Compreender o incómodo da ansiedade social
Terapias Psicológicas 22/09/2016

Compreender o incómodo da ansiedade social

Miguel Lucas Publicado por Miguel Lucas

A ansiedade social é um sentimento de desconforto, medo ou preocupação, que é centrado nas nossas interacções com outras pessoas e envolve uma preocupação relativamente ao fato de poder ser julgado e negativamente avaliado, ou desprezada pelos outros. Embora muitas vezes possa acontecer durante uma situação social, também pode aparecer em antecipação  a uma ocasião social programada, ou depois, quando analisamos o nosso desempenho numa determinada situação.

Para a pessoa com ansiedade social, ir a uma entrevista de emprego é pura tortura: você sabe que sua ansiedade lhe causará um problema. Você pode optar por parecer engraçado, você pode ser hesitante, talvez você até possa corar, ou eventualmente não será capaz de encontrar as palavras certas para responder às perguntas de forma coerente.

Talvez esta seja a pior parte de tudo o resto: Você sabe que vai acabar por dizer alguma coisa errada. Você simplesmente sabe isso. É especialmente frustrante, porque você sabe que poderia fazer bem o trabalho e poderia ter passado naquela que foi uma entrevista aterradora e intimidante.

Falta de esclarecimento

Acredito que poucas pessoas socialmente ansiosos devem ter ouvido falar do seu próprio problema, eventualmente nunca o viram a ser discutido nos mídia, como talk shows na televisão. As pessoas socialmente ansiosas pensam que são os únicos no mundo que têm esses sintomas terríveis.

Sentem sensações ansiosas nos seus corpos, tais como:

  • corar
  • Sudorese
  • Batimento cardíaco acelerado
  • Agitação ou tremor
  • Boca seca
  • Falta de ar
  • Sensação de desmaio

Sentem Pensamentos ansiosos sobre si mesmos, em relação aos outros e às situações:

  • “Todo mundo está olhando para mim.”
  • “Vão pensar que eu sou um perdedor”.
  • “Eu não pertenço aqui.”
  • “Eu não tenho nada a dizer.”
  • “As pessoas vão ver como eu estou nervoso”.
  • “Eles não vão querer falar comigo novamente.”
  • “Eu vou parecer cada vez mais tolo.”

Comportamentos ansiosos, que podem ser provocados pela ansiedade, mas também podem piorar a ansiedade a longo prazo:

  • Evitar ir a situações sociais
  • Abandonar situações/lugares sociais
  • Frequentar apenas lugares “seguros” ou lugares com pessoas”seguras” e da sua confiança
  • O uso de telefones celulares, leitores de MP3 ou outros dispositivos para evitar entrar em conversas
  • Desculpar-se excessivamente
  • Solicitação de confiança dos outros
  • Preparação excessiva (memorizar o que dizer)
  • Tentativas de retirar a atenção direta das outras pessoas durante o seu desempenho (por exemplo, fazendo piadas, vestir-se de modo particular, etc)
  • Procura de sinais de julgamento dos outros sobre si mesmo

Exemplos de pessoas que sofrem de ansiedade social

Um homem tem dificuldades em andar na rua onde mora, devido ao seu elevado estado de auto-consciência, sente que as pessoas o observam das suas janelas de casa. Pior, ele teme ter de se dirigir a alguém e ver-se forçado a cumprimentá-lo. Ele não tem a certeza se seria capaz de o fazer. O seu tom de voz, poderia denunciá-lo, e a outra pessoa perceber que ele estava assustado.

Mais que qualquer outra coisa, ele não quer que ninguém saiba do seu medo. Ele esforça-se para manter o olhar longe das pessoas, e reza para que consiga chegar a casa sem ter de cruzar-se e/ou falar com alguém.

Uma estudante, não quer ir à universidade no seu primeiro dia de aulas porque sabe que alguns professores pedem aos alunos para se apresentarem e falarem um pouco acerca deles. Só de pensar em estar lá sentada, à espera de se apresentar a um grupo de pessoas estranhas que iriam estar a olhar fixamente para ela, faz com que sinta náuseas.

Ela sabe que não conseguiria pensar com clareza porque a sua ansiedade seria muito elevada, e ela não seria capaz de contar alguns detalhes importantes. A sua voz poderia ficar trémula e iria soar a medo. A ansiedade seria impossível de suportar, então ela ignora o primeiro dia de aulas para evitar a possibilidade de ter de apresentar-se em sala de aula. Este é um exemplo clássico de evitamento.

O tratamento é possível

Com todos estes sintomas, pensamentos e comportamentos a atormentar-lhe a mente, a vida pode ser percepcionada como um verdadeiro inferno. Certamente os ansiosos sociais pensam que seria terrível se as pessoas ao seu redor percebessem quanta ansiedade eles sentem no seu dia-a-dia. Então, o que é que as pessoas pensariam sobre eles?

Infelizmente, sem algum tipo de aprendizagem, conhecimento e tratamento adequado, a fobia social e ansiedade social continuam a causar estragos na vida das pessoas com esta problemática.

Existem muitos equívocos que agravam o sofrimento, e que poderiam ser evitados. Acresce ainda o fato, que, quando uma pessoa com ansiedade social começa finalmente a ter coragem de procurar ajuda, se tiver num estado muito avançado as chances de um tratamento eficaz são menores.

São todos estes sintomas, pensamentos irracionais e equívocos que ocorrem à volta das situações sociais que devem ser abordados e conquistados numa terapia psicológica. Normalmente estes sentimentos de ansiedade estão ligadas a pensamentos que se entrelaçam num ciclo vicioso de expectativas e avaliações negativas.

Na grande maioria das vezes sem tratamento adequado, a ansiedade social é um tortuoso e horrível problema emocional. Na comunidade científica, é comummente aceite que a abordagem cognitivo-comportamental apresenta elevados níveis de eficácia no tratamento desta desordem incapacitante.

Existe a possibilidade das pessoas com ansiedade social terem uma vida melhor, desde que invistam no seu tratamento. Quer seja com a intervenção de um profissional, ou com um programa de auto-ajuda, o importante é comprometer-se com a melhoria do problema ansioso. Na verdade, as pessoas que não são bem-sucedidas, são aquelas que não são persistentes na sua prática e que não  aplicam alguns dos métodos e técnicas simples no seu dia a dia. Essas pessoas, são aquelas que desistem.

Saiba mais acerca deste assunto, lendo o artigo: Porque razão desistimos dos nossos objetivos?

Se está a ser atormentado pela ansiedade social, é porque os seus atuais padrões de pensamento estão a prejudicá-lo. Para libertar-se dessa prisão, você provavelmente precisará de criar novas redes neuronais no seu cérebro, com novos pensamentos que levam tempo para se cimentarem na mente, mas se você for persistente, conseguirá.

Estratégias para uma reestruturação mais funcional do pensamento:

  • A mudança não pode acontecer instantaneamente: Muitas vezes as pessoas tentam definir estratégias e quando eles não funcionam, desistem. Lembre-se que a reprogramação do cérebro pode levar meses, mas experimentar mudar os seus pensamentos durante esses meses, poupar-lhe-á anos de ansiedade desnecessária. Então lembre-se que, quando você experimentar qualquer mudança que seja na sua forma de pensar, o cérebro inicialmente irá oferecer alguma resistência. A única maneira de superar a resistência do cérebro é dedicando-se à prática repetida.
  • Você não é a única pessoa com um problema “diferente”: Nós muitas vezes focamo-nos de forma exagerada nas nossas diferenças, porque os nossos cérebros são orientados na pesquisa dessas diferenças, mas a verdade é que, se você realmente prestar atenção, verá que externamente e internamente, todos nós somos muito mais semelhantes do que parecemos. Para além de todos termos um corpo semelhante, também partilhamos de vulnerabilidades, momentos de ansiedade e depressão, assim como de erros e fracassos. Lembre-se disto na próxima vez que estiver numa situação social.
  • A insegurança e a segurança, são duas faces da mesma moeda: As pessoas que afirmaram a sua “segurança” não aboliram a sua insegurança. Elas simplesmente aprenderam a redireccionar a atenção para os seus pontos fortes ao invés das suas fraquezas. A nossa configuração cerebral está programada para accionar emoções opostas, por termos uma, não nos tornamos incapazes de sentir a outra. O que importa aqui reter, é que você ativa um determinado sentimento dependendo de onde foca a sua atenção. É semelhante à coragem e ao medo.

Citação: “A coragem não é a ausência de medo, mas a decisão de que uma outra coisa é mais importante.” – Ambrose Redmoon

  • Você tem mais a dizer do que pensa: Por vezes as pessoas sentem-se socialmente ansiosas porque receiam não saber ou não ter nada que dizer. Mas, isto acontece porque estão constantemente a pensar naquilo que “deveriam” dizer, ao invés de se focarem naquilo que querem dizer. Faça uma lista com algumas frases “quebra gelo” para usar em situações sociais, vá praticando e experimentando, e pouco a pouco, irão começar a sair de forma espontânea. Os entretainers também decoram as suas piadas. Leve ainda em consideração, que muitas outras pessoas que se encontram nesses lugares sentem o mesmo nervosismo que você. Provavelmente, algumas dessas pessoas estão desejosas que iniciem uma conversa com elas. Algumas sugestões para quebrar o gelo: “Olá, como está? Na verdade não tenho nenhum assunto para falar. Mas, pensei que seria melhor procurar alguém para falar do que estar a beber sozinho”. Ao ser honesto, certamente receberá em troco uma risada, o que provavelmente promoverá uma boa conversa.
  • Os seus sentimentos podem atrapalhá-lo: A ansiedade pode gerar preconceito. Pode promover o foco nas coisas negativas. Desta forma, se estiver socialmente ansioso, poderá pensar que odeia as pessoas, mas quando tiver essa sensação, reconheça que os seus pensamentos estão sendo formados pela sua ansiedade. Para se sentir mais positivo, faça ou diga algo positivo antes de sair. Receba uma massagem, ou tome um banho relaxante e depois saia. Isto, irá promover o seu estado mental, para interagir de uma forma mais tranquila no acontecimento social.
  • A ansiedade social é realmente um desconforto pessoal: A ansiedade social, não é realmente social. De fato, as pessoas estão a expressar uma insatisfação pessoal. Assim sendo, pergunte a si mesmo: “Como é que posso auto-aceitar-me mais?” Para se auto-aceitar relativamente ao problema que sente, é necessário perceber que ninguém é perfeito e que a perfeição não existe, e que uma das condições humanas é a necessidade de contato com os outros, e isso inclui, as nossas forças e fraquezas.

Dica: Se aceitar o seu problema, consegue ficar numa situação de olhar para o seu problema e ajudar-se, ao invés de considera-se a si mesmo – o problema.

Chamada de atenção

Relembre-se, faça alguma coisa em tempo útil e procure uma forma de resolver o seu problema. Esta é a sua oportunidade para eliminar os efeitos da ansiedade, medo e evitamento. A ansiedade social, assim como outros problemas de ansiedade, podem ser tratados com sucesso. Erradamente, muitas pessoas ficam com a ideia que têm de aprender a viver com o problema da ansiedade social. Mas não, você não tem de viver dessa forma! O tratamento é possível.

Para o ajudar a compreender o incómodo da ansiedade social, pode ainda ler os nossos outros dois artigos:

Se no decorrer do desenvolvimento da ansiedade social você tem vindo a sofrer também com episódios de ataques de pânico, quero dar-lhe a conhecer o meu livro: Ataques de Pânico – Saiba como superar os seus medos que tem ajudado milhares de pessoas a recuperar o controle sobre a sua vida e a restaurar a sua autoconfiança.

Clique na imagem em baixo para ter acesso:

livro ataques de panico

E VOCÊ, SOFRE DE ANSIEDADE SOCIAL?

Deixe o seu comentário e partilhe connosco as suas experiências quotidianas. A partilha de ideias e experiências entre todos nós é fundamental para a resolução de problemas como a ansiedade social.

Abraço,

Miguel Lucas

Novo usuário?
Comece aqui
Obtenha Grátis o Programa “Diga Não À Depressão”
Obtenha Grátis o Programa “Diga Não À Depressão”

Receba os vídeos gratuitamente no seu email e aprenda como superar a depressão.

Comentários
Avatar for Miguel Lucas
Leandro L. M.

estudo psicologia, com problemas pessoais confusos que não conseguia discernir…pensamentos que supostamente apenas eu tinha…não compartilhava com ninguem…uma luta para simplesmente comprimentar alguem que não era de minha convivencia diaria…na minha primeira estrevista de emprego foi um caos: travei sem saber o motivo (denominei até então: a falta de conhecimento proprio)…vasto de pensamentos que me prendiam, mas sem uma razão…protelei esta confusão para me sentir bem e encontrar uma causa disto…até que enfim, encontrei este artigo na internet por acaso (em mais uma de minhas pesquisas pessoais),e me achei…todos os pensamentos meus escritos em um simples “documento”…
MUITO OBRIGADO PELA AJUDA…CONSEGUIREI REVERTER ESTA BARREIRA ATRAVÉS DA PRATICA…
LEANDRO.

Avatar for Miguel Lucas
Miguel Lucas

Olá Leandro. obrigado pelo comentário.

Fico agradado pelo fato do artigo o ter ajudado. Tal como o Leandro, muitas pessoas por todo o mundo são afetadas com os problemas da ansiedade, infelizmente, existem muitos equívocos que aumentam ainda mais o sofrimento. Afortunadamente já existem muitas formas de resolver os problemas associados com a ansiedade. A ansiedade é uma condição comportamental relacionada com as circunstâncias da vida, que se cruzam com a as aprendizagens e personalidade da pessoa. Não existe nada de errado com a pessoa, o que existe normalmente é uma avaliação errada e desadequada por parte da pessoa.

A melhoria é possível.

Abraço

Avatar for Miguel Lucas
leo

ola,tudo bem meu querido,é um imenso prazer conhece-lo.Eu gostaria de falar um pouco de minha situação a minha situação na verdade esta originada a ”vendas” eu não sei o que acontece mais quando eu vejo alguém me olhando ”vendendo” pessoas ate que trabalham comigo começo a tremer e a pensar meu deus ele esta percebendo minha ”linguagem corporal” esta vendo que eu estou tremendo,então eu mudo minha linguagem corporal para disfarça mais não da certo o erro meu talvez seja esconder esse medo.e isso me torna fraco e começo a ficar nervoso ao limite suando excessivamente..sua ajuda seria muito importante ficaria muito grato…miguel lucas…me ajude a perder esse medo de ”vender” e ficar nervoso concientemente.

Avatar for Miguel Lucas
Bethita*

Meus vizinhos me chamam de metida,mas na verdade sou “tímida” demais.
Eles falam,riem quando passo.Não sei se realmente devo fazer algum esforço para dar ,nem que seja ,um “Bom Dia!” ou “Boa Tarde!”…
Essa idéia de que “todos estão olhando para mim”,não é nenhum exagero.
Minha mãe sempre tenta me convencer de que é “coisa que coloco na cabeça”,mas não é bem assim.Tenho é muito medo do que eles vão pensar e falar sobre mim.Tudo isso me influencia.
Sinto-me ameaçada ao me aproximar de pessoas que pareçam “suspeitas”,que possam novamente me magoar.Ahh,se soubessem quantos apelidos já me puseram…!Vivo assustada.
Eu tento passar despercebida(queria muito ser innvisível nesses momentos!).Mas como não dá,evito olhar o perigo de frente;
Se eu estiver acompanhada,tento puxar conversa com essa pessoa,só pra não me ligar no que está acontecendo em volta.Caso contrário,tento olhar pra qualquer outra direção,fazer um gesto qualquer,só pra aliviar a tensão,me sentir mais à vontade(o que nem sempre funciona…!.Outra estratégia é pôr o fone no ouvido é acelerar os passos.
Isso me deixa tão abalada,que em questão de segundos,sinto perder a memória e falo coisas sem sentido…parece um sonho.Estou ali mas é como se não estivesse,entende?Falo,mas não ouço o que eu disse.
Aprendi a ouvir desaforo e fingir que não foi comigo(eu tento ignorar).Hoje tenho 15 anos,mas tudo começou a 2,3 anos atrás.
É difil Miguel…Antes mesmo de pensar:”Essa pessoa pode ser legal”,surge uma voz que diz:”É,mais ela pode rir também de você,ela pode ser somente mais uma,a lhe humilhar”
Fui ao médico semana passada pois me queixava de fortes dores de cabeça e em todo corpo,fadiga,tontura,mau humor(só falei isso a médica)…Levo uma vida sedentária(não pratico exercícios,minha rotina é de casa pro colégio…),estou sempre inquieta,agoniada,desanimada.
Fico sempre pensando na próxima vez que vou ter que sair nas ruas…(isso eu guardo só pra mim)
Ela me receitou Walnut e Rescue remedy,disse que eram calmantes.Fui pesquisar e descobrir que são florais de Bach.O remédio é feito da essência de flores,é um remédio natural.
Minha irmã(farmacêutica)diz não acreditar nos efeitos dos florais de Bach…O que você acha?

A pouco tempo estive no psicólogo(vai fazer 1 ano).Os motivos foram as crises de choro que estava tendo,provocadas por uma separação.Não,não estava casada,nem muitos menos namorando alguém.O que me deixou tão pra baixo assim,foi a ida de um garoto por quem estava apaixonada.
Sou extremamente insegura,a ponto de dúvidar dos sentimentos de alguém por mim.Não me vejo mais digna de amor,atenção,carinho…de nada!Ele tentava se aproximar,eu não deixava,até que ele cansou e foi embora.Nunca aconteceu nada entre nós(só consegui falar com ele algumas vezes,através de carta.Isso mesmo,por cartas!)
Só de pensar em todas as situações embaraçosas que já passei,sofro ainda mais.Tudo isso parece ser bobagem de adolescênte,mas só eu sei o quanto é difícil aturar ironias,piadas,risos sarcástico e ser rejeitada…

Otimo artigo.Explica detalhadamente,como a pessoa que sofre de ansiedade social se sente.

Ah,por favor,me responde sobre os Florais de Bach.

Abraço.

Avatar for Miguel Lucas
Miguel Lucas

Olá Bethita, obrigado pelo comentário.

Percebo que grande parte dos seus problemas estabelecem uma forte relação com a insegurança e alguma dificuldade de estabelecer contacto com outras pessoas (provavelmente com toda a legitimidade, devido aos acontecimentos que descreveu). Devido à sua insegurança, afasta-se das coisas e afasta igualmente as pessoas que querem estabelecer contato consigo.

Provavelmente poderia beneficiar de um programa de desenvolvimento pessoal. Aprender um conjunto de estratégias que facilitem a interação e ao mesmo tempo que não faça alguns erros de raciocínio acerca de si mesma.

Relativamente à medicação, seja ela qual for, pode servir apenas para controlar os sintomas físicos associados à ansiedade. Nunca lhe irão ensinar a lidar com as situações de vida. Pondere Procurar ajuda profissional.

Força e coragem,

Abraço

Avatar for Miguel Lucas
Lucas

Me dói ver pessoas assim, e não estou falando de você Bethita, e sim das pessoas que acham que entendem o que é o sofrimento só por estudar, fazer uma faculdade, seilá… .Não vou falar nada, apenas que sim, os florais funcionam!

Teste estes florais: Star of Bethlehem + White Chestnut + Sweet Chestnut + Rock Rose + Impatiens + Agrimony + Aspen

E depois comente aqui, e fale se você se sente melhor ou não!

Avatar for Miguel Lucas
Carol

Oi Lucas, eu me sinto igual a voçê. Sou insegura, não consigo conversar com as pessoas olhando nos olhos, não me sinto verdadeira e sincera ao falar com qualquer pessoa. Me sinto falsa, como se eu quisesse sempre agradar a tudo e a todos…Eu tenho muuuito medo do julgamento de todos, e fico presa nessa caixinha, sem ter uma personalidade, porque sempre sou oque as pessoas querem e desejam que eu seja, boazinha, educada…Eu nunca me explodo, nunca digo oque realmente acho das coisas, sempre que alguém comenta algo e me pergunta oque acho, respondo oque sei o que aquela pessoa quer ouvir, e não oque realmente acho. Isso porque não quero que ela ache algo ruim de mim, que me julgue…é muito triste isso, não consigo viver, já tenho 23 anos, e desde que me conheço sou assim.

Avatar for Miguel Lucas
Juliane

Nossa Carol, me identifiquei muito com tudo oq vc disse, eu tbm nunca explodo, e não me sinto sincera quando os outros pedem opiniao sobre algo, eu tenho medo de falar a verdade e ser rejeitada, isso é horrivel, e não sei como melhorar isso.

Avatar for Miguel Lucas
bre

Pessoal, eu tbm era assim quando era mais nova, eu nem olhava pra pessoas, só para baixo. Fazer amizades então… super difícil. Ainda tenho sintomas de ansiedade social, como qndo tenho que me apresentar em publico, mas consegui melhorar bastante. E não é fácil.
Uma coisa que comecei a praticar foi falar sem pensar muito em certas situações. A principio a gente fica com pensamentos muito negativos do tipo "O que as pessoas vão pensar sobre o que eu disse?", "Eles vão me achar uma idiota", mas com o tempo, naturalmente nos acostumamos a falar melhor. Claro que é muito frustrante se sentir assim, e para conseguir precisamos de um objetivo, e de ajuda. Seja ajuda de um profissional, de uma pessoa de confiança ou de Deus (como no meu caso).

Avatar for Miguel Lucas
NESI

Sempre fui assim tentando agradar a todos, mas me sentia as vezes mal por não expressar o que realmente eu pensava , tinha uma sensação de falta de personalidade própria porque me sentia agrando aos outros e não agradava a mim mesma, comecei a reagir de forma que temos nossos costumes e pensamentos e não somos obrigados a agradar ninguém as pessoas tem que gostar de nos do jeito que somos independente do nosso ponto de vista temos que expor nosso ponto de vista goste ou não.

Avatar for Miguel Lucas
Vitor

Eu também sou assim, sempre eu sou julgado pelo jeito que eu sou e quer saber ? cansei de ficar de mimimi com toda a sinceridade, nesse mundo as pessoas costumam a reparar erros nos outros pra corrigir os delas você não para pra pensar que essa pessoa que ta rindo de você pode ta sofrendo mais que você e ta rindo pra ela se sentir bem ou seja ta tentando corrigir o erro dela mas isso não adianta nada, agente não nasce pra agradar ninguém seja você mesmo e se alguém rir de você ignore e pensa (kkkkkkk coitado ta rindo de mim mas eu sou mas eu) eu sempre faço isso porque se continuar assim dentro de casa fugindo das pessoas ai que você vai piorar mesmo você tenque gostar de si mesma não os outros querer gostar de você, se não gostou de você só você ignorar e seguir o teu caminho isso passa e agora que eu to fazendo isso to começando a ser aceito pelos outros, antes eu só ficava dentro de casa com medo de ser julgado na rua pelo jeito que sou, pra quem rir de mim eu tenho pena e acabo rindo dele também porque todos nós somos iguais ninguém é melhor que ninguém. Ops me desculpe só ruim com palavras kkkkk mas minha vontade de te ajudar é tanta que consegui escrever um testo da maneira que eu penso, eu acho que você deveria pensar assim também.

Avatar for Miguel Lucas
Flávio

eu li o que tu escreveste Bethita* e muitas das coisas que falaste aqui tambem ja me aconteceram infelizmente, eu sou rapaz e tambem medo que alguem que eu faça amizade ou tente fazer amizade me faça sofrer ou pense negativamente acerca de mim, essa parte que escreveste de ter medo de sair á rua com medo do que as pessoas pensam tambem ja me aconteceu embora agora, ja n me aconteca tanto, eu acho que a chave para que isso não acontece é a CONFIANÇA, muito importante, nós temos de ter confiança para fazer o que quer que seja.
Uma abraço pra ti 😉

Avatar for Miguel Lucas
Ana Clara

Oi Bethita, td bem? eu sou a Ana Clara, tenho 11 anos e tbm passo pelo mesmo problema, odeio aquelas pessoas que acham que a gnt é metida ou ignorante pq nn falamos, elas são muito burras, ninguem pode entender o que as pessoas timidas sofrem mas sempre tem formas de vc nn ficar sozinha. 🙂 Uma estratégia que funciona é puxar assunto com uma pessoa timida, ela nn vai te despresar pq entende como é difícil, e tbm vá devagar, ao inves de ver a timidez como uma enorme desafio fassa dela pequenos desafios, por exemplo: 1º puxar assunto com uma pessoa timida 2º falar com outra pessoa e etc.. funciona vc vai notar resultado, continue assim, vc vai longe 😉

Avatar for Miguel Lucas
João c scarpin

Tenho 68 anos, e já tive pânico e fobias sociais, agora faço tratamento com vários remédios, entretanto as vezes em conversas com determinada pessoa ou qdo tenho que falar em público me da o famoso branco" e me vem toda ansiedade que eu já tinha superado e então eu fico completamente paralisado e as vezes tenho que dizer algo para disfarçar, e geralmente é um desastre, pois não consigo dizer algo razoável como desculpe, me deu um branco, na verdade fico literalmente branco e a pessoa nem sabe o que fazer comigo, o que está acontecendo dentro de mim, simplesmente horrível. ?. Um abraço

Avatar for Miguel Lucas
Caio

Tenho a mesma coisa que a Bethita

Avatar for Miguel Lucas
Caio

tenho 15 anos e a Bethita descreveu minha natureza social no cometário dela tenho tudo isso e isso ta instragado minha vida ,só vivo isolado não falo na sala de aula só vivo assustado , minha vida ta um inferno

Avatar for Miguel Lucas
janaina

quando sou observada começo a tremer fico com as mãos e os gelados meus batmentos aumentam.hoje não consigo escrever ou comer com alguém me olhando. tudo que vou fazer que ficam me olhando é motivo de apreesão. que profissional devo procurar e qual tratamento será mais indicado

abraço

Avatar for Miguel Lucas
Miguel Lucas

Olá janaina, obrigado pelo comentário.

Deverá procurar um psicólogo de preferência que pratique a terapia cognitiva-comportamental.

Abraço

Avatar for Miguel Lucas
Camila

Nossa! O meu problema é exatamente igual ao seu, o pior é que hoje em dia não consigo jantar com os familiares do meu marido e quando como em algum lugar público, logo, vem os mesmos sintomas.

Avatar for Miguel Lucas
mateus

Ola,tbm perco a naturalidade quando sou observado,começo a tremer,sinto um rubor a aquecer meu rosto,isso e muito frustrante,sera isso fobia social?,ha,e tremo tbm quando estou sozinho a fazer algo que exija pulso firme,isso faz parte da fobia tbm?se puder responder agradeço.

Avatar for Miguel Lucas
Júlia

Ir para a escola para mim é um tormento… Vivo a vida a pensar que as pessoas vão reparar que eu estou corada,não consigo sequer falar olhos nos olhos com os meus amigos mais chegados, quando dou por mim já estou a virar a cara pois começo a pensar que vou corar e as pessoas vão-me achar esquesita.

No outro dia pedi a chorar, à minha mãe, para me levar a um psicólogo o mais rápido que fosse possível, porque sinto que preciso de ajuda, sei que não ando bem. Mas ela simplesmente desprezou o meu problema e disse que eu não precisava de ajuda nenhuma. Sinto que estou sozinha, não tenho ninguém que me apoie… Ultimamente tenho andado com o humor descontrolado, sinto uma enorme raiva dentro de mim e acabo por responder mal às pessoas com quem me dou muito bem… Não tenho vontade de sorrir, apenas me apetece chorar.

Dou por mim a arranjar desculpas para não ir a locais com muita luz, onde pode-se notar melhor que estou corada. As pessoas falam para mim e eu coloco a mão em frente da boca, tentando cobrir parte do meu rosto, outras vezes viro a cara, ou até evito falar para evitar que olhem para mim. Não me sinto bem a andar de comboio, nem nas cantinas ou outros locais onde se coma. Não gosto que as pessoas estejam a olhar para mim enquanto escrevo, nem que olhem para mim enquanto falo. Até tirar fotografias é horrivel para mim, pois sei que as pessoas vão ver a minha cara corada nas fotografias.

Tenho a noção de que o meu problema se agravou nos últimos meses e sei que preciso de ajuda.

Adorei o artigo, deu-me esperança para acreditar que posso vir a voltar a ter uma vida normal.

Muito obrigada!

Avatar for Miguel Lucas
Miguel Lucas

Olá Júlia, obrigado pelo comentário

Corar é uma reação normal de todos nós. Mas se isso se faz sentir muitas vezes e a atrapalha, pode passar a ser um problema. Corar é uma reação fisiológica que estabelece relação com a ansiedade, timidez, medo de falar em público ou fobia social. No entanto, é possível aprender a controlar a intensidade da resposta fisiológica, diminuindo o rubor facial. Era importante que a sua mãe colaborasse consigo na procura de ajuda, pois este tipo de problema tem tendência para aumentar e generalizar-se a outras situações da sua vida.

Sorte e coragem

Abraço

Avatar for Miguel Lucas
Jose

Olá Miguel….

Estou com problemas socais.

Sempre que estou com pessoas novas não consigo falar com elas…. Mesmo que elas me facam perguntas apenas respondo e não sei o que dizer mais….

Com pessoas que já conheço à mais tempo acontece o mesmo, no entanto é mais fácil dizer qualquer coisa. Mas mesmo nestes casos, 90% das vezes não sei o que falar. Quando existem mulheres à volta este problema é ainda mais visivel…

Muito Obrigado
O que acha que se passa comigo?

Avatar for Miguel Lucas
JCarol

Oi, gostei muito do seu artigo, tenho tido essa experiência ruim de que todos olham pra mim o tempo todo,por onde passo. Parece que estou com algo errado e é muito exagerado… Sinto também medo, fico imaginando acidentes quando ando de moto, ônibus carro…O que poderia ser isso?!! Desde já obrigada….

Avatar for Miguel Lucas
Miguel Lucas

Olá Jcarol, obrigado pelo seu comentário.

Certamente as pessoas que olham,olham para si como olham para outra pessoa qualquer. O que quer dizer que pode estar a construir percepções “erradas” acerca de si mesmo.

Os medos e receios, podem encaixar-se em algum tipo de transtorno da ansiedade, mas como não especificou mais pormenores, não posso avançar com qualquer possibilidade.

Pondere ler o artigo: http://www.escolapsicologia.com/como-combater-a-fobia-social/

Abraço

Avatar for Miguel Lucas
Samuel

Olha, eu vi muito nesse texto sobre como agem as pessoas que tem ansiedade social… e até mesmo o que elas pensam, como elas pensam…

Isso é bom pra ver se somos assim, mas algumas pessoas sempre foram assim sabe, e queriam ter a chance de saber como uma pessoa normal/confiante age em situações semelhantes, COMO ELA PENSA, descrita de forma detalhada como aqui, ia ser muito bom para vermos como pensar, agir e falar. Mas também pra podermos dar uma comparada, entre nossas ações e as de alguém normal…

Realmente não sei o que uma pessoa confiante, bem social e carismática pensa quando vê um vizinho esperando o elevador que ele vai subir… e pra não ter de perguntar a algum amigo meu sobre como ele age, infortunando-o a me mostrar como ser alguém melhor, resolvi pedir para que voces/ ou voce Miguel Lucas né, pra criar um artigo assim… que tal a idéia???

Avatar for Miguel Lucas
David

gostaria de saber exatamente a pergunta do amigo samuel..espero respostas…obgado!!

Avatar for Miguel Lucas
Samuel

Ah, e nossa, gostei muuuuuiiito do artigo, sensacional, obrigado mesmo por postar, ja estou adotando os exercicios mencionados pra mudar de vez, obrigado 🙂

Avatar for Miguel Lucas
Bethita

Olá miguel (de novo!)

De Junho pra Dezembro meu quadro se agravou.Faltei a ultima unidade do colégio inteira,por medo de sair de casa.A cada piada que lançavam contra mim,levava 3 dias para me recuperar.E nesses dias sem ir ao colégio,tinha crises de choro.Parecia que meu limite havia se esgotado,que nunca mais sairia de casa para nada.
Puxa!não consegui contar o que se passava comigo aos meus pais(nem sei se consigo…)
Aprendi a esconder o que sinto e sofrer calada.As pessoas só sabem de mim,o que deixo que elas saibam…sou muito reservada.
As aulas acabaram,mas parece que minhas férias passarei em casa mesmo…
Todos se perguntam o que está acontecendo comigo,pois recuso ir até as festas entre familiares.
Não me interesso mais por nada.
Felizmente consegui mudar de série,mas queria repetir devido as desastrosas notas…
Pior é que ando entediada e muito mau humorada,sem paciencia pra nada!

Não sei o que devo fazer.Minha mãe sempre me cobrou os estudos,mas nunca ligou para minhas queixas,meus sentimentos…tenho vergonha de falar sobre mim a ela.

Me desculpa se estiver lhe incomodando,mas preciso muito de seu conselho.

Obrigada pela atenção.
Aguardo ansiosamente.

Avatar for Miguel Lucas
Marjorie

Olá, se alguém fala um pouco rígido, bravo, briga comigo,se me intimidar, se fizer alguma piada de mim eu não consigo me controlar, sempre choro. E isto me atrapalha muito no ambiente profissional. Até quando clientes que apenas estão reclamando da Empresa levantam o tom de voz eu me sinto mal, tento me segurar ao máximo, mas é muito difícil para mim. Acredito que eu me enquadro em ansiedade social. Será que ir ao psicólogo me ajudaria?

Avatar for Miguel Lucas
Priscila

Marjorie te entendo demais …aliais …eu sei bem como é isso que vc esta passando, aconteçe muito comigo cliente fala comigo mais alto fico muito nervosa me tornei uma pessoa muito nervosa mesmo ao longo do tempo digo nervoso de não conseguir lidar ..vc sai fora de si em todas as situações enrola porque não sabe o que dizer e sente vontade de chorar por que sabe que não tem como escapar dali não tem pra onde correr.. deixei minha faculdade com medo de julgamentos ..não sabia que tinha esses problemas ..aos longos dos anos vai piorando mesmo vc se sente excluido ..na verdade da vontade de morrer não sei por que mais tem horas que da vontade de desistir trocar de lugar com outra pessoa que quer viver porque eu nao namoro nao tem ninguem a minha vida ate agora com 22 anos n tenho nada ..meus pais so me querem pra ter uma renda a mais so sirvo pra isso sabe ..minha dor maior é ver outros ganhando vantagem com a comunicação e vc fica se vendo mais pra tras ..como se estivessem esquecido vc .. não a reconhecimento ..porque vc não sabe conversar vc nao sabe falar como quer ..subir de cargo nunca vai aconteçer .. odeio essa luta do dia a dia ter que trabalhar seria melhor se vc não tivesse que falar so fazer ..mais uma coisa liga na outra no fundo a vontade maior seria ser uma pessoa normal mais vc conseg nao ..porque se sente um nada um bosta ..é complicado quando vc ja desistiu n chore como n chorar n quero te deixar pior marjorie mais a vida é ruim demais ..

Avatar for Miguel Lucas
Ygor

É muito ruim msm…mas não da pra trocar de lugar cm alguém, é impossível, de qualquer jeito não da pra ficar assim tbm… me identifiquei muuito com esse texto e os muitos comentários. mas é como ele diz no texto, temos que tentar mudar nossos pensamentos, pensar nas possibilidades positivas, tenho feito isso já antes ler esse artigo e sinceramente isso tem me ajudado muito. Procurar fazer coisas que nos distraem e que nos dê boa sensação também é muito bom, como praticar esportes (ate ir a academia umas três vezes na semana já ajuda). Outra coisa é ficar pensando o quanto vc é ruim para se comunicar com as pessoas antes de o fazer, é torturante, vá em frente e fale, não importa oque irão pensar, afinal vejo todos os dias pessoas falando coisas "banais" e… ninguém liga (claro que tem o contexto né)! E se tudo esta ruim agora se agente não mudar vai continuar ruim…vamos la…só temos a ganhar!

Avatar for Miguel Lucas
Israel Leite

No começo da ansiedade social eu pensava que não gostava das pessoas, e tentei sentir mais afeto por elas, dai descobri que o problema era era falta de aceitação de mim mesmo. Quando alguem faz uma piada comigo eu fico sem jeito e fico muito ansioso, ou quando falo algo e não tenho o retorno desejado. Piorei este ano, mas estou me controlando muito, realmente é dificil ficar bem da ansiedade social mas estou conseguindo e vou ficar bem… Miguel parabens porque voce realmente conhece o que passa com as pessoas que sofrem desse problema e as ajuda com prazer. Me ajude numa coisa, estou sentindo há um ano mais ou menos sensação de irrealidade, e tem me incomodado muito será que é devido ao uso escessivo da mente ligado a essa preocupação ? abraços mto obrigado

Avatar for Miguel Lucas
João

Sou seguro de mim,sou tranquilo,feliz,já fui mais tímido,hj meu incômodo é nas ruas por exemplo, as pessoas olhando pra mim,tento desviar a atenção, sempre penso que é porque sou bonito e tal, sou alto, mas as vezes incomoda, homens também olhando é chato, mulher é mais normal mas as vezes icomoda também, e pior que não sou metido, me arrumo bem, tenho um físico legal, mas aí fico com grilo de: vão achar q sou metido, pq eu não fico à vontade com as pessoas me olhando, as vezes eu andando mesmo, ou em casa, qd tenho que entrar em um cômodo onde tenha alguém fazendo alguma coisa, parece que o olhar da pessoa me “desarma” sabe? me incomoda, agora to melhorando muito isso, agindo mais naturalmente, tentando pensar que: qualquer que seja a reação contanto que seja natural é a melhor que eu vou ter, gostei muito do artigo, parece que foi pra mim rsrs e percebo também isso, vc focar somente as coisas positivas, mas as vezes é difícil vc ignorar pessoas olhando pra vc, as pessoas riem e falam, na maioria das vezes nem é com vc, hj percebo isso, tento pensar dessa forma, que eu peguei o bonde andando e já to achando q tão falando de mim, mas nem é, mas antes era bem pior, sair na rua, pegar ônibus às vezes é bem chato porcausa disso, me sentir incomodado com as pessoas olhando… qualquer coisa que cpuder falar vais er legal, grande trabalho e grande abraço, valeu.

Avatar for Miguel Lucas
João

Sou seguro de mim,sou tranquilo,feliz,já fui mais tímido,hj meu incômodo é nas ruas por exemplo, as pessoas olhando pra mim,tento desviar a atenção, sempre penso que é porque sou bonito e tal, sou alto, mas as vezes incomoda, homens também olhando é chato, mulher é mais normal mas as vezes icomoda também, e pior que não sou metido, me arrumo bem, tenho um físico legal, mas aí fico com grilo de: vão achar q sou metido, pq eu não fico à vontade com as pessoas me olhando, as vezes eu andando mesmo, ou em casa, qd tenho que entrar em um cômodo onde tenha alguém fazendo alguma coisa, parece que o olhar da pessoa me “desarma” sabe? me incomoda, agora to melhorando muito isso, agindo mais naturalmente, tentando pensar que: qualquer que seja a reação contanto que seja natural é a melhor que eu vou ter, gostei muito do artigo, parece que foi pra mim rsrs e percebo também isso, vc focar somente as coisas positivas, mas as vezes é difícil vc ignorar pessoas olhando pra vc, as pessoas riem e falam, na maioria das vezes nem é com vc, hj percebo isso, tento pensar dessa forma, que eu peguei o bonde andando e já to achando q tão falando de mim, mas nem é, mas antes era bem pior, sair na rua, pegar ônibus às vezes é bem chato porcausa disso, me sentir incomodado com as pessoas olhando… qualquer coisa que cpuder falar vai ser legal, parabéns, grande trabalho e grande abraço, valeu.

Avatar for Miguel Lucas
Lilian

Olá, achei muito interessante o site, me identifiquei bastante,tenho um problema muito grande de ansiedade principalmente quando preciso falar em público estou perto de apresentar minha monografia e e já to bastante preocupada. Me sinto muito mal com isso e queria mudar mas não sei como, quando estou com as pessoas não sei o que falar, não encontro assunto, me sinto angustiada e envergonhada.

Avatar for Miguel Lucas
fabio

preciso de ajuda e orientaçao eu procuro psicologo ou psiquiatra: tenho medo nao quero sair de casa. me sinto que todos olham pra mim. o tempo todo,por onde passo .nao gosto de lugares movimentados pavor de filas de bancos.saio forçado pela minha namorada quando chego algum lugar fico preocupaldos que as pessoas olham.nao sei o que tenho mas ta me prejudicano muito .estou me esolando. que orientaçao esta sendo um sofrimento pra min , desejo fazer faculdade e curso

Avatar for Miguel Lucas
alessandro

ola.. desde ja agradeco por varios esclarecimento com o kit de emergencia para anciedade.. e muito interessante tenho ansiedade mas … e um pouco diferente pq minha ansiedade e bem mais forte q meu medo o meu maior medo nao e sentir medo e nem tanto o os outros vao achar e sim sempre achar q eu vou vomitar,,,passo por isso a 8 anos sera vc tem alguma dica q possa me ajudar a perder esse medo de sempre achar q vou vomitar ?????? tenho menos medo de ficar sozinho lugares ou social doq achar q vou vomitar sem poder segurar… se eu conseguir perder esse medo do vomito concertesa eu melhoraria;; sei q psicolo nao passa remedio … mas vou diser um exemplo !!!!!!! se algum dia eu fosse em um piscologo e ele me dissese q tem um remedio pra nausea tontura sufocamento garganta seca taqcardia e eu pudesse escolher apenas 1 pra melhorar minha vida sem duvida seria o de nausea com certesa eu estaria curado,, pq e so isso q me encomoda……um exemplo basico como eu poderia ser padrinho de alguem se na hora da serimonia eu sentiria q fosse vomitar … entao esse e meu problema q sofro a 8 anos se tiver algum comentario pra me ajudar desde ja agradeço e um abraço

Avatar for Miguel Lucas
Dayane

Ola, Alessandro. Li sua resenha e me identifiquei muito com seu problema, estou na luta para vencer exatamente a mesma coisa que vocês descreveu. Gostaria de saber se você já superou este grande incomodo.

Avatar for Miguel Lucas
lucia

olá, me sinto tambem um pouco incomodada com meu jeito de esspressar com as pessoas.as vezes,me sinto grossa com as pessoas.sinto sempre que alguem tá me tirando,as vezes me sinto inferior as pessoas.digo sempre que as pessoas gostam de humilhar as pessoas que não tem nada e gostam de desfazer delas ,que seriam;do proximo.as vezez eu sinto que eu reclamo demais.as pessoas que estão em minha volta ficam incomodadas com tanta reclamação,e não me dão atenção no que falo e me ingnoram e mudam de assunto.eu já prometi pra mim mesma que mudaria que na proxima vez,falaeia menos,mas não consigo.por gentileza eu gostaria muito de ajuda.eu me irrito com muita facildade.uma vez uma pessoa me disse:voce é muito descontrolada,tudo voce se irrita.fiquei muito chateada,por favor quero ajuda.obrigada!

Avatar for Miguel Lucas
Daniel

Oi.
Parabéns pelo artigo.

Bem ultimamente estou muito apático é um sentimento silencioso. não choro, não expresso emoções. Mas no fundo há um sofrimento intenso que se encontra sufocado.
Muitas vezes meu comportamento pode ser visto como algo até positivo: fulano é tão calmo, paciente, estudioso… é o jeitão dele, é introspectivo….Mas a realidade não [e bem essa. Tomei consciência desta minha limitação quando passei a freqüentar reuniões sociais, fui percebendo meu nervosismo, taque cárdia, ansiedade muito grande, uma vontade de sair do local para não ter que interagir com as pessoas. Pior é quando saímos da situação frustrados, tristes e um sentimento de desesperança. Sentindo-se um derrotado.
Sei que tenho muita competência, porem sou extremamente inseguro, não consigo me expressar abertamente, expor minhas idéias, simplesmente me fecho em meus pensamentos inquietantes.

IMPORTANTE:
Li um comentário aqui do Samuel que sugeriu uma matéria que Falasse Como uma pessoa “normal/confiante” age em situações semelhantes, COMO ELA PENSA descrita de forma detalhada, para vermos a forma de ela pensar, agir e falar. Mas também pra podermos dar uma comparada, entre nossas ações e as de alguém “Normal”.
Fica a dica

Avatar for Miguel Lucas
thiago

sou mt timido tenho medo de falar com meus vizinho penso que eles estão pensando mau de mim ai não cumprimento mas me sinto forçado a cumprimentar pessoas que ja conversei ontem tenho vergonha de conversar no segundo dia quando tem mt gente em volta me sinto mt mt mal
o estranho é que consigo conversar facilmente com quem classifico baixo tipo na escola a maioria dos amigos que ja tive não tinha namorada eram nerds e tals ja tive alguns amigos que considero melhor que eu mas quando vou conversar com alguem que considero melhor que eu não sei o que dizer me preocupo mt em agradar e fico sem graça e desconfortável.me acho um cara sem idéias e prefiro me isolar a me espor

Avatar for Miguel Lucas
Fabi

Olá, gostei bastante do seu artigo sobre fobia social.

Sofro desse mal infelizmente, e vem se agravando mais a cada dia.
Até deixei de fazer umas coisas que tinha como objetivo, pois só de pensar que vou ter que falar em publico me deixa com nauseas.
Na minha ultima experiencia tava fazendo um curso, aí meu professor pediu pra cada um dos alunos ir na frente da classe e ler o trabalho que tinhamos feito.Todos leram bem, ja no meu caso quase tive uma sincope, tremia minha voz ficou tremula, mal consegui chegar na frente da turma.Queria mesmo era sumir dali o mais rapido possivel.Mais infelizmente passei vergonha li frases pela metade sem falar que meu nervozismo era evidente, todo mundo ficou meio que rindo me olhando como se eu fosse uma louca.
Isso marcou muito em mim, e agora evito muitas coisas só pra não passar isso de novo.
Tenho plano de procurar um psicólogo, pois to sem motivação, e com muito medo do que vem pela frente.

Avatar for Miguel Lucas
mateus

Fabi,tenha fe,acredite em vc,nada e permanente,procure ajuda de um profissional,vc vai vencer isso,tds nos aqui q temos algum sintoma da fobia estamos unidos,cabeça erguida e fe sempre,quando vc for passar por uma situação que lhe da medo lembre se q vc nao esta sozinha ok,abraço e força.

Avatar for Miguel Lucas
linda

eu mi pareço com o primeiro caso da..moça bethita..paço pelo mesmo que ela passa,,!! acredite nao e coisa da sua cabeça nao!..existe pessoas que nao tem a sua perso nalidade e a inveja por isooo..e com difamaçao constroi o inferno na sua vida..as pessoas quase sempre sao iguais a essas pessoas que ti invejamm e consegue obter esse resultado..o resultado agenti sofre mais o mais importante e nao fugirda sua essencia…ter essencia timida e com personalidade incomodam as pessoas que nao as tem…as pessoas que nao as tem ..sao humilhada e dao risadas e acham normal..agenti e hgumilhada e iignora ..finge que nao e nada..ou temos medos porq nao queremos ser iguais a nada..

Avatar for Miguel Lucas
Fernando Costa

Olá Dr Miguel Lucas, sou estudante de medicina e sinto que esse desconforto constante, além do mais estudo em outro país que não é a minha lingua mãe. Depois que comecei a fazer exercicíos físicos melhorou bastante essa condição, mas ainda fico muito escravizado com os meus pensamentos obssessivos. Também sou uns dos mais velhos da turma e é todos os dias uma luta para me aceitar. Mas sinto que a medida que avanço vou superando esses medos. As vezes penso em colocar um citalopram para relaxar um pouco, mas ao mesmo tempo penso que um antidepressivo pode influenciar negativamente no meu desempenho. Já tomo clonazepam a 11 anos antes de dormir, pois tenho espasmo hipnico desde dos 16 e ainda não encontrei respostas neurologicas nem psicológicas para este problema. Mas enfim gostei da maneira como abordas o assunto.

Avatar for Miguel Lucas
Dylan

Tenho sentido um desconforto com as pessoas já faz um tempo, e, também já faz um tempo, que tenho procurando um sentido em tudo isso. Ainda não tinha ouvido falar em Transtorno de ansiedade social, mas acho que me enquadro neste contexto. O texto foi claro e vai me ajudar nas minhas seções de terapia. Ainda bem que li a matéria a tempo, já estava achando que Vinicius de Morais estava errado quando cantou: "É impossível ser feliz sozinho". Abraço a todos.

Avatar for Miguel Lucas
maria aparecida severino da sila

eu sofro com esse problema e fiquei na internet porque eu tinha esses sintomas de sentir-se sempre feia gorda inapopriada eu sofro muito as vezes acho que melhorei , mas logo começa tudo de novo eu não era assim na infancia que eu melembre eu sempre fui do meu grupo as mais inteligente , criatia e as pessoas cobram muito de mim as vezes sinto qque não ou suportar desculpe me mas estou desabafando porque não encontro ninguem que me ouça

Avatar for Miguel Lucas
Mandyy

Oii, me chamo Mandy, tenho 15 anos , e tipo queria saber se é possivel que eu tenha isso aii pois, não consigo sair sozinha sabe, em todo lugar que vou a só, penso que todos estao me olhando, falando algo de mim rindo sei lá, sei que pode parecer estranho, mais é verdade, eu me sinto mal quando saio sozinha, começo a ficar nervosa tentar desfarçar sabe, mexer no CEl ii tal’s mais nao adianta sempre penso que estao rindo ou falando de mim, hoje mesmo fui obrigada a ir ao mercadinho comprar algo para a minha avÓ, procurei meu primo por que sempre ele vai aos lugares comigo por isso mesmo, mais elle ainda não havia chegado da escola, meu outro primo ki tbm sempre vai aos lugares comigo, nao podia ir pq estava arrumando o quarto delle aii a mae dele nao o deixou ir, só depois que acabasse, acabei tendo que ir sozinha, e foi terrivell, todos ki eu via rindo ou conversando eu fika sei la kerendo me esconder ou chegar logo em kza pq imaginava ki estavam falando d mim, foi horrivel msm me senti muito mal com isso, ii nao é so hj , isso me acontece toda vez ki saio sozinha. Eu nao sei se estou errada mais, nao converso sobre isso com ninguem , quer dizer tive essa conversa a pouco com meu primo tanto ki foi elle kem me falou ki eu poderia estar com isso, mais elle disse em yom de brincadeira, ii sem ki elle saiba estou aki peskisando, sabe tenho medo de contar a minha mae pois ella leva tudo ki falo na "brinkadeira" aiii ella vai gastar comigo axando ki eu n tenho o ki fz’r. Tipo estou com muitoo medo de verdade, queria a ajuda de vc’s por favor, pois nao kero ki ninguem aki na minha casa ou onde moro, fikem sabendo disso. Me ajudem Por favor.
E-mail: mandyelle_silva@gotmail.com.

Avatar for Miguel Lucas
joanico

ola . tenho 21 anos a quase três anos que tenho andado assim não consigo sair sozinha de casa nem para ir levar o lixo só consigo sair como meu namorado mas mesmo assim tenho crises estou nas compras começo a sentir falta de ar coração acelerado mãos a transpirar sensação que vou desmaiar começo a ver tudo a roda a primeira reaçao que eu tenho é fugir no lugar onde estou e só em pensar em voltar lá fico mal deposta toda a tremer não sei explicar… fazer nada na minha vida só em pensar em ir ao quintal começo a sentir me esquecida. sinto me uma inútil alguém me pode ajudar por favor???? agora dia 14 de junho vou tirar o emplante e o penso em desculpas para não ir ja o devia ter tirado em vdezembro mas não sou capaz de ir =( ajudem-me por favor obrigado

Avatar for Miguel Lucas
Rafael

Ola amigo. Quando saio de casa sinto que todos estão me olhando, não consigo me manter em uma posição estável sinto minha cabeça tremer, e entro em um estado de pânico. Preciso da ajuda de vocês.
Agradeço desde ja!

Avatar for Miguel Lucas
Rafaela Maia

Olá!
Meu nome é Rafaela, tenho 22 anos e estou terminando de me formar.
Atualmente a quase 8 meses venho sofrendo crises de ansiedade generalizada. Uma sensação "estranha" toma conta de mim em momentos comuns como entre amigos, no trabalho e não consigo descobrir de onde essa "sensação estranha vem". Quando entro alguma discussão com alguém tremo horrores de nervoso e choro muito (não consigo segurar o choro). Há momentos em que eu fico muito ansiosa, minha barriga dó, minha face inteira adormece, não sinto meus dedos da mão, sinto o cheiro da respiração diferente e fico muito agitada, meu coração parece que vai infartar. Sofria disso aos poucos, de 6 em 6 meses, mais isso agora se tornou constante no meu dia-dia. Mais o que mais me tormenta não são as crises de ansiedade mais sim o decorrer depois delas. Fico deprimida, não tenho vontade de sair, não quero conversar com ngn EM HIPOTESE ALGUMA FICO SOZINHA, me irrito muito fácil com meu namoro e me desculpo a cada 5 minutos. Pensamentos horriveis tomam conta da minha mente como medo de morrer, medo de me matar, medo de matar alguém, medo de alguém da minha familia se matar, medo de perder meu auto controle e nao conseguir me curar nunca!

Procurei um tratamento psicológico e espiritual.
Ando frequentando sessões com a minha psicóloga, ja fui em umas 6 sessões, mais isso vai e volta e não consigo mais viver feliz, em paz como eu sempre vivi! Eu preciso de ajuda, as vezes sinto que vou enlouquecer!

Gostaria de passar pelo psiquiatra mais nao quero ficar dependendo de remédios, quero me curar disso sozinha, com meu próprio esforço! Como faço isso? Alguém pode me ajudar?

Avatar for Miguel Lucas
Silvana

Olá….gostei do texto mas diante do período de extrema ansiedade em que estou nesta semana, eu praticamente reafirmei que eu sou o próprio problema. Acho muito complexo…faço terapia há anos….e ainda temo alguns encontros sociais…é estranho…Dá medo de envelhecer e ver que tudo continua muito parecido….

Avatar for Miguel Lucas
jessica

Oi tudo bem toda vez que ando em lugares movimentados com muitas pessoas tenho sensaçao de desmaio quando mais nova cheguei a desmaiar por varias vezes fazendo compras ou a passeios….mas quando estou entre amigos me sinto muito bem ,quando estou com pessoas diferentes q nao conheço travo totalmente parece que a mente da um branco e fico sem nenhum assunto queria saber se isto que acontece comigo pode ter haver com essa ansiedade social devo procurar ajuda medica?

Avatar for Miguel Lucas
Paulo

Há alguns anos que já não consigo escrever perto de pessoas e tenho muitas dificuldades também quando estou sozinho, minha mão fica toda tremula. Não sei a partir de que momento isso aconteceu, sei que isso me limita muito e fico com medo de ter que ocorrer de fazer isso com alguem ou pra alguem.

Avatar for Miguel Lucas
Luciana

O artigo me ajudou a esclarecer sobre uma situação que tenho vivido agora, em minha casa. Sempre fui tímida, reservada e temia relacionamentos muito próximos, onde a intimidade e a cumplicidade imperassem. Este receio me conduziu a um número restrito de amizades e a dificuldades em estabelecer relações de confiança. Só fui ter namorado adulta, pois até então tinha medo de relacionamentos sérios. Quando me formei professora e passei a lidar com a rotina das aulas, superei boa parte das minhas inseguranças de modo que passei a conseguir estabelecer relações com pessoas de todas as idades e para os mais variados fins. Quando vim residir com meu marido, ele me disse que a internet era compartilhada entre os vizinhos e que poderia fazer uso dela, sem problema algum. Uma noite recebi visitas em casa e comentei em voz alta, pois estava exaltada, que utilizava a internet de uma vizinha. No dia seguinte, a internet estava fora do ar e, em seguida, passou a funcionar com outra senha. Liguei as coisas e pensei "ela me ouviu". A vergonha foi tanta que passei a ter medo de me locomover fora de casa e encontrar a bendita vizinha. Para completar, certo dia acordei e escutei uma conversa atravessada entre duas mulheres na casa ao lado da minha onde mencionavam "esse povo é muito folgado", "já mudei a senha da internet" e "nunca falei com ela a respeito do uso da internet". Fiquei me sentindo mal e comentei com meu marido. Fim da história: como telefone sem fio, ele contou para outro vizinho que espalhou a história toda. Ficou super chato para mim e meu mal-estar piorou. Parei de sair de casa, a porta quase sempre fechada e as cortinas cerradas, um sentimento péssimo com relação a todos os vizinhos, enfim… Quando vejo um vizinho o coração dispara, a mão sua, sinto náuseas… Só de os escutar falar alto penso que discutem sobre mim, e a sensação recomeça. Tento parecer natural ao cumprimentar os vizinhos, mas é muito difícil. Passaram-se meses e não consegui resolver o problema, pois o medo de enfrentar as pessoas é tão grande que me paralisa. Sinto-me especialmente mal com toda a história, pois ainda fiquei com fama de fofoqueira… Sempre zelei por minha imagem e estar numa situação como essa é doloroso demais para mim. Sei que o autor não está respondendo mais as perguntas, mas, de qualquer forma, só de escrever um pouco sobre isso me alivia…

Avatar for Miguel Lucas
Sue...

Bom,você explicou tão bem;
Você deve ser um psicólogo profissional,pois atravéis dessa mensagem você conseguiu fazer com as pessoas confiassem em você e disessem o que elas sentem…Isso é muito interesante.
Em modesta parte,eu me senti confiante em ter lido e relido a sua mensagem,pois tudo o que você dissera no texto foi compatível em relação a mim….È muito raro eu conversar com alguém,muito menos declarar o que de fato é compatível comigo…Espero que outras pessoas busquem suas personalidades verdadeiras atravéis de uma boa conversação com alguém que as ajudem,…Alguém que as estimulem a ver as suas vidas de um jeito mais carinhoso,… Quem se ama se cuida;;; E quem tenta se ajudar procura uma boa forma de tentar se reanimar e se amar .Com isso elas estarão prontas para ajudar o próximo que estão na mesma situação em que elas se encontravam.
Um forte abraço…..E,resgate mais,continue resgatando pessoas que estão tristes com sigo mesmo;

Avatar for Miguel Lucas
roberto batista oliveira

vou levar a serio suas dicas de como combater esse mal que e a fobia social

Avatar for Miguel Lucas
Rangel

Olá, tenho que agradecer a vcs por criar este site eu tenho esse problema (fobia social) o meu problema é tão grave que abandonei minha escola porque as pessoas zuavam de mim dizendo que eu era "cabeçudo" "narigudo" "feioso " eu até disfarçava pra nao mostrar que eu estava magoado mas chegou a um ponto em que eu andava na rua tão nervoso que a minha cabeça "tremia" quando eu andava hoje estou com 16 anos tenho sonho de ser alguem na vida ser bem sucedido mas esse problema me impede de dar prosseguimento já tive vontade de tirar minha vida de tão desgastado que eu estou com essa situação tem momentos que eu fico parado com varias pessoas perto de mim meu pescoço fica "imóvel" si eu tento movimentar minha cabeça treme e eu fico igual a um robo as pessoas olham e deboxam mas eu quero muito ser feliz vejo meus "amigos" progredindo na vida , eu só estou andando pra trás peço por favor me ajudem nao sei aonde procurar ajuda

Avatar for Miguel Lucas
Maria

tudo que faço meus olhos lacrimenjam e até chego a chorar. Ao falar em público minhas mãos soam,meu coração acelera,minhas bochechas esquentam,me dar um calor,eu começo a me abanar,e. Meus olhos lacrimenjam, tenho vontade de sair e parar de fazer o que estou fazendo. Nao faço festa de aniversário e nao gosto que cantem parabéns para mim. Porque já sei que vou chorar e vou me tornar o comentário da semana.

Avatar for Miguel Lucas
Lucimeire

Está difícil lidar com a minha companheira de trabalho sempre acho que sou uma pessoa muito complicada, tenho dificuldade de se relacionar em ambiente aberto devido a perda auditiva, sou uma pesssoa oralizada, tenho dificuldade de ouvir nitidamente com grupo de pessoas o que está dizendo tenho que pedir pra repetir me sinto um desconforto.Gostaria tanto que eu entendesse melhor e expressar a resposta certa para as pessoas. Vivo mais no canto do meu mundo e mais quieta porque tenho dificuldade de entender melhor e tenho que respeitar as pessoas quando não não quer colaborar e não tem paciência ou não dá conta. Sou casada, não tenho filho, sou professora de educação infantil. Já fiz terapia com a psicóloga e o tratamento psiquiatra já tomei remédio para a depressão ansiedade.

Avatar for Miguel Lucas
Micheli

Ola.sou Micheli tenho ansiedade crônica,altoestima baixa,problemas familiares e de convivência.Procurei uma psicóloga por causa da ansiedade,mais chegando la descobri outros problemas.fiz uns 2 meses de terapia tratando a ansiedade,e ela falou que to 50% melhor,mais de uns tempos p ca ela so tem falado comigo de coisas que acontecem recentemente na minha vida,e n falamos mais da ansiedade.gostaria de saber se isso faz parte do tratamento da ansiedade ou não.Desde já agradeço.

Avatar for Miguel Lucas
Amanda

Oi miguel, tenho um grande problema quando fico nervosa , sem graca, ou quando converso com algumas pesssoas tenho de responder perguntas; minhas bochechas e labios comecam a tremer notavelmente e ai morro de vergonha to ate pensando em sair do curso por conta disso. Apresentar trabalhos nos ultimos meses tem sido um grande desafio pra mim…. Me ajude por favor ?! :'((

Avatar for Miguel Lucas
delvan

oi queria agradecer por disponibizar essas informações a todos .são de grande ajuda .todos nos temos medos mas para alguns o medo do convivio social de certa forma e um grande prolema.como e o meu caso busco todos os dias fazer algo diferente e dessa foma estou conseguindo melhorar a minha auto-estima e a minha vida social.

Avatar for Miguel Lucas
rosalia

Nossa você falou tudo,eu passo por isso e não é nada bom,é muito deprimente você querer fazer uma coisa,e você mesmo impedir de fazer o que deseja

Avatar for Miguel Lucas
Michele

Tenho 14 anos de idade, e desde os meus 12 anos eu acho que tenho alguma coisa de errado comigo, quando meninos se aproximavam de mim, eu ficava tremendo as mãos, e a cabeça, e as vezes dependendo, até as pernas, eu ficava sem conseguir respirar, e uma vez de tanto ficar com a respiração um pouco pressa, quase passei mal na rua, e eu sentia dores nas costas, mas graças a Deus com o tempo foi passando, e agora não tremo tanto quanto antes, só a cabeça as vezes, mas bem pouco do que antes, porque minha mãe me disse, que eu só precisava ser eu mesma, e tentar fazer mais amizades, e foi o que eu fiz, e assim melhorou um pouco, e são poucas as vezes que fico sem conseguir respirar. Mas agora parece que está querendo voltar o que era antes, agora minhas mãos querem começar a tremer novamente, porque ano que vem eu vou para o 1° ano, onde vai ter outras garotas mais velhas que eu, e que algumas alunas da escola que vou para o ano que vem, já me xingaram e me ofenderam na rua, então eu tenho muito medo que elas façam isso comigo novamente, e tenho medo que algum menino se aproxime de mim, e eu comece a tremer, e ele saia espalhando pra escola, e assim eu me tornarei motivo de risadas e brincadeiras, como aconteceu uma vez no ano retrasado, já conversei com minha mãe sobre isso, já até mostrei sites que dizem sobre fobia social, mas ela parece que não quer aceitar, e se recusa a me levar em algum especialista, então eu vou tentar, e esto tentando me livrar disso sozinha. Boa sorte pra vocês, espero que todos vocês consigam se livrar disso, porque eu sei o quanto é ruim. Que Deus nos ajude.

Avatar for Miguel Lucas
camila

tenho ansedade muito forte sinto como eu foçe ser julgada por todos sinto que estou vivendo uma cena de tortura é horrrivel dores no musculo do pescoço sinto minha cabeça pessada como se foçe me dar um treco seila tipo é horrivel mesmo!!

Avatar for Miguel Lucas
alidia

ola,sempro sofro quando voiu numa festa
la sinto falta de ar ,medo agustia ensegurança
q faso?
quero ser feliz como faser

Avatar for Miguel Lucas
camila

bom! primeiro devemos cuidar da parte interna tentar nos entender nos ouvir nos sentir!! e procurar conversar com as pessoas proximas de você sobre um pouco do asunto pode não adiantar en nada mais!! conserteza! você passara ,oque te contragie para aquela pessoa ou vc pode se sentir mais constragido ou aliviado porque você transpareceu oque vc senti pior é a pessoa ver você naquele estado e não inteder oque esta acontecendo com vc!! é talvez pode demontrar timido de mais ou cheio de mais!!. e a parte esterna e cuidar da aparencia as roupas a cima de tudo crér em DEUS!! faço isso e ajuda bastante!!

Avatar for Miguel Lucas
Alexandre

Olá, meo nome é alexandre meo problema é que nao consigo ter uma converça formal com niguem, sempre passa algo pela minha cabeça, por pença que sei o que outras pessoas estao pensando… O que faço, me ajudem.

Avatar for Miguel Lucas
ssc

Meu nome é Paulo, tenho 21 anos..e de uns tempos para ca tenho sentido um grande desconforto em qualquer lugar, até nas conversar mais bobas c amigos de anos, q sempre convivi no meu dia a dia.. As vezes tento me expressar de uma forma, q sai completamente diferente do q pretendia falar, as vezes me imbolo nas coisas q falo, falo de um assunto e logo em seguida se me perguntarem de novo acabo me esquecendo.. e as coisas na minha cabeça se emparalham. Sempre fui uma pessoa que conversava com todos, super numa boa.. tinha assuntos legais. Mas apartir de um certo tempo as coisas começam a ficar diferentes, me sentia completamente TRAVADO, sei ter o que dizer.. meus amigos, n entendem e nem compreendem td o que digo…preciso falar td de novo, voltar ao dialogo e tentar me explicar.. E é nisso a parte mais complicada, eu me embolo, talvez um esquecimento do assunto, e apartir dai eles devem me achar um louco.. Creio eu que td isso causado pela quantidade de maconha q passei a fumar, todos os dias… Meus pensamentos embaralham, n sei como me expressar as vezes.. Sempre fumei meu baseado c os amigos, sempre tivemos conversas super legais, tinhamos assunto a serem falados sobre td.. nada se embolava em minha cabeça! Hj em dia evito de encontrar certos amigos, certas pessoas e certos lugares.. Eu nunca imaginei passar por isso. Quero minha vida de volta, meus amigos de volta. Quero poder sentar numa mesa de bar e ter conversas sadias e produtivas.. O tempo q perdi fumando, talvez meu celebro "atrofiou"… Nao sei o que fazer, a quem recorrer.. Meus amigos me achariam um louco, que fumou tanto q enlouqeuceu rs.. Conheço muito a vida, as pessoas… td… meus pensamentos sao completamente coerentes, mas na hora de falar, td se mistura, as palavras fogem,, e vem o maldito branco! e no meio de qualquer assunto fico com aquela cara de taxo, sem saber oq falei, como falei e como me compreenderam… Devo procurar um psicolo ou um psiquiatra? Preciso antes de td trabalhar a minha mente, colocar na minha cabeça q preciso mudar meus pensamnetos e assim as coisas vao fluir da maneira q sempre fluiram! ALGUÉM QUE JA SOFREU OU SOFRE C ISSO, E SABE A MELHOR SOLUÇÃO, POR FAVOR ME FALE, PEÇO A DEUS TODAS AS NOITES QUE TIRE ESSA AFLIÇÃO COMPLEMTAMENTE DESNECESSARIA DO MEU CORAÇÃO, É UMA AFLIÇÃO SEM EXPLICAÇÃO… SÓ QUEM SOFRE, PASSA POR ISSO IRA ENTENDER.! OBRIGADO, ESPERO MUITO UMA RESPOSTA C ALGUEM Q ME DE O CAMINHO P TER DE VOLTA A MINHA VIDA NORMAL, COMO SEMPRE TIVE! DESEJO A TODOS QUE CONSIGAM UMA SOLUÇÃO P CADA UM DE VCS!

Avatar for Miguel Lucas
Mauro chagas

Pesquise sobre despersonalização

Avatar for Miguel Lucas
Lívia

Caramba que texto legal. Me sinto como se tivesse descoberto a pólvora. Tudo que foi descrito sou eu. Nunca soube explicar o que acontecia comigo. Tenho 31 anos, desde pequena sou gordinha. Logo, desde pequena tenho em mim a palavra fracassada tatuada na minha testa. Sofri mais buling na minha família do que coisa dela. Alguns anos descobri que tenho uma herança genética não muito boa, a resistência a insulina ou síndrome metabólica. Meu problema nunca foi comer demais, por exemplo no Colégio, eu fazia parte de todos os times vôlei, basquete e baseball. Treinava de segunda a segunda era gorda, a mais gorda. Com isso veio o título de fr Que tipo de terapia que me ajudaria a tratar isso.Eu, assim como o rapaz do comentário acima tenho vários brancos quando estou em frente de pessoas que me sinto ameaçada, diferente dele, nunca fumei maconha.cassada porque não consegue emagrecer e isso deixou sequelas. Como todo gordinho sou extrovertida, tive que aprender a ser para me proteger das maldades. Porém sou extremamente insegura. Meu primeiro estágio foi com 23 anos, no último período da facul. Eu achava que ninguém iria querer me contratar. Nas entrevistas, Deus do céu, quase morro. Sinto todos os sintomas citados acima. Até hoje para apresentar um projeto ou para participar de uma reunião, eu passo mal, mas vou. Tento encarar como desafio, mas nunca consegui diminuir o meu medo de fracassar e de me alto— julgar. Que tipo de terapia que me ajudaria a tratar isso.Eu, assim como o rapaz do comentário acima tenho vários brancos quando estou em frente de pessoas que me sinto ameaçada, diferente dele, nunca fumei maconha.

Avatar for Miguel Lucas
lucas

E o Artigo mostra como nos vivemos, tenho 19 anos e ja sofro com isso a muito tempo…..
tenho praticamente todos os sintomas (inclusive ficar tremendo) e orrivel.rsrs
e gostei muito desse artigo me fez ver minha maneira de penssar e agir, que estão erradas e e presciso mudar… obg DT; Miguel Lucas

Avatar for Miguel Lucas
Felippe Santos

É fascinante ser vc mesmo e não se preocupar com as criticas… Eu também tremo muito… e o meu problema é ter ansiedade explosiva 24 horas por dia…. Só não tremo quando estou em tédio total…. vc conhece alguma técnica?

Avatar for Miguel Lucas
Felippe Santos

Apesar de estar me dando bem ultimamente com as pessoas muitas vezes noto que não consigo dizer nada entre amigos ou simplesmente me torno uma maquina falante incansável. Em muitas situações não sou eu mesmo mais uma pessoa que os outros querem que eu seja…. Não admito continuar assim e por isso cada vez me influencio mais com as pessoas e enfrento meus problemas emocionais me sobrepondo a qualquer tipo de situação e ou problema. E estou passando a pensar:

"Sou muito mais eu, e se não gostarem de mim dane-se!"

Pensado assim sou totalmente eu!

Avatar for Miguel Lucas
Camila

Ola! Esse artigo é muito esclarecedor de maneira branda e simples. Meu maior problema é a insegurança que me impede de ter uma conversa simples, juntamente com a timidez. Tenho a maioria dos sintomas e evito contatos sociais desconhecidos. As vezes uma atividade simples se torna uma verdadeira tortura e eu acabo desistindo ou fazendo algo errado por não ter confiança em mim mesma e ter medo de vivenciar a situação.
Desde pequena tenho esse problema, era quieta e tímida. Ja fui em psicólogos e ja tomei remédios para dormir, pois a ansiedade me fazia ter insonia.
Atualmente tenho 14 anos e isso me afeta diariamente, pois não vou a festas não ando sozinha e estudo muito para provas e testes por falta de confiança no meu conhecimento. Sou taxada de chata e esnobe por não falar com ninguém, isso só dificulta cada vez mais me socializar.
Seu artigo me ajudou muito.

Avatar for Miguel Lucas
Camila

Nossa esse artigo me definiu muito, como faço pra sair dessa ??
Estou em um nivel tão patologico a ponto de achar que não vou conseguir me relacionar mais, de ter vontade sair correndo dos lugares com muita gente. Esses tempos fui a uma entrevista, era o emprego dos meus sonhos, não consegui conversar…
Preciso muito de ajuda…

Avatar for Miguel Lucas
Guilherme

Tem isso de acharem que estão me olhando, é muito forte parece que vão me matar, não sei se é mania de perseguição ou fobia social. Nunca fui timido e agr não consigo nem conversa com as pessoas , um turbilhão de pensamentos na minha mente ..

Avatar for Miguel Lucas
Guilherme

Tenho isso de acharem que estão me olhando, é muito forte parece que vão me matar, não sei se é mania de perseguição ou fobia social. Nunca fui timido e agr não consigo nem conversa com as pessoas , um turbilhão de pensamentos na minha mente ..

Avatar for Miguel Lucas
Daniel

estou da mesma forma, á cerca de 4 meses que sinto que todos olham para mim , quase nem consigo sair de casa, e estou sempre a pensar no que os outros podem estar a pensar de mim, não consigo viver em paz, vejo o cabelo a cair e ainda fico mais triste, tenho apenas 19 anos mas sintome como se tivesse 50, é horrível, tenho procurado ajuda, mas penso que necessito de visitar um psiquiatra, peço a todos que nunca desistam de ser felizes, iremos conseguir. Não sou de desistir mas isto perturba-me toda a minha vida.

Cumprimentos Daniel

Avatar for Miguel Lucas
Álex Sandro

Olá. Tive vários acontecimentos em minha vida que possa ter desencadeado tais problemas.
Hoje estou melhor , mais no começo foi barra. não comia direito, só ficava trancado no meu quarto e tinha ataques de pânico todos os dias.
Não me sentia bem quando estava dentro de um ônibus e umas certa vez estava bem e entrei no ônibus e do nada comecei a me sentir mal e foi piorando cada vez mais e acabei descendo do ônibus, achei um lugar para comprar água e nesta época eu tomava o rivotril sublingual e botei uns 3 debaixo da língua. Depois fui me acalmando e depois de quase meia hora foi que consegui pegar outro ônibus e continuar minha volta para casa.
Hoje graças a Deus estou bem melhor em relação a antes, não pego ônibus já faz mais de um ano, mais dirijo sem problemas, apenas depois que chego ao local onde estou indo ou ate mesmo no
meio do caminho tenho que beber água, pois fico com a boca seca e me sinto um pouco mau no caminho, e quando chego fico um pouco mau, estomago enjoado, calor e um pouco nervoso.
Atualmente eu as vezes quando programo algo com minha namorada, coisas simples como ir ao mercado ou apenas buscar ela no trabalho já fico meio nervoso e com mal estar estomago embrulhado. Bom não tenho vontade de sair para lugar nenhum. Fico em casa direto.
Trabalho com Concertos de notebooks e Descktop e outros eletrônicos na minha loja que montei em minha própria casa, então não tenho necessidade de sair para nada.
Queria voltar a ter uma vida normal. Perdi a vontade de muita coisa. não sei mais o que posso fazer.
Tive muitas desilusões com médicos, piscologos.
Bom se eu for escrever tudo que estou passando ia ficar o dia inteiro digitando.

At. Álex Sandro

Avatar for Miguel Lucas
Jesus

Oi amigos vendo que nao e so e EU que sofro,isso me atrapalha Toda minha Vida e uma luta espiritual, se agents podesse nos enxarga interiomente nosso celebro e Como a que ta faltando pa se uma pessoa Alegre divertida,sei que isso e um sonho de cada um vencer esse enimigo que tem dentro de nos,

Um remedio muito bom e VC aceita Jesus cristo Como seu Salvador
Porque julgo de Deus e suave e seu fardo e leve e vem a mim todos os cansados oprimidos
Porque aliviarei

Tenho lutado contra esse mal no tempo de Deus ele vai me da a vitoria

Ele conhece a tua dor

Avatar for Miguel Lucas
Sahh

Oii …
Vendo os comentário percebo que não sou só eu que sofro com issoo.. Aff!! É HORRÍVELL!! Simples coisas se tornam um carma pra mim. Não sei mais o que fazer. Meu sistema nervoso é de maiss, me incomoda bastante.

Avatar for Miguel Lucas
Fabricio

Oi , é , li muitos casos mencionados nessa pagina e vi que pode haver esperança para o meu PROBLEMA.
A 3 anos mudei de casa e de escolar, antes eu não tinha nem ideia desse problema, tinha uma vida ótima na escola, em casa, na rua… aonde eu ia.
Na nova escola comecei a encontrar problemas para me adaptar, na rua não tinha ninguém pra conversar, só tinha animo para ficar dentro de casa.
Depois de terminado o primeiro ano na nova escola quase repeti. mas como sempre fui dos melhores na escola anterior tive força para superar as dificuldades. No segundo ano na escola comecei desanimado, via os garotos bagunçando e pensava assim, " Nossa eles nem sabem oque é divertido, na minha escola eu via coisas muito melhores ."Aí nem entrava nas brincadeiras e ficava sozinho. As brincadeiras começaram a me atingir ,eu ignorava, mas começava a sentir um mau-estar dentro da escola.
Nunca falei pra ninguém, pois até hoje pensava que era coisa insignificante, que era questão de tempo para se resolver.
Hoje olho o tempo deste processo e vejo que durante esses 3 anos , os dias bons que tive foram quando estive na região onde morava antes, e via meus antigos amigos que muito me fizeram falta.
Na escola eu evitava fazer amizade porque me sentia bem com as antigas.
Passaram os 3 anos e eu fracassei, repeti 2 vezes e isso foi uma grande decepção que me levou a uma situação de desistir da vida, mas estou aqui ainda porque lembrei que tenho objetivos e pessoas que muito amo e por isso sigo tentando vencer essa barreira invisível à sociedade mas gigante pra mim.
Queria saber como posso me livrar dessa fraqueza, hoje vou começar ir a escola e tentar passar pela mesma série pela 3 vez. ano passado mudei de escola mas repeti pois não consegui novamente frequentar as aulas, os professores perguntavam o motivo das faltas e eu inventava motivos nada a ver, eles se preocupavam comigo pois viam que eu tinha facilidade nas matérias e era uma aluno exemplar, sempre fui assim mas , antes eu me dava bem nas notas e me divertia na escola, conhecia muita gente na outra escola e me sentia bem lá , hoje sinto que minha vida parou no tempo pois minhas boa alegria só vem de quando lembro de um passado feliz. Não tenho coragem de contar isso pra ninguém, nem pro s melhores amigos. Muitos eu parei de conversar e cortei o contato, pois fico envergonhado de contar que repeti de ano 2 vezes. ele nunca imaginariam que repetiria um dia, pois eu era um aluno que raramente faltava e tinha ótimas notas, hoje eu não consigo nem completar um semana sem faltar , quando entro na escola tento fazer todas as atividades mas não é o suficiente,quando tem aula vaga que é com muita frequência ai piora tudo , saio da escola muito desanimado dando graças a Deus por não estar dentro dela mais. Antes eu ficava tranquilo porque pensava que era questão de costume com o novo lugar mas depois que mudei de novo pra uma outra escola e tive o mesmo mau desempenho me preocupei, só fico assim dentro da escola, em outros locais consigo me socializar facilmente, menos nas ruas próximo de casa pois eu as evito para não encontrar ninguém da escola.

Desculpe pelo tamanho do texto mas vi que posso encontrar uma solução aqui,parece ser algo tão simples mas acaba sendo complicado pra quem passa por isso. Obrigado

Avatar for Miguel Lucas
Jéssica

Olá, gostei muito das suas explicações.
Estou passando por isso e meu principal pensamento é que Deus me abandonou, mas sei que é injusto pensar assim. Todos me dizem que eu tenho que tirar isso da minha cabeça, que eu me cobro demais, que sou jovem (21 anos) e bonita para passar por isso. Mas me sinto mais aflita, como se não fosse capaz de me controlar e penso se vou sentir isso pelo resto da vida. Todos me dizem que sou muito organizada e não consigo não ser, por causa disso sou muito regrada, sei qdo vou começar a me sentir mal, que esses episódios demoram em torno de 10 a 15 dias para se repetirem e sempre acontece qdo estou trabalhando por volta das 10 horas, mas acho q isso é coisa da minha cabeça. Me sinto sem chão e não estou conseguindo lidar com isso. Se puder me responder ficarei muito grata.
Que Deus abençoe!

Avatar for Miguel Lucas
Polyana

Hola pra quem também tem ansiedade social, bom eu sofro de ansiedade social a muito tempo mais começou a se agravar quando comecei a namorar, eu sempre acho que estou feia, mal vestida, me sinto a pessoa mais feia de todos os lugares que vou, quando vou no restaurante tenho a impressão de que todos estão me olhando e sabe oque acontece, deixo sempre a comida cair do meu garfo, e os farelos caem na minhas pernas, as vezes saímos e ele encontra os amigos deles q a maioria deles eu não conheço eu tenho vontade de puxar assunto conversar, mais parece q me da um branco uma vergonha e eu sou da roça falou meio errado as vezes e eu me sinto excluida e pensando xq não consigo ser como as demais pessoas !! Preciso de ajuda psicologica urgente

Avatar for Miguel Lucas
Álex Sandro

Esta é a mais pura realidade.

COMO A MEDICINA DA DOENÇA
FUNCIONA
Por Carlos Bayma
Aos 30 anos, você tem uma
depressãozinha, uma tristeza meio
persistente: prescreve-se
FLUOXETINA.
A Fluoxetina dificulta seu sono.
Então, prescreve-se CLONAZEPAM,
o Rivotril da vida. O Clonazepam o
deixa meio bobo ao acordar e
reduz sua memória. Volta ao
doutor.
Ele nota que você aumentou de
peso. Aí, prescreve SIBUTRAMINA.
A Sibutramina o faz perder uns
quilinhos, mas lhe dá uma
taquicardia incômoda. Novo
retorno ao doutor. Além da
taquicardia, ele nota que você,
além da “batedeira” no coração,
também está com a pressão alta.
Então, prescreve-lhe LOSARTANA e
ATENOLOL, este último para reduzir
sua taquicardia.
Você já está com 35 anos e toma:
Fluoxetina, Clonazepam,
Sibutramina, Losartana e Atenolol.
E, aparentemente adequado, um
“polivitamínicos” é prescrito. Como
o doutor não entende nada de
vitaminas e minerais, manda que
você compre um “Polivitamínico de
A a Z” da vida, que pra muito
pouca coisa serve. Mas, na mídia,
Luciano Huck disse que esse é
ótimo. Você acreditou, e comprou.
Lamento!
Já se vão R$ 350,00 por mês. Pode
pesar no orçamento. O dinheiro a
ser gasto em investimentos e lazer,
escorre para o ralo da indústria
farmacêutica. Você começa a ficar
nervoso, preocupado e ansioso
(apesar da Fluoxetina e do
Clonazepam), pois as contas não
batem no fim do mês. Começa a
sentir dor de estômago e azia. Seu
intestino fica “preso”. Vai a outro
doutor. Prescrição: OMEPRAZOL +
DOMPERIDONA + LAXANTE
“NATURAL”.
Os sintomas somem, mas só os
sintomas, apesar da
“escangalhação” que virou sua flora
intestinal. Outras queixas
aparecem. Dentre elas, uma é
particularmente perturbadora: aos
37 anos, apenas, você não tem
mais potência sexual. Além de
estar “brochando” com frequência,
tem pouquíssimo esperma e a
libido está embaixo dos pés.
Para o doutor da medicina da
doença, isso não é problema. Até
manda você escolher o remédio:
SILDANAFIL, TADALAFIL, LODENAFIL
ou VARDENAFIL, escolha por pim-
pam-pum. Sua potência melhora,
mas, como consequência, esses
remédios dão uma tremenda dor
de cabeça, palpitação, vermelhidão
e coriza. Não há problema, o
doutor aumenta a dose do
ATENOLOL e passa uma
NEOSALDINA para você tomar
antes do sexo. Se precisar, instila
um “remedinho” para seu
corrimento nasal, que
sobrecarrega seu coração.
Quando tudo parecia solucionado,
aos 40 anos, você percebe que
seus dentes estão apodrecendo e
caindo. (entre nós, é o
antidepressivo). Tome grana pra
gastar com o dentista. Nessa
mesma época, outra constatação:
sua memória está falhando bem
mais que o habitual. Mais uma vez,
para seu doutor, isso não é
problema: GINKGO BILOBA é
prescrito.
Nos exames de rotina, sua glicose
está em 110 e seu colesterol em
220. Nas costas da folha de
receituário, o doutor prescreve
METFORMINA + SINVASTATINA. “É
para evitar Diabetes e Infarto”, diz
o cuidador de sua saúde(?!).
Aos 40 e poucos anos, você já
toma: FLUOXETINA, CLONAZEPAM,
LOSARTANA, ATENOLOL,
POLIVITAMÍNICO de A a Z,
OMEPRAZOL, DOMPERIDONA,
LAXANTE “NATURAL”, SILDENAFIL,
VARDENAFIL, LODENAFIL ou
TADALAFIL, NEOSALDINA (ou
“Neusa”, como chamam), GINKGO
BILOBA, METFORMINA e
SINVASTATINA (convenhamos, isso
está muito longe de ser saudável!).
Mil reais por mês! E sem saúde!!!
Entretanto, você ainda continua
deprimido, cansado e engordando.
O doutor, de novo. Troca a
Fluoxetina por DULOXETINA, um
antidepressivo “mais moderno”.
Após dois meses você se sente
melhor (ou um pouco “menos
ruim”). Porém, outro contratempo
surge: o novo antidepressivo o faz
urinar demoradamente e com jato
fraco. Passa a ser necessário
levantar duas vezes à noite para
mijar. Lá se foi seu sono, seu
descanso extremamente necessário
para sua saúde. Mas isso é fácil
para seu doutor: ele prescreve
TANSULOSINA, para ajudar na
micção, o ato de urinar. Você
melhora, realmente, contudo… não
ejacula mais. Não sai nada!
Vou parar por aqui. É deprimente.
Isso não é medicina. Isso não é
saúde.
Essa história termina com uma
situação cada vez mais comum: a
DERROCADA EM BLOCO da sua
saúde. Você está obeso, sem
disposição, com sofrível ereção e
memória e concentração
deficientes. Diabético, hipertenso e
com suspeita de câncer. Dentes:
nem vou falar. O peso elevado
arrebentou seu joelho (um doutor
cogitou até colocar uma prótese).
Surge na sua cabeça a ideia maluca
de procurar um CIRURGIÃO
BARIÁTRICO, para “reduzir seu
estômago” e um PSICOTERAPEUTA
para cuidar de seu juízo
destrambelhado é aconselhado.
Sem grana, triste, ansioso,
deprimido, pensando em dar fim à
sua minguada vida e… DOENTE,
muito doente! Apesar dos
“remédios” (ou por causa deles!!).
A indústria farmacêutica? “Vai bem,
obrigado!”, mais ainda com sua
valiosa contribuição por anos ou
décadas. E o seu doutor? “Bem,
obrigado!”, graças à sua doença
(ou à doença plantada passo-a-
passo em sua vida).

Avatar for Miguel Lucas
nathalia

Não consigo comer perto de pessoas que acabaram de entrar no meio cotidiano, se tento comer me da vontade de vomitar. O que devo fazer.?

Avatar for Miguel Lucas
davi lopes

comecei a trabalha essa semana numa firma boa’ mais os meus conpanheiros de trabalho nao para de fala coisas de mina , coisas ruins. (fica me zuando pra se mais claro ) e eu tento ate zuar eles tbm mais quando vou zuar tremo , fico com a garganta seca,fico nervoso e se duvida ate choro..
Hoje cheguei em um deles e falei ei parceiro me ajuda aqui.
ae ele davi deixa eu te fala uma coisa..
nao sou seu parceiro
nao sou seu tio
e muito menos seu amigo..
ME SENTI MAL QUANDO ELE FLW AQUILO E ATE ME AFASTEI PARA NAO CHORA NA FRENTE DELE…
por favor presiso de ajuda..

Avatar for Miguel Lucas
Lia

Ola Davi, td bem?

Você não precisa provar para ninguem que você tem potencial no trabalho que foi contratado para fazer, sendo assim, não precisa estar tentando agradar ninguem. Se foi contratado é porque tem capacidade de fazer um excelente trabalho. Se eles começarem a fazer piadinhas com com vc, passe reto, e os ignore, pois se fazer isso é para desistruturar vc e tem até medo de peder o lugar para vc.
Faça somente o teu trabalho bem feito, chegue sempre no horario, cumpra sua função e viva a sua vida.
Não chame ninguem de parceiro, veio, cara, e etc, pois realmente ele NAO É. Sempre trate as pessoas pelo nome, como vc gostaria de ser tratado.
Eu tenho certeza que vc é um grande colaborador e tem potencial para ir mais além.

Sendo assim….. VÁ.

Sucesso e muitos sucessos.

Avatar for Miguel Lucas
fernanda

Ola, tenho 22 anos e sofro desde o ensino medio pois foi quabdo SAI para o mundo. Fico mt nervosa na hora de falar em publico, tremo, voz tremula, coracao acelerado etc. Tbm fico nervosa quando pego onibus lotado ou tenho q andar por muito tempo na rua sozinha. Alem de ter a pessima mania de imaginar acidentes ou assaltos e coisas ruins. Nao sei oq fazer, ja tentei todos esses exerciocios de relaxamento, autoconfianca etc e nao consigo mudar.

Avatar for Miguel Lucas
Angela

Ola, Gostaria de dizer que meu namorado sofre dessa Síndrome, pois moro em outro estado, e sempre relata seus medos e suas crises, porem sinto que fica forte semanas antes de eu ir visitá-lo, ele simplesmente entra em panico, ja ate pensei que ele teria outra pessoa ou que nao gostasse de mim, mas ja sao 2 anos, e toda vez que falo em terminar ele entra em crise. alguem pode por favor me ajudar a entender porque tanto sofrimento?

ang_fe@hotmail.com

Avatar for Miguel Lucas
alessandra

Ola, eu sofro dessa doença ai, tudo que eu fasso da errado, quando vou a uma entrevista começo a fazer gracinhas, as vezes tremo, meu coraçao acelera,ai ja sabe tudo da errado, hoje chorei muito me senti um lixo, fi um teste para musica e não passei , fui reprovada, sei cantar mas erro no tempo da musica devido ao nervoso, por favor me ajudem.

Avatar for Miguel Lucas
João Cruz

Boa tarde, após ler a maior parte dos comentários das pessoas consegui apenas encontrar uma ou outra semelhança com o meu problema. Porque apesar de tudo, apesar de também ter essa tal fobia social, enorme desconforto em locais com muita gente, saber que olham para nos, simplesmente falar nos olhos com uma pessoa ( nao consigo ) falar em público nem que sejam apenas dois ou tres amigos que conheço ha muito tempo ja fico todo stressado e a voz tremula , apesar de tudo isso o meu maior problema é o facto de…a minha face, pressionada de tanto stress nessas situaçoes de desconforto, começa a tremer, principalmente a zona da boca, e isso é bem visivel ! Eu nao consigo estar simplesmente a olhar nos olhos outra pessoa e ouvir o que ela tem a dizer, os meus labios vao tremer sempre entao tenho de colocar a mao no rosto ou outros tiques para disfarçar. É horrivel ! Porque eu nao tenho vergonha nem nada disso muito pelo contrario eu ate quero falar e tudo isso porque sou uma pessoa muita sociável e sou o " palhaçinho do grupo " mas tenho este enorme problema que se agrava a cada dia. Desde os tempos da escolinha que eu nunca consegui apresentar trabalhos praticamente porque sempre que tinhamos de ir para a frente da sala , o inferno começava… Porém agora está pior e quando tenho de tirar uma fotografia num sitio qualquer como um bar ou assim onde estao mais pessoas…é horrivel…eu nem cnsgo sorrir porque os labios tremem que é uma coisa DESCOFORME 🙁

Avatar for Miguel Lucas
guilherme

Galera esse lance de achar que ta todo mundo olhando nem sempre é fobia social, pode ser uma psicose , ou mania de perseguição !

Avatar for Miguel Lucas
Glauce

Bom é saber que não estou sozinha nessa doideira toda.
Obrigada por partilhar ….
Além dessas coisas todas ditas, não consigo terminar nada do que começo.
Começo muito bem, mas chega uma certa altura, algumas coisas começam a me irritar , então escolho ficar em paz, e largo pra lá.

Avatar for Miguel Lucas
Leonel Manito

Olá sou o Leonel manito angolano sofro de fobia socia a muitos anos é genético meu pai também sofreu disto, sou sofreu porque agora aos 50 anos não vejo isso a interação social dele é outra tem muitos amigos conversa normalmente em particular e em público. Quanto a mim tenho este problema Já desisti da Universidade por causa disto quando tinha que apresentar um trabalho coletivo, já fui ter com um psiquiatra receitou-me compridos para controlar à ansiedade e pedio que marcasse uma consulta com um psicólogo. Estou aqui a padecer desta doença

Avatar for Miguel Lucas
Jessica

Eu me encaixo perfeitamente em tudo. Porém não é timidez. Tenho a sensação de que não sou boa o bastante para conversar, para me socializar, para conseguir um bom emprego. Quero dizer, eu sei que sou boa, mas parece que sempre tem alguém melhor ou mais importante do que eu.

Avatar for Miguel Lucas
juliano

tenho tanta vergonha, que estou solitario !Nao saio de casa to mesentindo um prisoneiro

Avatar for Miguel Lucas
regiane

td ki faço tenho medo ate d conversa e fala uma palavra errada ,si vou sai d casa 1 coisa ki faço arruma meusremedios fiko ate 10 dias semcomer passando mal ,sintomas vomito dor d cabeça frio calor sinto corpo td anesteziado vo ao banheiro 3 em 3 minutos vontade s sumir falta d ar a fala some mt mal com isso.

Avatar for Miguel Lucas
Gabriela

Ultimamente sempre que vou falar algo sozinha(geralmente aquilo que não está em meus planos)com uma grande quantidade de pessoas me ouvindo,paraliso e começo a chorar as vezes também começo a rir quando percebo a situação ridícula que passo.Importo muito com o que as pessoas irão pensar de mim.Mesmo não sendo tímida com os mais próximos essa reação de nervosismo é considerada algum transtorno psicológico ou fobia social?

Avatar for Miguel Lucas
luciana

Olá, gostaria de sua opinião a respeito de uma coisa q acontece comigo.
Sou muito comunicativa e geralmente faço amizades com muita facilidade e vejo q as pessoas se apegam muito rápido a mim, só q isso me sufoca pois eu quero conversar só aquele momento e em uma comemoração ou encontro mas as pessoas já querem vir em minha casa e me convidar para varios lugares, me cobram atenção e eu não gosto disso, será q eu estou com problema? pq falando claramente eu detesto ser cobrada por atenção e meus amigos sempre me cobram! Eu adoro meus amigos mas prefiro cada um no seu canto e deixar pra nos encontrarmos em uma ocasiões especiais!! O povo parece ter uma carência descontrolada rsrsr, eu já sou pacata amo ficar em casa fazendo minhas coisas e outra a vida não esta tão fácil pra ficar fazendo almoços e etc toda hora !! Gostaria muito q vc me ajuda-se nesta questão pois isso anda me encomodando muito!!! Desde já obg por sua atenção… e espero conseguir uma resposta pra esse meu problema.

Avatar for Miguel Lucas
tito

oi venho falar um pouco de mim, primeiramente gostei muito de tudo que Li, achei que só eu tinha esse tipo de problema, que nem sei ainda definir ainda se é fobia social, se é timidez ou ansiedade social, tudo bem, ate então venho vivendo com esse problema de me comunicar com as pessoas desde pequeno, hoje tenho trinta anos e ainda não consigo ter uma vida normal social como pessoas comum, aos quinze anos eu comecei a fumar maconha achava que ia me sentir diferente de forma normal superior ou igualaveumente as outras pessoas mas não puro in gano. na escola repetia de ano por não apresentar trabalhos em publico evitava festas e encontros familiares sociais que tivessem pessoas que eu não conhecessem. eu sempre ficava sozinho durante horas em meu quarto se chegasse alguma visita em casa era sempre muito pensativo a si mesmo com esse problema tentava me entender mas parecia ser mas complicado que eu mesmo. minhas amizades passaram a ser pessoas drogadas pois nelas achava que poderia ser diferente de mim mesmo. no qual eu sentia que tinha algo de errado comigo pois então eu passei a usar o cracK usei essa droga destruidora por 4 anos ainda hoje sinto que não estou totalmente puro, parei de fumar faz 5 meses. voltei a estudar mas tenho dificuldades em ler na frente dos meus companheiros de sala de aula, não quero parar d estudar e voltar a usar drogas não. esse problema que tenho ansiedade social ou timidez esta a atrapalhar meus sonhos meus objetivos. gostaria muito de ser um pisicologo para ajudar a outras pessoas que venham a ter problemas pisicos sociais… se você puder me ajudar por favor. obrigado.

Avatar for Miguel Lucas
Taty

Vendo os relatos
meu problema e bem menor do que pensava!
Me relaciono bem com as pessoas, consigo fazer amizades, comunicativa, mas tudo isso acaba quando tenho q explicar ou ler algo diante de muitas pessoas. Fico tremula ao extremo, as maos suam, coracao vai a mil e tudo sai do controle!

Avatar for Miguel Lucas
Alana

Eu sou um pouco tímida. Até gosto de conversar, mas uma coisa que me deixa sem graça é cumprimentar pessoas desconhecidas. Quando me apresentam a alguém fico com medo de errar, não sei o que dizer e fico meio atrapalhada. Estou na minha 1ª experiência profissional e quando fui apresentada aos meus colegas fiquei muito sem graça e tentei disfarçar com um sorriso. Fora do meu trabalho consigo falar com minhas amigas, demonstrar mais afeto (Principalmente aquelas que conheço a mais tempo) e algumas de suas outras amigas, mas se me apresentam alguém diferente eu pareço esfriar, não consigo beijar os dois lados do rosto (ou fingir beijar) como os outros fazem, às vezes digo apenas um "Oi. Tudo bem?" ou estendo a mão para a pessoa com um sorriso meio sem graça.

Sinto que as pessoas esperam de mim um cumprimento mais caloroso como um abraço ou às vezes como um beijinho falso soltado no ar dos dois lados do rosto. Não me sinto bem com isso, acho muito esquisito, tenho até evitado alguns lugares que eu ia antes com mais frequência. Será que é normal? O que faço??

Avatar for Miguel Lucas
RAYSA

ADOREI ESSES ESCLARECIMENTOS. ME DEIXOU MAIS CONFORTADA. EU N GOSTO DE SAIR D CASA. ALIAS, DETESTO! MEU SONHO É ESTUDAR PSICOLOGIA, POR ISSO ESTOU NA LUTA. CANSEI DISSO. O PIOR É Q EU SEMPRE FALO ASSIM, E DOIS DIAS DEPOIS ESTOU MAIS P BAIXO DO Q ONTEM. :'(
EU SÓ QUERIA MUDAR, P VALER. N IGUAL AS OUTRAS VEZES. N QUERO MAIS SONHOS, QUERO A REALIZAÇÃO. MAS, PARA REALIZA-LOS EU PRECISO LUTAR. O PROBLEMA É Q EU ME SINTO SÓ. E QND TEM ALGUMA FESTA OU COMEMORAÇÃO TODOS VÃO E EU FICO EM CASA. DESDE QUE O MEU AVÔ MORREU. HÁ 5 ANOS ATRÁS, EU N SUPORTO UMA FESTA DE ANIVERSÁRIO. DETESTO VISITAS E ODEIO SAIR, N GOSTO DE CONVERSAR. PREFIRO MANDAR MENSAGENS AS VEZES. MAS EU N SOU ESTRESSADA. NEM CRITICO OS OUTROS. MEU PROBLEMA É QUE EU PREFIRO FICAR SEMPRE EM CASA. EU SOU MAIS COMPREENSÍVEL Q O NORMAL. QND TEM ANIVERSARIO AQ EM CASA EU ME TRANCO NO QUARTO, ATÉ TODOS IREM EMBORA.
E O PIOR É Q NINGUÉM ENTENDI, CRITICAM E EU N DIGO ND. N REVIDO, NEM ME CALO. EU PEÇO SILÊNCIO, E Q ME DEIXE EM PAZ. EU SÓ QUERIA MUDAR. MAS AS VEZES É BEM MELHOR ASSIM.
AS VEZES EU PENSO EM PEDIR AJUDA. DAÍ,PERCEBO Q ISSO É SÓ MAIS UMA BOBAGEM E Q UM DIA VAI PASSAR, COMO TD NA VIDA. PORÉM, ISSO ME ATRAPALHA MT. DIFICULTA OS MEUS DIAS. APESAR D EU GOSTAR DO MEU MUNDO,PORQUE SEI Q ELE N VAI ME DEIXAR JAMAIS. EU QUERIA SAIR AS VEZES,P RESPIRAR. SAIR DO LIVROS E DESSE FRIO Q HÁ SEIS ANOS ME ABRAÇA. SOS!!!!!!!!!!!!!!

Avatar for Miguel Lucas
Eunice

Bom dia , estou separada do meu marido, ele não aceita a separação, não está falando coisa com coisa, está sofrendo muito, mas já passamos por isso antes reatamos e não houve mudança no comportamento dele, ele está chorando sem parar não está comendo, não está dormindo, está louquinho, não sei oque fazer preciso de ajuda, não tenho condições de internar ele preciso de ajuda por favor alguém me ajude!

Avatar for Miguel Lucas
joao

Olá Dr. Miguel meu nome é joão A. tenho 34 anos e GOSTEI muito do seu artigo, o fato é que sempre fui um cara muito, muito, + muito expressivo mesmo, nunca tive medo de palestras, sempre fui comunicativo e sociável sem nenhuma timidez, já viajei para fora do Brasil e conheci outras culturas, trabalhei em comércio vários anos e nunca tive problemas com ansiedade, até que…
De uns tempos para cá ( a cerca de 2 anos) tenho alguns sintomas que li aqui que batem com a descricão tipo:
– tipo evitar ir ao centro da cidade com minha esposa passear e achar que tudo está errado, evitar lugares co muitos adolescentes…
– DESCULPAR- SE excessivamente, mesmo dominando o assunto que estou falando.
Porém tenho que ressaltar um fato que me deixou assim estes dois anos…
Não gosto de olhar TV, NEM JORNAL …minha indignacão é muito perante adolescentes em geral , penso que estão sempre me observando e quando olho estão, e sempre com sorriso no rosto debochando ( ou talvez não) o fato é que sempre que saio com minha esposa isso acaba refletindo nela pois fico mal – humorado e sobra pra ela.
Por favor Dr me dê só uma indicacão do que vc acha a respeito.

PS: Só para complementar se isso ajuda , sou enfermeiro em uma clinica geriatrica, pratico skate, não sou sedentário, faco academia, leio livros e adoro cinema, mas penso que em nossa sociedade hoje em dia o bonito e ser desonesto, analfabeto, sem cultura e se prender somente na estética, não adianta sermos conectados e ter tecnologia se não sabemos usa-las.
POR FAVOR DOUTOR AGUARDO SUA RESPOSTA .
Grato desde já!!!

Avatar for Miguel Lucas
james

Olá, dr. Miguel, tudo bem!

Adorei o artigo. Há, pelo menos, um ano e meio, venho tendo problemas com minha escrita. Estou cursando direito e a escrita é muito valorizada neste curso. Sempre escrevi com letra de forma: era bem grande e para mim legível, até elogios de algumas pessoas eu já havia recebido pela letra; até que um dia, uma professora não conseguiu entender meu nome e me alertou, e até com muita educação, para eu tomar cuidado com minha letra. Fiz caligrafia e mudei minha letra para cursiva, até ai tudo bem, o problema é que agora, não consigo escrever na frente de outras pessoas, minha mão trava, eu encaro este problema e insisto e continuo a escrever na frente dos outros mas, minha mão ainda trava. O que fazer?

Avatar for Miguel Lucas
P. M.

Tenho 17 anos e todo dia quando entro na sala de aula me sinto mal. Sinto que as pessoas vão me olhar e julgar meu cabelo, meu corpo, minha roupa não estilosa. Não gosto de mais da metade da turma, e só me relaciono com umas 4 pessoas. Quando vou à festas, churrascos e eventos afins tenho medo de ficar sozinha quando sei que só haverá desconhecidos ou pessoas com quem não me relaciono por não gostar delas mesmo. O que me conforta é meu namorado. Só saio com ele e quando me sinto excluída penso em encontrá-lo logo pra me sentir "completa". Torço todos os dias para que esse ano acabe logo e eu termine a escola e entre para a faculdade. Acredito que quando isso acontecer saberei me relacionar melhor.

Acho que tenho ansiedade social, pelo que li no artigo. Muito bom, me esclareceu muitas coisas.

Avatar for Miguel Lucas
Franciele Marques

Olá bom fim de tarde,quero perguntar algo que me deixou extremamente curiosa,toda vez que ando na rua um bebe de mais ou menos 1 a 2 aninhos fica fixamente me olhando.Seja no ônibus,no mercado,na praça.Quero saber o que isso significa!?

Avatar for Miguel Lucas
jaqueline Goncalves guizzi

Olá meu nome e jaqueline tenho 17 anos , sofro depressõesre , parei de ir para escola faz 2 anos , com medo das pesssoas me olharem me chamarem de feia , mais na verdade sou linda mais tenho medo dos outros me olharem fazerem piadinhas sem graça, passo a maioria ddos meus dias trancada dentro de casa , pois sou casada e sou lésbica namorei um ano ai a gente foi morar juntas , estou sofrendo com isso , alias nao estou mais suportando isso mais nao tenho coragem de ir atraz de a ajuda 🙁

Avatar for Miguel Lucas
gisele

olha tenho 30 anos e sempre sofri com isso, a minha situação e terriveel, sofro demais, nao saio de csa sozinha, nao consigo ir a uma padaria etc… devido ao desespero das pessoas me olharem, festas, lanchonetes e um tormento…… no meu ultimo emprego trabalhei durante 5 anos tdos os dias para ir ao ponto de onibus era um sofrimento………., sempre trabalhei de vendedora ja trabalhei na rua porta a porta, pra isso pareço q me transformo em outra pessoa, detalhe tdo lugar q trabalho sou a melhor vendedora, porisso ninguem acredita como sofro…… nao da para entender. de verdade, entao vcs q sao jovens procurem ajuda, pois chega uma hra q vc perde o controle., dizia isso a minha mae,,mas ela falava q era frescura, o pior perioda da minha vida foi na escola………

Avatar for Miguel Lucas
lucas setimo peixoto

eu peciso tambem de ajuda pois quando vou falar em publico começo a gaguejar e nao consigo falar e meus colegas rir de mim em tao gostaria de pedir ajuda a um psicologo como curar essa timidez?

Avatar for Miguel Lucas
Vinny Souza

Sou simpático, extrovertido e tals. Mas tenho ansiedade e medo a tais momentos como: Quado vou a lugares q vejo e escuto coisas q não gosto, pessoas q não me dão muuita atenção nestes lugares. Medo de acontecer algo que eu não goste. Dormir numa casa diferente sem a presença dos meus pais. Mesmo que seja a casa de um amigo meu, já tive esse pânico mas me arrependo disto. Foi idiotice minha. Estou pensando nisso e exercitando minha mente para uma reprogramação. Gosto muito de ler a bíblia e orar a Deus, pois isso me fortifica e agradeço aos amigos e família q me aconselham neste probleminha tão chato q nos impede de ser feliz. Sei q serei transformado para melhor.

Avatar for Miguel Lucas
Eugenia

Ola tenho um ou muitos problemas q m levam a emagrecer tenho 6 irmaõs eu sou a terceira os 5 estao casados e eu nao os 5 estao empregados e eu n agora stou piorando cada vez mas sinto o corpo muito fraco boca seca stou muito magra em fim. Por favor m aguda

Avatar for Miguel Lucas
wanderley

Olá. de uns anos pra cá estou enfrentando um problema terrível, tudo começou, quando alguém de repente me chamou para substitui a pessoa que preenchia a ata de uma associação comunitária, me bateu um nervosismo que não conseguia preencher os espaço do livro(atas)

Pronto, de lá pra cá não consigo escrever meu nome na frente de ninguém, me ajude isso está sendo um terror, pois até minha carteira de motorista foi terrível renova-la , e todos os anos tenho que renovar um cadastro, e isso já me deixa tremulo.

Me ajude, eu não queria recorrer a medicamento, pois sofro de problema estomacal e com certa medicações piora,por isso prefino evitar certo medicamentos.

Avatar for Miguel Lucas
Marcio

Eu, depois que casei, fui morar com minha esposa num local novo. Depois de algumas brigas entre nós, coisas de casal, comecei a ter vergonha de ser visto na minha rua, especialmente por outros homens. Tenho saído de casa antes das 7h e tento voltar o mais tarde possível. Já começo a alimentar o desejo de me separar, só pra sair de casa e nunca mais passar por isso. Lendo esse artigo vi que tenho um problema sério. Quero orientação urgentemente, por favor. Abs

Avatar for Miguel Lucas
Daniela

Oi! gostaria de contar um pouco do que eu estou enfrentado por causa da fobia social, bem, alguns anos atras, estava tudo bem comigo, mas depois de agun tempo, comecei a ter sintomas exagerados de ansiedade social, na escola por exemplo; quando eu tinha que apresentar seminarios, eu começava a ficar muito nervosa, as maos ficavam bastante tremulas, minha voz ficava fraca, eu mal conseguia olhar para as pessoas que estavam em minha frente. E entre outras ocasioes, que sofro muito com a ansiedade, ultimamente nao estou saindo mais de casa, pois temo de ter que passar momentos horriveis como esses que citei, nao sei mais o que devo fazer em relaçao a isso, pois nao aguento mais, eu fico nervosa com qualquer coisa, minhas maos ficam tremulas, penso que sempre tem alguem me olhando, nao consigo interagir com as pessoas, pois o nervosismo me impedi, tenho evitado bastante eventos, mais isso so esta piorando minha vida, daria tudo pra que isso fosse facil de resolver, nao tenho mais paz, pois minha vida esta totalmente limitada, por conta desses sintomas de ansiedade, estou sem esperanças, mais eu sei que meu Deus é fiel, e logo então começarei a fazer os tratamentos com um psicológo.

Avatar for Miguel Lucas
David

bom eu quando mas novo até os 14 anos conversava melhor sabe, tinha facilidade para iniciar uma conversar, era até meio palhaço do grupo e não ligava muito pra opinião dos outros, mas o tempo foi passando e eu não sei como acabei ficando tímido não tenho coragem pra nada. tipo agora tenho praticamente todos os sintomas sitados acima e não entendo como ou porque fiquei tão timído

Avatar for Miguel Lucas
Isabel

Posso dizer com toda a convicção que a fobia social está a arruinar a minha vida… Há 4 anos entrei na universidade e logo comecei a sentir muita ansiedade naquele ambiente… Não consegui falar com quase ninguém nem fazer nenhum amigo… Não conseguia dormir no dia anterior só de pensar que teria de ir às aulas no dia seguinte… Devido a isso faltei muito e chumbei de ano… No ano seguinte resolvi tentar de novo e ser mais comunicativa mas também não deu resultado, a minha ansiedade e medo não me largavam… Hoje não consigo sequer ir as aulas, entro em pânico e quando consigo é um sofrimento horrível… Já me aconteceu conseguir ir ate lá mas não conseguir entrar na sala de aula e voltar para trás!! Não tive coragem de contar isso aos meus pais na altura só consegui agora… Já fui a vários psicólogos e a um psiquiatra. Os psicólogos só me ajudaram a entender um pouco melhor a minha mente e algumas técnicas de relaxamento e o psiquiatra na única consulta a que fui me receitou logo remédios… (anti-depressivos leves) Mas não fizeram grande efeito, apenas muito sono… Às vezes me dá um desespero pois eu sinto que nunca vou conseguir mudar e se não conseguir eu não quero viver mais neste estado… Devido à fobia nem consigo estudar, me concentrar e fazer um curso superior que me vai permitir ter um emprego, então o que estou aqui a fazer?? Nada, absolutamente nada… Para não falar na ausência de amigos e pessoas com quem conversar… Sinto que a fobia me está a levar para a depressão, o que m está a destruir por dentro, sinto que estou a desperdiçar a minha vida e não sei o que fazer para contrariar isso… A minha última esperança é a hipnoterapia… Vou tentar e depois venho aqui dizer como correu… Desculpem o desabafo, fiquem bem.

Avatar for Miguel Lucas
Dayane

Oi, eu tenho 14 anos, e sempre que converso com as pessoas eu me sinto nervosa, fico suando frio, a s mãos tremem, fico pálida e com tonturas, uma vez quase desmaiei, não é com todas as pessoas, apenas algumas, principalmente quando tem 4 ou mais e eu quem sou o centro do assunto, será esse o problema?

Avatar for Miguel Lucas
Suellen

Oii querido, espero que me responda…
esse mes começo minha faculdade de psicologia, eu amo psicologia..
mas lendo esse post, percebo que tenho essa fobia, eu sempre sou sismada com as coisas, se estou comendo começo a suar, pois parece q todos estao olhando pra mim, o pior é q fico vermelha a toa, ao passar na rua parece q todos estao olhando pra mim, e eu começo a andar mais rapido, penso q posso estar mancando, ou suja sei lá, mas hoje foi a gota dagua eu fui na minha igreja, mas tinha tempo q eu nao ia, então todos ficaram olhando pra mim e me criticando, jogando indiretas e tal, eu fiquei tao mal, começei a suar, fiquei vermelha no culto, mas esperava pra terminar para ir embora, me deu uma dor de cabeça muito forte e ansia de vomito, alem de falta de ar muito forte e tontura, nao disse pra ninguem pois eles diriam q era o diabo…
minha pergunta é eu posso me livrar disso me tratando atraves da minha faculdade (aplicando em mim o q aprender ) ou devo procurar um profissional.. desde já agradeço.. ahh eu nao pretendo voltar na igreja, vou ir para outra q ninguem me conheça.. :/

Avatar for Miguel Lucas
leonardo

faço terapia há um ano e meio e apesar de dizer ao psicologo que tenho fobia social ele insiste em dizer que meu problema passa primeiro pela resoluçao da minha sexualidade. Eu até concordo com ele, mas me incomoda a desatenção à minha reclamação. Tenho problemas de relacionamento com qualqueer pessoa, nunca consigo me envolver ccom ningueem, tenho medo de me aproximar de mulheres. Falar ou fazer qualquer coisa ao ar livre é pra mim uma tortura tanto que evvito e quando faço ficonervoso e sai tudo errado. Me cobro muito e isso também atrapalha.Ouvir ou falar sobre trabalho me perturba. Eu tenho tudo que você escreveu e desde a infância sou assim.Tudo isso me limita muito.O meu terapeuta é psicanalitico e só não procuro uma tcc porque tenho medo de perder o tempo já investido nele. Já comecei e interrompi várias terapias e quero dar sequencia a essa. Obrigado por oferecer esses esclarecimentos na internet, vou me dedicar mais ao meu problema.

Avatar for Miguel Lucas
Lidiane

Bom dia, ,e identifiquei muito com o artigo, eu acreditava que eu criei esse problema, e so eu passava por isso, tenho tantos relatos, qie poderia escrever um livro, ja procurei ajida por varias vezes, mas nada teve sucesso.Por favor, como faço para entrar em contato com vc??

Avatar for Miguel Lucas
Ana Carolina

Oi, eu tenho 12 anos, e ontem eu fui com o meu irmão no shopping, estava bem, mas começou a ficar muito quente e eu vi as pessoas olhando para mim. Não tinha comido nada, então, a minha pressão baixou e eu desmaiei. Eu acordei, comi algo e aparentemente melhorei, mas a sensação que eu estava sentindo antes de que eu ia desmaiar, voltou, eu comecei a chorar e a passar mal. Enfim, desmaiei denovo. Uns tempos depois eu já estava bem melhor fomos para casa e eu sinto que desde ontem, meus pais estão bravos comigo por eu ser tão ansiosa e por desmaiar e passar mal por coisas bobas, já que não foi a primeira vez que aconteceu e que eu não consigo controlar. Será que eu preciso procurar um psicólogo e fazer um tratamento?

Avatar for Miguel Lucas
Paula J.

Faz muitos anos (22 anos) que sofro de agorafobia. Após muitos condicionalismos na minha vida profissional, os anos foram passando e com terapia comportamental progredi muito. Aprendi a intrepretar o meu nervosismo e aos poucos fui direccionado as minhas actividades por campos em que me sentia mais confortável. Dada a precariedade e instabilidade do mercado de trabalho, acabei por ingresssar recentemente num contrato de trabalho de inserção. A actividade que me foi atrubuída no posto de turismo, local com poucas pessoas e pouco fluxo, restituiu-me conforto em desempenhar tarefas dentro da minha área. Mas a precariedade destes contratos de trabalho passam por "distribuír" os trabalhadores por sectores com mais necessidade intervenção laboral. O problema começou hoje, quando tive de desempenhar funções numa recepção municipal, com telefones, pessoas e tarefas que me eram totalmente alheias, não pela minha capacidade mas pela responsabilidade que me é atrubuída (familia monoparental, medo de falhar e sobretudo medo de não conseguir cumprir).
Após muitas voltas pelos artigos da internet, cheguei até esta página. Leio mas a minha cabeça está focada no que poderei fazer para conseguir escapar a tal "tortura" de estar num local cheio de gente e de funções que me deixam desconfortável. Outro problema prende-se pelas hierarquias profissionais (comuns a locais de funcionalismo público) que me deixa sem saber a quem recorrer no caso de não conseguir ultyrapassar esta situação, de poder explicar o que sinto para recolocação num local menos frequentado. Ficaria eternamente grata ler uma resposta sua. Obrigada desde já pela sua atenção.

Avatar for Miguel Lucas
Cintia P

Em busca de um auxilio,acabei abrindo neste artigo q me identifiquei por completo.Tenho crises de tremores até minha voz fica tremula quando fico em situações de observação,quando tenho q falar em publico quando converso com pessoas q ñ são do meu convívio. O engraçado é q tenho certeza do q tenho a fazer ou falar tenho conteúdo e sei bem como expressar os assuntos abordados em qual quer q seja a situação. mas quando começo a colocar em pratica minha voz e meu corpo tremem tanto q parece q sou uma pessoa sem conteúdo ou insegura. Gostaria de saber a quem eu devo me direcionar para q encontre uma forma de cura pois isso me atrapalha muito e cada dia q passa me cinto prejudicada até financeiramente falando sendo que não consigo fazer uma entrevista sem q miguem perceba este tremores. PS:Uma ajuda ou um caminho ! Grata!

Avatar for Miguel Lucas
beatriz da silveira de oliveira

sinto que todos na ruas estao me encarando olhando.
qe a qualquer momento alguem vai me assaltar ou acontecer algo asssim

Avatar for Miguel Lucas
Guilherme

Passo por algo semelhante, porém em todas entrevistas que fui me exibia e tinha a certeza de que era o melhor. Estou no 5º emprego em 1 ano, pois quando começo à ir no trabalho começo a pensar que aquilo não é pra mim e saio pela porta, fico pensando nas coisas que estão lá fora, seja minha casa, minha namorada, às vezes até na companhia de minha mãe. Fico com um aperto no estômago e me sinto pra baixo, não consigo respirar direito e minha válvula de escape é fugir e ficar pensando sobre por dias, penso que sou o único a passar por isso e todos à meu redor não entendem e pensam que não paro em um emprego por ser um vagabundo, esse sentimento realmente é um fardo, porém neste texto me identifiquei, e colocarei em prática alguns dos aprendizados, só quero poder levar uma vida normal e bem.

Avatar for Miguel Lucas
Rodrigo cardoso

Ola tenho 27 anos sofro com esta ansiedade sossial deus dos meus 16 anos e por causa dela Jerá dores no meu peito tipo muscular estas dores cais eu pensar bobagem que vou morrer então um problema gera outro cpnserteza este e o panico do medo

Avatar for Miguel Lucas
Rodrigo cardoso

Ola tenho 27 anos sofro com esta ansiedade sossial deus dos meus 16 anos e por causa dela Jerá dores no meu peito tipo muscular estas dores cais eu pensar bobagem que vou morrer então um problema gera outro com serteza este e o ataque do panico que se manifesto em mim bom eu já fui num neurologista num psiciquiatra num cardiologista bom fui primeiro no doutor neurologista os exames dele derao normal ele mando eu procura o cardiologista porque minha pressão era auta eu tinha um pouco de retimia mesmo asim o neurologista receito uns remédios pra ser sosero não me ajudo em nada em fim fui no psiciquiatra lá ele pergunto oque eu tinha comecei a fala ele doce calma calma eu tenho um remedinho que vai te ajudar tais muito explosivo tua pressão ta 16 por 9 tomei vários tipo de remédio do psiciquiatra não ajudarão em nada também ele mau converso comigo e dispensou sem dar conversa olha que era particular ele em fim fui ate o cardiologista mostrei vários axame de coração que eu FIS anteriores ele olho e me respeito fazer o tau exame cinples chamado de hater monitoramentos dos batimentos cardíacos resultado deu 6 %de a retimia FIS tratamento ele dice que to curado que era para eu acredita nos remédios de controla pressão acredita em augo mais tenho sertesa que ele blefo porque cinto meus batimentos com o mesmo cintomas da ritimia passado isto tomo só os remédios do cardiologista de pressão 3 remédio pela manha em fim tenho em vista que a ansiedade e o ataque de panico causa a pressão auta as dores no peito na costa auguem por favor poderia me da um concelho para eu amenizar esta coisa ruim que só deixa eu dentro de casa e não saio para rua não to conseguindo ter uma vida normau asim por favor uma ajuda um concelho meu imeio e rodrigo.dedo@hotmail.com por favor alguém especialista neste assunto me ajuda ….

Avatar for Miguel Lucas
ZéNinguém

Eu não gosto de sair a Rua, na verdade evito qualquer tipo de contacto que não seja superficial com mais alguém que não seja da minha família (Mãe e irmãos), estou desempregado desde 2010 sensivelmente, e durante este tempo, raramente saí de casa para socializar, só por arrasto, não consigo confiar em ninguém, e honestamente não consigo manifestar interesse por outros seres humanos, seja por amizade ou namoro, nada..

cheguei um ponto em que por força dos meus handicaps e incapacidades sociais perdi a total vontade de me integrar naquilo que é a normalidade na sociedade, não frequento quaisquer tipo de actividades, nem uso sequer as redes sociais para interagir com conhecidos, digamos que a minha vida social é inexistente, e que o faço de uma forma auto-consciente, tenho perfeita noção que me estou a isolar…

E depois há também a questão motivacional, não tenho sequer procurado emprego, porque não encontro motivações para ter o meu próprio dinheiro ou independência… uma vez que mesmo tendo dinheiro (e durante este tempo Eu tive algumas reservas de dinheiro) não tenho quaisquer actividades sociais no qual eu possa fazer uso do mesmo…

Sou portanto um individuo (fazendo o meu próprio diagnostico) que não se enquadra no tipo de sociedade actual, Eu olho para as outras pessoas e não me consigo identificar com a sua mentalidade, principalmente pessoas da minha idade…

Eu julgo que aos olhos dos outros sempre fui um indivíduos estranho, que facilmente se põem a jeito para ser posto de parte, excluído ou ridicularizado, as pessoas quando vêem alguém sozinho que não tem amigos automaticamente é desconsiderado e perde pontos a nível de respeito

Mesmo que Eu quisesse colocar uma "mascara" de alguém perfeitamente normal e tentasse agir como as outras pessoas da minha idade, assim que alguém tivesse intimidade ou conhecesse a minha vida de mais perto iria perder o respeito pela minha pessoa por não ter ninguém, amigos…
namorada, carta de condução…

A sociedade em geral rege-se muito por essas questões mais superficiais do "estatuto" para construir uma espécie de nível ou hierarquia por assim dizer…na qual o estado social de uma pessoa conta mais do que aquilo que outra coisa…

Por tudo isso e mais alguma coisa não encontro motivação em mudar, não me sinto doente, a minha fobia não é em relação as pessoas em si, é em relação a esta sociedade construída completamente a base de futilidade e materialismo, onde as pessoas se comem umas as outras para subirem o seu estatuto dentro daquilo que é o "habitat", seja circulo de amigos, local de trabalho, whatever,

As pessoas em geral quando podem aproveitar-se dos supostos defeitos de alguém para vincarem uma posição, quase sempre se aproveitam disso…
Vejam o facebook por exemplo, é degradante ver uma serie de pessoas que tentam ter amigos que nunca mais acabam, do qual nunca ouviram falar, não conhecem, nem sequer contactam, no entanto usam essa quantidade de amigos, para dar uma percepção falsa de si mesmos para os outros, porque uma pessoa com muitos "amigos" é vista como alguém com "estatuto"

Isto é o que me choca, Eu não tenho fobia social, Eu tenho é fobia a esta sociedade de merda que estamos a construir, onde os jovens são estupidificados desde a nascença, onde as tecnologias são utilizadas de forma errada não para evoluir a humanidade mas para prevalecerem os impérios macro-económicos…

E peço desculpa por estar aqui a desabafar, de facto não vim pedir ajuda a ninguém, apenas me sinto melhor por escrever o que penso, tenho pensa que 99% da sociedade não seja merecedora da minha atenção, uns por se tratarem de seres humanos desprezíveis, outros por estarem completamente tapados em relação a realidade e por isso não compreenderem a minha natureza.

O Mundo precisa de mudar, todas essas supostas doenças e distúrbios relacionados com a mente
são causados pela própria sociedade e a forma de viver das pessoas, Eu não nasci para ser um escravo nem para viver sob stress, prefiro isolar-me, se eventualmente um dia ficar sem nada e tiver que ser um sem-abrigo, também não se preocupem comigo, porque não irem andar a pedir de porta em porta, provavelmente irei caminhar até encontrar descanso ou algo que me realize.

Avatar for Miguel Lucas
Marcio

Olá, estou fazendo a terapia cognitivo comportamental e fui diagnosticado com a ansiedade social, gostei muito a forma com que abordou o problema, pois a gente sofri muito e precisa dessas informações para poder lidar com essa disfunção. Parabéns!!!

Avatar for Miguel Lucas
.......

Eu tenho ansiedade social, medo das perguntas que as pessoas podem fazer, e tambem tenho medo de contrariar as pessoas e ser vista e modo negativo, e não ser aceita, porém esse medo de contrariar eu identifiquei a pouco tempo pois meu pai nunca deixou nem eu nem meus irmãos o contrariar, sempre era agressivo e explosivo, criticava-nos e debochava de nós quando lançavamos alguma opinião. Resultado os 3 irmãos tem fobia social, medo das pessoas, temos a impressão de sempre ser observados e criticados por qualquer atitude, e tambem pouco temos atitudes principalmente em relação a derrotas pessoais.

Avatar for Miguel Lucas
gi.kisses@hotmail.com

nossa fui procurar alguma matéria relacionada exatamente a isso… não sabia o que eu estou tendo.. eu olho pras pessoas encarando, mais no caso e como se elas estivessem me encarando também… mais elas não estão… na maioria das vezes não consigo conversar olhando pras pessoas.. quando converso com elas desvio o olhar ou olho encarando… acho que estou com ansiedade social… estou exatamente com esses sintomas… como faço pra mudar isso?? isso já esta me incomodando, da um ar de que as pessoas estão desconfiando de mim, ou quando falo com elas parece que estou passando um ar de falsidade .. mais não é … SERÁ QUE IREI PRECISAR DE UM PSICOLOGO??

Avatar for Miguel Lucas
Mellanie Santos

Por favor me ajudem !!!

Pesquisando pelos meus sintomas na Google achei esse site que me descreveu, não tenho condições de passar por um psicologo agora, preciso de ajuda , me sinto incomodada com pessoas perto de mim, não sei reagir me comportar de maneria normal, as pessoas vem me afirmando que sou estranha e tenho manias estranhas , não acredito que seja auto-estima baixa ou coisa igual e sim FOBIA SOCIAL, estou sofrendo com isso perdendo oportunidades de empregos e amizades :'( ficar perto de familiares está me incomodando, quero cavar um buraco e entrar dentro, assim que me sinto. Socorro!!!

Avatar for Miguel Lucas
Beatriz

Álex Sandro!!!kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk…você é um GÊNIO!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!.Mas minha conclusão:medicação ajuda, mas, isolada de acompanhamento psicológico,reprogramação mental etc…penso que o risco é de ficar nisso aí q vc falou.Medicação+terapia=melhores resultados!!!

Avatar for Miguel Lucas
AR Neto

tenho medo de sair na rua penso que alguem quer me matar mesmo sem ter problemas com ninguem è um pesadelo agente deixa de viver nossa vida por favor pode me dizer do que eu sofro pq esses penssamentos vem e vao embora na minha mente quero viver quero para de pensar esses penssamentos

obrigado

Avatar for Miguel Lucas
Guilherme

Alguem tem a impressão de que fica todo mundo te olhando e falando de voce ?

Avatar for Miguel Lucas
henry

caraca eu tenho esse problema e sempre sofro em entrevistas de emprego principalmente, é horrível consegui um emprego muito bom no treinamento hj foi terrivel fiquei tenso tremedeira … ainda prendeu a chave do carro no carro achei que tinham tentando roubar o carro e fiquei preocupado com isso e estranhamente me fez ficar menos tenso de ter que me relacionar com tantas pessoas assim que não conhecia se você puder me ajuda como posso procurar ajuda sobre isso! PS: eu tento muito ser social mas fico tremendo o tempo todo :/

Avatar for Miguel Lucas
Camila

Eu sofro de fobia social, tenho poucos amigos que já estão afastados. Eu sempre fui tímida e mas isso nunca me atrapalhou como agora. Estou na faculdade e estou com uma enorme dificuldade de entender a matéria e tenho medo de pedir ajuda para o professor, na minha cabeça passa que o professor vai disser que sou burra que eu devia estudar, de fato as vezes eu penso que deveria estudar mas não me esforço muito. Normalmente o professor ajuda, mas as vezes ele da uma dessa vai estudar ante de fazer pergunta idiota. Tenho uma colega que mesmo o professor falando isso ela insisti e pergunta no outro dia, eu admiro ela por não se abater mesmo sendo humilhada. Eu queria ter essa confiança e disser eu posso melhorar e persistir. Mas é muito difícil para mim faço terapia a quase 2 anos, meu pai também tem depressão, já tive surto psicóticos, já tomei anti-depressivos, anti-ansioliticos, tomava remédios até pouco tempo mas parei. O medo constante atrapalha meu tratamento porque eu tenho até dificuldade de falar com a minha terapeuta. As vezes me acho um ser humano muito ruim só pelos meu pensamentos.
Mas eu quero melhorar de alguma forma. Eu preciso,a vida exige de mim enfrentar os medos.

Avatar for Miguel Lucas
Naiara

Tenho fobia social e isto esta atrapalhando meu trabalho,pois não consigo atender as pessoas da loja onde trabalho e sempre quando vou falar com elas parece que sou rude mesmo sem a intenção de ser 🙁

Avatar for Miguel Lucas
Paulina

Boa tarde eu gostaria de saber a sua opinião sobre o meu problema e saber o que posso fazer para ultrapassar esta situação terrível.
Pelos sintomas que estive a ler na sua publicação eu sofro deste problema quando vou sair a noite, quando estou em festas, cafés ou discotecas, quando estou nas aulas ou transportes públicos. Parece que mal me encontro nesta situação que tudo vai correr mal, penso que me vou sentir mal e, por vezes, quase desmaio. Não sei porque acontece isto.. não acontecia dantes, começo-me a sentir nervosa, o meu coração acelera muito e a minha reacção é sair do sitio onde estou a correr parecendo que tudo a minha volta anda à roda..Por vezes desmaio e fico mesmo mal…Fico com muito calor e acabo por não saber o que fazer para ficar melhor, a não ser ir embora para casa.
Agora já nem consigo sair a uma festa, a um jantar que seja..já não me divirto e com medo do que possa acontecer fico em casa. A certa altura pensei que o meu sistema imunitário estivesse fraco e comecei a tomar vitaminas mas nada, continua.
Agradecia um sincero esclarecimento, alguma maneira de ultrapassar isto.
Obrigada, se me pudesse responder para o meu mail agradecia visto que não venho sempre aqui.

Avatar for Miguel Lucas
Kleber Luis

Olá Miguel, tudo bem? Gostei muito de todo o site. Estou a ler todos os artigos e já baixei um dos seus livros (Ser um Vencedor — estou na página 14). Embora tenha trabalhado muito a timidez extrema, me permitindo até casar e ser feliz, ainda tenho muitas dificuldades, como o nervosismo ao enfrentar entrevistas de emprego — isto me faz ficar um bom tempo desempregado. Ainda não consigo manter amizades, pois não consigo confiar nas pessoas e qualquer desentendimento, logo dispenso a pessoa. Já sofri muita perseguição e racismo quando criança e adolescente. Concordo com você em um quesito: atividade física. O que me aliviou muito foi fazer atletismo e hoje faço natação. Obrigado por todos esses ensinamentos.

Avatar for Miguel Lucas
miranda

ola Miguel tudo bem? eu sou estudante de enfermagem e quando estou em situações de publico fico nervoso e minhas mãos começa a tremer, isso tem me atrapalhado porque na pratica tenho dificuldade de executar alguns procedimentos o que devo fazer? só pra reforçar esses tremores só me acomete quando estou sendo avaliado, normalmente não sofro disso

Avatar for Miguel Lucas
Rafa

Oi, primeiramente seu artigo ficou ótimo!
Quero ser breve. Me identifiquei com tudo que você e com o que as pessoas que comentaram disseram. Mas tenho uma dúvida horrível que ninguém nunca soube me responder, e que nunca achei na internet ou em algum livro algo que falasse disso. Sou muito tímida. Não sei se é por isso, mas tem vezes que meu pescoço fica tenso, sinto que é difícil de olhar para o lado. Então, quando o viro, minha cabeça treme, e isso é a coisa mais vergonhosa que há na minha vida. Principalmente quando olho nos olhos de alguém isso acontece. Sinto que quando isso acontece é porque estou com medo da pessoa, de como ela vai me ver, ou o que eu vou fazer de ridículo dessa vez.

Se puder me ajudar, sou grata, mesmo!!!

Abraço..

Avatar for Miguel Lucas
Esperidião Neto

Alguém poderia me ajudar , é que tipo tenho problemas em se entrosar com as pessoas ,e tbm minha mãos suam muito e fico me tremendo todo , as vezes tenho medo das pessoas de interagir com elas , eu sinto umas dores freqüente no peito mais comum no lado em que fica o coração , alguém poderia me ajudar ? Me dizer oque é isso , se alguém sofre com isso ..

Avatar for Miguel Lucas
Rafaela

eu sofro de ansiedade social á 10 anos! Sempre soube que tinha, mas na infância nunca contava aos meus pais pra não dar-lhes problema. Na adolescência isso já apareceu, é lógico, eu não abro as janelas de casa porque penso que os vizinhos vão me vigiar, já mudei de escolas 2 vezes por ansiedade social, aliás, abandonei os estudos na escola particular para a pública no meio do segundo colegial, quase acabando, por já não suportar mais conviver com isso na escola, e mesmo já sendo tarde e sendo uma coisa arriscada foi mais forte que eu. Não frequento festas, saio pouco, e tenho um bloqueio muito grande em eventos sociais. Já recusei 2 oportunidades de emprego por não querer lidar com público. Em locais que vou, seja no médico, reuniões sociais com meus pais, ou qualquer outro lugar eu fico completamente calada até o evento acabar. Eu sinto que tem pessoas me olhando até dentro do carro, não consigo puxar assunto se não é necessário por pensar que os outros vão me julgar instantaneamente. Eu nem nunca namorei por não conseguir ter essa abertura com nenhum garoto. Enfim, já tenho isso á muito tempo e decidi procurar ajuda finalmente. Vou começar a frequentar uma psicóloga semanalmente, e já começo essa semana, vou pagar 150 reais por cada consulta, mas espero que valha a pena pelo menos tentar algum método. Foi bom ter lido aqui que consulta á profissionais assim podem ajudar a tratar isso.

Avatar for Miguel Lucas
adriane

olá Miguel tenho 34 anos e sofro de fobia social , fico vermelha por tudo muito vermelha, coração dispara mãos suadas, branco na cabeça, fiz terapia tomei remédios mas até agora nada, o que mais me perturba é o rubor , me ruborizo com amigos que vem falar comigo, pessoas que pedem informação, parentes vizinhos qualquer coisa . porque será fico tão vermelha?

Avatar for Miguel Lucas
Thais Ferrari

Olá,
Eu não sabia que tinha uma definição, ou muito menos algum tratamento para este tipo de comportamento. Eu sofro com isto desde, criança. Sinto que em vários momentos tenho medo de demonstrar minha opinião, com medo de julgamentos. Já fiz coisas inacreditáveis só pensando em agradar os outros, ou melhor pensando que eles não me julgassem mal.

Avatar for Miguel Lucas
Cleia

Olá, tenho uma extrema dificuldade de conversar com algumas pessoas, no entanto eu me expresso livremente com algumas pessoas mais próximas, não consigo entender o porque eu tenho tanta facilidade de conversar com algumas pessoas e outras até mesmo pessoas que eu conheço de pouco tempo e já com outras não consigo dizer uma palavra, geralmente quando estou num grupo algumas pessoas perguntam se eu sou muda o que me deixa mais arrasada ainda pelo fato de não conseguir conversar.

Avatar for Miguel Lucas
Gabriel

tipoo eu me identifiquei com uma pá de probelmas que a galera tem ae,e er muito do que eu paço,e tudo começou com o que eu passei quando era menor,sempre apelidos e criticas e isso n tem parado,e desde entao eu tenho esse medo social ae que se transforma meio que na fobia.

Avatar for Miguel Lucas
Luis Guilherme Marques

Ah é meio complicado, muitas vezes me pego nestas situações, quando ando na rua fico com a impressão que estão me olhando, ou quando estou a conversar com alguém fico imaginando que a pessoa está reparando meus defeitos, ou me achando estranho, sem contar que muitas vezes evito caminhos que sei que terei que cumprimentar algumas pessoas. A verdade é que me sinto desconfortável em meio aos outros, é como se eu não conseguisse me encaixar, mas estou disposto a melhorar essas coisas.

Avatar for Miguel Lucas
Leonardo Pavan

Ola, tenho 15 anos, e não frequento a escola a 2, muitos dizem que eu sou vagabundo, que eu não tento e coisas do tipo. mas simplesmente eu tenho pensamentos de mais na cabeça na hora H.
Realmente tenho vergonha disso, eu perdi 2 anos da minha infancia nisso, Eu fico perturbado com isso.

Avatar for Miguel Lucas
Luiz Henrique

Cara estou passando pela mesma situação. Estou no 3ºano. Ja entro na sala de cabeça baixa olhando meio q para o quadro o pior é quando chego atrasado pois todos ja estão na sala e acabam que me observam. Fico muito paranoico quando estou na sala devido aos pensamentos negativos q vem na minha mente(aparencia, cabelo,etc.). Me sinto muito feio. Passo o recreio na biblioteca tentando relaxar. Pra mim todos os dias é uma tortura. O pior de tudo é que tenho mania de arregalar os olhos em meio à essas situações de panico, fico muito transtornado. Não vou participar da formatura se é que vou passar de ano com minhas notas que n estão boas pois n consigo ao menos olhar para quadro e para o professor. Enfim todos os dias é uma tortura. Ate mesmo dentro do carro quando estou voltando para casa penso que estão me observando.Enfim, amanhã mais um dia de batalha

Avatar for Miguel Lucas
antonio alves

oi sou o antonio e desde meus 10anos vivi desta forma,com medo de sair de casa com medo se ia ou nao agir ou falar de forma normal.
passava quase uma hora me olhando tinha que ta tudo perfeito para poder sair e quando saia parecia que eu tava no dealk ded, e eu tinha que disfarça ao maximo para que ninquem olhace para mim fica com um no na garganta quase chorando me sentia um bebe chorao , e que todos eram superiores a mim.um tempo a tras quando tinha uns 12 a 13 anos fui uma pessoa muito famosa no bairro onde morava meu apelido era carrinha que mora logo ali eu era muito engraçado consequir transforma e discarregar minha anciedade em sinseridades e ate falava de mim mesmo cara eu famoso mais ai veio a adolecencia, tragico e onde eu to agora e orrivel;mais antes da adolecencia meu pai sofreu um acidente e eu morava so com ele lembro que todo mundo da rua ficou olhandopramim enquanto esperava a anbulancia,eu me sentia um coitadopedi força a deus para me sustentar,4 dias depois voutel do ospital com meu pai ja bom, mais eu ja nao era o mesmo ao contrario do meu pai que tava se recuperando do acidente eu tava piorando da minha fobia nao consequir ser mais o carinha e como sempre sem o menor jeito de falar com garotas fiquei pior nao to mais saindo de casa nao tenho confiança na miha voz e nao cosigo sair na rua.
MAIS ATE HOJE NAO SABIA O QUE EU TINHA MAIS VOU ME EMPENHAR A MIM LIBERTAR.

Avatar for Miguel Lucas
Francisco Ribeiro

Boa noite Miguel,esse artigo me surpreendeu ,tenho 33 anos e sofro muito de ansiedade,isso pra mim tem sido uma tortura ,pois estou me isolando do mundo,mas agora vejo que muitas pessoas tem o mesmo problema que eu ,isso me deu motivaçao para mudar pois assim posso ajudar todos os nossos colegas ,ja que estamos sofrendo pelas mesmas coisas ,pois só que sofre disso sabe como é terrível viver nessa ´´prisão“.Juntos podemos ter progressos em nossas vidas a troca de experiencis pode nos ajudar muito.obrigado.

Avatar for Miguel Lucas
Pedro Saraiva

Olá, desde os 13 anos (tenho 18), que sofro muito, praticamente todos os dias com, vários problemas graves: Depressão, tentativas de suicídio, uma doença rara no movimento (já fui a vários médicos em todo o país, Portugal e não se sabe ao certo ainda o que é…), pode ser uma disfonia, Doença de Wilson… Mas relativamente à ansiedade e/ou fobia social é também um gravíssimo problema, uma vez que nunca ou quase nunca tive convívio social: até aos 11 tinha pouquíssimo convívio, só saí umas 10 vezes até essa idade com um ou dois amigos, na escola também me isolava bastante (era sempre muito sensível e sentimental), sentia-me melhor sozinho! A partir dai, até agora os problemas ainda aumentaram… estive também num grupo e apesar de saber e sentir que eram bons rapazes e raparigas, estava sempre nervoso e ansioso (quase que ia vomitar à casa de banho), sei que falo muito rápido e sou muito difícil de dar a entender aos outros aquilo que quero dizer e como é óbvio sinto-me posto de lado! Sempre que abro a boca irrito-me comigo mesmo (desde a primeira palavra à última), porque não consigo ter calma e baralho-me todo!!! Estou quase sempre em casa a conviver com a minha família, que é espétacular, mas os defeitos mantêm-se… Agora não tenho (o que não é novidade), ninguém para falar, foram todos para a universidade (muitas delas fora da minha cidade), e agora, simplesmente não quero conviver, prefiro a minha casa; queria estar também na universidade, queria ganhar o meu próprio dinheiro, mas os problemas que causei a mim mesmo e também em pequena parte por causa do ambiente social impediram-me a entrada! Tornei-me também muito preguiçoso e desisto com facilidade.

PS: Já acreditei em Deus, mas fui um dos indivíduos que se deixou influenciar pela Ciência e, pessoalmente, estaria mentir se disse que continuo a acreditar; não tenho convivência além da família e também se pode-se ter desistiria porque não tenho resistência emocional, ou seja, sou tão sensível que qualquer banalidade me pode levar a ideias de suicídio; nunca fui bom aluno (inteligente), por causa dos problemas; estou há vários anos em psicólogos, psiquiatras, neurologistas…

ESTOU DESESPERADO À MUITOS ANOS!!! PRECISO DE AJUDA!!!

Avatar for Miguel Lucas
Sr. Fictício

Me ajudem, por favor, sobre Ansiedade Social, ou Fobia social não sei ao certo.?
Eu trabalho com público ( nao gosto) e realmente não gosto disso, porque eu sou muito fechado (reservado) e tímido, mesmo depois de adulto ( 20 anos) eu sempre quando vou abordar o cliente, minha voz fica baixa, tremula, gaguejo, perco o foco e insegurança, mesmo eu dominando o que sei fazer. Eu desabo nisso. Quando eu tenho que atender um publico maior e vejo os patrões na mesa ou por perto, eu travo, fico calado e não consigo oferecer o produto. REALMENTE ISSO É HORRÍVEL, TORTUROSOO!!!!

Se eu continuar assim, irei perder tudo!!!

Avatar for Miguel Lucas
Dani

A pior parte de ter ansiedade é ninguém compreender que vc não pode simplesmente "parar de ser assim". O que me deixa muito triste também é ninguém tentar entender o motivo de vc ser assim.
Uma vez tentei ir em uma psicóloga para tentar resolver esse problema, mas eu sou tímida demais e fiquei com medo dela pq eu percebi que ela não é uma pessoa boa (percebi como o egoísmo e ego eram altíssimos nela), então eu comecei a chorar e falei de outra coisa. Fui apenas algumas semanas nela, e ficava dando indiretas sobre eu ter isso, mas ela n percebia e eu não agüentei ficar lá.
Na escola eu faço o meu máximo para não ser notada, para que os professores não me chamem. Eu me sinto horrível e não consigo fazer eles entenderem isso.
Eu só queria compartilhar um pouco como me sinto, e também queria dizer que fico feliz que há pessoas que entendam desse problema e/ou que são como eu.

Realmente preciso de ajuda com auto estima, porque volta e meia eu começo a chorar e escrevo em um papel como eu sou idiota e como eu sou horrível em tudo que eu faço. Não sei a quem recorrer ajuda já que estou com impressão ruim de psicólogos, mas eu tento focar em pesnemtoa positivos (apesar de eles sumirem nessas "crises de choro".

Avatar for Miguel Lucas
Jéssica

Olá Leandro. obrigada, gostei muito…

Eu sofro de ansiedade até com meu marido, Estou com ele a 4 anos, quando vou ler algo pra ele eu começo a gaguejar e isso me atrapalha na minhã vida social tbm, tenho bastante conhecimento mas quando vou conversar com alguém fico sem assunto e travada. As vesses acho que é por está longe da família e amigos me sinto perdida. Quero muito melhorar…..

Avatar for Miguel Lucas
Ruana

Não me parecia ser uma patologia, a princípio, mas eu me acostumei a evitar as pessoas… Não gosto de falar ao telefone, prefiro deixar cair na caixa postal e a pessoa me enviar uma mensagem… Percebi que não gostava de cumprimentar as pessoas na rua, sem nenhum motivo aparente já mudei a rota só pra não ter que cruzar com algumas pessoas…
Mas o que mais me chamou a atenção é um sintoma que venho tendo com frequencia, que é o lábio superior trêmulo em situações de ansiedade… o pior é que acontece até entre amigos, por exemplo, até na revelação de amigo secreto, percebi que ficava muito ansiosa só de falar pra os amigos… recentemente fui madrinha de 2 casamentos… em ambos observei esse tremor inevitável no momento da entrada na igreja, pior que, por isso, nem consegui sorrir e tive que olhar para os lados para evitar que observasse o meu lábio trêmulo… um horror!
O que mais têm me preocupado é que agora eu é quem vou me casar… a cerimônia está marcada para outubro, e isso começou a me preocupar… como vou ser uma noiva que não sorri ao entrar na igreja? Serei por tantas vezes o centro das atenções devido ás atividades do casamento, como chás, festa e cerimônia… não sei se consigo resolver isso, talvez com a ajuda de alguma medicação pra ansiedade consiga conter pelo menos os tremores que é o que mais me incomoda… Gostaria de alguma dica de tratamento…

Avatar for Miguel Lucas
herlane Jamile

Olá,inicialmente sofri bastante com isso tbm eu me tortur

Avatar for Miguel Lucas
Joel lara

Boa noite, eu fico mt ansioso quando vou falar em reuniões ou com alguem superior a mim tenho palpitação e tremores, eu antes tinha problema em passar no meio de muitas pessoas achava que todos ficavam me cuidando agora isso já não é mais problema graças a Deus, mas essa ansiedade que eu tenho me encomoda muita fico pensando que vou tremer eles vão notar, não comecei minha faculdade ainda pq fico pensando que na hora de apresentar trabalhos irei ficar muito ansioso,
Preciso de ajuda. Obrigado pela atenção

Avatar for Miguel Lucas
julio

gente…..nesse mundo de hoje….se torna até impróprio quem em algum momento já naum teve um quadro ansioso……porém….em algumas pessoas….ela se torna generalizada…..devido a inumeros fatores….fatores esses que possam vir até da infancia……porém o tempo passa…..e somos nós…..ansiosos hoje….e quando já se passa por uma ansiedade…..quando algum dia….de certa forma….vc abriu um pouquinho de vc a alguém…..e aquela pessoa se aproveita de situações….e te expõe ao ridiculo……depois acha….que é só dar um remedinho…..e pronto….acabou se o problema……as vezes é um contexto…..cheio de raizes…….infancia……adolescencia……..problemas…em ambos…..ai vem depois dos quinze…..bebidas….drogas…..e uma coisa….de tamanho disproporcional….a vc…….esta ai…..um bom caminho de ansiedades…..remédios escondidos…….e a pessoa……fica engolindo saliva…..sem parar….seja por uma situação constrangedora…….onde a pessoa diz…..óh….vc é meu animal….e faz o que eu quero quer ver…..eu tenho isso pra fazer….vc precisa de dinheiro….e vai fazer pra mim….e eu vou rir de vc……então aquela coisa normal….se torna constrangedora…….outra pessoa te vende por ai….como um principe lindo……e vc sabe que naum é…..que naum tem nada a ver…..e todo mundo começa…..a te zuar…..então vc era assim….a onze anos atrás…….esmagrecer…..naum tem nada a ver com ficar novo…..falta de sexo…….falta de amor…….pessoas te jogando sempre para baixo….derrubando sua auto estima…..deixando vc sem memoria curto plazo……estou em uma bagunça….e é mais ou menos assim….porém…..hoje parece que pararam de atormentar um pouco….e de me darem coisas que causavam uma confusão mental du caramba………porém quando almoço marmita…..me vem uma irritabilidade……as vezes fadiga…..e o celebro parece que tem sebo…..uah……como sair disso…..ter uma vida normal…vencer na vida……sem voltar a te um ano…..oito….dez…….onze….treze…..quinze……..dezesseis ou vinte e um…,..ou ir buscar um passado que já naum existe em floripa…..buscar aqui…..buscar em um conhecimento que já está precario…….mes que vem faço trinta e dois…..

Avatar for Miguel Lucas
Fabio de Oliveira Guaitolini

Olá boa noite, meu nome é Fabio e tenho 30anos e já faz um bom tempo q tenho esses sintomas, teve uma época que tive uma crise muito forte, mas consegui suportar, mas agora desempregado minha vida voltou a ter problemas até na minha ereção esta afetando agora não quero sentir esses sintomas novamente e o pior é q as pessoas de médico à família acha q é frescura para piorar tudo de vez, li alguns relatos aqui nesta pagina mais MSM assim ainda tenho pensamentos ruins, peço ajuda por favor não aguento mais essas crises me de uma dica ou algo semelhante sofro disso a muito tempo, mas as crises tem vez q consigo controlar mas agora esta dificil, desde já agradeço pot criar esta pagina para ajudar todos com esses problemas… Aguardo retorno por favor, abraço Fabio

Avatar for Miguel Lucas
Gabi

Olá,
Meu nome é Gabriella e eu tenho todos esses sintomas citados no seu artigo , eu não sei se o fato do bullying poderia estar associado a esse tipo de fobia , porque quando eu era menor sofri muito com isso pelo fato de usar um aparelho na coluna para manter a postura, e quando eu passava na frente dos meus "coleguinhas de classe " eles gritavam "olha a corcunda ! " e isso me deixava muito triste e desajeitada , foi a partir daí que tudo começou a virar uma tempestade pra mim, porque por onde eu ando eu fico observando pra vê se não tem ninguém olhando para o meu jeito de andar ou o meu modo esquisito de sentar – por causa da minha coluna – e eu parei de usar o
Aparelho justamente por isso, cheguei até a mudar de escola e tudo mais por não aguentar as pessoas brincando comigo daquela forma , mas eu nunca cheguei a ter ajuda psicológica por que eu pensava que isso só acontecia comigo e que eu estava maluca quando pensava que todo
Mundo estava olhando. Eu já cheguei a sentir uma ansiedade tão grande , mas tão grande que me deu vontade de desmaiar , eu comecei a soar frio e a sentir a minha pressão baixar , eu pensava que tinha problema de pressão baixa mas vi aqui no seu artigo que isso também é um sintoma , e eu estou um pouco pasma porque você praticamente me descreveu e eu pensava que isso só acontecia comigo ,
Então , doutor , o que eu faço pra isso parar ?
Eu não consigo nem olhar nos olhos de uma pessoa sem desviar o
Olhar . Minhas relações são muito restritas e eu tenho dificuldade em me comunicar facilmente , na minha mente a minha comunicação fica tão facil mas na pratica eu me enrolo toda.
Cheguei até a pensar que eu era aquel tipo de pessoa completamente anti social e me tornei muito fria de uns tempos pra cá , tanto na minha relação familiar quanto nas minhas amizades . Minha mãe já chegou a me dizer que eu tenho um "coração de pedra " por que eu não demonstro os meus sentimentos , e eu prefiro que seja assim, fico desconfortável com qualquer conversa a respeito. Prefiro o silêncio do que a falatória.
Isso tem cura ?

Avatar for Miguel Lucas
Paulo

Olá, me identifiquei com esses sintomas. Na realidade já foi muito pior, hoje em dia ainda sofro com isso, mas consigo cumprimentar algumas pessoas, apesar do medo e da ansiedsde na hora de fazer isso. Meu problema é mais com uma menina, gosto muito dela, mas n sei o que fazer, todas vezes que consegui conversar em particular com ela, fiquei muito nervoso. Ate consegui dizer a ela q gosto dela e tudo, mas pela internet, e depois saímos, mas n rolou nada, pelo meu nervosismo e meu medo perturbador. Eu realmente não sei o que fazer, acabo o curso em 3 meses, e n consigo dizer a ela pessoalmente o quanto gosto dela. Foi muito disconfortavel até escrever esse texto

Avatar for Miguel Lucas
Rodrigo

Oi tenho muita ansiedade,meu pescoço treme muito,meu corpo também não consigo fazer nada,as vezes não tenho vontade de sair pra lugar nenhum,sou muito negativo,Não consigo me envolver com ninguém também tenho muita dificuldade disso.Tem algum jeito?

Avatar for Miguel Lucas
Edinea

Nem sabia que existia "ansiedade solcial" achei que poderia ter qualquer coisa menos isso. è uma situação muito complicada, hoje quase não saio de casa, e nem tenho contato com familiares, tenho a sensação que todos estão me olhando, falando sobre mim, rindo… e isso é muito ruim. Não me sinto confortavel em lugares com muita gente.

Avatar for Miguel Lucas
rafael

Esse artigo me ajudou bastante no caminho em busca a minha melhora psicológica … MT obrigado …reacostumar meus pensamentos… Tudo é mutável certo? Grato..

Avatar for Miguel Lucas
Bruna

Nossa, não sei nem como começar a descrever como é horrível sentir isso. Fico muito corada em diversas situações, me sinto constrangida porque fico com o rosto corado e as pessoas ao meu redor me olham e falam: Nossa você esta vermelha, ai fico mais corada do que estou… e ficam rindo……. Me sinto péssima, tento me controlar, mas não consigo,tenho vontade de sumir de onde estou. fico pensando em que as pessoas vão falar mim ou pensar, fico tentando me corrigir o tempo todo, pensando em como falar e expressar. Me sinto muito mal com isso, é horrível essa sensação, medo de como falar ou reagir, medo de errar , ficar corada e não saber sair da situação. Guardo muita coisa para mim, não sou muito de ficar conversando sobre meus assuntos pessoais, as vezes acho que por eu ser muito fechada comigo mesma me sinto assim, angustiada, me auto pressionando. Tenho muita dificuldade em me expressar em lugares que tem muitas pessoas, como sala de aula, penso as pessoas estão me olhando, o que eu faço para não ficar com vergonha, não aguento mais sentir isso ?

Bruna

Avatar for Miguel Lucas
beth

Oi Miguel ,boa noite

Adorei tudo que lí nesta página ,me ajudou e "acalmou" muito.
Gostaria de comprar o livro sobre Sindrome do Pânico como faço.
Aguardo uma resposta
Obrigada
beth jimenez

Avatar for Miguel Lucas
André

Alguém sente que quando começa a se sentir ansioso tem dificuldade pra se concentrar? que começa a perder o foco e observar as pessoas com a visão periférica e as pessoas acabam percebendo e achando que você está olhando pra elas e elas acabam olhando pra você da mesma forma e gera um ciclo vicioso e tudo fica estranho porque você não consegue se controlar e nem se concentrar em uma aula ou uma palestra ou em até mesmo ver TV? Eu acho que só eu passo por isso! se alguém sentir algo parecido por favor entre em contato para conversarmos e nos ajudarmos: andreralmeida1@gmail.com

Avatar for Miguel Lucas
Ana Cecilia

Eu sempre tive dificuldade de concentração. Dificilmente estou no presente, estou sempre focada no futuro ou no passado.Mas ultimamente tenho mta dificuldade de sair d casa, de estar com as pessoas, a onde vou sinto q tdos estão olhando p mim falando de mim me sinto ridícula e não consigo controlar so penso em voltar p casa como uma fulga…não sei o q fazer, pq preciso trabalhar e m manter , e preciso sair de casas p isso.

Avatar for Miguel Lucas
Renatazemz

Oi
eu também estou com este problema, ansiedade social, quando converso com as pessoas eu não consigo olhar nos olhos dela, ou pelo telefone quando converso com a minha ex sogra começo a enrola a língua ou a gaguejar. Não sei por que, que quando fico ansiosa ou nervosa enrolo a língua e gaguejo na conversa, é normal? e existe tratamento para isso?
Pois eu amo esta no meio das pessoas, fazer novas amizades, mas quando sinto em uma situação de julgamento ou avaliação sinto que quero me esconder.
é normal?

Avatar for Miguel Lucas
Rose

Olá a todos e a todas.

Eu vim para este testemunhar a gratidão que eu gostava de Mr. FAUR.
Este é um cara que está disponível e a serviço dos outros.
Ele ajuda em várias áreas, dependendo do que você deseja.
Eu, por exemplo, as duas vezes que a minha mãe estava doente e que os bancos fechamos a porta na cara dele por causa de nossas dívidas, que foram muitos, este é o Senhor FAUR que ajudamos a colocar minha mãe no pé, e a cura para ele recuperar a sua saúde. Quando minha irmã tinha sido sequestrado, ele é sempre o Sr. FAUR que nos ajudou a encontrá-lo. Ele também ajuda nas áreas relacionadas com a doença mental, depressão, e outras doenças.
Independentemente de sua situação, independentemente do domínio em que você deseja ser ajudado, eu recomendo os serviços deste grande homem de fé e de bom coração.
Meu e-mail é : roseparcevaux@gmail.com

Avatar for Miguel Lucas
Lys

Eu continuo apagando e reescrevendo isso… É difícil, eu não sei se tenho ansiedade social ou fobia, não sei mesmo, mas eu me sinto muito sei lá, é uma tortura ir a lugares onde eu sei que vou ter que cumprimentar todos, se eu não fizer isso eu vou ter que ouvir que sou mal educada, mas o que eu posso fazer?? Antes eu não conseguia cumprimentar meus vizinhos, passava reto mesmo, já ouvi muito da minha mãe "Não confunda timidez com falta de educação" e ela saía espalhando pra família inteira isso, como se fosse algo muito grave, ah… Hoje em dia eu sorrio e continuo andando, as vezes eu passo reto e falo bem baixinho um "bom dia/tarde/noite" rezo pra que eles escutem, quando eles me cumprimentam eu respondo tão baixo, meu deus, tão baixo, eu sempre espero que eles escutem, eu não vou conseguir falar de novo.
E ir a lugares públicos? Às vezes eu quero sair e saio, mas assim que eu piso fora de casa eu sinto que as pessoas estão me olhando, todos que passam por mim e riem eu penso que eu sou o motivo da risada, se as pessoas passam por mim e conversam eu penso que é sobre mim, começo a ficar estressada e peço para ir em bora, mas meus pais querem ficar, todos que passam parecem me olhar… É tão ruim. Eu fico preocupada quando me pego pensando que quero experimentar fazer algo, mas evito pois fico pensando que eu vou passar vergonha ou sei lá, já deixei de experimentar muita coisa. Comer no refeitório da escola é uma tortura, eu tento não olhar pros lados e me concentrar em terminar de comer, mas mesmo assim as vezes eu fico constrangida, perco o apetite, já foi bem pior, acho que eu melhorei. Apresentação de trabalhos já foi pior, hoje basta eu me escorar no parede e respirar, mas eu estraguei uma apresentação esses dias, não gosto de lembrar, naquela hora eu queria voltar no tempo e ajeitar aquilo, ou me esconder num buraco. O ponto mais crítico pra mim é expressar opiniões, eu não consigo, se eu começo a falar sobre o que eu penso eu começo a tremer, me dá falta de ar, fico tonta, as vezes acho que vou desmaiar, sem contar o meu coração batendo muito rápido, eu sento e respiro, isso também me acontece quando brigo com alguém ou quando alguém grita uma repreensão perto de mim, geralmente quando gritam comigo ou com pessoas que estão ao meu redor, eu travo e começo a tremer, algumas vezes sinto falta de ar e tontura, eu falei sobre isso para as minhas amigas, apesar de eu ter falado durante uma conversa descontraída em meio a piadas, elas falaram que tinham notado e eu realmente fiquei surpresa. Meus pais não sabem, nem eu sabia, aliás acho até que pode não ser ansiedade social, posso só ser muito tímida.

Avatar for Miguel Lucas
-

Toda vez que eu estou em qualquer situação que alguém me pede para ler, explicar ou citar algo, seja em sala de aula ou em outros lugares que tenha um grupo de pessoas, eu fico um pouco gelada, começo a tremer as pernas (quando estou sentada) e não consigo ficar sem balançar minha perna, ou botar o cabelo atrás da orelha, ajeitar minha blusa ou qualquer coisa que possa camuflar meu nervosismo. Quando o professor me pergunta algo em sala de aula eu respondo, mas geralmente sinto meu rosto ficar vermelho e com expressão meio assustada. Eu sou diferente da maioria das pessoas que conheço, porque a maioria das pessoas gostam de sair pra lanchar ou pra alguma festa, show e quando me chamam eu sempre procuro inventar uma desculpa pra não ir, porque me sinto muito desconfortável em lugares públicos, já em minha casa me sinto muito confortável. Eu já namorei um garoto que queria sair comigo quase toda semana, mas como eu não gostava de sair eu fazia de tudo para não sair, mesmo eu gostando dele, eu me sentia mal por não gostar de sair e, por isso, não sair com ele. Minha rotina é da escola pra casa, eu saio muito raramente quando preciso comprar algo ou quando tenho algum aniversário pra ir. Eu também não gosto de ficar sozinha em público, tipo, na escola eu tenho que estar sempre com uma amiga do meu lado, caso contrário eu fico muito envergonhada e a minha única saída é pegar o celular, desbloquear e fingir que estou fazendo alguma coisa nele. Eu só queria me livrar dessa vergonha e desse nervosismo que me atrapalham em tudo.

Avatar for Miguel Lucas
lucas

pra acabar com essa ansiedade tem remedio pra acabar com tudo isso

Avatar for Miguel Lucas
tassia

eu tenho 14 anos toda vez que minha mãe fala comigo sinto ansia de vomito penso em entra pro jovem aprendiz mas tenho medo de não dar certo e eu fracassa tenho medo de confiar nas pessoas erradas principalmente na minha familia eu sei que sou preguiçosa mas se eu tiver que me virar sozinha eu seu que consigo tenho muito medo do que as pessoas podem pensa de mim prefiro fica trancada em casa mas as vezes sim uma vontade imensa de sair e conhecer pessoas legais mas não consigo por varios motivos

Avatar for Miguel Lucas
Diego

Olá! Tudo bem? Então como li no seu poste sobre ansiedade social. Eu tenho todos os sintomas a cima ditos. Então no meu caso seria necessário e ter um tratamento psicológico? Ou tenha alguma remédio que eu possa toma para combater esses sintomas?! Pois, não sei mais o que fazer com relação a isso! Já estou ficando sufocado com tudo isso! Pois é uma sensação muito ruim! Agradeço desde de já!!!

Avatar for Miguel Lucas
Maria.

Olá, boa noite.

Chamo-me Maria, quero passar um pouco da minha situação que não é nada fácil de lhe dá. Mas primeiro quero agradecer por essa grande ajuda. Bem, meu problema maior é a ansiedade quando vou fazer entrevista de emprego, na maioria das vezes me dou mal pela minha ansiedade, meu medo. Não consigo falar nada que se aproveite, sei do meu potencial, seu que posso fazer melhor, mas não sei o que me acontece, trava tudo, é horrível. O mais hilário disso tudo é que meu lado pessoal não sofro nenhuma ansiedade. Seja para conversar com amigos, pessoas desconhecidas na rua, até em fila de banco eu faço amizade. Sou completamente desinibida. Quando falo pra alguém que sou tímida dão risada. Na faculdade também tenho facilidade de conversar com meus colegas, professores e etc, porém não consigo apresentar trabalho e nem tirar dúvidas em sala de aula. Nossa! isso está me prejudicando demais meu lado profissional, como irei me formar um dia? Preciso urgente de ajuda.

Avatar for Miguel Lucas
Lucas

me sinto desconfortável toda vez que eu saio de casa. e eu já afugentei muitas pessoas por causa desse meu problema, pois é inevitável que elas percebem o quanto me sinto mal perto delas…

Avatar for Miguel Lucas
vinicius

boa noite me sinto assim, quando saio fico impaciente não consigo relaxar quero voltar logo pra casa e ficar quieto não consigo mais malhar sou casado tenho 3 filhos trabalho, casa vou no cinema mas volto correndo pra casa não tenho amigos só conhecidos tenho 32 anos tomo rivotril toda noite desde que era criança vc poderia me orientar valeu ok

Avatar for Miguel Lucas
Renata

Boa tarde,

Eu gostaria de agradecer o texto. Num momento de grande angústia eu resolvi tentar me controlar, colocar na minha cabeça que pode ser somente coisa da minha cabeça. Minha história: tenho 33 anos, sou mãe de uma linda menina de 1 ano. Sempre imaginei, antes de ter minha filha, que não teria filhos. Na verdade eu não queria ter filhos porque sempre tive uma idéia errada do que é uma família. Eu vivia para o trabalho, era a verdadeira workaholic. Conheci meu atual companheiro no trabalho (eu estava já cumprindo aviso prévio para entrar em outro emprego) e em pouco tempo nos demos muito bem, nos apaixonamos de verdade mas nunca imaginava, ainda nessa época, em ter um filho. Engravidei, tive problemas sérios na gravidez que me fizeram ficar de licença até o final (aí começou o meu martírio). Era simplesmente insuportável pra mim ficar sem trabalhar até porque meu salário caiu pra 1/3. Depois que minha filha nasceu nós não tínhamos com quem deixar e eu sabia que ia sobrar pra mim. Eu, ao contrário de muitas ou da maioria das mães, não tinha a menor vontade de ficar em casa pra cuidar da minha filha, apesar de amá-la muito. Pois bem, aconteceu que depois da licença maternidade eu tive que deixar meu emprego pois não tinha mãe, sogra irmão ou qualquer pessoa que seja que pudesse nos ajudar com nossa filha. Quero deixar claro que em todo esse período eu sempre tive muito apoio do meu esposo, ele ficou muito feliz na verdade de eu ficar em casa com a nossa filha. O combinado é que após 1 ano eu retornaria ao mercado de trabalho, quando a creche fica um pouco mais barata. Confesso que em todo esse tempo eu tenho me sentido uma inútil e tenho consciência que acabei colocando como prioridade alguns afazeres de casa só porque me sinto assim. eu não consigo deitar no sofá pra relaxar um minuto sequer, não consigo ir pra uma academia porque não acho justo meu esposo trabalhar e eu ficar nessa. Não consigo me aceitar dessa forma. Eu tenho colocado currículos todos os dias mas sei que não está fácil pra ninguém. Engordei, estou feia, mal cuidada… Fazer unha? Não sei o que é isso há muito tempo! Enfim, sempre acho que as pessoas pensam que sou uma encostada, que sou inútil mesmo. Sempre acho que estão reparando em mim (e em muitas vezes estão mesmo) porque mudei muito. Antes eu tinha uma vida só pra mim, fazia unha na hora do almoço do trabalho e outras coisas após. Não consigo pedir nada pro meu esposo. Fico com o cabelo branco mas não tenho coragem de pedir dinheiro pra ele pra comprar uma tinta. Eu trabalhava desde os 15 anos de idade. Não sei pedir nada pra ninguém, não sei mesmo como fazer isso. Não é orgulho, eu me sinto mal de verdade. Fico pior do que já me sinto. Não compro roupa desde que minha filha nasceu e eu só andava bem vestida. Sim, meu esposo me oferece quando vamos ao shopping, por exemplo, mas sempre digo que não estou precisando. O que eu queria mesmo era estar dividindo todas as contas com ele e não ter que ficar pedindo dinheiro pra ele. Choro quase todos os dias. Nunca falei sobre isso com ninguém. Não tenho mais vontade ir pra lugar algum, nem em festinhas de criança. Fico aqui, frenética no computador procurando um emprego. Às vezes acho que deixo até de dar atenção devida pra minha filha. Isso está prejudicando meu relacionamento porque tenho vergonha de mim. ME pego às vezes me escondendo das pessoas. Quando abro a porta de casa e vejo que tem alguém saindo pra pegar o elevador, eu espero. Evito contato com quem quer que seja. Acho que meu esposo percebe isso mas também acho que ele não compreende, com razão. Não sei mais o que fazer. A cada dia que passa parece que estou mais afundada nisso.

Avatar for Miguel Lucas
Alexandra

Olá,

Eu tenho 16 anos, e também sofro de ansiedade. Na minha infancia já era muito reservada no meu canto mas na minha vida escolar era sempre capaz de apresentar trabalhos porque não me sentia nem nervosa nem a tremer, quando comecei a crescer percebi que algo não estava bem comigo e tudo comecou quando tive que apresentar um trabalho á turma , eu já estava nervosa so de pensar que tinha de ir lá a frente e ter que falar sem ler, eu não sabia o que dizer e quando cheguei lá nem consegui falar o meu corpo reagiu e comecei a tremer, a professora depois foi falar comigo e disse que para eu me acalmar mais e para não ligar ao que os outros falavam e ensinou-me um metodo para relaxar nessas alturas. Mas mesmo assim, sempre que tenho que apresentar um trabalho fico nervosa, com as mãos suadas , e as pernas a tremer, eu quando apresento trabalhos em grupo sinto-me mais á vontade e fico menos nervosa mas quando é trabalho individual so de pensar que todos os olhares vao ficar virados para mim até me dá uma coisa. O meu problema é pensar demasiado nas coisas o que me deixa nervosa eno momento o meu corpo reage a esse pensamento, mal consigo dormir, sofro de ansiedade antecipada. E nem conseguia comer fora, porque só de sentir que estava a ser observada deixava-me nervosa e evitava isso, eu tenho me esforçado imenso para ultrapassar isto…luto todos os dias para ter mais confiança em mim , e não ligar para o q os outros pensam, e quem não me conhece acha que sou uma pessoa muito estranha e misteriosa , mas eu nem sempre estou á vontade com todas as pessoas, so quem conheco e fez parte da minha infancia é que me sinto calma e protegida cm elas…. só d pensar na ideia de no futuro ter que arranjar um trabalho e ter que interagir com novas pessoas deixa-me com um frio na barriga porque as pessoas que me protegem não duram para sempre e um dia vou ter que me virar.
A minha auto estima nem sempre está alta devido a essas situaçoes de eu não ter coragem para fazer certas coisas algo que tenha haver com interagir com pessoas. Eu consigo cumprimentar vizinhos sou super educada com eles…. mas com pessoas que não conheco faz-me sentir nervosa porque elas não me conhecem e depois não sei o que elas pensarão de mim. Eu sou nova demais para sofrer disto, e é preocupante porque pode afetar o meu futuro e o meu circulo de amizades 🙁

Avatar for Miguel Lucas
caio

ola boa noite, eu tenho 22 anos e diariamente em algumas situações fico muito nervoso,começo a tremer e quando percebo que estou sendo observado fico mais nervoso ainda e nao consigo fazer nada do estava fazendo.e uma situação um pouco constrangedora, eu tenho a atitude de conversar
enfim mas quando vou parece que travo conversar . como devo fazer ,quem posso procurar para me ajudar

Avatar for Miguel Lucas
Leonardo

Meu mais sinceros obrigado minha vida nao tem sido facil sabe oque é chegar o ponto de vc nao querer fazer mais nada ter medo ate de ir tomar um sol na rua viver trancado no meu quarto so sair mesmo pra trabalhar a noite ainda pra ter menos pessoas. E quando criar um pouquinho de coragem de sair na rua sair de cabeça baixa por pensar que todos estão me olhando

Avatar for Miguel Lucas
Leodenir

Pelo tanto de histórias, aqui contadas, vejo que não sou o único!
Não preciso nem escrever o que passo, poderia simplesmente pegar um pouca da história de cada um, que daria exatamente a minha.
Impressionante como os problemas são os mesmos, independente de classe social, idade, sexo, etc.
temos muito o que aprender! E principalmente tratar melhor as pessoas que estão a nossa volta, nos colocando no lugar delas. Acredito que se todos fizéssemos isso a nossa própria situação melhoraria, pois o que fazemos para os outros volta para nós.

Avatar for Miguel Lucas
MONICA APARECIDA PESSOA DE ALMEIDA

OLÁ BOA TARDE, QUERO AJUDAR UM AMIGO, E GOSTARIA DE ALGUNS ESCLARECIMENTOS SE POSSÍVEL!! ESSA PESSOA TEM UM HÁBITO RUIM DE INTERROMPER OS OUTROS E DE COMPLETAR FRASES. INCLUSIVE EU ME IRRITO PROFUNDAMENTE COM ISSO! OUTRO HÁBITO É O DE NÃO CONSEGUIR ASSISTIR FILMES, PROGRAMAS ESPORTIVOS. HÁ UM TEMPO ATRÁS, ESTAVA DE FÉRIAS COM SUA ESPOSA, E A DEIXOU NO LOCAL COM FAMILIARES E RETORNOU À CIDADE ONDE RESIDE, POIS NÃO AGUENTOU FICAR POR MAIS DE DOIS DIAS NO MEIO DAS PESSOAS. DISSE QUE TERIA COISAS MAIS IMPORTANTES A FAZER EM CASA. NÃO HÁ DIÁLOGO ENTRE ELE E SUA ESPOSA HÁ UM BOM TEMPO, E EU NÃO SEI COMO POSSO E SE POSSO AJUDAR . OBRIGADA;

Avatar for Miguel Lucas
Sol

DEUS! Como é triste saber que tanta gente passa a mesma dificuldade que enfrento a minha vida toda! Sinceramente achei que fosse a única pessoa no mundo que tivesse essa sensação terrível e até mesmo inexplicável… Apesar de tudo o que tem me dado forças pra continuar é apegar-se à Deus porque ele é Único, Ele é o Amor Maior, Ele nos ama e está sempre olhando por nós, então pra quê dar tanta importância em relação o que " as pessoas vão achar ou vão pensar de você!!" Somos todos criaturas de Deus e temos o livre arbítrio de agir, falar, pensar do jeito que somos ou que bem entendermos! Não somos obrigados a agradar a todos, nem Jesus conseguiu agradar! Tanta gente vivendo de aparência, apegado a popularidade a dinheiro esquecendo que o que levamos dessa vida é a vida que a gente leva! sofremos por medo de sofrer! se de qualquer forma vai haver sofrimento porque não arriscar!? Vamos pedir forças ao Criador, agradecer à Ele pela vida e só darmos importância à " quem" e o que realmente importa! Vivamos a vida intensamente pois não sabemos quando ela pode findar…

Avatar for Miguel Lucas
Carlos

Talvez esse comentário não seja lido mas a cerca de 6 meses atrás eu conheci uma garota e começou um problema que eu ja tinha desde criança: a ansiedade exagerada. Não consigo mais desenvolver minhas atividades como antes porque sofro desse problema e ja tentei várias soluções e não consigo ficar bom. Estou em terapia com um psicologo porem não vejo que isso va melhorar o meu estado e a cada dia que passa eu sofro mais. A ansiedade que eu sofro me faz ter muita nausea e muito vomito e isso evita que eu possa desenvolver atividades normais que pessoas normais fariam principalmente como um casal de namorados. Não sei, posso esta errado mas tudo começou quando eu conheci ela e acabei passando mal na frente dela e isso me trouxe um trauma na qual não consigo mais superar. Toda vez que saio para um local que seja com ela ou que ela esteja eu passo mal e a crise começa. Não consigo mais fazer nada na minha vida e gostaria de saber se tem como eu ficar bom mesmo… Já pensei em suicidio, mas tenho medo da morte e de perder meus amigos e membros da familia. Sou um homem muito sensivel na qual os sentimentos das pessoas ou acontecimentos que vejo ou leio me atingem muito e isso ta piorando a cada dia. Me sinto hipocondriaco constantemente e isso esta me consumindo, parece que estou na escuridão profunda e não consigo achar a luz, talvez quem leia esse comentário fale coisas que provavelmente o psicologo e outras pessoas que conversei sobre o assunto falou. Eu so quero ficar bom…. estou em um inferno que não consigo sair e queria ajuda…. se alguem quiser comentar algo diferente que me deixe melhor eu agradeceria muito. Eu sou ansioso desde criança e vivo constantemente triste, e depressivo. Essas crises veio aumentar depois que comecei a conviver com essa garota e ja vai fazer quase 1 ano que estou com ela, e eu a amo e não queria deixa-la….. mas parece que é a unica solução. E não queria machucá-la pois ela me ama também e ja estamos envolvidos demais e para acabar assim vai ser muito dificil tanto pra mim quanto pra ela, mas não estou vendo outra solução para voltar a viver. Infelizmente essa é a solução por enquanto….. quero ajuda.!

Avatar for Miguel Lucas
Carlos

Esqueci de comentar mas tenho 21 anos de idade e vivo com meus pais e faço universidade.

Avatar for Miguel Lucas
Jose

OI, também sofro de ansiedade e isso ta me matando. Não sei o que fazer. Quer conversar? meu e-mail é: robherio@gmail.com

Avatar for Miguel Lucas
Bianca

Olá, eu tenho 15 anos, e tenho muita ansiedade, viajar e ficar longe e de casa é um tormento, apresentar qualquer coisa em público ou algo do tipo já não consigo mais, são inúmeras sensações horríveis, parece até que vou morrer, fico muito mal, um mal estar constante, enjoos, etc. Mas além disso, quando estou em alguns lugares ou com certas pessoas, parece que não estou lá, a pessoa está a minha frente, e eu falando com ela, mas parece que nada daquilo está acontecendo, e a pessoa não está lá de verdade, meu cérebro se desliga do momento, na hora isso me preocupa muito, pois é uma sensação que nem consigo explicar certamente, mas acredito que isso faz parte da minha ansiedade, mas anda me perturbando diariamente, já não sinto vontade de ver as pessoas, como posso superar isso?

Avatar for Miguel Lucas
Daneil

Oi Miguel, sou mais um "doente", e minha situação foi agravada pelo contato aos 16 anos com a maconha, e por incrível que pareça eu nem conhecia, mas o fato é que a maconha e a primeira lembrança de felicidade que tenho, até então, eu não tinha lugar tentava encontrar meu "grupo" e como sofria com a dislexia sofria por não ser aceito

Avatar for Miguel Lucas
Rafaela

Oiii, meu nome é Rafaela, tenho 17 anos
Eu so uma pessoa muito ansiosa, toda vez que tenho que ir em algum lugar que não conheço ninguem eu não consigo parar de pensar naquilo, não consigo dormir, fico com aquilo na cabeça o tempo todo e quando chego no local eu começo a tremer , sinto algo ruim vontade de chorar de sair dali o mais rapido possivel. Oque isso pode ser??

Avatar for Miguel Lucas
alailton dos santos melo

estou sofrendo com este transtorno,é muito difícil ,está me impedindo de trabalhar e outros afazeres me ajude por favor..o que posso fazer pra sair dessa aflição?

Avatar for Miguel Lucas
Jesiel

Oi, eu estava pesquisando no Google "pessoas que tem dificuldades na interação" e achei seu post, logo quando eu li o titulo pensei: isso não vai responder minhas duvidas, mas depois que comecei a ler percebi que tudo se encaixava a mim. No começo eu até tentei negar que as coisa que estavam escritas no seu post me descrevia, porem continuei lendo e cheguei a conclusão que devo sofrer desse ´problema. nos últimos 2 anos de minha vida algo em mim mudou literalmente, eu era uma pessoas extrovertida e não tinha vergonha de expor minha opinião sobre algo, até que um dia eu decidir ser verdadeiro e depois disso mudei completamente, Hoje eu não consigo olhar nos olhos de ninguém, não consigo tomar café, almoçar nem jantar na mesa com minha família, muito menos fazer amizade, tenho medo de falar com pessoas na rua ate mesmo conhecidos porque penso que eles não vão ouvir ou responder, quando alguém se aproxima de mim eu fico nervoso e com vergonha, não consigo olhar para pessoa e tenho dificuldade em responder-la. eu não sei bem o que eu tenho e por me tornei essa pessoa. Gostaria de saber se preciso de ajuda?

Avatar for Miguel Lucas
Gisele

Sofro muito com a fobia social e ansiedade, estudo Direito e percebi que se eu não resolver essa questão desde já, serei uma fracassada como profissional. Estou me cuidando, a psicologa sugeriu alguns atrevimentos rsrs, que gostaria de compartilhar com vocês. Um WebCam para gravar você falando, corrigir erros, falhas, e ir se aperfeiçoando aos poucos. Montar um grupo de estudos, ser o porta voz desse grupo. Entre outras coisas, para superar o medo. Está ajudando bastante, espero em breve compartilhar com vocês também, a minha melhora na arte de se comunicar e desenvolver a auto confiança. Um abraço

Avatar for Miguel Lucas
romario

Olá, também já passei por tudo isso que estar escrito nesse artigo muito ruim mesmo, so quem passa por isso sabe o quanto isso atrapalha em nossas vidas, mas ATENÇÃO sabe oque estar mim ajudando a tirar isso da mente? é você começar a investir em você mesmo, começe a ver vídeos motivacionais, pense que o que você estar passando essa aciedade esse medo de falar em público, com desconhecidos, essa insegurança, timidez, é apenas uma fase, e que você irá superar, se você pudesse entrar na cabeça das pessoas iria saber que cada uma delas são tão timidas como você, e que estão desesperadamente querendo ser legal e evitar ser rejeitadas, tentado proteger seu próprio mundo, lembre-se você não ta sosinho (a), imagine o pior cenário que poderia acontecer? e você vai ver que não é tão ruim assim, deste pequenos somos bombardeados pela mídia, pelos amigos, professores, seus pais sei lá dependendo do ambiente que você foi criado, com pensamentos do tipo a você não vai conseguir, não vai dar certo, você tem que ser bonito, você tem que ser aquilo… e você começa a se sentir mal pra baixo, e falta aquela coisa da confiança, vou dar um exercício muito prático que me ajudou, e é algo simples eu quero que você anote no papel todas aquelas coisas que você gostaria de ter de ser, efim de conquistar como se elas já estivessem acontecendo, por exemplo: você quer ser mais confiante, escreva quando eu chego em algum lugar público independente de quantas pessoas esteja lá, eu sou uma pessoa confiante e pleno de quem eu sou.A minha forma de falar eu me expresso perfeitamente bem sou uma pessoa confiante no meu dia-dia, eu tenho certeza das minhas convicções, os pensamentos possitivos dominam minha mente, e eu sei exatamente oque fazer como me virar em cada situação, esses são alguns exeplos que você pode escrever, eu quero que todo dia você repita essas frases, se puder grave, e por quando você for durmir, mas não diga do tipo ah eu sou confiante tipo sem vida sabe? e ao mesmo tempo sem exagerar demais, quero que você fale com Certeza de que realmente você e confiante!! eu sou confiante eu sei mim comunicar, eu quero que você fale isso com essa energia e com essa certeza, você não tem noção do quanto isso é poderoso, meu irmail é romariooliveira778@gmail.com espero ter ajudado!

Avatar for Miguel Lucas
Juliane

Não sabia que tudo isso pelo que sempre passei tivesse um nome: ansiedade social. Sempre pensei que eu só era tímida. Mas me identifiquei com tudo o que estava escrito. Me sinto ansiosa e preocupada acerca do que os outros podem pensar ou falar. Quando alguem está conversando eu imediatamente acho que estão falando sobre mim, rindo de mim. É horrível. É como viver aprisionada dentro de mim mesma. Várias vezes sinto que não sou uma pessoas sociável. Não sei agir como os outros. Não sei como fazer as pessoas gostarem de mim. E para os outros parece tudo tão natural! Pra mim é um terror ter que falar com alguem que eu nunca vi ou mesmo com alguem que eu vejo sempre, mas tenho vergonha de falar, não sei puxar assunto. Na verdade ate manter a conversa já é difícil as vezes.

As vezes eu queria sumir. Não é fácil viver com medo do que pode ou não se passar na cabeça de quem você nem conhece. Parece uma falta constante de confiança. Também me sinto muito só as vezes. Nem sempre é fácil encontrar alguem para conversar. Tem dias que não converso com ninguém, quando fico em casa. Queria ter mais segurança. Talvez isso me ajudasse a ter mais pessoas por perto.

Avatar for Miguel Lucas
Claudia Farias

Nossa! Sempre que eu penso em fazer uma pergunta aos meus professores a respeito do assunto que esta sendo ministrado, eu começo a ficar nervosa, minhas mãos ficam tremula..uma agonia que me deixa super desconfortável. As vezes levo a duvida para casa e fico frustrada. Mais sempre que me permito fazer a pergunta, ai essa sensação vai se afastando de mim e logo percebo que parou o nervoso, parou a tremedeira…enfim!!! Isso é muito chato.

Avatar for Miguel Lucas
Muriel

Eu gosto de mim do jeito que sou na maior parte do tempo e tudo mais, minha auto estima é boa, só que simplesmente quando saio de casa parece que tudo muda, eu já não consigo agir como se estivesse em casa, é como se entrasse toda uma "etiqueta" na minha cabeça,e isso acelera meu coração, é uma luta consigo que dói, é bizarro.

Avatar for Miguel Lucas
Ygor

me identifico totalmente.

Avatar for Miguel Lucas
Mateus

EU TO DESSE JEITO A EXATOS 12 ANOS, JÁ TO COM 27, E Ñ CONSEGUI MUDAR NADA, TEM UMA FRASE QUE DIZ ” VC PODE TA BEM CALÇADO NO SEU CORPO FÍSICO, CAMINHADO SOBRE TEU INFERNO, O INFERNO QUE VC CRIA ” TENHO ME ESFORÇADO MUITO PRA ESSE MEU JEITO Ñ ATRAPALHAR NO MEU TRABALHO, , MINHA VIDA SOCIAL TA UMA PORCARIA, ME AFASTO DE TODOS , AS VEZES EU DOU RIZADA DE MIM MESMO POR SER ASSIM, MAIS TENTO ME SENTIR FORTE , EU ACHAVA QUE ERA UMA FASE, MAIS Ñ É. TENTO Ñ PIORAR MINHA SITUAÇÃO

Avatar for Miguel Lucas
tiago

O pior de tudo que a luta é diária sem trégua. É como se todo dia fosse o primeiro. E´como se você fosse duas pessoas, em casa seu lado normal prevalece e quando sai o automático toma conta de sua vida. Lutar contra o medo é desumano. Você não tem controle sobre si.

Avatar for Miguel Lucas
Alessandro

sei muito bem como é ser assim,se trocar a sua idade de 27 por 21,me resumiria.

Avatar for Miguel Lucas
Adilson Faria de Moura

Quando estou fazendo alguma coisa e alguém começa a observar o que estou fazendo, minhas mãos começam a tremer e quando vou a um treinamento na empresa onde trabalho, morro de medo de ser chamado para falar perante os presentes, Minhas mãos soma tanto.. Das 53 questões acima, eu marquei 75% delas.
O que devo fazer?

Avatar for Miguel Lucas
Pedro Ivo

Olá,

Tenho dificuldades em olhar de frente para diferentes pessoas. Meus olhos acabam indo direto nos olhos delas ou viro o rosto quando olham para mim. Sempre parece que estou flertando e não há um perfil específico de pessoas com quem tenho essas crises. Pode acontecer quando estou diante de qualquer pessoa e a qualquer momento, durante uma conversa.

Avatar for Miguel Lucas
nonato

Caro Miguel e com muita alegria que chego até você hoje obrigado por mudar a minha vida contarei a minha história tive aminha primeira crise aos 17 para 18 anos sempre fui um adolescente muito tímido e envergonhado tudo começou no meu primeiro trabalho comecei a mi senti muito precisando e percebi que aquela minha presao vinha de mim mesmo e comecei ater todos os sintomas mencionados não conseguia mais viver com os meus medos e abandonei o trabalho ter es a doença e sentir como se estivesse no inferno o tempo todo hoje tenho 32 anos es o agora descobrir oque eu tinha muito obrigado e que ?eus o abençoe gostaria muito de continuar tendo contrato com você pois mesmo depois de tanto tempo ainda sinto muitos sintomas como que em alguns lugares que eu frequento como no ônibus no trabalho e até na igreja deixo meu watsap para mantermos contato 85987806549

Avatar for Miguel Lucas
Alessandro

Eu sofro muito com isso,tenho 21 anos, e há 5 n faço nd além de trabalhar.n saio de casa,medo da desaprovação das pessoas em relação a mim,não tenho amigos,n consigo fazer amizades,tenho muitos pensamentos suicidas,pq n vejo sentido nem um na minha vida,n tenho alegria nem uma em viver,tenho vontade de chorar ,mas n consigo,n consigo interagir com ninguém,nem com a minha propria familia,sei la,só quero saber ,como é faz pra sorrir,e poder conversar com qualquer pessoa

Avatar for Miguel Lucas
Jonathan

Bom dia.
Me identifico com um rapaz ai que diz ter desistido dos estudos e tal.
Eu tbm não consigo falar olhando no olho das pessoas, não consigo me simpatizar com elas.
Sintomas: Falta de ar, mãos soando, sensação de desmaio.
As vezes quando estou lendo ou quando estou perto de fumaça de fogueira eu sinto muita falta de ar, uma sensação horrível de tortura. Já faz anos que sofro com isso e as vezes choro quando da, porque tem vez que passo tão mal que nem consigo chorar. Muitas vezes eu peço pra Deus tirar minha vida ou as vezes até culpo ele pelo meu sofrimentos. Hj estou com 23 anos e agora está pior. Tem dias que acordo com muita falta de ar, que já cheguei a dormi umas 3 hrs por dia só. Tem hrs que quando alguém que não conheço olha pra mim fixamente, meu pescoço parece q fica tremendo e quando viro minha cabeça, ela treme como se fosse travar. É estranho e constrangedor. Acho que quem vê nós dando estes chiliques n perceba.. mas nós que sentimos isso, percebemos e mt! Isso é um pesadelo!! Eu preciso de ajuda.
Meu E-mail: jonathan_trabalho2015@hotmail.com
obrigado pela atenção.

Avatar for Miguel Lucas
cleiton

nao consigo fazer amizades , acho q as pessoas nao gostam de mim. me ajudem.

Avatar for Miguel Lucas
Quem sou eu?,nem sei...

Eu tenho isso e ja deu no saco!,acho que o melhor é começar a fumar um cigarrinho do capeta memo fica rilex hueheuhe

Avatar for Miguel Lucas
luciano nascimento jesus

ola boa noite tenho esse tipo de ansiedade mas o mais grave e que nao conssigo converssar o tempo todo com as pessoas minha memoria nao ajuda por isso fico meio privado das pessoas nao sei o que fazer mais nao conssigo axar algo para falar com as pessoas isso que me deixa triste e as pessoas nao gostao de min nem tenho mais paz em emprego algum so porque nao conssigo converssar o tempo todo estou sendo descriminado pelas pessoas nao aguento mais isso sinto muita tristeza

Avatar for Miguel Lucas
Gisele

Não consegui ler tdos os comentários, até mesmo devido minha ansiedade. Tenho dificuldade em me concentrar por certo tempo em coisas, até mesmo uma "oração" por exemplo, minha mente fica a mil,começo a pensar em outras coisas, e qndo me dou conta, já interrompi aquela oração. No dia a dia, sou impaciente, me direito fácil…sou mãe e meus filhos pré adolescente brigam muito, coisas de irmãos… Briguinhas corriqueiras, mas q são o sufientes pra me tirar do sério e gritar, grito o tempo inteiro…as vzs nem eu aguento. Como esposa, sou pior…insegura até nos pensamentos, meu marido diz q tenho q mudar o meu jeito, de ser e pensar negativo. De me preocupar com as pessoas, o q elas vão pensar, achar, ou falar. As vzs, me sinto incapaz de mudar, me sinto péssima mãe, por não ter paciência e gritar muito, por não me aceitar como sou, e não confiar no meu marido…por achar q ele vai sempre achar alguém melhor q eu. Por me sentir inútil, por não me manter muito tempo no emprego. Se eu pudesse, e tivesse pra onde ir, juro q sumiria, largaria tdo e me isolaria, assim não seria um estorvo na vida de ninguém! Mas até pra isto sou incapaz, covarde! Aposto q muitos, vão me julgar assim, covarde ou louca! Mas só eu sei como me sinto!!!

Avatar for Miguel Lucas
Gisele

Ah…desculpe, tenho 35 anos e sou casada a 16… E a 11 meses estou desempregada, só saio de casa qndo não tem jeito mesmo, até pra ir na esquina no mercado, peço aos filhos…nem no portão saio…tem um bar em frente casa, e aquele velho fica o tempo inteiro olhando cuidando, passo apuros nas entrevistas, sudorese, mãos ou pés inquietos… Já fiz tratamento psiquiatrico e psicólogo, tomava 2 comprimidos de fluoxetina de manhã, se tiver muito agitada , de prometazina…mas parei com a prometazina por reter líquidos, eu esqueço de tomar a fluoxetina, e acho q por isto não diminuem minha ansiedade em nda! Sou ligada no 220…

Avatar for Miguel Lucas
luciano nascimento jesus

esses cabeças okas fica respondendo coisa q nao tem nada a ver em nossos comentarios sai dai o

Avatar for Miguel Lucas
Deyvid

Boa noite, tenho 27 anos estou atualmente sem nenhum tipo de paciência sabe eu odeio ter que falar uma coisa pela segunda vez ou seja não gosto de repetir se tem uma pessoa passando na rua e esbarra em mim ou entra na minha frente sinto raiva vontade de bater na pessoa de a pessoa me faz uma pergunta idiota me irrito fácil exemplo: de eu pergunto fulano você foi em tal lugar a pessoa responde quem eu? Quero morrer com essa resposta ou se me pergunta a mesma coisa várias vezes eu não sinto vontade de falar muito com as pessoas quero ficar sozinho porque se não serei ignorante resumindo eu não tenho paciência pra nada é nem ninguém não quero mais ser assim não sei oque fazer.

Avatar for Miguel Lucas
Joise Carara Furlanetto

Que legal agora eu sei que isso tem nome(fobia social)nunca tinha lido uma matéria assim,interessante.

Avatar for Miguel Lucas
Marcelo Martins

Ultimamente tenho ouvido perguntas do tipo: Por que você não olha nos olhos enquanto fala?
E eu sempre respondia com uma piada: É porque eu acho muita intimidade; Sou autista… etc…

As vezes faço uma volta no quarteirão pra não cumprimentar meus vizinhos, não porquê não gosto, mas porque penso que eles estão me julgando de alguma maneira, até porque eles soltam piadas do tipo: Quando eu ia pra aula: "Eita, esse vai com uma coragem!" "Vai namorar é? Todo cheiroso" "Te expulsaram de casa?" (no dia que eu passei com uma mochila pra fazer uma viagem…

O fato de querer sempre ser engraçado ou de ficar calado usando o celular… enfim, me identifiquei em muitas coisas! Muito obrigado pela publicação!

Avatar for Miguel Lucas
AU

É bem aterrorizante saber que tenho este problema!
O que mais me tocou foi a idéia de como as pessoas irão me julgar. Hoje mesmo, recebi um convite para ir curtir o último dia de carnaval, e estou em dúvidas, justamente, por causa desse problema.
É trágico, pois vc se sente aprisionado, sem saber o que fazer e tentando aceitar essa condição.

Avatar for Miguel Lucas
AU

É bem aterrorizante saber que tenho este problema!
O que mais me tocou foi a idéia de como as pessoas irão me julgar. Hoje mesmo, recebi um convite para ir curtir o último dia de carnaval, e estou em dúvidas, justamente, por causa desse problema.
É trágico, pois vc se sente aprisionado, sem saber o que fazer e tentado a aceitar essa condição.
É.. É algo terrível.

Avatar for Miguel Lucas
anonimo

Ola eu consigo sair mais de casa só saio pra ir a escola porque e obrigado tem que ter UmA pessoa da minha idade do meu lado qe seja mais bonita que eu que não e pra ninguém me olha eu saio. Pros lugar assim eu olho pra cara de todo mundo pra vê se tem gente olhano pra mim eu saio pra rua pros lugar todo mundo fika olhando pra mim ai tenho vontade de mata a pessoa mais eu n tenho coragem ou talvez sim eu não to mais indo pra lugares cheio de gente porque fila todo mundo me olhando ai quando me olham eu fino triste eu saio meu coração bate forte bem rápido eu só muito tímida não sei fala com as pessoa sabe conversa assim eu sófalo bobagem eu não aceito qe eu vo cresce eu quero ser criança e eu tenho 14 anos todo mundo fala pra mim se vesti bonita solta o cabelo mais eu ando desarumada ai ta na minha cabeca qe e desarumada todo me olha imagina se eu se arruma ai me olho toda hora no espelho eu me sinto linda poroso qe todo me olha ai eu falo pros outros que eu só linda e todo mundo RI de mim ai eu falo intao porque todo mundo ta me olhando eu odeio homem porque fica olhando pra mim os homens e eu vo mataaaaaaAaAaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa pofAvor me diz oq eu tenho eu to loka o e ansiedade …….. Mesmo

Avatar for Miguel Lucas
Nelo Renato Calima

Eu sinto tudo oque foi descrito mas não tenho condições de ter um psicologo, oque faço pesso ajuda.
Não consigo até mesmo dar uma opinião no meio de muita gente por Mai’s que eu tenha uma opinião necessaria.
Fico todo atormenetado quando estou passeando com o grupo de colegas de faculdade. Mas isso só fica comigo..
E prefiro ficar um dia em casa que ir a um grupo de estudo.

Avatar for Miguel Lucas
Andreia

Olá…me identifiquei bastante com o que li, entrei agora pra faculdade e estou com muita dificuldade não só em aprender a matéria mas em interagir com meus colegas, me sinto péssima com isso…Acabo evitando muitas situaçoes, principalmente quando tenho que dar minha opiniao pois tenho medo do julgamento das pessoas, e de fato quase nunca opino sobre algo pois sempre penso que minha opiniao não faz diferença, ou que oq os outros falam é sempre mais válido do que o que eu falo, enfim…Quero mudar, preciso mudar mas está difícil, isso é horrível!!!

Avatar for Miguel Lucas
Carla

oi..
tenho ansiedade generalizada e às vezes parece que meus pensamentos vão me engolir de tão vorazes e incontroláveis. Em casa ou em qualquer outro lugar, de repente me pego pensando em coisas absurdas, quando me percebo já formulei ideias e teorias na minha mente que parecem verídicas, mas na verdade são só criações dela. Esses pensamentos são sempre negativos, relacionados às pessoas ao meu redor. São sempre do tipo "fulano não gosta de mim" "ele deve achar que sou muito chata" "deve me achar feia" "aquele comentário que fiz foi muito idiota" "devo estar fedendo pra ele se afastar de mim". E seguem assim me fazendo insegura e desconfiada a respeito de mim mesma e das pessoas. É muito cruel, porque faz com que eu evite interações sociais por medo de ser julgada, rejeitada. Impede que eu chegue em alguém pelo simples fato de me achar uma completa merda e que não vão gostar de me ter por perto. Sendo assim, as únicas vezes em que converso com algum amigo ou colega é quando eles vem até mim. É como um sinal verde me dizendo que posso falar, que não vou incomodar. As interações com amigos antigos e familiares é bem mais confortável pra mim, mas ainda assim sempre sinto como se a minha opinião fosse ridícula. A ansiedade vai me destruindo diariamente, fazendo com que eu fique depressiva, desanimada e isolada. Faz com que eu me afaste da família e de todos, me impede de me alegrar e sentir como antes(isso acho que é decorrente da depressão). Fazem todos os meus dias parecerem parte de um ciclo infernal, depressivo, manso. Procurei um psicologo há um tempo, fiz só a primeira consulta e fiquei otimista, na expectativa de conseguir melhorar, porém a próxima consulta demora um mês e nesse meio tempo as crises pioram, se tornam mais intensas e duradouras. É foda simplesmente não ter controle sobre seus próprios pensamentos, sobre sua própria mente, e isso desencadeia também doenças psicossomáticas, como minha gastrite que voltou recentemente. Enfim, sei que ficou bem longo, mas queria compartilhar e saber se alguém se sente com eu também. Se sim, saiba que não está sozinho. Abraço!

Avatar for Miguel Lucas
Pamela Joice

Confesso que antes de pesquisar sobre o tema eu achava que somente eu tinha esse problema .. É realmente horrível , não consigo nem se quer entrar no ônibus sem enrubecer , um simples oi para mim é um sacrifio me sinto uma idiota por isso . as vezes até de alguém me olhar eu coro , me sinto péssima por isso .

Avatar for Miguel Lucas
Junia

Sou Juh’ e tenho 16 anos eu tenho problemas sérios de ansiedade muito alta mesmo, só não sabia que eu também sofro de ansiedade social. eu já sofria isso antes de não conseguir fazer muitas coisas como me apresentar em públicos etc. Mais um dia eu estava na escola e pediram para mim tocar violão eu não queria mais insistiram ate eu tocar, bom ai comecei a tocar fiquei um pouco nervosa mais toquei mais no meio da musica quando eu parava ou tentava a fazer algo no violão minhas pernas ficarão tremulas e minhas mãos também não consegui me controlar, acho que também corei e minha boca com certeza não tinha cor nao consegui então parei, e jurei que se eu levante-se eu caia rs .
E fiquei com bastante vergonha sabe criei argumentos ruins e tudo mais não sei se alguém percebeu tentei disfarça na hora que comecei a tremer mais foi uma sensação muito. as vezes também minhas pernas começa a tremer mesmo eu estando sozinha ou sentada. tem tratamentos para isso° ao que posso fazer para combater a isso? Me ajudem pfv’

Me responde pelo e-mail ou aqui mesmo .. >> juniadejesussantos@gmail.com

Avatar for Miguel Lucas
Kary

Olá. Acabo de encontrar esse artigo em minha pesquisa. Descobri que é isso sim que eu sinto e fugir tem sido sempre a minha escolha até sem perceber. Pesquisei porque sempre ando tendo a sensação de que as pessoas estão rindo de mim. Além da ansiedade eu tenho a estima lá em baixo, preciso sempre que me digam se estou certa, dependo demais da avaliação das pessoas e sei que isso é errado, por isso pergunto se estou incomodando, se sou capaz de fazer determinada coisa… E foi num desses momentos que ouvi uma colega de grupo rir de mim. Tive que continuar por mais uns 40 minutos ao lado dela, mas não lhe dirigi a palavra. Isso é apavorante para mim, ter que voltar lá e encarar as pessoas. é a segunda vez que sinto que estão rindo de mim, que tem pena de mim. Obrigado mesmo pelo artigo, acho que descobri o que me acontece.

Avatar for Miguel Lucas
nancy

Acho que solucionar, ou pelo menos ter alívio, seria sinônimo de fazer mudanças caras demais. Imagine largar os estudos e ir trabalhar de au pair ou ir fazer um curso técnico no estrangeiro. Um choque de convívio certamente varre essa sensação de ser celebridade, de ser excessivamente conhecido. Mas, obviamente, renda de família brasileira nem dá pro aluguel, quanto mais para pagar dias e dias de hospedagem .Então, bora sofrer.

Avatar for Miguel Lucas
gabryeli

Ola querido tudo bem meu caso não diferente do que foi citado sinto um medo muito grande todos os sintomas de ansiedade especifica em certas situcões sinto um desespero muito grande principalmente quando irei fazer alguma apresentação em publico por receio das pessoas me criticarem por nao saber falar me expressar ou falar algo errado
..

Avatar for Miguel Lucas
queijo quente

Muito obg este artigo me ajudou muito vc eh incrivel n sei que eh vc mas me ajudou muito mesmo muito obg haha

Avatar for Miguel Lucas
Wanessa

Olá! Muito interessante este artigo!
Eu tenho 18 anos, sofro muito com a ansiede, é algo grave que infelizmente faz parte da minha vida. Eu achava que estava sozinha, mas lendo vários comentários aqui, vi que esse problema não é só meu! Entrei na faculdade ano passado, desde então já passei por várias experiências negativas, sofro demais! As vezes sinto vontade de desaparecer, por medo do que os outros possam pensar a meu respeito. Tenho muita dificuldade de interagir com as pessoas, me sinto insegura em tudo! Por dentro me sinto uma pessoa totalmente fracassada.
Gostaria muito de ter ajuda de alguém, pois viver desta maneira, não é nada bom!
Obrigada! Abraços

Avatar for Miguel Lucas
Roni

Eu sofro desse problema à varios anos e nunca encontrei uma terapia que realmente funcionou. A que chegou mais perto foi tratamento com medicamento, no meu caso se deu pelo Sertralina. Aliviou a ansiedade a um nivel que conviver com outras pessoas foi suportavél. Nunca encontrei uma terapia com psicologia que deu frutos. Hoje tenho 30 anos, e ja aceitei minha situação, basicamente evitando o maximo possivél situações que ativão a crise de ansiedade, no meu caso eu resolvi ficando com a boca fechada. Notei que quanto menos eu falasse sobre eu ou sobre as coisas melhor é, e de fato isso funciona. No trabalho ou na faculdade eu preciso escolher com cuidado cada palavra que eu falo, e falar o menos possivél; eu tento ser literalmente invisivél. Apenas dessa forma eu consigo viver sem tomar remédios. Relacionamento pessoal nem pensar, eu também ja aceitei que isso nunca vai dar certo, então namoro está fora de cogitação. Esse tipo de problema não tem solução, você aprende a lidar com ele da melhor forma possivél.

Avatar for Miguel Lucas
victor cezar

Comecei a ler e a me identificar bastante com algumas coisa, mais eu me sinto mais preso em relação a marca algum encontro ou algo do tipo…meu corpo treme e sinto meu coração acelerar… nao sei se isso e uma ansiedade socil mais acredito que seja…. e gostei muito do artigo e vou colocar algumas coisa em pratica.

Avatar for Miguel Lucas
Nathalia

Eu choro quando se trata de conversas pessoais em relação a mim diretamente , fico anciosa antes de falar e quando se dirigem a mim eu choro e odeio chorar na frente das pessoas, mas não consigo controlar, isso se encaixa? Também tenho dificuldades de cumprimentar as pessoas de pouca convivência, ansiedade gigantesca ao falar com grande número de pessoas e até uma mesmo, ensaio muito na minha cabeça e quando fala algo não programado fico me martirizando por isso

Avatar for Miguel Lucas
Renilson ramos

Olá sou o Renilson tenho 18 anos e muitas coisas me perturbao fico muito esquisito quando estou no meio de aglomero de pessoas ,eu passo a escutar tudo oq eles falam parece cer de mim como c eles ricem de mim tenho dificuldade para confiar até mesmo em meus amigos tenho muita vergonha fico nervoso trêmulo minhas pernas chagao a amolecer ,fico muito preocupado com oq eles vão achar do q eu falo ou oq vão pensar de mim eu namoro e isso tá atrapalhando em meu relacionamento pois acabo duvidando de de pessoas q esprecem algum sentimento por mim como c focem me magoar ou tivecem mentindo pra c aproveitar da minha pessoa e quero voltar a viver minha vida d novo como posso me ajudar ??

Muito obrigado!

Avatar for Miguel Lucas
Matheus

Tem dia que eu nao tenho ansiedade social e esse dia e muito bom eu me divirto .., mas chega no outro dia sla eu fico comedo disso aparecer dinovo em mim acaba aparecendo.. Como fazer para meu serebro acustumar sem ansiedade social..sou adolecente e ja sofri mt por isso, e muito ruim!! espero que Responde , obrigado!!

Avatar for Miguel Lucas
Luciano de souza

Fico muito tenso em lugar lotado de pessoa sinto que eles estão me olhando e comentando alguma coisa demim como lida com isso

Avatar for Miguel Lucas
Marcos

Também fico muito tenso ou redor de pessoas que não conheço.fui fazer um entrevista psicológica na hora não sabia responder nada que a médica mim perguntava fiquei com muita vergonha me sentir um animal irracional.

Avatar for Miguel Lucas
Suzana Ribeiro

Adorei o texto! Não sei se tenho ansiedade social, mas identiquei alguns sintomas que já fazem parte da minha vida há dois anos. No entanto, o que mais me incomoda é me considerar burra por cometer vários erros de português. E o pior: sou professora de Português. Não era assim antes. Sempre fui muito elogiada por me comunicar bem em palestras durante o mestrado. E tenho certeza absoluta de que nao cometia esses erros. Mas nao sei o que acontece , pois sempre tenho a sensaçao de que falei errado e que as pessoas duvidam de minha competência. Sei que erro às vezes, mas boa parte do tempo nem sei o que falei. Tentar lembrar é sempre um sofrimento. Por vezes, ensaio falas antes de realmente falar com amigos , em uma mesa de bar, por exemplo. É muito triste!

Avatar for Miguel Lucas
Leidiane

Este texto me ajudou bastante ,obrigado a quem publicou. É muito bom saber que não estou neste barco sozinha,sempre achei que estes sintomas eram irrelevantes,mas hoje notei que não são.Alguns pensam que é frescura ,mas isso atrapalha quem vive com ele,nos impossibilita de viver grandes oportunidades de ser feliz,e por fim acabamos frustados e nos isolamos cada vez mais. Só quem vive sabe do que estou falando.

Avatar for Miguel Lucas
livia

ola! em frente ao trabalho do meu marido tem um colégio e uma praça e todas as tardes se junta um grupo e ficam me encarando e rindo de mim por vários dias eu vinha observando isso e até achei que provavelmente poderia ser loucura da minha cabeça mas continuou por muitas e muitas vezes já chegaram até a trocarem de banco para ficarem mas de frente com aloja até q eu nao aguentei mas e fui e falei uma coisas com elas. e ai será que fiz certo ou preciso de tratamento urgente ?

Avatar for Miguel Lucas
Caique

Olá a todos.

Há algum tempo venho pesquisando
sobre alguns problemas que estou
passando, li este arquivo que gostei
e venho compartilhar com vocês.
São coisas horríveis que nunca imaginei
passar na vida e está sendo uma fase
horrível que não desejo pra ninguém,
Não consigo me relacionar mais com ninguém
, nem com parentes, tenho 22 anos ,
sempre trabalhei em empregos otimos desse
Os meus 16 anos, entrevistas passava na primeira
, agora já fiz mais de 10 entrevistas n passo
, o nervosismo e muito, começo a tremer descontroladamente ,
, na ultima entrevista , tive que se apresentar,
As palavras n saia, as perna tremia , n sei qual o caique que estava ali
Passei a maior vergonha da minha vida , pois ninguem
Se manifestou e sim respeitou ,
N sinto vontade de sair de casa , já que emprego n consigo mesmo
, mesmo tendo um bom currículo , minhas atividades
Ultimamente e fazer curso online e me aperfeiçoar.
Isso ta sendo a pior coisa da minha vida,
N sei qual e o pior levantar ao amanhecer não ter o emprego
Desejado q não passei em diversas vezes,
Ou acordar e enxerga isso esses problemas e sem te uma saída
. Claro a solução maior dos problemas e deus.
Li várias publicações das pessoas.
Espero que isso acabe o mais rápido possível seja qual for seu problema
Pois aquele que crê deus acança como tenho fé que irá me tirar dessa.

Avatar for Miguel Lucas
talyson

oi.meu nome é talyson tenho 19anos,
o meu poblema é a quase um ano eu fui persseguido por 2 homens em uma moto,des deste dia nao tenho mas sucego,hoje eu vivo trancado em casa nao trabalho nao posso ir ao mercado que fico com medo nao sei de que,ao sair fico todo nervoso pensso que ta todo mundo olhando pra mim nao olho para nimguem ando o mas rapido possivel para chegar em casa,e tento resolver esses meus poblemas nao fazendo nada,pensso que um dia vai passar que vou ficar bom vou ter a minha vida normal novamente mas ate o dia de hoje nao deu em nada so piorou ,nao sei mas o que eu faço,tem dias que fico pensando que era melhor ter morrido na quele dia,as vezes tento me comformar que indoidei e pronto,tem dias que quase choro ao lembrar que tinha uma vida quase normal,pois se é isso fico faltando algumas coisas mas esse e uma grande parted o meu poblema,espero que enta 🙂
LIE O TESTO OBG AJUDOU MUITO AGORA EU SEI DO QUE TO SOFRENDO.
VLW ABRAÇOS

Avatar for Miguel Lucas
Karine

Boa tarde!

Tenho alguns problemas de ansiedade social. Quando saio dificilmente consigo conversar com pessoas diferentes ou entrar em grupinhos que já estão conversando. Me sinto excluída e parece que sou diferente de todos ao meu redor. Na minha família quase não converso, quando falam comigo as vezes até respondo de uma forma um pouco grosseira e encerro o assunto o mais rápido possível para não ter que ficar conversando. Quando me perguntam minha opinião sobre alguma coisa quase sempre eu não a tenho, as vezes quando converso com alguém me da um branco e eu perco a linha de raciocínio e fico bem sem graça. Para falar em público eu posso saber todo o assunto mas minha oratória é péssima, não consigo me expressar da forma que eu quero e acaba saindo um fiasco.

Avatar for Miguel Lucas
Garota garota

Eu tenho FB, quero me matar

Avatar for Miguel Lucas
Mikaela

Eu tenho isso.. Acabei de descobrir. Quando comecei a ler minha mão começou a suar, a respiração afegar, Meu Deus, tenho ansiedade só de ler! Sinto como se esse blog fosse mesmo para mim, e percebi que é disso que sofro, estou escrevendo e imaginando alguém lendo e dizendo "Que garota idiota, que comentário chato" Ta vendo os pensamentos ansiosos? Um dos sintomas :"Imaginar as pessoas te julgando" E aí eu ja começo a sentir uma vontade de apagar e não postar, por esse medo. Essa preucupação… Ah se eu pudesse voltar no tempo e apagar o 1 pensamento ruim para apagar os outros em seguida.. Vc leitor que esta lendo isso, por favor, torça por mim.. Para que eu consiga ser feliz sem essa ansiedade.. Se Deus quiser.

Avatar for Miguel Lucas
Werkey Max

Meu nome é Max, tenho 20 anos.
Eu acho que tenho esse problema, pois eu não consigo mais manter uma conversa boa com ninguém(o que antes eu fazia naturalmente) e hoje em dia eu não consigo conversar naturalmente com alguém, não gosto também de ir em lugares com muitas pessoas pq fico pensando coisas delas sobre mim, me sinto inferior muitas vezes a vaaárias pessoas o que dificulta ainda mais alguma aproximação e uma conversa, espero que esses tipos de pensamentos não dure muito pq isso ta acabando com minha vida social, por mais que eu queira socializar eu não consigo. Seja o que Deus quiser.

Avatar for Miguel Lucas
gabriel

alguém aqui pode me dizer se fobia social tem a ver de pensar muitas coisas na hora que ta conversando e achar que a outra pessoa ta lendo seus pensamentos dai ficar sem olhar nos olho ? e existe mesmo ler pensamentos ? pq algumas pessoa já falaram muitas coisas perecida com que penso e tudo e muito estranho dai ee fobia social tem de ver com sua voz na cabeça ?

Avatar for Miguel Lucas
gabriel

já faz um ano isso e meo coração acelara quando estou em conversar com alguém ?

Avatar for Miguel Lucas
cleide

sempre tive dificuldade em me relacionar com os outros.Nunca tenho o que dizer,porém,algumas pessoas conseguem me fazer falar um pouco e até ser engraçada,mas dura pouco.De uns meses para cá,prefiro ficar trancada no quarto sem falar direito até com a família:mãe,irmã,sobrinho de 5 anos.Tenho 37 anos, um namorido que vem aqui uma vez na semana,porém sem muito diálogo.NÃO AGUENTO MAIS.

Avatar for Miguel Lucas
victor costa

Olá,estou passando por um problema traumatico à 5 anos,sofri um acidente de bicicleta aos 11 anos de idade que deixou uma cicatriz enorme na minha face no local da bochecha,desde então comecei a ganhar apelidos desvantajosos como bochecha rachada,chuck,cara cortada…E isso está acabando comigo pois não consigo gostar de mim assim,pois tenho quase certeza que sou um dos 5 que tem essa cicatriz no rosto e mais ninguem têm o que não é nada confortante.As meninas da minha escola ficam apostando pra ver quem fica comigo,elas comentam umas com as outras que só uma louca ou cega ficaria comigo,e isso machuca muito já procurei um conforto em bebidas alcoolicas,cigarros,narguilés mas nada ajuda a fazer as pessoas pensar que um acidente assim pode acontecer com elas ou com qualquer um,varías noites passei em claro porque ficava pensando em poder me mudar de algum jeito,tipo meu estilo,um tratamento para essa cicatriz facial que fica muito exposta a sociedade ignorante em que vivemos e etc.O que eu mais fico com medo é de achar alguma menina que goste de mim com essa cicatriz enorme na cara,e derrepente ela ver que só eu no mundo inteiro que tenho uma dessas "cicatrizes" estraga vida,não sei o que faço pois tenho muita vergonha de pedir ajuda pra alguém pois todos vão falar o mesmo "isso não te prejudica em nada",mas ninguém sabe o que eu passo com essa droga,quando meus amigos me chamam pra sair da até vontade de chorar porque eles começam a tirar fotos e eu tenho trauma de tirar fotos com amigos pois eles pedem pra mim ficar na frente o que vai expor a minha cara cortada ainda mais,chega a dar até um pouco de inveja dos meus amigos pois eles pegam garotas bonitas e sempre falam pra mim pegar as mais feias,porque sou o mais estragado em termos.Às vezes me da vontade de nunca mais sair pra lugar algum simplesmente ficar trancado em casa pois o mundo é bem mau para aqueles que não tiveram sorte na vida.O que mais me irrita é que eu não sou feio,o que fode comigo é essa cicatriz de merda que veio pra detonar comigo,já estou cansado das pessoas rir de mim por causa disso onde passo parece que sou um famoso todos começam me olhar e cochichar,eu tento imaginar um núcleo azul para ficar em paz,tipo um alto astral inferior,imagino o núcleo com a cor azul porque trás paz ao coração e á mente,estou ficando muito chateado com isso pois todos os dias é a mesma coisa.Tenho 16 anos e gostei muito de desabafar aqui espero que vocês leiam essa pequena parte da história da minha vida.

Avatar for Miguel Lucas
michele

ei meu nome e michele sabe ha muitos dias eu venho com hum tormento eu tenho a cisma que as pessoas estao abusando de mim rindo de mim e muito difisl mida huma tristeza o que devo fazer ?

Avatar for Miguel Lucas
Geovani

Ola muito bom esse artigo que bom que existe pessoas como vocês que levam a vida em querer ajudar o próximo… OBRIGADO MESMO.

Mas bom vou falar um pouco do meu caso.

Tenho 28 anos trabalho diretamente com pessoas o tempo todo ASSUSTADOR, até meus 22 anos não tinha nenhum problema em me relacionar com as pessoas muito pelo contrário era sempre o que animava a todos e criava motivos pra estar perto de todos os meus amigos e também novas pessoas.
Hoje estou em uma situação cada vez pior não consigo se quer olhar nos olhos de pessoas estranhas sem deixar que as mesmas percebam como estou incomodado em estar conversando com ela, no começo era apenas com algumas pessoas geralmente mulheres (Engraçado que sempre fui até muito assanhado rs) e hoje isso se estende a qualquer pessoa até mesmo com pessoas próximas não consigo olhar nos olhos do meu pai sem que ele perceba que estou incomodado com a situação, isso me assusta muito e também me entristece de mais pois sinto que eles não entendem e evitam contato comigo.
Assim como todos aqui preciso muito de ajuda pois eu que adorava estar proximo das pessoas agora evito ao máximo, isso me atrapalha no trabalho e na minha vida pessoal.
Obrigado desde já a todos pela ajuda e bom acredito que o primeiro passo esta sendo dado que é procurar ajuda já que vejo que a situação fugiu completamente do meu controle tenho medo de ficar ainda pior como vem ficando.

Avatar for Miguel Lucas
João Vitor Silva dos santos

Ola eu queria que vc Me ajudasse sofro com pensamentos que ninguém me dar atencao que niguem quer mas conversar cmg , eu me afasto totalmente das pessoas ao meu redor eu num consigo mas me estabilizar em um lugar queria ajuda se fosse possivel ja estou com mas de meses com esse problema queria ajuda de um psicologo se fosse possivel . obg pela atençao se pudesse me ajudar agradeceria !!

Avatar for Miguel Lucas
Poliana Santos

Meu nome é Poliana,tenho 16 anos,e vou contar os problemas que venho enfrentando.
Sou muito ansiosa,o tempo todo,aonde eu estou me sinto ansiosa,sem motivos.Não consigo me sentir a vontade na frente das pessoas,quando converso com alguém,sinto que não estou sendo eu mesma,fico tipo encenando.Tem vezes que não falo o que realmente acho quando alguém me pergunta alguma coisa,respondo o que eu sei que ela acha,para agradá-la

Avatar for Miguel Lucas
Beatriz

Olá, sou uma garota de 14 anos. Eu definitivamente não sou boa em conversar com as pessoas e como citado eu evito contato visual, fico sempre vermelha, não consigo falar e nem ler em público (o que atrapalha meu rendimento escolar), eu choro com facilidade quando um grande número de pessoas me encara, sempre que saio na rua acho que as pessoas estão me julgando, estou SEMPRE com o celular e com um fone de ouvido, penso inúmeras vezes antes de dizer algo quando estou em um grupo grande (que é quase nunca porque eu sempre evito), não me sinto bem em lugares com muita gente.
Sempre achei que esses problemas eram causados pela minha gagueira (que quase passa impercebida segundo amigos e parentes) e por que não me sinto segura com minha aparência, sou muito alta pra minha idade (+/- 1,75) e sou muito magra. Então achava que essa insegurança era causada por esses motivos. Até achar esse site em que me identifiquei MUITO.
Eu tento conversar sobre oque eu realmente gosto mas nunca consigo, então sinto que nunca deixo ”transparecer o meu eu por completo”.Enfim, nunca sou totalmente eu mesma por medo do que os outros vão achar a respeito.
Pretendo começar o tratamento sozinha, mas se não der certo pretendo procurar uma psicóloga.
Muito obrigada ao site <3

Avatar for Miguel Lucas
ana

Eu não consigo falar com pessoas que na minha cabeça são superiores a mim … fico muito nervosa, minha voz parece que estou chorando, o meu raciocínio fica muito lento, não consigo concluir o que iria falar , foge as palavras e o mais vergonhoso que as pessoas fica me olhando e não acreditam no que estão vendo (eu querendo chorar )

estou desempregada, não consigo fazer uma entrevista, não consigo ficar em testes , provas

Nunca ouvir falar em ansiedade social, lendo este artigo, acabei descobrindo meu trauma.
muito obrigada por expor aqui

agora vou procurar um profissional para ajudar-me

Avatar for Miguel Lucas
Beatriz

Olá meu nome é Beatriz e eu gostaria mttt que alguém respondesse isso, eu nao sei mais o que fazer ou como me classificar, comecei a ter problemas com 15 anos, meu pai desenvolveu síndrome do pânico e por consequência eu fiquei com depressão por ver ele daquela forma, mas eu nao aceitava que tinha depressão cheguei a tomar 4 fluocetinas 2 controladores de humor 1 roupinol todos os dias passei a andar grog dd remédio

Avatar for Miguel Lucas
Joebe elias nunes

Ola parabens pelo artigo falou todos meus problemas e mais um pouco esclareceu muito minha mente nao consico falar em publico nao consigo falar com alguem bem sussedido ainda q seja humilde sempre penso q quando vou falar as pssoas nao vai aceitar isso e dez de pequeno quando estou preste a falar alguma coisa em publico meu coraçao acelera no ultimo e acabo nao falando outra pessoa fala exatamente oq eu ia falar e fica com o merito pra ela tudo isso entre outras coisas

Avatar for Miguel Lucas
Fernanda

meu nome e Fernanda, sofro de ansiedade social…Luto contra isso desde sempre.
faço tudo de maneira que as pessoas não perceba.
mas basta estar diante de uma entrevista com psicologo, pra perceber.
Leio muito sobre esses temas, tento quebrantar a perna, ja que ela não responde e começa a tremer,
tento ter clipe na mão dentre outros.
mas minha mão começa a suar e gelar.
isso afeta todos os setores da minha vida.
queria frequentar um Psicanalista, mas tudo e tão caro.

Avatar for Miguel Lucas
Carlos Eduardo

Tenho ansiedade social,mudei da minha casa que vivi lá a 20 anos para um apartamento, as vezes penso: "para Carlos é só paranoia sua, os vizinhos não querem saber de sua vida". Mas tem sempre uma janela acesa de noite e vozes vindo la da portaria, tem dias que sinto vontade de fechar todo o apartamento e me encolher no canto do meu quarto e ficar em silencio e respirar o mais baixo possível. Não converso com ninguém mais além de minha tia que ajudou a me criar, já tentei o suicídio, e meu médico psiquiatra se pergunto como ainda estou vivo, agora vivo apenas para me achar um incômodo para meu pai e para todos a minha volta, um dia após o outro. Não tenho coragem nem mais de olhar nos olhos das pessoas para lhes dizer um bom dia, boa noite, obrigado, etc… então finalmente busquei na internet e vi este artigo sobre fobia social, coisa que meu psiquiatra me diagnosticou com transtorno bipolar. Enfim este artigo me fez refletir e irei comentar sobre com meu médico. Ah e foi difícil criar coragem até para comentar aqui. Obrigado

Avatar for Miguel Lucas
atayde ferreira de almeida

olha meu filho. sofre com depresão. ele toma olanzapina e setralina . mas as vezes .si tranca no quarto e so lamentaçoes .chora dizendo que queria ser normal eu como pai estou sofrendo igual a ele . ele fala em morrer dizendo. que so quem passa por isso sabe olha ele fala auto e as vezes a palavra nem sai do jeito que ele quer fica garguejando a palavra que quer falar ele esquece o que ia falar peço pelo amor di deus ajuda meu filho .

Avatar for Miguel Lucas
emagrecer detox

Grande trabalho! Esta é o tipo de informação que se destinam a ser compartilhado em todo o web.
Disgrace os procuram Pesquisa motores para não posicionamento deste pós
superior! Venha aqui e procurar aconselhamento de meu
site. Obrigado =)

Avatar for Miguel Lucas
Maria Dolores

Tudo começou na faculdade… o medo em ser julgada era enorme, me identifiquei muito, mas muito mesmo com o exemplo da chamada, era exatamente o que eu fazia, nos dias para apresentar os trabalhos eu sempre arrumava uma desculpa, ate mesmo atestados para não ir. resumindo, isso afetou tanto minha vida que comecei e tranquei 3x meu curso e nao consegui me formar, quando tenho algum evento social fico me torturando a semana inteira, nao consigo pensar em outra coisa… somente no evento, isso é TORTUOSO. sempre pensei que fosse fobia social, nunca tinha ouvido falar em ansiedade social… QUAL O PRIMEIRO PASSO PARA TOMAR? PRECISO DE AJUDA.

Avatar for Miguel Lucas
cristiano marcio

Este artigo encaixou como uma luva com problema que tenho, medo de falar com as pessoas.
Já estive em situação piores mais sempre buscando alternativas venho melhorando muito, como eu não sabia como resolve esta situação e nunca tinha dinheiro pagar um especialista optei pela forma mais dificil. Me joguei no mercado de trabalho nas vagas eram obrigado uma interação maior com publico.
T
entei vender assinatura de revista, era uma tortura ter aborda as pessoas na portas do banco, mais tentava mesmo assim. Trabalhei por muito tempo entregando jornal e panfletos na rua, na epoca que lei permitia em são paulo, só falava no máximo "bom dia, boa tarde" e entrega panfleto.

Tentei ser vendedor em diversas situações, era um péssimo vendedor mais nisto descobri meu dom criatividade e tomei gosto pelo marketing.

Para namora então, vixi era complicado, a menina do trabalho teve fica me xavecando durante quase 2 meses para consegui me conversa sair com ela, depois disse namorei com ela por quase 1 ano e pelo medo ter fica sozinho fiz besteira pedi-la em casamento coisa que ela não queria. e não teve jeito sozinho denovo.

Trabalhei por mais 4 anos diretos com telemarketing, enquanto a maioria detestava, eu adorava porque me forçava falar com as pessoas mesmo seja por telefone,e melhor era pago para isto.

Ainda tenho certo medo em falar com as pessoas sozinhos, mais descobri que medo só fica extremo ao ponto desistir, quando não tenho dominio total da situação, quando não consigo ocupado cargo liderança. Fico ate sendo um chato as vezes porque em todos empregos acabava assumido a liderança e não porque tenho o dom para isto, mais por que causa do medo falar em publico.Então me colocava nesta situação para me força a falar.

Hoje estou em novo desafio, quero trabalha por conta propria e precisa conversa com muitas pessoas são empressarios para vender anuncios em um aplicativo guia comercial estou desenvolvendo.

E toda vez que penso que esta chegando hora encara de frente estas pessoas todos sintomas de fobias social aparecem, agora estou forçando uma nova estrategia toda vez aparece o medo de falar com estas pessoas pego no bolsa varias contas e faço seguinte pergunta pra mim mesmo.

O que seria pior continua com medo de falar com estas pessoas e recebe um não, ou não consegui ter dinheiro pagar todas estas contas e deixa sua família se humilhada por sua culpa?

Eu sei que não é terapia correta, mais funciona…

Avatar for Miguel Lucas
claudia janice silva

As palavras foram sabias e me ajudaram muito a perceber o que eu sinto , infelizmente ainda não ganhei coragem de falar com ninguém quando eu entro na sala de aula minha boca fica seca meus lábios parecem ganhar vida própia acho q todos estão olhando pra mim mas é o que acontece porque minha boca fica estranha parece que ta pra baixo mas isso só acontece na escola e em alguns outros sítios por favor eu preciso muito da ajuda de quem escreveu o artigo pode me procurar No facebook claudia janice silva ou então enviar um email no gmail claudiajanicesilva@gmail.com

Avatar for Miguel Lucas
Maria

Oi, eu acho que sofro disso.. eu passo sempre por uma situacao muito chata quando estou em festa. Eu estou bem mas do nada começam uns pensamentos negativos, que todos estao me olhando, que todos estao sabendo que estou passando por aqueles pensamentos.. é como se todo mundo soubesse o que eu estou pensando. É como se eu fosse escolhida pra passar a maior vergonha do mundo. Na minha mente quando eu sinto isso eu sempre acabo com a festa e acho que o som esta indo no meu ritmo. Minha amiga falou que é viagem da minha cabeça e que simplesmente eu fico calada. Mas na minha mente eu to com muita vergonha de todos e de tudo e que a festa eata acabando porcausa de mim, porcausa dessa viagem. Sinceramente eu nao sei se eu acabo com a festa e ngm me diz nada depois ou nao sei se é apenas viagem. Gostaria de ser ajudada, se alguem tem algo a me dizer fico grata 🙁

Avatar for Miguel Lucas
Letícia

Olá,
Bem por onde devo começar… Eu sempre fui muito comunicativa, quase nunca tive problemas pra falar com alguem, no entanto, sempre tem aquela "vozinha" na minha cabeça que fala "o que vc vai falar depois que acabar o assunto?" E eu sempre tenho que treinar a forma que eu vou falar, pois se eu deixar pra explicar na hora em algumas vezes eu não sei me expressar. Queria saber se isso significa que eu não sofro de ansiedade? Mas eu vejo muitos desses sintomas em mim tantos os físicos como corar, batimentos acelerados, sour excessivo e etc, quanto os mentais, como a auto aceitação, perder o sono por preocupações as vezes insignificantes, tenho impressão que as pessoas estão falando de mim.

Avatar for Miguel Lucas
Gabrielli

olá, acredito que tenho alguns sintomas, eu busco me ajudar. Sempre fico magoada com as pessoas, achei que fosse bipolaridade porem, eu mudo apenas com a forma que as pessoas me tratam, então me afasto e não consigo voltar a ser como era antes, chego até a passar mal na presença dessas pessoas, não consigo desenvolver um dialogo, nem tenho vontade.

Avatar for Miguel Lucas
Renato

Sou muito tímido e ansioso, nao sei conversar normalmente com as pessoas, quase não tenho amigos….Não me sinto a vontade em várias situações sociais, evito sempre essas situações, sou muito na minha, nunca conseguir fazer um amigo na escola..Eu era sempre motivo de piadas, até hoje sofro com isso, nao muito pq sempre evito, no trabalho nao consigo fazer amigos, sempre tem um pra fazer piadinha, minha vida e muito complicada…

Avatar for Miguel Lucas
Melissa

Eu tenho um problema meio difícil de explicar. Bem,não sei se isso é ansiedade,mas estou querendo encontrar um garoto,um ser,não sei dizer..que só existe em minha mente. Todas as noites sonho com ele,me imagino tirando fotos com ele,dançando com ele e me divertindo como se fosse real. Eu realmente tenho a impressão de que vou encontra-lo em algum lugar e ando muito ansiosa para encontra-lo. Sinto uma dor no peito,sempre quando me imagino com ele. Estou acostumada que me chamem de maluca,mas isso pode ser uma obssessão? Ele nem existe,mas sempre sinto que vou encontra-lo,isso é ruim e me incomoda muito. O que é isso? Será que vou encontra-lo realmente?

Avatar for Miguel Lucas
Verônica

Olá, li esse artigo mas ainda estou em duvida se a minha situação é realmente Ansiedade ou ‘anti social’ bom.. tenho alguns sintomas como: Sudorese,Agitação,Boca seca,Sensação de desmaio.
Meus pensamentos são sempre confusos muitas vezes em situações, como discussões, eu não encontro as palavras certas e as pessoas não conseguem compreender oque estou sentindo, também não consigo opinar. Muitas pessoas me chamam de metida, meus vizinhos e colegas principalmente, algumas pessoas que eu não convivo parecem ter medo de me dar um "Bom dia!" porque estou sempre de mau humor, sempre com a cara fechada, mas eu também fico com medo de cumprimentar as pessoas achando q elas vão falar mal de mim, quando saio na rua procuro sempre me arrumar bem, porque sempre acho que vai ter alguém me observando.. tenho outros pensamentos como, "As pessoas vão ver como estou nervoso", "Elas não vão querer falar comigo novamente", "Eu vou parecer cada vez mais tolo". Também evito situações sociais, evito lugares sociais, me desculpo excessivamente, menos para minha família, também tento memorizar o que dizer, e sou muito insegura, nunca comentei isso com ninguém e seu eu tentar conversar com a minha mãe com certeza ela vai dizer "Isso é coisa da sua cabeça". Então, será que é ansiedade??

Avatar for Miguel Lucas
Verônica

Meu caso é bem parecido com o da Bethita* do comentario acima,
Por isso peguei partes do texto dela e coloquei mas algumas coisas que acontecem comigo.

Meus vizinhos e colegas me chamam de metida,mas na verdade sou um pouco "tímida"
Não sei se realmente devo fazer algum esforço para dar ,nem que seja ,um "Bom Dia!" ou "Boa Tarde!"… Porque eu fico pensando que eles vão rir de mim.
Essa idéia de que "todos estão olhando para mim",não é nenhum exagero.
Eu sempre tento me convencer de que é "coisa que coloco na minha cabeça"
Eu tento passar despercebida(queria muito ser invisível nesses momentos!).Mas como não dá,evito olhar o perigo de frente;
Se eu estiver acompanhada,tento puxar conversa com essa pessoa,só pra não me ligar no que está acontecendo em volta.Caso contrário,tento olhar pra qualquer outra direção,fazer um gesto qualquer,só pra aliviar a tensão,me sentir mais à vontade(o que nem sempre funciona…!.Outra estratégia é abaixar a cabeça e acelerar os passos.
Isso me deixa tão abalada,que em questão de segundos,sinto perder a memória e falo coisas sem sentido…parece um sonho.Estou ali mas é como se não estivesse,entende?Falo,mas não ouço o que eu disse.
Aprendi a ouvir desaforo e fingir que não foi comigo(eu tento ignorar) Evito ter discussões porque não consigo esclarecer oque estou sentindo e oque esta me incomodando, as palavras simplesmente somem, é como se eu não sou soubesse falar. também não consigo opinar, e tento a memória muita fraca. esqueço de coisas minimas.Hoje tenho 16 anos,mas tudo começou a 2,3 anos atrás.Antes mesmo de pensar:"Essa pessoa pode ser legal",surge uma voz que diz:"É,mais ela pode rir também de você,ela pode ser somente mais uma,a lhe humilhar"
Eu tenho alguns sintomas como: Sudorese, Agitação, Boca seca, Sensação de desmaio. Estou sempre inquieta,agoniada,desanimada e insegura,só saio de casa pra ir a escola e fazer favores para minha mãe, sempre evito lugares sociais. começei a achar que não era coisa da minha cabeça quando percebi que estava tendo crises de choro por motivos bestas a alguns dias atrás e a uma hora atrás.
Tenho esses comportamentos ansiosos
– Frequentar apenas lugares “seguros” ou lugares com pessoas”seguras” e da sua confiança
– Desculpar-se excessivamente
– Preparação excessiva (memorizar o que dizer)
– Tentativas de retirar a atenção direta das outras pessoas durante o seu desempenho (por exemplo, fazendo piadas, vestir-se de modo particular, etc)
– Procura de sinais de julgamento dos outros sobre si mesmo
Isso tudo realmente é Ansiedade?? por favor me respondam

Avatar for Miguel Lucas
Edelson

Ola tudo bem , tenho algum tipo de poblemas como esse não consigo interagir com as pessoas , não tenho amigos muito difícil a minha vida ate com meu familiares e assim me sinto sozinho , não converso não vem nada na mente pra compartilhar cômica as pessoas fico retraido moro sozinho fico completamente isolado de todo mundo não vou na casa de ninguem , so do trabalho pra casa sou uma pessoa queta estranha não de conversar e eu me sinto muito mal com isso como se minha vida estivesse sem sentido me sinto torturado as vezes quanto estão todos familiares reunidos todo mundo conversando e so eu ali no canto quieto sem falar nada , mas no fundo e como se a minha mente estivesse parada num sai nada pra interagir uma brincadeira alguma coisa do tipo …. me sinto vazio não consigo ter um relacionamento serio pos me sinto estranho , me sinto excluido da sociedade , não sei fala dos meus sentimentos….

Avatar for Miguel Lucas
Joao Henrique

tenho problemas ao falar em publico ou com alguém desconhecido ou ver alguém sem esperar, fico suado..Isso esta acontecendo em cerca de 10 meses. Que tipo de especialidade devo procurar.

Avatar for Miguel Lucas
Cristiane

Olá, meu nome é Cristiane tenho 39 anos, há anos que sofro com ansiedade, tudo tenho medo principalmente na área profissional, sou técnica em enfermagem mas não exerce a função devido ao medo que tenho. Sempre tive vontade de fazer uma faculdade, só em pensar já fico trêmula. Agora dia 21/01/2017 vou prestar o vestibular, estou muito ansiosa, só pensar naquela multidão enfrentar fila para assinar lista de presença já fico em pânico parece q vou morrer não consigo respirar, tenho taquicardia, sensação de desmaio. Já passei com psicologo e foi encaminhada para um psiquiatra, mas não continue com o tratamento. Será que tem alguma técnica para aliviar essa ansiedade ou só com medicação. Obrigada.

Avatar for Miguel Lucas
Mili

Eu sei que por mais que encontramos a solução para o problema, ainda assim temos que nos manter em constante luta dentro de nós mesmos para que não tenhamos que tropessar novamente no mesmo erro.
Eu tenho esta ansiedade social e também sou um pouco tímida, pouco por que em alguns pontos da timidez eu consegui vencer, como o olhar nos olhos. Isso por que eu tentava colocar na minha mente que olhar para outra pessoa é completamente normal e que elas ligam para elas mesmas e eu não deveria me importar com suas opiniões, mas colocar isso na minha mente levou tempo realmente, mas enfim consegui superar este medo. Atualmente eu estou tentando vencer o medo de sair na rua e tento cumprimentar meus vizinhos com um sorriso, mesmo que em troca eles não respondam nada, tento não me importar com suas reações, mas o que recebo em troca é algo muito bom: uma satisfação de ter feito isso assim não levo a frustração de não ter feito nada pra casa.

Mas algo que me interrompe hoje é a ansiedade social quando tenho que sair e encontrar pessoas/grupos, como na minha igreja, onde não me sinto muito bem ou fico nervosa perto das pessoas. Por mais que eu tente não me importar com o que pensam de mim, um desconforto e desanimo de tentar lutar para o melhor permanece. Percebi que na igreja me definem como uma pessoa que não gosta de aproximação, por não falar muito. Mas não é verdade, por que gosto da companhia mas quando tento bater um papo, o nervosismo entra em cena.

Avatar for Miguel Lucas
Tiu zé

Pow cara, eu me sinto mal pra caralho quando to na rua, mais é como se eu não souber oq é, ai fico procurando algo pra fazer como se fosse me disfarçar, odeio ficar parado sem fazer nada, é uma distração andar, as parece parece q eu ando torto sei lá geral fica me olhando, muita gente diz algum comentário sobre mim, uns dizem q pareço mal, outros chapado, alguns dizendo q pareço q vou matar alguém, uma vez passei por uma mina q di

Avatar for Miguel Lucas
ruclaudino

eu sou um rapaz de 14 anos a minha ansiedade social so acontece com a mulheres na verdade quando uma mulher fala comigo eu me sinto desconfortado e ai a minha mente bloqueia sinto arrepio na pele o batimento do coração acelera e me da um panico acredito que isso acontece pelo facto de eu saber que ela eta a olhar pra mim mas isso acontece na maioria das vezes com as mulheres com quem nao tenho muita intimidade, oe o que mais me preocupa é procuro evitar falar com elas ao ponto de eu querer fazer uma sobre um assunto que tem haver com todos que se encontram no meu grupo social e quando uma mulher esta mais proxima de mim eu saio vou ter com o meu irmao ou com alguem da minha intimidade e eu me dei conta que nesta lista nao de amigos nao ha mulheres

Avatar for Miguel Lucas
Juliana

Meu nome é Juliana e tenho 20 anos. Desde os 18 venho enfrentando um grande problema em relação a entrar na faculdade. Durante toda a minha vida eu sempre fui muito comunicativa, sempre fui boa em fazer amizades e e me relacionar com as pessoas. Aos 18 entrei pra faculdade duas semanas depois das aulas começarem e quando me deparei com a turma, a turma estava toda fechada com grupinhos formados de pessoas ao qual fecharam a cara pra mim e não se abriram em nenhum momento, e depois que conseguir fazer amizade com duas pessoas que estavam sozinhas eu não conseguia apresentar trabalhos, eu não conseguia nem tirar uma dúvida com o professor pq tinha medo de estar errada em alguma coisa e medo de que me zoassem por algo,pois a turma zoava o mundo é o fundo. Eu tb já não estava muito satisfeita com o curso e preferi desistir. Sendo assim entrei pra outra faculdade e tb não participei de trote nem nada, encontrei pessoas ótimas que super me acolheram, fiz varias amizades e consegui me encaixar em dois grupos da turma, porém com o meu trabalho que é um pouco puxado, eu comecei s faltar pelo cansaço e já não conseguia me dedicar da forma que queria, em um desses grupos teve um dia que chegou o dia final de concluirmos o trabalho e a minha parte não estava terminada devido à minha falta de tempo por causa do trabalho e a galera me tirou do grupo, foi aí que eu fiquei muito mal, me senti muito excluída e comecei no pessimismo novamente. Depois disso eu tinha vergonha e ao mesmo tempo medo de não saber reagir quando visse a galera que me tirou do grupo na facul. Eu simplesmente por medo de ser rejeitada, zoada e outras coisas, sai da facul sem concluir o período. Eu não quero desistir pq é meu sonho estar formada e quero muito novos conhecimentos mas eu estou muito travada e pela primeira vez não consigo resolver esse meu problema. Sempre fui uma pessoa de aititude mas agr em relação a faculdade eu me sinto uma idiota pq sei que não sou assim e estou colocando uma série de pensamentos na cabeça que me deixam travada. Eu não tranquei a facul e deveria ter voltado agr dia 06 pra poder montar o trote junto dos outros veteranos, mas fico com medo de não ser bem recebida e eae pessoas virarem a cara pra mim, fico com medo de me excluirem por não me achar interessante ou algo do tipo. Eu preciso de ajuda!!!

Avatar for Miguel Lucas
Ronaldo

Olá me identifiquei muito com esse artigo sofro disso de ansiedade social mais não se é só isso,sinto essa questão de outras pessoas me olharem quando estou a fazer algo ou na rua ou na casa de um parente não me considero bonito apesar de umas pessoas falarem que sim mas isso pra mim não é problema algum, tenho 22 anos e acho desde dos meus 17 anos comecei a ter esse problema só que até aqui veio só piorando ,na minha vida dentro de casa apanhei muito do meu pai pois eu era muito levado na escola minha mãe e muito exigente sabe a típica mãe chata pra krl sabe que quer saber com quem vc anda etc e fui sempre muito cobrado por eles,eu minha pessoa sempre fui um cara estrovertido tenho muitos amigos msm sou engraçado inteligente sempre gostei de sair,mais agora não tenho muita vontade disso mais meus relacionamentos nunca durava mais que um mês , e hj quando saio na rua pra ir no bar sei lá vou conversar até com um veio não consigo olhar fixamente nos olhos minhas mao sua parece que dá um branco sabe é difícil , e quando preciso ir algum lugar aonde vou ter que dialogar para chegar aonde desejo fico pensando oque dizer antes até chegar aonde eu quero tipo ir até um banco e ter que conversa com umas das moça que por sinal são muito bonitas aí a minha ansiedade aumentam mais quando a questão é mulher bonita e inteligente, mais a um a dois anos atrás esse ploblema tinha dado uma melhorada pois o meu tempo todo era ocupado com tarefas saiu do trabalho pró técnico,me relacionar bem com as pessoas até conheci uma garota bacana começamos a ficar mais dão certo final de semana ia nas baladas jogava bola hj já não sou mais assim e voltou toda a ansiedade ainda prático esportes ainda saio eu saí do serviço a noite não estou dormindo bem,vou voltar para igreja logo , oque tenho mais raiva EA questão de querer agradar alguma pessoa é sempre concordar com ela querer pedir desculpa eu não sou assim me sinto sem personalidade e ridículo isso aff mais fazer que parece que outra pessoa está manipulando minha mente a fazer esta coisas e chato viu.
Espero que vcs todos sejam curados disso aí em nome de Deus, pq não tem melhor coisa vc chegar em um ambiente e ser aquela pessoa descontraída que zoa que tbem não liga pra opinião daquela outra pessoa que não dá mínima pra vc EA melhor coisa eu era assim mais agra tá foda tmj

Avatar for Miguel Lucas
Maria Silva

Olá, tudo bem? Acredito que tenho fobia social desde pequena, nos últimos dias lembro de ter passado uns embaraços para ler em público. Após o Ensino Médio não conseguia apresentar seminários e sofria bullyng por isso. Simplesmente sei todo o conteúdo, mas a ansiedade "trava" meu cérebro e sai frases desconexas .Auto estima despencou. Hoje, esta atrapalhando minha vida social e profissional , estou bastante frustada.

Avatar for Miguel Lucas
Larissa

eu quando saio não consigo me enturmar dizer as coisas, dançar.. fico muito tensa. notei isso nessa semana de carnaval, eu nao relaxo e quando vou ve to criando coisas na minha mente relacionada ao ambiente que estou mas as coisas não são reais acontecem tipo um jogo, e eu fico lá… todo o role eu estou na minha mente jogando. isso acaba comigo nao sei como evitar,parece tão real.
um exemplo do que acontece pra ajudar alguém a me compreender melhor e assim poder me ajudar:
estou pensando em algo (na multidão) e do nada alguém fala algo que meio q responde o meu pensamento…entende? e geralmente os pensamento são auto destrutivos
já pensei ser viagem do ego ou maluquice, ou consciência pesada pois minto
não sei só sei que quero melhorar eu amo as pessoas e trocar ideia e dar risada alguém me ajuda

Avatar for Miguel Lucas
Nivalda Abreu

Olá escrevo este comentário, porque ultimamente ou de vez enquanto revejo-me neste texto. Ou seja, sinto que neste momento, estou numa fase em que não consigo olhar normalmente para as pessoas que me rodeiam e que falam comigo. Não consigo olhar nos olhos e sinto-me super constrangida, porque sinto que estou a fazer cara estranha e as pessoas notam e depois fazem cara estranha também e é tudo muito repentino. Sinceramente não sei o que fazer para que isto passe. Acho que também passa por não me sentir propriamente segura e sentir-me um bocado inferior mas nem sei bem o porquê… será que me poderá ajudar a melhorar e me explicar o que posso ou devo fazer para me sentir melhor? as vezes até penso que é por estar farta das pessoas.. não sei explicar. Será que me pode ajudar? muito obrigada desde já e fico a espera! cumprimentos 🙂

Avatar for Miguel Lucas
Raimundo Neto

Oi, Leandro. Sofro de um problema de ansiedade que me afeta no local de trabalho. Tenho dificuldade pra conversar sério porque repito muitas palavras sem necessidade. Outra situação é que não consigo fazer amizades com as pessoas porque elas me vem com estranheza e raiva devido meu rosto ser um pouco sério. Também não consigo sair de casa para fazer outras atividades devido o medo da morte que me invade, com medo de ser assassinado a qualquer momento. Eu vou trabalhar com incômodo, pois procuro não olhar pra pessoas nas ruas pra não chamar a atenção. Um dia desses vi um cara tirando foto de mim e me olhando com cara de estranha e fiquei mto mal que nem sair de casa o fim de semana. Tenho dificuldade até pra namorar uma mulher. Não saio pra festa porque não sei dançar e nem tenho amigos confiáveis. Desculpe pelo jeito que me expressei.

Avatar for Miguel Lucas
Joana

Boa noite.

Fiquei surpresa lendo esse artigo… É bom saber que não sou a única.
Não consigo sequer ter um relacionamento porque tudo que eu falo para a pessoa depois fico "remoendo", pensando que não deveria ter dito tal coisa ou deveria ter dito de modo diferente… Então fico me martirizando e me autocriticando durante dias ou semanas, às vezes por uma simples frase que eu disse.
Já estou em uma fase que não consigo mais sair com meus amigos, porque me sinto desconfortável… Evito ao máximo qualquer situação que eu imagine que me deixará desconfortável.
Enfim, é libertador saber que não sou apenas eu e que há tratamento… Preciso finalmente encarar isso como algo que deve ser, aos poucos, vencido.

Muito obrigada pelo post!

Avatar for Miguel Lucas
Rodrigo

Ola . Nossa e terrível. Meus pensamentos são tão perturbadores. Que eu acho que vou ficar louco !
Não consigo sair . Para festa penso que todo mundo tá me observando. Dentro do transporte público e orivel . Só tenho tranquilidade quando estou próximo as janelas . Porque não olho para as pessoas . Batimentos aceleram. Cabeça comersa a doer. Difícil viver assim . Obg pelas dicas !!!

Avatar for Miguel Lucas
Clara

Eu sou concurseira e só agora depois de 4 anos estou começando obter êxitos, porém eu não saio de caso só fico estudando afastei de praticamento todos meus amigos,pois estou desempregada e não tem como ficar saindo, sabe que todos acham que sou depressiva, será que realmente estou com problema de cabeça, o problema que fico dando importando com aquilo que falam de mim já que moro em cidade pequena, ninguém paga minhas contas e nenhum amigo nunca me ofereceu um livro acham que não irei conseguir nada pois já são 4 anos, será que estou doida? ou apenas quero conquistar meus sonhos mesmo que demore anos eu não irei desistir, só tenho que para de ouvir o que os outros pensam de mim, vocês poderiam me ajudar.

Avatar for Miguel Lucas
Rafael

Sofro com isso, tudo começou na escola, desde que pisei nela a partir da 5 série não houve um dia que não sofresse bullying,, e não era um bullying ” leve ”, era um bem pesado, ia dos apelidos e ameaças à agressões e ”vandalismos” em meus patrimônios, não havia um dia se quer que não achasse que o problema era em mim, era uma pessoa extremamente positiva e acabei ficando ”realista”, quando cheguei no 2 ano do ensino médio, a ansiedade social apertou, não fazia mais exercícios, não saia de casa, além disso nesse meio tempo tinha desenvolvido algumas doenças e medos insanos , foi por conta disso que a coisa toda apertou, o bullying que até entao era so na minha sala, passou para à escola e uma das causas do bullying era meu jeito de andar e minha altura 1,86, dai so me restou simplesmente fugir dela, sabia que a unica coisa que estava aprendendo lá era ter medo de pessoas, e cada dia que ficava minha situação piorava, estava ficando louco… após sair, me isolei por 2 anos completos, meus pensamentos neste tempo ficaram piores, (no tempo eu não sabia que quando mais se foge dos problemas maior eles ficam) com muito esforço e com objetivos novos de vingança entre outros, consegui sair da situação que estava, hoje em dia, consegui superar um pouco do que me houve, sai da antiga cidade, e estou buscando minha felicidade, fiz Enem no ano passado e completei o ensino médio que me faltava e passei em bons cursos de faculdades federais, porém devido a algumas mudanças e esclarecimentos de conceitos resolvi não fazer mais faculdade, hoje em dia estou tentando melhorar, mas é muito difícil, não há um dia se quer que eu não vá na rua e não sinta medo de ser julgado pelo meu jeito de andar, e quando as pessoas riem, eu sempre penso que é comigo, e quando alguns riem realmente de alguma coisa que faço parece que aquele esforço foi por água abaixo e que tudo que me houve na escola vai acontecer de novo…

Avatar for Miguel Lucas
Denis Silva

A pior sensação é essa de achar que todos estão olhando para nós… Mas tenho certeza que irei conseguir me livrar disso. Muito obrigado pelo artigo.

Avatar for Miguel Lucas
Julia

Olá, achei muito interessante que li, me identifiquei bastante com tudo que você disse. tenho um problema muito grande de ansiedade. Me sinto muito mal com isso e decidi procurar ajuda porque sozinha esta difícil.

Avatar for Miguel Lucas
Larissa

Boa tarde
Acabei de chegar de um aniversário, que p mim me causou um desconforto imenso, passei momentos com vontade de vim embora outros com vontade de chorar, um desconforto quando alguém se aproximava p falar comigo. É super visível meu desconforto começo a suar, fico corada e as palavras certas acabam se perdendo em meio a minha ansiedade.
Cheguei em casa com muita vontade em dar um basta nisso, comecei a ler esse texto e me vi ali em tudo que falava, em alguns momentos fiquei tão emocionada que tive que parar um pouco a leitura para meu marido não perceber minha tristeza.
Realmente hoje eu caí na real e sei que sozinha vai ser difícil p eu sair desse sentimento, estou precisando de ajuda.

Avatar for Miguel Lucas
Aline concatto

Adorei essa matéria! Achei muito construtiva e direta! Sempre fui uma pessoa social, sempre gostei de estar no meio de todos, de uns 3 meses para cá, estou analisando meu comportamento e sinto me diferente do que sempre sou, não consigo mais socializar! Não consigo mais conversar com as pessoas diretamente e olhando nos olhos, tento disfarcar, pego o celular! Mas me sinto estranha quando estou falando com alguém! Estou me preocupando com esse comportamento estranho e que não me faz sentir bem!

Avatar for Miguel Lucas
Daniel

Vivo uma vida de altos e baixos hoje até que estou melhor bebendo remédios controlados para sobreviver risperidona e cloridrato de sertralina há uns 7 meses atrás que comecei o tratamento de lá pra cá não sei se minha vida vem continuando do mesmo jeito ou melhorou alguma coisa

Desde pequeno sempre fui tímido não sabia interagir com as pessoas fui criado em uma família de classe mèdia alta ,a maior parte dá minha vida fui criado isolado não tinha amigos para sair, curtir enfim… dei meu primeiro beijo de língua com 16 anos e assim mesmo porquê a garota que gostava deu em cima de mim marcamos um encontro e o beijo aconteceu nesse encontro depois disso que minha vida mudou totalmente tive meu primeiro surto 2 meses depois, pois não sabia como me comportar fiquei desconcertado em ir no curso de informática em que nós estudavamos juntos quando vi ela novamente fiquei travado e depois ficava remoendo aquilo dentro de mim de não ter conseguido fazer o que é tão simples para outras pessoas, passaram-se meses e pensei até em me assexualizar e viver uma vida onde eu buscasse minha felicidade em Jesus Cristo até estiver totalmente curado do tratamento

Toda vez que vejo um casal de namorados me dá uma tristeza fico deprimido por não ter uma namorada e algumas me perguntam o porquê disso eu apenas respondo que não tenho sorte mas na realidade fico pensando se não consigo fazer amigos e amigas como vou ter uma namorada? Uma das poucas coisas que me consolam é ouvir o evangelho na missa principalmente quando é relacionado há alguma coisa que estou vivenciando e o abraço dá minha mãe,

Tem mais uma coisa nesses passados sete meses como sou muito inteligente em informática comecei a pesquisar como hackear devido há uma vingança de um colega de sala que praticava bullyng em mim, daí quase ia levando tiro porque a pessoa que eu hackiei o Facebook descobriu e eu fiquei muito envergonhado porque descontei minha raiva em uma pessoa que não tinha nada haver com o que tinha acontecido comigo

Não sei se timidez é de família é genético mas feliz aqueles que não são tímidos e são equilibrados

Quando estou solitário me bate a vontade de conhecer novas pessoas mas quando tenho oportunidade pra isso fico travado

Até que essa semana foi boa porque na festa dá igreja conversei com um colega e me identifiquei com a história de vida dele ele dizia que foi iludido a vida toda me fez lembrar o quanto as pessoas são falsas e fúteis em várias ocasiões mas como somos seres humanos não somos perfeitos

Sem contar das crises que tinha no ensino médio na hora do intervalo vários dias fiquei rindo sozinho igual um louco não conseguia me controlar estava começando a ficar bipolar graças a Deus que quando sai dá escola tudo isso parou menos a fobia social

Enquanto vou vivendo nos meus limites tentar me conhecer a mim mesmo e a aceitar-me e busco conhecimento para ser cada vez mais inteligente porque a sabedoria é a única coisa que não podem tirar de você

Mesmo em diversos problemas tendo uma vida social pode se dizer entre a família e igreja alguns casamentos e aniversários é uma vida sexual resumida apenas em vários beijos no rosto vários selinhos, um beijo de língua e várias masturbações
Eu escolho ser feliz

Avatar for Miguel Lucas
Tata

ola, não sei se tenho ansiedade social, mas já me falaram que eu sou anti social u kkkk….
o meu problema é que eu tenho dificuldade de confiar nas pessoas e sempre que confio nas pessoas eu conto todos os meus segredos e pesamentos, até os mais doidos… e depois fico com mendo de ser jugada por eles, e me frusto e acabo me afastando das pessoas por esse motivo.

Avatar for Miguel Lucas
Thayna

Olá,

Bom, eu costumo tentar conversar com as pessoas, principalmente quando estou sozinha com elas, tento sempre arranjar assunto mas só falo bobeiras e muitas vezes sou ignorada.

Recentemente eu consegui um estágio, porém deixo de perguntar algo ou oferecer ajuda por não conseguir me manifestar. Simplesmente não sai. E quando sai, não sai direito, não consigo me expressar bem e passo vergonha.
Eu não quero parecer uma procrastinadora, já que na verdade sei que tenho muito a oferecer e quero que saibam disso. Apenas não consigo falar isso, eu não entendo o motivo de não conseguir me expressar e ter esse receio de falar algo…

Avatar for Miguel Lucas
maguineide tavares

estou passando com meu filho um problema parecido, e li esse artigo, e foi de uma valia grande, irei procurar ajuda pra ele. Obrigada um artigo de muito valor.

Avatar for Miguel Lucas
Lucas Lima

Me identifiquei muito com o artigo , eu sou desse jeito , nao gosto de sair em lugares com muita gente. Recentemente teve um casamento em que fui convidado , logo pensei comigo mesmo , cara vao todos ficar me olhando , nao vou achar ninguem pra ficar conversando ,vou passar vergonha , que inferno isso serio mesmo , e o pior sentimento individual q deve existir cara.Outro problema meu e quando estou sentado em um lugar , eu sinto q a pessoa do meu lado fica me encarando , a de tras olhando fixamente pra minha cabeça e todos ficam olhando pra mim , e o pior sentimento q existe , sem exagero nenhum , a boca começa a ficar seca e passo a lingua pra molhar ela e logo penso que a pessoa q me ta vendo ta pensando (por que ele ta passando a lingua nos labios toda hora) , ai a boca seca denovo , começo a suar , parece mesmo q ficam olhando de maneira fixa pra mim e isso vem atrapalhando muito mesmo conviver em sociedade , nunca saio de casa por causa disso :/. Nao consigo sair com alguma camisa nova de casa , com medo de que pensem q sou metido , o bambambam o metidinho , o diferentao , e muito dificil cara , lutar contra seus proprios anseios. Ja pensei em me matar varias vezes , pensava ”cara oq diabos to fazendo nesse mundo , nao me querem aqui , eu sou estranho , esquisito , anormal , eu tenho medo de mim”…Mas eu vou tentar aos poucos ir mudando meus habitos , pensar que ninguem esta me encarando e a coisa mais dificil pra mim , pois eu fico pensando na pessoa , imagino ela me encarando e o no fim nao entendo nada doque a professora falou , mas eu dou meus jeitos tambem pra nao ficar tao desconfortavel. Eu nao vejo a hora de terminar a porra da escola , ainda falta dois anos , e nao vejo a hora , pra parar de me sentir observado assim , e logo procurarei um psicologo.

Avatar for Miguel Lucas
Jean Barbosa

Poxa, Dr. Eu achava que só eu ia sofria com isso. É uma tortura que não desejo nem ao meu pior inimigo. Só consigo definir com uma frase É ALGO MUITO RUIMMMM CARA. Quanto tempo sofro com isso, achando que vou viver assim pra sempre, sozinho, sem ninguém me entender. Tudo que um dia quis vomitar, vc escreveu, todo meu sufoco, meus gritos; vc escreveu. Finalmente, descobrir que não sou o único e descobrir oque se apssa, e vou buscar ajuda. Terapias e etc… Vou procurar mudar com base nesse artigo maravilhoso cara.

Deixe o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *