Não mude a si mesmo, mude os seus comportamentos
Desenvolvimento Pessoal 22/09/2016

Não mude a si mesmo, mude os seus comportamentos

Miguel Lucas Publicado por Miguel Lucas

Aprender é mudar. Mudar para melhor é sinónimo de desenvolvimento pessoal. E inevitavelmente por autoiniciativa ou por imposições da vida, a mudança acontece em nós. Mas, por vezes quando mais desejamos e necessitamos mudar algo, somos invadidos por um conjunto de obstáculos e autossabotagens que nos retiram capacidade para efetivarmos a mudança desejada. As dificuldades de mudança fazem sentir-se porque queremos defender a nossa imagem, ter uma noção positiva de nós mesmos, sermos amados e apreciados.

Ter a noção que temos de mudar, é uma questão generalista, pode mexer com todo o nosso ser, retira-nos capacidade, responsabilidade, respeito a nós mesmos, e como tal, coloca-nos no alvo da autossabotagem, da vitimização e do sentimento de culpa. É paradoxal, como podemos mudar algo que não tem os valores suficientes para se mudar a si mesmo? De que serve um pobre pedir a um pedinte.

“Você não pode mudar o que você é, só o que você faz.” – Philip Pullman

Não faça disparar o seu mecanismo de defesa

O que estou a abordar, pode parecer paradoxal dado que muitos autores e personalidades apontam para a mudança de nós mesmos como o primeiro passo a ser dado para a melhoria. Eu concordo com grande parte dessas frases, afirmações e ideias. O que temos que mudar é a interpretação taxativa do que esse conceito nos transmite e igualmente o impacto que essa leitura tem no nosso eu. O nosso eu é muito avesso e altamente resistente a qualquer tentativa que se oponha a si mesmo. O nosso eu dificilmente é penetrável ao desdém, à renuncia, ao afastamento daquilo que somos, à humilhação, à critica.

Perante este cenário, cada vez que conscientemente ou subconscientemente recebemos a ideia de mudança de nós mesmos, tendencialmente é lido como uma afronta à nossa pessoa, ao amor, à estima, à consideração, orgulho e admiração que temos de nós próprios. E desafiar-nos a nós mesmos de forma perniciosa, certamente o resultado será de insucesso. O mais forte, o seu eu como um todo, vencerá a sua vontade de mudança de você mesmo. É como um sistema de proteção que corre automaticamente perante a ameaça de invasão do seu eu.

Por exemplo: Quando foi a última vez que você encontrou alguém e disse: “Olá, você pode por favor rejeitar-me? Sabe, é que eu realmente prospero e sinto-me incrivelmente bem sobre mim mesmo em ambientes de rejeição e de ódio. “

Certamente isso não acontece. Porquê? Porque fomos feitos para o amor, afeto e aceitação. Basta ligar o rádio e a televisão por dez minutos para descobrir que o coração humano está na fila da frente. Os filmes são centrados em torno dele, a nossa realidade mostra que as pessoas procuram serem aceites e amadas.

Podemos confirmar isso no enorme impulso que as estrelas pop têm para cantar sobre o amor. O coração humano quer ser amado. Isso verifica-se desde a nascença, todos nós necessitamos de carinho, afeto, aceitação e amor para que possamos desenvolver-nos de forma saudável e emocionalmente equilibrados.

A ciência tem vindo a provar que os nossos cérebros funcionam melhor quando sabemos que somos amados. Estou seguro em dizer que, por causa de pessoas magoadas e ressentidas ferirem outras pessoas, provavelmente algumas não conseguirão sentir o amor e carinho que necessitam, independentemente do quão incrível os seus pais sejam ou possam ter sido. Nós somos seres imperfeitos num mundo imperfeito, e passamos aos outros o que foi passado para nós.

Quando não recebemos o amor necessário a um bom desenvolvimento, ou quando ele é pervertido e cruel, o nosso coração pode sofrer traumas emocionais catastróficos. Um trauma pode instalar-se quando alguma coisa ou algo que já lhe aconteceu, afeta a sua capacidade para lidar com a dor, e a mágoa sentida é superior à sua capacidade de gerar alegria.

Partindo da ideia anterior, não pretendo ser radical ao ponto de transmitir que nós não mudamos enquanto pessoas, ou que não podemos ou não devemos mudar a nós mesmos. Nada disso, o que pretendo transmitir é que para mudarmos a nós mesmos deveremos seguir uma abordagem de sucesso e que possa ser pacificamente aceite, sem que acione o nosso mecanismo de defesa e vá contra o impulso inato que todos temos para defender a nossa imagem e nossa forma de ser.

Por esta razão é mais sensato e autoaceite comprometermo-nos em mudar alguns comportamentos em nós, do que usarmos a frase generalista: mudar a si mesmo.  No final, é isso que se pretende: mudar algo em nós mesmos para melhor.

A reter: A técnica a implementar é mudar através da mudança de comportamentos, o que será melhor aceite por nós. Não nos ofende, não nos diminui a autoestima, nem faz emergir frustração no nosso ego.

mudar

Mude a sua atitude e não a si mesmo

Se percebe que gostaria de ser mais como o seu amigo, ou alguém de referência que considera um modelo, não faça apreciações depreciativas acerca de você. Não se compare pela negativa. Aprecie sim o que gostaria de ver em si mesmo e faça algo que permita implementar esse comportamento, forma de ser, ou atitude que achou poder beneficiá-lo.

Faça o que os adultos deveriam fazer na educação comportamental aos seus filhos. Os pais devem manter o amor incondicional aos seus filhos, mesmo na hora da desaprovação ou repreensão. Por exemplo, se um pai quer reprovar um comportamento de uma criança pode seguir duas vias:

A positiva e construtiva: “O pai não gosta que quanto ficas nervoso comeces a dar pontapés nos teus brinquedos.” – Desaprovação do comportamento.

A negativa e destrutiva: “O pai não gosta de ti quando ficas nervoso e dás pontapés nos teus brinquedos.” – Desaprovação da criança.

O primeiro exemplo é focado apenas no comportamento, o que é correto e assertivo. O segundo exemplo é focado na criança e no seu amor por ela, o que é incorreto e destrutivo.

Cada vez que a autoimagem, autoestima e autovalor é afetado negativamente, pelos outros significativos ou por nós mesmos, colocamo-nos em causa. Podemos questionar o nosso próprio valor enquanto pessoas e com isso denegrirmos a imagem que temos de nós mesmos. Isto pode ter um duplo impacto negativo:

  1. Bota-nos abaixo.

  2. Associamos a nossa desvalorização à incapacidade de mudarmos a nós mesmos, dado que nos sentimos “vitimizados” e consequentemente com uma justificação plausível para não conseguirmos melhorar os nossos comportamentos.

Este ciclo negativo de desvalorização e justificação das incapacidades pode levar a que a pessoa se mantenha “presa” em si mesmo, fazendo sempre mais do mesmo. Gera-se um conflito interno enorme. A pessoa sabe que tem coisas em si que precisam de ser mudadas, que necessitam da sua atenção e dedicação, mas sente-se impotente para fazer algo para sair dessa paralisação, isto porque foi-se acostumando a olhar para si como alguém que não consegue ser eficaz na mudança a que se propõe, devido à sua baixa capacidade para tal. Este conflito interno é alimentado pela dupla desvalorização anteriormente referida.

Dica: Torna-se primordial que tente perceber se os seus hábitos paralisam ou potenciam a sua vida?

Mantenha o seu amor incondicional sobre si mesmo

Para mudar a si mesmo de forma eficaz, assertiva e saudável você deve manter o amor por você mesmo intato. O autoamor incondicional é autoprotetor e promotor de sentimentos positivos e atitudes positivas em favor de nós mesmos. Como pode ajudar-se a si mesmo se estiver contra você? Como pode mudar algo em si mesmo quando a sua autoproteção foi antecipadamente ativada? Que credibilidade dará a si mesmo se não se autorrespeitar? As respostas a estas questões são certamente pela negativa.

Todos necessitamos de um senso de autoestima e de autovalor para que possamos ajudar-nos a nós mesmos a mudar algo em nós. E a melhor forma de fazer isso, é não focarmos a mudança em nós mesmos, mas sim nos nossos comportamentos. Dado que os nossos comportamentos são percepcionados como parte de nós, e não nós mesmos. Evitando desta forma que nos desvalorizemos ou nos autodepreciemos enquanto um todo (o nosso Eu).

Comportamentos indesejados e novos comportamentos

Podemos mudar por duas razões principais. Porque queremos eliminar ou diminuir um comportamento indesejado ou um mau hábito, ou porque queremos implementar um comportamento novo que perspectivamos poder mudar a vida para melhor. Em ambas as situações a capacidade de liderar a nós mesmos é uma ferramenta imprescindível para a obtenção de sucesso.

Certifique-se que sabe o que pretende mudar, foque as suas forças e estratégias nisso e muna-se da força de vontade necessária para auxiliar-se nos momentos de provação. Atenção, a maior dificuldade em mudar algo que percebemos não nos servir mais, prende-se com o fato de termos recompensas associadas, nomeadamente recompensas cognitivas, situacionais, emocionais e físicas.

Por outro lado, quando pretendemos implementar um comportamento ou atitude nova, a maior dificuldade prende-se com o desconforto inicial e com a ausência de um retorno positivo imediato. Por este motivo, você deve estar bem ciente do que quer, porque quer, e qual o benefício a médio prazo. Esta é a sua vida, melhore-a hoje mesmo!

mudar tempo

Invista tempo e dedicação ao que pretende mudar

Para mudar algo, para implementarmos uma mudança significativa de forma efetiva até que se torne parte de nós, é preciso aprender algo novo. E, para aprender algo novo é necessário dedicar tempo a essa tarefa, é preciso praticá-la e persistir nela.

É primordial traçar um objetivo suportado num planejamento e com passos bem definidos que descrevam as ações a tomar. Essas ações devem estar definidas no tempo, serem específicas e acima de tudo dependerem de  você.

para aprofundar o assunto, leia: Planificação e estratégia, duas armas para alcançar o sucesso

Desenvolva a sua autoconfiança para a mudança

Inevitavelmente a autoconfiança joga um papel importantíssimo em qualquer tipo de mudança que queiramos implementar em nós mesmos. Sem um senso de autoconfiança, ficamos à mercê das vicissitudes da vida e das nossas incapacidades, medos e fraquezas. Certifique-se que desenvolve a confiança necessária em si mesmo para poder propor-se ao desafio que uma mudança comportamental exige.

Por vezes, pode passar-se um calvário de pequenos avanços e recuos, e os retrocessos podem ser desanimadores, enfraquecendo-lhe a força que tanto necessita para continuar firme no seu caminho traçado. É exatamente nesses momentos de perda de ânimo que a sua confiança deve impor-se às suas dúvidas, sofrimento ou cansaço.

Estando ciente que a mudança que pretende ver sedimentada irá desafiá-lo, por um lado fazendo sentir algumas necessidades impostas pelos velhos hábitos e por outro, pela ausência de recompensa imediata no novo comportamento ou hábito, e sabendo também que necessita investir tempo e dedicação que permitirá modelar os comportamentos desejados, a sua autoconfiança irá promover o seu sucesso.

Para aprofundar o assunto, leia: 3 Passos e 10 formas para construir a sua autoconfiança

Apoie os seus novos comportamentos

Partindo do princípio de que não existem fracassos mais sim resultados, e estes podem estar de acordo com as suas expectativas ou não, importa focar-se no seu objetivo e ir verificando se os seus comportamentos estão a surtir efeito. Caso não estejam, não personalize, não avalie o resultado pela perspetiva da sua identidade, como se você fosse um falhado.

Foque a sua atenção nas ações que não estão a ser eficazes e melhore-as. Reveja o que não funcionou e pense numa solução. Experimente novas formas de abordar o que pretende ver implementado, até que o resultado obtido seja satisfatório. Até lá, não avalie os seus resultados do ponto de vista do seu valor enquanto pessoa.

Olhe para si como alguém que tem capacidade e habilidade para aprender com os erros e falhas, e seguir em frente. Estimule-se, incentive-se, motive-se até instituir em si mesmo o comportamento desejado. Nesse momento, você mudou a si mesmo, sem focar-se em mudar-se a si mesmo. Essa é a abordagem funcional e promotora de sucesso.

Para aprofundar o assunto, leia: Como aumentar e manter a motivação

Abraço,

Miguel Lucas

Novo usuário?
Comece aqui
Baixe Grátis o e-book “Seja Um Vencedor”
Baixe Grátis o e-book “Seja Um Vencedor”

Preencha os seus dados abaixo e receba esse e outros materiais por e-mail.

Comentários
Avatar for Miguel Lucas
Priscila

Miguel: Muito obrigada pelos seus artigos.
Antes de ler não percebia muito bem o papel de um psicólogo pensava que basicamente ouvia as pessoas.
O seus artigos muito, muito bem elaborados ajudaram-me a perceber que um psicólogo ajuda as pessoas a entender os seus próprios sentimentos a organizá-los e a pôr esses sentimentos na perspectiva correta.
Penso que faz um excelente trabalho…

Avatar for Miguel Lucas
Miguel Lucas

Olá Priscila, obrigado pelo comentário

Fico lisonjeado com as suas palavras. Fico também muito satisfeito com o seu feedback, pois é importante que os leitores percebam a mais valia associada à psicologia.

Aprender a saber interpretar-se e a perceber como funcionamos é sem dúvida uma vantagem que nos permite melhorarmos a nossa vida nas mais várias áreas.

Abraço

Avatar for Miguel Lucas
Priscila Santana

Olá Miguel boa tarde tudo bem?
Você possui um e-mail para contato?

Avatar for Miguel Lucas
Fernanda

Oi Miguel tudo bem contigo? Gostei do seu artigo. Também sou psicóloga e acho que você está fazendo muito bem ao levar a psicologia de forma acessível e interessante às pessoas. Acredito que é assim que vamos provocar o interesse e a curiosidade destas , para mostrar o quanto o autoconhecimento pode nos fazer bem e nos ajudar. A forma como a gente disponibiliza o conhecimento é fundamental. Precisa ser útil, simples e agradável, assim como seu artigo.
Um abraço

Avatar for Miguel Lucas
Miguel Lucas

Olá Fernanda, obrigado pelo comentário.

Fiquei extremamente contente com as suas palavras, pois elas vão ao encontro daquilo que eu acho que é necessário para que a psicologia possa ser uma ferramenta ao serviço da melhoria de vida das pessoas. A psicologia precisa sair à rua, sair das faculdades e dos consultórios e ser transmitida de forma acessível, e perceptível.

É exatamente como descreveu: Precisa ser útil, simples e agradável

Abraço

Avatar for Miguel Lucas
Bruno Calheira

Oi Miguel,

Há algum tempo eu desejava aprender a dirigir, mas tinha muito medo. Meu principal medo era de errar. Eu não me permitia cometer erros. E isso me deixava nervoso, eu errava e entrava num ciclo vicioso, errando mais e ficando mais nervoso. O meu instrutor também não me ajudava: ele me elogiava quando eu fazia tudo certo, mas se irritava quando eu cometia erros. Então desisti. Terminei de fazer o curso, tirei a carteira, mas não tinha confiança para dirigir. Fiquei um ano e meio com a carteira de motorista na mão, mas o medo não me deixava dirigir.
Então, depois de fazer terapia e enfrentar outros problemas, resolvi que eu queria dominar essa habilidade. Queria aprender a dirigir, com confiança. Então eu contratei um novo professor, muito mais calmo e paciente. Eu também mudei de postura: fui mais paciente comigo mesmo: me permiti passar pelo processo de aprendizado e, se eu cometesse alguns erros, tudo bem. O importante era melhorar cada vez mais.
Já estou no final das minhas aulas. E não tenho mais um pingo de medo. Não sou um ótimo motorista, ainda. Mas o importante é que eu tenho a confiança em mim. Sei que eu posso aprender e melhorar cada vez mais.

Um abraço,

Avatar for Miguel Lucas
Miguel Lucas

Olá Bruno, obrigado pelo comentário

Agradeço imenso a partilha da sua experiência. Você nos permitiu verificar que é possível arranjar estratégias para superar as nossas dificuldades e vencer os nossos medos. O principal é sempre ter a noção que existe algo que possamos fazer e que a mudança de postura e de atitude é o primeiro passo para sermos bem sucedidos.

Fico contente com as suas conquistas.

Abraço

Avatar for Miguel Lucas
Regiane

Não sou psicologa, porém aprecio muito a “arte”. Digo arte porque fazer as pessoas se descobrirem quem de fato são e acreditarem que são capazes de mudar suas vidas desenvolvendo seus pensamentos e se descobrindo a cada segundo, considero como a maior vitória ou topo mais alto que alguém pode alcançar. De nada vale ter o mundo aos nossos pés se não soubermos quem de fato somos…se nâo tivermos controle sobre nossos pensamentos jamais seremos capazes de enchegar que a felicidade estão nas coisas simples e belas da vida… A humanidade precisar evoluir sua mente, e o primeiro estágio é acreditar em si, na capacidade ser ou realizar os que quiser. Muitas pessoas estão atrofiadas por que não acreditam que são capzes de realizar seus sonhos… Entregam-se a desistencia fazendo dela a justicativa para seus fracassos. Todos temos a mesma capacidade de realizar, o que diferencia nos um do outro é a determinação… A determinação conduz-nos aos topos mais altos do mundo e a falta dela nos faz caminhar nos vales obscuros da nossa propria vida..

A humanidade precisa para se esconder em conceitos alheios e começar a criar seus proprios conceitos pessoais… Ou seja, gastar em se conhecer. Dar oportunidade a si mesmo ou ser humilde para pedir ajuda.

Viva os psicologos! Sou fã incondicional de pessoas evoluidas ****

Avatar for Miguel Lucas
Miguel Lucas

Olá Regiane, obrigado pelo comentário

Agradeço imenso a sua reflexão cheia de sentido. É exatamente como você disse, é necessário acreditar em nós. Isso faz toda a diferença. É importante percebermos que não podemos evitar que nos surjam alguns problemas, mas podemos sim, encontrar a melhor forma de resolvê-los, ajudando a nós mesmos.

É isso que me esforço por ir transmitindo nos meus artigos.

Concordo novamente consigo na ideia que temos de investir tempo em conhecermo-nos a nós mesmos.

Tudo de bom para você

Abraço

Avatar for Miguel Lucas
Nilson Araújo

Demorei alguns dias … “deixando para daqui a pouco” para ler este artigo mas valeu muito mais a pena do que eu esperava, li ele por acaso esta noite “tentando um aquecimento para ler mais e estudar melhor etc” e foi bem interessante eu gosto de psicologia, tentar entender a mim mesmo e me ajudar e neste caso o texto veio bem a calhar.
Tenho lhe uma pergunta:
Psicólogos como todos os seres humanos temos problemas a diferença é que vós conhece “a receita do que deve ser feito para a ocasião”, então me pergunto… Quando você ou outro da mesma área, tem algum problema seja ele Grande na visão geral ou Pequeno em particular, vocês agem da mesma forma que falam para as pessoas agirem? Por exemplo raiva exagerada estando você sem problemas aparentes ou algo do tipo que entre a frase “faça o que eu falo mas não faça o que eu faço”.
Pergunto isso pra ter ideia se psicólogos são “mais tranquilo” ou lidam melhor com a vida como um todo diferente de nós meros mortais.

Avatar for Miguel Lucas
Miguel Lucas

Olá Nilson, obrigado pelo comentário.

Fico contente que o artigo possa ter-lhe trazido esclarecimento.

Relativamente às questões, os psicólogos são pessoas com os mesmo problemas que todas as outras pessoas. O nosso conhecimento por si só pode não ser de grande utilidade para nós mesmos. No entanto, se pegarmos no nosso conhecimento e tivermos intenção de experimentá-lo nas nossas vidas, praticá-lo e adotá-lo, aí sim, poderemos gerir melhor alguns sentimentos negativos como a raiva, tristeza ou angústia.

De qualquer forma todo e qualquer pessoa pode aprender a regular melhor os seus sentimentos, pensamentos e comportamentos e consequentes reações a situações vida.

Abraço

Avatar for Miguel Lucas
Marilia Schein

Miguel,

Mais um post bem reflexivo e inteligente.
Me faz repensar em vários hábitos e comportamentos que preciso mudar.

Avatar for Miguel Lucas
Miguel Lucas

Olá Marilia, obrigado pelo comentário.

Fico contente com o fato do artigo despertar em si a reflexão. Não se esqueça da prática 🙂

Abraço

Avatar for Miguel Lucas
Comissario

Eu estive Aki, e li todo o texto

Avatar for Miguel Lucas
Sérgio

Olás!
Interessante o artigo, como é interessante a visão que tenho a meu respeito. Sou meu maior inimigo, sou meu critico e sou meu próprio vingador. Ao perceber a matéria pude perceber também a necessidade de mudanças. Nunca é tarde para nos amarmos, nunca será tarde para aquele que deseja realmente mudar. Um ciclo desvairado, audacioso e sem perspectiva de sucesso. É a guerra que existe entre nós próprios, os vícios que adquirimos ao passar dos anos, é a preguiça instalada em nós para darmos o primeiro passo. Por hora tudo está perdido e por outra há a necessidade de dias melhores. Hoje estou descrente nas pessoas, hoje estou descrente que existam pessoas íntegras, pessoas que busquem o melhor do humano. Um desabafo? talvez… O problema é que hoje não consigo perceber a humanidade como algo bom, como algo evolutivo ou como algo pensante. As vejo como sendo robôs, comandados por esse materialismo ridículo, que nos prende, que nos faz seres demagogos.
A minha necessidade de mudar consiste em começar a acreditar que existam pessoas boas, que esse materialismo não muda o interior do ser. Algo louco para um homem louco! Sonho com pessoas mais humanas e menos superficiais, sonho com um mundo melhor para todos, sonho com pessoas que amem as outras não pelo que possuem, mas pelo oque são. Sonhos, apenas sonhos…

Avatar for Miguel Lucas
Miguel Lucas

Olá Sérgio, obrigado pelo comentário

Agradeço imenso a sua reflexão e desabafo.

O Sérgio fez um bom apresentação acerca dos condicionalismos que vamos acumulando ao longo de uma vida. Percebeu também isso, e entendeu também algumas das razões que o conduziram para aí. Mas acima de tudo percebeu também como pode mudar aquilo que o tem vindo a travar e a impedir a vida que pretende ter.

E sim, acredito que um passo a ser dado é voltar a acreditar nas pessoas. Comece por si mesmo, acredite que capaz de implementar em si mesmo aquilo que pretende e pode servir para ajudá-lo a percorrer o caminho que quer. oriente-se por o que quer e não por aquilo que detesta ou que não gosta.

Abraço

Avatar for Miguel Lucas
Margareth Cruz

Olá Miguel, quanta satisfação!!! Olha eu amei esse artigo, estou conhecendo hoje a escola Psicologia e percebi o quanto ela me será útil, pois estou justamente nesse processo de mudança. Há algum tempo venho notando o quanto minhas atitudes e meu comportamento estavam me prejudicando, parecia que estava parada no tempo, me iludia achando que tinha resultados positivos, mas no fundo, bem no fundo era uma ilusão que me machucava muito. Mas hoje busco outros caminhos e já consigo perceber as mudanças, tenho plena convicção de que seus artigos serão de extrema importância para que eu continue essa caminhada rumo a minha paz de espírito.

Grata e que Deus te ilumine!!!

Avatar for Miguel Lucas
Miguel Lucas

Olá Margareth, obrigado pelo comentário

É uma enorme satisfação saber que posso contribuir para o seu esclarecimento. Fico igualmente contente por saber que percebeu algumas das ilusões da sua vida que a têm prendido no mal-estar. O primeiro passo está dado, agora é continuar essa caminhada. A vida é uma construção da qual temos as ferramentas que podem ajudar na modelagem da nossa peça e/ou resultado pretendido.

Força e convicção

Abraço

Avatar for Miguel Lucas
Pedro Vieira

Eu errei várias vezes , os problemas de uma relação cairam em cima de mim , pareco um humano sem alma .. Quero aprender-me a redimir , mas as pessoas já nao acreditam em mim , eu não contava tudo que estava a fazer . A minha namorada não acredita em mim , e eu quero e queria muito redimir-me e mostrar a ela que mudei realmente , mas já nem sei .. eu tenho a mente positiva , porque acredito que consigo mudar por ela e por nos . mas será que ela esta disposto ? porque a vista dela eu so sou um mentiroso e nao passo disso . queria redimir-me e que para 2013 eu consiga ser uma melhor pessoa . mas nunca consigo mostrar o que sinto as pessoas … porque ?

Avatar for Miguel Lucas
rosa

OK( Nem sei como vim parar a este site…) –‘
SÓ quero dizer que os artigos que pode ler agora mesmo derem- me uma certa orientação para a minha vida , sabe as vezes pareçe que sou "aquela" sem personalidade, que deixa toda a gente passar por cima…será que sou " boa" de mais?’.. e talvez por isso as pessoas abusam da minha pessoa e amachucam-me como se eu fosse uma simples folha de papel. Já tentei ser " má", mas ,não, não consigo simplesmente não me sinto bem , e por mais estranho que pareça a ideia de magoar alguém é horrível para mim, resumindo não sei o que fazer, como fazer ou agir , digamos que ainda estou à procura do meu verdadeiro EU……………………………..

Avatar for Miguel Lucas
fabiana ambrosio

Adorei seu artigo.Realmente
me ajudou muito….

Avatar for Miguel Lucas
Ingrid

Oi Miguel, tudo bem? Gostaria de dizer que suas publicações são fantásticas e estão promovendo resultados significativos em mim. Sempre que me sinto insatisfeita com minhas atitudes ou com os meus relacionamentos, recorro até esse site e leio diversos temas… Nossa é inefável a capacidade dos psicólogos de fazer com que as pessoas se encontrem dentro de si mesma! Parabéns pelo ótimo trabalho!

Avatar for Miguel Lucas
sandra

sem mais delongas..obrigada pelo excelente artigo..um tapa na minha orelha que muitas vezes achei ”eu to certa o errado é ele”.nada como sabias palavras e uma mente dura mas que percebeu que pode ser mudada sim, cheguei a conclusao que nao quero e nem preciso ter razao sempre ”EU QUERO É SER FELIZ”
Mais uma vez obrigada!

Avatar for Miguel Lucas
maria celia teodoro dos santos

Obraigada Miguel Lucas, a cada mensagem sua, aprendemos um pouco mais..Valeu! Abração!

Avatar for Miguel Lucas
Victor santos

ola Miguel comprimentos sou um pouco atrasado quanto ao ensino graduado pois tenho só a 4º classe antiga.mas uma coisa que sempre me dediquei a maior parte d tempo foi a descobrir o meu eu nunca chego a uma conclusão pois me pergunto sempre quem sou eu como as pessoas me vêem como me apreciavam eu vendo no lugar de uma pessoa estranha vendo a mim mesmo o meu Deus o que tenho que fazer para conseguir tanta nitidez e foi então que por acaso entrei neste site e comecei a ler o seu artigo e olhe muito obrigado por me revelar tanta coisa oculta no meu eu -fiquei a conhecer me melhor e a traçar outros caminhos e para chegar mais perto da pessoa que eu desejo ser e verme nesse papel pois e ai que eu não consigo ainda la chegar mas o caminho e esse mesmo que o Miguel me ensinou a traçar .abraços e continue e ensinar os caminhos bons que tem o nosso eu e noz mesmo..victor

Avatar for Miguel Lucas
David

Também adorei o artigo vou tentar implementar apartir de hoje .

Avatar for Miguel Lucas
Ângelo da Piedade

Gostei imenso, atingiu as minhas expectativas, vai ajudar-me muito

Obrigado

Avatar for Miguel Lucas
NATANAEL ESTEVAO CORRÊA

OLÁ MIGUEL LUCAS! ESTOU IMENSAMENTE GRATO PELO SEU TEXTO. HÁ TEMPOS VENHO TENTANDO MUDANÇAS, MAS SEMPRE ESTACIONO NA PRIMEIRA ESTAÇÃO, COM TODAS AS SENSAÇÕES NEGATIVAS QUE VOCÊ MENCIONOU. DE FATO, QUANDO PENSO EM MUDANÇAS NÃO FOCO NAS ATITUDES, MAS EM MIM MESMO. AGORA SEI QUE É NISSO QUE A MAIORIA DAS PESSOAS ERRAM!!! PASSAREI A VER "MUDANÇA" PELA SUA ÓTICA. SEI QUE VAI DAR CERTO! MUITO OBRIGADO!!!!

Avatar for Miguel Lucas
Maísa Gama

Olá Miguel.

Procurando uma citação sobre a possibilidade de mudança, encontrei-a em seu artigo. E olha, q pequena grande citação, hein?
“Você não pode mudar o que você é, só o que você faz.” de Philip Pullman.
EXCELENTE!!!
Abs. e prazer!

Avatar for Miguel Lucas
Rafael Borges

Esse é segundo artigo seu que tenho lido, e em minha mente tenho gerado motivação para ser feliz, tenho muitas vezes medo de errar, de receber criticas (Sofri muito Bullying na infância), talvez tenha sido isso um dos causadores de não ter hoje, uma boa auto-confiança e auto-estima! mais não quero mudar quem eu sou, apenas melhorar aquilo que tem que ser melhorado e sempre saber que posso errar, mais que posso me levantar e tentar de novo até conseguir obter o objetivo final #PazInteriorCompleta

Avatar for Miguel Lucas
Lucilene

Fico horas lendo os seus artigos. São ótimos e me ajudam muito. Obrigada.

Avatar for Miguel Lucas
Edson Matias

Miguel,
Eu acompanho os assuntos que voce posta há tempos. Eles são ótimos, diretos esclarecedores.
Eu sempre recomendo seu site às pessoas do meu contato.

Abraço. Saúde e sucesso. Desejo que continues sempre escrevendo tão bem.

Avatar for Miguel Lucas
Ana

Gostei muito do artigo é muito esclarecedor.
As mudanças ocorrem a partir das atitudes o medo faz com que fique paralisados.As decisões podem aprisionar ou libertar , mas é a partir da mudança e da aceitação que isto gera em nossas vidas pode fazer um final feliz.Parabéns.

Avatar for Miguel Lucas
joyce

ola miguel me explica comportamentos de lideres que usa liderança pra grita humilhar pessoas,e que abusam da autoridade,quando alguem acima dela esta perto ela baixa a voz fica humilde,mas quando um lider acima dessa pessoa nao esta perto ela vira o ficho… e sinceramte essa pessoa nunca fez nada pra mim mas eu nao aceito que ninguem humilhe outras pessoas, acho que o maior mandamento de DEUS e amar o seu proximo, mas nao e amar so quem a gente quer mas amar quem nao merece tambem, ela usa autoridade faz o que faz e depois faz todo mundo pagar o pato por ela , so pra ela sair de boa eas outras pessoas ate mesmo quem tava queto no canto pagar pelo erro dela, como se ela tivesse certa em tudo que fez, me explica pelo amor de DEUS esse comportamento…( PRA EU NAO FICA PENSANDO QUE E A UNÇAO DO DIABO QUE ELA TEM)

Avatar for Miguel Lucas
João David

Agradeço por sua vontade em compartilhar tantos conhecimentos de forma tão pratica e autoexplicativa. Mudar padrões de comportamento que estão fixados de forma tão profunda em nosso ser e um grande desafio. A cada dia com a força da minha fé estou aberto ao treinamento de ser mais positivo e me sentir mais capaz de criar novos caminhos mais felizes nessa existência. Obrigado por usar seu dom como ferramenta para curar várias pessoas com sentimentos confusos, Deus se alegra com sua ações!

Avatar for Miguel Lucas
Ramon Barros

Gostei muito dessa página. Parabéns Conte com nossa divulgação. Podemos divulgar em nosso site citando as fontes??

Avatar for Miguel Lucas
Márcio Lima

Caríssimo muito boa tarde , tenho um dilema em mão pois sou um jovem sucedido profissionalmente e tenho as minhas necessidades basicas satisfeitas, tenho uma parceira que so pensa em festas chegando ate ao ponto de ir domingo e sair as 6:00 da manha de segunda e ir ao serviço as 7:00.
Foram muitos mas muitos os concelhos avisos e nada. Ela se sente bem assim , sou tao consciênte que sei que para ela nao sou prioridade para ela esta primeiro depois as amizades e depooooois venho eu. De tanto lutar comecei a ficar com pena de mim , e decidi nao ir a favor nem contra. Eu vou mudar nao vou ligar preocupado, ou fazer mimos supérfluos apenas cumprir com obrigacoes de namorado. Gostaria da vossa opinião será que estou no bom caminho ? Pois acredito que o fruto só cai da árvore quando está maduro.

Avatar for Miguel Lucas
Alessandra

Olá,
Achei muito interessante e esclarecedor esse post sobre comportamento, pois me trouxe uma nova perspectiva de como explicar aos meus filhos adolescentes, sobre o quanto a auto estima é importante, sucesso, sobre hábitos ,escolhas que fazemos e as mudanças que nos permitimos fazer para melhorar nossas vidas.Parabéns pelo seu trabalho!

Avatar for Miguel Lucas
luceni

bom dia! Adorei o seu trabalho.

Avatar for Miguel Lucas
Bel

Muito bom! Eu estou tentando mudar comportamentos a respeito de relações afetivas com homens, que é o meu ponto de mais mobilização emocional. Sei que é possível! E vou conseguir! 🙂 Muito bom o artigo, parabéns!

Avatar for Miguel Lucas
Beth

Oi ! Parabéns pelo esclarecimento a respeito de mudança de atitude e não de desvalorização de mim mesma.Sempre sofri com o complexo de inferioridade, sentindo-me sempre incapaz inclusive de amar as pessoas entranhavelmente ,incapacidade de conter meus ímpetos de raiva, isto faz-me sentir pequena,mas posso mudar algumas atitudes outras sei que vou precisar de um profissional como voce, Obrigada!!!

Avatar for Miguel Lucas
claudiane

Ola, vc e uma pessoa realmente muito capacitada esta de parabens.
eu venho tentando mudar meu jeito de ser des de que me entendo por gente, nunca fui aceita pela sociedade em si, nao tive apoio e incentivo dos meus pais talvez pelo fato de meu pai nunca ter sido muito ativo em nossas vidas, e o fato de minha mãe ter transferido todo amor para minha outra irmã casula após a morte de uma mais nova, minha irmã mais velha sempre se virou do jeito dela, mas apanhava todas as noites, por ser desobediente e fazer coisas errada, e eu nunca quis isso pra mim no entanto reprimia em mim a vontade de viver, por anos eu me escondi do mundo, finjia me amaar, mas o que queria era gritar, hoje curso uma faculdade a qual fui meio que obrigada pela minha irmã mais velha que me sustenta, e como batalha minha irmã, meus pais se separaram e foram cuidar de suas vidas construíram nova familia, só que eu ainda me escondo atrás de uma mascara, não tenho animo pra nada, eu gosto da área que estou na faculdade mas durante o curso me sabotei tanto que perdi meu financiamento e junto a faculdade, estou determinada a mudar não por eles mas por mim cansei de viver me. Escondendo do mundo,, e não e justo aos vinte e cinco anos eu não ter nada. Na. Vida, sou ótima pra ajudar os outros, mas ninguém sabe que preciso de ajuda, uma vez passei mal de dores no coroaçãoe o mmédico disse que era estresse. E minha irmã mais velha disse que eu não tinha nada que preocupá, eu cuidava do filho dela que babá nem uma dava conta, tinha a faculdade a qual não conseguia me concentrar e os horrores que se gastava lá, e eu não tinha como pagar, aquilo tavaa me destruindo, só que não quero mais isso pra mim, e depois de ler isso compreendo o que eu fazia comigo mesma isso mudou minha percepção e enfim vou mudar por mim, pq já não dá mais pra finjir q esta tudo bem obrigada, VC mudou minha vida.

Avatar for Miguel Lucas
Geraldo

Em primeiro lugar, gostaria de agradecer pelo artigo em geral. Nele contem informações precisas e de fato, importante. Psicologia estuda os comportamentos dos seres. E ajuda a nos entender e a nos conhecer, bem como aprender a lidar com vários tipos de comportamentos e ações desejáveis ou não. Sempre tive vontade de fazer um Curso visando essa área, mas não tive oportunidade. Resumo, é uma pena que muitas pessoas que precisam de ajuda não correm atrás dessa ajuda. Por medo, vergonha, ou como você exemplifica como fatores negativos. Parabéns, aprendi a me conhecer um pouco mais. Temos que acreditar mais em nós mesmo, devemos tomar iniciativas para mudança que há dentro e fora de nós mesmos. É necessário que tenhamos em mente que somos seres que precisa num momento ou em outro de uma ajuda, porém somos orgulhosos e com isso, fechamos nossos meios de abrir o coração e o sentimento para mudar. Aprendi e ainda estou aprendendo a me conhecer mais e melhor. Afinal: à vida muda quando a gente decide mudar.

Avatar for Miguel Lucas
veronica coutinho

Ola miguel fiquei muito satisfeita om seu artigo e queria que vc me ajudar as minhas atitudes com uma nova mulher.

Avatar for Miguel Lucas
João Alves Filho

Prezado Miguel. Muito boas essas suas orientações. Realmente, quando focamos apenas nas pessoas, em si mesmas, as mudanças tornam-se mais difíceis de serem implementadas. Outra conclusão que cheguei com a sua prestimosa reflexão: Se tivermos como ingredientes para a iniciar uma mudança em nós, apenas pela " rejeição e o ódio" que o próximo tenha de nós, então estaremos fadados ao fracasso e ficaremos no mesmo lugar, se vitimando, ou então se deprimindo. E isso, por mais que agente não consiga perceber, é um comportamento negativo também, o qual é contra nós mesmos. Agora, o grande problema, é a tal da "força de vontade". Acho que para termos esse ingrediente, é necessário, que tenhamos bem claro, o que queremos mudar, o porquê mudar, e quais benefícios advirão dessa mudança, como muito bem você disse. Penso, que, como muita objetividade, sem perder o foco, é possível "dominarmos a nossa vontade em não querer viver naquela naquela situação conflituosa". Parabéns!

Avatar for Miguel Lucas
Suzana Lucas Sitoe

Muito agradecida Miguel Lucas, encontrei este artigo por acaso pois estava a procura do "Papel do Psicólogo Organizacional na motivação das pessoas nas Organizações" e gostei bastante. Dizer também que estou a cursar Psicologia Organizacional; esta informação será útil para o meu trabalho e para a minha vida pessoal pois vou implementar o que apreendi.
Obrigada de coração.

Maputo-Moçambique

Avatar for Miguel Lucas
LUZINÉLIA RIBEIRO

Realmente é um artigo muito rico em reflexão para quem quer mudar,para vencer nunca é tarde fazer uma auto avaliação.

Avatar for Miguel Lucas
Ana Caroline

Você é incrível, sério! Amo demais, demais o site!

Avatar for Miguel Lucas
maria inez

Adorei seu artigo, estou trabalhando há 33 anos e quero muito me aposentar, e já posso, mas ao saber do valor da aposentadoria, murchei, sequer posso pensar em fazer um plano de saúde aos 58 anos, levaria metade do meu salário de aposentada. Minha empres é muito boa, mas tem muito mais trabalho do que pessoas para realiza-lo e isso está me frustando, pois a toda hora somos cobrados para trabalhar fora da hora e finais de semana, eu só queria trabalhar no meu horário só isso .
Bem desculpe o desabafo, mas não sei o que fazer, fico numa inércia, numa apatia , venho trabalhar me arrastando e olhando a hora a todo momento , para ir embora, e nunca fui assim, talvez realmente tenha chegado minha hora de sair, o fato de ter perdido minha mãe recentemente, tambem ajuda na apatia e tristeza ,mas sempre fui uma pessoa alegre e positiva, espero que seja uma fase ,e que tudo fique bem, parabéns pela sua colocação e obrigada por partilha- la conosco

Avatar for Miguel Lucas
Aline

Você me ajudou muito, não sab o quanto. Eu cheguei muitas vezes a odiar a mim mesma, mas agora vejo que estava olhando tudo desde uma perspectiva errada. Muito obrigada 🙂

Avatar for Miguel Lucas
Daniel

Ola

Achei muito interessante o seu artigo quero e preciso de ajudo para mudar algumas coisas em meu comportamento porem não sei como inicia estás mudanças. Tenho recebido de meus gestores algumas dicas de pontos que deveria ser modificado como por exemplo sou uma pessoa que gosto muito de falar e expor minhas opiniões porem muitas das vezes com isso não permito que as outros exponha as opiniões delas e isso tem me atrapalhado profissionalmente gostaria de ter sua ajuda pois vi através da sua matéria uma grande oportunidade e executar esta mudança de maneira solida e sustentável.

O meu email esta cadastrado. Se o senhor puder me ajudar eu ficaria lisonjeado

Desde-já agradeço.

Avatar for Miguel Lucas
caio

Sensacionaaaaal!
Eu acho que a vida e assim mesmo. Não mudamos a nossa essência, mas podemos modificar a forma como ela se espalha.
Todos os dias podemos aprender mais, só não conseguimos quando não nos permitimos.

Avatar for Miguel Lucas
Raphael

Sou super fã deste site, e ultimamente tenho vindo por aqui bastante vezes, e aprendido muito com as matérias, que são sempre muito clara no que querem passar e em muitas vezes, é o que estou precisando ler… me ajuda muito, e continuem assim, trazendo-nos a psicologia, a ajuda que tanto precisamos de uma forma clara e descomplicada e de acesso fácil para tdos (se possível for).

Abraços, fique com Deus, feliz 2017

Avatar for Miguel Lucas
Jéssica Figueiredo

Oi, gosto muito desse site mas podia ter um visual melhor! Os textos são muito longos, eles podiam ser apresentados de maneira mais gostosa pra ler, como um ebook online ou um medium (https://medium.com/). Se precisar de ajuda, trabalho com sites, podemos ver um orçamento sem compromisso. Email: jessicambf1@gmail.com

PS: sempre visito aqui, adoro o site!

Avatar for Miguel Lucas
Gleiciane

Nota 100000!!
Eu estava perdida, sem acreditar em minha melhora, e já venho praticando durante um tempo, eu começo bem mas pouco não demora a voltar com o comportamento antigo.
Simplesmente sensacional, me sento dentro do texto..
eu imprimir e vai andar comigo em minha bolsa, e vou praticar.. Parece até coisa de Deus antes de pesquisar eu estava a procura de uma luz…
Acabei por encontrar!
Obrigada,
Abraços!

Avatar for Miguel Lucas
Antonio

MUITO BOM .me identifiquei em muito do que li,deu – me novo entendimento, essa é pra mim a verdadeira psicologia ,deu nova visão perspectivas alcançar resultados positivos em meus intentos.

Deixe o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *