Medo de falar em público: Saiba como melhorar!
Psicologia Comportamental 22/09/2016

Medo de falar em público: Saiba como melhorar!

Miguel Lucas Publicado por Miguel Lucas

As pessoas que sentem medo de falar em público, a grande maioria não está relacionado com situações em que se tem de falar perante multidões. Pelo contrário, muitas pessoas ficam temerosas em situações menores do dia a dia. Sentem receio a falar frente a frente, num pequeno grupo de pessoas, ou até mesmo para pedir uma indicação lhes causa um terrível incómodo. Uma pessoa pode ficar nervosa durante uma reunião, quando os colegas de trabalho têm de interagir com ela. Ou pode ficar ansiosa ao apresentar-se  a novos colegas.

Exemplo de um relato: Quando eu fiz a defesa de tese, todo o tempo os meus joelhos estavam tremendo, e as minhas mãos suando. E isso foi apenas na frente do meu orientador e dois membros da comissão. Por dentro, principalmente no começo, eu estava gritando “me tira daqui“.

Cascata de sintomas físicos e pensamentos negativos

As pessoas também podem ficar ansiosas em situações ou atividades na comunidade. Há pessoas que ficam ansiosas na igreja, quando convidados a fazer uma leitura ou um elogio, ou mesmo quando se faz um brinde. A ansiedade pode disparar quando algumas pessoas  falam com alguém que represente a autoridade.

Aquilo que as pessoas mais temem relativamente à tarefa de falar em público é a sua própria reação física e que outros irão notar os seus sintomas. Os sintomas podem incluir uma voz trémula, sudorese, tremores, rubor facial, dificuldade em recuperar o fôlego, tonturas, náuseas, problemas gastrointestinais e outros.

Para além da cascata de sintomas físicos provocados pela ansiedade gerada pela dificuldade de estabelecer um diálogo, a mente pode também ser inundada com pensamentos de medo. Estes pensamentos automáticos negativos como: “As outras pessoas vão pensar que sou estúpido porque gaguejo e fico agitado quando falo” ou “Como é que eu vou sair dessa?

Ao iniciar-se este ciclo vicioso do corpo/mente gera-se dúvida nas capacidades para lidar de forma eficaz com as situações. Quanto mais sintomas corporais se fizerem sentir, mais alerta a mente fica, e consequentemente mais medo é sentido e mais o corpo amplifica esses sintomas.

Como resultado, muitas pessoas tentam o seu melhor para evitar falar em público. O evitamento proporciona alívio imediato, mas é temporário e prejudicial. Para além de afastar a pessoa das suas tarefas e necessidades, irá reforçar ainda mais o comportamento de evitamento de situações desagradáveis, dado que quando evita falar em público os seus sintomas negativos diminuem, gerando um sentimento de bem-estar, mas aumentando o problema original (mais medo de falar em público).

Felizmente, existem muitas maneiras saudáveis que você pode aprender e diminuir o pânico de falar em público. Em seguida apresento algumas estratégias para aprender a lidar com a ansiedade e medo, assim como para reforçar a autoconfiança e a autoestima:

O seu corpo e a ansiedade

Dado que as pessoas que sofrem de medo de falar em público ficam usualmente muito preocupadas com o que está acontecendo no seu corpo, é importante a prática de estratégias para diminuir os sintomas físicos.  O primeiro passo é parar de temer as reações físicas, pois esse medo aumenta ainda mais a intensidade  dos sintomas. Observe essas sensações sem se exaltar, aceite os sintomas e aguente a onda de ansiedade.

Para que possa conseguir fazer isso é preciso relembrar-se que embora o sintomas sejam desagradáveis, eles não lhe podem causar dano nenhum, não irão prejudicá-lo. Depois de um pico de intensidade máxima dos seus sintomas, eles têm inevitavelmente de reduzir.

medo de falar em público

A respiração

A respiração é outra fator importante a ter em consideração. Muitas pessoas nas situações agudas prendem a respiração ou respiram muito rápido, de forma  irregular e superficial. Essas sensações criam uma reação de emergência no corpo. Aprender algumas técnicas respiratórias de forma controlada e voluntária é um recurso importante para a diminuição dos sintomas físicos desagradáveis.

Exemplo prático:

Respire, inspire e expire enquanto pensa em algumas imagens ou pensamentos que induzam uma palavra como, “estou calmo” ou ” relaxa”, ou “ok descontrai”. Expire lentamente e expire totalmente. À medida que inspira pense na palavra escolhida, e quando expira tente livrar-se da tensão, stress ou medo. Para aprofundar este assunto, leia o nosso artigo: 10 técnicas poderosas de relaxamento.

A técnica de respiração agregada às sensações de relaxamento minimizam a tensão no seu corpo. Quando estamos com medo, os nossos músculos ficam mais contraídos e tensos, porque estamos em guarda, ficamos prontos na iminência que algo aconteça. Quando você está tenso, o seu corpo pressente o perigo.

Quanto mais consciente tiver desse estado, mais facilmente e de forma deliberada irá conseguir relaxar a tensão no corpo, ao descontrair o corpo, mais ele dá a mensagem para  si mesmo que já não existe necessidade de proteger-se contra o perigo inicial.

A expressão corporal

A sua postura e expressões faciais jogam um papel importante na expressão do seu medo. Quando uma pessoa está relaxada e confiante, os seus ombros estão abertos, a sua postura é ereta e esboça-se um sorriso suave. Mas, quando você está com medo, a sua postura é mais fechada, todo o corpo colapsa, você quer ser invisível. O seu rosto  expressa tensão, sobrolho franzido, testa enrugada, maxilares fechados.

Em vez disso, consciente e deliberadamente adote uma postura confiante e relaxada, enviando mensagens para o seu corpo de que tudo irá correr bem e que está capaz de lidar com o desafio entre mãos. Desta forma você aciona a parte mais primitiva do seu cérebro, enviando a mensagem para si mesmo: “não há perigo aqui”.

A sua mente e o medo

Para ajudar a sua mente a tornar-se numa aliada de confiança e a aumentar a sua consciência e diminuir os pensamentos automáticos prejudiciais é necessário tonar-se mais consciente  dos seus processos de pensamento e do diálogo que tem consigo mesmo. 

É imperativo implementar formas de autodiálogo mais positivas e construtivas, afirmando formas de lidar com os seus medos e ao mesmo tempo agir de acordo com isso.

Esta forma de descrever a ação de forma virada para a solução, redireciona a sua atenção para a sua estrutura mental positiva e consequentemente dá-lhe de volta uma sensação de capacidade para executar a tarefa temida. A ação de execução da tarefa sobrepõem-se ao medo. Mesmo com a noção de dificuldade presente, a sua atenção está agora focada no processo que tem de realizar. Para aprofundar este assunto, pondere ler o artigo: Abandone a preocupação, passe à ação

O medo, na grande maioria das vezes distorce a realidade. Se for um medo construído nas suas inseguranças, você vai acreditar que aquilo que está sentido não o deixa realizar o que pretende e pode conduzi-lo a pensamentos do tipo “se eu perder a noção do que estou dizendo, eu vou parecer um idiota e perder a credibilidade e o respeito de todos.”

Na realidade, embora seja desagradável perder a sua linha de pensamento, “não é uma catástrofe” e a probabilidade de perder a sua credibilidade e respeito pode revelar-se muito baixa. Mesmo que possa temporariamente esquecer algo, as pessoas nem sempre são castradoras, com calma e foco é possível  recuperar de novo a linha de raciocínio.

Na pior das hipóteses, mesmo que perante esse pequeno incidente algumas pessoas possam julgá-lo, você teve a oportunidade de fazer o que tinha de ser feito, seguir em frente e comprovar que mesmo com algum sentimento de medo e um ou outro pequeno percalço é possível cumprir aquilo a que se propôs.

Poder de foco

Então, tal como podemos concluir, uma parte importante para o treinamento da sua mente é o poder do foco. Quando estamos com medo, a nossa mente tende a fixar-se nas coisas que são assustadoras para nós, como os sintomas do nosso corpo ou no auto-julgamento. E, para o bom e para o mau, aquilo em que nos focamos expande-se.

Desta forma, se nos momentos que antecedem a exposição pública você se focar em coisas que o façam sentir-se vulnerável  ??e fraco, todos os seus receios aumentam até ao ponto da incapacidade, fazendo a sua mente gritar: “não consigo, tenho de sair daqui”. Regride-se a um estado infantil, sentindo-se impotência.

Em vez disso, concentre-se em coisas que façam parte do processo de interação ou de exposição física e verbal. O seu foco depende de si. Foque-se em alguns dos seus pontos fortes, faça com que eles se expandam. Visualize-se numa situação difícil e como os seus pontos fortes o ajudariam a ultrapassar essa dificuldade.

Posteriormente construa um cenário de sucesso e o que seria necessário fazer para que você fosse bem sucedido. Simule mentalmente o seu desempenho. Simule e visualize-se a ultrapassar os seus receios e relembre-se daquilo que usou para o ajudar. Essa será a sua estratégia de eficácia e segurança.

Dica: Diga a si próprio, “mesmo sentido sensações desagradáveis e este medo irracional, eu irei conseguir executar aquilo que necessito e quero, pois sei o que fazer e naquilo em que me focar para ser bem-sucedido“,

Quando as pessoas estão ansiosas, tendem a perder a sua perspectiva. Sentem que tudo o que fazem é monumental e tudo é muito arriscado. Mude a sua perspetiva. Imagine qual a importância desse pequeno acontecimento daqui a 5 ou 10 anos? Provavelmente não terá qualquer relevância, ou se tiver será ínfima.

Dica técnica para executar: Com isto em mente, foque-se nas estratégias necessárias à execução de um bom desempenho. Junte a essas estratégias, as técnicas de respiração e relaxamento, assim como uma boa expressão corporal. Coloque-se nesse estado. Faça isso. Certamente a sua atitude mudou. Você passou a expressar uma atitude positiva. Sente-se agora mais capaz de enfrentar os seus receios. O seu corpo ficou mais vigoroso, mais ereto, a sua expressão facial abriu-se, o seu discurso mais fluído e a sua voz mais segura. Certamente todo o seu corpo transmite-lhe confiança. E a confiança é a antítese do medo.

O seu espírito

Espírito, significa a relação que você estabelece consigo mesmo, como os outros e com o mundo, e não ser-se religioso. Isto numa perspectiva psicológica. O nosso medo está relacionado com as preocupações do ego, expressando autofoco e proteção a nós mesmos. Se pretendemos dar uma boa impressão de nós mesmos e preocuparmo-nos com o que os outros irão pensar acerca de nós, poderá inflamar o medo.

Como a forma de nos relacionarmos passa pelo contato com os outros através da nossa linguagem verbal e não verbal, cada vez que temos de interagir e falar com outros, é quase como se a nossa autoestima estivesse na linha de fogo.

Se o nosso espírito, ou estado mental for receoso, então o que descrevi anteriormente faz sentido. O nosso espírito será tomado pelo medo, e a nossa auto estima passa a estar na linha da frente da batalha que pretendemos enfrentar. E o resultado, como podemos imaginar, é levar uns tiros nos próprios pés.

Uma ótima maneira de elevar o seu estado de espírito é conectar-se às pessoas e ao seu propósito. Isto porque  quando estamos com medo, tudo gira em torno de nós, e como os acontecimentos nos irão afetar, fazendo-nos esquecer o verdadeiro propósito de querer efetuar o nosso objetivo.

Lembre-se que na interação com os outros, você está lá para compartilhar informações, e não para colocar o seu ego à prova. Em vez de resistir e afastar-se dessas situações, desenvolva um espírito aberto.  Além disso, quanto mais você humanizar as pessoas, menos medo terá delas. Por vezes, o seu medo é igual ao medo dos outros. Eles são tão humanos quanto você.

Perda de controle

Temer a perda de controlo também amplifica a ansiedade. Assim, aprender a gerir o medo, a ansiedade e confiar que está a aprender um conjunto de estratégias e formas de raciocinar é imperativo para criar a percepção de que no final tudo vai ficar bem.

Embora seja sábio preparar e ensaiar uma conversa, ou alguns cenários para que no momento de se expor tenha algo que lhe transmita segurança. É igualmente importante que  vá com o fluxo e deixar que tudo acontece naturalmente. Além disso, Aprenda a confiar em si mesmo, nos outros, e em algo mais.

Dica: Lembre-se que se trata de, apenas aparecer, ser quem você é, e genuinamente conectar-se e compartilhar informação com os outros.

A maioria das pessoas odeia a sua ansiedade de falar em público e quer conquistá-la o mais rapidamente possível, se fosse possível quase como que por magia. Mas isso é de todo impossível. Sejamos então realistas, a maioria das circunstâncias difíceis são os nossos melhores professores. Se adotarmos este ponto de vista, a ansiedade ou o medo de falar em público deve ser olhado não como um inimigo, mas como uma lição a ser aprendida.

Muitos dos meus clientes ficaram surpreendidos com aquilo que aprenderam e descobriram acerca deles mesmos, acerca dos outros e da vida, aceitando o desafio de enfrentar os seus medos, aprenderam a lidar com a ansiedade de uma maneira muito melhor e eficaz. Isto permite-nos  parar e prestar atenção naquilo que realmente importa. Trabalhar com o medo, em vez de contra ele, pode levar ao desenvolvimento pessoal e espiritual.

Ansiedade social: Como ultrapassar algumas das barreiras para falar com as pessoas

Se você pretende movimentar-se livremente na esfera social, então isso significa que vai ter que aprender como iniciar uma conversa, continuar uma conversa e ser capaz de fazer isso com uma ampla gama de pessoas com diferentes interesses e valores, na verdade, você vai precisar aprender a fazer conversa de ocasião.

Aquilo que se pretendo não é que se transforme num exímio conversador, mas que fique munido de algumas ferramentas que lhe permitam ser capaz de manter a sua própria linha de raciocínio, no sentido de eliminar o vaguear da mente para pensamentos de interferência que conduzem ao desconforto.

Barreira à conversa nº1

A ansiedade social impede que você se sinta confiante e confortável, seja falar com  desconhecidos ou até mesmo com os seus entes queridos. A conversa de ocasião é uma forma de conversa que você necessita para falar sobre uma gama de assuntos, por vezes de forma fugaz com pessoas que não conhece num cenário que lhe é geralmente desconhecido.

Se sofrer de ansiedade social, significa que esta é uma das áreas ou situações que certamente mais evita. Pode acontecer a pessoa sofrer de medo de falar em público sem ter ansiedade social. Mas quem sofre de ansiedade social, a probabilidade de ter medo de falar em público está quase sempre presente.

Quebre esta barreira lendo os seguintes artigos:

Barreira à conversa nº2

Não é apenas o facto de ter saber como fazer uma conversa de ocasião interessante e estimulante para ambas as partes que faz com que a maioria das pessoas fiquem ansiosas, se sintam um pouco desajeitadas e grossas,  é também o facto dos pensamentos ruminantes negativos muitas vezes interferirem no diálogo.

Os pensamentos ruminantes negativos, são pensamentos que surgem dentro da sua cabeça e que fazem-no sentir-se mal. Normalmente você não fica ciente do que está dizendo, mas percebe como se está sentido, e usualmente sente-se mal.

Este tipo de pensamentos torna quase impossível sentir-se relaxado e calmo quando tem de conversar com as pessoas, e  é muito mais provável que  fique consciente e auto-focado na percepção que a outra pessoa lhe transmite de também sentir-se desconfortável enquanto fala com você.

Quebre esta barreira lendo os seguintes artigos:

Barreira à conversa nº3

Então o que é que você pode abordar com alguém que não conhece, num ambiente desconhecido, se sofre de ansiedade social ou medo de falar em público?

A resposta, infelizmente, é tudo e nada, exceto os temas habituais de sexo, política e religião, e se estiver a trabalhar, então não diga mal do seu gerente ou chefe. Para além disso você pode falar sobre tv, feriados, o que está passando nas notícias, os mais recentes gadgets, dos seus filhos, algo engraçado que você viu, todos os assuntos podem ser interessantes e divertidos para ambos  se você souber como introduzir o assunto corretamente.

Quebre esta barreira lendo o seguinte artigo:

Como introduzir um tema de conversa corretamente

Para introduzir um tema de conversa corretamente, você precisa ouvir o que a outra pessoa está dizendo, encontrar um gancho ou um link para um assunto que você tenha em mente e moldá-la em torno de uma frase de transição, tais como “eu percebo o você quer dizer com isso, já me aconteceram situações semelhantes com o meu computador, há alguns dias o meu computador … “

Você também pode usar uma pergunta para “forçar” a outra pessoa a falar mais sobre o assunto. Você pode pedir a sua opinião sobre algo. Você pode dar uma opinião. Mas a maior barreira que você encontrará é alimentar a sua inibição, isto pode arruinar qualquer tentativa de diálogo.

acabar com o medo de falar em público

Inibição: Onde começa e como pará-la

Praticamente todos os problemas  relacionados com a ansiedade, e que consequentemente geram medo e inibição começam na nossa cabeça, começa nos pensamentos que temos acerca do que a outra pessoa pode estar pensando, o que pensamos sobre nós mesmos e sobre o nosso desempenho.

Dizer uma piada e todo mundo virar os olhos, ter alguém que se desvie de nós enquanto falamos e pior ainda, inventar uma desculpa descabida e sair, deixando uma mensagem subtil de que estavamos a ser chatos e entediantes e que por isso  todos se recusam a falar connosco. Bem, este cenário desprezível, é certamente aquilo que já lhe passou algumas vezes pela cabeça como tendo grande probabilidade de realmente acontecer.

Declarações motivacionais

Para evitar a inibição é necessário parar de pensar sobre si mesmo (nos seus medos) e sobre o seu desempenho, e focar-se apenas em si, nas suas habilidades, nas suas forças e virtudes. Faça disso a sua missão, foque-se nas suas declarações motivacionais ou de enfrentamento, assim como aquelas que lhe transmitem calma, e diga-as a si mesmo em voz alta ou de forma silenciosa a qualquer momento que precise.

É como ter a sua própria conversa de vitalidade portátil à sua disposição na forma de uma afirmação que se pode dizer quer em voz alta ou de forma silenciosa,  inpirando-o e fazendo-o sentir-se bem. Mas, atenção, não será por dizer umas quantas frases ou palavras que irá resolver o seu problema, longe disso. Tem de perceber e sentir que essas palavras mexem consigo, que acredita nelas e que acima de tudo consegue transformá-las em ações. Consegue fazer com que elas o orientem e motivem a continuar em situação percepcionadas como difíceis.

Para aprofundar este assunto, pondere ler os artigos:

Passos para a construção das suas declarações motivacionais:

1. Escreva uma lista de pequenos tópicos de conversa.

2. Escreva uma afirmação ou frase que lhe transmita bem-estar assim que a verbalize

3. Pratique com as pessoas da sua confiança e ajusta conforme necessário

4. Perceba com os outros fazem e modele o estilo que mais lhe convém

5. Esteja pronto para aproveitar algumas situações sociais e accione a sua declaração motivacional quando necessário.

Complemento

O medo de falar em público comporta em si algumas fragilidades associadas à percepção que a pessoa tem acerca de si mesmo, de alguns dos seus traços, capacidades e crenças. É imperativo que para além de algumas especificidades que abordei referentes a esta problemática, sejam complementadas com o desenvolvimento e melhoria de três construtos vitais.

Falo de como superar timidez, da melhoria da autoestima e da construção da autoconfiança. Acredito que se trabalhar nestes três aspetos em conjunto, ficará mais próximo de superar o seu medo de falar em público.

Que as leituras e consequentes exercícios propostos, assim como as novas formas de raciocinar não sejam um impeditivo de abraçar esta oportunidade para resolver o seu medo de falar em público. Claro que é trabalhoso, claro que necessita da sua dedicação, persistência e motivação.

Não desista nas primeiras dificuldades, e muito menos em pequenos recuos. Se recuar, é sinal que já conseguiu dar alguns passos, é possível voltar a conseguir, e desta vez com mais conhecimento para ir mais longe. Para ir até à total superação do seu medo de falar em público.

Não faria sentido estar a repetir matéria já escrita e publicada por mim. Como complemento indispensável à sua melhoria, pondere ler os seguintes artigos:

GOSTOU DESTE ARTIGO? AJUDE A PARTILHÁ-LO!

Fico esperançado que o artigo o possa ajudar a enfrentar o seu medo de falar em público. Se gostou deste artigo, ajude a partilhá-lo com outros usuários através do Twitter, Facebook e linkedin. Use os botões sociais no início do artigo e partilhe com os seus amigos, familiares e conhecidos.

Ajude-me a contribuir para a superação do medo de falar em público.

Abraço,

Miguel Lucas

Novo usuário?
Comece aqui
Baixe Grátis o e-book “Seja Um Vencedor”
Baixe Grátis o e-book “Seja Um Vencedor”

Preencha os seus dados abaixo e receba esse e outros materiais por e-mail.

Comentários
Avatar for Miguel Lucas
isbelllinha

Mais uma vez, copiando/compatilhado mais um excelente artigo. Obrigada!!!!!

Avatar for Miguel Lucas
Miguel Lucas

Olá Isabellinha, obrigado pelo comentário.

Boas partilhas, a Escola Psicologia agradece!

Abraço

Avatar for Miguel Lucas
Bruno Rodrigues

Excelente Artigo.

A minha recomendação é: PREPARAÇÃO
Quanto melhor for a preparação, maior será a confiança e a segurança e melhor vai correr.
Grande parte da preparação é Treino + treino + treino…

Avatar for Miguel Lucas
Miguel Lucas

Olá Bruno, obrigado pelo comentário.

Sim, sem dúvida que quando percebemos que podemos melhorar aplicando um conjunto de técnicas e formas de pensar, a prática é um fator fundamental para a implementação duradoura dos novos hábitos. É isso aí: treino e mais treino

Abraço

Avatar for Miguel Lucas
Tiago Pimentel

Técnicas de relaxamento, auto-diálogo e alterar crenças, são todas elas formas muito válidas de superar medos, de melhorar performances. Recentemente escrevi um artigo sobre a importância de abandonarmos consistentemente a nossa zona de conforto, como outra forma de adquirirmos competências e confiança. Fazer algo que não estamos habituados ou que nos deixe desconfortáveis (mas não o suficiente para ser stressante ou extremamente angustiante) pode ampliar em muito a nossa zona de conforto e as nossas capacidades.

Avatar for Miguel Lucas
Hayley

MUITO BOM ESSE ARTIGO A MELHOR SOLUÇÃO PRA PERDER A TIMIDEZ É O CONTROLE DA MENTE, TEMOS Q FOCALIZAR NO POSITIVO E PARAR DE PENSAR Q TODO MUNDO VAI ACHAR VC UM(A) IDIOTA. MUITO BOM MESMO!!1

Avatar for Miguel Lucas
Inea

Sensacional. Resumindo: esse texto deixa claro que, ao dar-nos a chance de conhece-nos a nós mesmos, somos muito mais capazes de nos expressarmos com tranquilidade, pois começamos a ser nós mesmos, sem o temor daquele velho tabu " o que eles vão pensar de mim". Sermos nós mesmos, munidos de algumas boas técnicas, é um bom começo de diálogo com os outros e com o mundo que nos cerca.

Avatar for Miguel Lucas
Marcelo

Mais um excelente artigo.

Muito obrigado,as palavras descritas neste artigo,bem como todo o site escolapsicologia,estão me ajudando muito a enfrentar os meus medos,a minha ansiedade e as minhas preocupações.

Abraço

Avatar for Miguel Lucas
Vinícius

Parabéns pelo site!! Fiz várias pesquisas em sites na web e nenhum apresentou de forma clara e objetiva os métodos/técnicas para superar nossos medos e ansiedades. Que Deus te abençoe! []s

Avatar for Miguel Lucas
DANY

Oi Miguel eu só quero agradecer por esse artigo que me ajudou muito a vencer uma coisa simples que eu sempre quiz na escola que era conseguir apresentar um seminario bem.Eu antes me tremia la na frente nao conseguia explicar nada, ficava nervosa.Seguir as dicas e fui até aplaudida na sala.Parabens pelo blog.obrigada.
Beijos

Avatar for Miguel Lucas
Aurivania

Olá, Miguel.
Parabéns pelo blog.
O conteúdo é riquíssimo, com uma linguagem de fácil compreensão, me ajudou muito. Atualmente estou cursando pós-graduação e nos próximos dias, começa a apresentação dos seminários.Mesmo tendo passado por várias apresentações ao longo da vida, falar em público ainda me faz sentir medo.

Abraços!

Avatar for Miguel Lucas
Miguel Lucas

Olá Aurivania, obrigado pelo comentário.

Fico esperançado que o artigo possa dar uma força para você.

Boa sorte.

Abraço

Avatar for Miguel Lucas
Marina

Boa tarde!

Muito obrigada pela publicação, bastante completa! Estava a precisar de ler isto.
Posso pedir ajuda? Como posso controlar o rubor facial? Quando estou nervosa, é algo que me perturba muito no momento de falar em público!

Obrigada!

Avatar for Miguel Lucas
Vicente Vitturi

sou locutor profissional, estou passando por problemas toda vez que entro no estudio para gravar propaganda. minha voz trava e não sai nada apenas palavras assopradas, nada a ver com aquilo que eu sei fazer.
vou tentar usar alguma coisa que aprendi neste texto. quem sabe melhorar minha uto estima
um forte abraço e parabens pela materia

Avatar for Miguel Lucas
Eunice Pilar

Excelente artigo, como tudo que estou lendo até agora . Estou feliz e compartilhando com os meus amigos. Obrigada pelas aulas e pelo carinho que você trata seus leitores. Eunice Pilar

Avatar for Miguel Lucas
márjole

Excelente!! Adorei muito o artigo ele é muito interessante.

Avatar for Miguel Lucas
Heldrin Murilo Steinbach de Araújo

Olá Miguel!!
Quero parabenizar vc pelo seu blog, eu realmente gostaria de ter conhecido isso tudo que escreves antes!! me ajudou e muito, fez-me racionar muitas das minhas atitudes. Muito inteligente seu texto, meus parabéns!!
Continuarei lendo mais tópicos do seu blog outra hora, pois agora tenho que dormir heheheh
obrigado, abraços!!
obs: são 1:36, e eu acordo as 6. não consegui parar de ler…

Avatar for Miguel Lucas
Irene Silva

Amei esse artigo, porém descordo de algumas pessoas que disseram que devemos nos preparar. Acredito que somente preparação não é o suficiente, em muitos casos como no meu, o medo de falar em público se tornou em uma fobia. A ansiedade, vermelhidão no rosto, sudorese excessiva, esquecimento na hora de falar é muito grande e com isso a vontade de sair correndo e sem falar no receio do que as pessoas irão pensar ou estão vendo á seu respeito. Acredito que preciso de um psicólogo e ao mesmo tempo de um curso de oratória. Bjus á todos

Avatar for Miguel Lucas
vanusia

Oi Miguel, gostei muito dessas informações, tem coisas que não sabia e que acontecem comigo. Me ajudaram muito a melhorar e a saber enfrentar algumas situações que repentinamente surgem em nossa vida. Que bom que você tem ajudado muitas as pessoas a enfrentarem seus medos e ansiedades.
Muito obrigado e até a próxima. Abraços.

Avatar for Miguel Lucas
janaina castro

Olá Miguel, muito prazer! Sou aluna de pós graduação em Docência e estou preparando meu TCC, e o tema escolhido é justamente o medo de falar em público, com enfoque nos alunos de cursos técnicos e de graduação em enfermagem. Atualmente sou docente em uma escola de nível técnico, e durante as apresentações dos seminários pude vivenciar junto aos alunos as dificuldades encontradas pela grande maioria em apresentar-se diante de uma plateia. Enfim, seu blog contém informações riquíssimas para o desenvolvimento do meu trabalho, gostaria de lhe convidar para participar dessa produção com as informações aqui postadas. Sendo assim, preciso saber como faço para citar suas publicações.Quero ressaltar que, após a aprovação do meu trabalho (TCC) pretendo publicá-lo ,sendo assim ,seu nome e seu blog irão constar nas referências. Espero uma resposta em breve. Um grande abraço.
Janaina Castro.

Avatar for Miguel Lucas
larissa

muito obrigado !! amanha vou ter que declamar uma poesia p/ escola inteira
mas agora estou mais confiante que tudo vai da certo
um abraço!!!!!!!

Avatar for Miguel Lucas
wendson Oliveira

Esse texto é magnifico, parabéns me ajudou bastante! posso lhe adicionar em alguma rede social?

Avatar for Miguel Lucas
leandro anjos

Eu me travo quando falo em publico, principalmente em sala de aula,ontem quando ia apresentar meu trabalho, abandonei meu grupo e sair da sala.

O engraçado é que sou vendedor de planos funerários e artigos de sexy shop.

Me travo mais em reuniões participativas e principalmente em sala de aula.
Alguém pode me ajudar

Avatar for Miguel Lucas
Eduardo TM

Muito bom mesmo o artigo Miguel, parabéns! Sou acadêmico do curso de Letras e desde que me propus a concluir o curso me pergunto se terei a autonomia necessária para lidar com os alunos, tanto em sala de aula quanto em qualquer situação na qual eu que tenha que me expressar publicamente. Confesso que me bate um certo pânico até mesmo quando tenho de apresentar um simples seminário da faculdade. Com o seu artigo e suas dicas acredito que terei um desempenho muito melhor.
Meus agradecimentos

Avatar for Miguel Lucas
Nome jo

Boa Tarde.
Sou estudante de licenciatura em química, sou muito comunicativa mas na hora de apresentar seminário eu travo só de pensar ser o centro das atenções sinto uma coisa no estomago não sei o que fazer amanhã vou usar essas dicas espero que elas me ajudem.

Avatar for Miguel Lucas
Bárbara

Boa tarde.
Desde pequena tenho um problema na fala, desde então, eu morro de medo de falar em público. Já tentei apresentar vários trabalhos na escola, mas sempre acabo passando mal, saio falando tudo em bolado e fico mais nervosa do que já sou. rs
Agora que estou fazendo curso de tst, eu vou ser obrigada a perder esse medo, já que, querendo ou não, uma hora eu vou ter palestrar a respeito de acidentes de trabalho e blá blá blá. Esse é o problema, eu simplesmente não sei COMO fazê-lo! Só de chegar lá na frente e ver aquele pessoal todo, eu já imagino todos rindo de mim e eu ja começo a ficar mais desesperada. Espero poder encontrar a solução para esse pequenino problema aqui no site.

Avatar for Miguel Lucas
Aline

Amei esse artigo, me identifico demais com as situaçoes abordadas. Já estou me sentindo pronta para colocar em prática tudo que aprendi. OBRIGADAAAA!!!!!!

Avatar for Miguel Lucas
ANA MARIA RUAMA

MUITO BOM!

Avatar for Miguel Lucas
josue Francisco de Andrade

gostaria de falar fluente sem medo

Avatar for Miguel Lucas
Gelson

Muito bom irei todas as dicas possíveis, eu sou muito nervoso e muito ansioso por demais.

Avatar for Miguel Lucas
Flavia

Já desiste tenho muito medo em falar em publico e minha ansiedade sempre fala mais alto , já tentei de tudo ainda tomo remedios =/

Avatar for Miguel Lucas
joaocarlos

Muito bom vou tentar praticar
Tenho um problema q fico transpirando muito quando fico nervoso

Avatar for Miguel Lucas
Rubem

Adorei o Artigo. Fico completamente nervoso, não controlo a respiração, e sinto meus batimentos cardíacos acelerados, minhas mãos ficam trêmulas e meus lábios tremem durante e após um debate, em um curto espaço de tempo, na Faculdade principalmente, o que dificulta o meu raciocínio e desenvolvimento no discurso. Descobri que isso se deve ao stress e outras coisas, agora vou seguir seus conselhos. Agradeço!

Avatar for Miguel Lucas
Henrique

Adorei o seu site! creio que esta pagina seja a mais completa em relação a abordagem deste tema…. estou passando para agradecer por tais informações que para mim vão servir de grande ajuda. Parabens pelo artigo… abraços

Avatar for Miguel Lucas
Paulo

Miguel, você conhece a hipnose condicionativa ? Se sim, acha que é um método que funciona e que pode ser aplicado no medo de falar em público ?
obrigado

Avatar for Miguel Lucas
Ednalva

HALLO! Muito bom,superou minhas expectativas,estou cursando 4 semestre em RH, e ainda sofro com este pobleminha em falar em público.mas vou superar e com este grande incentivo vou chegar no la.obrigado.

Avatar for Miguel Lucas
Adriana gaiao

Excelente,amei ter lido ,vou ler outras vezes,para poder me fortificar e como se eu comesse estas palavras me alimento pois,preciso me fortalecer,tenho fobia de falar em publico,ja perdi cadeiras na faculdade,fiquei sem nota pois as vezes que tenho de apresentar fico sofrendo o tempo todo ,semanas sei la,e horrivel,tenho q apresentar meu TCC ,mas vou pensar positivo ate la,me alimentando e confiando no que leio de suas palavras e como se estivessem vivas dentro de mim e vai ter que suprir efeitos em nome de Jesus,obg. (sintomas: dor de barriga,suor esfria e esquenta ao mesmo tempo dor na nuca,parece que eu vou ter um treco).

Avatar for Miguel Lucas
Maria Angela

Ter boa coordenação pneumo-fônica é fundamental. Sou fonoaudióloga e já preparei muitos oradores com importante conteúdo a comunicar, mas sem suporte de ar suficiente para alcançar todos os ouvintes e manter sua atenção. Se alguém tiver dúvidas a respeito, ficarei feliz em colaborar:
angela.fonoaud@gmail.com

Avatar for Miguel Lucas
Mayles

Gostaria de parabenizá-lo pela maneira clara e objetiva com que trata sobre o assunto, como se estivesse entendendo exatamente o sentimento de quem sofre com esses medos. Vou tentar colocar em prática. Tenho muita fobia quando vou ler ou falar em público. Não encontrei a matéria tão bem abordada como em seu blog. Parabéns!

Avatar for Miguel Lucas
Djamila Augusto

Gostei muito de ter lido esse artigo, e confesso que isso vai me ajudar muito daqui para frente.
Quero quebrar esse meu medo de falar em publico. E sei que vou conseguir. Obrigado

Avatar for Miguel Lucas
Giovanna

Nossa véi, me ajudou bastante, por mais que eu seja pessimista e tímida level hard, eu vou tentar seguir tudo o que você disse. Eu nunca consegui explicar um seminário dentro de aula e amanhã inclusive tem dois. Tomara que eu me de bem, vou gravar isso tudo na minha mente, obrigada!

Avatar for Miguel Lucas
Danilo de Melo

Gente, outra dica muito importante é ter a resposta da seguinte pergunta: "Como você vê as coisas?"
O copo está sempre cheio ou sempre vazio?
Acredite ou não, sua experiência em qualquer evento é significantemente afetada pela resposta da pergunta acima.
A maneira como você interpreta passado, presente e futuro recebe o nome de ‘representação interna’ e é um fator muito importante se você quiser realmente se tornar confiante e falar bem em público.

Tenho um canal no youtube que trata sobre falar em público! Passem por lá!
https://www.youtube.com/watch?v=a0lrlR3nZto

Avatar for Miguel Lucas
Ingles

Aprenda como perde o medo de falar em público e muito mais. Repassado por mais de 780.000 Pessoas. Clique neste link: http://www.comovencerome.vai.la

Avatar for Miguel Lucas
Rafael

O medo de falar em público é a causa maior da dificuldade que as pessoas têm para se apresentar diante de uma platéia, mas não é o maior defeito de quem se apresenta em público. Lógico que o medo acaba acarretando inúmeros problemas de comunicação.

Aprendi muito vendo esse vídeo: http://mais.uol.com.br/view/15587717

Avatar for Miguel Lucas
Cassiano Rodrigues Leite

Excelente texto. Agora é tentar colocar em prática esse material todo! Obrigado!

Avatar for Miguel Lucas
Julio Sinatra

Miguel, esse é o melhor artigo que já li sobre o assunto

Eu tenho muito medo de falar em público, nas apresentações na faculdade sofro muito…

Agora seu texto tem dicas que fazem todo sentido, irei tentar aplicar esse conhecimento e conseguir, finalmente, superar esse medo.

Abraço.

Avatar for Miguel Lucas
Werversom

O medo de falar em público já causou e causa muitos prejuízos. E tudo está ligado a mente humana.
Artigos como este ajudam a diminuir esse pesadelo vivido por milhões de pessoas.
falesemmedo.com.br

Avatar for Miguel Lucas
marta

olá, eu tenho 15 anos e amanhã de manhã tenho uma apresentação de português.
Será que m poderia dar algumas dicas simples?
(P.S. se possóvel o mais depessa, pff)

Avatar for Miguel Lucas
deide

ola eu sou o Stelvio Rogério e li o vosso blog.. e gostei, algumas das coisas q esta em este conteúdo realmente e o que eu sinto
quando tenho a presentação fico tão nervoso tremo, suo e por vezes fico surdo, a boca fica seca. mais a minha mãe tem problema de o sistema nervoso alterado. será q pode ser um problema hereditário.. e isto tem me perturbado muito.. eu sou muito bom estudante, sou angolano, estou a estudar em cuba e preciso de muita concentração, os meus trabalhos são muito bons mais quando venho para defender ai esta o meu pesadelo.. por favor a ajudem me… e isto só tem me prejudicado…. ao falar para muita gente eu esqueço, o que tinha para dizer por causa do nervosismo..

Avatar for Miguel Lucas
Rosi

Parabéns, seu texto é excelente! Tenho certeza q irá me ajudar muito. Obrigada!

Avatar for Miguel Lucas
Karol

Eu sou daquelas meninas que tentam enfrentar seus medos,mesmo aqueles bem bobos sabe,não sou a anti social ou a que tem medo de falar,sou a que paga mico…rs que quando tem apresentações,seminários ou conversas com muitas pessoas se fecha e se prende em uma concha ,que só não chora pq tem alguém do lado que se chama orgulho,tento dizer que meu medo não domina mas domina,apareci uma sensação tão ruim que tá mais medo ainda…talvez que com o tempo melhore,mas o importante é tentar melhorar,não é alto ajuda! Afinal uma tímida ajudar um tímido não tem muita lógica mais tentem…tentar é bom! Mesmo que de medo e os micos venham eu pelo menos encontrei essa solução. Eu estou em uma constate disputa,às vezes ele ganha às vezes eu ganho,hj eu perdi mas amanhã …sempre tem um amanhã né ? Espero que faça sentido.rs

Avatar for Miguel Lucas
Rodrigo

Parabéns pelo texto, muito instrutivo. Eu sempre tive dificuldades de falar em público, já li o livro do Dale Carnefie e fiz terapia por um tempo o que me ajudou bastante, estou buscando melhorar mais. Encontrei um curso barato na Cursos 24hs, o que acha dele?
http://www.cursos24horas.com.br/parceiro.asp?cod=promocao123095&url=cursos/pub.asp

Avatar for Miguel Lucas
Filipe

Obrigado pelas palavras e conselhos Miguel. Tenho sofrido bastante com este tema, mas também triunfado. Quando adolescente passei por algumas provações em um curso técnico que fiz e cujos companheiros de sala conseguiram destruir a auto estima que tinha. Desde então, dez anos depois, ainda tento superar as sequelas emocionais. Já resolvi a questão do falar em público para pequenos grupos de conhecidos e desconhecidos, mas ainda não consigo enfrentar as grandes plateias e tenho perdido boas oportunidades profissionais pelo medo irracional ligadas "ao que os outros vão pensar de mim". Agradeço pela sua ajuda e como dica a todos indico a psicoterapia, que muito auxilia neste processo de autocompreensão e auto aceitação. Ninguém tem o poder de dizer sobre você senão você mesmo. Um abraço!

Avatar for Miguel Lucas
Everton dos Santosc Nascimento

Muito bom esse artigo me ajudou bastante, a enfrentar meus medos do público.

Avatar for Miguel Lucas
Rosimeire

Boa Tarde!
porque tem pessoas que você,conversa com ela
e observa que tem uma bagagem de conhecimento sobre vários
assuntos, muito grande mas quando é para falar em público,
simplesmente não fala. Poderia me responder pelo meu gmail. muito obrigado.
trabalho acadêmico.

Avatar for Miguel Lucas
Iwry Natham

Muito obrigado por este artigo! Eu sou tipo, mega ultra super tímido… Tenho medo até de conversar entre minha familia, em todos os meus trabalhos de apresentar na frente dos meus colegas foi um desastre! Sempre tremia e errava algumas palavras…Bom, agora que aprendi a como lidar com isso eu vou ser mais auto-confiante !

Avatar for Miguel Lucas
La

Estudei pra passar na federal e agora que estou dá vontade de abandonar à faculdade. No dia mesmo que o professor fala q vai passar seminário, o pavor toma conta de mim.

Avatar for Miguel Lucas
Ana Carla

Olá, estava fazendo uma pesquisa sobre como controlar meu nervosismo e achei esse, sou estudante do segundo ano do ensino médio, e sempre estou sujeita a apresentações em sala de aula, antes de ser chamada para apresentar meu corpo está tranquilo e minha mente também eu sei tudo o que devo dizer e etc… Mas quando ouço meu nome, meu corpo estremece e começo a tremer e tudo o que eu sabia o que fazer e dizer some da minha mente, além de ficar com a voz trêmula eu começo a gaguejar essas reações me atrapalham na apresentação e muitas vezes minhas notas são péssimas por conta disso, não sei mais o que fazer, além de eu ter complicações em memorizar coisas. Como você poderia me ajudar? O que eu devo fazer quanto a isso?

Avatar for Miguel Lucas
Beatriz

Este artigo é perfeito! Tive problemas com um seminário da faculdade, eu que montei todo o trabalho, e mesmo assim não consegui falar sozinha la na frente. Graças a Deus e ao meu anjo, eu tenho amigos! Eles abandonaram os trabalhos deles e foram me ajudar la na frente. Com eles la do meu lado, não senti tanta insegurança, mas não consegui apresentar, precisei ler todo o trabalho. Vou começar a treinar estas técnicas para poder fazer bonito no meu próximo trabalho!

Muito Obrigada!

Avatar for Miguel Lucas
joaosebastiao

gostei muito do conselho porque eu mesmo estou a viver isto, muito obrigado mesmo.

Avatar for Miguel Lucas
Anastâncio Luís Machava

Muito obrigado e gostei muito da informação.

Avatar for Miguel Lucas
Raimundo

ola gostei muito do artigo tenho um Problema comigo quando vou fazer uma colocação em Publico Fico nervoso Minha voz fica tremendo , como faço para supera Isso me ajude

Avatar for Miguel Lucas
Mayara

Parabéns Miguel lindas palavras, você falou o que esta exatamente acontecendo comigo.
Medo incontrolável de conseguir falar em publico.

Avatar for Miguel Lucas
Vilson Santos

Parabéns MIGUEL..
Eu trabalho com oratória, tenho 02 livros publicados e confesso que nunca tinha visto um trabalho tão detalhado e preciso

Avatar for Miguel Lucas
clovis ottoni

gostei muito de ver e ler os comentarios eu tambem tenho dificuldades pra falar em publico mais estou trabalhando para acabar com isso que me apavora.

Avatar for Miguel Lucas
Osias Matsinhe

Verdadeiramente falando, o artigo é muito interessante, so uma pequena leitura deixou-me totalmente relaxado.

Avatar for Miguel Lucas
Massamba Londa

Bom dia a todos sou a Massamba londa venho nessi medo dizer que no meu caso tenho tanto medo de falar em público e nao so mesmo quando nos madam defender um trabalhar em vez de mim defender eu costumo ler o meu ego na fica em paz mesmo quando o professor fala eu sei como responder mas nao consigo me perco na hora entao eu pergunto o que faço pra poder ultrapassar isso e ficar a vontade comigo mesma?

Avatar for Miguel Lucas
wilson

Parabéns! Gostei muito do artigo, ótimas dicas!

Avatar for Miguel Lucas
SANDRO

Excelente artigo.. Parabens!!

Avatar for Miguel Lucas
Sander

Excelentes dicas Miguel… Acredito também que preparar um bom conteúdo, focar e controlar a respiração, treinar na frente do espelho, ser carismático e interagir com o publico, ter uma postura ereta, o tom e a velocidade da voz e é claro usar alguns comandos e gatilhos mentais vão fazer qualquer um se sair muito bem em qualquer apresentação…Parabéns pelo Artigo e muito obrigado

Avatar for Miguel Lucas
paula almeida

Só de le este artigo ja fico ansiosa…batimentos cardiacos acelerado…..não sei como vou apresentar o meu TCC.

Avatar for Miguel Lucas
Clarice Sambeny

Olá Lucas sou Angolana fui pesquisando por dicas de autoconfiança e deparei-me logo com o seu blog, cada publicação sua teve sempre algo para me passar, dizer que aprendi bastante, Já fui muito mais confiante, mas de repente não sei o que se passou :-(… não imaginas o quando me estas ajudar, havia coisas eu que me identifiquei bastante, vou agora para uma apresentação de serviço, e já estou muito mais confiante e com a auto-estima la no augggggge muito obrigada por partilhares o seu tempo e dicas connosco.:-)

Vou partilhar de certeza!!!!!

Que Deus continue a lhe guiar e abençoar.

Cpts,

Avatar for Miguel Lucas
Miguel Lucas

Olá Clarice,
Fico muito contente por você estar a conseguir melhorar em alguns aspectos da suas vida com os meus ensinamentos.
Que tudo corra como deseja.
Abraço,

Avatar for Miguel Lucas
PiresPortugal, Neo-Machiavelli, SERIPires, SERIP magic shows, neoitaliano, neoleonardo

Este foi o melhor artigo que encontrei online gratuito sobre o assunto. Do melhor livro que li: “Como Falar em Público” de Dale Carnegie, recordo algumas ideias a acrescentar a estas: Ter um guião dos argumentos a tratar ao falar em público e falar livremente sobre o que sabe é preferível a um discurso lido ou memorizado. As emoções positivas em relação ao público e seus interesses específicos pode facilitar o êxito de um discurso. Começar por falar do que o público gosta e evitar de fazer apologia do que esse público detesta. As intervenções individuaus após um discurso de um autor convidade, podem causar antipatia no público ou outor se forem contrárias às crenças, emoções e ideais da maioria.

Avatar for Miguel Lucas
Aline

Amei as dicas … ainda eu chego lá…

Deixe o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *