tem pensamentos recorrentes:

Por exemplo:“Talvez eu tenha câncer”. Mas você não tem. Você foi ao médico, ele disse-lhe que você está bem, no entanto vai para casa e começa a pensar de novo, “Talvez ele esteja errado. Talvez eu tenha câncer”. Então você pensa: “O fato de eu estar pensando que posso ter cancêr deve significar que há algo de errado e eu tenho de me preocupar. Preciso saber com toda certeza que não tenho mesmo. Eu preciso fazer alguma coisa.” Então você começa uma infindavel procura de verificação do seu medo.

As pessoas com Transtorno Obsessivo Compulsivo têm pensamentos intrusivos (ou imagens) que os incomodam. Estes podem ser pensamentos sobre cometer erros, prejudicar alguém, medo de contaminação ou doença, a preocupação religiosa, os temores de impulsos ou desejos, ou apenas sobre qualquer coisa que você pode considerar perigoso, nojento ou sujo.

Exemplos de obsessões são: “Eu cometi um erro no trabalho e vai cair tudo em cima de mim”, “Eu toquei na cadeira e ela pode estar contaminada”, “Eu tinha uma fantasia violenta e agora vou perder o controle”, “Eu deixei o gás ligado (as portas destravadas, o gato na máquina de lavar) “ou” eu fiz algo de ruim e Deus vai punir-me por isso “. Depois de ter o pensamento intrusivo, você começa a procurar mais exemplos destes pensamentos. “Oh Deus, eu tive este pensamento de novo.”

Agora você passou a estar hiper vigilante sobre si mesmo, totalmente auto-consciente, temendo cada possível pensamento negativo ou intrusão e que isso reflete uma mente perturbada. A ideia que suporta o seu disparo de auto-foco e depreciativo acerca de si mesmo, é que você só deve ter certos pensamentos, e se tiver outros que supostamente não sejam moralmente aceites, isso é catastrófico, ruim ou perigoso.

Então o que é que você faz quando tem esses pensamentos e comportamentos não desejados ou intrusivos? Você grita consigo mesmo, STOP? Você tenta obter garantias de alguém: “Isto parece cancêr para você?” Talvez você reze para ter paz, ou você beba álcool para aliviar, ou você coma em excesso. Ou talvez você comece a pensar demasiado, a pensar mais e mais, “Porque estou tendo estes pensamentos malditos? Será que estou ficando louco?”

A saber: Certamente não estará ficando louco. No entanto, na tentativa de procura de respostas para enquadrar o seu problema, e por distorção de raciocínio, começa a concluir resultados que fogem à realidade. E estas conclusões “irracionais” fazem aumentar ainda mais o seu problema.

transtorno obsessivo compulsivo

ENTENDA OS PROCEDIMENTOS  DO TRANSTORNO OBSESSIVO-COMPULSIVO

Partindo do principio que o TOC, está relacionado com alguns mecanismos de defesa que você foi implementando no seu dia a dia em forma de pensamentos (preocupações) e consequentes comportamentos indesejados (incómodos e disfuncionais) como forma de diminuição da ansiedade, ou seja você aprendeu de forma incómoda e prejudicial a aliviar a ansiedade.  Nesse sentido desenvolveu um conjunto de raciocínios e comportamentos prejudiciais ao bom  desenvolvimento do seu dia a dia e consequentemente mantêm e aumentam o TOC:

Gatilhos: Estes são os eventos ou estímulos que condicionam os seus pensamentos. Terei tocado em alguma coisa (de contaminação), ao sair de casa (algo ficou aberto, o gás estará ligado), dirigir à noite (terei passado por cima de alguma coisa), pensar em sexo (Deus vai punir-me, vou perder o controle).

Pensamentos estranhos ou imagens: Você tem alguns pensamentos ou sensações que você não gosta. “Porque estou tendo estes pensamentos indesejáveis, bizarros, doentes, repugnantes, ?”

Avaliação negativa de pensamentos: Você acha que há algo errado com o seu pensamento, como se você só devesse ter pensamentos puros  e sentimentos bons. Você pensa demasiado naquilo que “deveria” pensa sobre a maneira como deve pensar e sentir. Você acha que ao ter um determinado pensamento incómodo, tem a responsabilidade certificar-se que não ocorre, obter o controle ou livrar-se dele. Ter o pensamento é equivalente a tê-lo executado. Você desenvolveu uma crença moralista e probabilística.  Por uma lado, tornou-se no polícia e no juiz dos seus pensamento depreciativos. E por outro, acredita que quanto mais vezes pensar no assunto, maior será a probabilidade de passar do pensamento à ação.

Auto-monitorização: Você é como um falcão procurando os pensamentos negativos.Simplesmente, porque você tem que pensar sobre o que você está procurando (“Eu estou procurando esse pensamento repugnante e perigoso”), você esforça-se para encontrá-lo. É como se de manhã ao dirigir-se ao seu espelho do banheiro dissesse: “Eu estou olhando para um espelho. OH MEU DEUS! Lá estou eu!”

Exigência da certeza: Você acredita com toda a certeza que vai perder o controle, ou que as coisas estão contaminados. Nada menos que a perfeita certeza será suficiente.

Fusão do Pensamento com a ação: Você julga que ter um pensamento negativo é igual a cometer uma ação. “Se eu acho que vou ficar violento, eu vou”. Ou, um pensamento é a mesma coisa que a realidade. “Se eu acho que tenho câncer, então eu vou  morrer”. Pensamentos, ações e realidade são um só. Tudo na sua mente se funde.

Pensamento de supressão: A sua primeira linha de “defesa” é tentar evitar ter esses pensamentos. Você diz a si mesmo: “Não penses nisso”. Isso funciona, por três minutos. Mas o seu fracasso permanente em suprimir esses pensamentos leva-o a acreditar que não consegue deixar de pensar aquilo que teme. Imediatamente reforça a sua incapacidade para livra-se desses pensamentos.

Eu perdi o controle”: Você agora acha que ter controle na sua vida é igual a conseguir eliminar os pensamentos indesejados. Ao pensar desta forma, e ao sentir-se  fora de controle, irá  desesperadamente, cada vez mais tentar controlar os seus pensamentos. É como chapinhar na água e afogar-se.

Compulsões: Você realiza alguns rituais de neutralização. Talvez lave as mãos excessivamente, reze, repete “Não”, tenho de caminhar de uma certa maneira, tenho de lavar as mãos de um certa forma, organizar as coisas, voltar e verificar, verificar novamente. Você encontra-se freneticamente fazendo essas coisas até que você tenha uma sensação de completude.

Sensação de completude: Você diz: “eu posso parar agora, porque eu sinto que já fiz o suficiente Esta sensopercepção de conclusão torna-se agora o seu novo livro de regras para os rituais.” Eu preciso fazê-las até que sinta que fiz o suficiente .” Você tornou-se viciado nos seus rituais.

Evitar os gatilhos. Você conclui:  “Eu não teria qualquer um desses pensamentos se eu simplesmente evitasse os gatilhos. Então começa a evitar tocar coisas, evitar banheiros públicos, evitar apertar as mãos, evitar os filmes religiosos, evitar as pessoas que o fazem ter sentimentos que considera maus e repugnantes. Evitar, prevenir e evitar. Você está fugindo do mundo. E quanto mais evita, mas circunscrita fica a sua vida. O seu problema vai crescendo à medida que evita.

Provavelmente você identificou-se com a grande maioria dos pensamentos descritos. Esta é a forma como você pensa.Tudo em nome de ser responsável, consciente, tudo no sentido de evitar perder o controle, enlouquecer ou tornar-se irresponsável. Tudo porque você precisa estar no controle. E esse controle que tanto pretende atingir não funciona. Pelo contrário, torna a sua vida num inferno.

Nota: Fique atento, em breve irei postar alguns artigos complementares que focarão algumas técnicas e práticas que pode implementar para conseguir superar o transtorno obsessivo-compulsivo.

Abraço,

Miguel Lucas

Novo usuário?
Comece aqui
Receba Grátis os Vídeos “Fórmula da Positividade”
Receba Grátis os Vídeos “Fórmula da Positividade”

Dê a si mesmo a oportunidade de florescer e ser bem sucedido!

Comentários
Avatar for Miguel Lucas
Bruno

Miguel,

Eu tenho alguns dos sintomas, principalmente a ordem e simetria, por horas penso que esse sintoma causa um grande prejuízo na minha vida, pois aplico grande parte dos meus esforços no perfeccionismo, quando na verdade foi tudo uma “falsa” impressão que a coisa estava incorreta.

Avatar for Miguel Lucas
Miguel Lucas

Olá Bruno, obrigado pelo comentário.

O perfeccionismos, apesar de nãos ser um transtorno em si, faz parte da características que exacerbam as obsessões e compulsões.

Procure mais informação acerca dos seus problemas e perceba o que pode fazer para não deixar que eles cresçam ou eventualmente que possam ser extintos.

Abraço

Avatar for Miguel Lucas
Valquiria

Boa tarde, Sr.Miguel

Tem uma coisa que me incomoda muito: a mania de verificar portas, janelas, portão, etc antes de dormir. Poderia me dar uma dica, por onde começar para deixar este hábito?

Agradeço desde ja.

Avatar for Miguel Lucas
alex

Boa Tarde. Gostei muito do artigo. Eu sou enfermeira e sofro de TOC há alguns anos, relacionado com a contaminação. Tenho feito psicoterapia, com melhoras, mas ultimamente as melhoras pararam. Consigo trabalhar na área, mas alguns rituais permanecem, e eu queria que eles desaparececem por completo. o que posso fazer mais?

Avatar for Miguel Lucas
Rita

Olá,

Primeiramente quero dar Parabéns pelo seu belo trabalho. Descobri seu blog faz alguns dias e já li vários artigos. A forma como escreve é maravilhosa.

Mas estou passando por um problema e estou desesperada sem saber o que é. Desconfio que seja TOC, mas estou perdida.

Faço tratamento com medicamentos para depressão e síndrome do pânico há 5 anos. Nunca mais tive crises de pânico. Mas continuo sendo muito ansiosa. Sempre fui desde criança.

No momento estou passando por problemas sérios e que causam grande preocupação.

Mas vou relatar o que está acontecendo e que está me afligindo demais.

Eu sempre tive uma mania de ficar com a mão no nariz. Fico movimentando a mão e cheirando os dedos. É um movimento de vai e vem que vai até a boca e volta para o nariz. É muito difícil tentar descrever isso.

Essa mania não me causava nada. Sentia que me aliava.

Há mais ou menos um ano, passei a ter uma aflição no nariz. A cartilagem do nariz é sensível e comecei a ter aflição de unha comprida. Porque eu tinha a sensação de estar sentindo a unha machucando a cartilagem do nariz. Mas é só uma sensação. Mesmo sem estar com a mão no nariz. Ai resolvi cortar as unhas. Não consigo ter unhas compridas. Até que resolveu o problema na época. Uma vez ou outra sentia a sensação, mas nada que me incomodasse tanto.

Como eu disse, estou passando por sérios problemas. Há aproximadamente um mês passei ter sensações horríveis. É tão difícil descrever.

Eu sinto uma aflição muito grande em relação ao nariz. Como se algo tivesse entrando e perfurando. Sinto a sensação da unha também na cartilagem ou a pele de dentro do nariz. Essa região é sensível. Só que estou entrando numa aflição muito grande, porque é algo que não consigo controlar. Me dá aflição de ver alguém com percing no nariz. Às vezes evito de ver pessoas principalmente na televisão, porque o meu foco é o nariz. E me dá aflição de ver. Não consigo descrever direito. Mas quando me dá isso, a sensação é que estou vivendo uma tortura. Estou começando a evitar objetos pontiagudos, pq já imagino aquilo furando o meu nariz. É horrível!!!!! Estou desesperada.Estou com medo de não conseguir mais olhar as pessoas e o pior de tudo, é ficar sentindo essa aflição e agonia no meu nariz.

O que é isso?

Dando um exemplo pra entender melhor. Imagine uma pessoa que tem aflição ao ver alguém com o dedo cortado. Só que é normal sentir a aflição porque a pessoa está vendo aquela situação. A hora que ela não vê mais, passa. Agora imagine essa pessoa imaginar como seria ter o dedo cortado e sentir toda a aflição de ter o dedo cortado, mas na verdade não está. A aflição é só por imaginar. Ou a pessoa que sente aflição a cócegas quando fazem realmente. Mas imagine essa pessoa sentido toda a sensação de como tivesse sentindo cócegas, mas na realidade não está. É o que sinto em relação ao nariz.

O que eu sinto é uma aflição de algo que não aconteceu. Fico imaginando e sinto toda a agonia como se estivesse acontecendo algo, mas na verdade não está. É uma aflição muito grande. Não consigo explicar isso pra ninguem e acabo sofrendo sozinha. Ultimamente meu marido presenciou uma crise dessa de agonia. Porque começo a ficar desesperada como se alguém tivesse torturando meu nariz.

Não sei mais o que fazer. Não sei o que é. Sinto que vou enlouquecer de tanto desespero, agonia e aflição.

Por favor, se puder me ajudar a entender o que é isso ficarei muito grata. Nunca vi nenhum relato semelhante ao que estou sentindo. Ou seja, me sinto sozinha, é como se eu fosse a única pessoa do mundo que está sentindo essa aflição no nariz.

Desculpe me pelo tamanho do comentário.

Obrigada!

Avatar for Miguel Lucas
MAYARA

Oi, tudo bem? Você está melhor?
Eu já vi vários comentários sobre toque, mas o seu foi o que mais se aproximou da minha realidade. Suas sensações e pensamentos são muito parecidos com os meus. Apesar da aflição e sensação não ser no mesmo lugar, pode ter certeza que também sofro muito, e sempre achamos que sentimos pior que todas as pessoas no mundo, e que a sensação é única.
Você já se sentiu culpada, pq vc não controla? Por vc não ter tido controle desde a primeira vez que sentiu isso?
Gostaria que me respondesse para trocarmos ajuda!
Obrigada, e melhoras! bjão

Avatar for Miguel Lucas
Geisiane

Oi Rita, tudo bem?
Depois de tantas pesquisas achei algo parecido com o meu caso, mas a minha agonia é nas mãos, tudo q vou fazer me da um nervoso muito grande, vc ta melhor? como resolveu isso?

Avatar for Miguel Lucas
Brenda

Rita: eu entendo você. Porque também tenho TOC com características totalmente diferentes dos relatos das outras pessoas, e diferentes de tudo que há nos livros, artigos, publicações, internet, etc… então achava que estava ficando louca, mas os médicos chegaram a conclusão que realmente é TOC. É que infelizmente os profissionais médicos não estudam os casos mais peculiares, os casos mais diferenciados ou raros. Eles ficam apenas com aqueles casos clássicos que estudam na faculdade, e só! Não procuram pesquisar mais, nem relatar aos outros médicos as coisas novas que descobrem. Então… se as pessoas com casos clássicos de TOC já se sentem "estranhas", imagine como se sentem as pessoas como nós, que tem coisas mais "estranhas" do que os outros. Espero sinceramente que vc melhore, QUE TODOS NÓS melhoremos. Sei que TUDO PASSA . NADA nessa vida dura para sempre. Estou sofrendo muito, sim….. MAS TENHO A PLENA CONVICÇAO QUE VOU SUPERAR ISSO…. EU VOU VENCER A DOENÇA, NEM QUE TENHA QUE IR ATÉ O INFERNO. Sei que isso É POSSÍVEL. LUTE, LUTE…..NÓS VAMOS VENCER!!!!!

Avatar for Miguel Lucas
Edson

Isso é a mais pura verdade Brenda, eles rotulam o TOC sempre usando as mesmas premissas, tenho TOC desde criança e alguns dos meus sintomas não se enquadram nos livros e literaturas médicas tradicionais disponíveis na atualidade. Por exemplo; eles dizem que os portadores do TOC tem consciência que seus pensamentos são estranhos e absurdos mesmo assim não conseguem suprimi-los. Correto, em alguns casos não no meu. Eu tinha obsessões que montavam cenários tão complexos e "lógicos" que simplesmente era impossível eu discernir que aquilo não era real, tão real que substituía a minha própria realidade e o sofrimento era imensurável. Tanto que foi necessário o psicanalista entrar com um antipsicótico em suplemento ao que eu já usava. Só depois de muito tempo eu tive alivio dos sintomas mais sinistros que eu tinha. Hoje estou bem e levo uma vida normal, mas o TOC ainda é uma realidade dentro de mim. De forma discreta ele ainda continua presente.

Avatar for Miguel Lucas
Gilberto

É verdade também sou portador desta doença e sofro muito por não poder controlar os meus pensamentos obsessivos, que me levam a ter comportamentos estranhos as vezes, como apertar o meu nariz com o dedo repetida vezes, balançar as pernas sem parar, consertar coisas repetida vezes, ler um texto repetida vezes, isso me da prazer as vezes mas sempre me arrependo depois porque fiz isso. por isso tomo uma medicação para controlar melhor minha ansiedade, e faço exercícios físicos; procuro as vezes rezar para não cair mais nas tentações e armadilhas que essa doença me traz. desejo que vc. melhore. bj.

Avatar for Miguel Lucas
mikaelle

ola boa tarde, vir seu post e achei muito parecido com a situacao que meu irmao esta passando, ha 15 anos ele fica cheirando, enfregando a mao no nariz, isso nao tem controle, gostaria de saber como vc esta?

Avatar for Miguel Lucas
Brenda

Eu achava que era só uma mania minha , depois comecei a achar que estava ficando louca.O meu problema é rezar por tudo de ruim que eu imagino e a noite rezo muito , na verdade não é que a reza seja grande é porque eu fico repetindo as palavras e não consigo para ate sentir um alivio.E se eu estiver rezando e alguem falar alguma coisa ruim eu já rezo baixinho de novo. antes eu tinha isso de simetria e organização não conseguia deixar nada fora do lugar mas lutei contra isso sozinha , e consegui , tenho 12 anos e faz mais ou menos 1 ano que isso começou

Avatar for Miguel Lucas
Simone Rodrigues

Acho tenho TOC, na verdade isso começou mais ou menos uns 4anos, pra mim tem sido muito sofrido pq toda vez q tenho um projeto por algum motivo surge um pensamento ruim e por medo defazer mal a alguem que eu goste muito simplesmente desisto ou apago o que estou fazendo, mas isso no fundo não ajuda em nada pq os pensamentos são recorrentes e da próxima vez que tentar de novo acontece igual. De modo que minha vida parou, tenho medo até de sonhar pq os pensamentos destrutivos vão estar lá.

Avatar for Miguel Lucas
Marcelli Sanz

oi,acho q tenho TOC,mas eu vou no psicologo para ele me diagnosticar sei lá…

eu tenho mts pensamnetos ruins,e estranhos q ñ fazem parte da minha personalidade..

eu toco muitas vezes algo que peguei ou antes de fazer algo ou pegar e pisco,tusso mexo partes do meu rosto.

tmb fico smp mexendo a minha mão,as vezes bato palma esfrego ela estralo os dedos etc.
as vezes sinto uma agonia mt grande nas minhas mãos q tenho q arranha-las bem forte,as vezes sinto essa mesma agonia no rosto ou embaixo do pescoço(no colo) ai fiko dando murros fortes em mim mesma… Oo

eu tmb sou mt ansiosa,smp penso em coisas mt ruins q eu poderia fazer,mas q nunca faria …(matar alguem por ex.)

tem mais coisas mas num lembro,eu to nervosa pra ir no psicologo,ñ sei oq ele vai dizer né…hehe bjsssssss

Avatar for Miguel Lucas
c

eu tbm sofro deste problema acho. tudo começou kando eu tive um namorado que nao m ligava nenhuma. eu gostava muito muito muito dele. depois comecei a ter pensamentos como se kisesse estar cm outras pessoas mas nao keria. eu lavava as maos muitas vezes, lavava a boca muitas vezes, apagava e acendia as luzes e outras coisas so para apagar esses pensamentos. eu nem pensava seker em ser feliz cm outra pessoa eu so gostava dele. agora estou sempre com pensamentos de estar cm outras pessoas k eu nem seker me sinto atraída sexualmente. eu so kero um dia ter um namorado e ser feliz cm ele. mas como posso fazer cm estes pensamentos sempre a chatearem? eu ultimamente tenho evitado lavar as maos e essas coisas k fazia sempre para tentar ficar bem. mas sempre tenho esses pensamentos incomodos todos os dias 🙁 como hei.de arranjar um namorado e ser feliz cm ele assim? como hei.de fazer para ficar curada? conhece alguem cm o mesmo problema que eu? eu sinto.me um monstro as vezes 🙁

Avatar for Miguel Lucas
Irani

Oi Dr. Miguel
Tenho mania de espremer compulsivamente espinhas…Tenho acne desde muito nova, sempre sofri muito por conta da minha imagem, sofri bullying na escola e comecei a atribuir todo o meu sofrimento ao fato de ter espinhas. Com o tempo me vi muito incomodada e comecei a procurar sobre esse meu comportamento e achei o termo dermatillomania(pouco falado no Brasil). Embora esteja com menos espinhas ainda tenho essa mania muito chata. Gostaria de saber se esse comportamento é mesmo algum tipo de TOC e se posso usar essas dicas para extinguí-lo?
Um abraço

Avatar for Miguel Lucas
Dilce Sader

Gostei muito do artigo,Parabéns!!!!
Na verdade eu não tenho TOC algum, mas na minha familia tenho uma pessoa muito querida que tem este problema,ja foi feito de tudo e até está em tratamento pisiquiatrico ,tomando remedio controlado. Mas esta pessoa que amo muito infelizmente estraga toda pele do rosto e acaba nos deichando muito mal tbm.
Gostaria muito de saber o que fazer para tudo voltar ao normal,pois estamos dezesperados com esta situação,pq atinge toda familia.
Um grande abraço e obrigada

Avatar for Miguel Lucas
anônimo

eu tenho pensamentos obcesivos, as vezes parece que vou enloquecer estou sempre dezenvolvemdo um tipo de cacuete, quase nunca consigo parar já tive quase todos os tipos de toc e hoje sofro com os do pensamentos e tenho 17 anos e eu acho que tenho isso desde que eu tinha 10 anos se pá até antes dos dez eu tinha sempre penso que vai acontecer algo com alguém da minha família estou sempre fazendo bárullho com a boca achando que é um jeito de me controlar mas entra ano e sai ano e nunca passa quando consigo esquecer um aparece outro.
obs: isso ficou muito mais forte depois que eu perdi meu avô.

desculpe pelos erros de português.

Avatar for Miguel Lucas
Aldina

Amigos
Sou uma mulher já com uma certa idade, compreendi perfeitamente os vossos problemas porque
já sou veterana nessa guerra .
Estou agora a tentar, graças a Deus e a um bom psicólogo, entender como devo sair e encontrar um certo equlíbrio. – Estou a ser acompanhada nos Serviços de Psiquiatria da Universidade de Coimbra.
É necessário encontrar um bom psicólogo especialista nessa área. Calma, nada de desânimo, porque é possível melhorar.
Um abraço solidário
Aldina

Avatar for Miguel Lucas
Cris

Ola Miguel… achei muito interessante o q escreveu. Eu tenho pensamentos recorrentes e negativos sobre morte e doenças e supertiçao com numeros, se nao faço as coisas de certa forma com rectidão algo de mal vai me acontecer. Ou seja, tudo o q faço tem de ser de enquadramento àquilo q acho correto. A minha vida tem sido um turbilhao mesmo. Tomo Fluoxetina 20mg tem dias q estou melhor, outros vou muito abaixo e la vou eu bater 3 vezes na madeira (para aliviar a tensao dos pensamentos horriveis) ou fazer figa com a mao. Acha que isto é mesmo Transtorno obsessivo compulsivo, ou terei outra doença? Obrigada

Avatar for Miguel Lucas
Xana

Boa tarde, eu sofro de toc onde é que posso ser ajudada em situações de ansiedade disparam os sintomas, do género só entro com o pé direito num local se não o fizer algo de ruim acontece, (fico imenso tempo a uma porta à sper de um pensamento bom p poder entrar) qd vou àscomprar toco várias vezes no artigo antes do aqduirir e só o faço se entretanto tiver um pensamento positivo, pq caso traga o produto sem pensamento positivo algo vai acontecer…
è com um psicólogo q devo ser ajudada conhece algum

Avatar for Miguel Lucas
angela

Estou passando por um grande sofrimento também, por isso entendo tudo q li dessas pessoas, pois realmente isso acaba com a gente. Eu passo o tempo todo cuspindo, quanto mais cuspo mais tenho vontade,sofro muito porque eu não quero fazer isso mas não consigo parar. sou criticada pelas pessoas, umas perguntam se é verme, outras dizem q mania nojenta,e mesmo assim n consigo parar,choro, sofro, sinto vergonha por isso,estou dezesperada, pois cuspo até pelos cantos da casa, dentro da pia me ajudem.

Avatar for Miguel Lucas
Natalia

Oii, eu tbm tenho esse problema! Cuspo muito sem parar! Acho que é TOC, fiz exame de verme e tudo, mas não da nada. Realmente as pessoas se incomodam muito, quem gosta né? Odeio, mas não consigo engolir. Não posso ver nada nojento, nem sentir cheiro ruim, ou imaginar algo nojento, ou até pensar em cuspe que ai começa. Mas tem vez que é do nada, sem motivo, começo cuspir, enche a boca de saliva. Tbm verifico o bujão de gás, portões se estão fechadas. Lavo as mãos e boca o tempo todo. Bato o pés, sou muito ansiosa.

Avatar for Miguel Lucas
Paulo Victor

Meu problema é igual ao seu praticamente!

Avatar for Miguel Lucas
Bruno

Oi, cuspo mais de 100 vezes por dia, isso ja faz mais de 5 anos. Faco para aliviar a ansiedade, nao consigo evitar. Eu para cuspir menos, qndo da vontade de cuspir, como chips, porem chips tem mtu sodio, condimentos, faz mal a saude, porem sem o chips 24 horas no bolso, ansiedade aumenta, e cuspo cada vez mais. Ja tomei mais de 15 remedios diferentes, porem nenhum me ajudou. Comer chips foi uma saida para cuspir menos, porem é horrivel comer toda hora. Gostaria mtu de ajuda!!!

Avatar for Miguel Lucas
BIANCA

Preciso urgente de ajuda !!! Por favor !!!

Avatar for Miguel Lucas
Eli

Também preciso de ajuda!!!!!

Avatar for Miguel Lucas
Luciana

TENHO PENSAMENTOS QUE SEI Q NÃO COMEÇARAM DE MIM, FORAM INTRUSIVOS APÓS LER UM LIVRO MUITO FORTE SOBRE O INFERNO.
COMECEI A TER PENSAMENTOS RUINS CONTRA UMA DAS PESSOAS DA TRINDADE E ENTREI EM ESTADO DE DEPRESSÃO PROFUNDA E ÁS VEZES PENSO Q EU Q NÃO SOU BOA E SIM MÁE PODE ME ACONTECER COISAS RUINS.

Avatar for Miguel Lucas
Elitom

Oi Luciana, td bem? Comigo tb aconteço a mesma coisa; tenho pensamentos ruins com uma das pessoas da trindade e isto gera em mim uma depressão profunda. sinto vontade de morrer, desaparecer e por conta disso, preferia nunca ter nascido. Entendo vc.

Avatar for Miguel Lucas
Diego

Luciana e Eliton, já passei por isso e realmente é angustiante, porém o simples fato de pensarmos coisas ruins contra uma das pessoas da Trindade (no meu caso o Espirito Santo), não significa que tenhamos pecado contra essa pessoa. O simples fato de se preocupar com isso já demonstra que não pecamos contra o Espirito Santo, pois do contrario nem estaríamos mais ligando para isso. Não sei se fui claro…

Avatar for Miguel Lucas
Afonso do Carmo

Excelente trabalho!
Muito esclarecedor.
Textos assim ajudam bastante as pessoas, ajudam a compreender como as nossas mentes funcionam, e compreender é o princípio de tudo.
Muito obrigado ao autor!

Avatar for Miguel Lucas
Rosa Maria Vida

Quero dar os parabéns ao autor do texto sobre TOC, Tenho uma filha com 21 anos que sofre deste problema associado ao sindrome de tourette, e a nossa vida nestes ultimos anos não tem sido muito facil, só agora é que começamos a saber gerir este problema que tanto sofrimento causa mas que ainda muita gente desconhece e desvaloriza, inclusive médicos. Muito cedo comecei a pesquisar sobre todos os sintomas desta doença, porque quem é mãe compreende a minha aflição ao querer ajudar a minha filha e não saber como, e senti-me muito só neste processo porque não sabia bem a quem recorrer, e quando desabafava com alguém era e é ainda muito dificil explicar todo o sofrimento que origina tudo isto. Já gastei muito dinheiro em psiquiatras uns mais competentes que outros, só como ex. um disse para a minha filha quando sentisse que ía ter um tic, toma-se um determinado tranquilizante que ele receitou, como se isso se pode-se prever, um outro, que a medicou de tal forma que ela mais parecia um zumbi. Ela fez durante algum tempo terapia comportamental, mas ficava muito longe e caro e estava a ser insustentável continuar. Também tentamos outras terapias complementares pelo meio, mas que pouco ou nada resultaram, embora continue a fazer sessões de Reiki, porque diz que a tranquiliza. Neste momento está a ser acompanhada em psiquiatria no Hospital Santos Silva onde faz uma medicação muito leve, e entretanto vai ser chamada para começar com as consultas de psicologia. Ela anda mais tranquila, é claro que tem sempre altos e baixos mas tem andado melhor, pelo menos consegue gerir melhor a vida dela. Desejo a todos as pessoas com este problema muita força e coragem.

Avatar for Miguel Lucas
Sílvia leonardo silva

Doutor Miguel,me responda se uma pessoa,pode entrar na mente de outra,através do poder da mente,a ponto de enlouquecê-la?Aguardo contato e o meu msn,está com problemas,mas pode entrar no meu facebook,com o meu nome,Sílvia leonardo silva e sou de Propriá-Sergipe,verá minha cidade e o estado,no facebook.Aguardo contato!Grande abraço!

Avatar for Miguel Lucas
osvaldo

li suas palavras e achei interessante, não sou o Dr Miguel mas estou escrevendo aqui. Nem sei se posso fazer isso. Mas eu não neste " poder da mente" de entrar na sua, a menos que tal pessoa venha a te sugestionar, influenciar confundindo sua mente(pensamentos). Mas pode ser pensamentos obsessivos que você precisa controlar. Cuidei de uma pessoa que achava que tudo que todas as pessoas que se relacionava com ele, eram comandadas, isto é, tudo programado. Osvaldo(psicanalista)

Avatar for Miguel Lucas
luciane

Oi Osvaldo
Meu filho foi diagnosticado com toc aos 12 anos, fazia tratamento medicamentoso, mas com o passar do tempo abandonou os medicamentos, passou a beber e usar maconha, hoje ele tem 23 anos e durante esse tempo, quando sentia-se muito mal recorria o tratamento, foram idas e vindas ,ele tem uma certa resistência e se tratar, pra resumir,ano passado sofremos perna na família, e desde então ele começou a se isolar, fixo em leituras e teorias, pois fazia faculdade de publicidade e propaganda , esse ano em agosto ele surtou, tem pensamentos fixos de que todas as pessoas da família querem mata-lo inclusive os dois irmãos, a única pessoa que ele consegue conviver é comigo, ele diz que existe um complo contra ele e chegou até a dizer que é monitorado por câmeras, jogou fora relógios e outros objetos por achar que tem câmeras e escutas, já levei ele em neurologista, Psiquiatra, ele não quis retornar à psiquiatra inicial que diagnosticou o toc, como eu disse ele resistente em fazer tratamento, não sei que medida tomar, fui aconselhada até interna-lo, mas acho que isso só vai piorar,preciso muito de orientação.
Obrigada

Avatar for Miguel Lucas
Ednan Ap C Fogaca

Boa Tarde Dr. Miguel
As verificações devem ser consideradas sintomas de TOC quando repetidas ou quando o indivíduo sente grande aflição caso seja impedido de executá-las, exemplos
• Eletrodomésticos,( geladeira )
• Se as torneiras estão bem fechadas, seguido da necessidade de apertá-la (às vezes de forma demasiada.
• Se as portas da casa e portas e os vidros do carro ficaram bem fechados.
o impulso de realizá-las é mais intenso são: a hora de sair de casa, antes de deitar, ao estacionar o carro e ao sair do trabalho.
Venho percebendo este sintomas em meu filho jovem de 20 anos, quero ajuda-lo o que devo fazer.

Avatar for Miguel Lucas
Denise

Dr; Tenho um problema psicológico mas ainda sem diagnóstico. Bom do nada eu começo a ter a sensação de medo e vejo umas imagens na cabeça como se estivesse lembrando de um sonho, ai sinto uma coisa triste, com medo e ao passo mal. Me dá uma sensação de taquicardia, falo umas coisas sem sentido e nessa hora eu não sei o que estou fazendo.Isso dura segs, é rápido e qdo volto ainda demora um pouco até voltar a realidade. Não desmaio, mas na hora que passo mal , falando coisas desconectas não tenho noção. Essas crises me dão até dormindo e principalmente dias antes de menstruar. Já realizei vários testes, e até ressonância, não acusa nada nos exames. O que lhe parece isso Dr? Comecei à ter essas crises já fazem alguns anos depois de sofrer uma perda. Por favor me dê uma resposta. Os psicológos, psiquiatras diagnosticaram como síndrome do pânico e depressão crônica , mas com esses diagnósticos ainda não encontrei a cura e nem uma forma de amenizar o problema. Me ajude por favor. Obrigado.

Avatar for Miguel Lucas
Liz

Bom dia, já me desculpando pelo egoísmo mas fico um tanto mais confortável em saber que não sou a única que passa por essa luta. Até duas semanas atrás levava uma vida normal, tinha meus medos de morrer, suava frio, tinha tremores mas conseguia controlar bem. Até uma noite que tive uma despersonalizaçao, um sentimento louco de que eu não era eu, de não saber onde estava ou o que estaria fazendo ali realmente. Desde então começaram a me aparecer pensamentos perturbadores. Primeiro questionava Deus e o sentido da vida, o que já era angustiante pois sempre fui muito temerosa a Deus. Infelizmente, me vejo agora com alguns pensamentos violentos. As vezes em relação a mim, as vezes com minha filha, mas tenho total consciência de que sou incapaz de qq um deles. Minha filha é minha vida, minha razão de viver e eu nao fazer parte da vida dela tb me apavora. E mesmo assim tenho esses pensamentos? É muito triste passar por isso. Sou forte e consciente e procurei ajuda pois sei que isso é um estado mental descontrolado e passageiro. Mas é um cárcere… Acabamos por nos tornar prisioneiros de nossa mente. O que é muito louco pois somos um só: corpo e consciência. Então como acabar com isso? A resposta deve estar apenas em mim…. Abraços em todos

Avatar for Miguel Lucas
Débora

Oi Liz!
Como sua história é parecida com a minha…..
Estou passando pelos mesmos problemas e não consigo parar de me culpar por isso…
Eu sei que estes pensamentos não tem nada haver com quem eu sou, mas é tão difícil…
Como já tem tempo que vc escreveu esta mensagem, espero que tenha encontrado uma solução.
Se quiser conversar comigo e manda um e-mail…
às vezes, acho que eu sou a única pessoa no mundo que tem esses pensamentos, de tão absurdos que são…
Espero que esteja melhor…

Avatar for Miguel Lucas
hallyson

Tambem sofro de toc religioso, hoje está mais controlado mas já sofri muito por isso, se alguem quizer conversar comigo pra trocar ideias me adiciona no facebook hallysonlins@hotmail.com

Avatar for Miguel Lucas
Ana Paula Costa

Gente que doença horrivel,poxa nunca pensei que fosse tão ruim assim…Tenho pensamentos contra Deus e isso me angustia muito,é tão ruim fico apavorada e passo mal.Não sei quando vou ser feliz pq com esses pensamentos é impossivel.Quem quizer conversar me add no facebook,paulacostajpa@hotmail.com

Avatar for Miguel Lucas
Thalita

Eu tenho TOC des de quando tinha uns 5 anos,tenho 14 agora
eu tenho o sintoma de pensar que vou ser punida
eu deixo de fazer varias coisas pq na minha cabeça fala que eu vou perder a minha vida,alguem e outras coisas.
Varias vezes eu dou um basta em tudo isso e paro por 1 semana,mais la vem denovo o pensamento inrritante na minha cabeça.
E agora estou muito traumatizada pq toda vez que eu paro com os rituais acontece alguma coisa ruim.
Suas dicas foram muito boas!
Obrigada
Bjs

Avatar for Miguel Lucas
salete santos

meu irmao tem o toc ele lava as maos com acool e agua sanitaria umas 30 vezes por dia ate sair a pele das maos e tudo que ele toca ele diz que esta contaminado ele nao consegue controlar como faço pra ajuda lo

Avatar for Miguel Lucas
luisrocha

Ola o meu nome e luis eu tb sofro de toc ainda nao procurei ajuda medica mas todos os sintomas se encaixam no perfil do TOC lavo as maos repetidamente se vejo uma mancha com uma cor vermelha penso logo q poderá ser sangue e consequentemente poderei ficar infetado com uma doença, e quando vou sentado nos transportes publicos se por acaso me sento e nao reparo se tem ou nao algo nesse mesmo banco vou pra casa cheio de duvidas e tenho de lavar a roupa toda e tudo isto com um metodo previamente pensado para q nao toque em outras partes do corpo ou mobilia da casa uso luvas alcool lixivia, sei q e um medo e uma ansiedade irracional mas ao consigo controlar,chego ao ponto de bater em mim mesmo para deixar de ter esses pensamentos

Avatar for Miguel Lucas
maisa

OI, meu esposo, também sofre disso, ele me sufoca muito , meu filho e eu , ele lava as mãos toda hora, e as vezes com álcool, tem medo que algo tenha sangue , e que possa contaminá-lo, ou contaminar eu e meu filho, ele faz agente fazer parte de seus rituais também, estou cansada, preciso de ajuda, que profissional devo procurar primeiro?

Avatar for Miguel Lucas

Oi pessoal.
Boa noite.
Queria Primeiramente dizer que o site é maravilhoso, já li sobre vários temas, têm me ajudado e tenho certeza que também ajuda e conforta muitas pessoas.
Bom, tenho 22 anos, desde os 13 tenho TOC, mas na época não sabia que tinha, só me achava um pouco “diferente”, achava que me preocupava com coisas que normalmente as pessoas não ligariam e pensava muito sobre tudo. Mas quando fiquei mais velha, por volta de 18 anos, o TOC ficou bem pior, tive muitos pensamentos desagradáveis e por conta desses pensamentos comecei a ter certas “manias” que me faziam ter vergonha e até mesmo achar que estava ficando meio maluca.
Tentei tratamento psiquiátrico e também homeopático, bom para ser sincera para mim não surtiu muito efeito (o que não quer dizer que para outras pessoas não irá funcionar), comecei a me preocupar de verdade achando que ficaria mal por muito tempo. Mas foi ai que percebi que isso tudo dependia bastante de mim, não foi fácil diminuir o que eu tinha, é um esforço que faço até hoje, mas valhe muito a pena. Sei que a maioria tem pensamentos desagradáveis, blasfemos, só quero que saibam, que por pior que pareçam, não devem se culpar, afinal não temos nada disso por que queremos, não devem ter medo de castigos ou achar que estão desrespeitando a Deus, Ele nos criou e ninguém nesse mundo entenderá melhor quem tem o TOC, ele sabe que não fazemos por mal, não tentem rebater pensamento com pensamento, sempre vêm um pior, o jeito é ignorar, tente não deixar de fazer ou faça algo por causa de um pensamento intrusivo que lhe diz que algo ruim acontecerá com quem você ama pelo simples fato de fazer algo diário, rotineiro e normal, nada acontecerá, demorei para perceber, mas percebi e hoje não deixo ou faço as coisas por que um pensamento ruim me veio a mente. Isso não acontece, não tenham medo.
Infelizmente não temos a opção de escolher entre ter ou não o TOC, mas temos a opção de não obedecer aos pensamentos quem invadem a nossa mente.
Não estou cem por cento curada, talvez nunca fique totalmente sem ele, mas aprendi a conviver com isso,até hoje tenho que afastar os pensamentos, é um luta diária, mas sinto cada vez que consigo evitar de fazer algo que o TOC me manda, cada vez melhor, sinto uma vitória.
Espero ter podido ajudar alguém, essa é minha maior vontade, fazer as pessoas que têm isso que tenho, entender que depende muito de força de vontade, é uma escolha, não muito simples, mas muito importante: Ter não podemos evitar, mas fazer ou não fazer o que nos vêm a mente é uma escolha nossa e garanto a vocês que também têm, quando evitarem de fazer algo e perceberem que o medo é só parte do TOC, vão sentir um grande alívio.
Obrigada pelo artigo.
Boa sorte a todos.
Fiquem com Deus.

Avatar for Miguel Lucas
Joana

Ola… será que poderiamos trocar contacto? Gostaria de falar consigo, encorajou-me muito ler o que escreveu.
Beijinho

Avatar for Miguel Lucas
hallyson

Oi joana sofro de toc religioso a uns dez anos e tb depois de muito sofrimento apresentei uma boa melhora, como nossa amiga disse acho que nos libertar 100% das obsessoes é dificil mas acho que com tratamento e um pouco de compreensão do que é o toc da pra ter uma vida boa se quizer falar comigo me adiciona no facebook hallysonlins@hotmail.com

Avatar for Miguel Lucas
Joao

Tenho manias, mas que julgo suaves, se observado os diversos comentários; Parabéns no entanto pelo comentário (confortador).

Avatar for Miguel Lucas
Jeff

Olá. Sofro de TOC, porém nunca conversei com ninguém, nem faço terapia. Seu comentário me fez bem. Obrigado! Gostaria de conversar mais com alguém assim.

Avatar for Miguel Lucas
Joana

Ola… Custou-me um bocado ler isto e aceitar que talvez tenha TOC, mas reconforta-me saber que há mais pessoas como eu… Eu tenho um grande medo da perda, principalmente de perder o meu pai. Não é que goste mais do meu pai do que da minha mãe mas é uma coisa que não sei explicar… Eu faço aquilo dos chamados "rituais", por vezes tenho de dizer a mesma palavra 3 vezes caso contrario vai acontecer algo de mal ao meu pai, tenho que bater 3 vezes em coisas, como vidros, cadeiras etc ao que me lembrar no momento, e também tenho aqueles pensamentos de imagens que me perturbam tanto e são vindas do nada. Também tenho de verificar se a porta de casa fica bem fechada, caso os meus dois cães estejam lá dentro. Por vezes estou cerca de 30min em frente da porta a olhar para ela a empurrar a porta para verificar que está fechada parece que não tenho a certeza do que faço. Noto que a obsessão com o meu pai piorou desde que ele teve um acidente enquanto estava a falar comigo ao telemóvel, e eu ouvi tudo, e agora não lhe consigo ligar com medo de ouvir aquilo tudo outra vez…e quando ele sai para andar de bicicleta não me apetece comer, nem falar e respondo torto a minha mãe, e se demorar um bocadinho mais que o normal eu tenho aquele ataque de falta de ar, enjoada… é a primeira vez que estou a expor o problema, nunca contei a nenhum amigo nem familiar tenho medo que me achem "maluca". Não sei o que poderia ter causado o facto de eu ser assim, mas sinto um grande desgosto em o ser.

Avatar for Miguel Lucas
joana

fale comigo, tenho o mesmo problema… se quiser podemos trocar contacto.

Avatar for Miguel Lucas
Raquel

Bom dia,

Eu li seu artigo e achei muito útil. Eu sou uma adolescente e já a alguns anos comecei a ter hábitos um tanto "estranhos", talvez seja pela ansiedade que eles começaram a aparecer mas a verdade é que me pertubam muito. Porque eu sei que são irracionais porém simplesmente não consigo parar. Tenho de ter as minhas coisas todas alinhadas de "uma certa maneira" ou acredito que me vai acontecer alguma coisa má relacionada com aquele objeto. Tenoh de entrar em todos os lugares sempre com o pá direito ou vai acontecer alguma coisa. Tenho de tocar nas coisas sempre um número par de vezes (normalmente 8) e repetir o mesmo umas 4 ou 6 vezes (8×6), tenho muitos mais "tiques" como estes, tantos que já perdi a conta, isso ocupa-me muito tempo e tenho medo que as pessoas começam a notar ou a pensar que sou estranha. Devo ir procurar ajuda?

Avatar for Miguel Lucas
Ric

Ola Raquel tudo bem?
tenho 21 anos
tenho toc desde os 13
tenho exatamente esses tiques que falas te, eu as vezes ate toco em objetos mais de 9x.
sempre que o dia não me corre bem fico cada vez pior, se o dia correr me bem tento não mexer em nada nem raspar-me na porta, parede, gavetas, etc… e se fizer alguma coisa nesses dias, no dia seguinte já não corre tao bem, já não estou com a pessoa que quero estar, ou essa pessoa não me responde nem fala isto também é provocado pela ansiedade, a minha mae já me disse para contrariar os `rituais`, mas não vale a pena, porque se o fizer algo de mal acontecerá, tenta ir a um psicólogo, psiquiatra e ele recomenda te um medicamento.
que tudo te corra bem

Avatar for Miguel Lucas
Isabel

Miguel, bom dia.

Por favor, gostaria que entrasse em contato comigo. Estou tendo sintomas de TOC, mas fui ao psiquiatra e a mesma não acha que pode ser, mas sim um transtorno ansioso. Os meus sintomas são dos pensamentos obsessivos terríveis, realmente está ficando muito difícil, pois sou psicóloga e isso está me afetando na concentração e ando me culpando muito por pensar assim. Faço um esforço consciente para não pensar, to até utilizando técnicas da TCC comigo mesma para pder afastar os pensamentos que já até encontraram um lógica para confirmá-lo. Gostaria de conversar com você, faço terapia e estou tomando um anti depressivo chamado Donaren Retard. As vezes parece que vou enlouquecer, mas sei que não vou o que me desespera é não saber lidar com isso. Meu email é isabel-fig@hotmail.com. Obrigada!

Avatar for Miguel Lucas
Adriano

Isabel, podemos conversar ?

Avatar for Miguel Lucas
Maria

Oi Miguel, por favor, gostaria muito de desabafar sobre o meu problema. Tenho 33 anos e apesar de ter sintomas desde crianca, so descobri que tinha TOC aos 24 anos. Estou tomando medicamentos e fazendo TCC desde entao. Porem ja passei por 2 medicos psiquiatras e varios terapeutas. No momento estou com uma terapeuta especializada em TOC q estou gostando muito. Estou lutando de todas as formas possiveis p resistir aos sintomas, mas tenho impressao que eu so vou ficar realmente "curada" se eu conseguir paralelamente ao tratamento da TCC, resolver os meu problemas internos: duvidas ou verdades que nao quero enxergar ou aceitar. Estou muito confusa com relacao a minha auto-estima. Infelizmente, eu tenho um costume horrivel de rotular as pessoas em: "fracas de personalidade" = nao aceitaria ser assim, prefiro morrer; "meio fracas de perssonalidade" = nao quero ser, porem, talvez esta possa melhorar; "perssonalidade media" = aceitavel, porem quero ser mais forte; e "perssonalidade forte" = eu almejo e acho que se tivesse certeza que sou assim, poderia ate me curar do TOC, ou pelo menos das obsessoes atuais (ha uns 18 anos). Penso que enquanto eu nao estiver CERTA de que tenho uma perssonalidade "aceitavel" e admiravel por mim mesma, as "manias" vao continuar pela minha vida toda. Estou pensando em tentar a Hipnose Dinamica, queria muito a sua opiniao. Tb gostaria muito de poder desabafar mais claramente sobre isso, mas infelizmente nao me sinto bem em me expor muito por aqui. Muito obrigada pela atencao e desculpe o desabafo.
Maria

Avatar for Miguel Lucas
lucioantunes

Muito obrigado, Miguel, voce me ajudou bastante, me explicando sobre TOC. Pois sei que me enquadro em vários aspectos relatados neste texto. Ultimamente estou tomando anti depressivo Sertralina e vou iniciar o tratamento com psicologia também, pois eu estava com muitos pensamentos ruins e após iniciar o tratamento com anti depressivo já sinto melhoras. DEUS o abençoe um grande e carinhoso ABRAÇO para ti. OBRIGADO…

Avatar for Miguel Lucas
Deborah

Olá Miguel. Eu tenho isso de "pensamentos obsessivos". Isso me consome tanto que as vezes até esqueço de "viver". E só tenho 18 anos! É doloroso, penoso e parece que estou me arrastando na vida e não vivendo necessariamente. O meu sofrimento é tanto que já pensei inúmeras vezes no suicídio. Até cogitei planos, mas não tive "coragem" para pôr em prática. Evito tudo e qualquer coisa que possa me fazer lembrar, mas as lembranças parecem ter vida própria! Quando penso que estou bem, curada e que isso não me afeta mais, ela volta com mais força do que anteriormente. Estou tentando procurar ajuda, mas tenho vergonha dessas lembranças. E elas me culpam tanto que não consigo trabalhar, estudar e nem mesmo me concentrar em tarefas simples, como limpar a casa. Só mesmo quem passa por isso sabe o quão doloroso é ter pensamentos obsessivos. Espero um dia poder ficar livre dele e viver bem e feliz.

Avatar for Miguel Lucas
Adriana

Olá Deborah, eu passei por tudo isso que você relatou, sei como é terrível… parece que a única solução é a morte. Faço psicoterapia e tomo um remédio chamado Donaren retard.
em três semanas já melhorei bastante. o que aconselho é você procurar um terapeuta e não ter medo nem vergonha de contar o conteúdo dos pensamentos. Não se sinta culpada. espero que
você melhore.
abraços Adriana

Avatar for Miguel Lucas
Daniele

Bom, me identifiquei muito com isso, também sofro muito, estou em tratamento, já passei pelos sintomas depressivos, quase entrei em depressão profunda, sou muito ansiosa e por isso o agravamento dos pensamentos.
Quando passo por uma situação de stress eles pioram muito.
tenho pensamentos horríveis, sexo explícito e morte, inclusive para com meus familiares, tenho um filho de três anos e às vezes sinto até medo de ficar sozinha com ele.
Sei que isso não faz parte de mim e sim dessa doença infernal.
Vocês conhecem algum grupo no qual possamos compartilhar e trocar informações?

Avatar for Miguel Lucas
Adriano

Daniele, podemos trocar experiencias ? isto faz uma grande melhoria em nosso estado, pois o conhecimento e nosso auto conhecimento unem-se e nos auxiliam

Avatar for Miguel Lucas
carlos jr

Pensei Que Fosse só eu que estive com pensamentos de culpa muito forte, e que nao sai da minha mente nenhum segundo, o que me deixa mais confuso é que eu pensava mais nao ficava assim tão ansioso e com muito remorso, depois que eu assisti uma novela e vi uma cena na TV e fiquei assim pq relembrei de uma coisa q aconteceu a anos atras e agora sofro muito com os pensamentos obsessivos, antes de tudo isso acontecer eu ja tinha ansiedade muito forte, minha primeira crise foi aos 16 anos , sofri mto e nao sabia o que eu tinha e fui ao psiquiatra pq tava muito mal muito mal mesmo, nao entendia como existia vida, tudo pra mim tinha ficado estranho, ai fui diagnosticado com ansiedade generalizada, começei um tratamento com alprazolam e pondera, mais nao continuei o tratamento, e o tempo foi passando e começei a me envolver com crimes e perdi muitos amigos isso me deixava muito mais ansioso e em pânico, ai piorei depois que relembrei algo depois q assisti uma novela, ai tem minutos q eu to de boa ai começa o remorso de novo ja esta com tres meses que estou assim, fui ao psiquiatra pela segunda vez durante todo esse tempo ai começei um tratamento com escitalopram, mais parece q fiquei pior, e os pensamentos nao saem de maneira alguma da minha mente. se quizer me adicionar no face me add la deborah https://www.facebook.com/profile.php?id=100005143271893

Avatar for Miguel Lucas
Daniele

Bom, me identifiquei muito com isso, também sofro muito, estou em tratamento, já passei pelos sintomas depressivos, quase entrei em depressão profunda, sou muito ansiosa e por isso o agravamento dos pensamentos.
Quando passo por uma situação de stress eles pioram muito.
tenho pensamentos horríveis, sexo explícito e morte, inclusive para com meus familiares, tenho um filho de três anos e às vezes sinto até medo de ficar sozinha com ele.
Sei que isso não faz parte de mim e sim dessa doença infernal.
Vocês conhecem algum grupo no qual possamos compartilhar e trocar informações?

Avatar for Miguel Lucas
jorge

Quero e necessito dividir esse problema com voces. Tenho TOC e realmente não tenho mais nenhum ânimo. Quando acabo de reptir dezenas de vezes a mesma coisa, estou fisica e psicologicamente exausto que não consigo fazer mais nada. A coisa me controla. Ao acordar antes de levantar-me os rituais já começam. gostaria de entrar em contato com voces.

Avatar for Miguel Lucas
alan rodrigo

Ola eu tenho pavor de entrar em hospitais e clinicas pois evito tocar em qualquer coisa pois me sinto sujo com bacterias mas sou casado com uma enfermeira entao peço a ela quando chega em casa que nao toque em nada. Isto é um dos demais sintomas que tenho mas por isso o que posso fazer para eliminar da minha vida.

Avatar for Miguel Lucas
juliana

Oi, eu acho que tenho TOC, a mais ou menos 1 ano , pois lavo a roupa e se notar que está com algum cheiro de fumaça ou cigarro, lavo de novo, se alguém encostar na minha roupa no varal, lavo de novo, se achar que pegou poeira no varal, lavo de novo, ja cheguei a lavar a mesma roupa 4 vezes. tbm pra entrar dentro de casa todo mundo tem q lavar as mãos e não pode sentar de roupa de rua no sofá.Acho q vou pegar bactérias tudo tem qta bem limpo. minha faxineira limpa a casa e eu vou e limpo novamente, Gostaria muito da sua ajuda, fico o dia inteiro limpando a casa e lavando roupa, no fim do dia estou exausta. Obrigada, e me mande a sua resposta se puder, pelo meu e-mail.

Avatar for Miguel Lucas
bruno

Não para de cuspir, cuspo mais de 100 vezes ao dia, até passo mal de tanto cuspir, fiz vários exames e tudo normal, é psicológico, tentei anafranil e não resolveu, agora tomo luvox e tmb não resolve.
Fiz terapia e nada.

problema ocorre a mais de 30 meses

Avatar for Miguel Lucas
Amanda

Olá Bruno, eu também sofro de TOC, também tomei Anafranil e não resolveu nada. Agora tomo Luvox mas dizem que é o melhor remédio a se tratar. Acho que o meu não resolva tanto por ser uma dose pequena. Quantos mg você toma?

Avatar for Miguel Lucas
roselena v. becher

Olá Amanda,meu marido tem TOC,tbém tomou anafranil,e agora toma luvox, hoje e´um dia q estou desesperada,ontem ele ficou no banheiro 8 horas,sonente no vaso,eu quero ajudar,apesar q hj tbem quero desabafar,vou deixar meu email p vc me responder,pode sr,bjsss se cuida…….rose.vb@ig.com.br.

Avatar for Miguel Lucas
fabio

gostei muito do seu blog, é uma forma de entender o toc e superar! tenho convivido com o toc desde a infancia, não achei até agora uma materia interessante como o a sua,isso relfete tudo em mim,são pessoas assim que fazem a diferença!! abraço

Avatar for Miguel Lucas
Tiago

Ola a todos, li tudo o que escreveram e também eu gostaria de partilhar a minha história com vocês, num sei se tudo começou com meus 13 ou 14 anos pois nessa altura comecei a experimentar drogas do qual passou de uma brincadeira a algo serio tornando me um viciado por volta dos meus 20 anos bati no fundo já consumia tanto que um dia o meu corpo já não aguentou mais, não sei como nem o porque mas nesse dia os meus era para nem tarem em casa e os meus tão chamados amigos nem me quiseram levar ao hospital, a verdade é que me deixaram a porta de casa e por sorte os meus pais tavam em casa, não me lembro de muito a num ser subir as escadas e entrar em casa e deitar me no sofá, para tentarem perceber o meu corpo tava todo dormente do que me lembro era de mal conseguir respirar e ir na parte de trás do carro, depois disto os meus familiares ajudaram me e la consegui sair desse mundo, logo após o tratamento começaram os primeiros indícios vivi 2 anos com o mesmo pensamento que tinha no momento em que fui parar ao hospital, que mal conseguia respirar e contava todas as expirações e inspirações que fazia era terrível, isolava me imenso e acabei por perder todos os amigos que tinha, procurei terapia e com medicação e ajuda comportamental o problema desapareceu, então comecei a fazer o desmame da medicação pensando eu que finalmente era normal…..isso durou 6 meses altura em que me surgiu o problema actual do nada fiquei com medo de facas e o que poderia fazer a alguém, tenho imagens horríveis de magoar pessoas entre outros e ate mesmo de magoar a minha namorada quando vou para casa dela, a ansiedade aumenta todos os dias só descanso quando me isolo, num tenho rituais que me aperceba, na realidade acho que os meu familiares e namorada pensam que isto vai desaparecer só com a medicação, eu acho que não, tenho 28 anos e vivo com isto já algum tempo . Mas eu sei que são só imagens que nada daquilo vai acontecer mas mesmo assim e terrível só de ter os pensamentos, quando li este blog queria partilhar a minha historia com todos, e também dizer para não desistirem porque e apenas um estado mental, nada do que vemos ou sentimos e realidade apenas em nosso cérebro, também eu tenho problemas em me controlar nos pensamentos, e também sei que condiciona bastante a minha vida, mas de tudo o que ja passei aprendi que se vive um dia de cada vez e cada dia que passa digo para mim próprio que e uma vitória espero que vocês façam o mesmo por mais que sofram. Um abraço a todos.

Avatar for Miguel Lucas
victor

TIAGO,VC TEM E-MAIL ALGUMA COISA PQ TENHO ISSO E QUERO CONVERSAR ! ou mande msg no meu email

Avatar for Miguel Lucas
victor

GENTE,MEU E-MAIL FALEM COMIGO SOBRE ISSO POR FAVOR ! VICTOR.NUNES.MONTEIRO@HOTMAIL.COM OU VCS PODEM PASSAR O DE VCS PARA MIM TAMBEM PODE SER FACE TAMBEM ! VALEEEEU

Avatar for Miguel Lucas
Tainá

Oi
Preciso de ajuda,pois não sei o que esta acontecendo.

– tenho que verificar varias vezes se as portas,janelas estão fechadas, se o fogão esta desligado (e tenho que toca-lo para ver,e mesmo assim fico com ansiedade e brigando comigo mesma para não voltar e olhar de novo.)
roo as unhas compulsivamente e só paro quando sentir dor, mesmo sendo desconfortável.
mudo de personalidade radicalmente, posso estar conversando feliz, como também daqui 5 minutos posso estar muito brava(brava mesmo) a ponto de brigar com todo mundo que discorda de mim, quando me sinto sozinha,desconfortável, ou quando alguém não me da atenção(eu já acho que ninguém gosta de mim), ou fala algo ruim, choro, mais um choro de dor , sabe’ (isso é horrível, a sensação é horrível), Brigo com meu namorado e com meus familiares por motivo algum(nem eu entendo) depois de 5 minutos vou lá abraço meu humor muda completamente.
Tenho a sensação de ter que comprar varias coisas pra me satisfazer como roupas,calçados’, qualquer coisa, as vezes compro coisas que depois nunca uso, ou tenho em quantidades, roupas grandes que nem provo apenas compro e fica lá, calçados é a mesma coisa depois não uso e já vou comprar outro…
e assim se segue com qualquer outras coisas…
tenho pensamento bobos tambem.

Avatar for Miguel Lucas
Dr Miguel

Ola dr Miguel , gostei muito da sua matéria sobre TOC e gostaria muito da sua ajuda. Não sei se o meu caso seria TOC, mas acho que sim, tenho mania de arregalar os olhos e abrir as narinas, não percebo que estou fazendo isto e já estou virando motivo de criticas da minha família. Quando tento observar e me esforçar para não repetir estes movimentos com os olhos e nariz fico tao anciosa que sinto falta de ar . Não sei o que fazer por favor me ajude . Renata Moraes.

Avatar for Miguel Lucas
Maria

Achei muito legal a sua matéria! Tenho TOC, estou em tratamento, porém ainda sofro com pensamentos catastroficos. Me identifiquei logo no inicio de sua materia quando deu o exemplo de voltar varias vezes ao mesmo local para se certificar de que nao atropelou ninguem. Tenho sofrido com esse mesmo comportamento. Você tem alguma dica ?
obrigada e parabens

Avatar for Miguel Lucas
Rodrigo

Olá Miguel, recentemente eu venho tendo pensamentos violentos de que vou atacar alguém pu eu mesmo (um exemplo é que eu não como com faca a um tempo, só faço isso se for realmente necessário) e que vou perder o controle, e a maneira que eu tento fugir é olhar imagens imorais ou comer muito, além de que se eu não fizer TUDO certo vou ser responsabilizado por isso, sem contar que se não sigo as minhas muitas regras internas me sinto muito culpado, as vezes tenho náusea, tontura, sinto ansiedade todo o tempo ( frio no estomago, perda de apetite), dor de cabeça, e um cansaço mental sem razão. fui na psicologa ela falou que só sou ansioso mas por que esses pensamentos e cobranças permanecem? eu não consigo entender e sempre fico procurando resposta para o motivo desses pensamentos e respostas das quais eu já sei mas preciso de confirmações.

Avatar for Miguel Lucas
joselma

MIGUEL
SEU TESTO E TUDO AQUILO E MAIS UM POUCO QUE SE POSSA DIZER SOBRE TOC , MEU MARIDO TEM ESSA COISA E POSSO DIZER A VIDA EM FAMILIA ESTA SE TORNANDO UM VERDADEIRO INFERNO, ELE ESTA EM TRATAMENTO A 3 ANOS VARIAS COISA JÁ FORAM SUPERADAS MAIS MUITAS EU SEI QUE TEMOS AINDA PELA FRENTE. PARABÉNS PELO SEU TEXTO.

Avatar for Miguel Lucas
roselena v. becher

Olá Joselma,minha vida naum está mnto diferente,é mnto dificil,as vezes tenho vontade de jogar td p alto e sumir…..mas sei q não adianta,ao mesmo tempo é bom dividir com quem convive com isso,se puderes me escrever te agradeço,eu vou pedir a DEUS, o q pesso p mim sempre,nos de força.ficam bem,abraços

Avatar for Miguel Lucas
Liliana

Dr. Miguel,

Fui diagnosticada com TOC, há 10 anos sofro com esse transtorno, minhas obsessões são mentais ( pensamentos recorrentes e repetitivos) e me causam muita aflição. Aprendi a viver com o transtorno, já tentei de tudo, de terapia cognitiva e medicação até técnicas alternativas, de nada adiantaram.

Gostaria de saber qual a abordagem que utilizaria ( como foi descrito no texto) e quais técnicas poderiam melhorar a vida de quem tem TOC.

grata!

Liliana

Avatar for Miguel Lucas
Genaro

Ola meu nome é Genaro, vendo este artigo cheguei a conclusão que sofro de TOC, tenho pensamentos repetitivos e indesejados, porém ainda sim consigo levar minha vida, fazer meus esportes (me ajudam muito), tenho conseguido tomar boas decisões, só que todos os dias vivo com esses pensamentos, eles são muito fortes, e eles tem me estressado muito, e deixam dentro de mim uma sensação de vazio muito grande, e a medida que o tempo passa, me sinto culpado, pois sinto que não estou aproveitando a vida da maneira como eu queria. Atualmente estou morando fora por estudos, estou na europa, e fica uma idéia repetitiva que devo procurar um psicologo ou qualquer coisa do tipo, ou até voltar ao Brasil, pra me curar, pra me livrar disso, contudo eu não quero voltar pois é uma oportunidade muito boa e muitas coisas legais estão ocorrendo aqui, e por outro lado, procurei também muita ajuda enquanto estava na minha cidade no Brasil, centros espiritas, psicologos, homeopatas e psiquiatras que me passaram remédios fortes, acho que tudo foi importante, mas chegava um momento que eu não via mais evolução, por isso resolvi deixar de ir. Sou um jovem que sei o que quero, acho que tenho duvidas e medos como qualquer outra pessoa, mas essa ideias me apavoram, a falta de fé em mim mesmo, nos meus ideais, e sentimentos tem sido o problema, enfim, gostaria de saber a opinião de alguem ou até mesmo do Sr Miguel se possivel, como eu disse, meu pensamento fica focado nesta idéia de que se eu nao for ao psicologo nao serei feliz, e que ir ou não, não é uma escolha pessoal e sim obrigatoriedade pra quem tem esse tipo de problema, enfim, isso é um pouco ja da minha loucura haha ! Espero que possam me ajudar ! Muito obrigado !

Avatar for Miguel Lucas
M.Santiago

Querido pelo seus relato percebi muita sinceridade em vc por isso vou lhe passa uma receita que não falha, duas concutas diárias que não ira custar nada o psicologo é uma pessoa muito conhecida e competente vc vai encontra-lo todas as manhans e tardes na biblia comece pelo livro de João abracos.

Avatar for Miguel Lucas
Marco Aurelio

Tenho uma filha com toc(Para ela a limpeza é incontrolável e além disto foi diagnosticada com depressão profunda.Tenho me colocado ao seu lado com muito amor,carinho e segurança,porém começo a me complicar quando participo de seus rituais de limpeza.Como proceder?Me oriente.Grato.Pai em profundo desespero!!!

Avatar for Miguel Lucas
Luciane

Olá Dr.
Primeiramente, meu nome não é Luciane, tenho muito receio de que descubram a mania de que estou preste a contar, por isso quando procuro ajuda, e preciso falar sobre ela, me escondo tanto. Tenho 19 anos, Nunca fui a um médico para receber o diagnóstico de que tenho TOC. Uma vez fui a um clínico geral que me deixou falar pouco, mas pelo que eu o disse, me diagnosticou com depressão. Me receitou Fluoxetina, e logo depois, Sertralina. Tenho muita vergonha de admitir isso, e tocar neste assunto, por isso tantas restrições de identidade, inclusive, criei um e-mail falso, só para compartilhar quando sei que é preciso, como um desabafo em busca de ajuda e soluções. Lendo o blog, senti que me encaixei não com o gênero, mas com os princípios e intensidade das compulsões, e me enquadrei com base em outros textos que li também. Nestes outros textos, li que obsessão por espremer cravos e espinhas também é um tipo de TOC, me convenci. Porém meu caso é muito grave: às vezes, geralmente após algum estresse, ou até mesmo de bobeira, no meio do dia, me reservo: vou direto ao banheiro, me tranco, e me posiciono na frente do espelho. Posso ficar lá durante horas, mas só não acontece mesmo por intervenção do meu marido, que quando dá pela minha falta, bate à porta pra que eu me destranque. Fico ainda mais nervosa com a preocupação dele, então dou a descarga para que ele pense que eu estava fazendo necessidades, tudo em prol do sigilo, e vergonha de revelar meu transtorno. Atualmente, após um momento de descuido, ele já sabe o que tanto faço no banheiro, e inclusive às vezes, faz comentários sobre meu rosto marcado logo que termino de me espremer, e complementa: "Está vendo amor? O que você tem feito com você mesma? Agora isto está horrível e fora de controle!". Então, sempre que posso, disfarço. Sei que no fundo ele sabe que dou a descarga sem ter nada no vaso, mas não toca no assunto pra não me constranger ainda mais, apenas, com toda razão, não aceita bem o fato de eu passar tanto tempo isolada me "mal-tratando". Enfim, certo dia me conscientizei de que tinha que parar de condenar a parte mais apresentável do meu corpo, a primeira em qual as pessoas reparam quando me conhecem, e cada vez que tinha vontade de espremer o rosto, recorria às costas. Sim, com o tempo meus braços puderam se flexibilizar o bastante para que os dedos alcançassem toda a região das costas e dos ombros. É como um contorcionismo compulsivo, mas involuntário. Sempre que faço, não me dou conta, e quando vejo, já estou toda torcida em frente ao espelho com as duas mãos implicantes sob a minha pele. Obviamente, isso me resultou em mais marcas e manchas, que cada vez mais vão destruindo a minha auto-estima. Regatas e blusas de mangas mais curtas não uso mais, e biquínis mesmo, estarão fora de cogitação neste verão. Olha, e como se já não fosse o bastante, no período pré-menstrual e durante a menstruação, tenho tanta vontade de me espremer, que só as costas já não me bastam. Passei a espremer os braços, as costas, e voltei a espremer o rosto. Muitas vezes não há nada, apenas uma pequena bolinha, que de tanto a apertar e cravar as unhas, faço inflamar e virar uma espinha que geralmente espremo mais tarde. Como diz aquele ditado: "Quem procura, acha". Hoje em dia me sinto muito desconsolada, queria ir ao dermatologista, mas não estou nem trabalhando pra poder pagar minha consulta. Aliás, nem sei se devo procurar um dermatologista ou um psicólogo, acredito que os dois. Já faltei a duas entrevistas de emprego: uma porque perdi a hora depois de tanto me espremer, e outra, porque um dia antes me espremi tanto que acordei com o rosto muito danificado, e sem condições de aplicar uma base ou pó. Ah, ia me esquecendo, minha vida desde os 14 anos tem sido camuflada. Desde nova, apelo pra maquiagem pesada, geralmente uma camada de base e pó por cima para me certificar de que nenhuma manchinha fique à mostra. Mas é irrelevante, pois no final das contas, já cansei de ouvir das pessoas o quanto minha pele á artificial, e como é percebível a presença de manchas à luz do sol, ou se olhada bem de perto. Acabei engordando muito também (consequência de não sair de casa). Não faço exercícios porque hesito o máximo em me deslocar às ruas. Não vou a casa de ninguém, e estou com muitas dificuldades na minha vida social, afinal, o que agora chamo de "vida social", se resume a nada mais, nada menos do que Facebook, como de sempre. Não produzi este texto para que sintam pena de mim, isso eu mesma já faço. Recorri ao desabafo porque já não interajo mais com as pessoas, o que está prejudicando muito minha vida. Penso em coisas absurdas como forma de tentar encontrar uma explicação pra esta obsessão, o porquê de eu não conseguir parar, como é possível eu continuar fazendo isso involuntariamente, se é algo que não quero pra mim. As vezes penso se é uma macuma ou uma maldição que me foi lançada. Mas sei que estaria exagerando, afinal não devo ser tão importante assim a alguém. Então daí penso ser um carma, algo de uma vida passada que sem querer herdei… Enfim, milhares de pensamentos me passam a cabeça, mas nunca encontro a resposta perfeita para o que sinto, apenas comparações.
Caso alguém tenha se comovido, pode deixar uma sugestão. Qualquer ajuda será bem-vinda, e na situação em que me encontro, não posso me dar o luxo de não tentar!!!
Obrigada desde já….

Avatar for Miguel Lucas
Carlos

Olá Luciane to respondendo meio tarde né, mas se ajudar o que você tem, tem tudo para ser TOC sim , eu tenho Toc mas ele se manisfesta de uma forma diferente do seu, o que eu recomento é que procure uma psicologa de preferencia uma com uma abordagem cognitivo comportamental é a abordagem que tem surtido melhor efeito com pessoas como nós, isso pode acabar, tenho certeza que você vai conseguir eu não te culpo por nenhuma marquinha que você tem, precisa de ajuda querida, e quem não precisa? fique com Deus meu e-mail é csulane@gmail.com fique a vontade para me mandar e-mail abraço

Avatar for Miguel Lucas
helen

olha luciana,sei queé algo bem dificil para vc,pois o meu filho tem 18 anos e sofre tambem de toc,é parecido com o seu,ele vive fazendo um ritual de lavar o rosto varias vezes ao dia,quando aparece uma bolinha no rosto ele espreme ate se machucar e ai vem as crises ele sofre,chora muito ,nao quer sair de casa,é muito triste.vive passando maquiagem para esconder as imperfeiçoes do rosto,nao gosta de se ver no espelho na luz do dia,so na artificial,so para nao ver as imperfeiçoes,e ele é tao bonjito,mas nao sei o que fazer,ja levei ele no psiquiatra,mas ele parou com o tratamento por conta propria,foi marcado psicologa e ele nao foi,ele acha que naso resolvenada.ja levei ele na dermatologista e ela disse que a pele dele era boa,so nao pode ficar ewspremendo.mas ele nao gostou,nao sei mas o que fazer

Avatar for Miguel Lucas
José Carlos

Dr. Miguel:
Realmente é um verdadeiro inferno esses pensamentos,essa necessidade de realizar certos rituais para que possa evitar a morte de alguém!
Agradeço-lhe o envio dessas orientações muito sábias!
.Atenciosamente,
José Carlos

Avatar for Miguel Lucas
Ana

Bom dia , acabei de marcar consulta com um especialista , eu tenho TOC…lavo roupas de 04 a 05 vezes ao dia de segunda a segunda, levanto de madrugada para ver se secou a roupa para eu passar. Fico na porta do banheiro esperando a pessoa tirar a roupa para eu pegar e ja ir lavar, é sofrimento demais

Avatar for Miguel Lucas
Joana

ola boa noite… por favor, agradeço que quem tiver Toc supersticioso, medo de desastres, da morte, medo de ser o culpado de acontecer algo de mal a alguem, deixe o seu email para conversarmos, gostava de falar com pessoas com o mesmo problema que eu, acredito que isso nos fará bem e nos ajudará a vencer este medo horrivel. Cumprimentos

Avatar for Miguel Lucas
Paulo

Boa tarde

O meu filho desde o principio do ano tem andado com comportamentos muitos estranhos.

Tudo começou com a sua insegurança emocional que as coisas não corressem bem na escola, nomeadamente com a relação entre os colegas.

Passou a ter roupas da "sorte", se levasse aquelas roupas as coisas iam correr bem, depois como funcionava, antes de despir a roupa fazia um "poder" para que a sorte mantivesse naquela peça de roupa. O poder consistia em suspender a respiração e tremer as pernas e os braços, com força, tipo ataque epiléptico.

Como no inicio não entendia o que se passava, no principio brincava com ele, mas depois comecei a critica-lo de tal forma que ele agora faz estes rituais as escondidas.

Fui a uma pedopsiquiatra (ele tem 13 anos) e ela disse me que todos os sintomas indicam para o TOC.

Esta pagina esta excelente, e nela consigo ver que existe algumas alternativas aos medicamentos. Até porque mesmo com medicamentos so 63% dos casos resultaram.

Acha que devo falar com a médica para numa primeira fase não usar os medicamentos e tentar a terapia cognitivo-comportamental, e em que é que eu posso ajudar o meu filho em casa? existem exercícios ou programas que eu possa fazer com ele?

Muito obrigado e parabéns pela sua pagina.

Avatar for Miguel Lucas
Ricardo

Paulo,

Tive um TOC parecido quando criança. Tinha que ficar ajeitando minha roupa o tempo todo para me sentir bem. Com o tempo as pessoas começaram a fazer brincadeiras com isso, mas não me importava muito. Com o tempo este TOC passou, e me livrei disso.

Hoje com 26 anos, possuo outros TOCs. Percebo que sempre tenho que estar bem alerta para não desenvolver outros TOCs. No meu caso, sempre consegui me livrar dos transtornos, na medida que aprendo a lidar com eles. O problema é que no período em que o transtorno existe, é muito difícil.

Minha adolescência foi muito difícil por isso. Mas hoje consigo lidar com isso tudo, de forma que não me prejudique muito. Mas é algo que vejo que tenho que estar sempre alerta.

Nunca procurei ajuda de psicólogos, mas acho muito válido e importante.

Espero ter ajudado de alguma forma.

Um abraço, Ricardo

Avatar for Miguel Lucas
Sirlei

Oi bom dia!!
Gostei muito do seu trabalho, tenho um problema sério, sempre que começo um relacionamento, fico tão insegura porque ele não ligou, ou não atendeu o telefone, coisas desse tipo, sofro tanto que acabo estragando tudo sempre, ai fico insistindo tanto que eles acabam desistindo, não aguento mais isso!! será que pode me ajudar??
Att

Avatar for Miguel Lucas
Célia

Olá! Meu pai tem 69 anos. E ele tem TOC. Ele guarda e traz para casa tudo que ele acha na rua. Madeira velha, lápis quebrado, pedaços de borracha, clips, garrafas pets, embalagens vazias, enfim. Qualquer pedaço de papel ele dobra, corta e faz bloquinhos de rascunhos. Mas não dá para ninguem. Apenas os guarda. Roupas novas que ganha ele nunca usa. Está sempre com a mesma roupa, mesmo quando fica mal cheirosa. É precisa pegar escondido e lavar para trocar a roupa. Tudo ele guarda e as vezes o que é mais importante guardar… ele nem sabe onde está. No carro só cabe ele. Os bancos, porta mala e o assoalho do carro tudo fica cheio de caixas com papel e tudo o mais que ele acha. Quando percebe que não tem mais onde colocar as coisas ele tira do carro e coloca onde ele acha espado dentro de casa. Pode ser dentro do guarda roupa, gavatas, embaixo da cama, dentro de armários, no sotão, enfim… onde cabe ele coloca. Minha mãe já está cansada. A casa já não fica mais arrumada porque é muita coisa para tirar do lugar e devolver, porque se sumir com as coisas dele ele fica muito bravo. Como posso ajudar? Qual o primeiro passo? Já falamos que pode ser uma doença, mas ele não aceita. Isto vem acontecendo a vários anos. Obrigada!

Avatar for Miguel Lucas
Débora Oliveira Brilhante da Costa

Oi Miguel,
Foi diagnosticada como tendo TOC. Fiz tratamento durante 5 anos (nesse meio tempo fiquei 1ano e 2 meses sem usar remédio por causa da gravidez), e em março deste ano tive alta. Só que no momento em que falo com vc, estou tendo novamente pensamentos recorrentes. Através do que vc escreveu, me enquadro nos pensamentos céticos e pecadores. É horrível….Só penso no que posso fazer contra mim e contra aqueles que amo.E fico o tempo todo lutando contra isso. Muitas vezes, é um dia inteiro de luta, e no final do dia é como se tivesse participado de uma batalha de tão cansada que fico…Queria muito não ter mais que tomar remédios. Achar alguma outra alternativa de tratamento. Se vc pudesse me dar uma dica, eu agradeceria e muito…Obrigada…

Avatar for Miguel Lucas
Wellington

Ola tenho 19 anos sou confeiteiro tenho obsessão em verificar a mesma coisa varias vezes isso me atrapalha mtu no meu trabalho fico olhando a receita varias vezes olhando se coloquei tudo certo, e a noite antes de dormir olho se o celular ta programado pra despertar umas 300 vezes isso me comoda mtu

Avatar for Miguel Lucas
isabel ledur

Olá. gostei muito do artigo! Mas ainda tenho uma dúvida: A pessoa que sofre de TOC, se incomoda, ou cria barulhos? Pois me mudei a pouco em um apartamento e a vizinha de baixo diz q estou fazendo muito barulho, barulhos este q não faço, e pesquisando sobre ela, descobrir q ela tem obsessão por limpeza, ouvir barulhos que não existem, faz parte do TOC? ….grata

Avatar for Miguel Lucas
julia

Parabéns pelo artigo, é interessante e envolvente. Eu achava que o meu marido tinha TOC, mas agora estou em dúvida, ele é extremamente preocupado com as crianças, no sentido de doenças, se eles ficam doentes, ele começa a ter diarreias incontroláveis, ele é extremamente ligado a família, idolatra excessivamente. O que será isso?

Avatar for Miguel Lucas
noemia brandao santos

parabens e muito om sabe …parabens mesmo vi esses relatos ate mesmo como uma terapiaspara todos com essetal toc, que com certeza ja ja estara com MEDICAÇAO EXATA DEUS HA DE ILUMINARSEI COMO E DIFICIL TEMOS QUE TER MUITA FE, PAZ ESPIRITUAL, ORAR MITO SEM FANATISMO, SER AMIGO TER CORAGEM EFALAR COM O PAI OU A MAE, IRMAO PEÇA AJUDA NESSES MOMENTOS DECREISEAJUDE ASAIR MUDARDE PENSAMENTOS COM CERTEZA TUDO PASSARA TOMEM SEUSMEDICAMNETOS ACREDITANDO ACURA AMEM!! MUITO BOM ESSESCOMENTARIOS PARABENS AO MIGUEL DEUS O ABENÇOEMUITO ..GRATA NOEMIA

Avatar for Miguel Lucas
ANA MARIA

Em primeiro lugar quero dar os parabéns para o Dr Miguel pelas excelentes explicações e principalmente quando dá dicas de como se combater os pensamentos obsessivos, afinal, tudo que queremos é nos livrar deles!
E como disse o doutor: procurar ajuda em grupo é uma boa forma de combater o que sentimos. E aqui encontrei este grupo, que passam pelas mesmas coisas que eu, ou seja, sinto que não estou sozinha.
Meu caso é que estou grávida, e como estava fazendo tratamento com antidepressivos/ansioliticos, tive que parar quase que imediatamente por causa da gestação, e agora estes pensamentos voltaram, que por eu não estar "controlada" pelos remédios que eu tomava, posso vir a realizar algum dos meus pensamentos ridículos. Fora as palpitações que sinto, falta de ar, muito suor nas costas…
Eu não desejo isso nem pra uma formiga, é muito ruim, tem dia que esses pensamentos me cansam, que me deixa com muita dor de cabeça cacho que só pelo esforço de combatê-los!
Minha técnica para me livrar é pensar que devo viver um dia após o outro, sem pressa, e confiante que um dia isso vai passar; o lado ruim disso tudo é que conto cada dia da minha gravidez, até chegar a hora do parto.
Mas quero dizer aqui que para Deus, NADA É IMPOSSÍVEL, E ELE NUNCA ABANDONA SEUS FILHOS, TENHAMOS FÉ PARA SEGUIRMOS EM FRENTE!

Avatar for Miguel Lucas
Gisela

Conheço um garoto de 12 anos, que foi abandonado desde pequeno pela mãe, e criado pelo pai, mas tem contato com a mãe, ele não tem amigos, não deixa os professores chegar perto dele, tocar nele e algo quase impossível l, não aceita nenhum tipo de contato físico, o contato que tem com uma professora tira notas boas mas não aceita as outra e por isso não vai passar de ano.Queria muito ajudar meu amigo mas não sei como fazer, ele é uma pessoa de pucos recursos, com muita paciência estou conseguindo entrar no mundo deste garoto mas assim mesmo ele é muito arredio, tem um ciúme muito grande do pai.

Avatar for Miguel Lucas
michele

Boa Tarde Dr;Miguel.

Venho sofrendo muitos nos últimos dias por esta tendo alguns pensamentos estranho s e incômodos.Sei que tenho TOC,pois ja foi diagnosticado,mas de uns dias pra cá tive uma sensação muito estranha com um familiar,foi como se tivesse despertado um desejo em mim que nunca havia sentido,e o pior que sei que isto não é real,pois eu jamais seria capaz de sentir isto,é algo totalmente horrível e desprezível.E desde então me sinto suja,imunda,impura.Não paro de pensar nisto e principalmente em como não pensar.Meus dias agora estão terríveis,parace que passo o dia numa luta comigo mesmo,com minha mente e qnto mais eu tento não pensar nisto,mas eu penso.Confesso que ja pensei em suicídio,pois não quero viver pensando nestas coisas horríveis.Não estou conseguindo me concentrar no trabalho e só consigo dormir à base de medicamentos.Por favor Dr.,me ajude,pois isto não é vida,é um martírio,uma tortura constante.Não quero ser esta pessoa que desprezo e sei que não sou assim.O q fazer pra voltar a ser como eu era antes.Me ajude por favor,pois estou desesperada.

Avatar for Miguel Lucas
Daniel

Boa tarde Michele.

Tenho sintomas parecidos com os seus, ainda também não encontrei melhoras. Se vc concordar podemos conversar mais sobre.

Avatar for Miguel Lucas
alexandre

só de pensar que esses pensamentos não são seus já é um grande passo , quando esses pensamentos surgirem substitua por outro pensamento sempre pensando com clama que eles não te pertence não sofro com eles repita três vezes não são meus e pense logo em outra coisa é dificil mas com certeza ameniza

Avatar for Miguel Lucas
simao

Boas, minha filha tem 9 anos e nunca liguei para as sismas dela e angustias pois achava que era mimo. Depois de ler o artigo deparo-me que pode ter esse problema, nomeadamente na categoria dos cepticos. A minha questao é se não é muito nova para pensar em lhe dar medicação anti-depressiva.
obrigado

Avatar for Miguel Lucas
Carlos Costa

Olá. Já tive isso, mas consegui superar. Passava todo o tempo em verificações, de janelas, portas, etc. Consegui superar sozinho através da exposição. Com o tempo o cérebro aprende. Basta evitar os comportamentos repetitivos e aguentar a ansiedade. A ansiedade acaba por diminuir e uma pessoa acaba por perceber que são comportamentos desnecessários. Há muitos anos que me livrei disso, era realmente horrível!

Avatar for Miguel Lucas
Raquel

Sofro de toc grave,tenho até alucinações,meu cérebro funciona como um cinema 3D,desisti de tratar,medicamentos só pioravam,terapia comportamental nunca fuincionou,tenho medo de doenças que aparececem na pele,quando vejo uma pessoa com manchas ou feridas quase tenho um enfarte,o pânico é extremo,levo o problema para casa e me lavo com desinfetante,cloro,água sanitária,lavo bolsa,lavo dinheiro,documento,etc…Tenho 46 anos de sofrimento,não tenho mais esperança de melhora.penso até em morrer,já tratei muito sem nem uma pequena melhora.Porque será?

Avatar for Miguel Lucas
hallyson

Sofro de toc religioso a dez anos mas demorei a procurar tratamento, por ter vergonha do que pensava, depois que comecei a ler a biblia, li o novo testamento todo, no inicio comecei a ter medo exagerado deus de errar, pois achava algumas palavras de Jesus muito duras, depois comecei a ter duvidas da sua existencia, a ter pensamentos contra Deus, foi um tempo de muita aflição, mas depois que comecei o tratamento com a tcc e a tomar pondera melhorei consideravelmente, temos que lutar muito pq nossa mente cria coisas que até Deus duvida, quem quizer trocar ideias comigo meu e-mail é hallysonlins@hotmail.com e no facebbok para me adicionar é esse mesmo email.

Avatar for Miguel Lucas
Caio Enobarbo

Tem dado no canal Bio um programa sobre esse distúrbio. Cham-se "Obsessão". Recomendo a sua visualização a todos aqueles que sofrem de TOC.

Avatar for Miguel Lucas
Denis

Olá
Eu tenho 31 anos e descobri que tenho TOC desde os 5 anos de idade, faço terapia desde 2011, o que tem me ajudado bastante. Mas de vez em quando ainda tenho crises, não consigo dormir e os pensamentos são constantes, creio que um dia conseguirei lidar melhor com essa situação.
Muito Obrigado pelo texto.

Abs

Avatar for Miguel Lucas
Fabio

Há um fundo (episódio ou episódios) traumático na história de vida da pessoa portadora de TOC. A vivência de situações traumáticas na gestação e/ou infância, gera uma cisão que decorre do medo emocional vivenciado, a pessoa deixa de estar no seu próprio corpo e se refugia no pensamento (um hábito de sobrevivência, mas doentio, que se instala e se fortalece desde cedo e com a repetição). Faz-se necessário que aos poucos a pessoa volte a se conectar consigo, com seu corpo. Quanto mais descansa no seu corpo, melhor. Quanto mais vive perto de si, melhor. Gentilmente a pessoa deve mudar a atenção dos pensamentos para o corpo, para não mais ser dividido, para poder observar pensamentos e não mais embarcar neles. Observar seus pensamentos, e aos poucos não dar energia a eles, e vê-los simplesmente passar. O cérebro (órgão físico) não pensa tanto como quem pensa muito ou como o portador de TOC pensa. Estudar e praticar a Meditação é bem recomendável. O autor Osho, é o que melhor explica essa técnica: A Não-Mente. Vale também ver os vídeos de dois autores excelentes que descobriram modos de não mais embarcarmos (e sofrermos) nos pensamentos: Florian Schlosser e Jeff Foster. São excelentes. Para quem tem TOC religioso, sugiro o livro A Arte da Cura Espiritual de Joel S Goldsmith. E tb. que leiam Eric Butterworth. É isso. E tenha persistência e dedicação, ficar sadio é uma conquista que exige compromisso, persistência e prática. E dá resultados assim, pois sou uma testemunha disso.

Avatar for Miguel Lucas
raquel

boa tarde,
gostei muito dos seus esclarecimentos sobre o TOC, meu filho tem apenas 7 anos e a psicologa junto com a pediatra passou antidepressivo pra ele tomar, estava preocupada, mas, depois que li este artigo, entendi melhor, existem muitas pessoas com esse tipo de problema. Meu filho esta comendo demais e não ouve aos meus conselhos… não sei como proceder… pode me ajudar???
obrigada.

Avatar for Miguel Lucas
Daniel

Muito obrigado
minha filha tem todos os sintomas,
eu fico nervoso pois todas noites sao rituais intermináveis,como deitar ,levantar da cama 64 vexes,
colocar o celular para carregar 16 vexes, chinelos sempre arrumado,colocar e retirar a lente varias vexes etc…
ela ja passou por psicologo,nao sei se eu acabo passando pra ela que nao é o pisc , e sim ela que tem que resolver isso.
Infelizmente alguns profissional estão preocupados com sua vida financeira,e nao esta resolvendo.
tem dia que tenho calma e levo no bom humor,
so para lembrar ela é filha unica com muito carinho e amor,esta sempre abraçando e por perto de nos .
nao sei o que fazer!!!!!

Avatar for Miguel Lucas
Jose Coelho

Boa noite. O meu pai tem obsessão de memorizar nomes de pessoas, coisas, etc…Ele sabe que tem TOC de há alguns anos a esta parte. Toma medicação para a suposta depressão e de vez em quando pede ao medico para a mudar. O TOC dele ta cada vez pior, ao ponte de ja ter medo de falar ao pe dele coisas, por mais banais que sejam, com medo que ele tente memorizar e depois esquece-se.
Como o posso ajudar?
Obrigado

Avatar for Miguel Lucas
Anna Carolina Alencar Santis

Boa noite. Tenho catorze anos e acho que tenho TOC. Gostaria de saber se o ato de ler compulsivamente a ponto de que se eu ficar um segundo sem ler começo a me desesperar. Ja li dez livros de 500 paginas em uma semana. Não como nem durmo direito. Meu pai parou de comprar livros para me impedir de me isolar mas acabo lendo todos os livros que ja li duas, três, dez vezes ate ficar calma. Tem vezes que a cada parte que o personagem passa sinto como se fosse comigo… estou desesperada… Não sei mais o que fazer pois sou muito nova…. Não saio de casa enquanto não ler, se eu entro em alguma livraria começo a tremer se não encoatar e sentir o cheiro de livros novos… estou preocupada… gostaria de ajuda. Grata

Avatar for Miguel Lucas
Luciana

Tenho um filho de 16 anos que apresenta sinais muitos fortes de toc (simetria) tem um medo terrível que sua casa seja desmoronada se não limpar. Fica horas colocando os tapetes em alinhamentos e lavando o box do banheiro. Tudo que ele coloca em um determinado ligar deve permanecer para sempre, nada pode sair do lugar. Quando chega em casa e vê algo fora de lugar ele chora, briga, fala besteiras é muito difícil para conviver com ele. O irmão mais novo está ficando apavorado, pois ele controla o banho do irmão, confere os pés e mãos do irmão para ver se estão sujos. Se o irmão toma o banho tem que ir direto para a cama para não sujar os pés. Ele me controla dizendo que meus cabelos estão ficando brancos, que eu preciso me cuidar mais parece que tem medo que eu fique velha, não entendo! O que eu não consigo entender é que na casa da avó ou de outras pessoas ele é normal, seu ritual só acontece em casa. Preciso saber porque é so em casa que ele apresenta esse transtorno. Tomou clomipramina seis meses e não apresentou nenhum resultado satisfatório.
Aguardo retorno.

Avatar for Miguel Lucas
Bárbara

Parabéns pelo acesso às informações. Quando vamos à psiquiatras eles mal nos escutam e não nos ajudam a entender o quadro pelo qual estamos passando. Essa falta de entendimento resulta numa auto punição e culpa por estarmos sentindo ou agindo de certa forma, depressiva ou compulsiva. No meu caso, minha família está passando por uma situação difícil há anos. Minha mãe sofre de ansiedade, TOC, depressão. Já foi a quase 6 psiquiatras que só sabem mudar medicação e parece que nada resolve. Não sei mais o que fazer.Ela se quiexa de pensamentos perturbadores constantes, que ela alimentou por muitos anos e que agora não consegue controlar. Falo para ela q ela vai conseguir, que para quando eles vieram ela tirar o foco, desconcentrar… Peço para ela não responder a eles, mas, para quem tá de fora, talvez pareca mais simples, por isso, eu q to de fora, não sei se estou ajudando, ou a angustiando ainda mais em orientar ela a fazer coisas que não consegue. Ela pensa em tragédias com os filhos, os pensamentos são nesse sentido e ela faz um ritual de oração para combater aquilo, ela acha que se ela não fizer, a tragédia vai acontecer… e assim ela vive infeliz, se enchendo de remédio, a ponto de surtar… não sei mais o que fazer… vc poderia me ajudar?

Avatar for Miguel Lucas
osvaldo

Eu li um depoimento de uma portadora de TOC , e segundo ela, criou uma técnica pessoal, começou a inverter os pensamentos. Ex.: em vez de orar para não acontecer alguma tragédia, orar para agradecer por não acontecer algo ruim. Outro exemplo: se eu bater 10 x na parede minha casa não será roubada(TOC), inversão: se eu nao bater na parede minha casa não será roubada, a condição é não bater. Achei interessante. Osvaldo

Avatar for Miguel Lucas
Lucas Moura

Olá Barbara! Continua do lado da sua mãe, você está certa em acompanha-la. Mas vá com ela em uma terapia, na área de psicologia, depois vocês vão na psiquiatria, caso precisar de medicamento.

Não fala para ela coisas que parecem ser fáceis, pois não são. Só esteja do lado dela, e diga que vai dar tudo certo, confortando-a.

Espero que dê tudo certo! Com todos aqui também, inclusive comigo!

Avatar for Miguel Lucas
sirlete

Olá..Eu tenho um Filho de 19 anos,,que tem Transtorno Obsessivo- Compulsivo..Já tem 1 ano..que a gente vem lutando com ele..já levei em Médicos especialistas…está tomando os remédios,,mais não está dando muito resultado possitivo…tem dia que ele está calmo..mais tem dia que ele está agitado ,ansioso…venho buscando todo tipo de ajuda…nas minhas orações com Deus…não sei mais o que fazer…eu sofro mais do que ele..de vê-lo sofrendo com isso…ele não consegue trabalhar,,,não consegue fazer mais nada na vida dele…Preciso de ajuda..!!!

Avatar for Miguel Lucas
Analista

Também sofro demais com isso, na verdade, pesquisei muito pra saber que o que sofro é toc, tenho uma espécie de toc ligado a religião, amo muito Deus e sempre que penso algo que va contra ele, me sinto péssimo.
Vou citar um exemplo de como me atrapalha: Essa semana fiz matricula em uma academia quando fui preencher o meu nome, no momento de escrever a letra M, imaginei um tridente, algo ligado ao diabo, pronto, ja fiquei mal, não queria ir mais na academia, fica uma briga diária em minha mente,
Se conheço uma menina e imagino ela com chifre, pra mim ela não serve mais, sempre é um pensamento autodestruitivo, as vezes me controle e fico 2, 3 dias bons, e derrepente surge um novo pensamento para me preocupar.
Fui casado com uma menina maravilhosa e o toc destruiu meu casamento, hoje vejo o quanto eu fazia ela sofrer, pois nunca admiti que precisava de ajuda e nunca disse a ela que tinha esses pensamentos.
Depois que me separei, tive uma forte depressão, procurei um psiquiatra e aproveite e tive coragem de contar meus pensamentos, ele me disse que isso era TOC, ele me receitou antidepressivo, tomei por pouco tempo.
É um sofrimento e uma luta diária o que passamos, mais tenho fé que vou superar tudo isso, vou seguir alguns conselhos que li aqui nos comentários, tentar ao máximo ignorar isso, chega de sofrer, desde os 12 anos sofrendo, hoje tenho 34, me formei, conclui uma pós graduação e sei como foi difícil levar uma vida paralela que tentava me derrubar, pensei até em tirar minha própria vida, mas sei que somos capaz de vencer o TOC.

Espero que todos melhorem o quanto antes, nossa vida é curta e não podemos sofrer mais!

Avatar for Miguel Lucas
Hugo

Prezado,
Somos pais de um menino de 5 anos, muito ansioso, que começou à apresentar esses comportamentos obsessivos a dois dias (lavar as mãos sem parar). Ele foi adiantado de turma (dois meses atrás), pois foi avaliado por profissionais que o "diagnosticaram" como criança com "altas habilidades", o que ,de fato, é mesmo. Bom, o colocamos numa psicóloga infantil onde fará 6 sessões (está na segunda ainda), com ele de terapia individual. Estamos muito preocupados com estas atitudes. Ele está muito agitado e as vezes até um pouco agressivo (coisa que nunca foi). A nova professora deu um 1º feedback de como ele estaria levando a turminha nova. Foi super positiva e disse que ele está indo muito bem, socializando etc … … Porém, em casa, está desta forma. Estamos bem assustados e não sabendo lidar com esta situação. Ele, as vezes, se molha todo, e o banheiro também. Fica cansado e nervoso. Muita ansiedade !!! Orienta-nos, por favor…

Avatar for Miguel Lucas
Teresa

Gostei muito deste artigo. Vim em busca de ajuda pois tenho quase a certeza que o meu marido tem TOC. ele tem a mania de lavar as mãos por tudo e por nada chega a ter a pele das mãos a sair em. tem atos de repetição por exemplo de verificar varias vezes se fechou o carro ou a porta de casa e o que mais o atormenta são pensamentos que lhe passam na cabeça. so que ele quando desabafa comigo diz que melhora porque o pensamento desaparece. estes pensamentos por coisas muitas vezes sem nexo acontecem desde á 4 anos quando a irmã veio a morrer com 18 anos de acidente de carro. tinham um relacionamento muito forte e especial e a minha duvida é se a perda fez despertar este comportamento.

Avatar for Miguel Lucas
Ana Paula

Dr. Adorei estas informacoes , estou precisando ajudar m eu marido sou casada a dez anos e nao aguento mais ,ele cospi toda hora e quando fica nervoso fica pior cada dia que passa ele cospi mais o pior e que ele nao aceita que esta doente para se tratar .Nao sei mais o que faco para convencer a ele que precisa de ajuda. Obrigada e boa noite.

Avatar for Miguel Lucas
Vilma

Ola teresa… depois do que .li aqui acredito q tenho transtorno eu verifico muito se apaguei o fogao se tranquei as portas o pior de tudo sao as coisas que eu sinto e penso… se sentir dor ou sensassao de cabeca a abrir logo imagino vendo o meu cerebro como se estivesse a se desfazer…as vezes sinto o cerebro como se estivesse a se enrolar enfim tudo q sinto automaticamente imagino isso faz me tao mal q a minha vida auto estima tudo baixou de tanto mal q me sinto…os meus problemas comessaram desde q perde o meu irmao de 21 anos pois eramos muitos achegados…acho q a perda de alguem tambm contribui p esse transtorno…oro ao criador p me ajudar…pois so ele e o dador do folego da vida e acima dele nao ha ninguem…ele e pai amigo misercordioso e p ele nada e impossivel

Avatar for Miguel Lucas
Jhoson

Bom dia, pessoal!
Bom, na realidade não é um bom dia para mim pq passei praticamente a noite inteira em claro devido ao medo de pensar coisas terríveis que do nada eu penso, pensamentos estes que eu não consigo acreditar que estou tendo. Bom, toda vez que penso algo ruim um desespero e um medo muito grande me toma, começa a tremer e etc… Os pensamentos são variados e acontecem mais quando estou com MUITO medo, por ex: penso que vou fazer mal pra alguém, ou para mim mesmo, tirar a minha vida e etc, eu sei de completa certeza que jamais farei nada disso, mas isso está me deixando maluco! Ainda não procurei ajuda, mas agora que me encaixei nesse quadro, vejo que também tenho TOC. Isso começou não faz muito tempo, cerca de 1 ou 2 meses. Bom, é desesperador. Tenho muita fé em Deus que isso logo passará, mas enquanto não passa eu preciso de respostas…
(Ah, o meu nome não é Jhonson, por vergonha estou ânimo)

Avatar for Miguel Lucas
Adriano

Não tenha vergonha, se desejar passe e-mail, este blog é muito bom, auxilia nosso entendimento e compreensão.

Avatar for Miguel Lucas
Vinícius

Boa noite.
O toc vem tentando acabar comigo de maneira avassaladora. Tipo assim, tenho 14 anos, e no inicio era só rituais e tal mas eu parei mais. Agora são a obsessão nos pensamentos, penso que posso morrer a qualquer instante, ou minha mãe. Caso tenha um caso de uma pessoa que morreu na cidade, fico pensando que eu ou minha mãe, familiar pode morrer também. Chega uma hora que fico angustiado e com vontade de chorar, pensando no dia da amanhã tipo na morte, a noite penso nisso também. E melhoro quando fico entre as pessoas, converso com minha mãe em casa (mas ela não sabe disso), porque é só eu e ela. Mas quando chega a noite, é quando ataca mais. Só queria uma maneira de acabar com isso, e curtir minha adolescência normal, como qualquer garoto, porque me sinto diferente e como só eu no mundo sofresse disso.

Avatar for Miguel Lucas
Jackie

Vinicius,

Você não é o unico, meus pensamentos pioram a noite também. Cheguei a pensar que estava desenvolvendo terror noturno.
Eu sofro desde os 12 anos com TOC… também tive uma adolescência conturbada por causa disso.

Avatar for Miguel Lucas
jorge

meu filho sofreu acidente automobilístico e depois disso vem tendo comportamento estranho como lavar excessivamente as mãos, achar que está se contaminando com qualquer coisa em que encostar, ter insegurança nas suas simples atitudes, como fechar uma porta, guardar algum objeto, enfim, gostaria de saber por conde começar?
Grato

JORGE

Avatar for Miguel Lucas
Rachel Aragão

Olá, Jorge!

Sou estudante de Psicologia e também tenho TOC desde os meus 17 anos. Já tenho 21. O que posso lhe dizer é que procure um psicólogo que trabalhe com a Terapia Cognitivo Comportamental, a mais indicada para quem tem problemas como o TOC. Há grandes chances do seu filho melhor logo que começar a terapia. Sei o quanto é angustiante, mas o apoio da família é muito importante (eu só tive o da minha mãe). Quando observar certos comportamentos, não olhe nem haja como se aquilo fosse algo estranho, pelo contrário, haja naturalmente e mostre para o seu filho que outros meios também existem e não causam tantos danos quanto ele possa pensar. Seja parceiro dele, pois o tratamento é multidisciplinar! Espero que ele melhore, de coração! Um grande beijo!

Avatar for Miguel Lucas
Rita

Ola, eu tenho 29 anos e desde os 22 que me foi diagnosticado o TOC, apesar que ja sofria com isso a alguns anos. As primeiras situaçoes que me recordo ? que antes de iniciar alguma brincadeira quando era criança tinha o ritual de fazer o sinal da cruz, mas nunca foi algo que me causasse muito incomodo. Por volta dos 18 anos comecei a pensar muito em doenças, tinha muito medo de ter cancer, ate que meti na cabeça que tinha leucemia quase de certeza! Dai se desencadeou graves episodeos de ansiedade, noites sem dormir com medo de morrer, ficava contorcida na cama com a minha mae junto de mim porque eu tinha medo de tudo! Imaginava todas as pessoas que eu conhecia e tinham morrido e visualizava as imagens delas em minha cabeça e isso causava cada vez mais ansiedade e medos. A minha mae levou me a um psiquiatra que me medicou e melhorei imenso mas continuei sempre sendo uma pessoa , muito ansiosa…… Aos 22 anos casei estava muito feliz, mas logo que segui para a lua de mel tudo começou, medo daquele lugar estranho, nao conseguia dormir, achava que nunca mais iria ver os meus pais, medo das pessoas ( pareciam esquesitas tinha medo que fizessem mal) …… simplesmente horrivel só queria ir embora fugir dali! Quando regressei pensei que tudo ia melhorar mas estava enganada. Pensamentos de duvidas religiosas começaram, imaginava que poderia fazer mal ao meu marido, olhava para uma faca e imaginava me a fazer algo de mal com ela, isso destruia me aos poucos, so pensava que nao queria viver assim! Tinha muito medo de elouquecer e entao repetia enumeras vezes o meu nome todo, o do meu pai, da minha mae e meu irmao e as datas de nascimento, para me certificar que nao estava louca! Custa muito….Neste momento estou bastante melhor estou medicada com Paroxetina 20mg . Eu acho que nunca ficamos totalmente curados mas que podemos ter uma vida normal isso sim acredito, nunca deixem de fazer alguma coisa por medo, eu vou de frente e bato contra eles e tem dado resultado! Recentemente imigrei para um pais bem longe voçes nao imaginam o medo que tive de voltar a viver tudo de novo… mas arrisquei e aqui estou, com os meus medos os , meus pensamentos sem sentido por vezes, batendo na madeira um monte de vezes sempre que vem um pensamento mas vou vivendo e lutando para ser feliz…. NUNCA DESISTAM

Avatar for Miguel Lucas
Maria Eduarda

Olá,sou Maria e tenho apenas 11 anos e já sofro de TOC,bem acho que sim .. 🙁
Eu tenho a mania de enocostar em algum lugar e limpar a minha mão..E tenho tbm a mania de tipo,eu não posso apontar algo para o lado onde estar uma pessoa,pois sinto algo muito estranho no meu corpo,tipo que esta pessoa estaria me tocando..Eu chamo isso de nojo,mas isso acontece até quando estou perto da minha mãe,eu não aguento ficar abraçando as pessoas por isso,e me sinto muito mal neste estado..Isso é coisa da minha mente,e eu imagino que tipo tem uma corda amarrada em mim e em alguma pessoa e que eu tento sair e tudo mais,faço isso com minha mente..Isso começou este ano (2014) com 11 anos de idade, mas aos 6 anos já fazia alguns movimentos com as mãos.. Daí gera alguns movimentos bizarros,tipo meu dedo não pode estar apontado p alguem ou algo,e começo a tremer tipo dar uns "Tic tic nervoso"…E quando eu vou ler algo n me concentro pois fico fazendo essas manias,e eu fico nervosa,começo a chorar as vezes fico deprimida,e tento deviar esses pensamentos fazendo outra coisa,mas é quase impossivel…SOCORROO,POR FAVOR ME AJUDEEEEEM ,

Avatar for Miguel Lucas
Rachel Aragão

Olá, Maria Eduarda!

Você já procurou ajuda de alguém? Pedir ajuda é o primeiro passo. Vá a um psicólogo, faça uma terapia e verás que você vai melhorar e muito. Eu tenho TOC, mas antes de saber que tinha, quando os sintomas começaram, procurei imediatamente uma psicóloga. Sugiro que você um que trabalhe a Terapia Cognitiva Comportamental. Você irá melhorar! Mas precisa ir atrás da melhora. O que você tem é o mesmo problema que muitas pessoas tem. O importante é não se sentir inferior ou "louca" por isso, pois de forma alguma isso te torna menos que alguém ou louca. Eu tenho TOC há quase 5 anos e só de um ano para cá comecei de fato a fazer terapias e já sinto muitas melhoras. Aproveitei o espaço do meu Canal para falar sobre. Acho que você deveria assistir. Esse é o link: http://youtu.be/cpS7Ento9lI
Não há nada que não possa ser resolvido! Fique tranquila e procure a ajuda de um profissional que tudo irá melhorar!

Avatar for Miguel Lucas
Juliana

fazer tipo, 100 vezes o mesmo movimento porque achamos que s nao o fizermos o que estamos a pensar de mau se realiza é TOC? é que eu faço isso. e quando chega a hora de deitar piora, penso muito mais em coisas más e muitas vezes começo a transpirar e a dar socos nas paredes até ficar sem forças ou com dores.
nao sei o que fazer. isto acontece me quase sempre. geralmente consigo evitar isto quando evito as rotinas, quando durmo fora, quando saio com os amigos à noite, etc…
isto é toc? e se é o que faço?

Avatar for Miguel Lucas
André Eduardo

Assista a esse vídeo dessa moça. Ela tem TOC há quase 5 anos e resolveu falar sobre o assunto até de uma forma divertida. Espero que lhe ajude! – http://youtu.be/cpS7Ento9lI

Avatar for Miguel Lucas
filipe

Oi gente , vcs poderia me informa aode encontro grupos de apoio ao torque aqui em brasília ?
obrigado

Avatar for Miguel Lucas
Fernanda

Boa Noite,bom eu tive bebe faz 6meses e nesse tempo comecei a ter pensamento muito ruim contra Deus,sabe não sei como começou só sei que a cada dia vai ficando pior,ja fiz de tudo para tentar parar de pensar e nada adiantou,fico com medo de pecar contra Deus que fico tentado não pensar em Deus mais ai que eu acabo pensamento mais ainda.Tenho medo de Deus não perdoar por pensar isso dele mais juro que não quero pensar.So queria ter minhavida normal de volta voltar para igreja mais nem isso consegui mais fazer por medo.Estou desesperada pois tenho uma bebe para cuidar e tenho medo de enlouquecer com isso..Espero que Deus tenha misericórdia de mim e me ajude..Porque não sei mais oque fazer 🙁 Me ajudem por favor

Avatar for Miguel Lucas
André Eduardo

Talvez esse vídeo possa lhe ajudar. Eu encontrei ele na net e é até divertido o modo como ela coloca. Perceba que não é um problema grave e você não é a única. Assista e veja que tem solução! =)

http://youtu.be/cpS7Ento9lI

Avatar for Miguel Lucas
Yohana

Olá Fernanda, não se preocupe pois não ficará louca. Tenho pensamentos obsessivos sobre Deus fazem 5 meses, eles são muitos e escabrosos. Quanto mais você se preocupa mais os pensamentos vêem. Aconselho que você procure um psicólogo o quanto antes, para que seja feito o diagnóstico. Caso você tenha TOC, quanto mais cedo iniciar o tratamento, melhor 🙂 Fique em paz.

Avatar for Miguel Lucas
davi

OLA NAO SE SE ISSO É UM TOC MAS ESTA COM UM MES QUE TENHO PENSAMENTOS INTRUSIVOS QUE NAO SAEM DA MINHA MENTE MESMO EU QUERENDO O PENSAMENTO É SOBRE UMA PESSOA QUE DISCUTI ANTIGAMENTE O NOME OU IMAGEM DESSA PESSOA VEM NA MINHA MENTE INVOLUNTARIAMENTE ISSO É HORRIVEL POIS ESTUDO E PRECISO ME CONCENTRAR,O QUE EU ESTOU SERA QUE SE EU VER DE NOVO ESSA PESSOA MEU ESTADO PODE MELHORAR

Avatar for Miguel Lucas
Jhonatan

Geralmente a minha própria mente cria "desafios" e coloca coisas pelas quais temo… Como por exemplo , se você não fizer isso acontecerá isto. E as vezes sinto um impulso de pegar , tocar , bater nas coisas mais de uma vez (geralmente tem que ser números pares).. Peço ajuda.

Avatar for Miguel Lucas
Carlos

Jhonatan isso parece TOC mas não há como ter certeza, você precisa se certificar, marque uma consulta com um psicologo de preferencia um com abordagem cognitivo comportamental, ele vai conversar contigo e poderá precisar melhor se o que tem é TOC. Esse é o meu conselho e não tenha vergonha, eu vou no psicologo toda semana e me faz muito bem e não me sinto louco por isso rsrsr , alias minha noiva é psicológa rss, quebre os paradigmas e não fique sofrendo sozinho.

Avatar for Miguel Lucas
Jackie

Meu caso de TOC vem desde os 12 anos. Eu era obssecada por arrumação, ficava colocando tudo no lugar em casa, e ninguem poderia bagunçar que eu entrava em colapso. As vezes não queria que ninguem ficasse em casa para que não houvesse bagunça.

Com o tempo isso foi substituido por outro sintoma, preocupação execessiva com a familia. Se não consigo contato com familiar por celular, acho que algo ruim aconteceu e que nunca mais vou voltar a ver a pessoa, entro em desespero e não consigo me acalmar até conseguir contato com a pessoa. Isso era com todos os membros da minha familia, agora é somente com minha irmã mais nova, ela é 6 anos mais nova que eu, tem 21 anos, mas eu não consigo deixar de me preocupar quando ela sai sozinha, fico checando se ela está no what’s app, faço mil perguntas sobre locais e horarios de onde ela vai, sempre procuro levar e busca-la nos lugares para assegurar de que ela chegou em segurança.

O problema é que eu sofro por antecipação, fico pensando que ela vai sair sozinha sem que eu saiba e não vai atender o celular e eu vou entrar em panico. Então eu sofro com essa possibilidade, a falta de controle. Se ela vai conseguir emprego longe, se ela vai sair sozinha. Eu pego contato de todos que ela vai sair… mantenho a vida dela em abosulto controle…. e isso é ABSURDO!!!!!

Isso incomoda ela muito, ela me ama e fazemos coisas juntas, mas a minha necessidade excessiva de controle a deixa incomodada e me incomoda demais também. Só queria que isso parasse.

Alguem se identifica? Já conseguiu superar um caso assim?

Avatar for Miguel Lucas
Marianna

Eu passei por isso também e consegui superar, quando eu tinha 7 anos ligava toda hora pra minha mãe, pensava que algo tinha acontecido com ela e se ela não me atendesse eu me sentia muito mal, não conseguia fazer mais nada e isso foi crescendo dentro de mim, hoje não sei nem explicar a sensação que eu tinha porque faz muito tempo que isso aconteceu, mas quando eu tinha 12 anos tive toc com limpeza, organização, roupas, alimentação e outros tipos, mas consegui evoluir e deixar tudo isso de lado. Mas te digo que o melhor jeito de superar isso é acreditando em ti mesma, no teu interior, ter consciência de que tu é maior do que isso, agir de maneira contrária que o toc faz, esse foi o melhor método que eu usei para conseguir deixar ele de lado, se vinha algum pensamento me mandando fazer algo, eu deixava esse pensamento de lado e dizia que eu só iria ficar realmente bem se eu não fizesse o que ele me mandava, que as coisas só iriam ser perfeitas se eu não seguisse o pensamento que o toc me mandava. Naquela época não conseguia me olhar no espelho e sorrir e hoje tenho a percepção que sorrir mesmo sem motivo é uma das melhores coisas para superar ele também, me olhar no espelho e sorrir, olhar para as pessoas e sorrir, o toc trabalha através da ansiedade e sorrir traz calma, paz, alivia a ansiedade. Então ao aliviando a ansiedade nos conseguimos nos livrar muito mais facilmente do toc. E acredite em ti sempre, confie que tu vai conseguir passar por isso.

Avatar for Miguel Lucas
Thaís

Olá, meu nome é Thaís e tenho 20 anos. Sofro de toc desde 16 anos, mas até ai pra mim isso era normal, tinha só rituais com ordem e cores. Hoje dia não consigo controlar meus pensamentos. É como se eu fosse duas pessoas em uma só, uma com más pensamentos e outra tentando controlar isso. Só que quanto mais tento controlar, mais esse pensamentos vem me perturbar. Não consigo mais ter uma vida normal. Sinto vontade de confessar coisas desnecessárias que acabam chatiando as outras pessoas. Se eu coloco alguma coisa no lugar e não me sinto bem, começa a vim pensamentos ruins e sinto necessidade de ficar arrumando aquilo até me sentir bem.
Mas hoje o que mais me perturba são os pensamentos, me culpa por eles, mesmo sabendo que não sou eu que estou pensando aquilo, pensamentos indesejáveis com o passado, com o presente e até sexuais. Quero muito melhorar, pois já pensei em me mataram várias vezes por não conseguir controlar isso, ficar me julgando e me escravizando.
Comecei a tomar remédio controlado hoje recomendado pelo psiquiatra e quero passar com um psicologo, pra poder melhorar o mais rápido possível, antes que eu enlouqueça.

Avatar for Miguel Lucas
Carlos

Oi Thaís sei o que está passando já passei por momentos bem difíceis, dificeis mesmo.. tipo mano num guento mais!!! isso desde os 17 anos, tenho 25 hoje as coisas podem melhorar e muito fique tranquila, meu toque é de pensamentos também, ótimo que procure um psicologo aconselho uma com abordagem cognitiva comportamental, é a abordagem que surte mais efeito conosco, fica a dica e fique com Deus tudo vai melhorar as coisas vão voltar a ser como antes é só ter paciência.

Avatar for Miguel Lucas
Patricia

Olá…..constatei atraves das explicações acima que possuo esse tal TOC, como é ruim! Volto 500x para saber se o gás desligou, mexo na maçaneta várias vezes para me certificar que a fechei mesmo, é horrível…vou tentar usar os metodos que aprendi.

Avatar for Miguel Lucas
carlos

Oi Patricia, se acredita realmente que possui TOC não exite em procurar ajuda, as coisas ficam mais fácil quando tem alguém para partilhar o fardo conosco procure uma psicologa cognitivo comportamental < esse é o nome da abordagem) ela conversará contigo e poderá definir melhor se o que possui é TOC. fique com Deus ! seja o que for que tenha saíra dessa você vai ver! :]

Avatar for Miguel Lucas
Marianna

Eu tenho toc desde quando tinha 7 anos e hoje tenho 16, quando eu tinha 12 anos foi quando eu e a minha mãe começamos a ter percepção do que realmente era e procurei tratamento alternativo. E digo para vocês que foi a melhor coisa que aconteceu na minha vida. No inicio do toc quando eu ainda tinha 7 anos, eu lavava as mãos toda hora, sempre quando eu tocava em algo eu tinha que lavar. Então quando comecei a estudar, eu comecei a ter com a minha letra do caderno, sempre arrancava as folhas do caderno porque achava que a minha letra era imperfeita. E até os meus 12 anos eu tive vários tipos de toc e até então não tinha consciência e percepção do que acontecia comigo, só sentia tristeza, me sentia incapaz de realizar algo e isso só crescia dentro de mim. E então quando a minha mãe e eu resolvemos fazer o tratamento alternativo, o toc que eu tinha na época era de limpeza e de arrumar as coisas perfeitamente. Na época aquilo era a pior coisa da minha vida, eu passava o dia para fazer todas essas coisas, não conseguia pensar em mais nada, estudar, sair com as pessoas e isso fazia com que eu me sentisse insegura. Então quando comecei o tratamento com uma mulher que realmente mudou a minha vida, em 6 meses eu era realmente outra pessoa, superei muita coisa do toc, e consegui ter uma evolução e expansão de consciência. Eu realmente sou muito feliz por ela ter aparecido na minha vida, foi a melhor pessoa que eu encontrei até hoje. Eu tenho agora 16 anos e ainda tenho toc, mas não é da mesma maneira que tinha antes, consegui evoluir demais em relação ao quadro que eu me encontrava. E tenho aceitação, percepção e consciência disso que eu tenho. Eu só queria falar pra vocês que possuem isso, que não desistam, confiem em vocês mesmo e arrisquem. Toda a evolução que vocês podem ter do toc é arriscando e agir de maneira contrária aos pensamentos negativos que o toc faz com que vocês tenham. Acreditem sempre no interior de vocês, esse mundo é magnífico, tem coisas lindas para viver, sorriam sem motivo, se olhem no espelho e sorriam, façam coisas que deixem vocês calmos, em paz consigo mesmo, fazer meditação foi uma das coisas que me ajudou muito para evoluir, trabalhei muito a ansiedade. Eu sei o quanto isso é difícil, mas acreditem, vocês podem conseguir. E se alguém quiser falar comigo eu iria ficar muito feliz, depois de ter passado por tudo isso, me sinto muito bem em ajudar as pessoas.

Avatar for Miguel Lucas
Maria

Olá, gostaria de saber mais sobre esse tratamento alternativo! Podes falar-me de que se trata? Responde-me se puderes para o meu email. Muito obrigada pela atenção.

Avatar for Miguel Lucas
Maria

Olá Marianna

Fiquei à espera da tua resposta, só então percebi que não deixei o email ! Fica aqui o email (mariaferreira.10a@gmail.com) se me puderes ajudar agradecia.
Muito obrigada
Arminda

Avatar for Miguel Lucas
Maria

Olá Marianna

Fiquei à espera da tua resposta, só então percebi que não deixei o email ! Fica aqui o email (mariaferreira.10a@gmail.com) se me puderes ajudar agradecia.
Muito obrigada
Maria

Avatar for Miguel Lucas
helen

oi mariana,gostei muito do que vc escreveu,meu filho tem 18 anos e tem toc,o seu transtorno é sobre o seu rosto,ele vive espremendo qualquer bolinha que aparece em seu rosto e acaba se machucando ai vem as crises e ele sofre muito,nao quer sair de casa vive se olhando no espelho e chora,achando que esta horrivel,mas nao esta ele é tao bonito,mas eu gostaria que vc conversasse com ele,seu nome é henrique eduardo anastacio e ele tem face

Avatar for Miguel Lucas
Kleber

O meu caso é totalmente diferente de todos os que li acima, mas minha psiquiatra falou que também é toc. Gostaria de confirmar.

Eu fiz uma negociação de um imóvel ano passado e ocorreu que fiz vários erros que além de ficar um preço muito baixo, demorou 6 meses para me pagar. Ocorre que durante estes 6 meses eu ficava o tempo todo pensando e com a cabeça muito quente e sem conseguir dormir.

Agora já faz 8 meses que acabou o negocio e o pensamento não sai da minha cabeça, eu fico refazendo os passos e fico o tempo todo voltando no tempo e fazendo a negociação de forma correta. Isto me causa extremo desconformo, não consigo dormir, etc.

O pensamento é intrusivo, não consigo tirar quase nenhum momento de minha vida, não consigo fazer quase mais nada só pensando nisto.

Fui medicado com risperidona para acabar com o TOC. Eu nunca li um único caso parecido com o meu.

Será que é mesmo toc? o medicamento é risperidona?

Avatar for Miguel Lucas
Vivian

Eu sei como são estes pensamentos, é insuportável…, tomo medicação há anos para controlar os tais pensamentos…

Avatar for Miguel Lucas
jose

eu tenho uma doença faz 30 anos,sealguém me ofende verbalmente e encosta as mãos na minha roupa,eu tenho que tirar a roupa para lavar,se eu lavar a roupa e a agua espirrar em mim tenho que tomar banho e mandar alguém lavar o banheiro,se alguem de quem não gosto tocar em um objeto meu tenho que lavar esse objeto,até dinheiro se eu pegar nele depois que alguem que não gosto ou que tenha me ofendido,tocar na minha roupa e depois sem querer eu tocar no dinheiro,tenho que pegar no dinheiro com a mão esquerda p.comprar algo e pegar no objeto com a mão direita ,pelo amor de DEUS me ajudem ninguem sabe essa doença eu faço tratamento psiquiatrico e anti depressivos não resolvem fora outras manias

Avatar for Miguel Lucas
jose

só não gosto das pessoas que me ofendem,mesmo perdoando tenho essa maldita mania

Avatar for Miguel Lucas
Gebson

Olá Boa tarde
estou sofrendo com esse problema e já está me afetando no meu trabalho além do fato de ter que ficar verificando portas e janelas antes de dormir colocar algumas coisas em ordem no meu guarda roupa e ficar conferindo, quando estou sobre pressão na empresa pra resolver até algum problema por exemplo com cliente tento passar para o gerente e acabo discutindo com o mesmo isso acaba fazendo com que eu entre em uma crise de ansiedade impaciência e panico a ponto de explodir com o o mesmo, por não conseguir adiministar esses conflitos a ultima crise agora quase custou meu emprego.

Avatar for Miguel Lucas
Mariana

Miguel, desde que me conheço, que tenho o problema que vou relatar: já em criança quando subia escadas, em cada degrau tinha que dar três polinhos antes de subir para o seguinte, quando ia na rua a andar a direito, de vez em quando também tinha que dar os três polinhos senão sentia-me mal. Já em adulta fazia o mesmo e muito mais mas com a desculpa que dava azar, e fazia muito mais, pensava que tinha que fazer isto ou aquilo porque se não o fizesse dava azar, ou então não podia fazer determinadas coisas senão dava azar. O facto é que se contrariasse, para combater esta anomalia tinha mesmo azar. O que é isto? O que faço? Obrigada.

Avatar for Miguel Lucas
Leonardo

Boa noite
Eu tenho a certeza que tenho esta doença… Eu vou contar a minha história e por favor ajudeme pk tou mesmo desesperado… Eu ando obsegado na escola e isto trás me um problema e que só consigo andar ao pé dos bons alunos e quando toco no maus começo a jurar que preferia morrer do que ser como os maus alunos e que só quero ser como os bons quando eu digo o nome dos maus começo a fazer figas a piscar os olhos com muita tforca e etc. Eu presiso de ajuda pk o meu problema e que não csg socializar com as pessoas que não tem estudos ou os meus amigos que são rapazes fixes mas tiram mas notas eu na. Verdade sei que isto e psicológico. Mas. Eu não CGS evitar de fazer os tive e ficar nervoso… Por favor ajudeme pk eu não CGS tar. 3 minutos calado sem pensar em pessoas com mais resultado ou drogados e isto fazme andar desconcertado mesmo mt fora do normal e por isso toda a gente pensa que eu sou uma cabeça no ar… Ajudeme contateme por este mail ou responda por favor

Avatar for Miguel Lucas
Francisco Santos

Gostaria de saber se o que tenho é TOC:

Eu penso que uma pessoa está fazendo algo que me desagrada e de tanto pensar naquilo, e apesar da dúvida, meu humor muda como se de fato aquilo estivesse realmente acontecendo, ao ponto de sentir raiva daquela pessoa.

Avatar for Miguel Lucas
jessica

ola boa tarde , preciso de ajuda
eu ja tentei varias vezes parar de espremer as espinhas que eu nem tenho , e muito prazeroso mas depois me sinto culpada e arrependida , ja tentei parar mas nao consigo , esta atrapalhando muito a minha vida pois deixo de fazer as minhas atividades por causa disso. o que eu tenho.

Avatar for Miguel Lucas
helen andrea nader anastacio

oi jessica meu filho mtem o mesmo problema que o seu e ele foi diagnosticado com toc,ele tem 18 anos e sfre muito com isso,o caso dele é o seguinte,quando a pele dele esta bem ele fica bem,mas se machucou por causa dele ficar espremendo as espinhas que quase nao tem ele sofre,passa maquiagem para esconder as imperfeiçoes,faz o ritual de lavar o rosto varias vezes e passa minancora e bepantol nos lugares que ele acha que tem espinhas,mas ele nao quer se tratar acha que o problema é a pele enao a mente,entao procure ajuda de um psiquiatra e de um psicologo.

Avatar for Miguel Lucas
luis

ola boa tarde.
tenho um problema dou erros na escrita e fico com medo
fico pecado e entro em panico e quando sei que nu meu trabalho vai aver uma
furmacão fico só a pecar na furmacão o que posso fazer para melhorar a minha alta stima

Avatar for Miguel Lucas
Francisco Elias de Sousa França

Olá! Eu também tenho uma mania que me incomoda e fico com vergonha dos outros ficarem reparando. Quando saio de casa, sempre verifico duas, três vezes se a porta da cozinha está mesmo fechada, mesmo sabendo que ainda não foi aberta naquele dia, confiro duas, três vezes se as janelas estão fechadas, se os cadeados estão trancados, mesmo tendo acabado de fazer isso. Sempre confiro se o carro está trancado, não confiando na chave. O que devo fazer para diminuir e aos poucos extinguir esses hábitos? Um abraço!

Avatar for Miguel Lucas
Leilton Dantas de Jesus

Olá, boa noite. Eu ja fui a varios médicos, e so um me falou que o meu problema é Toc. No começo da minha adolescencia, eu lembro que quando eu ia a escola eu tinha uma mania de cuspi no calçamento da rua, e ao cuspi eu tinha que acerta o cuspi bem no meio do calçamento se não, os pensamentos ficava me perturbando. Mas apesar disso eu ainda conseguia me controlar, mais agora depois de muito tempo os pensamentos obsessivos e compulsões estão muito forte e não estou conseguindo me controlar e nem ter mais paz. Por favor, me ajude aí. Um abraço

Avatar for Miguel Lucas
Enoque Soares de Souza

Oi boa noite! no meu caso eu sinto dentro da minha mente um aperto grande, e nem sei oque fazer.
As vezes eu fico olhando para os lados parece que foi tudo combinado a minha mente dizendo eu não entendo isso poderia me ajuda??

Avatar for Miguel Lucas
jessica

parabens pelo artigo! eu tambem sofro muito por pensamentos compulsivos! tenho sempre a sensacao que estou a ter um AVC tenho os sintomas todos e no final nada acontece. a minha preocupacao e que quando fico ansiosa os meios niveis da tensao alta sobem Ben alto e dai sinto todos os ssintomas de tensao Alta e penso que e in stroke! Tenho atques de panicos repetidos estou sem forças! nao sei o que fazer. preciso mesmo de ajuda

Avatar for Miguel Lucas
carla guebel

Parabéns sofro com toc,desde criança ,meu caso é considerado muito avançado ,mas Deus tem me ajudado a superar,quero parabenizá-lo pela matéria,foi a mas bem relacionada e esclarecedora que li até hoje,relata em detalh
es o que ocorre com um transtorno compulsivo

Avatar for Miguel Lucas
Davi

Eu fico pensando várias coisas ao mesmo tempo, tudo começou pelo um vídeo que eu assistir que era de um menino se manifestando em uma praia, eu passei mal porq eu pensei e se eu manifestar também, eu fiquei e fiquei pensando isso, até que eu passei mal e fui parar no hospital, eu não estava sentido meus braços, então eu tomei um calmante e melhores, mais desde então eu fico pensando nisso, só que eu não passo mal, mais eu fico pensando nisso direto, e isso me perturba muito :(, quero que isso pare, fico penando que estou ficando louco, as vezes penso que eu não sou eu, as vezes penso que estou fora da realidade

Avatar for Miguel Lucas
FLAVIA APARECIDA PONTES

EU TENHO ESSES PENSAMENTOS
TENHO UMA FILHA DE 4 ANOS TENHO MEDO DE PERDER ELA ,PARECE QUE NÃO VOU VER ELA CRESCER , FICO SÓ PENSANDO COISAS RUIM
AFFS ISSO É MUITO RUIM…
O QUE PODE FAZER PRA TIRAR ISSO DA MINA MENTE…

Avatar for Miguel Lucas
FLAVIA APARECIDA PONTES

COMO FAÇO PRA EXCLUIR ESSE COMENTÁRIO?

Avatar for Miguel Lucas
FABIANNE

sinto profundamente que preciso te ajudar, eu sofria muito também com medo de perder minha filhinha e meu marido . Só Deus sabe o quanto já sofri, mas busquei ajuda médica e tomo fluoxetina há seis meses e me sinto CURADA !!! achava que nunca iria me curar e hoje estou liberta desses pensamentos escravizantes. Por favor, busque ajuda, pelo amor de Deus, pelo amor que tem na sua família, na sua linda filhinha… esteja bem para ver ela crescer com toda alegria que juntas vcs podem desfrutar … fui ao medico e fui diagnosticada com Tag (transtorno de ansiedade generalizada) A FLUOXETINA ORGANIZOU MINHA MENTE … TAG É UMA DOENÇA, TEM QUE SER TRATADA COM REMÉDIO, VC PRECISA DE AJUDA AMIGA!!! hoje domino minha mente, sou feliz e não tenho mais medo de perder, espero ter te ajudado… que Deus te ajude !!! abraços

Avatar for Miguel Lucas
Adriano

Muito bom o que escreveu, podemos trocar e-mails ?

Avatar for Miguel Lucas
FABIANNE

…gente só estou passando por aqui para deixar meu conselho, de todo meu coração e minha alma , eu peço a vcs que sofrem desses problemas, para buscarem ajuda medica. A CURA EXISTE !!! basta ter fé em Deus, e buscar ajuda. A medicina, esta aí para nos ajudar, a MEDICINA É UM DOM , É UMA BENÇÃO DE DEUS. Sofri durante 8 (oitoooo) anos , com tag/toc/depressão (tinha pensamentos horriveis, sensações horriveis, paralizantes, medos) só Deus sabe o quanto eu sofri, mas resolvi buscar ajuda médica e hj estou CURADA . Tomo fluoxetina a seis meses e já me sinto ótima… A CURA EXISTE !!! gentee busquem ajuda… pelo amor de Deus busquem ajuda médica, vcs vão se curar, acredite,pois eu me curei !!!!

Avatar for Miguel Lucas
FABIANNE

…… a cura existe… busque Deus e o auxilio da medicina.
Eu sofri durante 8 anos coisas horríveis ( toc/tag/depressão) Só Deus sabe o quanto sofri , mas hoje estou curada, estou tomando antidepressivo há seis meses e já me sinto ótima… BUSQUEM AJUDA… VCS MERECEM SE CURAR…. QUE DEUS AJUDEM A TODOS

Avatar for Miguel Lucas
Eduardo

Boa noite,

por vezes cismo de mais nas coisas;
o volume do telemovel/tv/radio tem que estar sempre num número par e nunca num impar;
por vezes quando alguem me toca eu sinto a necessidade de tocar essa pessoa de volta;
se uma pessoa diz algo por vezes tenho a necessidade que a pessoa repita o que disse mesmo tendo ouvido á primeira…

sao sintomas de TOC?

Avatar for Miguel Lucas
janaina

Por favor, preciso indicação de especialistas em TOC na cidade do RJ, no caso é para adolescente de 12 anos
Anos

Avatar for Miguel Lucas
joao paulo

eu tenho toc tenho que lavar as maos ,ao menos 3 vezes quando vou ao banheiro tenho medo de me sujar quando como .tenho medo de ter doenças que podem me matar sempre penso em mulheres mortas e esfaquiadas em meus piores pensamentos.tenho medo de deixar as portas destrancadas .minhas roupas mau lavadas minha casa suja com medo de que algo vai acontecer com minha casa e o que alguem vai pensar de mim.faço tratamento com psiquiatra psicologa ja tomei dos remedios no tratamento sertramina e fluoxetina.tenho 12 anos.

Avatar for Miguel Lucas
elaine

eiii , eu nao consigo me comtrolar, tenho problemas na familia do meu marido que moram perto da gente, tem uma pessoa que me tira do serio fala coisa hororosas ao meu respeito e faz de tudo pra provocar todo mundo me diz, nao cai nessa meu marido fala direto nao cai na tentaçao e isso que eles querem, eu nao consigo me controlar mando msg, chingo, e daqui a pouco me arrepende me preucupo com o fato de nao conseguir me controlar com se fosse um transtorno ja tem um ano e meio junto com meu marido e ele é feirante e sai de madrugada para trabalhar, toda vez eu sinto que alguem vai me pegar depois que ele sai que o bandido vai entrar traco as portas, fico tremendo debaixo da coberta mesmo sabendo que nada vai acontecer eu sinto muito medo de ficar sozinha parece que alguma coisa vai acontecer comigo… tenho muitos pensamento negativos de que vai acontecer coisa ruim, que eu vou morrer é muito estranho… será que eu tenho esse TOC ?

Avatar for Miguel Lucas
Any

Eu gostaria de uma avaliação não sei se o que eu tenho Eh realmente isso não consigo me concentrar de jeito nenhum eu tenho que ler todos os sites notícias do facebokk Instagram todos e-mails tudo que existir notificação ou nem existir eu preciso ler todas notícias possíveis sobre o assunto que To preocupada a noite minha cabeça fala fala fala não consigo dormir parece que a noite vem aquele medo eu preciso urgente ler tudo parece que o mundo vai acabar e a intenet é preciso ler tudo naquela hora!
Socorro?
Agora preciso me concentrar para o tcc e não consigo estou ficando louca minha cabeça dói me ajudem ??

Avatar for Miguel Lucas
docinho

Vou fazer dezoito anos amanhã,estou feliz porém triste porque ainda não conseguir me livrar dessa doença.Tudo começou digamos desde bebê(traumas),meu batia na minha mãe,dizia que ia matar ela,chegou a bater nela e o sangue respingar todo em mim(tenho trauma de sangue por causa disso),na minha infância o primeiro pensamento foi quando eu tinha por volta de 10 anos,meu cachorro morreu envenanado,isso me deixou muito mal e aí eis que surge o primeiro pensamento no qual eu achava que toda comida estava envenenada ou que eu ia envenanar minha família,passou alguns anos e esses pensamentos sumiraram..Até que em 2012,tudo volta,pensamentos que machuco minha mãe,minha família,que sou uma pessoa má,que ”eu quero” fazer mal,que vou pra cadeia,que tenho ”raiva” da minha irmã que eu amo demais e quem foi a que mais me ajudou,penso em pessoas ruins,que vou machucar os meus cachorros,dizer coisas ruins,que pesquiso na internet alguém para machucar,que eu vou conhecer alguém por qual eu me interesse e ela vai me ajudar a praticar algo ruim..Estou cansada ,sabe,me pergunto porque eu tinha que ter isso.Isso se agravou mais ano passado(depois que meu avô morreu) e esse ano ,é horrivel viver assim,com ansiedade,coração doendo,mãos geladas,vejo garotas da minha idade (vivendo),tendo nenhum problema desse e eu aqui com isso,eu não quero mais viver com isso,vejo minha mãe chorando pelos cantos preocupada,achando que a qualquer momento posso me suicidar por não aguentas mais viver dessa forma.Fui para um psiquiatra que me diagnosticou com tdah mas eu sei que não é isso,agora estou indo fazer psicoterapia e me agarrando na minha fé mais do que nunca,mas as vezes fico tão pra baixo,que nem mais na minha fé acredito..Eu fico ”aliviada”(não sei se é a palavra certa) de saber que outras pessoas tem essa ”porcaria” de transtorno,que acaba com o nosso psicológico.Eu quero fazer um intercâmbio próximo ano,mas toda vez que fico feliz,vem um pensamento e eu fico péssima,mas eu me pergunto até quando essa provação?até quando vou sofrer com isso?Tenho tanto medo de coisas ruins acontecerem,lágrimas vem aos meus olhos agora..Nem filhos quero ter,só de imaginar tenho pensamentos que machuco ele e isso já é o suficiente pra minha escolha..

Avatar for Miguel Lucas
Vitor Maximo

Oi, meu nome é Vitor tenho 12 anos, atualmente tenho alguns desses sintomas :
Fazer coisas repidatamente
Nada que eu fazer pode sem numeros impares ou pares
Mas tem uma coisa que tenho medo, lavo as mãos toda vez que coloco no rosto e depois lavo o rosto, penso que vou ficar cego, serdo,sem ar…
Outra coisa tabém é tenho um serto medo assim :
Eu estava jogando video game, quando eu estava muito confiante em fazer um arquivo no jogo e disse "se eu nao consiguir vou morrer", nao funciono eu estrei em choque falei com meus amigos fiz de tudo ate que endim paro o choque, muitos disseram psicologico…
O ultimo medo e das "correntes" das redes socias sempre entro em choque quando me mandar, eu sertamente nao acredito mas tenho um medo…
Obrigado, tomare que me respondam tirando que tenho 12 anos.

Avatar for Miguel Lucas
TU

Dr, confesso que quando li seu texto, chorei.
Eu não estava mais entendendo o que tava acontecendo comigo. Pensei que estava ficando louca.
Comeou de uns tempos para cá, e só piora. Eu sinto vontade de fugir de mim mesma.
Já pensei inclusive em me matar na hora do desespero, eu não quero morrer, mas o desesoeri vem tão forte que já pensei nisso, pois não consigo controlar meus pensamentos. O que faço, me ajude.

Avatar for Miguel Lucas
Flaviane

Bom dia, que texto maravilhoso, parabéns muito bem explicado muito objetivo.

Avatar for Miguel Lucas
Flávia

Bom dia, meu filho se enquadra em várias características de quem sofre de TOC, segundo seu texto excelente inclusive, observei a principal característica – pensamentos repugnantes e que geram aflição extrema, culpa excessiva e impotência para controlar. Meu filho tem 14 anos e está fazendo terapia, no entanto o psiquiatra receitou Frontal 0,25 mg 1x noite. Não estou vendo melhora. Gostaria de um conselho diante do meu relato. Meu filho sofre profundamente e eu e meu esposo também.
Obrigada

Avatar for Miguel Lucas
Rosmeri

Flavia, meu filho tem 13 anos e tem TOC eu não estava sabendo mais o que fazer para ajuda-lo de repente ele mudou muito largou o esporte que adorava ansiedade veio muito forte ele não conseguia mais dormir tinha medo dia de provas no colegio passava muito mal tinha dor no peito começamos a trata-lo com uma neurologista e com terapia a neuro receitou fluoxetina 30mg ele esta tomando faz 1 ano e esta super bem a ansiedade ja melhorou muito não lava mais as mão repetidamente dorme sozinho sem medo esta aos poucoa saindo sozinho.e sempre que acontece algo diferente converso muito com ele a respeito mostrando sempre uma solução positiva.querida é muito duro para nos pais mas temos que ser mais fortes para ajudar eles melhoras para seu filho tudo vai dar certe.

Avatar for Miguel Lucas
ELZENIRA CARVALHOSA

Conheci este blog, e gostei muito.
Doutor gostaria de saber o que leva um rapaz que des que tinha 16 anos, só querer viver no quarto fechado, mesmo estando só em casa, e com as janelas fechada, tudo escuro. meu filho já esta tendo um tratamento com profissionais, mas seque igual, agora ele tem 18 anos, também é inseguro. me aconselhe como tenho que proceder por favor, ele também tem dificuldade em fazer amigos, é muito tímido.
obrigado

Avatar for Miguel Lucas
Paulo Edson

Gostei mto de tudo q li. Mas eu tenho uns pensamentos assim: pq eu existo? Como consigo enxergar? Como posso me movimentar? Como consigo falar? Fico em pé e digo como me equilibro e meu corpo começa a querer cair. Parece q tem um outro eu tomando conta de mim. Aí me da um desrealização e nada parece real. É uma loucura, parece q estou em outro mundo.
Esses sintomas fazem parte desse processo?
Desde já mto obrigado!
Grande abraço!!

Avatar for Miguel Lucas
Ladis

Ola, por favor me ajude a entender um problema, para que eu possa buscar ajuda. Tenho uma filha de 4 anos, mas há um pouco mais de um ano tenho tido grandes dificuldades com ela com relação a calcados, por exemplo ela só usa um calçado se ele estiver muito firme em seu pé., ela aperta tanto que chega a fazer marcas e machuca-la, é um problema toda vez que tem que vestir um calcado para sair de casa, nem compro mais calcado pra ela, ela só tem um tenis, um chinelo e uma sandalia que ela aperta tanto que não aguenta usar. É muito estressante para ela e para nós da familia, ve-la agir assim. Tenho percebido que isso se estende para outros comportamentos, como por exemplo, ela só deixa prender o cabelo, se estiver muito apertado, qdo nao está ela chora, arranca o elástico e diz que está "leve". Não sei mais como agir. Por favor me dê alguma orientação. Obrigada

Avatar for Miguel Lucas
Manuel

Ola, depois de ler o seu artigo fiquei com a certeza que a minha esposa sofre desse distúrbio, e não tenho sabido lidar com ele. Ele passa grande parte do dia em casa, e passa esse tempo a limpar anda sempre a passar o pano nas portas,puxadores, paredes isto durante o dia porque a noite quando chego a casa o procedimento e o mesmo isto dia após dia. Quando vou para o banho antes de eu terminar o banho ela vem limpar a porta do chuveiro e a parede onde eu possivelmente possa tocar ao sair do banho. Verificando varias vezes se esta limpo. Depois de eu sair do banho vou me deitar e ela fica na cozinha mais uma vez a limpar tendo em conta que ela não cozinhou, demorando por vezes 1hora ou mais para concluir. Esta-se a tornar difícil lidar com o problema. Pois já tentei chama la a atenção mas ela não reconhece que não e normal estar constantemente a limpar ate por quem passa mais tempo dentro de casa e ela. O que posso eu fazer para ajuda la a controlar esta obsessão. Obrigado

Avatar for Miguel Lucas
Rosa de Arruda monteiro

Eu tenho muito medo da morte e isso me atormenta desde criança fiz tratamento fiquei boa melhorei só que desde 2009 isso voltou e não tenho mais paz, é um pensamento obsessivo o dia todo e quase não durmo, não faço nada meu pensamento só gira em torno de morte, morte, morte é horrível, não sei mais o que fazer, tenho medo de fazer loucura,meu pensamento é como um disco que não termina mais e nisso os anos estão passando e eu não estou conseguindo viver em paz, isso tem cura? parece que estou enlouquecendo.por favor me ajude, o que eu faço ?

Avatar for Miguel Lucas
elisabete

ola gostaria de saber se posso fazer algo para diminuir a incidência da mania de contar cores inconcientemente, sem perceber contar e recontar

Avatar for Miguel Lucas
Tereza

Obsessão pelo namorado, por fazer tudo para que nada de errado…pelo medo de perder, a ansiedade, a falta de confiança na outra pessoa… Imaginar que nos está traindo, verificar se ela está em casa…etc… Ninguém tem?

Avatar for Miguel Lucas
Anonymous

Eu tambem tenho TOC. Fui diagnosticado pelo psiquiatra. Estou sentindo algumas melhoras e gostaria de compartilhar com voces, alguns passos e dicas que me fizeram bem:

1) Procurar um psiquiatra. Ele é o medico que trata do sofrimento, não é o médico que trata somente de doenças psiquicas mais graves. No caso do TOC os remedios de recaptacao de serotonina ajudam bastante. Sem estes e muito dificil tratar o TOC.

2) Procurar um psicologo. A terapia junto com os remedios ajudam gradualmente a melhorar sua qualidade de vida.

3) Nao se confunda com seus pensamentos. Voce nao e o que voce pensa ou sente. Voce tem que aprender a filtrar e duvidar dos seus pensamentos. Tenha fé, acredite que você é a boa pessoa que você deseja/quer ser.

4) Pratique esportes. No meu caso, o futebol me fez muito bem. Acho que ele ajuda tanto para forçar a me concentrar para jogar, quanto, provavelmente a algum hormônio/substância liberada pelo cérebro.

5) Alguns livros que sinto que me ajudaram foram "Os 7 hábitos das pessoas altamente eficazes", os livros do Augusto Cury: "Freemind" e a coleção "Analise da Inteligencia de Cristo" e o livro do padre Fábio de Melo: "Discipulo da madrugada". Comece pelo primeiro livro, ele é muito bom.

6) Procure fazer as coisas que gosta, se você tem algum comportamento/pensamento auto punitivo se desfaça dele, estes pensamentos/comportamentos acabam fazendo cada vez mais mal. Seja mais flexível com você mesmo.

Melhoras pra vocês. E vamos lutando 🙂

Avatar for Miguel Lucas
Débora

Eu tenho um obcessão por contar tudo o que penso. Eu tento controlar mas as vezes é dificil, e as vezes tambem tenho sintomas de ansiedade ja que ando num psiquiatra e tenho depressao com ansiedade… e as vezes nao sei o que fazer porque tento controlar tudo mas dentro de mim apetece me explodir…as pessoas dizem que ja me vem melhor mas as pessoas nao sabem o que eu sinto dentro de mim…qualquer coisa as vezes apetece me chorar…

Avatar for Miguel Lucas
Débora

P.S : e eu nao sei o que fazer…

Avatar for Miguel Lucas
Bruno

Oi, cuspo mais de 100 vezes por dia, isso ja faz mais de 5 anos. Faco para aliviar a ansiedade, nao consigo evitar. Eu para cuspir menos, qndo da vontade de cuspir, como chips, porem chips tem mtu sodio, condimentos, faz mal a saude, porem sem o chips 24 horas no bolso, ansiedade aumenta, e cuspo cada vez mais. Ja tomei mais de 15 remedios diferentes, porem nenhum me ajudou. Comer chips foi uma saida para cuspir menos, porem é horrivel comer toda hora. Gostaria mtu de ajuda!!!

Avatar for Miguel Lucas
Carlos

Eu tenho 17 anos tem vários de sintomas , com acumular lixo , mania de limpeza , toca vários vezes em objeto sem em número par e etc , isso me incomoda muito como posso resolver

Avatar for Miguel Lucas
MARINA

Miguel,

Seu artigo me ajudou muito!
Sofro do TOC, desde a infancia. Acredito que em grau elevado.
No entanto, nunca fiz terapia ou uso de medicamentos, conseguindo amenizar e controlar os sintomas apenas através da compreensão do que tenho e esforço para ingnora-los.

Mas agora, já na vida adulta, o TOC voltou em intensidade maior.
Vindo na forma, que eu considero a pior… me parece ser nível máximo da doença.
Uma sensação de estar a perder a sanidade mental, despersonalização pensamentos intrusivos 24 horas por dia. Medo da loucura.

Por favor, o que me sugere?
Comecei a fazer uso de medicamento a 1

Avatar for Miguel Lucas
Joao

Acho que devia vir cá para falar um pouco sobre o que se passa comigo, então , eu comecei por pensar à uns tempos o facto de eu gostar de rapazes, tenho 16 anos e comecei por pensar nisso, sempre me senti bem com raparigas e tive grandes relações com raparigas, ou seja, sempre gostei mesmo muito, sinto-me atraído e tudo mais, mas há aqui algo que me perturba e gostava que alguém me ajuda-se.. eu descobri que era bi quando o que eu tinha na mente quando pensava nisso era ‘será que sou gay? será que sou mesmo?’ essa ideia sempre me assustou até qeu me considerei como bi apesar de que quando começo a falar com raparigas , ou assim , aquele pensamento do tipo ‘ tu não gostas de raparigas, tu só gostas de rapazes’ eu fiquei assustado e comecei a encarar as coisas de forma diferente, sempre que começo a ter uma conversa mais interessante com raparigas ou assim, vêm sempre esse pensamento, e perturba, porque apesar de eu gostar e saber que gosto, esse pensamento assombra-me e fica-me perturbando imenso… eu penso para mim mesmo ‘ não, eu gosto de raparigas!’ mas logo de seguida o pensamento é completamente contrariado, então fico por me sentir em baixo..

Avatar for Miguel Lucas
André

Olá. Bom dia. Excelente texto! Acho que tenho quase todos os sintomas descritos acima. Parece que esse TOC consome muito a minha vida. Às vezes, eu acho que a única solução é morrer. Não faço nada mais que verificar batimentos cardíacos, pulsação, pensamentos, hábitos entre outras coisas. Estou confuso e muito triste. Parece que nada tem sentido e significado. Só não me mato porque sei que Deus reprova esse ato. Pelo menos tenho certeza de alguma coisa em minha vida: existe um Deus que olha por nó de alguma forma. abraços para todos.

Avatar for Miguel Lucas
Anonymous

Ola. Boa noite. Sei o sofrimento que cada um de voces passa. Tambem sofro deste transtorno, mas gracas a Deus, ao meu psiquiatra, meu psicologo e minha esposa tenho conseguido a cada dia melhorar e ter alegria em viver novamente. Passei por varias das etapas e tipos de pensamentos intrusivos que voces relataram acima. Pensei que estava enlouquecendo, pensei que a unica solucao seria a morte, ja nao aguentava mais. Mas tenham paciencia, pois sim, e possivel conviver com este problema e voltar a ser feliz.

Escrevi aqui no dia 13/10/2015, quando estava no inicio de sentir uma pequena melhora e dei algumas dicas que funcionaram comigo. E gostaria de acrescentar algumas outras.

1) Continuo acreditando que sem o remedio e muito dificil conseguir melhorar. No meu caso, a minha dose esta em 3 comprimidos de fluoxetina ao dia. Comecei com uma, e o psiquiatra foi aumentando para ver a melhor dosagem. Talvez ainda aumente mais um pouco, mes que vem tenho nova consulta.

2) A terapia com um psicologo tambem e fundamental. No meu caso ao longo desse tempo ele me ajudou a identificar uma serie de comportamentos e padroes que faziam aumentar os pensamentos intrusivos e os sintomas do TOC.

Aprendi que e impossivel e inutil tentar entender ou controlar meus pensamentos, pois eles fazem parte de um transtorno e nao tem uma logica, parecem alucinacoes. Tenho adotado a estrategia de ter paciencia, e quando os pensamentos intrusivos comecam procuro fazer algo que eu goste (contar piadas com uns amigos, conversar, comer algo que eu goste, passear, ir a um restaurante, etc…), logo meu humor comeca a melhorar e os pensamentos diminuem bastante e ficam cada vez mais fracos e menos escravizantes.

Percebi que quanto mais pressionado, chateado, ou quando as coisas vao mal, mais meus pensamentos intrusivos e obsessivos aumentam, entao e ter paciencia e fazer com que as coisas comecem a ir bem novamente.

Percebi que uma serie de pensamentos e efeitos ansiosos ocorriam em virtude de medos/receios que nao fazem sentido algum que acontecam. Quando minha mente aceitou isso, tambem senti melhorar.

Outra questao do TOC e que ha varios padroes de evitacao. E quanto mais se evita, mais o cerebro reforca aquele padrao, e uma das tecnicas que o psicologo vai ajudar e aos poucos desafiar ou nao fazer as acoes compulsivas. Eu sei como e dificil nao obedecer a mente escravizante, mas eu sou a prova, de que e possivel vence-la. Acho que o remedio e quem mais ajuda a se desescravizar da mente e conseguir dando os passos para melhorar.

Das minhas observacoes sobre o que ja senti e como me sinto hoje, percebo, que nossa mente e afetada por uma serie de fatores externos e comportamentos, que fazem com que determinados hormonios, neurotransmissores, etc…. sejam liberados no nosso corpo.
E estes de alguma forma intensificam ou aliviam os sintomas/incomodos do TOC.

E o que percebo que ajuda a aliviar estes sintomas/incomodos sao:

1) Tentar criar um ambiente positivo com as pessoas ao meu redor.
2) Sorrir (com conversas extrovertidas, piadas, tirar um sarro/zoar os colegas)
3) Praticar esporte (futebol, bicicleta, video game)
4) Comer um bom doce ou uma boa comida.
5) Viajar/Passear
6) Ler livros como os que citei no post passado.

E isso pessoal.
Melhoras pra vocês. E vamos lutando 🙂

Avatar for Miguel Lucas
Williams Alexandre

Está sendo horrível para min suportar essa doença, tenho tantas coisas para estudar, tantos exercícios, mas os pensamentos estão me limitando demais, porém estou com vergonha de contar a meus pais que tenho essa doença. Antes eu conseguia controlar, mas no segundo semestre desse ano se tornou insuportável e não consigo mais lidar com o TOC, são pensamentos ameaçadores do tipo " se você não fizer tal coisa, acontecerá algo terrível" e sempre coloca meus piores medos para me atormentar, chegou a um ponto que não quero mais viver, porque acredito no que eles (os pensamentos) dizem.

Avatar for Miguel Lucas
José Oliveira

Boa tarde,
Agora que vou começar um novo Ano, queria tambem alterar alguns dos meus habitos.
Não sei se sou TOC, mas tenho um problema que me atormenta.
Na Empresa em que sou o gerente, pretendo que passe todo por mim, quero ter o controlo de tudo.
Ao querer ter tudo controlado, fico sem tempo para fazer coisas tambem importantes na empreza, porque para alem de quer controlar tudo, o pior é que confiro as coisas varias vezes, apesar de o meu subconsciente me dizer que o que acabei de conferir está certo, mas qunto mais confiro mais vontade tenho de voltar a conferir. Este problema já tem vários anos, desde muito novo me lembro de quer as coisa muito certinhas, tudo na perfeição. Se me conseguir ajudar ou aconselhar algum tratamento, ficarei muto grato, pois nem sei que tipo de especialida poderei consultar para me ajudarem a resolver o meu problema. Bom Ano 2016. José Oliveira

Avatar for Miguel Lucas
Andreza

Oi gostei muito do que li e gostaria de ser notificada das novidades sobre o toc , obrigada

Avatar for Miguel Lucas
Luis

Tenho o TOC – na vdd a compulsão, faz uns 15 anos que comecei a coçar a cabeça até arrancar um pedaço de pele, chegou ao ponto de virar uma cicatriz, o tempo todo nas minhas ansiedades e dificuldades lá estou eu cutucando. Mas depois da perca de um familiar há uns anos atrás, agora comecei a ter diversos pesamentos "intrusivos"estranhos, mas o que mais me afetou foi um pensamento envolvendo a sexualidade, estou em tratamento e com FÉ EM DEUS e ajuda dos meus familiares vou superar essa fase. Melhora a todos.

Avatar for Miguel Lucas
Camila

Bom Dia!

Não tenho TOC e nunca conheci alguém que tivesse, no entanto comecei a namorar um homem maravilhoso, ele é muito inteligente com um QI acima da média, mas com os dias passando ao lado dele passei a observa-lo e a perceber seus problemas.
Ele é muito ansioso, agitado quer fazer muitas coisas ao mesmo tempo, lava as mãos a cada 5 minutos, saí da cama apenas com o pé direito, ao fechar a porta verifica várias vezes se está trancada, lava copos e talheres várias vezes antes de usar.
Mas, o problema maior é na hora do sexo, ele não gosta de ser tocado, beijado, abraçado e também não gosta de tocar, o sexo é muito básico, sem preliminares, pois sinto que ele tem horror a intimidades.
Outra vez o surpreendi no banho e entrei no box para lhe fazer companhia, percebi que ele quase entrou em panico, se lavava muito como se estivesse sujo, não me deixou tocá-lo e quando o fiz seus olhos me olharam com sofrimento. Nunca fui beijada por ele apenas selinhos e mesmo assim roubados. Ele faz terapia e toma fluoxetina.
Em outra ocasião, foi me servir um café e lavou a xícara umas 5 vezes, apenas comentei que a xícara já estava limpa na primeira lavagem e não havia necessidade de mais lavagens ele ficou extremamente triste, então percebi que havia feito um comentário errado, desde então, procuro não dizer nada apenas observo. O mais certo eu acho que seria procurar ajuda para mim também, para aprender a ajudá-lo, não sei o que fazer, não sei como lidar com isso, me ajudem por favor.

Avatar for Miguel Lucas
lucas correa da silva

Eu tenho parte desse transtorno psicologico, sao diariamente muitos pensamentos involuntarios negativos, destrutivos, blasfemicos e acabo pedindo perdao para Deus inumeras vezes, penso em morte doenças catastrofes.
Tambem verifico varias vezes a mesmas coisas.
Mesmo quando estou concentrado em algo, ou em algum lugar calmo e tranquilo, esses pensamentos vem em massa, e sinto a nessecidade de pedir perdao a Deus para aliviar.
FIco irritado comigo mesmo, por que penso nessas coisas, oque esta acontecendo comigo, sei que isso nao faz parte da minha personalidade sei que esse nao sou eu, tento ignorar, mas fico mais ancioso ainda tentando ignorar, e acabo cedendo aos inumeros pensamentos, e as vezes tenho medo que isso fique fora de controle a ponto de eu enlouquecer…
NOTA:
sou epiletico e consumo 2 tipos de medicamentos
Carbamazepina e Clobazam.

Avatar for Miguel Lucas
mikaelle

Ola boa tarde

Eu nao tenho TOC,mais acredito que o meu irmão sofra disso, pois a mais de 15 anos ele cheira a mao dele, eu vir um depoimento logo no inicio bem parecido com o do meu irmão. Ele não controla essa mania, eleva a mao ate o nariz e fica tipo em fregando,cheirando, essas coisas são complicadas de explicar, mais vejo que isso pode prejudicar muito ele, pois ja percebi que a cartilagem do nariz dele ja esta ate mole, as vezes ele fecha a mão e fica tipo cheirando ou movimentando a ponta do nariz, não sei bem ao certo, mais nao importa o lugar, ele nao consegue ficar uma hora do dia sem fazer isso.
So estou escrevendo por que nao aguentamos mais falar com ele todos os dias, e ele diz que vai parar e não para. As vezes ele espera todo mundo dormir para ficar na sala ou ate mesmo na cama dele cheirando a mão,pelo pouco que eu lembro ele adquiriu essa mania quando quebrou o braco, e nao consegue parar.
Alguém conhece ou ja viu algo assim?

Avatar for Miguel Lucas
Renata

Ola, meu transtorno obsessivo compulsivo é por achar que tudo esta sujo ou com bacterias, lavar as mãos a todo momento mas o meu TOC vai muito mais além disso não só lavo as mãos mas também os pés em uma média de 5 vezes por dia, nao encosto em maçanetas, chaves, interruptores em absolutamente nada o que eu puder abrir ou tocar com o pé eu toco e abro claro que nao exatamente com meu pé mas sim com o chinelo ou calcado que eu estiver usando, nao posso encostar no chao, nao sento em sofas da casa dos outros nao gosto que sentem na minha cama meu telefone celular esta dando pau de tanto alcool que eu passo nele diariamente, passo alcool tambem em fios de ferro de passar roupa, botoes da televisao as vezes chego a lavar com alcool os meus pés, minhas crises estao tao obsessivas que pra mim na minha cabeca o alcool ja nao funciona tao bem.
Se caso uma peça de roupa caía acidentalmente no chão eu já não as uso mais, eu ja cheguei a experimentar alcool pra saber se da pra fazer gargarejos com ele pq a pasta de dente e listerine para mim ja nao é suficiente mas claro q nao deu o alcool queimou extremamente minha boca, ja tomei choque ao qerer lavar com agua e sabão interruptores d casa.
Meu marido ja pegou o meu ritmo e quase sempre age como eu lavando as mãos diariamente tomando banho e trocando de roupas quase sempre.
Ate na cozinha eu piro se eu estou lavando a louca e os pingos de agua apos cair dentro da pia espirrarem em mim eu ja tomo banho sao inumeras coisas qe eu tenho dificuldade para descrever, como por exemplo, um sofa, eu nao sento nem no sofa da minha casa imagina o de outras casas e isso acontece pq a partir do momento que a pessoa senta eu ja imagino aonde que ela sentou antes e etc assim vai é tudo muito complexo.
Meu problema com animais tbm odeio gatos, eles sobem em tudo, pia, camas, sofás gatos saem por ai ruas calcadas pisam em sujeiras e logo depois vem subindo em cima de tudo os pelos me aterrorizam, imagina quantas bacterias ha em corrimao de onibus onde todos se seguram? Pois é isso me tira do serio, eu desço a manga da blusa para poder os tocar.
Na hora de cozinhar entao nem se fala, todo mundo com certeza acha normal descascar algum alimento cortar e em seguida abrir a geladeira ou o armario com a mesma mão q se segura os alimentos né?mas eu nao. Uma mao é pro alimento e a outra para abrir armarios geladeiras pegar em talheres e por ai vai, normalmente as pessoas abrem janelas portas geladeiras por um certo lugar correto de se pegar eu ja abro pelo local mais improvável que uma pessoa pode pegar para abrir e mesmo assim lavo as maos sempre q toco em algo. Fico louca quando alguem pega no meu filho sem lavar as maos, ele tem apenas 2 meses de vida e eu ja estou pensando como vou lidar com ele quando ele estiver andando, engatinhando, todos nós sabemos como agem os bebes mao no chao depois na boca pega em tudo se caso cai alimento no chao eles comem mesmo assim kkk sao terriveis e a isso eu vou ter q arrumar um jeito de lidar, sou assim a mais ou menos uns 6 anos hj eu tenho 20 claro q dos 14 pra antes eu ja tinha o TOC mas a 6 anos tudo foi piorando chegando ao extremo. Esta tao dificil lidar com tdo isso é limpeza a td momento, agr nem tanto pq qse n tenho tempo pra lavar a casa tds os dias por conta do bb, mas eu posso dizer que o banheiro da minha casa é muito mais limpo doque muitas mesas de cozinhas. Gente isso esta muito mais alem do q um transtorno obsessivo compulsivo sao inumeras atitudes que se eu descrever tudo aqui com certeza vcs ficariam mais de 3horas lendo o meu texto. Estou tentando amenizar as coisas mas digo qe esta sofrido.
Só quem passa por isso sabe o q passa eu choro, As vezes sinto uma extrema raiva de mim mesma. Queria conselhos alguem? Comentarios? Ceiticas? Digam qualquer coisa, isso tdo esta muito alem de um toc.

Avatar for Miguel Lucas
Renata

Ola, meu transtorno obsessivo compulsivo é por achar que tudo esta sujo ou com bacterias, lavar as mãos a todo momento mas o meu TOC vai muito mais além disso não só lavo as mãos mas também os pés em uma média de 5 vezes por dia, nao encosto em maçanetas, chaves, interruptores em absolutamente nada o que eu puder abrir ou tocar com o pé eu toco e abro claro que nao exatamente com meu pé mas sim com o chinelo ou calcado que eu estiver usando, nao posso encostar no chao, nao sento em sofas da casa dos outros nao gosto que sentem na minha cama meu telefone celular esta dando pau de tanto alcool que eu passo nele diariamente, passo alcool tambem em fios de ferro de passar roupa, botoes da televisao as vezes chego a lavar com alcool os meus pés, minhas crises estao tao obsessivas que pra mim na minha cabeca o alcool ja nao funciona tao bem.
Se caso uma peça de roupa caía acidentalmente no chão eu já não as uso mais, eu ja cheguei a experimentar alcool pra saber se da pra fazer gargarejos com ele pq a pasta de dente e listerine para mim ja nao é suficiente mas claro q nao deu o alcool queimou extremamente minha boca, ja tomei choque ao qerer lavar com agua e sabão interruptores d casa.
Meu marido ja pegou o meu ritmo e quase sempre age como eu lavando as mãos diariamente tomando banho e trocando de roupas quase sempre.
Ate na cozinha eu piro se eu estou lavando a louca e os pingos de agua apos cair dentro da pia espirrarem em mim eu ja tomo banho sao inumeras coisas qe eu tenho dificuldade para descrever, como por exemplo, um sofa, eu nao sento nem no sofa da minha casa imagina o de outras casas e isso acontece pq a partir do momento que a pessoa senta eu ja imagino aonde que ela sentou antes e etc assim vai é tudo muito complexo.
Meu problema com animais tbm odeio gatos, eles sobem em tudo, pia, camas, sofás gatos saem por ai ruas calcadas pisam em sujeiras e logo depois vem subindo em cima de tudo os pelos me aterrorizam, imagina quantas bacterias ha em corrimao de onibus onde todos se seguram? Pois é isso me tira do serio, eu desço a manga da blusa para poder os tocar.
Na hora de cozinhar entao nem se fala, todo mundo com certeza acha normal descascar algum alimento cortar e em seguida abrir a geladeira ou o armario com a mesma mão q se segura os alimentos né?mas eu nao. Uma mao é pro alimento e a outra para abrir armarios geladeiras pegar em talheres e por ai vai, normalmente as pessoas abrem janelas portas geladeiras por um certo lugar correto de se pegar eu ja abro pelo local mais improvável que uma pessoa pode pegar para abrir e mesmo assim lavo as maos sempre q toco em algo. Fico louca quando alguem pega no meu filho sem lavar as maos, ele tem apenas 2 meses de vida e eu ja estou pensando como vou lidar com ele quando ele estiver andando, engatinhando, todos nós sabemos como agem os bebes mao no chao depois na boca pega em tudo se caso cai alimento no chao eles comem mesmo assim kkk sao terriveis e a isso eu vou ter q arrumar um jeito de lidar, sou assim a mais ou menos uns 6 anos hj eu tenho 20 claro q dos 14 pra antes eu ja tinha o TOC mas a 6 anos tudo foi piorando chegando ao extremo. Esta tao dificil lidar com tdo isso é limpeza a td momento, agr nem tanto pq qse n tenho tempo pra lavar a casa tds os dias por conta do bb, mas eu posso dizer que o banheiro da minha casa é muito mais limpo doque muitas mesas de cozinhas. Gente isso esta muito mais alem do q um transtorno obsessivo compulsivo sao inumeras atitudes que se eu descrever tudo aqui com certeza vcs ficariam mais de 3horas lendo o meu texto. Estou tentando amenizar as coisas mas digo qe esta sofrido.
Só quem passa por isso sabe o q passa eu choro, As vezes sinto uma extrema raiva de mim mesma. Queria conselhos alguem? Comentarios? Críticas? Digam qualquer coisa, isso tdo esta muito alem de um toc. Preciso de tratamento

Avatar for Miguel Lucas
LEANDRO

ENTAO ESTAMOS O MEU TOC E IGUALZINHO O SEU TUDO O QUE VC TEM EU TENHO TAMBEM.

Avatar for Miguel Lucas
LEANDRO

VIXI SE EU COM 13 ANOS JA ESTOU QUE NEM VC IMAGINA NOS 20 TEM ATE COISAS MINHAS QUE SE OUTRAS PESSOAS TOCAM EU JOGO FORA E A ESCOLA E MUITO DIFICIL PARA MIM AINDA MAIS COM ESSAS PESSOAS QUE FAZEM BRICADEIRAS NOJENTAS DEPOIS DA ESCOLA DIRETO PRO BANHO.

Avatar for Miguel Lucas
Micheline

Gostaria de saber se o toc é hereditário. Na minha família há casos assim, principalmente na família de meu pai. Alguns tios (irmãos do meu pai) apresentavam certos sintomas: verificar várias vezes portas à noite, etc. Infelizmente também tenho tido os mesmos sintomas, verifico algumas vezes portas e janelas antes de dormir ou sair de casa. Tenho sofrido no trabalho, pois por medo de errar, verifico se as contas estão corretas, mesmo sabendo que está correto, meu pensamento não me deixa em paz até chegar ao ponto de verificar mais uma vez. Isso tem me deixado lenta, desanimada e exausta. Ainda não procurei ajuda psicológica, mas sinto que preciso de ajuda. Desde já, agradeço

Avatar for Miguel Lucas
Thiago

Boa tarde,

Me identifiquei muito com este artigo.

Tenho toc e sofro da síndrome de tourette.

Meus pensamentos negativos me induzem a fazer gestos, cuspir, coçar a garganta, mexer os olhos, bater os pés etc.

É horrível, reconheço que tenho a doença e preciso de ajuda, mas não procuro ajuda.

Avatar for Miguel Lucas
EDILEUDA

ola,quero aprender como lidar ou aconcelhar meu filho e um amigo que tem o TOC

Avatar for Miguel Lucas
bruno

Bom dia, infelizmente tenho este grande problema, o TOC (transtorno Obsessivo Compulsivo), e tenho desde o primeiro semestre de 2006, onde apareceram os primeiros sintomas, o que tem vindo a agravar-se durante estes anos todos.
Mas, infelizmente para mim, o tema ou o assunto que me causa um sofrimento tremendo não está mencionado aqui nesta página desde site.
Todos estes sintomas mencionados aqui, eu não tenho problemas.
O meu problema é outro, e estou muitíssimo angustiado, já ando em psiquiatria desde Outubro de 2006, tenho desde essa altura tomado medicação, mas não dá resultado nenhum, na minha modesta opinião. E agora estou numa crise profunda, não consigo pensar em mais nada a não ser no assunto que me atormenta durante estes anos todos (2006 até este ano (2016)).
Não sei se vale a pena eu desvendar aqui o assunto que me provoca imenso sofrimento, mas já referi e volto a referir que NÃO É NENHUM ASSUNTO AQUI EXPOSTOS NESTA PÁGINA.

Avatar for Miguel Lucas
Mah

Oi. Eu tenho uns pensamentos horríveis.. fico me culpando achando que fiz algo de errado .. Mas eu sei que eu não fiz.. mas na minha cabeça a todo momento eu fico repassando a cena pra tet certeza que eu não fiz.. é horrível muito cansativo

Avatar for Miguel Lucas
Ademilson

Ah! Mais uma coisa que eu queria falar e esqueci, é que nada acontece, nos achamas que se não fizermos os tais rituais, algo ruim vai acontecer, mas não vai, nem tampouco sera exatamente aquilo que temos em mente, e se algo acontecer, o que não é o caso, não vai ser por causas de ritual nenhum, coisas ruins acontecem porque acontecem coisas o tempo todo, tanto boas quanto ruins, então quando passamos a encarar as coisas dessa maneira, aqueles pensamentos ruins acabam, e você comprova que não tem culpa de nada que acontecer. E lembrem-se, nenhuma mente humana tem poder pra isso. Abraços e durmam tranquilos!!!

Avatar for Miguel Lucas
Josi Morais

Não sei se tenho toc, gostaria de ajuda.
Eu quando visto uma roupa ou ISO um acessório ou mesmo troco uma coisa de lugar e algo ruim acontece eu paro de usar a roupa e o acessório e coloco o objeto no mesmo lugar de antes, isso também acontece quando coisas boas acontecem, passo dias usando a mesma roupa e os acessórios.
Eu acredito que as coisas me dão azar ou sorte e energias boas e ruins.
gostaria de me livrar disso, fico ansiosa demais quando visto uma roupa e algo ruim acontece fico desesperada para tirar aquela roupa.
por favor me ajudem a conseguir um diagnóstico por hora.

Avatar for Miguel Lucas
maria alice reis

MEU ESPOSO TEM SESSENTA ANOS, JÁ PERDEU UMA DAS VISÕES E OUTRA ENXERGA 10% E JÁ PERDEU OS DOIS RINS, DEVIDO A DIABETES, FAZ HEMODIALISE DESDE 2011 NO COMEÇO DO ANO NOTEI QUE ELE TIRAVA TODOS OS BOTÕES DA CAMISA, MAS AGORA A SITUAÇÃO PIOROU ELE ESTÁ DESTRUINDO TODAS SUA ROUPAS DESFIANDO, SHORTS, CAMISETA COBERTAS FRONHAS . TUDO QUE VESTE DIA SEGUINTES ESTÁ TODO REPUXADO, TIRA TODAS AS LINHAS.QUANDO EU VEJO E CHAMO ATENÇÃO AS VEZES ELE ATÉ ASSUSTA, MAS LOGO QUE SAIO DE PERTO COMEÇA A PROCURAR LINHAS PELA ROUPAS… NÃO SEI O QUE FAZER. ME DÊ UMA RESPOSTA.

Avatar for Miguel Lucas
Susana

Boa tarde caro Miguel Lucas,
Tenho um querido amigo que luta com TOC desde a adolescência… faz 38 anos em Novembro. Ao logo destes anos tenho notado oscilações no seu estado. Actualmente o estado dele é tão grave ao ponto de não sair de casa e não conseguir atender chamadas ou enviar emails tal é a sua ansiedade. Neste momento só toma medicação prescrita pelo seu psiquiatra e não faz nenhuma terapia acompanhado, embora ele já tenha feito terapia de grupo há alguns anos atrás. Estamos a procurar todo o tipo de informação que o possa ajudar e encontrar especialistas neste tipo de patologia. Venho assim pedir algumas indicações de estudos e instituições onde estudem e tratem o TOC.

Avatar for Miguel Lucas
LEILA

meu filho sofre com TOC E ESTA TOMANDO REMEDIO MAS FICO MUITO PREOCUPADO PQ O REMEDIO NÃO ESTA RESOLVENDO O TOC E PENSAMENTOS SEM SENTIDO E ELE NÃO CONSEGUE FAZER NADA A NÃO SER FICAR POR MUITAS HORAS SENTADO MEXENDO NAS MÃOS O QUE FAÇO ? FICO MUITO PREOCUPADO E NÃO SEI COMO AGIR NESSAS HORAS

Avatar for Miguel Lucas
leandro

OI PESSOAL LI O TEXTO E ACHEI MUITO BOM EU TENHO 13 ANOS E SOFRO DE TOC E O MEU MEDO E DE CONTAMINAÇAO PRIMEIRAMENTE EU QUERIA QUE ALGUEM ME RESPONDESSE EU TENHO UM CERTO NOJO DE ALGUMAS PESSOAS EU SOU UM OTAKU E EU TENHO UMA CAIXA DE MANGAS MAS ONTEM PASSOU UMA BARATA NELE FICO COM REPGNANCIA SO DE PENSAR AINDA MAIS PORQUE EU TENHO MEDO DE BARATA E AGORA TENHO TANTO NOJO DE UMA COISA QUE GOSTO TANTO QUE QUERO JOGAR FORA MAIS SEI QUE VOU TER CONSEQUENCIAS NO FUTURO ACHO QUE O MEU TOC ESTA NUM NIVEL MUITO ALTO FICO COM MEDO DE ELE NAO TER CURA.

Avatar for Miguel Lucas
tulio andrezo

temos grupos no whats sobre toc , interessados contato 75 9 8159 7206… add todos.

Avatar for Miguel Lucas
Vanessa

ainda tem? me coloca se ainda tiver ativo o grupo. (67) 91194129

Avatar for Miguel Lucas
Óleo de canábis

Nosso Óleo de Cannabis é puro e potente, nunca diluído ou diluído, apenas óleo de canábis 100% puro extraído de marijuana de alta qualidade cultivada por nós e outros cultivadores profissionais no Texas, testado em laboratório e então oferecido para venda aqui. Nosso óleo de canábis é embalado em 1 grama e 3,5 gramas descartáveis seringas para dispensação fácil.Se você não tem certeza como obter o óleo de cannabis fora da seringa, Para pedidos e mais informações, por favor contacte-nos em nosso
E-mail: cannabioil@gmail.com
Telefone: +19287122203

Câncer de câncer de cárie.

Óleo de canábis

Avatar for Miguel Lucas
Mari

Olá doutor

Sofro de uma angústia, mas não tenho certeza se é toc. Geralmente eu me sinto frustrada quando o volume da TV ou a quantidade de vezes que estarei os dedos ou bati os pés não é par, ou quando bato alguma parte do corpo e tenho que fazer a mesma coisa na mesma parte do corpo no lado contrário, pois se a sensação nos dois lados não é a mesma me sinto me sinto bem angustiada. Também tem o fato de que não me sinto bem ao deixar qualquer objeto sozinho, por exemplo, se tiver uma colher na mesa, sem mais nada perto dela, eu coloco ela junto à outra coisa pra ela não ficar sozinha (é loucura eu sei). Sempre entro com o pé direito em todos os lugares, até nas sombras das árvores e nos tapetes de casa. Nunca vi alguém como eu na vida, queria saber sua opinião sobre isso. Obrigada.

Avatar for Miguel Lucas
Felipe

Olá Mari venho aqui deixar a mensagem que você não é a única sozinha. Eu também tenho esse problema a mais de 10 anos, e ainda chega a ser muito pior. Seja com volumes na televisão, passos no chão, quase tudo. Entro só com o pé direito em todos os lugares e precisa ser com um certo número, se não eu volto e entro de novo, as vezes eu fico entrando e saindo dos lugares porque meu corpo virou refém do meu cérebro. As pessoas já percebem porque quando eu entro em algum lugar eu dou sempre um passo mais largo. Não aguento mais, estou com depressão por causa disso e espero um dia melhorar. Eu fazia mais TOCs ainda, mas graças a Deus consegui me livrar de alguns. Já deixei de visitar lugares, sair com amigos, e muitas outras coisas… Perdi a minha adolescência quase inteira por causa disso, é um mal que eu não desejo para ninguém. Fica aqui a minha mensagem, é a primeira vez que estou desabafando isso na internet, acho que me sinto mais leve, nunca falei isso para ninguém, nem para meus pais.
Que Deus abençoe quem tem esse problema e cure todo o mal psicológico, amém.
Obs: Meu nome não é Felipe, estou deixando meu anonimato aqui, pois tenho vergonha disso.

Avatar for Miguel Lucas
zandormaz

Essa doença é tratavel. Quem tem esses sintomas deve procurar ajuda profissional ou os sintomas podem se agravar chegando ao surto.
Algumas coisas que aprendi lendo muito sobre o assunto: alimentação:coma frutas como banana, abacaxi e castanhas. Evite ao máximo alimentos industrializados como lasanhas congeladas, pizzas e hamburgers pois possuem glutamato monossodico que piora os sintomas. Se tiver uma religião se engaje em atividades que lhe permitam ajudar o proximo. Isso vai lhe ajudar a tirar o foco de si mesmo. Pesquise bastante sobre o assunto mas não transforme essa busca por resoosta em mais uma obsessão.

Avatar for Miguel Lucas
Vanessa

Já li varios artigos mas gostei muito desse que procurou detalhar ao maximo o assunto.
Vocês tem algum grupo de auto ajuda?
Se não tiver vamos montar, preciso muito
E gostaria. Faço tratamento com a psiquiatra
Mas vira e mexe estou com crises fortes.
Me respodam por favor daqui a pouco
Envio outro comentário explicando como
Acontece cmg, eu achava que eu era
Única que tinha toc desse jeito que eu tenho
Até desconfiava de ser outro tipo de doença
Pq só via pessoas com os mais conhecidos.
Estou mais aliviada em ter encontrado esse
site, vamos montar um grupo de auto ajuda
Por favorr!! Já volto pra contar sobre mim
Pra ver se encontro alguém que se identifica.
Pra não ficar tão longo o comentário.

Avatar for Miguel Lucas
Vanessa

Fico mais tranquila em poder me abrir lendo esses comentários e vendo que não sou a única com toc diferente dos "classicos". Vou falar um pouco o que lembro, tenho toque desde os 7,6 ou 5 anos não lembro a minha idade certa das primeiras lembranças que tenho em mente, só lembro que era bem novinha e pequena.
Hoje estou com 23 anos sofro com esse problema a muito tempo tenho muita coisa pra contar.
Já tive diversos sintomas vou citar os que eu conseguir lembrar
Primeiro vou contar minha idéia desde pequena. Toda vez que eu chegava de um lugar ia tomar banho, escovar o dente e tinha meu ritual de escovar o dente varias vezes e no final respirar fundo e assoprar o nariz varias vezes até ter a sensação de que tudo que senti de cheiro ruim até estar ali no banheiro tenha saído, e não respirava mais dentro do banheiro saía desesperada sem respirar para não cheirar o ar de volta, tbm tossia e fazia força pra sair ar do meu pulmão do meu peito começava fazendo pela garganta barulho tipo ruido "crr crr" aí depois ia "jogando o ar pra fora" esses são os dois rituais que permanecem até hoje e com o tempo pioraram algumas coisas e ainda tenho esses rituais a sensação é que o cheiro das outras pessoas ou da rua vai ficar em mim aí eu preciso tirar de mim. O que piorou foi que antes e só fazia quando chegava em casa, agora faço tbm na rua e onde eu estiver faço um pequeno ritual de assoprar o nariz e jogar o ar pra fora, faço barulho com a garganta jogando ar pra fora e geralmente quando atrapalham muito meu ritual na rua eu chego em casa e faço todo o processo em casa novamente e mais intenso. Hoje em dia evito pessoas tbm que não são todas, mas algumas me deixam com sensações ruins aí vou pro ritual. Por isso até evito pessoas e acabo me isolando. Com esse negocio de começar a fazer em qualquer lugar que minha mãe foi descobrir meu problema e pedir ajuda de um psiquiatra. Fui diagnosticada com 21 anos e venho tomando remédios pra ajudar. Mas teve uma melhora muito pequena quase imperceptível antes ficava todo dia deprimida e péssima e com o remédio melhorou um pouco mas vira e mexe to caída e triste de novo aí tenho que criar forças pra lutar novamente. Já tive vários tipos de toc e ainda tenho alguns pra piorar ainda não é só uma coisa. Alguns superei outros ainda tenho. Vou destacar alguns:

* não respirar perto de pessoas que sinto sensação de suja (não são todas). até me isolo pra não passar por isso.
– * Qualquer pessoa que tossir ou escarrar perto de mim mesmo que eu não veja mais escute faço o ritual.
-* não gosto de ficar muito proxima das pessoas abraço cheiro essas coisas só com quem ja tenho muita confiança e intimidade.
– * também seguro coisas por um tempo até conseguir solta-las ex: copo, garrafa, massaneta.
– * Já bebi àgua até não aguentar mais porque não conseguia parar até acabar a água da garrafa.
– repito algumas frases se acho que não pronunciei direito umas 3 vezes
– Tive e as vezes tenho pensamentos absurdos violentos que não sou eu que penso isso mas surge na minha cabeça. Mas consegui superar mais esse antes era horrivel. Agora eu consigo orando pq sei que não sou eu.
– Se eu ver cuspi, catarro, cocô ou vômito no chão, parece que vou morrer, faço todo ritual e cuspo até me acalmar.
– Bato pulso com pulso antes dos rituais quando são mais fortes.
– Faço ritual toda vez que sinto cheiro de algo ruim, não consigo ficar normal respirando, passo mal em lugares sujos tipo bar de bebidas, lugar muito cheio.
– Sou muito ansiosa, já perdi a respiração de tanta ansiedade
– Já me bati muito quando era pequena pq não conseguia controlar e todas essas coisas me cansavam e me faziam mal.
– digito e apago depois digito de novo ate ter a sensação de tranquilidade, luto muito contra isso.
-Já tentei suicidio mas não deu certo. Agora penso em não fazer mais isso pq minha familia sofreu junto.

Fico muito ahazada com tudo isso, porque pareço doida de uma vez, as pessoas reparam, outras debocham, é horrível, sinto me muito envergonhada. Esse site me deu uma esperancinha,
Espero conhecer alguém com problema parecido ou pessoas que queriam montar um grupo de auto ajuda. Eu sou umas das pessoas que precisam muito, pq realmente é horrível tudo isso, até meus estudos atrapalharam não sei muita coisa. Passei por meio de trabalhos no ensino médio pq não conseguia ficar na sala de aula.
falem comigo, vamos montar um grupo de auto ajuda qualquer coisa podem me chamar no whatsapp pra montarmos (67) 91194129.
Desculpa pelo texto enorme, beijos e melhora pra todos nós!!

Avatar for Miguel Lucas
Elli

Vanessa sofro desse tipo de Toc é horrível vc ter medo constante de se contaminar eu desenvolvi uma mania de cuspir quando sinto nojo, usar muito Listerine e muito álcool gel uso álcool até na boca é um sofrimento sem fim

Avatar for Miguel Lucas
Elli

Se vc quiser podemos conversar sobre o assunto no zap 085985490596

Avatar for Miguel Lucas
Anonymous

Olá pessoal, blz?

Estou aqui de novo para passar um pouco da minha experiência com o TOC.
Já fiz outros relatos anteriormente, mas passo aqui sempre que posso para atualizar o andamento do meu tratamento.

Estou fazendo terapia há 2 anos e tomo remédios há um ano e meio.

Nesse período descobri como os remédios realmente fazem grande diferença em mim. Depois de quase um ano tomando 5 comprimidos de fluoxetina ao dia, resolvi parar, pois achava que o remédio já não estava mais fazendo efeito em mim, e ele me causava muito sono. Porém, cerca de 3 meses depois dessa parada abrupta, sem consultar meu psiquiatra, os sintomas do toc, pensamentos intrusivos constantes e dominantes, acompanhados de depressão voltaram fortes, quase insuportáveis.

Então voltei ao psiquiatra e dessa vez além da fluoxetina ele me passou também 2mg de risperidona ao dia. Mudei também o horário que tomo os remédios. Antes tomava ao acordar, agora tomo a noite antes de dormir, os problemas de sonolência durante o dia praticamente acabaram.

Parece que com o uso da risperidona junto com a fluoxetina o TOC está ficando cada vez mais fraco, ainda não sumiu completamente, nem sei se vai sumir, mas consigo viver mais tranquilo e feliz, já não há mais quase angustia, aflição, ansiedade e tristeza.

Sugiro pra quem sofre desse mal tentar se distrair, arranjar atividades que permitam focar no presente, no meu caso o futebol e andar de bicicleta ajudaram bastante.

E pessoal, tenham paciência, sei o quanto é difícil, quase impossível, conviver com esse transtorno, mas posso dizer que ele não é para sempre. Façam terapia, procurem ajuda de um psiquiatra, pratiquem esporte essas coisas em conjunto vão te ajudar, pode até demorar um pouco a aparecer os resultados, mas eles virão, sei que eles virão.

Valeu e até mais.

Avatar for Miguel Lucas
Elly

Sofro de Toc fico cuspindo sem parar e sinto um medo terrível de me contaminar até de falar com outras pessoas sinto medo pq acho que elas vão me contaminar com perdigotos da sua boca e terrível principalmente quando tenho que ir ao dentista,
Preciso de ajuda me sinto desesperada.

Avatar for Miguel Lucas
Ana fflávia

Olá gostaria

Avatar for Miguel Lucas
Rafaela

Olá, gostei muito do seu artigo, me identifiquei demais. Tenho problemas com higiene, parece que está tudo contaminado para mim, principalmente quando percebo que um homem foi ao banheiro e não lavou as mãos, pelo amor de Deus é um sofrimento, principalmente em locais publixos

Avatar for Miguel Lucas
Rafaela

Olá, gostei muito do seu artigo, me identifiquei demais. Tenho problemas com higiene, parece que está tudo contaminado para mim, principalmente quando percebo que um homem foi ao banheiro e não lavou as mãos, pelo amor de Deus é um sofrimento, principalmente em locais público. Quando um homem faz xixi e não lava as maos ele realmente contamina td?
o que faço?

Avatar for Miguel Lucas
Amarilda Ap Miranda Vilas Boas

Olá, espero que este Blog ainda esteja ativo, eu tenho transtorno compulsivo de acumulo estou desesperada, descobri isso a algum tempo, que trata se de um doença, meu caso está grave já acumulo muita coisa, um barracão, minha casa, não consigo jogar caixas de leite, ou qualquer embalagem, o volume de roupas é enorme, não consigo desfazer de nada, e para piorar trago da rua coisas inúteis, paus, pedras, panos, lixo, e por ai vai. As pessoas reparam, falam, riem, não entendem…nem eu também não compreendo o porque faço isso. Estou lutando, me informando, já tentei de tudo…mas ví que sozinha não consigo, pois começo projetos intermináveis de listas, e tentativas falidas, não cumpro com metas nenhumas, procurei ajuda no posto de saúde do meu bairro, passaram me para uma psiquiatra e uma psicóloga, a dra psiquiatra me deu remédio para tomar de manhã, qual me faz bem, fico mais calma, mas tentei jogar fora tudo de uma vez, fiquei muito mal e quase tive outro AVC, tive câncer de mama com retirada da mama direita, fiz químio, radio, e estou em tratamento atualmente, o acumulo me deprime, me humilha diante das pessoas, ninguém me leva a serio mais, sou uma pessoa inteligente, estudei, me formei, mas não entendo o porque disso, e minha vida é procurar como me livrar dessas coisas, na última consulta com a psicologa a dois dias, ela me colocou pra fora da sala, quando eu disse uma frase, acho que ela não acredita em mim, como ninguém acredita, cobram de mim serenidade, mas…acho que estou ficando louca!…ou eu estou fingindo? mas…o acúmulo é real…está lá! me jogando na cara que não tenho por onde escapar dele!….vocês me entendem? procuro ajuda em todo lugar, mas…sempre tenho que voltar pra casa, aonde o acúmulo está! tenho medo de ele não estar lá, e eu enlouquecer de vez, vivo fingindo que estou bem, mas já não tenho certeza, a unica coisa que sei, é que estou sofrendo muito! e não tenho socorro, porque as pessoas não entende, que estou presa em algo que não entendo, É chocante o que vou dizer! isso se alguém ler isso! qual não acredito!…mas aquelas coisas, aqueles lixos já estão me engolindo, e isso na frente de todos, e em vez de me socorrer…estão rindo! Já não sei se sou a Amarilda que todos conhecem ou sou essa! mas tenho medo de descobrirem, e me machucarem mais ainda, do que ja me machucaram! então finjo estar tudo bem, tenho medo de gente, de pessoas, não confio em ninguém…porque não são leais, manipulam minha vida, tenho medo deles, não sei me defender mais, não consigo dizer não! Não sei mais quem procurar, nem médicos me entendem…acham que estou mentindo! vocês podem me ajudar?

Avatar for Miguel Lucas
Beatriz

Oi, eu também tenho TOC… e é muito complicado.. as vezes fico horas fazendo uma mesma coisa toda hora, e todos os dias praticamente são as mesmas coisas as mesmas ”manias” também acumulo algumas coisas.. e quando eu fico nervosa ou ansiosa piora ainda mais.. tenho toc desde criança, as pessoas só sabem julgar.. eu fico ”presa” naquilo.. é muito ruim.., ainda mais quando é acompanhado de outros problemas.. :((

Avatar for Miguel Lucas
Bianca

Eu acho que sofro dessa doença. De uns tempos pra cá venho com umas manias bem estranhas principalmente na hora de dormir, fecho a cortina e abro várias vezes, rezo inúmeras vezes repetindo sempre as mesmas palavras, fecho a porta um monte de vezes, fico desesperada!! Parece que algo fica falando na minha cabeça que se eu não fizer essas coisas vão me acontecer coisas ruins, é terrível. Socorro!!

Deixe o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *