Quem está no comando da sua mente?
Desenvolvimento Pessoal 22/09/2016

Quem está no comando da sua mente?

Miguel Lucas Publicado por Miguel Lucas


Podemos facilmente concordar que a nossa mente é o pináculo daquilo que somos. A nossa mente é o resultado do fantástico funcionamento do nosso cérebro. Tudo o que somos, está incrustado nas milhares de dobras da nossa massa cinzenta. Um emaranhado de milhões de neurónios que nos permitem expressar inteligência, que nos permite entender grande parte daquilo que somos, como nos mudarmos, como nos desenvolvermos e, acima de tudo, como gerir de forma autosuficiente as nossas próprias vidas. É, no entanto, no desenrolar das nossas vidas que por vezes perdemos o controle das mesmas e, com isso, prejudicamos a nossa qualidade de vida, objetivos e sonhos.

Quando a nossa mente nos prega algumas partidas, quando a forma como pensamos e processamos a informação nos causa problemas, nos causa mal-estar, sofrimento e se apresenta como um obstáculo aos nossos objetivos, pode gerar-se a sensação que perdemos o controle. Quando a perceção de perda de controle se instala, tudo parece perder o sentido. Muitos de nós, quando sentimos que estamos a perder o controle sobre nós mesmos, ou seja, quando deixamos de estar no controle da nossa mente, tendemos a procurar formas de recuperar essa perda.

Alguns exemplos incluem:

  • Yoga
  • Artes marciais
  • Meditação
  • Psicoterapia
  • Religião
  • Práticas sexuais antigas
  • Arte
  • Esportes
  • Música
  • Tornar-se monge, padre
  • Retiros espirituais

Claramente, as coisas nesta lista não são todos iguais, e em si mesmas, muitas não foram necessariamente concebidas para ser uma prática pessoal. No entanto, todos elas têm a capacidade de conduzir as pessoas para um objetivo semelhante: a perceção de que uma pessoa não é simplesmente os seus pensamentos, na verdade, nós somos muito mais. E, é com base nesta premissa que posso afirmar que quem está no comando da nossa mente, podemos ser nós.

SOMOS MAIS QUE O NOSSO PENSAMENTO

Quando estamos acordados, quando estamos num estado em que conscientemente processamos informação vinda do exterior e igualmente vinda de nós mesmos, o cérebro faz o seu trabalho, produzindo pensamentos. Assim como um músculo se contrai para mover o sistema esquelético, o cérebro é como um computador que executa o software (pensamentos) com base no seu hardware (organismo), que é você. E, o resultado dos nossos pensamentos, do funcionamento do nosso software, nem sempre é benéfico. Ou seja, o produto dos nossos pensamentos nem sempre leva ao nosso resultado desejado.

Portanto, a afirmação de que você não é apenas o seu pensamento, é como dizer que você não é simplesmente o seu software, você é, na verdade, o programador. A parte complicada desta analogia é que, em vez de você ser apenas um programador humano usando palavras, imagens e sentimentos para falar consigo mesmo (corpo /organismo), você é igualmente um componente (construto) dos seus pensamentos, imagens e sentimentos. Um organismo construido pelo próprio organismo. Uma mente construida pela própria mente. Então, se estamos a falar de software que pode gerenciar outros softwares, estamos realmente falando sobre o próprio sistema operativo. O Sistema operativo é você mesmo. Você é aquele que está no controle da sua mente, quando tem consciência daquilo que coloca na sua mente de forma intencional e fundamentado nos seus valores nucleares.

Aprofundei este assunto no artigo: Tire o máximo de proveito da sua própria vida, alinhe os seus valores.

mente

Porque você tem que usar os seus pensamentos para pensar acerca dos seus pensamentos, e todo esse processo parece ser você mesmo, esta linha de raciocínio pode facilmente tornar-se banal, circular, e automática. No entanto, uma outra maneira mais funcional de pensar sobre isso é a seguinte:

A reter: Assim como um computador, também nós temos “cachos” de pensamentos. Alguns são mais profundas, e mais de acordo com a nossa essência e valores, e são como o sistema operativo de um computador, enquanto outros são simplesmente uma expressão de resposta a acontecimentos de vida, como programas que vão sendo instalados e são mais vulneráveis a virús.

Muitas vezes temos pensamentos que são reações à vida e aqueles que nos rodeiam. Isto pode ser visto como o software instalado no sistema operativo. O mais importante “a nossa forma de pensar” para a maioria de nós foi instalada durante a nossa infância, quando a nossa mente (“disco rígido”) tinha mais espaço e estávamos mais permissivos a novas aprendizagens. A maioria de nós fundimo-nos a esses pensamentos e conceitos e temo-los como verdades absolutas, ao invés de vê-los como vindos de dentro de nós e passíveis de mudança.

TEMOS CAPACIDADE DE PROGRAMARMO-NOS 

Algumas das práticas referidas anteriormente, têm servido como uma forma das pessoas ganharem consciência que cada um de nós possuí o seu próprio sistema operativo. Ou seja, a nossa mente, quando orientada de forma consciente e intencional por nós mesmos, permite-nos instalar e desinstalar, correr ou impedir que corra um conjunto de cachos de pensamentos (padrão mental) que temos ou queremos vir a ter.


Assim, grande parte da nossa experiência de vida é um resultado direto dos pensamentos que temos. Quando alguma coisa boa ou ruim acontece, temos pensamentos sobre isso, e esses pensamentos vão levar a sentimentos, bons, ruins ou indiferentes. Esses sentimentos podem fazer-nos agir, e essas ações vão ser boas, ruins ou indiferentes também. Uma vez que todas estas experiências de vida e ações têm origem na nossa mente, que por sua vez faz disparar determinados pensamentos, se pudessem ser alvo da nossa intervenção? Não temos que aceitar tudo o que nos aparece na mente, não temos de ser arrastados pela negatividade que por vezes os nossos pensamentos expressam? Certamente alguns padrões mentais que expressamos no nosso dia a dia prejudicam-nos, foram implementados ao longo do tempo, mas provavelmente não nos servem mais. Então o que pode ser feito, como podemos reprogramar parte dos pensamentos prejudicais em novos padrões mentais?

É aqui, que você entra em jogo através da prática pessoal de estratégias de orientação da atenção, autoverbalizações e regulação das emoções. É através do desenvolvimento e aprimoramento de falar para você mesmo, de aplicar uma voz de comando tendo na sua base os seus valores, os seus objetivos e a ideia de quem você quer ser, que poderá implementar novos padrões mentais. Estes padrões mentais permitirão desenvolver também a capacidade de você distingir entre pensamentos, sentimentos e ações por reação, dos seus pensamentos, sentimentos e ações que valoriza e pretende que o guiem no seu dia a dia.

Aprofundei este assunto no artigo: Capacite-se e lidere-se para mudar os maus hábitos

[ads]

Exemplo prático das artes marciais:

As artes marciais, são uma arte de movimento. Aprender os movimentos cria a oportunidade para o desenvolvimento de pensamentos acerca do processo de aprendizagem. Um exemplo simples pode ser que você pense: “Isso é difícil, eu não posso fazer isso.” Mas se for paciente e determinado e continuar praticando, então você pode descobrir que realmente é capaz. Pode então ocorrer-lhe uma pergunta do género: “Porque tenho que pensar que não sou capaz de fazer isto, quando claramente posso?”

Traduzindo isto para a vida em geral, se você tiver um pensamento do género: “Eu não consigo fazer isto” Faça uma pergunta capacitadora em oposição: “Este é um pensamento necessário ou útil? Este tipo de procedimento acerca de analisar a validade dos seus próprios pensamentos, tendo como termo de comparação os seus valores, a forma como se vê a si mesmo e os seus objetivos de vida, é o início do processo para cultivar a capacidade de pensar acerca dos seus próprios pensamentos e, como isso, ficar mais perto de estar no comando da sua mente.

Aprofundei este assunto no artigo: Pratique a autodisciplina sendo mestre de você mesmo

GANHAR CONFIANÇA PARA LIDERAR-SE A SI MESMO

Quando você desenvolve a confiança através da prática de reorientar a sua atenção para os pensamentos que deseja, isso permite-lhe ganhar perícia, ficando apto a construir os pensamentos que quer e, este processo permite-lhe descartar os pensamentos que lhe chegam à mente, sempre que percebe que não lhe servem ou são prejudiciais. É uma experiência de controle sobre a capacidade de gerir os seus pensamentos e, consequentemente, ficar no comando da sua mente. Isto permite-lhe desenvolver a confiança necessária para se liderar, mesmo quando emergem pensamentos negativos.

“Que Deus me conceda serenidade para aceitar as coisas que não posso mudar. Coragem para mudar as coisas que posso, e sabedoria para reconhecer a diferença.”  – São Francisco de Assis

Abraço

Novo usuário?
Comece aqui
Baixe Grátis o e-book “Seja Um Vencedor”
Baixe Grátis o e-book “Seja Um Vencedor”

Preencha os seus dados abaixo e receba esse e outros materiais por e-mail.

Comentários
Avatar for Miguel Lucas
Elisangela

Muito bem explicado. Me ajudou em alguns aspectos, muito obrigada Miguel!!!

Avatar for Miguel Lucas
William

Analogia perfeita, fácil compreensão!
Creio ser possível alcançarmos a Perfeição “Deus” através deste mecanismo de melhoramento contínuo… desbastando as imperfeições e ressaltando as virtudes.
As Respostas que colhemos são frutos das Perguntas que plantamos.
O X da questão “Viver Melhor” está na elaboração das perguntas que nos fazemos todos os dias. Uma Pergunta tem o poder de direcionar nosso Pensamento em busca da Resposta.
Busquem Viver as Respostas das boas Perguntas.
Respeite as questões alheias.
E priorize suas questões.
Boas Escolhas!

Avatar for Miguel Lucas
Ricardo RJ

Muito bem Miguel!Excelente artigo,o controle da nossa mente é nosso se assim o quisermos,procurei a yoga para me ajudar a disciplinar a mente,tento praticar também a meditação.Ab Ricardo

Avatar for Miguel Lucas
gabriel

Miguel, parabens pelo artigo. Tenho uma dúvida, ultimamento li vários de seus artigos, principalmente sobre um tema que me incomoda bastante e que tenho lutado contra. Os pensamentos e sentimentos negativos. A dúvida de certa forma é simples, se nossa identidade não se confunde com os pensamentos nós somos o que? ou melhor, quem? Porque o que na mente é pensamento, a consciencia (que é o que controlamos) não seria um pensamento tambem?

Desculpa a confusão, é que tambem estou muito confuso, agradeço muito se você puder esclarecer essa minha questão.
Obrigado,
Gabriel.

Avatar for Miguel Lucas
Miguel Lucas

Olá Gabriel, obrigado pelo comentário.

Na verdade, a nossa identidade, quando temos problemas psicológicos ou emocionais, confunde-se com os nossos pensamentos. Ou seja existem uma fusão entre aquilo que pensamos e nós mesmos, passando nos a julgar que somos o que pensamentos. Mas não somos, os pensamentos são eventos mentais produzidos pelo cérebro.

Por isso em psicologia usamos o termo: Metacognição, que é a capacidade de pensarmos acerca do nosso pensamento. E, aquilo que somos ou que vamos sendo, é construido muito em parte, das ideias e crença que vamos instituindo do produto de pensarmos acerca dos nossos pensamentos.

Nós somos influenciados pelos nossos pensamentos, mas não somos o pensamento, somos aquele que pensa.

Abraço

Avatar for Miguel Lucas
gabriel

Corrigindo acima:

Porque o que VEM na mente é pensamento, a consciencia (que é o que controlamos) não seria um pensamento tambem? E outra, se nós somos o ser capaz de programar essa mente, nós não programamos a mente por meio de pensamentos?

Obrigado

Avatar for Miguel Lucas
eliane

Muito bem explicado! Só me surgiu uma dúvida, se somos quem pensamos que somos, necessariamente somos o que pensamos, más como a força do pensamento é além do nosso sentimento, isso se torna confuso demais, por isso muitos pensam pouco para serem somente aquilo que pensam ser. correto?

Avatar for Miguel Lucas
Helena Chivite

Os seus artigos têm me ajudado a superar e a reorientar minha vida, muito obrigada!

Aquele abraço!

Avatar for Miguel Lucas
Mari

Sem palavras, cada artigo é mais espetacular do que o outro!!! Fantástico!

Avatar for Miguel Lucas
Marta

Olá Lucas,

Tenho lido seus artigos, são ótimos, norteia muito bem.

Avatar for Miguel Lucas
Victor

Ótimo texto. Reflexivo.

Avatar for Miguel Lucas
Belinha

Miguel Lucas tudo bem, foi muito bom ver o seu artigo e entendi que você quis dizer.
Eu quero esclarecer ou fazer um comentário e pergunta a você.
Eu já tentei varias forma de tentar me encontrar através dos meus pensamentos ou coração para saber quem realmente eu sou, já fiz Yoga, Arte Marciais, Meditação e viajei citação acima, mas ainda não sei quem realmente eu sou e o que eu quero na minha vida e quase entro depressão, não sei se eu sou feliz e não sei de nada da vida, eu tenho sentimento calado, medo de falar o que realmente sinto, tenho cheio de dúvida sobre a minha vida, não sei se amo, tenho sofrimento e dor, vazio dentro de mim, sem sentido aonde eu vou, não sei o quero. Eu quero entender sobre tudo isso o que se passa na minha vida e decisão.
Já tentei varias forma, mas ainda não conseguir aí te pergunto o que eu faço para me encontra e entender ainda mais sobre a minha vida, tomar as minha decisões, me diz o que eu faço?
Se for possível por favor, manda a sua resposta está questão, você ajudaria muito e salvar a minha vida. Porque eu não sei mais o que fazer estou completamente confusa.

Avatar for Miguel Lucas
marcelo

miguel lucas, sou seu fã , te admiro muito como profissional. você sempre vai no "x" da questão!

Avatar for Miguel Lucas
geraldo thomaz

A mente´e a nossa persona, nossa pessoa, nossa experiencia atual. Não é a nossa essência. Nosso cérebro não passa de equipamento transitório de exteriorização.dela. Comandando-a está o nosso SER. Este sim, somos nós. O destino da mente é chegar ao SER. Evoluir. Estamos em contínua busca do SER. A cada nova experiência , nos aproximamos.. "A mente e o SER " ===== Eu sou a mente irrequieta, ora cheia de ardor do seu destino, ora calada. Percorrendo sua estrada, de dor de sacrifício, procurando um armistício nessa longa caminhada , sem saber exatamente como viver eternamente em paz , sem atropelos, com desvelos que a possa serenar e encontrar o SER que paira docemente, em calma, sossegado, acomodado em seu pensar, na plenitude da colheita do amar.
Geraldo Thomaz

Avatar for Miguel Lucas
lesle

muito bom !!!!!! obrigada.

Avatar for Miguel Lucas
Sávio

Acredito que nossa mente tem poder. Poderes os quais, o homem nem imagina. Poderes os quais, estão fora da nossa linha de raciocínio… Então, controle sua mente, para que ela não o controle.

Avatar for Miguel Lucas
Curioso

Curioso, exercício do pensamento … princípios do pensamento ocorre acerca daquilo que vivemos, então seguiste esta carreira muito certamente por algo que aconteceste contigo.
Eis a questão, caso amoroso(homem/mulher), droga, cigarro, pai e mais, costumes … enfim.
Cada um procura refugo em algo, cada um exerce um vicio, nada é tão ruim ou bom, que não se possa tirar proveito ou não proveito.

Avatar for Miguel Lucas
Leandro Medeiros

Excelente Miguel!! Muito obrigado pelo post! Ele foi muito esclarecedor!
Ontem a noite comecei a ler o livro O Poder do Agora, e ele coloca essas informações de maneira muito similar as suas analogias. No momento em que comecei a ler, comecei a refletir, e percebi meus padroes de pensamento deixarem de me afetar, a partir do momento em que me colocava como observador dos meus pensamentos, em um nível de consciência superior a eles. Hoje, lendo o seu post, é como se o controle sobre meus pensamentos tivesse mudado. Muito obrigado!

Deixe o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *