Tem um problema? Decida-se a fazer algo para melhorar
Saúde e Bem-Estar 22/09/2016

Tem um problema? Decida-se a fazer algo para melhorar

Miguel Lucas Publicado por Miguel Lucas


Todos nós na caminhada da vida vamo-nos deparando com problemas. Neste artigo vou centrar-me nos problemas de natureza psicológica e emocional, os quais podem estar relacionados com várias áreas de vida ou acontecimentos do dia a dia. Aqui no Blog, escrevo maioritariamente sobre assuntos que possam ajudar de alguma forma a superar algum problema ou dificuldade. E inserido neste cenário de superação ou melhoria, muitas são as pessoas que me colocam questões na procura de soluções para os seus problemas, na grande maioria das vezes querendo apenas numa dica resolverem situações que nos últimos meses ou anos só têm vindo a piorar.

Não procure milagres, faça algo para melhorar

Neste artigo, vou apresentar mais em baixo um vídeo que gravei falando acerca de algumas indignações e de certo modo dando “um puxão de orelhas” a quem enfrenta alguns tipos de problemas de ordem emocional ou de transtorno psicológico e nada faz para melhorar. Ou seja, na verdade muitas pessoas procuram soluções rápidas ou “milagrosas” que solucionem os incómodos ou dificuldades associadas ao problema que enfrentam. Mas, o fato de quererem solucionar rapidamente o problema que enfrentam, é que impossibilita a melhoria que tanto procuram.

Em consequência de procurarem a “cura milagrosa“, ficam “cegas” para as sugestões ou encaminhamento que sugiro. Obviamente que por vezes sugiro alguns dos meus livros, ou até mesmo as minhas palestras. Mas até mesmo muitas das dicas ou sugestões que dou, já contidas nos artigos ou em resposta aos comentários, verifico que muitos dos leitores não as praticam porque necessitam da sua participação ativa. Devo dizer que também existem muitos leitores (ainda que sejam apenas uma minoria) que percebem que a informação disponibilizada não faz milagres, mas quando aplicada e implementada na vida da pessoa surte efeito a média ou longo prazo.

Aprofundei este assunto no artigo: 9 conceitos a lembrar quando a vida se torna difícil

Quero ressalvar que de modo nenhum estou contra os leitores que procuram melhoras rápidas, fáceis e sem esforço ou até mesmo de um “milagre“. Percebo a sua necessidade e o seu desejo. Eu apenas quero transmitir que na grande maioria das vezes esse caminho não conduz a pessoa à melhoria ou solução desejada, pelo contrário, pode prejudicar ainda mais o estado em que se encontra.


Se você é uma das pessoas que luta com alguma dificuldade ou problema à mais de seis meses, e não tem melhorado, ou procura a “cura milagrosa“, pondere assistir ao meu vídeo, lá explico alguns dos erros que pode estar a cometer para não encontrar a solução.

Link do Vídeo: https://youtu.be/nMn0eNRiGk0

Abraço,

Miguel Lucas

Novo usuário?
Comece aqui
Receba Grátis os Vídeos “Fórmula da Positividade”
Receba Grátis os Vídeos “Fórmula da Positividade”

Dê a si mesmo a oportunidade de florescer e ser bem sucedido!

Comentários
Avatar for Miguel Lucas
Rodrigo Siqueira

Boa noite Miguel,

Antes do meu comentário eu gostaria de agradecer pelo trabalho que você faz aqui, é muito bom para muita gente.
Já leio seus artigos a algum tempo, e eu havia chegado a algumas conclusões que me ajudaram muito e me fizeram muito bem, mas sem duvida a principal foi a seguinte:

"A fé é um exercício de paciência"

Para mim isso quer dizer exatamente tudo que você falou nesse vídeo. E no meu caso, a mudança nos hábitos de vida partiram de três coisas muito "simples": Aceitar que eu não posso fazer tudo ao mesmo tempo e parar de me cobrar tanto do quão bem eu preciso fazer as coisas, correr 4 vezes por semana e praticar exercícios, e a terceira coisa e talvez a mair importante foi começar a meditar. Essas são minhas medidas de longo prazo, sãs as coisas que eu pratico que eu tenho certeza que me fazem bem e sempre me farão muito bem, e a sensação de paz interior que isso me trás acaba com qualquer ansiedade.

Adoto essa pratica e venho com essa maneira de pensar a cerca de 8 meses, então estou sujeito a pequenos deslizes as vezes, mas acho que até o mais feliz dos seres humanos esta sujeito a passar por conflitos internos e problemas emocionais as vezes.

Eu queria te agradecer mais uma vez por algo mais especifico, em uma de suas postagens você escreveu algo mais ou menos assim : "Quando você sentir que está meio perdido ou sem explicação para as coisas que você faz, basei-se em que tipo de pessoa você quer ser, e mantenha-se fiel aos princípios que você quer ter". Acho que o texto não tinha nada a ver com esse, mas a ideia era essa! rsrs

Obrigado e boa noite.

Avatar for Miguel Lucas
Miguel Lucas

Olá Rodrigo,

Muito obrigado pelo seu comentário e pelo seu testemunho. É muito importante para mim e certamente para os outros leitores, percebermos o caminho que outras pessoas estão tomando, e com sucesso.

Sem dúvida que a paciência, é um elemento fundamental para se alcançar os resultados desejados. Isso tem de ser cultivado e transmitido, principalmente num mundo onde cada vez mais se quer tudo para "ontem".

Obrigado por me recordar dessa frase que eu escrevi faz tempo em outro artigo, na verdade ele serve também para mim e para a minha caminhada. Todos nós passamos por maus bocados e precisamos, por vezes, relembrarmo-nos de quem somos e quais são os nosso valores.

Tudo de bom para você.

Abraço,

Avatar for Miguel Lucas
Karlla

Boa tarde, Miguel. Como vc é generoso em compartilhar e orientar tanta gente. Principalmente a mim, que encontro em seus artigos, muito esclarecimento e alento em saber q não estou sozinha com meus problemas emocionais. Tenho 40 anos três filhos, funcionária pública e que após uma separação conjugal há 5 anos, não consegui mais me reerguer. Há 7 anos já faço terapia

Avatar for Miguel Lucas
Miguel Lucas

Olá Karla,

Por vezes os abalos da nossa vida são profundos. E a sua profundidade dita a natureza da dificuldade.

O primeiro passo, é acreditar que conseguirá fazer coisas para voltar a sentir-se bem (reerguer-se). Depois importa colocar um plano de ação em marcha, e não recuar ou desistir quando não se obtém os resultados tão rapidamente quando desejaríamos.

Boa sorte na sua continuação de melhoria. Mantenha-se firme.

Abraço,

Avatar for Miguel Lucas
Karlla

Boa tarde, Miguel. Como vc é generoso em compartilhar e orientar tanta gente. Principalmente a mim, que encontro em seus artigos, muito esclarecimento e alento em saber q não estou sozinha com meus problemas emocionais. Tenho 40 anostrês, filhos, funcionária pública e que após uma separação conjugal há 5 anos, não consegui mais me reerguer. Há 7 anos já faço psicoterapia e acompanhamento psiquiátrico. Apresento depressão, ansiedade e pânico, além de bipolar. Sou muito sozinha, não tenho amigos, nem consigo fazer…. sorrir pra mim, é difícil… já mudei de terapeuta várias vezes. já tive inúmeras recaidas.
Eu poderia ter desistido de tudo, mas não o fiz… pelos meus filhos pequenos e por mim.
O que quero dizer é que as pessoas não devem desistir, procurem ajuda para melhorarem sua vida!!!
Forte abraço !

Avatar for Miguel Lucas
ELMIRA DA COSTA

Olá, boa noite! Começo por felicitar pelo excelente trabalho que faz. É a primeira vez que vejo suas matérias e gostei, sentindo-me motivada a escrever. Eu,sou uma pessoa muito negativista, e gostaria de mais alguns conselhos seus. como faço para consultá-lo?

Avatar for Miguel Lucas
Miguel Lucas

Olá Elmira,

Eu dou consultas em leiria, Portugal. Mas caso esteja longe ou em outro pais, pode fazer marcação online, via internet. Deixo o link para poder marcar: http://www.escolapsicologia.com/sessoes-online/
Caso tenha alguma dúvida, por favor envie email para: geral@escolapsicologia.com

Abraço,

Avatar for Miguel Lucas
Lisiane

Obrigado pelo video, Eu tenho alguns problemas mas começou pelos 15 anos e antes eu era bem normal, eu sempre busquei ajuda e ate hoje continuo ja fui em 9 psicologas agora vou ir para a 10, só que nunca muda eu sempre estou persistindo, são medos, suor frio nas mãos, tremores e dores musculares no pescoço, acho que vou continuar indo na psicologa , tenho 32 anos e nao to nem trabalhando quero ver se volto a estudar na sua opiniao o que devo fazer para resolver isso, a solucao é continuar indo na psicologa?

Deixe o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *