O poder da ação: Fazer o que é necessário ser feito
Psicologia Comportamental 22/09/2016

O poder da ação: Fazer o que é necessário ser feito

Miguel Lucas Publicado por Miguel Lucas

Provavelmente todos nós já sentimos o poder antagónico entre o querer e o fazer. Mas porque razão não seguimos o caminho daquilo que é necessário ser feito? Por vezes até temos conhecimento do que é preciso para sermos bem sucedidos, mas simplesmente não fazemos. As causas podem ser inúmeras, mas algo comum manifesta-se estabelecendo uma forte relação para a autossabotagem de alguns dos nossos desejos: as emoções.

As emoções, quando sentidas e descodificadas pela nossa consciência dão origem à sua forma mais apurada: os sentimentos. Os nossos sentimentos para o bom e para o mau fazem-se sentir, exercendo uma forte influência nos nossos pensamentos e consequentemente nas nossas decisões para a ação. Exemplo: se alguém tem de fazer exercício físico porque necessita de perder peso, servindo igualmente como um ativador comportamental e um redutor de ansiedade, e quando chega a hora de sair à rua para iniciar a atividade, a pessoa diz: “Hoje não me sinto com vontade”.

Este é um exemplo claro de que neste caso, o sentimento que a pessoa está a ter naquele momento, é um sentimento negativo e de incapacidade e não deve ser seguido. A pessoa deve orientar-se por aquilo que é necessário ser feito e não pela forma como se sente.

O antídoto para ultrapassar a paralisia que os sentimentos negativos provocam na nossa vida, é a aceitação dos mesmos, seguida de ação.

ação emoções

PRESSUPOSTOS QUE SUPORTAM O PODER DA AÇÃO:

Você não pode controlar as suas emoções pela vontade. Você não consegue apenas pela sua vontade ser feliz ou criar instantaneamente um determinado sentimento. Por exemplo: “Eu ofereço-lhe cem mil euros para se apaixonar pela primeira moça que entrar pela porta“. Certamente concordará que por mais controlo que julgue ter sobre as suas emoções, simplesmente pela vontade não iria conseguir realizar esta “tarefa”. O que conseguimos e podemos controlar é o nosso comportamento, e o que fazemos para conseguirmos alcançar algo ou sermos bem sucedidos.

Aceite os seus sentimentos. Não tente mentalmente combatê-los, ou negá-los (nunca deve negar a realidade daquilo que sente). Os seus sentimentos são uma fonte de informação, alertam-no para algo. No entanto, são uma fonte de informação subtil e rudimentar, que deverá ser analisada pela sua consciência. Reconheça, sinta, mas não tem necessariamente de agir de acordo com aquilo que sente.

Se os seus sentimentos o incapacitam, deve agir de acordo com a sua razão. Deve orientar-se pela consciência daquilo que é melhor para si e que é necessário ser feito. Quando uma pessoa tem depressão e segue um tratamento através da terapia cognitivo-comportamental, solicita-se à pessoa que faça algumas coisas, mesmo sem sentir vontade para isso, como por exemplo, sair à rua para ir comprar o jornal. Esta ação permite à pessoa ativar-se um pouco, promovendo um bom sentimento.

As emoções não são permanentes. Todos temos no nosso código genético a informação que nos permite sentir um alargado espectro de emoções. Mas estas emoções estabelecem uma relação com  os estímulos ambientais, ou até mesmo com os estímulos internos oriundos do conteúdo dos nossos pensamentos. Quero dizer, que para mantermos a mesma emoção durante um período alargado de tempo é necessário alimentá-la.

É necessário manter a nossa atenção na situação problemática ou na ruminação dos pensamentos que recorrentemente fornecem estímulos ao nosso cérebro, e este por sua vez dá indicação para  libertar na corrente sanguínea os químicos que nos fazem sentir a emoção que tanto nos atrapalha a vida. Este conhecimento da forma como uma emoção é mantida no nosso corpo é esperançador, pois permite-nos igualmente saber como podemos criar outras mais positivas e capacitadoras. Isto consegue-se, quando nos propomos a   direccionar a nossa atenção para outros estímulos (pensamentos, imagens, tarefas).

As emoções servem um propósito. Mesmo as emoções que consideramos negativas, elas não são necessariamente más. Sentimentos  que provocam dor emocional, fornecem informações sobre um problema que necessita da nossa atenção para ser resolvido. Sobre algo que precisamos e não estamos a conseguir obter. Você não tem que inibir, evitar ou não querer sentir essas emoções. Em vez disso, tente extrair a informação  que essas emoções lhe transmitem acerca de si e da situação e use-as a seu favor.

Embora não possamos controlar diretamente as nossas emoções, podemos influenciá-las. Se você se sente sozinho, pode sair e ir ter com alguns dos seus amigos. Se está irritado, pode ir  correr à volta da rua onde vive, até que fique cansado. Pode praticar técnicas de relaxamento, meditar, ou escrever num bloco de notas a forma como você se está sentindo.  Tudo isto pode ajudar a reverter o seu estado, e começar a sentir-se de outra forma. O objetivo não é querer pela vontade deixar de sentir-se irritado, mas sim fazer algo para que possa emergir um sentimento mais positivo e capacitador.

Mensagem: O que quero transmitir é que você não deve esperar que a vontade apareça para fazer algo. Mas ao invés, fazer, e muito provavelmente no final o seu sentimento passará a ser aquele que desejava estar a sentir antes de iniciar a ação.

O QUE FAZER QUANDO ME ESTOU A SENTIR PESSIMAMENTE?

Agir com planejamento. Tente descobrir o que a emoção lhe está transmitindo e faça algo. Se você acordou às três da manhã com pensamentos obsessivos sobre as suas finanças, sente-se, faça um balanço dos seus gastos, e estabeleça um novo orçamento. Se você está preocupado porque julga que o seu chefe acha que você não está fazendo um bom trabalho, seja pró-ativo, e agende uma reunião para discutir o seu desempenho e obtenha  feedback diretamente. Apague o fogo emocional através da ação.

Agir propositadamente. O propósito, aqui, significa aqueles comportamentos que lhe transmitem um senso de propósito, as coisas que lhe dão motivação, que você sente-se apaixonado, que, quando as executa torna-se criativo e fluido nos seus pensamentos. Esses comportamentos ou ações, como por exemplo: jardinagem, ajudar os outros, fazer música, passar tempo com os seus filhos, é aquilo para onde você pode dirigir a sua atenção quando as suas emoções estão para baixo. Muito provavelmente assim que inicie alguma dessas atividades, a preocupação, a depressão ou tristeza irão desaparecer sendo substituídos por sentimentos de alegria, satisfação e bem-estar.

Agir conscientemente. Se você tiver que fazer algo que não gosta de fazer, por exemplo mudar um pneu furado, limpar o banheiro, seja o que for, ao invés de focar-se nas emoções e ficar ruminando na sua cabeça sobre como isso é injusto ou como é horrível, tente, tanto quanto possível sentir aquilo que faz. Sinta os seus músculos trabalhando ao levantar o pneu ou a usar a esponja na sua mão, ouvir o som dos parafusos enquanto são apertados. Ao aumentar a sua atenção no presente, há menos espaço para toda a preocupação mental e consequentes sentimentos negativos.

A mensagem que importa ter em mente perante uma sensação negativa, de incapacidade, angustia ou tristeza é: “Qual é a próxima coisa que eu preciso fazer?”

Abandone a pergunta comum e destruidora: “Como é que me sinto?

Em seguida faça o que tem em mente. Abandone a preocupação, passe à ação. Provavelmente irá ficar surpreendido com os sentimentos que irão emergir da ação.

Oportunidade de seguir um método passo a passo

O Programa Metaformose em 21 Dias consiste em 21 vídeos exclusivos, completos, mais densos de informações e conteúdos que extravasam o termo MOTIVAÇÃO e oferecem além de motivos para a ação, CAMINHOS PARA A AÇÃO.

Verdadeiras ferramentas para autoconhecimento, empoderamento, expansão de mindset, disruptura e quebra de paradigmas limitantes para uma verdadeira evolução para o próximo nível de sua vida. Clique no link em baixo e fique a conhecer este extraordinário programa:

Programa Metaformose em 21 Dias

Abraço,

Miguel Lucas

Novo usuário?
Comece aqui
Obtenha Grátis o Programa “Diga Não À Depressão”
Obtenha Grátis o Programa “Diga Não À Depressão”

Receba os vídeos gratuitamente no seu email e aprenda como superar a depressão.

Comentários
Avatar for Miguel Lucas
Garota de Várias Faces

Querido, seu blog apareceu como luz no meu caminho
já li muitos blogs sobre psicologia na internet, mas nenhum tão bom quanto o seu. Tenho passado por diversos problemas, e um deles é a procrastinação, o adiamento de ações, no qual você falou indiretamente no texto. talvez seja um ato meio que perfeccionista, do qual o meu consciente acredite que uma coisa precise de vontade para ser bem feita, uma desculpa para o surgimento da preguiça. porém, é triste isso, pois já perdi muitas coisas na minha vida e não quero continuar perdendo.

http://diariodagarotadevariasfaces.blogspot.com/
visita o meu blog? me dá esse prazer!

Avatar for Miguel Lucas
Miguel Lucas

Olá Garota de várias faces, obrigado pelo seu comentário.

É de forma reconfortante que leio as suas palavras.

Fico igualmente contente pois a partir de agora que esta nova informação na sua posse, pode ter a oportunidade de alterar algumas das coisas que lhe têm minado a vontade.

Sucessos para o seu Blog.

Abraço

Avatar for Miguel Lucas
Marta Alves

Gostaria de parabenizá-lo pela iniciativa em ajudar as pessoas através desse site, a sua atitude ajuda a muitos que tem acesso as suas matérias, são todas de muito bom gosto e de uma sensibilidade extrema. Tudo o que vc escreve tem muita coerência e mesmo sendo algo escrito pra mil,toca a cada um que lê de uma forma individual e particular.

Parabéns e obrigada.

Avatar for Miguel Lucas
Miguel Lucas

Olá Marta Alves, obrigado pelo comentário.

Fico muito agradecido pelas palavras amáveis que proferiu, fico motivado com elas. O reconhecimento dos leitores é muito importante para podermos perceber se estamos a chegar onde pretendemos: Ajudar quem mais necessita.

Tudo de bom para você.

Avatar for Miguel Lucas
valeria guardiano

OI MIGUEL! VEJO EM SUAS PALAVRAS UMA NOVA LUZ,UM CAMINHO DIFERENTE, DE TODOS QUE HAVIA TENTADO.NA VERDADE ESTAVA TENTANDO SER UMA MENINA,ENQUANTO JÁ NÃO SOU MAIS,ME CASEI COM 15 ANOS, HOJE ESTOU COM 23, TRABALHO PRA VALER, E ABANDONEI MEUS ESTUDOS QUANDO ME CASEI,ME CULPO POR NAO TER DADO CONTINUIDADE,TENTEI ME SEPARAR,POIS ACHO QUE SERIA MAIS INDEPENDENTE,MAS NÃO HOUVE ACORDO DA PARTE DELE.ANTES EU PENSAVA QUE EXISTIA SÓ ELE NO MUNDO,EU GOSTAVA DELE,MAS EU ACHO QUE NAO ERA AMOR,OU MELHOR ATÉ HOJE NÃO SEI.FUI CICERA,DISSE TUDO:QUE MERECIA ALGUEM QUE O AMASSE DE VERDADE,E QUE EU NÃO ERA ESSA PESSOA,MAS…ESTOU DISPOSTA A DAR UMA CHACE PRA MINHA FELICIDADE,QUERO MUITO SER FELIZ,DE REPENTE ATÉ TER FILHOS FUTURAMENTE,MAS AGORA O QUE QUERO MESMO É ESTUDAR PISCOLOGIA,PRIMEIRO PRA MIM AJUDAR,E DEPOIS AJUDAREI MUITAS PESSOAS ASSIM COMO VÇ.NÃO SEI SE VAI LER ESSE DESABAFO TODO. MAS MESMO ASSIM DEUS TE ABENÇOE MUITO,ATRAVES DE VÇ MUITAS PESSOAS COMEÇAM A ENTENDER QUE NAO SÃO UNICOS NO MUNDO,E COMEÇAM NÃO A LUTAR CONTRA SEUS SENTIMENTOS MAS LIDAR COM ELES.BJSS

Avatar for Miguel Lucas
Miguel Lucas

Olá Valeria Guardiano, obrigado pelo comentário.

Vejo que tem objetivos bem definidos para si e que está motivada para fazer algo em prol da sua felicidade e bem-estar. Foque-se naquilo que pretende, faça coisas que possam ajudar a obter o que pretende.

A felicidade é um sentimento que engloba muitos outros sentimentos e avaliações de vida. Por vezes torna-se mais funcional avaliarmos algumas coisas da nossa vida através do grau de satisfação com as mesma. Isto permite distanciarmo-nos das coisas e percebermos que temos coisas boas e outras menos boas na nossa vida. Este tipo de visão é benéfico pois não generalizamos com facilidade para uma avaliação de felicidade ou infelicidade, mas sim para coisas que precisam da nossa atenção e por isso melhoradas ou resolvidas e que igualmente existem outras que estão bem e nos dão força.

Tudo de bom para você

Abraço

Avatar for Miguel Lucas
Loni Hensel

muito boa essa matéria adorei!

Avatar for Miguel Lucas
João David

Muito bom este artigo, está iluminando muito minha vida para saber lidar com meus sentimentos!

Avatar for Miguel Lucas
Maria Dalva

Olá Miguel gostei muito deste artigo, colocando em prática algumas dicas sobre como lidar com os semtimentos, muito bom mesmo !!! obrigado!!

Avatar for Miguel Lucas
monica

Muito obrigada, Miguel, seus artigos são maravilhosos, com eles descobri muita coisa que preciso mudar para que eu alcance meus objetivos. Tudo de bom para vc.

Abraços

Avatar for Miguel Lucas
francisco moesio

Ola Miguel, acredito que tudo tem seu tempo determinado, e seus artigos me chegaram em um tempo certo, estou devorando e fico muito feliz, pois encontrei exatamente o que estava a procurar augo que me multivasse. Que DEUS te abençoi, e podes crer assim voce estar algo especial. E isso so DEUS te recompensara.OBRIGADO.

Avatar for Miguel Lucas
José Carlos

Dr. Miguel Lucas:
Suas orientações estão me ajudando imensamente!
Agradeço-lhe a gentileza do envio.
Atenciosamente,
José Carlos

Avatar for Miguel Lucas
suas matérias sao maravilhosas. . parabéns por ajudar a mim e tantas pessoas com este trabalho.

trabalho excelente. obrigada por nos ajudar com tantos esclarecimentos. parabens.

Avatar for Miguel Lucas
Celia Aranha

Muito obrigada por ser como é. Chegou na minha vida na hora certa! Pelo menos espero conseguir agarar me as suas mensagems e afastar da minha mente a vontade de desistir.

Avatar for Miguel Lucas
Faustino Fonseca

Olá Miguel, obrigado por ser aquele pessoa que és, e por ter me iluminado com o seu blog, apartir deste momento passarei a controlar as minhas emoções e partir a ação.

Abraço ai.

Avatar for Miguel Lucas
Alci

Muito bom texto.
Super assistencial e esclarecedor.
Ob

Avatar for Miguel Lucas
Vanessa Bittencourt

Bom dia! Estou adorando os artigos!!! Tenho a intenção de ler todos os links que me for possível. É de grande valia tudo que é passado aqui, muito obrigada!

Avatar for Miguel Lucas
Aylana

Quanta Honra em poder conhecer alguém tão envolvente no que diz respeito às questões humanas, mostrando a importância de tratarmos nosso estereótipo para obtermos os melhores resultados em nossa vida geral. É notória a sua dedicação em dar o seu melhor para tornar melhor outro alguém mesmo sem você conhecer. Porém, sei que isso se dar pelo fato de que sabes que existem muitos que estão diariamente sendo roubados de si, o chamado roubo da subjetividade. E informações como as que você transmite, são fundamentais para o resgate indispensável do eu de cada um. Muito obrigada, desejo-lhe sucessos ainda maiores…Deus abençoe sua vida imensamente! Abraço!

Avatar for Miguel Lucas
Erasmo Barbosa

Obrigado por compartilhar essas informações. Me ajudou muito, pois estava precisando de um direcionamento e as respostas foram dadas pelo seu texto.

Avatar for Miguel Lucas
ELSA

Achei tudo certo e estimulante e maravilhoso! Mas…
Querido, eu me sinto incapaz de fazer o q tenho em mente pq já fiz e ouvi dizerem que o que fiz ou disse deram maus resultados.
Preciso calcular o q fazer, como fazer, o q dizer, como dizer. E isso é difícil pra mim.
Como reverter depois, viver pedindo perdão? Tentando consertar?
Ql é o meu problema? como resolvê-lo? Me tratar com um(a) psicólogo(a)?

Avatar for Miguel Lucas
ROSALINE

Muito bom . É bastante de ajuda com certeza. Só entender quem passa ou passo por esse tipo de situação.

Avatar for Miguel Lucas
Celia Mria Alves

Neste momento me sinto inert, com muitas coisas a fazer, ideias e sonhos, mas os dias passam e nada faço, e isso me tortura muito, ler sobre isso da forma como você escreveu ajudou um pouco, Obrigada.

Deixe o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *