6 maneiras eficazes para diminuir a ansiedade
Saúde e Bem-Estar 22/09/2016

6 maneiras eficazes para diminuir a ansiedade

Miguel Lucas Publicado por Miguel Lucas

Todos nós em algum momento das nossas vidas já experimentámos algumas das desagradáveis sensações da ansiedade.  Batimento cardíaco acelerado a nossa respiração fica superficial e difícil, suor nas mãos, tensão muscular, nó no estômago, discurso atrapalhado. Talvez você já tenha experimentado pensamentos rápido quando está perante uma ameaça ou desafio que julga não conseguir enfrentar ou suportar. Isso porque a nossa resposta de “luta ou fuga”, resultou numa ativação simpática (Sistema nervoso autónomo) e num estreitamento da atenção, focando-se no evitamento da ameaça. Nesse estado parecemos ficar bloqueados, incapazes de concentrarmo-nos nas tarefas diárias ou metas de longo prazo.

Enquanto psicólogo, tenho encontrado uma variedade de técnicas que posso ensinar aos meus pacientes com transtornos de ansiedade como fobias, ataques de pânico ou preocupação crónica. Alguns são baseados na mudança de pensamentos, outros na mudança do comportamento, outros na reinterpretação das sensações desagradáveis e outros ainda envolvem respostas fisiológicas. Quando mais aspectos/sintomas da ansiedade se conseguir diminuir e/ou compreender, menor a chance de recaída pós-terapia.

Apresento em seguida seis estratégias que você pode usar para ajudar a diminuir a sua ansiedade:

relaxamento

Reavaliar a probabilidade do evento ameaçador realmente acontecer

A ansiedade faz-nos sentir que a ameaça é iminente e catastrófica ainda que na maioria das vezes aquilo que nos preocupa nunca venha a acontecer. Se nos relembrarmos das nossas maiores preocupações e medos e quantas vezes se tornaram realidade concreta, podemos perceber o quanto nós superestimamos a perspetiva de eventos negativos. A ansiedade é normalmente disparada pela antecipação de um resultado negativo, refletindo-se numa preocupação antecipada.

A pessoa fica pré-ocupada com aquilo que teme, ou julga não conseguir lidar. Na grande maioria das vezes os futuros cenários negativos são projeções que a própria pessoa faz, levando apenas em consideração as suas distorções do pensamento, o que só por si aumenta ainda mais o estado ansioso. Reavalie a situação tentando desapegar-se um pouco dos seus medos e/ou preocupações. Peça a opinião de um amigo ou familiar mais chegado e tente perceber se existem realmente motivos para levar a sua preocupação em conta.

Descatastrofização

Mesmo que um evento ruim aconteça, nós ainda podemos ser capazes de lidar com ele usando algumas habilidades de enfrentamento e capacidade de resolver problemas ou ainda pedindo ajuda a pessoas de confiança.  Embora não seja agradável, as consequências do medo materializado numa fobia, ataque de pânico, ou um evento traumático, é sempre possível ultrapassar com o devido enquadramento. É importante perceber que poucas coisas são o fim do mundo.

Assim sendo, é necessário perceber que a grande maioria dos acontecimentos negativos e consequentes sentimentos negativos fazem parte da vida, sendo vividos de forma mais intensa quando se sofre de ansiedade. Tente relativizar os acontecimentos e/ou as sensações desagradáveis que sente, e foque-se naquilo que pode fazer para minimizar o problema. Pense positivo, insista no pensamento positivo.

Para aprofundar este assunto, pondere ler o artigo: 15 razões para ser positivo em situações difíceis

Respiração profunda e relaxamento

Se deliberadamente conseguirmos relaxar os músculos começamos a acalmar, diminuímos a tensão e aumentamos a clareza de pensamento. Se você praticar o relaxamento muscular sem a presença de uma ameaça, este exercício vai-se tornando automático podendo posteriormente ser usado em situações ansiosas.

A respiração profunda que também pode ser usada conjuntamente com o relaxamento permite uma desativação fisiológica, promovendo igualmente sensações de leveza, descontração, tranquilidade e clareza de pensamento.

Exemplo:

Na posição de deitado, com as costas bem assentes no chão (ou colchão) e em ambiente calmo e de preferência sem ruídos de fundo, execute os seguintes passos:

  • Feche os olhos e foque-se na sua respiração, (uma das formas de focar a atenção é escutar o som da respiração) faça isso durante 1 minuto.
  • É possível que existam algumas interferências de imagens e pensamentos, volte rapidamente a estar atento e a escutar a sua respiração.
  • À medida que vai respirando, e que vai escutando a respiração, verifique se fica mais tranquilo e relaxado. Observe que à medida que consegue focar a sua atenção na respiração durante mais tempo que o corpo fica mais relaxado e a mente mais tranquila.
  • Agora, foque a sua atenção no modo como respira. Se conhecer o modo como respira habitualmente, poderá usar a respiração para se relaxar em momentos que se sinta ansioso.
  • Concentre-se nas partes do seu corpo (tórax) que usa para respirar. Sinta como os diferentes músculos se movem durante a inspiração e a expiração, sinta isso.
  • Esteja tento a todas as sensações que sente quando respira. Memorize essas sensações, para poder reproduzi-las em situação em que se sente ansioso.
  • Agora, coloque uma mão em cima do peito e outra sobre o seu estômago.
  • Note os movimentos de expansão e de contração do peito, à medida que inspira e expira.
  • Note os movimentos de expansão e de contração do estômago, à medida que inspira e expira. Foque-se nessas sensações durante 1 minuto.
  • Em seguida sempre que verificar que está a respirar pelo tórax, mude para os músculos do estômago.
  • Em seguida foque-se na expiração, liberte o ar por entre os lábios, para controlar a sua saída…verifique se são os músculos do abdómen e do diafragma que se contraem.
  • Repita o processo demorando o dobro do tempo para expirar do que a inspirar o ar.

Para aprofundar este assunto, pondere ler os artigos:

Ficar consciente das próprias reações físicas e mentais (mindfulness)

As nossas reações aos acontecimentos stressantes de vida podem tornar-se tão habituais que usualmente passam a ocorrer, essencialmente, fora da nossa consciência. Estas reações ou comportamentos automáticos podem conduzir-nos a algum tipo de problema físico, emocional ou psicológico, e quando isto acontece não podemos ignorá-los por mais tempo. Estas reações podem incluir enrijamento do corpo, dolorosos estados emocionais, até mesmo ataques de pânico, ansiedade e depressão, e ainda distorções de pensamento ou alguns comportamentos não desejados.

Um importante antídoto contra essa tendência de “sintonizar-se fora de si” e andar em “piloto automático”, é a prática da atenção plena (mindfulness). Praticar a atenção plena significa prestar atenção mais cuidadosa de uma forma particular. Todos nós possuímos a habilidade da atenção plena. É a habilidade de termos consciência de estarmos no momento presente. No estado de atenção plena temos noção do que se passa exteriormente a nós, e também no nosso interior. Os estímulos chegam a nós através de um expectro alargado de inputs, olhos, ouvidos, nariz, língua, corpo, até a nossa própria mente. No estado de atenção plena, temos consciência que aquilo que estamos a receber através da nossa capacidade de ver,ouvir, cheirar, provar, sentir, ou pensar, está acontecendo no presente, no momento presente.

Praticando a atenção plena (mindfulness)

Faça um esforço! Sempre que você pensar sobre isso no seu dia-a-dia, lembre-se que pode ser mais conscientes. Veja por si mesmo como seria se prestasse atenção mais cuidadosa e permita-se a experimentar diretamente o que está acontecendo no momento presente, incluindo especialmente o que está acontecendo no seu próprio corpo e mente. Ao iniciar uma nova atividade (antes do início de uma reunião faça dois minutos de silêncio e foque a sua atenção na respiração, ou faça algumas respirações conscientes antes de entrar no quarto de um paciente, ou foque-se  na sua respiração antes de iniciar a sua rotina de exercícios, são algumas possibilidades e exemplos).

No meio de uma situação ou tarefa em curso (foque a atenção na respiração, ou para as sensações resultantes enquanto lava pratos, come uma refeição, passeia o cão, executa o seu trabalho, etc). Ou quando você está fazendo uma pausa entre as suas tarefas diárias, ou tem um furo no seu calendário, subtilmente foque a sua atenção para a respiração, ou  para os sons ,ou para as sensações, ou até mesmo para os pensamentos. Faça isso mesmo quando está parado num sinal vermelho, numa fila  do supermercado, ou à espera de alguém.

Nestas situações, use a sensação da respiração como a “âncora” para ativar a consciência no momento presente. Promova a atenção plena focando estritamente nas sensações que emergem da sua respiração. Permita-se sentir a respiração, sinta o ar que entra e sai, e perceba o momento de pausa entre os dois movimentos. Não tente controlar a respiração. Basta deixá-la processar-se à vontade, solta e a fluir. Foque o máximo da sua tenção de forma contínua na sensação de respirar.

Depois de algum tempo, se quiser, quando você tiver estabelecido a consciência sobre a sensação de respirar, você pode ampliar o foco para incluir todas as sensações do corpo, juntamente com a sensação de respiração. Novamente, não tente mudar nada! Mas, simplesmente permita-se sentir, ter consciência das sensações e mudanças que ocorrem  no corpo.

Depois de algum tempo, novamente, se desejar, você pode alargar ainda mais o foco para incluir tudo o que está presente. Isto significa incorporar o que você está ouvindo, vendo, cheirando, degustando, tocando, ou mesmo pensando. Aprenda a prática de estar com essas diferentes experiências que se vão desenrolando. Permita-se a sentir a sua vida neste momento. Seja apenas testemunha das suas próprias sensações, sentido-as e vivendo-as.

Sempre que você se sinta perdido ou confuso ou frustrado, subtilmente estreite o foco da sua atenção e volte a sua consciência para a sensação da respiração. Você pode ter que fazer isso com frequência. Não tem problema. O importante é a qualidade da consciência que você traz para o momento. Um momento de atenção plena, fazer uma respiração consciente estando verdadeiramente presentes, pode ser bastante profundo. Experimente por si mesmo!

relaxar

Aceitar as sensações internas comprometendo-se a viver uma vida baseada nos valores

A Terapia da Aceitação e Compromisso  (ACT em Inglês) é uma abordagem que encoraja as pessoas a aceitar a inevitabilidade dos pensamentos e sentimentos negativos e não tentar reprimir ou controlá-los. Ao dirigir a atenção para longe do medo e focarmo-nos nas tarefas e objetivos de vida, podemos viver uma vida plena, apesar do medo e preocupação.

No fundo a ACT é sobre agir, é sobre ação. Mas não é sobre qualquer ação, é sobre ação orientada pelos valores. A ACT coloca-nos no caminho daquilo que realmente importa para nós. Aborda a ação consciente, ou seja, conjunto de ações que fazemos de forma consciente, abertos à experiência e totalmente comprometido com aquilo que se faz.

A ACT, ganha o seu nome, através de uma das suas mensagens centrais: aceitar aquilo que está fora do nosso controlo, e comprometer-se com a tomada de ações que enriqueçam a vida. Se transportarmos estes ensinamentos para a questão da ansiedade, prende-se com o facto de aceitarmos as sensações físicas desagradáveis e os sentimentos negativos como algo natural e inerente a nós enquanto seres humanos. Dito de outra forma, devemos tentar aceitar as nossas sensações e pensamentos (os bons e os menos bons), sendo que as nossas ações devem ser orientadas de acordo com os nossos valores.

Dica: O medo não se deve suprimir ou eliminar, deve-se aprender a lidar com ele. Uma das melhores formas de ultrapassar o medo é com uma boa dose de coragem, estratégia e orientação.

A sensações desagradáveis e os pensamentos negativos são reações naturais e normais perante determinadas situações que lemos como angustiantes, incapacitantes e dolorosas. Quando conseguimos perceber esta ideia, conseguimos igualmente relativizar o nosso problema e colocarmo-nos num ponto de vista capacitador. Conseguimos perceber que estamos a sentir um conjunto de coisas que não queremos sentir, e a partir dai iniciar um conjunto de ações de acordo com os objetivos a alcançar. Começamos a fazer coisas para nos sentirmos melhor, sabendo que nos estamos a sentir mal, mas que estas más sensações são inevitáveis até que possamos alterar a nossa percepção e forma de lidar com as situações indutoras de mal-estar.

Para aprofundar este assunto, pondere ler os artigos:

Exposição

A Exposição é uma das técnicas mais poderosa para o tratamento da ansiedade e envolve enfrentar o que tememos e ficar na situação por tempo suficiente para que o medo diminua, ou se comprove ser infundado. O medo faz-nos ter comportamento de evitamento ou fuga, o que dificulta a desconfirmação de que o medo na grande maioria das vezes é infundado. Há uma série de variações de terapia de exposição que provaram ser eficazes no tratamento de fobias específicas, a abordagem específica seleccionada pode depender da natureza da fobia e da visão do terapeuta e preferências do cliente. Não obstante, a evidência de pesquisa prevê um apoio mais substancial para algumas terapias de exposição (ou seja, a exposição ao vivo e a dessensibilização sistemática).

As Terapias de Exposição são, portanto, destinadas a incentivar o indivíduo a entrar em situações temidas (seja na realidade ou por meio de exercícios imaginados) e tentar manter-se nessas situações. A seleção de situações segue uma hierarquia de medo individualizado (de acordo com a natureza do medo) que começa com situações que são apenas levemente provocadoras de ansiedade e incrementado-se aos pouco o grau de desconforto através de situações mais temidas, embora em algumas formas de terapia de exposição (por exemplo, a terapia de implusão), o indivíduo começa a ser exposto a uma ansiedade muito aguda ao invés de construir hierarquicamente um escala gradual de medo.

Se no seu caso, teme algumas situações no seu dia-a-dia, porque lhe provocam desconforto ou mesmo um medo mais profundo, pondere a possibilidade de construir a sua própria escala de situações produtoras de ansiedade, no sentido de pouco a pouco ir expondo-se a situações temidas. Iniciando-se preferencialmente através da dessensibilização sistemática.

Por exemplo, se tivermos um rapaz que tenha medo de comer fora de casa, na construção da sua escala hierárquica de situações temidas, a pessoa pode atribuir uma nota (indo de 0 a 100) de ansiedade para cada situação invocada. Em seguida, os itens são ordenados segundo a intensidade crescente das situações, procurando estabelecer-se um intervalo constante entre cada par de itens consecutivos. Deste modo, uma situação que produz uma intensidade fraca antecede situações mais angustiantes, como pode ser exemplificado na seguinte hierarquia:

  • 5 Almoçar
  • 10 Almoçar em casa com um velho amigo
  • 15 Tomar o pequeno almoço num café conhecido, sábado de manhã
  • 25 Tomar o pequeno-almoço na cantina da universidade
  • 30Almoçar na cantina
  • 35 Jantar em casa de um amigo íntimo
  • 40 jantar sozinho num restaurante conhecido
  • 45 Jantar na cantina sozinho
  • 50 Jantar na cantina com os colegas
  • 60 Jantar sozinho num restaurante pouco conhecido
  • 70 Jantar fora com pais
  • 80 Tomar o pequeno-almoço fora com uma rapariga
  • 85 Jantar fora com uma rapariga
  • 95 Jantar em casa da namorada, a família dela estando presente

Se a sua ansiedade tem vindo a aumentar até ao ponto em que desenvolveu ataques de pânico, piorando drasticamente a sua vida, conheça o meu livro: Ataques de Pânico – Saiba como superar os seus medos que tem ajudado milhares de pessoas a recuperarem a sua qualidade de vida.

Clique na imagem em baixo para ter acesso:

livro ataques de panico

Abraço,

Miguel Lucas

Novo usuário?
Comece aqui
Obtenha Grátis o Programa “Diga Não À Depressão”
Obtenha Grátis o Programa “Diga Não À Depressão”

Receba os vídeos gratuitamente no seu email e aprenda como superar a depressão.

Comentários
Avatar for Miguel Lucas
DR

Mais um artigo muito interessante, a juntar aos outros anteriormente publicados. Na minha opinião penso que os mesmos nos ajudam a reflectir e encarar o problema, ir à luta e não desistir, nada é impossível, só temos de querer muito mudar estas sensações de desconforto provocadas pela ansiedade.
Como compreendo estes artigos uma vez que tenho um filho de 19 anos que sofre imenso com este tipo de situações, desde não querer ir a restaurantes, isolar-se em casa de tudo e de todos, o que o leva a uma vida solitária, ninguém pode viver isolado, não é saudável, e depois todas as situações que daí decorrem má disposição, dores de barriga, insónias, enfim uma panóplia de sintomas que só com muita força de vontade e querer do próprio, poderá originar uma luzinha ao fundo do túnel que virá com a práctica a desenvolver mecanismos de protecção a esses mesmos medos, tentando encará-los de frente e não fugindo.
Mais uma vez obrigado por este excelente artigo e todos os seus ensinamentos no sentido de tentar melhorar a qualidade de vida daqueles que padecem deste problema.

Bem haja.

Avatar for Miguel Lucas
Miguel Lucas

Olá DR, obrigado pelo comentário.

Sem dúvida que a força de vontade joga um papel importante na aplicação de estratégias e dicas que possam diminuir a ansiedade.

Caso os problemas se mantenham, pondere a possibilidade de procurar ajuda profissional para o seu filho. O sofrimento é desnecessário quando existe terapia eficaze para o tratamento dos transtornos de ansiedade.

Abraço

Avatar for Miguel Lucas
Henrique Pereira

Olá Miguel, acompanho frequentemente seus artigos. Diga-se de passagem, são de grande ajuda.
sofro de uma ansiedade que provoca ataque cardíaco e aumento da pressão arterial. qual exercício você indica para que eu possa praticar além dos supracitados?

desde já grato pela atenção

Avatar for Miguel Lucas
Alexandre

Olá Miguel, acompanho frequentemente seus artigos. Diga-se de passagem, são de grande ajuda.
sofro de uma ansiedade que provoca ataque cardíaco e aumento da pressão arterial. qual exercício você indica para que eu possa praticar além dos supracitados?

desde já grato pela atenção

Avatar for Miguel Lucas
Hugo

A ansiedade não é mais coisa de mulheres? como podem ser só alguns Homens a ser assim…

Avatar for Miguel Lucas
Mara

Olá Miguel adorei suas dicas de como lidar com ansiedade, mas confeço q para mim nao esta sendo nada facil, sinto falta de ar constante , por favor peço a vc q me ajude se vc puder … ficarei mto grata . Abraços Mara….

Avatar for Miguel Lucas
Karina

Também sinto falta de ar quase que o tempo todo, fiz exames e não deu nada

Avatar for Miguel Lucas
Leonardo

Boa tarde!

De grandiosa valia este artigo! Me identifiquei muito! Este e outro artigo que li sobre a depressão ajudaram-me a enfrentar tanto a depressão como a ansiedade… ainda não estou 100% bem, mas estou no caminho!

Obrigado,

Leonardo

Avatar for Miguel Lucas
Ricardo RJ

Muito enriquecedor seu artigo,muito útil para quem vivencia a ansiedade.Continue assim!

Avatar for Miguel Lucas
Maicon

Olá Miguel, eu também sofro de ansiedade como o colega Henrique Pereira, só que além de ataque cardíaco e aumento da pressão arterial,meu corpo fica enrijecido o que me impossibilita de fazer minhas tarefas, com isso não consigo permanecer nos empregos que consigo, mesmo com a capacidade intelectual para exerce-los. Atualmente tento controlar dando as dimensões reais de cada momento que vivo, mas isso não é o bastante pois meu corpo não acompanha meu pensamento. Pessoas com ansiedade na maioria das vezes possuem "tiques nervosos" esse é o maior problema, então estou procurando ignorar isso e contando com a boa voltade das pessoas. Eu procuro sempre me lembrar de uma coisa, o único fato sem solução é a morte.

Avatar for Miguel Lucas
diego

Muito bom texto, estava tendo sindrome do panico e são a igreja e coisas assim que estão me ajudando a superar, me ajudou muito.

Avatar for Miguel Lucas
fábio de oliveira

Dr . me chamo fábio
sou de ribeirão preto .

estou em uma fase difícil .

sou muito ansioso .
minha pressão cardíaca almenta .
devido a ansiedade .
preciso de uma ajuda de você .
as vezes tem coisas q tenho esperar já quero fazer no dia .as vezes tem q ser tudo na hora . fico dentro do meu quarto 12 horas por dia sempre depois do serviço trabalho das 8:00 da manhã até as 15:00 horas .sempre depois do trabalho já quero ir direto pro quarto. só tenho ânimo.pra ficar no celular.
não saiu pra nada . só.pra trabalhar mas nada . preciso de uns conselhos de você .

Avatar for Miguel Lucas
Gabriela

Caro Fábio,

Em alguns momentos em nossa vida passamos por sofrimentos que não conseguimos lidar. O que fizemos não foi suficiente para entender e modificar essa situação. Nesses momentos é fundamental a ajuda profissional de um psicólogo que poderá lhe auxiliar a enfrentar esse momento difícil. Fazer terapia é um passo para modificação desse quadro. Desejo a você boa sorte e melhoras.

Avatar for Miguel Lucas
Aline

Boa tarde!

Miguel,

Sofro muito de ansiedade, inclusive encontrei esse site, porque queria entender o porque disso em mim.
Absolutamente tudo o que eu vou fazer, eu fico ansiosa, mas ansiosa de passar mal, ficar com o coração palpitando,trêmula, não consigo me concentrar em nada, na minha mente só fica o assunto pelo qual eu quero resolver, mas, que não depende de mim.
Como você é psicólogo, o que você pode me dizer a respeito, preciso fazer um tratamento?
Desde já agradeço.

Avatar for Miguel Lucas
Ana Cristina

Há 7 anos tomo medicamentos para síndrome do pânico, na verdade quando começo a me sentir melhor para por conta própria a medicação e tenho recaídas. Para mim, é muito difícil aceitar esse transtorno e muitas pessoas ao nosso redor também não entendem o que temos. No meu ambiente familiar muitos já estão de saco cheio.e todas às vezes que tenho recaídas,eles dizem: ¨toma o seu rivotril sublingual e tudo vai ficar bem.¨
Espero um dia me livrar dessa doença.

Avatar for Miguel Lucas
Eduardo

Olá Ana, sofro da síndrome do pânico há uns 2,5 anos, entre idas e vindas, de certa forma achei engraçado teu comentário sobre o rivotril, comigo acontece o mesmo. Gostaria de compartilhar contigo o tratamento que venho fazendo com meu psiquiatra e vem dando resultado, segue algumas sugestões: 1. Uma boa alimentação, (se necessário complementos polivitamínicos manipulados) 2. Exercícios: Caminhadas, passeio de bicicleta, etc. 3. Durma somente o necessário, entre 8 e 9 horas, aos finais de semana mesmo que vc não tenha compromisso acorde no horário certo, se na tua casa tem muito barulho a noite use protetores auriculares. Junto a isso estou tomando um antidepressivo fraco e o rivotril estou usando cada vez menos. Tenha fé que tudo isso irá passar. Abraço.

Avatar for Miguel Lucas
Renata Flavia

Olá Eduardo, me chamou atenção tb sobre o que as pessoas falam a este respeito,acontece tb comigo as vezes fico com vergonha, é como se tudo fosse uma piada e sofro muito com isso será que algum dia irei ser curada pois não aguento, derrepente acordei anciosa e fiquei o dia inteiro passando mal e olha q desta vez tomei um monte de rivotril e nada de passar os sintomas,só depois que lí seu comentário me aliviou obg vc me ajudou….

Avatar for Miguel Lucas
Livia

Boa tarde Miguel, gostei muito deste artigo, entrei neste site para procurar alguma solução para o meu problema, já não sei mas o q eu faço, passei por 3 psicólogos e nenhum deu jeito na minha ansiedade e todos só "maquiaram" a minha ansiedade, tomo os medicamentos para controlar a ansiedade, mas passei por tantos traumas na vida, incluindo o bulling por uns 10 anos, q isso acabou com minha auto estima, nada q eu faça me deixa feliz, e fico constantemente ansiosa, o q faço para amenizar isso? Foco no respiração? Faço terapia de enfrentamento?
Desde já agradeço a sua atenção.:)

Avatar for Miguel Lucas
Denis

Olá DR Miguel, há alguns meses estou lendo na internet coisas sobre ansiedade/transtorno de ansiedade e etc, porque passei por uma fase difícil. Não consegui as respostas que eu queria, acabei ficando mais paranoico ainda e acabava maximizando todo e qualquer sentimento que eu tinha: uma dor de cabeça era aneurisma, dor no olho era cegueira, dor de estômago era ulcera… Mas eu tenho consciência de que não é nada disso, mas ainda é difícil acreditar quando sinto os sintomas. Fui ao médico semana passada e ele me receitou anti-depressivo. Não quero tomar, sinto que sou forte o suficiente para conseguir sozinho. Tenho 18 anos e sou professor numa escola pública, e curso Direito à noite. Os unicos sintomas que ando sentindo são: musculo da nuca tenso, e falta de ar/tontura quando fico nervoso com alguma coisa preocupante, e gases, por causa da ansiedade. O senhor acha que, tentando sozinho, com pensamentos positivos e com ajudas de chás naturais, musicas, amigos e etc eu consigo sair dessa sozinho? Agradeço o seu tempo, por ler e etc. Fique com Deus.

Avatar for Miguel Lucas
Marcela

Denis me identifiquei com vc e com seu problema, também fiz direito, comecei a faculdade aos 17 e também dei aula…subtituia professores.Hoje tenho 23 já me formei, sempre fui medrosa, mas o panico veio aos 21, com a suspeita de estar com doença que levou minha mãe.Ela sofreu muito com a doença…era pequena mas lembro de tudo.Fiz vários exames graças a Deus nada foi constado, a partir daí, começou a sensação de que eu morreria em breve, como um prenuncio de algo ruim…tinha pesadelos e todas as noites não conseguia dormir, achava que os sonhos queriam me dizer algo, como nada acontecia, achava que tinha uma doença oculta no meu corpo.Faço terapia a 2 anos, melhorei muito de lá pra cá, mas se tenho uma virose, já é o suficiente pra uma recaída, tenho falta de ar, tremores, formigamento, sinto todos os sintomas possível e faço consultas ao google, o que piora minha situação.Fazer um hemograma pra mim é a pior coisa que pode existir.Enfim, já superei isso uma vez, tive uma recaída por conta de uma virose…mas sei que sou capaz de sair dessa, é isso que me acalma um pouco.

Avatar for Miguel Lucas
Bianca

Marcela, tbm sinto isso…sempre acho que estou com alguma doença grave e me sinto mt mal…esses transtornos são muito sérios e precisam ser tratados. Eu ainda não fui a um psicólogo, mas pretendo marcar assim que puder.

Avatar for Miguel Lucas
SANDRA

Olá, tudo bem

Estou neste momento pensando em parar de fumar amanha, hoje fumei o ultimo cigarro
já estou tremula, com uma ansiedade que só DEUS sabe, meu coração palpita muito estranho.
Gostaria que o Sr: me enviasse algo a respeito disso que estou sentindo agora e o que eu posso fazer para melhorar isso, desde já agradeço.

Obrigada.

Avatar for Miguel Lucas
Luana

Olá Sandra… sei que já faz tempo que fez este comentário… mas a igreja da rádio Novo Tempo 99.9FM fala bastante sobre isso, com certeza podem te ajudar

Avatar for Miguel Lucas
Adriana de Paula

Boa Noite!
Tenho uma doença chamada Fagofobia, medo de engasgar, devido a ansiedade muito forte, porém meu psiquiatra não soube me passar um tratamento correto, disse que nunca viu esta doença.
Adorei tudo nesta pagina, e gostaria de saber alguma atividade para acabar com esta ansiedade.
Desde já muito Obrigada!

Avatar for Miguel Lucas
Andreia

bom dia eu também tenho fagofobia a 2 anos e já tou desesperada o q fazer para q este inferno termine … numca cunheci nimgeum com o mesmo problema como o meu se quiser falar comigo para trocarmos ideias dou o meu email obrigada

Avatar for Miguel Lucas
Rodrigo campos

Olá, também sofro de fagofobia a cerca de 2 anos Andréia e gostaria de compartilhar experiências de melhora ou sugestões de alimentos.

Avatar for Miguel Lucas
Lucas

Boa Noite

Quando estou em algum debate entre amigos, seja qual for o assunto festas,carros,sexo e etc…
e me destaco reportando a minha opinião (isto é; todos com atenção á mim) fico com o rosto vermelho
as vezes sinto que estou vermelho pois sinto meu rosto aquecer, mas as vezes fico vermelho sem perceber, fico sabendo porque alguns do que estão por perto me falam.
Gostaria de saber algum tipo de método (exercício ou livro). Para eu poder controlar isto.
pois quando ocorre isto de certo modo pra mim é constrangedor, pois com frequência tenho opiniões mas não levo á tona para não passar por este desconforto.

Att. Obrigado.

Avatar for Miguel Lucas
Maria Aparecida

Oi Miguel, excelente matéria. Obrigado, você sabe como é difícil viver ansioso. Eu sou muito ansiosa não sei como isso começou nem porque e ficava o tempo todo me perguntando. Hoje Eu não busco mais explicação do porque que Eu sofro com isso hoje a única coisa que eu desejo é mim curar. Ao ler essa matéria as lagrimas cairão do meus olhos,mais tive a certeza de que posso vencer esse problema. Descobri que sofria de ansiedade em 2011 quando passei na neura, tomei alguns remédios mais não deram resultado, Eu não me sentia bem, ela tinha dito que era melhor Eu passar num psicólogo. Em 2012 Eu procurei um, mais não mim sentia bem e interrompi o tratamento. Hoje Eu não sei o que fazer para diminuir a ansiedade. Vou tentar as suas dicas.

Avatar for Miguel Lucas
Maria

Bom dia Miguel,

Gostei muito seu artigo. Tenho plena noção que sofro de ansiedade. Não fui sempre assim, mas desde que acompanhei a doença da minha mãe e posterior falecimento nunca mais fui a mesma. Todos aqueles meses como que me esgotaram a nivel de resistência emocional. Foi uma luta inútil. Mas a vida não é perfeita e cada vez que começo a sentir as tais sensações desagradáveis começo logo a tentar racionalizar mas não é facil. A tendência para o pessimismo está lá.
Vou vivendo um dia de cada vez e esforço-me por melhorar. Eu adoraria ser diferente a ironia desta situação é que depende mesmo de mim!

Obrigada.

Avatar for Miguel Lucas
fabi

olá, obrigada pelas dicas, será de grande ajuda..

Avatar for Miguel Lucas
Gui

Excelente artigo, principalmente para mim que sou super ansioso. Coloco mais uma dica: evite videogrames. Eles aumentam a ansiedade ao ter um mecanismo de jogo que sempre exige uma resposta mais rápida do jogador e aumenta a frustração. Portanto, para qualquer pessoa ansiosa, não use videogames (ou modere ao máximo possível).

Avatar for Miguel Lucas
Marcos Vinicios

Sofro de transtorno de ansiedade social. Vinha tratando com medicamentos e estava me sentindo cada vez pior, até então encontrei a Terapia Cognitiva Comportamental (TCC) que identifiquei técnicas similares em seu artigo. Minha região sofre de carência de profissionais dessa área, então eu mesmo tive que virar meu próprio terapeuta. Comprei um livro (Vencendo o transtorno de ansiedade social com TCC – Manual do paciente ) e estou enfrentando passo a passo as situações temidas, realmente não é fácil, mas tive vários sucessos, sofro muito ainda com emoções negativas e sensações físicas fortes, porém posso confirmar que estou muito melhor, é uma pena minha região ainda não ter um terapeuta cognitivo, porém vejo que mesmo assim somos capazes já a terapia e voltada mais para a aprendizagem de técnicas especificas. É claro que um acompanhamento seria o essencial, mas o que não podemos é desistir, todos temos problemas isso é um fato, a maioria desses transtornos são causados pelas crenças que carregamos de como enxergamos a si mesmo, o mundo e o futuro, identificar essas crenças e questiona-las socraticamente é o passo essencial para ter outros pontos de vista menos catastróficos e uma vida mais saudável. Abraço.

Avatar for Miguel Lucas
renato

muito legal me amarreii eu tenho ums problemas serios extres e ansiedade isso me dexa louco todo mundo relaxa so eu nao rsrsrs + vou conseguir tbm dpois de ver as dicas ja me sinto bem melhor vlw doutor

Avatar for Miguel Lucas
Amigo

MUito boa a matéria, com certeza vou colocar em prática. Estou desse jeito como disse: ansioso demais, sou magro não bebo nem fumo, Vinha com quadro de insônia que estava piorando cada dia.Fui ao médico neurologista que me mandou fazer um exame chamado polissonografia. Feito exame foi verificado que estava com muitos episódios de apnéia por minutos durante a noite e segundo os médicos não sou do biotipo típico para ter essa apnéias. Procurei várias opiniões de variadas especialidades médicas e a que mais o meu neurologista concordou é que eu deveria tomar um remédio ansiolítico pois o exame mostrava que os episódios de apneía eram mais no snc do que obstrutivos. Passei por um problema pessoal que me abalou muito. Agora passados 6 meses de medicamentos quero diminuir a dosagem dos medicamentos mas substituindo por algum modo alternativo, evidentemente com acompanhamento Médico.

Avatar for Miguel Lucas
Maite Braga

Me sinto assim . Tive um momento delicado em setembro e outro agora em julho, fiquei deprimida mas graças a Deus passou ! Tome a medicação adere ao tratamento , exercício físico pode te ajudar muito . Eu acredito que corrida é o mais fácil .

Avatar for Miguel Lucas
silvana

Boa tarde doutor tenho muito medo de falar em público, gostaria de saber algumas dicas para tentar supera esse medo.

Avatar for Miguel Lucas
Renata okawa

Tenho ansiedade e já tive síndrome do pânico que exercícios devo fazer para diminuir a ansiedade

Avatar for Miguel Lucas
Gabriela

Olá, gostei muito da matéria, também sofro de ansiedade
fico muito nervosa e não consigo me controlar. Percebi que
eu mesma aumento os problemas que na verdade são pequenos,
e faço com que eles fiquem enormes!! Mas estou melhorando.
Uma dica para quem gosta de tomar chá, o chá de erva cidreira é muito bom
principalmente antes de dormir!!

Avatar for Miguel Lucas
Monteiro

Dinheiro, mais muito dinheiro nos bolsos, você nunca terá ansiedade, certo?

Avatar for Miguel Lucas
Monteiro

Ansiedade é doença de liso, quero ver um rico com essa doença?

Avatar for Miguel Lucas
Jhonatan

Passei por este problema e ainda tenho um pequeno rastro de ansiedade.
Me curei 90 por cento em 20 dias sendo que o minimo geralmente leva 4 meses, e sem remédios. Lembrando que alguns casos necessitam de remédios.

Procure um psicólogo, ele vai te ajudar muito.

1 – Deus 90 por cento
2 – Meditação que acalma sua mente e corpo(TODO DIA SE POSSÍVEL 2 VEZES)
3 – Caminhada (TODO DIA SE POSSÍVEL 2 VEZES)
4 – Controlar sua mente pensando no hj e não no amanha, o amanha só pertence a deus
5 – Marque todas suas preocupações em um caderno, pois vc engana a mente ela entende que a sua preocupação ja esta guardada em algum lugar.
6 – com a meditação se torne um ser observador.
7 – Quando estiver ansioso respire pelo diafragma lentamente.
8 – Lembre-se que existem muitos casos piores que o seu, e que as pessoas superaram e com você vai ser igual você vai superar isto.
9 – faça coisas que vc goste e sente prazer

Lembre-se querer é fazer, as coisas só estão pronta quando estão prontas na mente, mentalize coisas boas.

NA ÉPOCA QUE BATEU A CRISE FIQUEI 3 DIAS SEM COMER COM MT VOMITO E DIARREIA, QUASE BATI OS PARAFUSOS.

O MEU FOI CAUSADO POR STRESS

Avatar for Miguel Lucas
arlete barros

ola bom eu vi muitos comentarios de pessoas com ansiedade e outros problemas q a ansiedade causa e nenhuma resposta eu sofro com os mesmos males mais não vou perguntar nada sobre oq fazer.fiquei meio em duvida sobre este site se tudo isso q foi escrito por vc for mesmo verdade entre em contato com meu e-mail.pois preciso de ajuda nãoquero tomar remedio .

Avatar for Miguel Lucas
Giselda

Ola Miguel

Tenho sindrome depanico a 35 anos,tive uma vd bem complicada desde pequena tenho uma ansiedade minha mae teve um aneurisma na minha frente e ficou dez anos nacama ,fiz terapia uns 9 anos ,mas continuo nos medos que sei que e ireal,mas nao controlo soude SP mas estou morando no Rio se puder me ajudar pois ja estou cansada das lutas mas tenho muita vontade de viver ha tenho muita despersonalizacao ,,,aguardo seu email se puder e claro abracos,GI

Avatar for Miguel Lucas
kédma

a uns 3 anos venho sentindo alguns sintomas, e cada dia que passa sinto novos sintomas, já fui em terapias, psicólogos e ate psiquiatra, nesse período fiquei gravida hoje meu filho tem 6 meses, achei que após o nascimento dele as coisas iriam melhorar ao contrario pioraram. Preciso de ajuda me ansiosa o tempo todo o dia todo a todo momento e sem motivo JESUS não aguento mais, alguém pode me ajudar a combater esses sintomas horríveis ..(coração disparado, falta de ar, tremula, pernas inquietas, tremor na cabeça, desespero ansiedade pura)

Avatar for Miguel Lucas
Renata Flávia

Olá Miguel,
gostei dos comentários,assim me deixou mais aliviada,pois achava que só eu que sentia esta maldita ansiedade,sofro desse mal a uns 3 anos,já fiz tratamento com psiquiatra e hj me sinto mais frágil como nunca,por favor preciso de ajuda já não sei o que fazer,tranquei minha faculdade 8º período de Direito,não consigo trabalhar mais em lugar nenhum,por favor estou em pânico.

Avatar for Miguel Lucas
claudio vieira

ola dr miguel, eu soube deste site ha pouco tempo e achei interessantissimo, e preciso de tirar umas duvidas, pf, estou mesmo a precisar de desabafar com alguem, e assim por escrito é melhor.
É assim, quem me conhece, diria q eu sou bom rapaz, calmissimo, pouco falador, e acima de tudo timido, e outra das caracteristicas q pouca gente deve saber a meu respeito é q sou mt prefessionista. entao é o seguinte:
quando acontecem coisas novas na minha vida como por exemplo arranjar um novo emprego, fico sempre bastante nervoso e mt pessimista em relação a como vao correr as coisas, fazendo com que me sinta sem confiança alguma em mim e isso perturba mt a minha vida, pois apesar de tentar fazer as coisas certas, o nervosismo consegue me superar, é como se estivesse desatento.
É sempre assim, independentemente de ja estar a trabalhar ha alguns dias, sinto-me igual, estando ja na cama pronto para dormir, vem-me pensamentos maus do que podera correr no dia seguinte, fazendo com q durma pouco, e acordar sempre de hora em hora.
e desde ha cerca de dois meses pra ca que mesmo estando em lugares frios, começo a transpirar, mas so quando estou no cafe jogar cartas, ou mesmo no trabalho, em casa isso ja nao sucede.
Entao eu gostaria de saber se ha alguma coisa q eu possa fazer para largar isto.

Avatar for Miguel Lucas
Timoteo

A melhor forma que conheco de lidiar e vencer a ansiedade, e a tomada de consciencia do sentimento, a ansiedade no momento em que surge . O problema, nao e o que está a acontecer fora; mas sim o que se passa dentro de mim pelo que acontece. Bendita a hora em que aprendí este segredo. Estudei psicologia, ensinei psicología , mas nunca aprendi que problema nao e o que acontece la fora, más sim o que sucede aquí dentro de mim, a minha res posta, a o reacción. O problema nao e o que pode acontecer no futuro, mas sim a minha ansiedade. Penso que agora podemos perceber claramente o que e a ansiedade. A compreensao do que acabo de expor exige pratica diaria e percepción que e a visao das cosas tal como sao.

Avatar for Miguel Lucas
cristina oliveira

Amigo, me identifiquei com seu comentário passo por um momento novo em minha vida, talvez essa ansiedade ja me acompanhasse algum tempo, mas estava camuflada. hoje percebo e sinto que ela se apresenta de uma forma grotesca incontrolável. De que forma, ou qual a melhor forma de colocar pra fora o que sucede dentro de mim? por que sei que preciso me conhecer pra poder me ajudar.
Grata pela sua atenção

Avatar for Miguel Lucas
ivan parolin

Doutor sofri um acidente de moto ja estou 4 meses parado e to ficando muito ansioso pra sarar . e acho que por causa da ansiedade acabo ficando nervoso . oque posso fazer pra me acalmar e controlar essa ansiedade.
A e pra mim melhorar e mais ou menos mais 4 meses

Avatar for Miguel Lucas
Aline

De tudo que andei pesquisando na internet nos últimos tempos, esse foi o texto que mais me agradou e ajudou. Gostaria de agradecer ao autor, Miguel, pois mesmo fazendo acompanhamento psicológico ainda tinha muitas questões que só eu e minha mente poderíamos resolver e este artigo realmente ajudou!
Abraços

Avatar for Miguel Lucas
Alexandre Aldo Cipriani

Parabéns pelas informações…

Um abraço!

Alexandre

Avatar for Miguel Lucas
José António Correia Rodrigues

Boa tarde!

Miguel,

Sofro muito de ansiedade, inclusive encontrei esse site, porque queria entender o porque disso em mim.
Absolutamente tudo o que eu vou fazer, eu fico ansiosa, mas ansiosa de passar mal, ficar com o coração palpitando,trêmula, não consigo me concentrar em nada, na minha mente só fica o assunto pelo qual eu quero resolver, mas, que não depende de mim.
Como você é psicólogo, o que você pode me dizer a respeito, preciso fazer um tratamento?
Muito Obrigado.

Avatar for Miguel Lucas
MILY

Boa noite, sofro com ansiedade, quando estou nervosa sinto muita vontade de ir ao banheiro, não me concentro em nada, quando vou viajar só penso em ir ao banheiro, não tenho mas paz. oque devo fazer?

Avatar for Miguel Lucas
izonete

Há alguns anos sofro com ansiedade, leve. Vou ao medico e ele me receita remédios leves para controlar. Mas ontem tive uma crise que nunca havia tido. Na verdade tive um ataque de panico não conseguia dormir tinha medo de não acordar ou morrer de taquicardia. meu coração batia acelerado, minhas pernas tremiam e tive dores de barriga. achei que ia morrer. Já imaginava me velório e o que as pessoas diriam quando me olhassem no caixão. Foi a pior crise que tive e continuo com medo de não conseguir me tratar e me tornar uma depende de remédios controlados. Pra vcs verem a que ponto estou ansiosa.

Avatar for Miguel Lucas
Roberta

Sofro de ansiedade , em momentos de pressao ou quando tenho que apresentar algo em publico sinto tremores na mao , meu coracao acelera , faço enfermagem e isso me atrapalha nas aulas praticas , ja tomo ansiolitico mas nao obtive resultado , tenho medo de ter que desistir do meu sonho por essa minha inseguranca e medo
Gostaria de uma ajuda !

Avatar for Miguel Lucas
maria jose leonel tedeschi

Ola me chamo maria, e tenho um concirso de modelo daqui uns dias e ja estou ansiosa desde ja, o problema e que quando fico ansiosa tenho varios sintomas "fisicos", por exemplo, diarreia, ancia com vômito, palidez, tremedeira, tontura, desmaio, dor de barriga, entre outros.
Isso ja tinha acontesido varias vezes antes, mas agora to com medo de na hora do concurso eu passar mt mal, pois se quase 2 semanas antes ja estou com alguns sintomas, tenho medo do que possa aconteser na hora.
Oq posso fazer ????? Estou mt preocupada.
Bjs obg

Avatar for Miguel Lucas
ANDREIA MACHADO

EU TENHO ANSIEDADE MAS ACREDITO COM AJUDA DE UM PISOCOLOGO OU PISIQUIATRA TENHO CURA

Avatar for Miguel Lucas
keila

Tenho 17 anos e algumas semanas atraz eu passei mal, apos esse episodio luto contra algo que desconheço as vezes sinto ânsia e uma azia, fico pensando em coisas negativas já li bastante sobre a ansiedade e me ajudou muito, to me sentindo muito melhor agora já consigo ir a escola normal, conversar com meus amigos e dormir tranquilamente só continuo achando que a algo errado comigo, eu queria saber se isso é um indicio de que estou vencendo a ansiedade?? Pofavor se poder me ajudar desde já agradeço.

Avatar for Miguel Lucas
Madalena

tenho 17 anos, pelo fim do relacionamento com ex noivo… fiquei totalmente perdida… não consigo me concentrar em nada. isso aconteceu ja faz 3 meses… a ansiedade é muita, fiz tratamento com psicólogo, mas não deu em nada… não tenho animo nem pra conversar com minha familia… não sei mais o que faço, a igreja tem me ajudado bastante, mas o problema é que não posso frequenta-la, pois meu ex noivo está sempre lá, e se torna pior pra mim.

Avatar for Miguel Lucas
JESSICA

BOA TARDE!

EU ANDO MUITO ANSIOSA , JÁ ENGODEI 21 QUILOS FIQUEI PIO MINHA ALTO ESTIMA ESTA BAIXA, PASSEI COM MEDICO , ME PASSOU FLUXELINA HOJE É TERCEIRO DIA VAMOS VER O QUE VAI DA?

Avatar for Miguel Lucas
Elson

Olá, Jessica. Já tomei Cloridrato de Fluoxitina, para a minha ansiedade, porém, pouco ajudou,é um remedio de pouca eficácia. Recomendo a pratica de exercicios, caminhadas, etc.

Avatar for Miguel Lucas
Car

A medicação ajuda a aliviar os sintomas, mas depende muito mais da força de vontade de cada um. Nenhum remedio fará o milagre da cura dessa doença. E uma vez que tenha tido essa doença, a pessoa deve administrar os sintomas por toda a vida para que não tenha uma recaida. Consultar um psiquiatra e um psicologo aliados a um bom exercicio aerobico é a melhor solução. Passei por isso e sofri bastante, pois não aceitava essa doença. Fiz tratamento por 01 ano com medicação e tenho sempre que esta fazendo consulta de manutenção para avaliação do nivel de ansiedade ou depressão!! Lembrem que a ansiedade leva a depressão, por esse motivo uma pessoa que esta ansiosa também é tratada com medicação de depressão.
A melhor coisa pra amenizar o sofrimento de uma pessoa com esses sintomas é sempre pensar positivamente (apesar de parecer impossivel) e entender que só partimos na hora certa, então para tudo há solução ou uma forma de amenizar quqlquer dor.
Abraço a todos!

Avatar for Miguel Lucas
Soraya Hirota

Ontem tive uma crise fortíssima, ler o seu comentário me ajudou bastante! Muito obrigada… Vou tentar seguir seus conselhos.

Avatar for Miguel Lucas
elisabete

Passei por uma situaçao financeira muito dificil na empresa e outras situaçoes e estava em casa uma noite e so´pensava em ficar ao ar livre ,uma sesaçao estranha que com passar do tempo descobri ser ansiedade ,ao ir pra empresa tenho vontade de voltar pra casa,preciso de sol, ar fresco e nao gosto de conversar quando estou assim,nao aceito tomar remedios mas preciso de ajuda pra achar eu de novo ,pois sempre fui muito segura e resolvia tudo agora tenho vontade de delegar ,nao tenho vontade nem de pagar contas,,,,

Avatar for Miguel Lucas
Eduardo Nunes

Olá Dr.comecei sentir transtorno de ansiedade a uns nove meses,seguido de pânico,achei que podia morrer a qualquer momento,tive pressão alta e taquicardia ,fiz todos os exames ,como-ECG,emôgrama COMPLETO,ECO CARDIOGRAMA,ESFORÇO ,E HOLTER,deu tudo normal mais estou com Arritimia ,isso é uns dos sintomas da ansiedade

Avatar for Miguel Lucas
Barbara

Oi sofro de ansiedade nervosismo ,as vezes tenho uma tristeza tão grande que dar vontade de se matar fumo por de mais estou comendo sem fome engordei 15 kilos menos de um ano procurei um psiquiatra para poder me ajudar,só penso em dormi ou comer e fumar preciso mto de ajuda…

Avatar for Miguel Lucas
Eduardo

Só me lembro de procurar ajuda quando estou em crise forte… falta de ar enorme, taquicardia, suores, por vezes gases. Pessimismo sobre tudo que eu estou pensando, os meus prnsamentos nestes momentos são sempe fatalistas e me deixam totalmente desesperado, que estou infartando ou tendo um avc, que vou morrer de falta de ar, horrível. Tem algumas crises que eu não consigo esperar passar e tenho que sait na rua e caminhar caminhar e caminhar, penso sempre que se parar vou mo?rer… depois alivia e passa….por uns tempos. A partilha e a identificação me ajudou agora só ler o dr e alguns de vocês. Se alguém quiser trocar experiências ou conversar estou disponivel

Avatar for Miguel Lucas
andrea

Bom dia,

Sofro de ansiedade e depressao a 5 meses estou desesperada pois tomo medicamentos e nao vejo melhora em meu quadro apenas os sintomas fisicos da doença eu não sinto, mas tenho muito sono durante o dia e penso o tempo todo em ficar sozinha dormir e nao acordar mais, nao consigo conversar com as pessoas e rir faz tempo que nao consigo nao sinto vontade, acho que os medicamentos apenas me ajudaram fisicamente mas minha cabeça continua bagunçada, gostaria de trocar informações sobre a doença.
um abraço.

Avatar for Miguel Lucas
Desconhecida

Sou demais ansiosa, faz anos que tomo rivotril,inclusive já estou dependente desse remédio.
Tenho esse problema de anciosidade e nervosismo desde criança.,pois a tempo atrás os pais não se preocupava de levar seus filhos ao especalista. Só que costumo muito ler sobre esses assuntos, e embora não exerça a função fiz curso tec. em enfermagem.,isso me ajudou muito até ter mais entusiasmo de ler.
Mas gostaria que vc me ajudasse a romper esses conflitos., as vezes sinto-me triste, pensamentos negativos, coração acelerado, quando tomo o remédio, as vezes uso esse método de respiração melhoro.,mais normalmete vem os sintomas.Me ajude. Aguardo resposta

Avatar for Miguel Lucas
Larissa

Olá DR eu tenho um problema enorme com ansiedade, eu tenho febre vontade de vomitar tontura, as vezes tenho ataques de choro, choro muito mesmo e ainda por cima tenho gastrite nervosa que só ataca quando estou ansiosa, não aguento mais, obrigada pelas dicas vou tentar…

Avatar for Miguel Lucas
Diego Correa

PESSOAL TAMBEM SOFRI VARIOS ANOS COM DEPRESSÃO E SINDROME DO PANICO.
MAS CONSEGUI VENCER ESSAS CRISES ME APEGANDO COM DEUS. BUSQUEM AJUDA DE DEUS SOMENTE ELE IRÁ FAZER VC SUPERAR ESSAS CRISES E VENCER ESSE PANICO. DEUS ABENÇOE TODOS.

Avatar for Miguel Lucas
Ailton Kennedy

Vá a um pisciatra e diga oque vc passa mande ele passar um remedio pra depressão , eu tenho sidrome do pânico tambem, tenho 15 anos e comecei ate essa desgraca em 2011, é ruim demais a gente fica so assustado e comedo , bom é tomar o remedio chamado Cloridatro de Sertralina, ela tira o medo medmo, vc faz tudo corre, brinca, anda sozinho(a) com uns mês, vc se esquece mais fdo

Avatar for Miguel Lucas
jaime

tenho 21 anos deparei na mesma situacao sofro de ansiedade a 2.5anos quando quero tomar uma decisao aparece pensamentos negativos. fico tremo ansioso e quando nao da certo penso que tudo nao vale nada nem apropria vida que vivemos,pesso sua ajuda.

Avatar for Miguel Lucas
chaiane

Ola comecei a ter ansiedade esse ano,ja e o meu segundo ataque,so que dessa vez eu tenho mais a noite piora e tremo tanto que nem sei o que faco,agora eu fico com medo de morrer.sera que esse medo de morrer e por causa da ansiedade.me ajudem eu nao consigo fazer mais nada.
Eu fico imaginando que vou morrer.
Me ajudem….

Avatar for Miguel Lucas
Dione

Oi, estou muito ansiosa ,levo uma vida muito corrida pois trabalho na área de segurança publica e tenho um filho pequeno.è a rotina do dia dia no trabalho e depois em casa .

Avatar for Miguel Lucas
Carla

Dr. Estou passando por uma situação aparentemente boba, diante de outros problemas relacionados acima. Mas busco respostas para me ajudar:
tenho um relacionamento maravilhoso, somos parceiros e fazemos tudo juntos (cafe, jantar, passeios) somos casados ha 3 anos.
Ele teve que fazer uma viagem de 25 dias para o exterior. Vou me encontrar com ele em 18 dias, mas estou muito anciosa e apreensiva, nao sei o que ocorre, mas quero chorar o tempo todo, estou sem fome, dor no peito, fraquesa, nao consigo trabalhar direito e chegar em casa é toturante. Durmo mal e procuro ele durante a noite. Nos falamos, mas isso nao tem reduzido muito esta ansiedade.
Tenho medo que algo de errado… nao sei, fico tentanndo arrumar coisas para fazer, mas nao tenho vontade de fazer nada… me ajudem a reduzir este sentimento.

Avatar for Miguel Lucas
cristiane

me ajudou muito estes cometarios
hoje fui ao cardiologista poi estava sem dormir , paupitação dor no peito nas costa e queimação
mais ao ler estes cometarios me acalmou
oque pode está acontecendo comigo pode ser ansiedade , pois pensso que pode ser varias coisas
muitos pensamentos negativos, mais pesso a Deus que não seja nada

Deus abençoe e cure a todos!
obrigado

Avatar for Miguel Lucas
Renato

Ow bacana. O artigo já ajuda a lidar melhor com a ansiedade, nossas rotinas sempre acabam nos provocando desconforto com possíveis resultados que podem ser desagraveis e inesperados. Ganhou meus parabéns, e um inventivo de minha parte para continuar escrevendo bons artigos.

Avatar for Miguel Lucas
Virginia

Ola Miguel, gostei muito do texto, eu sofro de ansiedade, tomo medicação, faço terapia (EMDR) durmo com placas de silicone na boca para diminuir a atrição dos dentes. E mesmo assim continuo tendo taquicardias e fortes dores musculares no pescoço e dores de cabeça. Não sei mais o q fazer. Voce pode me dar alguma sugestão???

Avatar for Miguel Lucas
katia

Olá Miguel,acabei de ler suas postagem e queria mais orientação sobre a pratica de esportes adequados para Ansiedade .Já faço tratamento a quase 2 anos com uso de medicação e gostaria de fazer atividade física que não fosse em academia .Gosto muito de contato com a água e será que a Hidroginastica iria me ajudar no tratamento e tambem ajudar na perca de peso já que acabei engordando quase 10 Kg. Fico no aguardo de uma orientação.

Avatar for Miguel Lucas
Paulo

Ola, Ah 4 Meses Fiz Uso De Entorpecentes Que Levou A Desencardia Meu Surto De Ansiedade. Ah Quase 3 Meses Faço Visita A Minha Psicologa E Ao Total Temos Apenas 6 Encontros E Ainda Não Mim Sinto Melhor. Alguns Dias Fico Normal, Porém, Na Maioria Das Vezes Eu Estou : Tonto, Com Falta De Ar, Palpitação, Delírios Dentre Outros Sintomas. Sera Que O Dr. Tem Alguma Dica, Sugestão Ou Algum Meio De Ajuda?

Diante Mão, Grato!a

Avatar for Miguel Lucas
Bruno

Ola miguel tem 6 anos que sofria de ansiedade generalizada e anteriormente de sindrome do panico e gracas a DEus eu fui curado usando todas estas tecnicas que aprendir aqui e tbm com o programa sem panico.que descobrir num momento bem complicado da minha vida uma coisa eu tenho absoluta certeza essas doencas tem cura vc que ta lendo e pensa q contraiu uma doenca do nada pode pensar que nao mais eu so prova viva que venci pode acreditar.

Avatar for Miguel Lucas
Julieta Maria Tondolo

Bom dia Enriquecedor seus esclarecimentos,obrigada.
Prezado profissional,preciso de ajuda não consigo controlar a ansiedade no momento da prova prática de direção,já realizei várias e não consigo concluir ,com isto fico triste com vergonha ficando bloqueada.sei todos os passos nenhum problemas em dirigir no transito.
Se conseguir me encaminhar alguma orientação fico imensamente grata.
grande abraço e um Bom dia
Julieta

Avatar for Miguel Lucas
Luiza Milena

Oi
Gostei do seu artigo, pois tenho muita dificuldaddpe em me expressar e falar em publivo. Fico ansiosa e nao consigo falar direito. Ate minga diccao acaba sendo afetada pelo nervosismo. Gostaria de saber como controlar melhor essa ansiedade.

Avatar for Miguel Lucas
Luana

Muito elaborado seu artigo, gostei mito, achei fantastico. Realmente a ansiedade atrapalha a vida das pessoas, tirando o sono, mexendo com a respiração, e deixando aquela inquietação.

Um abraço.

Avatar for Miguel Lucas
simone

hoje fui fazer o exame para tirar minha habilitação desde os dias anteriores comecei a sentir muita ansiedade e pensamentos negativos ja imaginando que não conseguiria controlar meu nervosismo, não deu outra fiquei tão nervosa e ansiosa que meu cérebro travou não consegui fazer aquilo que aprendi em minhas aulas de direção, um percurso tão bobo e tão tranquilo, eu tremia tanto que deixei o carro morrer duas vezes e assim fui reprovada, me senti tão triste e tão frustrada em pensar que poderia tranquilamente ter sido aprovada simplesmente se tivesse conseguido controlar minha ansiedade e meu nervosismo, tenho 31 anos e a minha vida toda sempre senti isso, mas nunca procurei ajuda hoje tomei consciência de que preciso de ajuda especializada de outra forma não conseguirei tirar minha cnh. Não tenho medo de dirigir apenas o que me atrapalha e o fato de ter que ser avaliada por um examinador isso que me deixa muito nervosa! acho que ninguém v ai ler isso mas de alguma forma me desabafei!

Avatar for Miguel Lucas
Sandro

Simone, passo pela mesma situação. Sempre sofri de ansiedade para qualquer evento novo. Trabalho, estudo e outros. Ao tentar tirar a CNH, fui bem nas aulas práticas, mas, quando fui fazer a prova, a ansiedade atacou. Medo de errar, de não conseguir. E foi o que aconteceu. Acabou atacando a minha confiança. Fazendo com que eu achasse que não fosse capaz. E como você foi em um percurso simples. Caso encontre um método que funcione para você, compartilhe comigo. Obrigado e boa sorte.

Avatar for Miguel Lucas
kenia

Olá Miguel!
Você atende em SP?
Muito bom seu artigo!

Obrigada

Avatar for Miguel Lucas
RUBEM

OLA DR TENHO TRANSTORNO DO PANICO E ANSIEDADE, TENHO TREMEDEIRA , ANGUSTIA E AGITAÇÃO NERVOSA E FICO COM MEDO DE TOMAR DECISÃO , TAMBEM SINTO MUITO FRAQUEZA SOURES E DORES NO CORPO , TOMO CALMANTES MAS ALIVIA UM POUCO DE FORMA PEJORATIVA MAS NAO RESOLVE O PROBLEMA . SERA QUE UM TRATAMENTO TERAPEUTICO PODE ALIVIA OS SINTOMAS E ACABAR COM O PROBLEMA.GRATO

Avatar for Miguel Lucas
andre camacho

Olá Miguel queria-lhe perguntar e se o medo for sobre alguma doença imaginaria? ou seja eu sofro de ansiadade começou por problemas familiares e tornou-se pior ao longo do tempo, mas o pior é que eu penso muito em doenças se eu tenho alguma dor por exemplo no pescoço penso logo que é algum cancro ou algo de mau e eu tenho so 17 anos e tenho estado com o coraçao muito acelerado e penso logo que poderá ser alguma doença e so piora e tambem dificulta a minha respiração fico tambem com um desconforto como se nao tive-se inspirado ar suficiente e tambem alguma fadiga e um nó no estomago e isto dificulta a minha vida pois estou sempre cansado e sem paxorra de fazer nada e passo os dias preocupado se tenho algo de mau. Me ajuda é muito mau estar assim

Avatar for Miguel Lucas
Aldenir

Muito bom artigo. A ansiedade é o mal do século, a cada dia mais e mais pessoas são atingidas por esse mal. Obrigado por compartilhar seus conhecimentos conosco.

Avatar for Miguel Lucas
Aline

Nossa. artigo muito top. Realmente existem muitas pessoas ansiosas e eu sou uma delas. Obrigado pelas dicas. Vou segui-las..
valeu..

Avatar for Miguel Lucas
João Pedro Gonçalves

Boa noite Miguel,

Gostei muito do seu artigo, sempre leio algo desse tipo, também necessito de ajuda. Ás vezes em público, me sinto com dificuldades de executar algo simples ou dificuldade de falar com as pessoas, começo á suar, ficar meio tenso, em meio á várias pessoas. Eu também estou em processo de habilitação, vou bem nas aulas de direção, mas ainda tenho que voltar minha atenção para alguns detalhes que ás vezes me distraio fácil e acabo errando ou esquecendo de algo. Tenho a certeza que ainda possa alcançar meu objetivo, preciso parar de sofrer por antecipação e pensar positivo. Se puder me dizer mais algumas dicas para eu me manter mais concentrado, ficarei muito grato…Abraços!

Avatar for Miguel Lucas
Olivia

Só queria falar o quanto esse artigo me ajudou hoje. Estava muito nervosa e ansiosa antes da prova para tirar a carteira de motorista, então procuro na internet como me acalmar e esse texto me caiu como uma luva. Me ajudou bastante. Obrigada por compartilhar seus conhecimentos!

Avatar for Miguel Lucas
Suelen Andrade

Muito bom dia,
Tomei medicação contra o TAG (TRANSTORNO DE ANSIEDADE GENERALISADA) durante quase 3 anos. E depois de 1 ano e 7 meses sem tomar medicação comecei a sentir os sintomas novamente. Os primeiros dias como antigamente quiseram me parar e ficava com medo de ir até a esquina pois acreditava que algo ruim fosse me acontecer. Os meus ataques começaram a durar cerca de 1 a 2 horas. Foi aí que determinei que isso não iria mais me parar, enquanto todos se divertiam ao meu redor, eu ficava presa naquele mundo de desespero. E comecei a usar o pensamento positivo e a respiração, isso me ajudou a controlar quando ela surge de repente. Hj, meus ataques não são diários e quando vem não duram mais que 1 minuto, pois já consigo controlar. Despertei também meu lado espiritual ( não estou falando pra ninguém se converter ou algo do tipo mais no meu caso, graças a Deus eu melhorei em 99,9 %). Viver assim é desgastante e difícil mais se começarmos a bolar estratégias de defesa em breve não sentiremos mais esse transtorno.

Avatar for Miguel Lucas
Suelen Andrade

Muito bom dia,
Tomei medicação contra o TAG (TRANSTORNO DE ANSIEDADE GENERALISADA) durante quase 3 anos. E depois de 1 ano e 7 meses sem tomar medicação comecei a sentir os sintomas novamente. Os primeiros dias como antigamente quiseram me parar e ficava com medo de ir até a esquina pois acreditava que algo ruim fosse me acontecer. Os meus ataques começaram a durar cerca de 1 a 2 horas. Foi aí que determinei que isso não iria mais me parar, enquanto todos se divertiam ao meu redor, eu ficava presa naquele mundo de desespero. E comecei a usar o pensamento positivo e a respiração, isso me ajudou a controlar quando ela surge de repente. Hj, meus ataques não são diários e quando vem não duram mais que 1 minuto, pois já consigo controlar. Despertei também meu lado espiritual ( não estou falando pra ninguém se converter ou algo do tipo mais no meu caso, graças a Deus eu melhorei em 99,9 %).

Avatar for Miguel Lucas
suzete

Dr. Gostei de ler sobre a ansiedade, porque me esclareceu sobre o que me vem acontecendo com alguma frequência e que eu não conseguia explicar a razão. Sensação repentina de mau estar, batimentos cardíacos acelerados, tremuras e pânico. Estou em período de luto, penso que isso me deixou mais fragilizada, mas a mesma sensação aconteceu em pleno supermercado. Só quando tive que prestar atenção ao ter de pagar as compras, as sensações foram diminuindo e rapidamente passaram. Estou a tomar um ansiolitico, e ver o que acontece. Obrigada pela disponibilidade.

Avatar for Miguel Lucas
Bruna Scur

O principal motivo para uma pessoa ficar ansiosa é o pensamento antecipado, as pessoas se antecipam muito nos pensamento antes mesmo do tal fato acontecer, como por exemplo, dirigir, entrevista de emprego, encontros de relacionamentos e etc… Esses pensamentos fazem com que o individuo fique com os nervos em estado de alerta antes da hora.

Atividades fisicas e hábitos alimentares são fundamentais para a redução da ansiedade.

Avatar for Miguel Lucas
Luis domingos

Dr. boa tarde!
Com 52 anos de idade ainda vivo com ansiedade, isto acontece quando só convidado para falar ao publico(reunião familiar) não consigo falar a vontade, ou seja, só convidar para comentar um caso, ao iniciar a conversar o meu coração começar a bater rápido, vejo o meu corpo a caloriar, vejo o som a sair ora alto ora baixo, deixa-me desconfortante, isto perante muita gente fica muito mal, porém, o que faço para ultrapassar este síndroma?

Avatar for Miguel Lucas
Mariana

Não consigo me concentrar, eu ouço tudo o que falam, mas as informações não se assimilam na minha cabeça. Assim, perco a atenção em tudo. Isso está me levando a falência de um relacionamento e a falência da minha mente como um todo, não aguento mais.

Avatar for Miguel Lucas
Tiago Ribeiro Santos

Muito bom o seu artigo … Infelizmente sofro deste mal que está presente na maioria das pessoas atualmente.. Já tive crises de ansiedade,principalmente quando durmo muito mal. Já teve casos de eu ter caído da cama e andar pela a casa de noite de olhos fechados sem saber o que estava fazendo… Tomava muito café e desde então estou cortando muito a cafeína na minha alimentação… Devido a minha rotina de trabalho de ficar muito ao computador,eu acabava tomando café…Tenho problema de me sentir mal e achar que vou passar mal… e estou lutando muito contra isso.. Mas o seu artigo é de bom proveito e muito importante…. Se Deus quiser vou viver com mais tranquilidade e menos ansiedade!

Avatar for Miguel Lucas
LUIZ CARLOS VIEIRA DE MELO

Maravilhso, Muito Real,Coloca As Ideias Bem Dentro Do Que Realmente Acontece Nos Momentos de Crise. A Apresentaçao das Soluçoes Vao Alem De Qualquer Realismo Que Ja Li Em Artigos Com A Ansiedade Como Tematica. Parabens Pelo Alto Nivel De Conhecimento Profissional Com que Voce Miguel Lucas Aborda Este Tema.

Avatar for Miguel Lucas
thayna

Olá, gostaria de tirar uma duvida e se alguém poder me ajudar ficarei muito grata. Bom, queria saber se pra ajudar uma pessoa que tem crises de ansiedade que precisa de tratamento, pode ter como opção ir a igreja para meditar e se acalmar como fazer yoga ou outras atividades que ajude ?

Avatar for Miguel Lucas
Rick

Uma boa forma de se livrar dos medos é se submeter a situação porém com alguém que tenha ciencia disso junto para que sirva de apoio para que consiga superar.

Avatar for Miguel Lucas
ALEXANDRE

SE TIVER QUE TOMAR , TOME. MAS QUANDO COMEÇAR A TOMAR NUNCA DEIXE DE TOMA-LOS POR CONTA PRÓPRIA, POIS A VOLTA É PIOR. PERGUNTE AO PSIQUIATRA, E AOS POUCOS ELE VAI TIRANDO OU MUDAR SE NECESSÁRIO.
MUDE TANTAS VEZES DE PSIQUIATRA, MAS RESSALTO: NÃO TOME RÉMEDIO OU DEIXE DE TOMAR POR CONTA PRÓPRIA.
PODE ACONTECER COM VOCÊ , COMO ACONTECEU COMIGO: AMIGOS, ÁS VEZES A PRÓPRIA FAMILIA ACHAR QUE É FRESCURA. MAS, EU SEI QUE É UMA DOR, QUE POR VEZES NÃO É NOTADA POR FORA, ENTRETANTO POR DENTRO É TERRÍVEL, É DESESPERADOR. É TERRÍVEL, MAS TENHA FÉ, BUSQUE AJUDA, PSICÓLOGO ME AJUDOU MUITO. FIQUEI SEM TRABALHAR, INSS NEGOU, MAS CONSEGUIR RECEBER E AGORA TORNEI A SER AQUELA PESSOA QUE EU ERA.

A MINHA ANSIEDADE GENERALIZADA

ANSIEDADE GENERALIZADA NÃO É AQUELA PEQUENA ANSIEDADE EM QUERER FAZER ALGUMA COISA OU ESPERAR PELO FINAL DO TRABALHO COMO MUITOS PENSAM QUE É.
ANSIEDADE GENERALIZA INTERFERE NO SONO, ALIMENTAÇÃO, CHEGA A UM MOMENTO QUE NÃO SE TEM CONTROLE SOBRE SUA MENTE, O SEU EU PARECE NÃO EXISTIR MAIS, EU TINHA DESESPERO EM IR NA CASA DAS PESSOAS CONHECIDAS OU NÃO. TINHA MEDO DE FICAR ATÉ EM CASA, QUERIA TROCAR DE CASA, REFORMAR, TENTAVA DE TUDO PARA VOLTAR A TER CONTROLE NA MINHA VIDA.
E O FUTURO, AH, PENSAVA NA NOITE, NO OUTRO DIA , OUTRO MÊS E FICAVA DESESPERADO ACHANDO QUE MINHA VIDA SEMPRE SERIA ASSIM, NUNCA IA VOLTAR AO NORMAL. ANDAVA PELA RUA A FORA, MAS NÃO ENCONTRAVA SAÍDA, VOLTAVA, JOGAVA VIDEO-GAME, TENTAVA ME CONCENTRAR EM ALGUMA COISA, SUMIA UM POUQUINHO, MAS LOGO VOLTAVA OS PENSAMENTOS NEGATIVOS, QUE HORRÍVEIS.
COM TRAUMA DE PSIQUIATRA MINHA QUERIDA ESPOSA ME LEVOU MEIO ARRASTADO. E A PSIQUIATRA ME PASSOU UM RÉMEDIO PARA TOMAR A NOITE.
MINHA FAMILIA ME LEVOU À PRAIA, MAS NADA ME ALEGRAVA, ORAVA, AJOELHA PEDIA AJUDA AO MEU QUERIDO DEUS, CONTUDO MINHA VIDA NÃO MUDAVA. SÓ PIORAVA, MESMO TOMANDO ESTE REMÉDIO.
COMECEI A PENSAR EM SUÍCIDIO, FORMAS DE PERDER A VIDA, ASSIM TIRARIA A DOR QUE EU SENTIA.PENSAMENTOS NEGATIVOS ME CONTROLAVAM,
MINHA ESPOSA,MINHA IRMÃ , MEU IRMÃO, ALGUNS FAMILIARES ME CONSOLAVAM, TENTAVAM ME AJUDAR. MINHA ESPOSA DIZIA: CALMA , VAI PASSAR, PENSA NO SEU FILHO E EU TENTAVA ME ACALMAR, TOMAVA CALMANTES, O REMÉDIO DA PSIQUIATRA , FICAVA UM POUCO CALMO. TÃO LOGO VINHA A NOITE, E EU NÃO CONSEGUIA DORMIR.
CADA DIA PIORAVA AINDA MAIS, TINHA FOBIAS, MEDO DE IR NA CASA DE AMIGOS,PARENTES , E VIM A ANSIEDADE E PASSAR VEXAME. NÃO QUERIA MAIS VIVER A VIDA, QUANDO PENSAVA NO MEU FILHO COM OITO ANOS, CHORAVA POIS ACHAVA QUE ELE IA SOFRER A VIDA INTEIRA POR CAUSO DE MIM . QUE TRISTEZA…..
EU UM JOVEM DE 35 ANOS COM TODOS ESSES DESESPEROS, AINDA TINHA TRAUMA DE PSICÓLOGO, PSIQUIATRA.
NOVAMENTE MINHA ESPOSA, COM CONSELHOS DE MEUS IRMÃOS, ME LEVARAM AO PSIQUIATRA E TAMBÉM COMECEI A FAZER PSICOTERAPIA COM UMA GRANDE PSICÓLOGA.
AO PSIQUIATRA CONTEI TUDO O QUE SENTIA, COMO COMEÇOU, NA VERDADE EU NEM SABIA MAIS O QUE EU SENTIA, SE ERA FOBIA, DEPRESSÃO , ANSIEDADE. DEPOIS MINHA ESPOSA TAMBÉM CONTOU TUDO O QUE PASSAVA, NÃO SABIA MAIS O QUE FAZER,
ESSE GRANDE PSIQUIATRA, AO CONTRÁRIO DE ALGUNS, TAMBÉM É COMO UM PSICÓLOGO, CONVERSAVA COM A GENTE, TENTAVA ACHAR A CAUSA DO PROBLEMA, POR QUÊ EU FIQUEI DAQUELE JEITO. POIS TINHA UMA GRANDE FAMILIA, TINHA EMPREGO. MAS POR QUÊ FIQUEI NAQUELA SITUAÇÃO.
ELE PASSOU CINCO REMÉDIOS, ALGUNS PARA DIMINUIR A ANSIEDADE E OUTRO PARA DEPRESSÃO, POIS DA ANSIEDADE JÁ TINHA VIRADO DEPRESSÃO.
TODA TERÇA ÍA AO PSICÓLOGO FAZER PSICOTERAPIA, E JUNTOS TENTAVAMOS SAIR DAQUELA SITUAÇÃO.
EM UNS DIAS, OS SINTOMAS COMEÇARAM A SUMIR, PELO MENOS EU DURMIA, MAS FICAVA DEPENDENTE DOS REMÉDIOS. OS PENSAMENTOS NEGATIVOS AINDA CONTINUAVAM, A PSICÓLOGA ME AJUDAVA DEMAIS, SANAVA MINHAS DÚVIDAS, DAVA DICAS, FOI IMPORTANTE POIS ME AJUDOU A LIVRAR DOS PENSAMENTOS NEGATIVOS. SE FICASSE TOMANDO OS REMÉDIOS A VIDA TODA, QUAL O PROBLEMA , PELO MENOS EU FICAVA MENOS ANSIOSO,DURMIA, PENSAMENTOS NEGATIVOS FICAVAM NEUTRALIZADOS.
MAS DEPENDIA MAIS DE MIM, MEU IRMÃO DIZIA;TUDO QUE PENSAMOS DEMAIS, A NOSSA MÉMORIA CAPTA, E DE REPENTE TOMA CONTA DA GENTE. VOCÊ TEM QUE DOMINAR SUA MENTE, O SEU EU.
LIA LIVROS DE AUGUSTO CURY, COMO É BOM .INDICO PARA VOCÊS.
NÓS SOMOS SERES ÚNICOS, ÍMPARES DA VIDA, SEM EU, SEM VOCÊ A VIDA NÃO SERIA A MESMA. NOSSA MENTE É BRILHANTE, A VIDA É MARAVILHOSA, ATÉ NOS TÉDIOS SEMPRE HÁ ALGO DIFERENTE. APROVEITE CADA MINUTO DE SUA VIDA, NÃO PENSE DEMASIADAMENTE NOS PROBLEMAS.
JESUS , PODE ACREDITAR , TEVE A MELHOR MENTE DO MUNDO. SOFREU DECEPÇÕES, AMARGURAS, STRESS. TUDO O QUE A VIDA NOS TRAZ HOJE, E MUITO MAIS , MAS, SABIA CONTROLAR SUA MENTE…

….VOLTEI A TRABALHAR, REMÉDIOS DIMINUIRAM, PSICOLOGO,PSIQUIATRA,FAMILIA, MENTE, ESPETACULO DA VIDA, JESUS CRIOU PSICOLOGOS,PSIQUIATRAS PARA TE AJUDAR…..NÃO INTERROMPA SEU TRATAMENTO…HOJE TOMO MEIO CRONAZEPAN . E ACREDITE A VIDA É FANTASTICA………..

Deixe o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *