Liberte-se de 10 pensamentos de bota abaixo
Psicologia Comportamental 22/09/2016

Liberte-se de 10 pensamentos de bota abaixo

Miguel Lucas Publicado por Miguel Lucas


Grande parte da tensão e conflito que nos provoca mal-estar, stress e insatisfação, emerge da noção que construímos de como nos deveríamos comportar. Muitas vezes, nós estamos stressados ou dececionados não porque os outros esperam algo de nós, mas porque nós julgamos que eles estão esperando algo de nós. Todos esses “deverias” que você enraizou podem ter tido a sua origem em expetativas externas, códigos morais, regras, crenças que internalizou há muito tempo e que passaram a influenciar a sua vida através de pressões que coloca em si mesmo. Esses pensamentos de bota abaixo dão-lhe uma perspetiva “fechada” das possibilidades que tem e de como tem de fazer as coisas. Você tende a tornar-se rígido na sua forma de pensar, ficando preso a ideais absolutistas que atrapalham a sua vida.

Você identifica-se com alguns dos seguintes pensamentos:

  1. “Eu deveria resolver os problemas por mim mesmo (não fazê-lo é sinal de  fraqueza, carência ou significa que eu sou inadequado)”
  2. “Eu não deveria fazer pedidos a outras pessoas (é egoísta e egocêntrico)”
  3. “Eu deveria apenas lidar com isso.”
  4. “Eu devo sacrificar as minhas necessidades para os outros.”
  5. “Eu não deveria sentir-me da maneira que me sinto.”
  6. “Eu deveria mudar a minha atitude.”
  7. “Eu deveria ter feito melhor (no trabalho, no relacionamento, ou numa tarefa)”
  8. “Eu não posso falhar (falha seria desastroso)”
  9. “Eu não posso lidar com a crítica.”
  10. “Eu nunca deveria precisar de ser criticado (eu deveria comportar-se perfeitamente, de modo que não houvesse espaço para críticas)”

sentimentoculpa

Quando você carrega uma carga pesada de regras internas “deverias” você pode ficar desgastado e sobrecarregado pelas suas próprias expetativas. Essas formas de pensamento podem vir a comprovar-se como um obstáculos ao seu desenvolvimento pessoal, dificultando a obtenção de alguns dos seus objetivos e sonhos. A sua frustração vai crescendo, com isso os conflitos internos fazem-se sentir retirando-lhe paz de espirito. Pode levá-lo a construir uma ideia depreciativa acerca de você mesmo, exacerbando-lhe o sentido de responsabilidade para níveis prejudiciais, aumentando-lhe o sentimento de culpa perante as perdas e fracassos.


Numa primeira fase, até pode ser benéfico retermo-nos algum tempo a analisar alguns dos nossos “deverias”. No entanto, se isso é recorrente na sua vida, se isso só tem vindo a servir para sentir-se mal e não o direciona para ações que o conduzam a soluções, então, esses “deverias” perderam o seu valor adaptativo e transformaram-se em obstáculos à felicidade.

ESTRATÉGIAS PARA REESTRUTURAR OS PENSAMENTOS “DEVERIAS”

Tente prestar atenção a um pensamento que você sabe que o tem vindo a prejudicar e está decidido a abandoná-lo. Utilize algum dos dez pensamentos listados ou identifique um pensamento próprio que tem vindo a contribuir para o aumento da sua angústia e sofrimento emocional.

Com esse pensamento em mente, aplique uma ou todas as estratégias que se seguem:

  • Observe esse pensamento sempre que ele lhe surge na mente, e imagine-o a entrar e a sair da sua mente como uma nuvem que atravessa o céu. Você pode presenciar esse pensamento, como por exemplo: “Eu devo sacrificar as minhas necessidades em prol dos outros” a entrar na sua mente, a vaguear e a fluir.  Não force o pensamento a ir embora, nem se envolva com ele, nem o alimente com outros conteúdos que o justifiquem. Fique apenas com ele, nada mais. Perceba que não passa de um pensamento e que nada lhe pode causar, se você não permitir. Você não é os seus pensamentos. Os pensamentos são eventos mentais, e alguns desses pensamentos podem ter de ser descartados, principalmente quando não estão de acordo com os nossos objetivos, ou não representem uma ideia que esteja alinhada com os nossos valores.
  • Foque a sua atenção nesse pensamento, mas mude a palavra “devia” para “podia.” Se é um pensamento com a palavra “não posso” mude para “Eu sinto-me triste, dececionado, ansioso, quando eu…” Observe se a mudança da palavra teve algum impacto em você e como isso o faz sentir-se. Por exemplo, você pode mudar “Eu deveria lidar com isto” para “Eu posso lidar com isto.” Esta mudança subtil pode aumentar a flexibilidade de pensamento e expandir a sua noção de opções possíveis.
  • Imagine fazer a coisa que você “não deve” fazer e construa um cenário onde se visualiza a obter um resultado positivo. Por exemplo, se você tende a pensar “Eu não deveria precisar de ajuda”, você pode imaginar-se a pedir ajuda a um vizinho. Depois imagine que, enquanto o vizinho o ajuda, você começa a conversar e acabam desenvolvendo uma nova amizade.

Abraço

Novo usuário?
Comece aqui
Receba Grátis os Vídeos “Fórmula da Positividade”
Receba Grátis os Vídeos “Fórmula da Positividade”

Dê a si mesmo a oportunidade de florescer e ser bem sucedido!

Comentários
Avatar for Miguel Lucas
neia

Boa tarde Miguel, agradeço pelas palavras, o meu desanimo é tanto sinto dores de cabeça, não consigo controlar meus pensamentos fico esgotadas mentamente e fisicamente, gostaria de conseguir supera tudo que já passei e ando passando mas não sei se vou conseguir sozinha, as vezes acho que meu estágio já esta avançado para conseguir sozinha. se puder mim de um parecer do meu comentário lhe agradeço muito obrigada

Avatar for Miguel Lucas
JULIANA

28Não sabes, não ouviste que o eterno Deus, o Senhor, o Criador dos confins da terra, não se cansa nem se fatiga? E inescrutável o seu entendimento.

29Ele dá força ao cansado, e aumenta as forças ao que não tem nenhum vigor.

30Os jovens se cansarão e se fatigarão, e os mancebos cairão,

31mas os que esperam no Senhor renovarão as suas forças; subirão com asas como águias; correrão, e não se cansarão; andarão, e não se fatigarão: Isaias 40

ORAÇÃO:
Deus Pai, o Senhor é glorioso e maravilhoso. Seu reino é verdadeiro, justo e eterno. O Senhor mantém suas promessas e nos abençoa generosamente. Somente o Senhor é verdadeiramente Santo e Maravilhoso no seu esplendor e poder. Somente o Senhor opera milagres, somente o Senhor nos dá esperanças, somente o Senhor é digno de toda nossa honra e glória!!! Somente o Senhor entra com a providência em TODAS as áreas de nossa vida.

Senhor, peço uma benção especial para a Neial, cuida e proteja, liberta das amarras do inimigo!! Toca nesta vida, Senhor, sara as feridas, cura , pelo sangue de Jesus!!!

Só Tu, Senhor, tens o Poder para fazer este milagre, e sei que a vitória será dele, em nome de Jesus!!!!

Inclina Teus ouvidos ao nosso pedido, Senhor, em nome de Jesus!! Eu Te louvo e Te agradeço por tudo, no nome de Jesus nosso Senhor.

Amém

Avatar for Miguel Lucas
Rafaeli

Puxa irma, e’ muito bom da sua parte fazer uma oração pela Neia. Também sou crista, sei bem a importância da Palavra de Deus e seu poderoso efeito, e também do poder da intercessão, mas discordo da sua atitude de considerar que isso seja uma "amarra do inimigo". Vejo muitos cristãos dando credito demais a satanás. Nosso corpo emite alertas constantes (e Graças a Deus por isso) quando as coisas em nossas vidas não vão bem ou estamos na direção errada, e Graças Deus pelos diversos dons que Ele concede a cada um para ajudar o próximo. Não vejo nada demais a pessoa buscar ajuda psicológica de um profissional conceituado. Afinal a ciência também e’ um dom de Deus, as pessoas ateistas e’ que distorcem muitas coisas. Tenho presenciado nos campos missionários que já estive e estou atualmente, muitas pessoas com problemas graves (principalmente os que se sentem crentes demais) por viver atribuindo tudo a satanás. Medite em Jo’, todo o livro, e veja que mesmo com todas as mazelas ele não abriu a boca NENHUMA vez pra dizer que a culpa era de satanás, mas agradeceu a Deus ate mesmo pelo mal que lhe sobreveio. …mas continue assim, intercedendo, pois a intercessão e muito importante e também e’ um dom de Deus!

Avatar for Miguel Lucas
Lya

Belo comentário! Você é uma cristã bastante discernida.

Avatar for Miguel Lucas
Lya

Mas um show de postagem. É mt libertador livrar-se desse ”deveria”, pois, no final das contas, todos as falhas que cometemos são tudo coisas normais da vida.

Avatar for Miguel Lucas
Gabriel

Miguel, tenho uma duvida quanto a um trecho do seu texto, fico muito agradecido se você puder respondê-la. Você diz que nós não somos os nossos pensamentos. Minha dúvida é a seguinte, se esses pensamentos ocorrem em nós, como então, nós não somos o que eles expressam.
Miguel, tenho uma grande dificuldade em me aceitar, principalmente por causa dos conflitos internos, desses pensamentos. Seria muito mais fácil se eu reconhecesse esses pensamentos como sendo parte de mim, minhas dificuldades, e seguir em frente. Já li muitos textos seus, alguns falando que não devemos nos culpar pelos pensamentos. Mas eu me culpo por pensar determinadas coisas, por ter determinadas crenças. É muito complicado pra mim entender que os pensamentos são meus, fazem parte de mim, mas que eu não sou eles, não sou obrigado a segui-los…
Obrigado e mais uma vez parabens pela sua atitude, de utilizar as palavras para ajudar os outros.

Avatar for Miguel Lucas
nuno tiago

Boa tarde Dr miguel!
Parabéns por mais em excelente artigo! Tenho adequiridos vários recursos que me tém ajudado a crescer a nível pessoal, professional, e na gestão da ansiedade,entre outras coisas. Obrigado pela simplicidade dos artigos e pela tua disposição.
Um abraço

Deixe o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *