Combater a sensação de incapacidade e desesperança - Parte I
Felicidade 22/09/2016

Combater a sensação de incapacidade e desesperança – Parte I

Miguel Lucas Publicado por Miguel Lucas

Há dias em que o melhor seria mesmo não sair de casa. Com algum esforço lá nos conseguimos convencer  e enfrentamos o dia a dia, com dificuldade em vencer a inércia, sem motivação e com má-vontade. Mesmo as coisas mais simples parecem um trabalho digno de hércules. A mais pequena chatice pode deixar-nos à beira de um ataque de nervos, ou com a lágrima ao canto do olho. Mais parece que o mundo está contra nós. Se nos fosse possível num ato de magia faríamos desaparecer tudo à nossa volta.

No entanto estar sozinhos connosco é igualmente insuportável. Até os próprios pensamento parecem lentificados, não nos saem com a facilidade do costume. Sentimo-nos culpados, criticamo-nos, instala-se uma sensação de vazio e incapacidade, sentimo-nos miseráveis e sem vontade para defrontar os nossos pensamentos negativos.

Pensamentos: “Também não mereço melhor.” “Sou um desgraçado.” “Sinto-me injustiçado.” Estou cansado de lutar e não sair do mesmo sitio.”

Todos nós conhecemos estes estados “cinzentos”, esses períodos de dúvida, indecisão, melancolia e desesperança. Por mais desagradável que seja, por mais tenebrosa que seja a experiência desta ausência de motivação, esta resposta que a natureza instalou em nós, esse programa que percorre o cérebro pode ter uma função muito proveitosa.

O organismo reage com pesar sempre que sentimos a perda de algo ou de alguém, quando não conseguimos alcançar um objetivo a que nos propusemos, e saboreamos o fracasso.  Esse sentimento aparece como que um mecanismo de defesa, como que um sinal para que não se continue a insistir em algo, que devido às circunstâncias já está desprovido de propósito.

Estes estados deprimidos que se abatem sobre nós, são como que um  programa de poupança de energia da natureza. Quando sentimos as nossas forças a esgotarem-se, quando nos sentimos num beco sem saída, retiramo-nos para dentro de nós, ficamos num estado de introspecção induzida. Tornamo-nos pensativos, examinamo-nos.

Este processo na grande maioria das vezes é proveitoso, perspectivamos outras formas de abordar as questões, de caminhos alternativos, renovamos as forças e encontramos soluções.

Um programa de poupança de energia perigoso

No entanto demasiado miserabilismo, melancolia, desgosto também nos pode fazer mal. Quando a desesperança se instala, desenvolve uma vida própria que já pouca ou nenhuma relação tem com as causas iniciais. Chegamos a um estado em que já não estamos tristes porque, depois de uma decepção o cérebro necessita de algum tempo para procurar percursos alternativos, mas simplesmente porque se instalou o hábito de estarmos tristes.

Ficamos com dificuldade em gerir as emoções, estas deixam de nos servir, pela persistência no tempo, e viram-se contra nós. Tem então inicio a espiral descendente dos estados deprimidos e incapacitantes. Sentimentos negativos, irracionais e inadequados provocam pensamentos desesperados, que acabam por exacerbar ainda mais o estado de abatimento em que nos encontramos.

Ao sentirmo-nos sem forças para mudar o rumo à nossa vida, acreditamos que nada poderá mudar para melhor. É assim que os estados deprimidos conduzem de uma forma perversa, uma situação em que o nosso desalento nos parece mais que justificado. Sem dúvida alguma que quem cair neste círculo vicioso não pode ser feliz. A depressão é a antítese da felicidade.

Nas suas formas mais profundas a depressão é uma desordem de humor que requer tratamento especializado. Por isso, quem, ao longo de um período de mais de quatro semanas, se sentiu, durante a maior parte do tempo, sem valor e sem vontade de fazer nada, se sofre de cansaço constante, insónias ou até talvez tenha pensado repetidamente sobre a própria morte, deveria o mais breve possível conversar com um psicólogo sobre o assunto.

Estes estado de abatimento diário não são só incomodativos, como também acabam por tornar-se em autênticos inibidores do prazer e da alegria de viver. Psicólogos e investigadores na área da neurologia têm vindo a recolher evidências sobre a plasticidade do cérebro e sua adaptabilidade infindável. Ele tem o poder de mudar a sua própria estrutura, permitindo que nós possamos aprender a ser felizes, mas também aprender os caminhos da infelicidade. Na verdade tudo indica que a tristeza profunda, a melancolia extrema e as preocupações ruminativas não são mais do que um pedaço de infelicidade aprendida.

Desamparo aprendido

Para conseguirmos atuar contra os sentimentos e pensamentos negativos temos de perceber de onde eles vêm. Atualmente e de acordo com a abordagem da psicologia positiva, parte-se do princípio de que um estado de abatimento duradouro advém da experiência de uma situação desagradável e incapacitante para a qual e apesar de a pessoa se ter esforçado, não foi encontrada uma solução satisfatória.

A pessoa aprendeu que independentemente dos seus esforços para combater a situação todas as suas acções obtém o mesmo resultado negativo, estamos a falar do “desamparo aprendido”. Foi esse o nome que o psicólogo norte americano, Martin Seligman deu para a teoria da depressão:

A reter: O abatimento surge devido à resignação.

Através de experiências particularmente frustrantes ou traumáticas, uma pessoa poderia aprender que seus comportamentos são insuficientes ou inúteis para mudar ou controlar os fenómenos a que se vê exposto. De acordo com Seligman, irá dizer que tal estado de desamparo levaria a pessoa à desmotivação, passividade, falta de agressividade, deficiências sociais e sexuais e apatia geral.

Na realidade, a coragem e a vontade de viver dependem muito mais do modo como avaliamos uma situação do que da situação propriamente dita. São as nossas crenças que determinam o que sentimos e como vamos agir em determinada situação. É modificando estas crenças que podemos mudar o nosso estilo explicativo para um estilo mais optimista. Para isto, Seligman usa o modelo, ABCDE:

  • A Adversidade. A situação a analisar.
  • B Crenças (Beliefs). Aquilo que pensamos acerca da situação pode não ser totalmente consciente.
  • C Consequências dessa crença. A forma como agimos ou como nos sentimos, consequência dos pensamentos. Os sentimentos dão-nos a pista para descobrir o que pensamos.
  • D Disputar a crença que já faz parte da rotina. Aparte mais importante domodelo: questionar as crençasque mantemos inconscientemente.
  • E Energia que ocorre quando se disputa com sucesso. Sentimento de bem-estar que se sucede após percebermos que não somos obrigados a ver as coisas da mesma forma negativa como antigamente.

Solução: A parte mais importante deste modelo é a da disputa, que nos permite distanciar das nossas explicações pessimistas para as podermos analisar. Esta deve ser feita como se estivéssemos a disputar as afirmações de outra pessoa que nos quisesse ver infelizes. Devem-se procurar objetivamente as provas que apoiem essa explicação pessimista e, caso os encontremos, questionar a utilidade de manter essa crença e quais as consequências de o fazermos.

Como a desgraça se automatiza

Umas quantas frases lidas pode mudar o nosso estado de espírito, mas o inverso é igualmente verdade. O estado de espírito também influencia aquilo que percepcionamos. A percepção e a emoção são permeáveis nos dois sentidos.

Quando estamos abatidos temos uma grande propensão para repararmos em frases, situações ou acontecimentos compatíveis com o nosso estado. Ao ler o jornal repara-se em frases  do género “o futuro é negro”, repara-se mais nas profecias pessimistas do género “não conseguiremos sair da crise”, estamos mais susceptíveis a ler as notícias de desgraças e pessoas sem sucesso.

Esta tendência para a confirmação pessimista do estado deprimido, tem uma razão de ser, o nosso lobo frontal, é uma parte do cérebro responsável pelas nossas memórias e também responsável pelas emoções, ao estabelecer ligações entre os dois canais de informação (memórias e emoções) gera-se uma tendência que todos nós temos para recuperar recordações tristes quando nos sentimos desanimados e deprimidos.

É como se víssemos o mundo através de uns “óculos escuros”, a tendência do cérebro é manter esse estado de espírito negativo, é fá-lo escolhendo os estímulos que condizem com a situação emocional vivida. Pensamentos obscuros, experiências negativas, acontecimentos traumáticos, fracassos e recordações amargas adquirem primazia, ocupando a nossa consciência e atenção.

Desta forma, como já só vemos desgraças em todo o lado, o organismo reage de forma coerente. Os pensamentos negativos, passam a ter quase a totalidade da atenção de processamento do cérebro. O nosso cérebro é capaz de se aperceber de uma ameaça real, mas igualmente de uma imaginada, dando-lhe a mesma importância.

Imaginamos até ao  mais ínfimo pormenor aquilo que poderá vir a acontecer e preocupamo-nos com aspetos e acontecimentos altamente improváveis. O fato de pensarmos neles, gera mal-estar. isto mostra-nos até que ponto o fluir dos pensamentos e fantasia influenciam o nosso estado de espírito. Muitas vezes é a capacidade que temos para imaginar a infelicidade que nos torna infelizes.

Então o que podemos fazer para combater a sensação de incapacidade e desesperança?

Proponho o seguinte método :

Transforme o pensamentos ou sentimento em ação

Uma forma eficiente de mudar a visão de um problema é simplesmente mudar aquilo a que se está a dar atenção. Em vez de se concentrar na sua vida interior entre em ação. Em vez de se centrar em colocar a si mesmo questões complicadas, como por exemplo, “porque estou com este problema?”, “o que há de errado comigo?”, “o que fiz eu para merecer isto?”, sugiro que faça perguntas que sejam variações destas: “porque razão continuo a fazer, pensar e a prestar atenção ao que me coloca em baixo e que não é útil, que outras coisas poderia pensar, ou focar para alterar a situação em que me encontro?”

Recomendo-lhe que faça perguntas iniciadas por: com?, ou o quê? Por exemplo, em vez de se questionar porque só me acontecem a mim estas coisas desagradáveis e incapacitantes?, ou porque fracassam sempre as minhas relações amorosas?, faça perguntas mais produtivas, como o que posso fazer para alterar a situação? ou, como devo agir para que as minhas relações  no futuro possam ser melhor conseguidas?

Se está numa situação em que sente um forte impulso para levantar questões complicadas, tente algumas destas alternativas:

  • O que posso ver e ouvir relativamente a esta situação (quais são os fatos) e que conclusões (histórias, julgamentos, críticas) tirei a partir daquilo que vi e ouvi.
  • Se neste momento não tenho como me sentir bem, o que posso aprender com isto
  • Se não posso de forma nenhuma deixar de viver este momento de aflição, o que posso aprender com isto
  • O que posso fazer, para que as coisas corram da forma como desejo
  • O que posso deixar de fazer para que as coisas corram da forma como desejo
  • É com isto que quero gastar a pouco energia que ainda me resta? caso não seja, onde posso vir a focar a minha energia?
  • Há alguma coisa que posso fazer para minimizar o meu estado sentimental neste momento? Em caso afirmativo, qual o primeiro passo a dar? Caso contrário, como posso aceitar e lidar com aquilo que não consigo alterar imediatamente?
  • Nesta situação, quem me poderá ajudar, quem me poderia esclarecer algumas dúvidas?
  • Qual foi a melhor forma em que lidei com situações idênticas no passado?

Resumindo: Mude o tipo de perguntas que faz ou com que vive, ou seja, aquelas que não levam a lado nenhum ou que o fazem sentir pior, para outras que abram possibilidades e levem a soluções ou bons sentimentos.

Na grande maioria das vezes, os nossos estados incapacitantes e duradouros, devem-se a um erro de raciocínio. Este erro de raciocínio é induzido por uma tendência do nosso cérebro para ser coerente na produção de pensamentos que comprovam os nossos sentimentos, e aliado a tudo isto estão as circunstâncias eventualmente desfavoráveis que se enfrenta, e ainda uma possível ausência de competências de combate à frustração e resignação.

Com todos estes ingredientes na ementa da nossa vida, ficamos vulneráveis e gera-se um ciclo de negatividade. Este ciclo de negatividade pode ser revertido, se tivermos consciência e percebermos que em determinadas situações o estado em que nos encontramos altera a forma como raciocinamos. Com isto em mente, conseguimos iniciar o processo de desafiar os nossos próprios pensamentos e colocá-los à prova.

Fique atento à segunda parte deste artigo, onde irei abordar os efeitos que estes estados têm na degradação do nosso cérebro, alternativas para escapar à tristeza, como dinamizar o cérebro e muito mais.

E você, como combate os seus estados de incapacidade e desânimo?

Deixe os seus comentários e partilhe connosco as suas experiências  pessoais de incapacidade, desânimo ou infelicidade. Participe!

Abraço,

Miguel Lucas

Novo usuário?
Comece aqui
Obtenha Grátis o Programa “Diga Não À Depressão”
Obtenha Grátis o Programa “Diga Não À Depressão”

Receba os vídeos gratuitamente no seu email e aprenda como superar a depressão.

Comentários
Avatar for Miguel Lucas
Márcio

Lendo a escola da psicologia e colocando em pratica.

Avatar for Miguel Lucas
Miguel Lucas

Olá Márcio, obrigado pelo comentário e bem-vindo à Escola Psicologia.

Espero que continue a ler os artigos da escola e que possam corresponder às expectativas:)

Abraço

Avatar for Miguel Lucas
Reginaldo Rocha

Sempre visito seu blog, mas essa é a primeira vez que posto um comentário. Todos seus posts são muitos bons. Ao chegar no trabalho, é a primeira coisa que faço: visitar o blog para ler as novidades.
Obrigado!

Avatar for Miguel Lucas
Reginaldo Rocha

Sempre visito seu blog, mas essa é a primeira vez que posto um comentário. Todos seus posts são muitos bons. Ao chegar no trabalho, é a primeira coisa que faço: visitar o blog para ler as novidades.
Obrigado!!

Avatar for Miguel Lucas
Miguel Lucas

Olá Reginaldo Rocha, obrigado pelo comentário e bem-vindo à Escola Psicologia.

Agradeço o reconhecimento da qualidade dos artigos, o feedback dos leitores é um fator importante na orientação e melhoria de futuras postagens.

Espero continuar a corresponder para que valha a pena “roubar” um tempinho no seu trabalho em prol do desenvolvimento pessoal 🙂

Abraço

Avatar for Miguel Lucas
Dip Kun

Bom acho que é um site portugues portugal né ? mas deu pra entender direitinho, adoro psicologia até pensei em estudar psicologia, porém apenas pra auto ajuda, em anos de procura por artigos, filósofos antigos, entre outras coisas que busca uma saúde de felicidade, não procurei algo que fosse tão claro e objetivo quanto este post.

Adorei o Post, e digo eu um homem de 24 anos ainda não trabalha, não faz faculdade, e terminou o ensino médio com supletivo aos empurros, sempre querendo mudar, mas nunca parando pra pensar o que me leva a tal desgraça real, que é meus próprios pensamentos, humanos sempre pensam nos acontecimentos, e não no fato em si que cada um tem para viver, enfim adorei o post e espero encontrar mais algo por aqui pois adorei.

Avatar for Miguel Lucas
Miguel Lucas

Olá Dip Kun, obrigado pelo comentário e bem-vindo à Escola Psicologia.
Sim é um site Português, mas de Portugal e Brasil:)

Fico lisonjeado por ter gostado do artigo e sobretudo por o conteúdo ir ao encontro das suas necessidades.
Sem dúvida que deveremos todos fazer um eforço para dedicar a maior parte do nosso tempo a pensamentos virados para a acção e que possam ser prospetivos (virados para o futuro) e acima de tudo que dependam de nós, que possamos ter controlo sobre eles e que nos sirvam

Abraço, volte sempre

Avatar for Miguel Lucas
Edy

Olá, Miguel! Muito bom seu artigo, ajuda-nos a saber lidar um pouco com nossas emoções e aflições. Porém, a incapacidade que sinto em mudar o que vivo, pois uma filha adolescente quando sai de casa onde tinha uma relação boa com a mãe, nos deixa realmente com esta sensação e desacreditando que poderá mudá-la pois, ela tirou de mim a felicidade de tê-la por perto, estragando assim também a nossa relação. Sinto-me muito perdida…

Avatar for Miguel Lucas
Miguel Lucas

Olá Edy, obrigado pelo comentário.

Tudo na nossa vida com o tempo acaba por mudar ou alterar-se o suficiente para nos tirar da nossa Zona de Conforto. Acima de tudo é importante perceber que a nossa felicidade vive em nós, que não pode ser retirada por ninguém. Tente não confundir, um problema situacional e emocional com algo mais abrangente como a felicidade. Apesar de se sentir triste, não quer dizer automaticamente que seja infeliz. Tem certamente um problema que quer ver melhorado. Tente afastar-se um pouco do seu sentimento negativo, experimente focar-se numa solução para o problema. Tente arranjar forma de minimizar a dor emocional, lembre-se que a sua filha continua a ser sua filha, mesmo estando separada e a gerir a vida dela.

Certamente ainda pode falar com ela, pode conviver com ela, pode ajudá-la nas dificuldades dela, pode desejar que ela seja feliz, que siga a sua vida. Muitas coisas boas existirão que não está a levar em consideração.

Acredito que tenha legitimidade para se sentir mal. Então pergunte a si mesmo o que pode fazer para se sentir melhor?

Força,

ABraço

Avatar for Miguel Lucas
Astrea

Olá, Miguel
Seu texto tem me ajudado profundamente. Estou passando por um processo de separação no meu casamento após 20 anos de convivência. Você conseguiu descrever o meu estado de alma nestes últimos tempos.
Embora esteja fazendo terapia, não tenho conseguido nas sessões uma mudança de postura. Meditando sobre o seu texto, acredito que vou conseguir começar a romper as minhas barreira.
Muito obrigada
Astréa

Avatar for Miguel Lucas
Miguel Lucas

Olá Astrea, obrigado pelo comentário.

Fico muito contente pelo artigo a ter ajudado. Espero que consiga implementar algumas mudanças no seu pensamento e consequentemente no seu comportamento no sentido de poder aliviar algumas angustias e conseguir organizar-se para lidar com este momento difícil.

Força, coragem e sorte.

Abraço

Avatar for Miguel Lucas
Tânia

Parabéns pelo trabalho!!

Tem me ajudado muito, não consigo deixar mais de vir aqui, um dia que seja, para alimentar minha mente com estes artigos que vão ao ponto.

Tenho em mim uma sensação de vitima e fracasso no qual venho travando uma luta árdua. Seus artigos tem me ajudado bastante.
Continue e que Deus te abençoe.

Avatar for Miguel Lucas
Miguel Lucas

Olá Tânia, obrigado pelo comentário.

Fico contente que os artigos possam ajudar a conseguir entender e ultrapassar alguns dos seus problemas.

Grande parte das nossas incapacidades, crenças, hábitos e formas de olhar o mundo são possíveis de ser alteradas e adequadas aos nossos objetivos.

Espero que consiga implementar algumas dessas mudanças no sentido de se sentir mais capaz de atingir as suas metas, melhorias e bem-estar.

Sorte e dedicação

Abraço

Avatar for Miguel Lucas
josi

leio sempre e muito os artigos deste site, mas sinto em minha vida um grande vazio e tudo piorou depois que minha filha única e que eu vivi durante toda a minha vida só me dedicando a ela.hoje ela com 26anos se separou e se distanciou de toda a família.inclusive eu que sou a mãe dela.pouco contato tenho com minha neta e com minha filha ha quase meio ano não tenho falado.não me conformo com a situação por ela criada porque sempre demos todo o amor,atenção,carinho e hoje ela não quer falar com ninguém da familia.só convive com as amigas.penso muito na minha neta que esta perdendo todo a referencia familiar e nada posso fazer pois se eu telefonar, minha filha não atende. por favor e se possivel me oriente pois estou totalmente perdida diante de tudo isso.obrigado

Avatar for Miguel Lucas
Sissa

Olá…é o primeiro artigo seu q leio e acabo de conhecer a escola psicologia, que realmente me fascinou!!!Eu estava buscando no google algo q se identificasse com a minha situação e acabei por achar o seu blog!!!Eu estou nessa situação desde sempre, oscilando entre momentos bons e ruins, porém sempre a sensação de incapacidade e preocupação prevalece. E a principal razão é porque todas as vezes em que me preocupei com algo improvável, logo depois, muitas vezes quando eu já tinha superado isso, algo ruim aconteceu, me levando a crer que a minha preocupação era real.
Porém, foi muito bom visitar o seu blog e ler um pouco sobre isso!!!

Avatar for Miguel Lucas
Maria Elisa

Quando leio os seus artigos,faço um suspiro de alívio.So tenho mesmo que começar a meter em prática.Muitas palavras tocam-me mesmo,e tenho até vontade de chorar.
Muito obrigada.

Avatar for Miguel Lucas
Deise

É a primeira vez que visito o blog e amei… pois estou cursando psicologia e gosto de buscar sempre informações para aperfeiçoar meus estudos… estou no 2º semestre e pelo que entendi, sempre há ligação
entre um conceito e outro…

Avatar for Miguel Lucas
Marcus de Paula (Brasilia, DF - Brasil)

Boa tarde Miguel. Apenas para parabenizar-lhe pelo grande serviço que presta. Sempre indico seu blog nas redes sociais que participo e compartilho todas as suas postagens, pois sei que sempre tem alguém que precisa exatamente de suas palavras sempre tão cheias de sabedoria. Parabéns e continue a ser sempre este grande ser humano que nos foi presenteado!

Avatar for Miguel Lucas
Miguel Lucas

Olá Marcus de Paula, obrigado pelo comentário

As suas palavras motivam-me a continuar o trabalho que tenho vindo a realizar. Fico sempre muito contente quando percebo que as mensagens que transmito estão a surtir efeito na vida de quem necessita.

Tudo de bom para você

Abraço

Avatar for Miguel Lucas
Alberto Pereira Machado

Olá, é um prazer.

Comecei a ler seus artigos a pouco tempo e estão me esclarecendo vários pontos, acho que era o que faltava para mim, conhecimento sobre o assunto. Tenho síndrome do pânico, ou melhor alguns fatores a desencadearam, agora acredito que vou poder resolvê-los. Ótimo trabalho rapaz, meus parabéns;.
att
alberto.

Avatar for Miguel Lucas
Miguel Lucas

Olá Alberto, obrigado pelo comentário.

Fico esperançado que consiga minimizar os seus sintomas incomodativos e leve a sua vida a bom porto.

Abraço

Avatar for Miguel Lucas
Mirna

Miguel,
O artigo bate com o que estou sentindo. Eu não consigo enfrentar desafios que merecem minha dedicação e responsabilidade. Em maio tive uma experiência no trabalho que me deixou aterrorizada passei por fase de alerta e agora estou com desesperança e falta de fé, amor e estou com dificuldades na família.Um vazio e já estou em fase de aceitação da situação, entretanto, faço as coisas travada, freada, e não sei se consigo voltar à trabalhar.Já me arrependi de várias coisas porque verifiquei que muitas foram feitas por egoísmo com uma faceta de altruísmo. E é difícil colocar em prática apenas a forma de pensar, questionar, pois me sinto uma pessoa irresponsável e minhas ações também seriam ou são. Estou numa inércia muito estranha, nem vontade para me socorrer eu tenho. Como vocë é jovem e competente… tá vendo! Gostaria de ter essa segurança com competência. Sds, Mirna.

Avatar for Miguel Lucas
Paulo

Oi Miguel! Eu me identifiquei totalmente com esse artigo, estou quase no fundão do poço, mas se Deus quiser, e ele há de querer… pois não nos fez para o sofrimento, vou sair dessa. O que não mata fortalece!
Pena você não ser do Rio de Janeiro, adoraria fazer uma terapia contigo!
Abraços, Paulo Fernando.

Avatar for Miguel Lucas
Cláudia

Olá, Miguel!

Faz duas semanas que não consigo parar de ler o seus artigos. Eu só tenho agradecer por tudo que você está contribuindo para uma revolução que esta acontecendo na minha vida de uns dias para cá. Obrigada do fundo do meu coração! Seu blog é espetacular!…

Avatar for Miguel Lucas
Daniele Alves

Estou passando por uma situação muito difícil em minha vida, e de uns meses pra cá, venho me sentindo inútil, uma pessoa sem determinação, sem esperança,e sem forças para lutar, as vezes tenho vontade de sumir.
espero me sentir melhor com seu artigo.

Avatar for Miguel Lucas
rossana

Gostei muito desse artigo. Já tinha consciêcia do sentimento de incapacidade mas não sabia sobre o
"desamparo aprendido" . Vou me informar mais sobre esse tema e colocar em pratica as dicas para transformar minha vida!!!

Avatar for Miguel Lucas
Cristina

Olá Miguel!

Tenho gostado muito de ler os seus artigos. Acessei o seu blog pela primeira vez ontem e assisti o video sobre o significado dos acontecimentos passados. Gostei muito. A nossa cabeça parece uma caixinha de surpresas, cheia de esconderijos. As emoções estão o tempo todo a nos desafiar! O modo como voce escreve ajuda a gente a querer ver o que está dentro da caixinha. Quero uma caixinha mais serena, mais feliz e tenho trabalhado muito para isso. Por isso lhe agradeço pela sua esplendida contribuição!

Um abraço,

Cristina
interior de São Paulo – Brasil

Avatar for Miguel Lucas
Raquel

Bom dia Miguel. Passei alguns anos em estado depressivo. Sem motivação e sem coragem de enfrentar a vida. Pelas minhas leituras e descobertas, além do tratamento com ansiolíticos, acho que eu tinha Fobia Social. Mas aí eu resolvi enfrentar os problemas e não me esconder deles. Por conta própria, iniciei um trabalho que me ajudou a ter mais contato com as pessoas e aos poucos fui deixando de temê-las. Consegui, então, entrar em uma universidade e me formar! Foi o ápice da minha vitória! Depois cursei duas especializações e passei em dois concursos públicos! Até me casei! Mas estou voltando ao estado depressivo! No meu atual trabalho não tenho motivação! As pessoas parecem estar em letargia e não me valorizam como eu gostaria (e olha que somos profissionais da mesma área!). Sinto-me inferior! Incapaz! Não tenho vontade de ler, estudar e meu trabalho exige muito isso! Até os exercícios físicos que eu adorava não faço mais! Tenho vontade de fazer tantas coisas, mas não encontro forças! Sou um tipo de pessoa que se acha ridícula! Quando converso com alguém me arrependo depois, tenho pensamentos do tipo: "droga, falei demais"! "aquela pessoa deve me achar uma ridícula". E coisas assim! Vou passar a ler seu blog e tentar superar esse estado! Obrigada Miguel.

Avatar for Miguel Lucas
sueli ferreira

Obrigada pelo artigo tão esclarecedor e oportuno. Estava sem ânimo, me sentindo fracassada, tenho um grande amigo que tem depressão e percebi que ao invés de ajudá-lo eu estava aprendendo com ele. Vou mudar e assim, ajudar a ele.
Abç
Sueli

Avatar for Miguel Lucas
wesley

estou viciado em cocaina e nao consigu m livrar n desse problema ando pensando q seria melhor eu nem ter nascido ao inves de ter uma vida dessa presiso de ajuda…

Avatar for Miguel Lucas
Fábio Alves (Salvador-BRASIL)

Quando eu preciso de uma mensagem positiva E PRÁTICA, venho aqui e encontro justamente o que estava procurando.

Avatar for Miguel Lucas
Lucas

Parabéns pelo texto. Que bom que esxiste pessoas de boa vontade como você no mundo. Estou passando por uma dificuldade já faz mais de 4 anos e tenho fé que irei me curar.

Eu me culpo muito pelo passado, ele continua vivo em minha mente. Depois de uma decepção com uma garota, fiquei com trauma e às vezes me sinto um vilão da vida. Esse sentimento tira minha capacidade de reação.

Tenho o pensamento de acreditar que por ter acontecido fatos ruins comigo e eu não ter conseguido agir corretamente no momento, esses fatos poderiam ter sido ainda piores e eu cometer erros graves, isso me deixa inseguro para seguir em frente.

A maioria das pessoas se senti vitima dos fatos, eu me sinto culpado pelos meus.

Deus lhe colocou para estar ajudando a quem tem necessidade, continue sempre assim.

Avatar for Miguel Lucas
Filipa

Boa tarde,

Divorciei-me por sentir que era incapaz de fazer feliz o meu agora ex-marido e os meus filhos. E pensar que conseguiria libertar-me da minha negatividade e tristeza. Na verdade estou na mesma e pior, pois estou sem a minha vida familiar.

Não sei o que pensar…sinto-me incapaz e sem esperança de um dia a vir ser feliz.

Obrigada

Avatar for Miguel Lucas
ANIQUILADA

é infelizmente não temos esperança

Avatar for Miguel Lucas
ANIQUILADA

Estou numa fase q nada mais me atinge, já tive depressiva mtas vezes, hj acho q aprendi a não sofrer tanto mas é bem assim, perdemos a vontade de lutar, principalmente dpois de 20 anos e vendo cada dia a situação piorar; sumir, desaparecer, se matar. então só conto com ajuda divina

Avatar for Miguel Lucas
ingrid monção

mesmo lendo tudo…preciso de ajuda.por favor

Avatar for Miguel Lucas
ingridi

estou em um relacionamento a 8 anos cheio de ciúme e grosserias. muitas humilhações mas suportava agora já não consigo mais.teve traições…mentiras agressões sempre me incomodo .meu jeito de ser mudou me afastei de todo mundo…não tenho ninguém(so Deus) suportei muitas…sou muito infeliz mas o medo e as condições de refazer a vida vejo muitu difícil.

Avatar for Miguel Lucas
Carla

Super. produtivos. Gostei mt, embora seja estudante de biomedicina amo ler psicologia. Obrigada por compartilhar seu conhecimento conosco.

Avatar for Miguel Lucas
Francisca

Seus artigos são excelentes, mas ainda não consigo direcionar meus pensamentos de uma forma positiva, uma sensaçao de incapacidade horrivel, é como se nada fizesse sentido..Por mais que eu me esforce..

Avatar for Miguel Lucas
Paula

achei abominável a experiência dando choques em cães!
coisa primitiva e doentia!
nem deviam publicar isso aqui!!
absurdo!!

Avatar for Miguel Lucas
Leandro Barbosa

Caros internautas, quer deixar aqui para vocês uma palavra de ânimo.
A tristeza, desespero, vontade de desaparecer, raiva, ansiedade, sensação de incapacidade e toda sorte de males que possam assombrar nossas mentes nunca desaparecerão, serão apenas mais ou menos agudas. Também sofro com isso, e por muitas vezes, num momento de descuido eu acho que vou simplesmente ser aniquilado por algo que eu nem sei.
Mas num instante o Espírito Santo de Deus me renova as forças, me lembra das palavras do Senhor Jesus para que tenhamos bom ânimo, pois Ele também teve que vencer esse mundo.
Fé meus amigos e certeza das coisas que hão de vir é o segredo para uma vida de sucesso, pois sucesso é ter vida eterna ao lado de Deus.
Eu tenho plena convicção de que todos que possam estar aflitos aqui encontrarão repouso nos braços do Senhor, e caso queiram compartilhar, eu estou disposto a tentar ajudar.
lbarbosa@sanepar.com.br

Avatar for Miguel Lucas
Adriano

Desde os 15 anos sofro de uma angústia que já não sei mais explicar. Estou com quase 36 anos e já tomei todos os anti depressivos e ansiolíticos que existem, já tentei psicoterapia mas não adianta…todos os dias levanto com a maldita sensação que será o último dia….esta difícil de suportar e controlar isso, visto que tenho um filho de 6 anos e prefiro morrer do que ve-lo com 0,1% de como sou. Meu disfarce esta caindo, colegas do trabalho notam minha incapacidade de lidar com problemas, minha família conhece esta dificuldade e sou taxado como um sujeito problemático, apático e infeliz.
A morte já me pareceu uma boa saída, mas tenho medo do que vem depois, já tentei me apegar ao espiritismo e segundo oque é pregado os suicidas não são bem vistos do outro lado…melhor continuar vivo.
Me acho um caso perdido….me aconselha a fazer algo ?

Muito obrigado

Avatar for Miguel Lucas
Anônimo

Pode parecer simplório e idiota, mas procure uma aula de danca. Faça algumas aulas e volte aqui para nos contar a sensação!

Avatar for Miguel Lucas
SUELIN

Querido adriano eu tb estou no mesmo barco,minha familia tb fala nao fala nada para mim que sabe que depois vou beber para suportar tb queria morrer esta vida
tb queria um conselho?

Avatar for Miguel Lucas
Ticiana Araujo Carnaúba

Texto muito bom! Com certeza irei utilizar tópicos junto aos meus pacientes.
Parabéns!

Avatar for Miguel Lucas
Roberto Mota

sera que autor ainda visualiza isso…vi varios comentarios sem respostas…são pessoas sofrendo.

Avatar for Miguel Lucas
Dulci

Mel, Bom dia como esta?

Caso ver minha resposta entra em contato.

Posso tentar te ajudar!!

Deus Abençoe.

Avatar for Miguel Lucas
Ricardo

Como todo ser humano, também tenho minhas mazelas mentais e fantasmas eternos. Tenho objetivos bem claros a serem alcançados para a minha vida e traço esses como meta. PORÉM, está bem complexo e não irei entrar em detalhes. Contudo respondi a todas as questões acima escrevendo a resposta e cheguei a um ponto comum em todas as respostas: PACIÊNCIA E SERENIDADE. A humanidade sofre de ansiedade por não ter controle de absolutamente nada em sua vida e, cai entre nós, nunca terá. Então! Concluo que devemos tentar escolher "estratégias alternativas" e sermos cautelosos com nossas escolhas e sempre ter em mente que existem duas opções: SUCESSO e FALHA. Deu errado? Quer continuar? Acha correto continuar? Então seja forte para receber mais tapa na cara pois é só assim, com muita persistência e força que conseguiremos qualquer coisa em nossad vidas. PAZ PARA TODOS DE BEM.

Avatar for Miguel Lucas
ROMULO DUQUE

O Artigo foi ótimo. A questão que fica é a forma de enfrentar o problema requer um tempo. E neste tempo o mal persiste .o QUE se coloca é. Persisttindo no enfrentamento do desânimo e impotência a vitória é certa ou não.

Avatar for Miguel Lucas
stela

Só posso agradecer por ter produzido e publicado um artigo informativo e preciso. Muito obrigada e parabéns.

Avatar for Miguel Lucas
mel

Sofro com constantes crises de desânimo. Não consigo relaxar, sempre tenho um plano B por que as coisas sempre parecem que vão dar errado cedo ou tarde. Me culpo por não ter feito escolhas certas, me sinto mal pelo abandono emocional da minha família, me sinto perdida dentro de mim e deslocada no mundo. Não sei dizer não.
Essa é a corrente negativa que eu arrasto há anos, e eu só tenho 21. Volta e meia eu caio nesse ciclo. Mesmo sabendo que racionalmente eu estou relativamente bem na vida. Talvez eu me cobre demais. Não sei.
Hoje procurei um texto que me ajudasse e e achei esse. Tão explicativo, me identifiquei muito, pretendo aplicá-lo ao meu dia a dia.
Obrigada

Avatar for Miguel Lucas
Ricardo Ribeiro

Parece em que fui em uma guerra e estou dentro de uma trincheira, a guerra acabou meus amigos todos mortos ,eu muito ferido e sem forças e sem saber onde fica essa trincheira se estou perto ou longe da civilização. Medo de tentar sair da trincheira e levar um tiro, e sem planos para fugir desse buraco. Guerra que lutei como um bravo guerreiro viking mas não sai vitorioso fui abatido e traido, estou sem nenhuma reação e esperança para prosseguir. De minha munição resta apénas uma bala que posso usá-la para sair da trincheira o que é muito difícil com apénas uma munição ou ainda usar para tirar minha vida e acabar com o sofrimento, falta de esperança, motivação e dor. Ainda não decidi mas estou prestes a tomar uma dessas duas decisões porque estou muito tempo nessa trincheira .

Avatar for Miguel Lucas
cris

Ricardo, Manda Noticias
Como Vc Está Hj?

Avatar for Miguel Lucas
Brenda

Oi, quer conversar
como vc esta

Avatar for Miguel Lucas
Brenda

É tão difícil ter com quem conversa, a maioria das pessoas acha que é frescura, é triste quando você não pode contar com um familiar ou alguém querido.
Eu me sinto tão triste o tempo inteiro, eu não tenho trabalho, não consigo estudar, me sinto mal o tempo inteiro e com raiva de todo mundo.
Eu procuro trabalho e não encontro, e isso me deixa ainda mais triste, porque eu só tenho 22 anos..
Eu tinha tantos planos pra mim, eu era feliz, mais em algum momentos algo mexeu acomigo, mudou completamente o que eu era, eu não acredito mais que coisas boas acontecerão na minha vida.
Eu tento conversar com pessoas e elas não entendem, só me dizem que tudo vai melhorar, como se eu já não tivesse dito isso pra mim mesma várias vezes antes de finalmente deixar de acreditar.
Eu não consigo perdoar as pessoas que me magoaram, as pessoas que ajudaram a me colocar pra baixo, eu penso nelas e sinto uma vontade enorme de chorar e sinto raiva..
Eu já quis morrer, eu pensei que morrendo tudo isso iria passar e eu finalmente teria paz, eu não tenho mais paciência com as pessoas. Eu vivo isolada, porque não sei mais como interagir, mais dai eu penso que se eu morrer, pode ser que piore, pode ser que exista uma sala no inferno só para suicidas e o que era pra ser solução se torne um problema muito pior..
Não sei o que fazer, busquei ajuda em religião, mais até agora nada, parece que nem a fé eu tenho mais…
É possível que de tanto fracassar a gente pare de acreditar em tudo
Eu me sinto sozinha, o tempo inteiro eu só consigo me sentir triste..
Eu to cansada….eu não sei mais o que fazer…

Avatar for Miguel Lucas
Amanda

Oi, querida! Eu sei bem como é isso, me vejo em vc e estou lutando para sair desse estado. Não tenho a fórmula certa, mas se vc quiser se juntar a mim, me envia uma mensagem ateliefio2@gmail.com Não posso fazer muito mais do que trocar experiências com vc, mas vc não estará sozinha. Bjos

Avatar for Miguel Lucas
Gabi

Brenda, sei como é difícil quando nos sentimos assim, e ainda por cima as pessoas ao redor não compreendem e só fazem criticar em vez de estender a mão para ajudar..

A palavra de Deus diz em 2 Corintios 10:5 "Destruímos argumentos e toda pretensão que se levanta contra o conhecimento de Deus e levamos cativo todo pensamento, para torná-lo obediente a Cristo."
Sabemos que todos os pensamentos negativos, tudo o que nos deixa pra baixo vem do inimigo, pois o diabo vem pra matar, roubar e destruir mas Jesus veio para nos trazer vida em abundância pois ele é a própria fonte de vida!

Os pensamentos que Deus tem para nós são de paz e não de mal para nos dar um futuro e uma esperança (Jeremias 29:11,12). Ele enviou seu Filho amado Jesus Cristo para nos resgatar da perdição, do pecado, do domínio de satanas.

Ele deseja que nós tenhamos também pensamentos bons, uma mente renovada, ele é a esperança viva. Ele deseja que nos rendemos a Ele, que tenhamos um relacionamento com Ele, de conhece-lo, de ser guiado pelo Espírito Santo de Deus.
A religião não é capaz de nos trazer vida, paz, alegria, amor verdadeiro, mas Jesus nos convida a ir até Ele para que tenhamos a vida verdadeira que nossa alma anseia.

Se aceitarmos Jesus como nosso único Senhor e Salvador, nos tornaremos filhos de Deus, novas criaturas, e o Senhor continuamente vai completando sua obra em nós dia após dia, nos purificando, nos ensinando, nos transformando, e o melhor, ele nos traz a salvação!

Porque Deus amou o mundo tanto, que deu o seu único Filho, para que todo aquele que nele crer não morra, mas tenha a vida eterna. Joao 3:16

Que Deus abençoe vc e a cada um que estiver sofrendo e ler esse comentário, Jesus é real, ele ama vcs, basta aceita-lo e ele vai operar maravilhas em suas vidas para a glória de Deus!!

Avatar for Miguel Lucas
EDUARDO

Boa tarde!

A sua linguagem é muito fácil de se entender, mas difícil de ser aplicada, pois no meu caso que tenho 56 anos, homem casado e uma filha, que viveu e vive para a família, mas que com o tempo o relacionamento foi se desgastando, e não se tem mais com quem conversar, pois a mulher não quer nem tem mais paciência para te ouvir, a filha cresceu e quer viver a sua própria vida e os amigos são poucos, pois só te procuram para se divertir, fazer churrasco ou quando estão precisando de algum favor, o que resta são os pensamentos carregados de obsessão e desesperança, num país onde você não pode ficar doente porque a saúde está falida, e a desgraça todos os dias invade a sua casa através da mídia com notícias de miséria e todo tipo de assolação contra o seu humano, desamor, assaltos, corrupções, crimes, falta de emprego, entre outras.

Como esvaziar a mente e pensar em coisas boas, o medo de viver é muito maior, e todos os dias você pensa que está na hora de partir, mas falta coragem porque ainda acredito em um Deus e não quero magoá-lo e nem perder a esperança de uma eternidade.

Desculpem pelo desabafo.

Eduardo

Avatar for Miguel Lucas
Dulci

Bom dia Eduardo!!

Lendo seu comentário, senti-me na liberdade de responder, pois estamos abertos para isso.

Sei muito bem oque senti, estive na mesma situação a diferença que eu não tinnha Deus!!

Precisei perder ter a vida totalmente destruida pq não via mas esperança na familia, no pais etc etc. Decidi fazer as coisas da minha forma ao qual paguei um alto preço.
Hoje sei que sempre existe uma saida para nossos proplemas pois temos um Deus do impossivel que age conforme nosso clamor.
Como esta se apresentando para Deus?

Obs: Não estou aqui para criticar !!

Otimo dia.

Agindo Deus

Avatar for Miguel Lucas
cristina

Realmente Dulci, ando pensando muito onde Deus está em minha vida? Diante de fatos e comportamento de pessoas q dizem ter DEUS e agem de forma completamente o oposto, fui me afastando. Também a quantidade de decepções q tenho vivido tem me deixado sem vontade de crer e buscar a Deus. Fico pensando q não é possível tanta coisa dando errado em minha vida. Casamento de 29 anos indo embora, filhas rebeldes e sem respeito com a minha pessoa, família desestruturada, família sem amor, sem compaixão pela dor do outro. Hj é meu aniversário, mas resolvi ficar só, não quero nem parabéns, me sinto incapacitada de receber parabéns!!! Parabéns do q? Nem pela vida às vezes me questiono, já q nesses últimos anos, foram decepções atrás de decepções em todos relacionamentos familiares. Hj poderia comemora a minha vida, mas me pergunto que vida? Não tenho vida, acho q nunca a tive, sempre vive p o outro sem receber nada em troca. Isso gera um cansaço enorme. Nada tem dado certo p mim. Então comemora o q ? Ao mesmo tempo tento reverter esse quadro querendo deixar a vida entrar, mas hj? Não ! Hj não quero, amanha ficarei melhor, ontem estava melhor, mas hj o dia do meu aniversário não tenho nada p comemorar.

Avatar for Miguel Lucas
Maria

Estou farta de viver só problemas, marido doente vida sem horizontes

Avatar for Miguel Lucas
Lima

Simples e sutil a maneira como aborda um problema tão difícil de encanrar que nem nós mesmos conseguimos identificá-lo. Muitas vezes os problemas infra pessoais acabam nos atingindo e não nos damos conta do tempo que perdemos achando que fomos sentenciados pela própria consciência a passar pelos desastres pessoais, que num rápido olhar para o passado, acabamos permitindo que eles ocorressem. Parabéns pela forma direta e pela maneira positiva com que aborda o tema, fugindo de termos acadêmicos que, usados em excesso, acabam agravando a situação de quem está vivendo um drama como este.

Avatar for Miguel Lucas
José Eduardo lo

Parabéns! Ótimo texto e de grande ajuda para as pessoas. Sucesso e boa semana.

Avatar for Miguel Lucas
Letícia

Gostei muito! Mas o grande problema é que não consigo viver o presente! Mesmo me divertindo com pessoas que amo, fica um pensamento do passado e medo do futuro por conta de erros e problemas! Me precipito muito e sempre penso o pior !! Depois que paro com "calma" e penso vejo que não era nada daquilo que imaginei…. Em situações bobas causo tumulto ou choro. Dps de tudo passar vejo o quanto fui ridícula, em atitudes… Palavras.. Acordar é ruim Pq sei que os pensamentos de desesperança voltam com força total… Além da sensação de insegurança, incapacidade, sinto como ninguém me amasse ou me quer por perto! Preciso sempre de alguém por perto para me confortar.. Dá uma palavra.. Mas todo mundo tem algo a fazer! Eu vejo o tempo passar muito rápido.. Tento fazer coisas para driblar todas sensações mas elas ficam ali… Buzinando na minha consciência. Sem falar nas manias.. Fui na psicóloga ela me encaminhou para o neurologista e ele me passou uma medição mas tava me sentindo muito mal.. Interrompi Pq não tava aguentando os efeitos colaterais.. Fiquei com medo de ter todas aquelas reações e morrer. Mas me arrependi de não ter levado a sério esse tratamento . Não levo nada a sério esse é o grande problema. Sem falar no esquecimento repetindo que dá desespero de não conseguir aprender na faculdade . Acho que tenho todos os piores defeitos que não consigo ver minhas poucas qualidades…

Avatar for Miguel Lucas
Dulci

Otima,materia entrei pois estava procurando uma ajuda.

Estou passando por um processo de adversidade, ao qual não consigo pois lendo o artigo venho uma luz em minha mente!!!

Preciso aprender que minhas crenças são decisões minhas, que muitas estão me fazendo mal…Quero a partir de hoje deixar de ser uma pessoa de pensamentos negativos.E passar enxergar situações que conspiram ao meu favor.

Enfim um desabafo!!

Parabéns pelo artigo.

Avatar for Miguel Lucas
Jacqueline

Olá, adorei esse blog. Passo por um processo de angustia diariamente. Não sei se gerou traumas, porém errei um procedimento em meu trabalho que ocasionou um grande problema. Desde então me sinto incapaz e medo de errar novamente. Aqui errinhos ocorrem, e quando a situação sai do meu controle meu corpo reage, fico angustiada, um peso no peito, vontade de sumir e vergonha, muita vergonha. Tenho receios que isso possa vir a acarretar problemas futuros, por exemplo, assumir novas responsabilidades em outro trabalho e o medo de errar me bloquear. Me sinto incapaz em diversos momentos. Todos os dias quando saio do trabalho respiro aliviada quando tudo ocorre bem, porém no outro dia todos esses sentimentos me rodeiam, pois fico pensando: será que cometi algum erro que será exposto depois? Que angustiante tudo isso. Que tortura.

Avatar for Miguel Lucas
amosse

achei o artigo interessante e mais interessante ainda a forma como sugere saidas para uma situacao de quase sem saida. parabens

Avatar for Miguel Lucas
roberto

Li um pouco do seu artigo…estou cansado de ler e sinto que quase todos são sempre a mesma coisa!!

Avatar for Miguel Lucas
roberto

Tenho periodicamente uma consulta com uma psicóloga, ela diz que eu consigo dar sempre a volta.
À sete anos fui vitima de um avc e aneurisma que deixou algumas sequelas. Desde aí constantemente deprimido..ás vezes digo para mim que devia ter morrido.Neste momento não estou a conseguir dar a volta..muitas vezes invento coisas para fazer, mas, quanto abate se sobre aquela tristeza incompreendida é devastador…Porque não consigo soltar uma lágrima?

Avatar for Miguel Lucas
alberto

Muinto bom tudo que esta escrito e o que acontese comigo como estava pressisando desas palavras
Vou muda meu modo de pensa

Avatar for Miguel Lucas
Antonio

Bom artudo respondeu algumas dúvidas.

Avatar for Miguel Lucas
Nylda

Amei o artigo foi muito útil para mim, obrigada.

Avatar for Miguel Lucas
Fernando Freitas

Prezado Miguel, me impressionou ler a sua matéria pois tem relação profunda com que ando sentindo. Tenho 45 anos, sou empresário mas me sinto frustrado porque criei expectativas fantasiosas em minha cabeça que não se concretizaram, e pior, tenho plena consciência de tudo. Minha frustracão não foi por causa do que não alcancei mas pelas expectativas irracionais que a alimentei, percebe a diferença ? Obrigado !

Avatar for Miguel Lucas
Mitter Rayes

Realmente nunca pensei em me aconselhar , procurar auxílio com psicólogos , padres , pastores etc…. Mas em verdade , aos 57 anos estou muito cansado de tantas desilusões , frustrações e até humilhações por conta de desemprego constante , falta de dinheiro real e absoluta ; e agora o pior de tudo , a desesperança . Também sempre possui muita dificuldade de aceitar a sociedade como se apresenta : Pessoas hipócritas , falsidade , interesses escusos para se aproximar da gente . Hoje não consegui nem sair do quarto , e recorri a um artifício muito ruim ; tomar um remédio controlado , melhorei , mas tenho pleno conhecimento do mal que estou cometendo . Para finalizar , gostei muito do site e também dos comentários postados . Obrigado a todos e até qualquer hora novamente !

Avatar for Miguel Lucas
Maria

Não aguento mais, tenho uma convivência terrível, doentia,infeliz em casa , me sinto como se tivesse que lutar fora pela melhora de vida, porque ganho muito pouco e dentro de casa também, porque não tenho paz, na minha casa eu não tenho paz e esse deveria ser o lugar onde eu deveria ter paz, renovar as minhas forças, ser feliz, descansar, relaxar, mas é tudo ao contrário e isso me deixa ansiosa sobre quando é porquê será a próxima confusão, qual será às próximas coisas ruins que vou escutar da minha própria mãe e me deixa infeliz, há tantos anos vivo assim, ela me humilha, me manda sair e casa e diz que não vou por falta de vergonha na cara e fala isso pra os vizinhos escutarem, por mais que eu já tenha pedido pra ela pelo menos falar baixo, além de toda dor que ela me causa ainda tenho que aguentar a vergonha de saber que os vizinhos escutam e isso praticamente todos os dias , há muitos anos tem sido assim, eu cheguei a um ponto que não tenho força, animo, disposição pra lutar, pra trabalhar, porque trabalho e estudo e ainda assim não tenho dinheiro pra ir embora daqui, não aguenta mais,não aguento mais, me sinto sugada não tenho conseguido sair de tudo isso porque isso me enche de pensamentos negativos de modo que se tornou em um ciclo vicioso

Avatar for Miguel Lucas
Diego

Eu me identifiquei bastante com esse post. A verdade é q eu estou desempregado, porém, faço faculdade. Mas tá tão difícil manter o humor no dia. Ele vai de 0 a 80. As vezes tenho muita preguiça e desânimo de começar o dia, pq eu sei q vai ser a mesma coisa. É um pessimismo, uma angústia, um desconforto que me segue o dia todo. Confesso q tenho pensamentos suicidas, mas ainda não tenho coragem pra tanto. Sinto q decepcionaria muitas pessoas caso tirasse minha vida. Esse pensamento me ronda sim, não vou negar. É difícil. Nada acontece. Todo os esforço parece não ser retribuído. Como se a vida se esquecesse de mim. Sinceramente, eu não sei o q fazer !!!!

Avatar for Miguel Lucas
Paula Garcia

Gostei da matéria, será que você poderia me ajudar ,meu caso é que eu agora sou incapaz de escrever,fazer esforço,vivo doente depois de uma lesão na medula, só me apetece morrer .

Avatar for Miguel Lucas
Meg

Achei o post muito interessante. Tenho alguns problemas com aceitar o fracasso (especialmente em matérias escolares).
Tenho 18 anos e estou estudando pro vestibular, mas a dificuldade de entender uma matéria já é o suficiente para me fazer chorar por muito tempo e me perguntar por que não consigo fazer algo tão fácil, já que para mim, parece que todos conseguem fazê-lo. Sinto vontade de me machucar, para me punir, mas não quero tentar, apenas me sinto muito triste com isso.

Avatar for Miguel Lucas
Hellen Stefani

Olá Miguel Lucas quase sempre sinto como se tudo o que faço desse errado é como se as coisas que eu mais quero realizar fossem impossiveis. Oque eu faço?

Avatar for Miguel Lucas
Valquiria

Tenho 22 anos terminei meus estudos faz um tempo não estudo nem trabalho. Vivo triste pensativa choro e me frusto por qualquer coisa. Me sinto uma pessoas fracassada tanto no campo profissional como no campo amoroso. Tenho medo que esses pensamentos negativos me levem ao beco sem saída. O meu Maior problema é o medo de enfrentar meus medos, de tomar decisões e me arrepender. Medo de tomar uma responsabilidade para me e não dá conta. Sofro muito por antecedência. Muitas vezes acabo desistindo de algo mesmo antes de tentar por puro medo. Não quero continuar assim! não aguento mais.

Avatar for Miguel Lucas
Miguel Lucas

Valquiria,
Esses seus medos são construídos na antecipação, mas é possível você aprender a lidar com isso. Mudando a sua perspectiva e crenças sobre o futuro.
Deixo aqui um artigo que pode ajudar: https://www.miguellucas.com.br/aproveite-o-seu-medo-para-atingir-os-objetivos-desejados/

Abraço,

Avatar for Miguel Lucas
Eliana

Não conhecia…encontrei porque estava a procura de resposta é gostei do que li, me sinto só é sem motivação choro muito pois tive uma decepção amorosa a um ano e dois meses, depois de uma relação de onze anos! N consigo me apegar a mais ngm sem contar que estou sem trabalho. Tenho insônia e n sinto a menor vontade de ver ngm e nem sair de casa. Mas madrugadas que pega mais, se eu n tomar um calmante pra dormir varo a noite e n consigo pensar em mais nada além de tudo que aconteceu. Choro e fico me perguntando o pq é onde errei ou será q vou superar isso qdo??? N sinto á menor vontade de conhecer e nem se envolver com mais ngm. Tudo q gostaria no momento é um trabalho mas até nisso tá difícil pra mim. Alguma dica pra amenizar esses momentos de incapacidade e desgosto e sofrimento?

Deixe o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *