Como irradiar Positividade quanto tudo ao redor é negativo?
Psicologia Positiva 22/09/2016

Como irradiar Positividade quanto tudo ao redor é negativo?

Miguel Lucas Publicado por Miguel Lucas

Todos os dias nos deparamos com notícias terríveis nos orgãos de comunicação social, e as vozes negativas ficam a pairar na nossa cabeça. Por vezes, parecendo o dia do juízo final, não é? Parece que o mundo inteiro conspira para drenar a sua positividade, desacreditar o seu otimismo, e arrastá-lo para baixo, para um nível profundo de pessimismo. E olhar a vida com positividade num mundo tão negativo pode parecer-nos uma luta inglória. Profetas da desgraça implacáveis povoam o mundo, criticando tudo o que é bom, zombando de tudo o que é puro, positivo e em florescimento. Quero perguntar-lhe: você vai deixar que as nuvens da negatividade extingam a luz do sol da sua vida?

“Para todos os outros sonhadores que andam por aí, nunca parem ou deixem a negatividade do mundo desencantá-los ou ao vosso espírito. Se nos cercarmos com amor e com as pessoas certas, tudo é possível .” – Adam Green

Positividade: uma vantagem para a vida

Eu admito a minha convicção do enormíssimo valor da positividade na vida de todos nós. Este registro de positividade está bem patente aqui nos artigos do meu blog e mais recentemente com o lançamento do meu treinamento: Fórmula da Positividade – um curso para ser feliz e bem sucedido. A minha experiência profissional e pessoal leva-me a acreditar profundamente que é possível implementar a positividade em cada um de nós.

A vida não pode prosperar à sombra do pessimismo. A positividade é uma forma de pensar, sentir e agir que brota de uma crença, de que intencionalmente conseguimos colocar a nossa boa disposição, intenções construtivas e capacidades ao serviço das soluções.

Importa perceber que a positividade é uma escolha. Mais concretamente um escolha positiva que todos podemos optar na nossa vida. O mais extraordinário é que esta forma vantajosa de dirigir a vida pode ser aprendida. Mas nem todo mundo sabe disso. Ou, pelos menos, quando na presença da negatividade, ilusoriamente julgam não poder escolher o caminho da positividade.

Provavelmente, você já experimentou o prejuízo da negatividade na sua vida para concordar que é “urgente” tomarmos a positividade nas nossas mãos e fazermos disso a nossa melhor forma de nos expressarmos no mundo. Então, como podemos tornar-nos potenciadores da positividade num mundo negativo?

irradiar positividade

Três maneiras simples de cultivar a sua positividade:

1 – Alimente-se com uma dieta de estimulação positiva. Usando livros, citações, filmes e quaisquer outras fontes de motivação que você pode utilizar para construir continuamente a sua estrutura mental positiva com histórias otimistas, fatos, ideias e opiniões.

2 – Desenvolva a sua filosofia pessoal de positividade. Não veja o copo meio cheio nem meio vazio, você pode sempre enchê-lo, portanto, o seu estado negativo temporário não irá fazer com que você perca a sua perspectiva positiva.

3 – Arranje tempo para se divertir. Atenção que este ingrediente muitas vezes é ignorado, mas essencial. A diversão e o entretenimento promovem a positividade e o bem-estar.

Uma vez que comece a expressar-se maioritariamente com positividade, é hora de espalhar a sua positividade no mundo. Seja altruísta. Pratique ser um embaixador da positividade para você e para os outros.

A seguir sete das melhores maneiras que eu recomendo para irradiar positividade:

1 – Use linguagem corporal aberta. Isto é visto como acessível, positivo, e recetivo.

2 – Fale focado nos olhos das pessoas, com um tom afável e empático.

3 – Inverta as observações negativas de outras pessoas ao seu redor. Responda com uma pergunta positivamente orientadora, como por exemplo: “Ei, você disse que não é uma boa situação, mas poderíamos ponderar encontrar uma solução! Você está pronto para isso?”

4 – Use frases construtivas e orientadas para os objetivos, sempre com a intenção de encontrar a melhor forma de adequar-se às situações.

5 – Não tente forçar os outros a serem positivos. Concentre-se simplesmente no seu papel em espalhar a sua positividade, não em impô-la.

6 – Fazer o inesperado. Elogiar e recompensar os outros, especialmente quando eles menos esperam, isso traz à tona a positividade deles e a sua.

7 – Fique ciente que você não é a sua negatividade quando ela se faz sentir. Você é quem pode ativar o seu hábito de estruturar pensamentos e comportamentos positivos, mesmo em situações difíceis ou desfavoráveis.

Convido-o a conhecer o meu treinamento: Formula da positividade – um curso para ser feliz e bem sucedido. Para se inscrever gratuitamente e receber os 3 vídeos que preparei para você, clique no link em baixo:

WWW.FORMULADAPOSITIVIDADE.COM.BR

 Para me conhecer melhor e igualmente ao projeto da fórmula da positividade, assista ao vídeo:

Abraço,

Miguel Lucas

Novo usuário?
Comece aqui
Receba Grátis os Vídeos “Fórmula da Positividade”
Receba Grátis os Vídeos “Fórmula da Positividade”

Dê a si mesmo a oportunidade de florescer e ser bem sucedido!

Comentários
Avatar for Miguel Lucas
valdete

Texto maravilhoso, revigorante!

Avatar for Miguel Lucas
fernanda

Tem sido uma grande ajuda! Obrigada Miguel Lucas!

Avatar for Miguel Lucas
Miguel Lucas

Fernanda, obrigado pelo seu comentário. Fico contente em poder ajudar.

Abraço,

Avatar for Miguel Lucas
Bruh

Muito bom ,como todos os outros e me ajuda bastante
Gostaria de sugerir que escreva sobre pessoas sentimentais
Pq muitas vezes isso q atrapalha a vida da pessoa.

Avatar for Miguel Lucas
João Chevrand

Maravilhoso, obrigado pela positividade….

Avatar for Miguel Lucas
vera

quero muito ser positiva e expulsar para bem longe de mim tudo que acontece de errado. acredito que posso contar com esta grande pessoa.

Avatar for Miguel Lucas
Antonio Araujo Silva

Bom dia!
Excelente e motivador o texto, é isso aí vamos espalhar a positividade em todos os ambientes onde estivermos. Abraços

Avatar for Miguel Lucas
gonçalo

Boa Noite,
Bem, vou me expressar de uma forma que tenho noção ser absoluta e completamente impossivel de acontecer "ao vivo", dado o bloqueio e vergonha que sinto, mas dado o fato de já sentir que ha muito se tornou insuportável viver assim, acho que é o momento de me "abrir", porque por muita luta e leitura que fiz, sinto que continuo parado no mesmo sitio, onde sinto apatia de tudo e todos, não existe algo que me interesse a fundo e me deixe "eufórico", e onde sinto que a felicidade é algo muito fugaz, passageiro e sinto que mesmo ilusoria.
Vou resumir um pouco a minha vida e forma de pensar e agir.
Dos 4 aos10anos, andava muito só e era muito rebelde, penso que por querer atenção dos meus pais, que trabalhavam muito e não podiam dar muita atenção.
A partir dessa idade, quando mudei para uma escola maior, tudo mudou, tornei me muito mais fechado e menos expressivo, porque a minha rebeldia me trouxe alguns dissabores no relacionamento com os outros, o que me fez também fugir novamente e aos 13anos querer mudar de escola, como que uma fuga da dor e isolamento por que passava, mas ainda assim os problemas continuaram, porque a tentativa de chamar a atenção renasceu de novo, e agora com o misto de ser desaprovada a minha fraca aparência. Quando fui para o 10*ano, e mudei novamente de escola, tudo se mantivera, sentira que não conseguia abrir me quando em grupo, era dependente da aprovação dos outros, inferioriza me sobre os outros, o que fazia com que fosse vitima de gozo por parte dos meus colegas, visto que também tinha medo de me revoltar, e assim se mantivera a minha vidavate ao final do secundário.
Tive a minha primeira namorada com 21anos (ela com 16), onde senti que algo mudára, porque me senti aprovado por alguém, e com isso me dediquei e esforcei ao maximo para manter essa pessoa ao meu lado. Agora após 6anos de namoro, ela me deixou num dia, e no outro a seguir se meteu com outro parceiro. Durante o meu relacionamento, sei que fui rebaixado muitas vezes, e que a maioria das pessoas dariam logo um fora, mas o medo de perder a única pessoa de que gostava, e o medo de ficar sozinho, sempre me fizeram ignorar tais situações (muitas vezes meus pais e familiares, me avisaram que ela não era mulher para mim, que eu merecia uma pessoa melhor).
Sou uma pessoa que não consegue falar em grupo, porque acho que as minhas ideias não são validas. Não consigo manter um assunto e uma conversa durante muito tempo.
Sou uma pessoa que não consegue abraçar um amigo, porque sente vergonha do ato. Não consigo entrar em brincadeiras.
No trabalho, quando me "atacam", fico com "medo" e me fecho por completo.
Sou uma pessoa que tem muita dificuldade em gostar e valorizar alguem, para ter um relacionamento, porque também sinto que não existe algo que me interesse de fato. Não tenho vontade de conhecer pessoas novas, porque não me interesso por elas e sinto que não tem nada de interessante para me dar.
Sou alguém que tem vergonha de falar com pessoas que tem habilitações académicas superiores.
Sou alguém que apenas queria ter uma pessoa que ama se e me ama se, e que rejeita por completos flirts e relacionamentos de 1 só noite.
Sinceramente com 27anos, sinto que estou num buraco de onde não consigo sair de maneira nenhuma.

Avatar for Miguel Lucas
luciana lima de almeida

Gostei muito, eu adoro pensar positivo o difícil e quando a gente mora com alguém que e extremante negativo tem hora que eu fico meia em baixa mais estou conseguindo fechar os ouvidos quando ele fala ou até saio de perto porque não e facíl, conviver quando alguém só pensa negativo.Parabéns e continue assim trazendo paz ao mundo.

Avatar for Miguel Lucas
Daniela

Olá Miguel ! Parabéns pelo trabalho, gostei muito de seus textos nos preenchem e norteiam para um caminho mais positivo, gostaria de ver os vídeos mas quando clico no link me manda para o início da página e não abre o link, o que será que acontece?

Avatar for Miguel Lucas
lerri

ola, gostei do site,queria o livro mas,não ebook, voce teria para oferecer? e faz consulta on line, voltada para violencia sexual e AMOR de adolescente inesquecível? obrigada. lerri

Deixe o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *