Como superar um fracasso?
Desenvolvimento Pessoal 22/09/2016

Como superar um fracasso?

Miguel Lucas Publicado por Miguel Lucas


O fracasso é uma parte normal da vida. Se você nunca sofreu um fracasso, então você provavelmente não está a explorar em pleno todo o seu potencial. Muitas vezes, é somente através da falha que nos colocamos no caminho do sucesso. Ninguém gosta de falhar. Quer seja no trabalho, em casa, ou em outra área da vida, o fracasso é doloroso, e também pode ser dispendioso em termos de tempo, dinheiro ou ambos. Fracassar na grande maioria das vezes faz disparar uma resposta emocional que nem todos nós sabemos lidar da melhor forma. A forma como lidamos com as nossas emoções depois de um fracasso, distingue a sua utilidade, ou ao invés,  o seu tormento.

Mas como superar um fracasso?

COMECE POR LIMITAR OS DANOS CAUSADOS

Uma vez que perceba que falhou em algo, você precisa tomar medidas para limitar os danos causados ??por essa falha. Isso poderia significar:

  • Vender o equipamento hoteleiro, após insucesso no negócio do restaurante
  • Focar-se na próxima jogada depois de perder um lance para golo
  • Pedir desculpas a alguém que você magoou quando falou algo inadequado

Seja qual for a situação, ser pró-ativo é sempre uma opção melhor do que enfiar a cabeça na areia e desejar que a falha nunca tivesse acontecido. Fazer uma leitura prática e aceitar o erro é o primeiro passo para passar à ação, e rapidamente estruturar uma estratégia para fazer aquilo que ainda pode ser feito.

homem fracasso

LEMBRE-SE QUE AS OUTRAS PESSOAS TAMBÉM FALHAM

A maioria das pessoas não falam abertamente sobre as suas falhas. As pessoas podem falar sobre o novo grande contrato que assinaram. Não falam propriamente de outras situações em que trabalharam durante meses, para verem um ótimo negócio escapar por entre os dedos. Mas o fracasso é normal, e muitas pessoas não conseguem uma e outra vez  até serem bem sucedidos.

LEMBRE-SE DE SUCESSOS PASSADOS

Falhar não significa que você não vale nada, ou que você nunca vai conseguir as coisas que deseja. Quando usamos a autopunição emocional, autodepreciando-nos e consequentemente colocando o nosso valor enquanto pessoa em causa, desviamos a nossa atenção do ponto fulcral da falha. Ou seja, desviamos a nossa atenção do processo e das ações que não surtiram efeito, fazendo com que passe a existir uma dupla perda. A perda ou falha concretamente dita, e o desperdício da oportunidade de perceber onde se falhou e como se pode melhorar.  Uma forma construtiva de olhar as falhas, é percebê-las como um resultado que não lhe serve nem cumpriu as suas expetativas.

Se o fracasso ou a falha, fazem disparar um abalo emocional depreciativo, é hora de fazer algo por si mesmo. Retomar a confiança em si mesmo e focar-se nos seus melhores recursos para minimizar o erro. Uma ótima estratégia é relembrar-se de algumas situações do passado em que você foi bem sucedido.

Talvez você tenha conseguido uma promoção no seu trabalho o ano passado, ou você teve uma uma nota elevada na faculdade, ou conseguiu perder peso, ou aprendeu a tocar um instrumento musical, ou melhorou o seu relacionamento com o parceiro. Experimente  escrever uma lista dos seus sucessos, coisas que você realizou ao longo dos últimos anos, sejam grandes ou pequenas. Se você tem a sua confiança diminuída, reveja a sua lista de sucessos. Avalie a forma como encarou esses desafios, planos ou objetivos. Em que estado de animo você se encontrava, qual o seu nível de energia, em que você se focou, com que grau de certeza enfrentou a situação, que estratégias de preparação usou, a quem pediu opinião, entre outras.

LEMBRE-SE DOS FRACASSOS DO PASSADO

Os seus sucessos do passado são importantes , mas também as suas falhas do passado. Você já cometeu erros antes, e provavelmente manteve-se no seu caminho, seguiu em frente. Talvez você tenha feita um exame desastroso, ou errou alguma coisa no trabalho, ou perdeu o seu temperamento e teve que pedir desculpas, ou não tem cumprido o que diz para si mesmo.


Não é agradável pensar sobre as coisas que deram errado, mas ao reconhecer as suas falhas, você pode interpretá-las por duas perspetivas:

  • Se você falhou no passado e depois conseguiu ultrapassar as dificuldades, certamente tem uma experiência positiva de como fazer no momento presente. Então, aplique a mesma estratégia e atitude.
  • Se as suas experiências de dar a volta por cima são escassas, então pode tentar familiarizar-se com a ideia, de que o que aconteceu no passado não tem necessariamente de voltar a acontecer no presente. Se perceber quais os passos, ações e atitudes que contribuiram para não ser bem sucedido, consegue recolher informação suficiente para perceber o que não deve fazer. Isto permite-lhe criar a noção que é possível fazer diferente, que é possível obter um resultado que lhe serve e que o satisfaz. Mas como? Olhando para os erros, e preenchê-los com  nova informação e com uma nova perspetiva de resultado.

TOME UMA DECISÃO

Independentemente do que não deu certo, provavelmente você está enfrentando algum tipo de decisão, mesmo quando as consequências iniciais já pertencem ao passado. Por exemplo, talvez você tenha gasto todo o plafond do seu cartão de crédito. Você está diante de duas opções: continuar usando o cartão, ou torná-lo inacessível de alguma forma.

Pondere com tempo sobre as decisões a tomar e procure um caminho a seguir. Isso pode exigir algum pensamento profundo.

Você pode ajudar a si mesmo:

  • Obtendo um conselho extra e suporte numa área particular de sua vida, talvez de um profissional como um médico, psicólogo, personal trainer, ou conselheiro.
  • Lendo e aprendendo mais, se a falta de conhecimento levou ao seu fracasso.
  • Trocando opiniões acerca das suas opções com um ente querido ou um amigo próximo, ou escrever num blog sobre a decisão que você enfrenta.

“Não fazer nada” é certamente uma opção, mas deve ter consciência que também é uma decisão sua, e muitas vezes uma decisão que não vai levar a nada de positivo. Seja qual for a falha que você enfrenta no momento presente, certamente pode aprender com ela, e seguir em frente.

Se pretende aprofundar este assunto, leia:

Se você quiser compartilhar as suas experiências, deixe o seu comentário e participe do debate!

Abraço

Novo usuário?
Comece aqui
Baixe Grátis o e-book “Seja Um Vencedor”
Baixe Grátis o e-book “Seja Um Vencedor”

Preencha os seus dados abaixo e receba esse e outros materiais por e-mail.

Comentários
Avatar for Miguel Lucas
Edair Gonçalves

Este artigo é uma utopia não vejo aplicação nenhuma pois não vejo que de certo na vida de alguém, tudo parece bonito em dizer, mas impossível de realizar. Se fosse tão fácil assim como diz o artigo, muitas pessoas já teriam seus problemas emocionais superados.

Avatar for Miguel Lucas
Miguel Lucas

Olá Edair, obrigado pelo comentário.

Respeitamos a sua opinião e eventualmente o estado emocional em que se encontra leva-o a concluir essa ideia. No entanto, se reparar nas centenas de comentários espalhados nos artigos no Blog irá perceber que muitas pessoas têm conseguido aplicar com êxito as estratégias, dicas e técnicas que ensinamos e recomendamos. No entanto é importante que perceba que o sucesso depende em muito da forma como cada um lida com as coisas.

Já experimentou aplicar na sua vida algumas das estratégias sugeridas? Sem sim, o que falhou? O que lhe foi difícil? O que gostaria de conseguir?

Já agora, porque razão replicou exatamente o mesmo comentário, num vídeo da Escolas Plus?

Abraço

Avatar for Miguel Lucas
Leandro Pereira

Olá Miguel, tudo bem?
Gostei muito do artigo. Realmente sucesso e fracasso é um assunto muito interessante e pertinente na vida de todos.
Gosto de pensar que não existem fracassos e somente resultados. A história de Soichiro Honda é um exemplo disso.

Um grande abraço.

Até breve.

Avatar for Miguel Lucas
Tereza

Olá. Boa noite.

Estou conhecendo o blog aos poucos, achei no google pesquisando por: MOTIVAÇÃO.

Faz dois meses que tomei a decisão de terminar meu relacionamento amoroso, que durou quase 3 anos, nestes anos tivemos uma filha, montamos uma empresa e infelizmente eu não tive estrutura emocional para lidar com a possessividade dele e nossos problemas financeiros.

Preciso de motivação para driblar o fracasso empresarial, já que o fracasso como “esposa” já desisti de superar..rsrs..

Me sinto como um avestruz tentando tirar a cabeça da areia,
por diversas vezes pensei em montar um blog para desabafar minhas emoções, obrigado pelas dicas, vou seguir alguns conselhos e volto a comentar.

Avatar for Miguel Lucas
Miguel Lucas

Olá Tereza, obrigado pelo comentário

Na vida, vamos acumulando fracassos e vitórias. É claro que os fracassos deitam-nos abaixo. No entanto, se algo ainda vale a pena e nos é significativo, vale a pena melhorar a estratégia ou tentar de novo ou noutra coisa.

Força e coragem.

Abraço

Avatar for Miguel Lucas
Renata

Ola…

me sinto tao triste e deprimida… conclui ontem um curso muito dificil na area da estetica… digo dificil pois alem de tantas materias a serem estudadas o curso foi todo em ingles…me superei e consegui terminar… foram 9 testes no total contanto com praticos e teoricos… sempre me considerei exelente na parte pratica, mas acho q fui injusticada, pois me reprovaram em um dos testes, e eu estou extremamente aborrecida, pois dentro do meu coracao eu sei q merecia ter sido promovida…estoua 4 dias me sentindo a pior de todas… so de imaginar q outras pessoas com menos habilidade do que eu foram promovidas eu fico extremamente angustiada… desculpe por tanta choradeira… mas estou muito mal…

Renata

Avatar for Miguel Lucas
Edson Miranda dos Santos

Há quem diga que; ninguém melhor que um romântico é tão especializado em esperar. Sou um romântico, e a vida não conta tão boas histórias de sucesso dos tais, mas, mesmo assim, não me considero um fracassado. Tenho 58 anos de trampolins; acertando uns saltos, errando outros aqui e acolá, porém tenho por certo que o melhor da vida é viver, pois sem a vida não se tem perspectivas de tentar amanhã e poder acertar.
Ótimo texto.
Tem drogas que viciam no primeiro contato. Estilo de vida também vicia e fica difícil mudar sem se querer e sem intervenção externa e intensiva. Há muitos que vivem de tombo em tombo por ter feito do tombo seu estilo de vida, por isso desenvolvem esporos (O esporo é uma camada que protege a bactéria e é responsável pela resistência ao ataque dos agentes físicos e químicos da esterilização e desinfecção) onde se enclausuram tornando-se inacessível a quem quer que seja que tenha a intenção de oferecer ajuda. Não me conto entre estes, porém me encontro meio cauterizado e impermeável, principalmente por ter me deixado tornar, como todo bom romântico, afetivamente dependente. O fracasso é uma opção, mas o medo não. Não consegui ainda digerir esta afirmativa por considerar que opção seria aceitar ser um fracassado. Estou acessível a comentários pois acredito que um dos pilares da ciência é o exercício da dúvida.

Avatar for Miguel Lucas
Gustavo

Olá doutor, gostei muito do que o sr. escreveu,eu estou em uma fase da minha vida que precisa de boas e inspiradoras palavras como essas. O seu texto me ajudou a ter um outro olhar do que eu estava pensando sobre um acontecimento na minha vida no ano passado. E muito obrigado ! Eu sou fã numero 1 desse incrível site.

Avatar for Miguel Lucas
Amanda

Incrivel esse artigo. É dificil demais mas eu vou superar meus problemas, mesmo que um dia ou outro doa um pouquinho. Obrigada pelo artigo.

Avatar for Miguel Lucas
Armando

Já tentei passar em um exame duas vezes e fui reprovado, minhas emoções estão abaladas, e o maior problema é que eu tinha condições de me sair bem. A primeira vez confesso que estava desatento e fui reprovado por falta de atenção. Já na segunda vez eu fiz tudo quase direitinho, mas o desespero e a ansiedade tomaram conta de mim porque eu já havia sido reprovado uma vez e não me permitiria errar de novo. Mas errei! Tentei lembrar dos sucesso anteriores, mas nesse quesito eu só tive fracasso. Tentei lembrar de que outras pessoas também erram, mas as que eu conheço não levaram tanta reprovação. Agora estou num dilema: tento a terceira vez sem nenhuma convicção de sucesso ou desisto e perco todo tempo e dinheiro que gastei?

Avatar for Miguel Lucas
nivaldo porto

Armando,

Não é realmente fácil lidar com essas perdas. Estou solidário consigo.
Não espere, todavia, que respostas venham dos outros, pois, somente dentro de si mesmo as encontrará.
Mantenha-se firme, pois a preparação para o sucesso já é parte dele.

Avatar for Miguel Lucas
Cabeia Antonio

é somente agradecer.

Avatar for Miguel Lucas
Verdy Luis

obrigado!!!
listei os sucessos do passado… os fracassos!
apontei os pontos de fracasso atual e listei a minha capacidade de crescer e prosperar!!!
vou me reerguer!!!
voltei a acreditar em mim!!!

Avatar for Miguel Lucas
Janderson Pereira

Muito bom !

Deixe o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *