Torne-se Otimista: Abandone o seu lado negro
Psicologia Positiva 22/09/2016

Torne-se Otimista: Abandone o seu lado negro

Miguel Lucas Publicado por Miguel Lucas


Todos temos os nossos dias de pessimismo, de negatividade e tristeza. No entanto, adotar uma atitude pessimista de forma recorrente e marcante ao ponto de afetar a forma como pensamos e decidimos a nossa vida, é certamente prejudicial. Por vezes, a pessoa nem percebe de forma consciente a maneira como vai enraizando o hábito de pensar de forma pessimista. Dia após dia, à medida que vai edificando um diálogo interno negativo cristaliza a sua forma de pensar acerca dos problemas que vai enfrentado na vida, olhando maioritariamente para o seu lado negro.

Quando passamos a ter recorrentemente uma visão pessimista da vida, quando nos tornamos no nosso maior obstáculo à construção de soluções e consequentemente vimos o nosso humor afetado negativamente, é importante ponderar na possibilidade de mudar. Torne-se otimista, abandone o seu lado negro.

Olhe a vida pelo lado funcional

Muitas pessoas olham a vida com esperança e otimismo em cada situação, promovendo as soluções e o seu bem-estar. Provavelmente pode não ser o seu caso. Ou, eventualmente já foi assim, mas perdeu o rumo, o gosto pela vida, deixando que o seu lado negro tome conta dos seus pensamentos.

Quero dizer-lhe que é possível tornar-se otimista. Que é possível adotar um conjunto de pensamentos, atitudes e forma de estar que lhe permitem olhar a vida pelo lado mais funcional, vantajoso e prático. É certamente necessário uma forte dedicação e trabalho da sua parte. É premente uma elevada vigilância sobre os seus pensamentos negativos, destrutivos e sombrios.

Tem de aprender a olhar para alguns dos seus erros de pensamentos e decisões imponderadas, no sentido de aumentar a sua consciência de quando aciona essa estrutura mental negativa, para em seguida, implementar pensamentos mais ajustados. Evitando desta forma, que a sua negatividade saia vencedora.

Talvez, neste exato momento você esteja questionando como é que pode ser otimista perante uma situação drástica, de perda, de doença terminal, de catástrofe. Como é que se pode fazer limonada de limões podres? Não pode. Mas pode plantar um novo limoeiro. Pode evitar que os limões apodreçam. Pode perceber que beber limonada não é prioritário na sua vida.

Talvez, numa primeira fase você possa sentir-se estupidamente mal por adotar uma atitude positiva. Mudar a perspetiva pode parecer-lhe estranho. Procurar minimizar uma situação difícil ou olhá-la de forma a ver o que de bom existe, ou o que de positivo pode ser feito, pode parecer-lhe ilusório. Mas com o passar do tempo e prática, o seu lado otimista passará a fazer sentido para você.

Ao entrar na aventura de tornar-se otimista, vai aprender a ser capaz de ver as suas forças, as suas características boas, a ser capaz de reconhecer que há coisas em que é bom em vez de atribuir a causa das suas capacidades como sendo “apenas sorte”, ou algo que “qualquer um poderia fazer.”

Irá aprender e perceber que as outras pessoas precisam ouvir feedback positivo. E que é importante estabelecer um equilíbrio entre o bom e o ruim, entre o negativo e o positivo. Vai ficar mais consciente da importância de ajudar alguém, de a incentivar, de lhe transmitir uma palavra de ânimo e esperança. Vai perceber o valor da compaixão, de ajudar alguém que atravessa um momento difícil e transmitir-lhe algum do seu otimismo.

Não me interprete mal, não pretendo ser fundamentalista relativamente ao otimismo, existirão situações que ter uma leitura pessimista pode ser viável e adequado. Mas, interpretar algo de forma pessimista, não é o mesmo de sermos pessimistas. Abandone o seu lado negro. Abandone a negatividade. Implemente o pensamento positivo na sua vida, e encare a vida com otimismo.

É usual ouvir dizer que cachorro velho não aprende coisas novas, mas claramente isso foi dito por alguém pessimista.

mulher otimista

10 Passos para tornar-se otimista

1 – Observe a sua negatividade

Tenha atenção às palavras que usa no seu dia-a-dia. Que carga negativa, derrotista e pessimista possuem? Fique atento aos seus pensamentos dia após dia, e observe os pressupostos negativos e conclusões que você cria na sua mente. Identificar o seu grau de negatividade é primordial para uma mudança de vida positiva.

Leia: Abandone a negatividade, acabe com o diálogo autocrítico

2 – Mude um pensamento negativo por um pensamento positivo

Quando detetar que está a dizer algo negativo (sem razão aparente), pense em algo positivo para dizer, mesmo que isso no inicio possa “soar a falso” para você. Se é habitualmente negativo, se usualmente na observação ou análise de uma situação o que lhe aparece na mente são pensamentos negativos, é importante criar outros pensamentos mais construtivos (pensamentos positivos).

Leia: Como mudar pensamentos negativos para pensamentos positivos

3 – Registe, procure evidências e contraponha o pensamento negativo

Se você identificar um pensamento negativo, anote-o. Escreva-o numa coluna de registo dos pensamentos negativos e descreva a evidência que justifica estar a pensar dessa forma. Em seguida, desenhe uma coluna para a evidência de que argumenta contra a ideia que suporta esse pensamento negativo. 

Você vai aprendendo a identificar provas que sustentam o pensamento negativo (pensamento desadequado) e ao mesmo tempo aprende a resistir-lhe, a contrapô-lo e a criar outros pensamentos mais adequados, capacitadores e construtivos.

Leia: Como implementar o pensamento positivo na sua vida?

4 – Procure aspetos positivos nas situações difíceis

A sua equipe do coração perdeu o campeonato deste ano, mas pelo menos você conseguiu assistir ao jogo com os seus amigos e usufruir de momentos esportivos extraordinários. Você perdeu o seu emprego, mas não perdeu o seu conhecimento, a sua inteligência, nem a capacidade de procurar uma solução.


A maioria das situações pode ser vista em ambas as perspetivas, uma positiva e outra negativa. Você apenas tem que promover o caminho para um olhar mais positivo e continuar a lembrar-se dele, a fim de eventualmente acreditar que é capaz de minimizar as situações de perda, de falha e construir uma solução alternativa, melhor ou a possível, sendo positivo.

Leia: 15 Razões para ser positivo em situações difíceis

5 – Pense em alguém que você conhece que tem uma visão positiva da vida

Pergunte a si mesmo o que essa pessoa iria fazer ou pensar em situações idênticas às que você enfrenta. Em seguida, tente pensar dessa maneira também. Esta é uma forma prática de usar o otimismo dos outros para internalizá-lo e torná-lo parte de você.

Leia: A sua atitude é uma decisão. A importância de ter uma atitude mental positiva

6 – Dê aos outros um feedback positivo

Mesmo que alguém tenha feito alguma coisa mal, tente não ser castrador, derrotista ou depreciativo. Procure uma forma construtiva de lhe fornecer informação para que possa fazer melhor na próxima oportunidade.

Existe sempre uma forma construtiva e positiva de olhar as situações. Se você entender isso, a sua opinião sobre os acontecimentos será mais positiva, encorajando a outra pessoa a sentir-se motivada e capaz para melhorar.

Leia: Combater a sensação de incapacidade e desesperança

7 – Dê a si mesmo feedback positivo

Reforce positivamente as suas vitórias, mesmo as mais pequenas. Incentive-se, anime-se e dê suporte a si mesmo verbalizando palavras de encorajamento. Abandone as atribuições causais depreciativas de si mesmo. Acabe com os discursos do género: “qualquer um poderia ter feito isso” ou “realmente não foi nada de especial” ou “é só porque eu tive sorte.”

São afirmações que descartam as avaliações valorativas acerca de você mesmo. Não descarte o feedback positivo. Usualmente algumas pessoas pessimistas sentem-se desconfortáveis em admitir as suas capacidades, não reconhecendo as suas próprias forças, por medo de virem a decepcionar-se.

Leia: Tem um problema? Deixe de ser o seu próprio carrasco

8 – Identifique a finalidade do pessimismo

Pensar de forma pessimista será que é um antídoto contra a decepção? Isso evita que você se possa machucar? Você acha que isso ajuda-o a planejar possíveis desafios e a ser bem sucedido? Muitas vezes pensamos que o pessimismo e a preocupação são úteis, mas isso não é verdade, é apenas uma ilusão construída por uma forma de raciocínio desadequada. O pessimismo inviabiliza a flexibilidade de pensamento, estreita as possibilidades de procura de soluções e pode gerar ansiedade, aumentando a negatividade.  

Execute alguns avaliações do seu pensamento e da situação que enfrenta para ver se a negatividade serve verdadeiramente o seu propósito? Você é bem sucedido da forma como pensa? Consegue obter o que deseja? Sente-se mais preparado para enfrentar os desafios quando pensa de forma pessimista? Se a resposta a estas perguntas é “não”, isso significa que a negatividade e a preocupação não estão funcionando para você.

Leia: Encare a vida com otimismo, descubra a sua chave mestra

9 – Decida-se a ser positivo e verifique como se sente

Abrace a possibilidade de olhar o mundo por uma perspetiva construtiva, positiva e funcional. Experimente ser otimista, e perceba as enormes vantagens que esta forma de pensar pode trazer-lhe. Diminui-lhe o mau-humor, alivia-lhe a ansiedade, promove-lhe a alegria, facilita a construção de soluções viáveis, permite que aprenda com os erros sem desenvolver sentimento de culpa, aumenta-lhe a autoestima, em geral muda a sua vida para melhor.

Leia: 5 Passos para conseguir uma atitude positiva na vida

10 – Prática, prática, prática

Para que o otimismo seja um hábito na sua vida, é preciso praticá-lo. Numa primeira fase é importante praticar os passos anteriores. Depois, pouco a pouco o pensamento otimismo passa a ser um hábito, passa a pertencer à sua usual forma de raciocinar. Eventualmente demorou o seu tempo de vida a instituir a negatividade em grande parte dos seus pensamentos.

Tem agora a possibilidade de reverter esse processo e instituir pela ação da sua vontade uma nova forma de pensamento. Dia após dia você vai tornando-se otimista.

Leia: A consciencialização é o primeiro passo para a mudança

Abraço,

Miguel Lucas

Novo usuário?
Comece aqui
Obtenha Grátis o Programa “Diga Não À Depressão”
Obtenha Grátis o Programa “Diga Não À Depressão”

Receba os vídeos gratuitamente no seu email e aprenda como superar a depressão.

Comentários
Avatar for Miguel Lucas
Ana Lucia

Olá, Miguel!

Há algum tempo leio seus artigos e quero agradecer-lhe por compartilhar seus conhecimentos. Ser otimista realmente faz toda a diferença! E não custa nada tentar! Uma amiga disse: “-Quando estamos no fundo do poço, só nos resta olhar para cima!!!” E, acredito, que a ação de “olhar para cima”, uma hora ou outra, produzirá uma reação!

Beijos

Avatar for Miguel Lucas
Miguel Lucas

Olá Ana Lucia, obrigado pelo comentário.

É isso mesmo, tentar é sempre uma possibilidade de podermos vir a ser bem sucedidos. Ser otimista é uma atitude ou decisão potenciadora das nossas ações.

Continue a olhar para cima 🙂

Abraço

Avatar for Miguel Lucas
Carlos

Para quem quiser ler a versao em pdf deste artigo em modo offline, no trabalho ou em viagem por exemplo aqui fica o link do mesmo, pode ser lido em qualquer dispositivo de leitura de ficheiros pdf.

E o que eu faço para mim, e ja que tenho o ficheiro nao custa nada partilhar.

http://dl.dropbox.com/u/12075667/Psicologia/Torne-se%20optimista.pdf

Cumprimentos

Avatar for Miguel Lucas
Mariluce

Boa tarde Miguel Lucas. Desejo agredecer por tantos artigos excelentes que nos tem ajudado muito. Quero te pedir uma orientação,estou iniciando uma reeducação alimentar (por estar obesa),nesse tratamento me perguntaram “o que desencadeia a vontade de comer alimentos que são engordativos”, então observando o meu cotidiano verifiquei que quando fico nervosa,preocupada ou frustrada me ocorre esses ataques a comidas,não em grande quantidade, mas o pouco se dá em altas calorias.O que me aconselha a fazer ou ler. Obrigado por tudo.Att. Mari

Avatar for Miguel Lucas
Miguel Lucas

Olá Mariluce, obrigado pelo comentário.

Leia o nosso artigo: http://www.escolapsicologia.com/perder-peso-mude-a-forma-como-se-relaciona-com-a-comida/

Fico esperançado que possa encontrar algo que ajude.

Abraço

Avatar for Miguel Lucas
Letícia

Não tem como eu abandonar meu “lado negro”. A escolhas das palavras na definição de coisas negativas foi racista e extremamente ofensiva à comunidade negra que leu esse artigo…

Avatar for Miguel Lucas
Miguel Lucas

Olá Letícia, obrigado pelo comentário.

Este não é um espaço negativo, nem de comunidades de qualquer tipo de natureza. Este é um blog que tem por objetivo divulgar conteúdo válido no sentido de poder ajudar quem mais necessita.

Se ao ler este artigo, apenas destacou um aspeto que a si lhe diz respeito, ou que se sente ofendida, lamentavelmente esse é um equívoco seu. O artigo não referenciou, raças ou religiões, mas sim estratégias para que as pessoas possam entender o lado positivo e construtivo das suas vidas.

Já agora informo que a cor “negra” é uma cor como outra qualquer. E que quando me entalo numa unha, também digo que fiquei com a unha negra (que mal há nisso?)….

E sejamos positivos, na leitura do artigo!

Abraço

Avatar for Miguel Lucas
Letícia

Entendi a proposta do artigo e sou positiva (quando possível..) à qualquer informação. A minha crítica foi a respeito da escolha das palavras. Quem quer ser formador de opinião não pode se dar ao luxo de escrever as coisas sem pensar globalmente no impacto ou significância das suas palavras. Associar “negro” a “ruim” é um tipo de pensamento que afeta à comunidade negra desde sempre e considerado racista.
Sugiro que seja mais cauteloso em seus artigos para evitarmos conflitos como este

Avatar for Miguel Lucas
Miguel Lucas

Olá Letícia, sim eu penso no impacto, pelo menos naquele que pretendo transmitir como mais valia para TODAS as pessoas.

A apreciação negativa e racista foi você mesmo que a fez, não eu.

Agradeço os seus conselhos e preocupações, mas esclareço que não existiu qualquer conflito, mas sim troca de opiniões de uma má interpretação que você fez.

Esclareço que foi você que referenciou a “comunidade negra” e não eu. Já agora digo-lhe que esse tipo de categorizações não são usadas aqui no blog.

Abraço

Avatar for Miguel Lucas
luis

Sem duvida um espaço brilhante,esclarecedor e que visa ajudar as pessoas a encararem e a perceberem os seus medos,fobias,problemas pscilogicos e a viverem melhor!

Sou jovem e infelismente estou a passar por uma fase complicada devido a erros passados, os pensamentos negativos sao constantes, por vezes penso que tou a pagar um preço muito alto!

E regularmente visito este espaço!
Tendo seguido os conselhos dos seus artigos sinto-me
melhor!

Mas ás vezes sinto como se tivesse subido um,dois degraus e de seguida pregam-me uma rasteira e estou outra vez no inicio da escada!

Avatar for Miguel Lucas
Miguel Lucas

Olá Luis, obrigado pelo comentário

Agradeço imenso as suas palavras.

No processo de recuperação ou desenvolvimento pessoal, é natural por vezes sentir, e experienciar alguns retrocessos, mantenha-se firme. Instituir hábitos duradouros é necessário persistência e prática. Não desespere se em alguns dias sentir-se em baixo. No outro dia volte ao seu plano, siga o seu objetivo.

Abraço

Avatar for Miguel Lucas
Gabriel

Quero Agradecer a voce voce me ajudo muito obrigado e Que Deus te Abençoe..

Avatar for Miguel Lucas
maria aparecida

adorei tds os artigos, são muito orientadores, muitissimo obrigada.

Deixe o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *