A sua vida está um caos? Conheça os seus sabotadores subconscientes
Saúde e Bem-Estar 22/09/2016

A sua vida está um caos? Conheça os seus sabotadores subconscientes

Miguel Lucas Publicado por Miguel Lucas

Muitos de nós, por vezes passamos por momentos difíceis que colocam à prova as nossas forças e virtudes. Somos levados a entrar numa miríade de problemas que nos geram mal-estar, confusão, irritabilidade. A estabilidade emocional é afetada, os pensamentos negativos instalam-se, a ansiedade aumenta, a clareza de pensamento diminui e a vida fica um caos. Tudo parece um tormento, entra-se numa espiral negativa e as nossas emoções mais parecem ser comandadas por um tornado emocional que arrasa tudo por onde passa. Quantas vezes você se propôs à tentativa de mudar a sua vida para melhor para depois voltar a cair em velhos hábitos, confortáveis, deixando os seus objetivos caírem por terra?

Forças autossabotadoras ocultas

Para muitas pessoas este é um padrão que tem vindo a ganhar força. A pessoa compromete-se com a mudança e propõe-se a esforços perante algumas adversidades que enfrenta, mas, devido a vicissitudes que desconhece, como os mecanismos subconscientes autossabotadores, logo volta a sentir-se confusa e a instabilidade emocional volta a instalar-se. Situações como o término de um relacionamento, a perda de emprego, dificuldades financeiras, maus hábitos, vícios, problemas psicológicos como a ansiedade, depressão, ataques de pânico ou transtorno obsessivo-compulsivo, funcionam como um gatilho que pode levar a que se instale o caos na vida de uma pessoa.

Essas forças que você não entende mas que o mantêm preso nos velhos hábitos que o impedem de efetivar uma mudança positiva, são os seus sabotadores subconscientes, eles aparecem em forma de resistência, medo e dúvida quando o seu organismo (corpo e mente) se aproxima da mudança desejada.

O que eu quero transmitir-lhe é que é inteiramente possível superar o seu problemas e restabelecer o equilíbrio na sua vida. Você pode voltar a sentir ordem na sua vida. Assim que você perceba os mecanismos automáticos que contribuem para a sua confusão, a possibilidade de mudança positiva começará a fazer sentido. A chave é saber como restabelecer o controle, aprendendo a regular os seus estados internos (sentimentos e pensamentos), para lidar de forma eficaz com os obstáculos com que se depara na sua vida.

Os Passos que apresento a seguir certamente facilitarão o acesso aos seus sabotadores, permitindo eliminá-los:

1. Os três maiores sabotadores subsconscientes

  • MEDO: do desconhecido, de mudança, de afetar aqueles que o rodeiam, de se machucar, de arrependimento, etc.
  • RESISTÊNCIA: de mudar, de formação de novos hábitos, a desistir de velhos hábitos, ir ficando desconfortável.
  • DÚVIDA: que você pode fazê-lo, que você pode mantê-lo, que você vale a pena, que os outros vão aceitá-lo.

Quando você tem conhecimento sobre o que o mantém refém de si mesmo, quando trás à sua mente consciente tudo o que pode estar a minar a sua intenção de melhoria e de restabelecimento emocional, é muito mais fácil elaborar um plano de ação para eliminar os seus sabotadores internos.

Essas categorias não são mutuamente exclusivas, no entanto, os seus sabotadores subconscientes podem cingir-se apenas a uma categoria, como por exemplo o medo, ou a todas elas.

Quando você pretende mudar um hábito, tomar uma atitude, enfrentar uma determinada situação ou pessoa, quando se propõe a agir de outra forma, ou a ser mais assertivo, tente perceber nas diferentes categorias o que acontece com você:

  • Que tipo de pensamentos, sentimentos e emoções são acionados?
  • Daquilo que você pensa, age ou sente, o que pode estar relacionado com o medo, resistência ou dúvida?
  • Você afasta-se das coisas, evita, paralisa-se, entra em pânico?
  • Você não consegue propor-se a novas ideias, tem receio de arriscar, o seu pensamento é rígido?
  • Não acredita em si mesmo, pretende ter certezas das coisas, quer saber se dá certo, quer saber o futuro?

Escreva todos e quaisquer pensamentos e emoções que se manifestam em você quando pretende restabelecer a ordem na sua vida, e não consegue.

caos

2. Identificar a origem desses pensamentos e sentimentos

Os seus sabotadores subconscientes são específicos, são seus,  então você é a única pessoa que contém a informação que pode facilitar a descoberta da raiz desses pensamentos e sentimentos.

Analise a lista e pergunte a si mesmo as seguintes questões:

  • Que informação me transmite aquilo que sinto?
  • Que tipo de pensamentos estão alimentando aquilo que sinto?
  • A que tipo de crença é que este pensamento está ligado?
  • Há algo no meu passado que alimenta esse medo / resistência / dúvida?

Para cada um dos possíveis sabotadores internos (medo, resistência e dúvida) responda às questões acima propostas, no sentido de avaliar qual das áreas o tem vindo a prejudicar mais e a impedir que tenha sucesso nas mudanças que pretende realizar na sua vida.

Por exemplo, para um pessoa que esteja num estado de abatimento elevado e desânimo acrescido:

Medo: A pessoa pode desenvolver medo de falhar na implementação de novos hábitos de pensamento positivo e, o seu medo de ficar preso para sempre no desânimo e vir a ter depressão, aumentam. A pessoa ganha medo de nunca vir a ser capaz de sair do estado em que se encontra. E isso é altamente sabotador. O medo vai alimentado o próprio medo. A pessoa fica com medo de que o seu esforço e trabalho para melhorar não surta efeito.

Resistência: Quando um mau hábito se instala, ou um hábito sabotador vai ganhando força ao longo de uma vida (pensar de forma autodepreciativa ou de forma negativa também é um hábito), resistir-lhe pode ser uma tarefa de Hércules. A pessoa pode sentir que luta contra ela mesma e que tem que entrar em território desconhecido. Usualmente todos nós temos uma forte resistência a abandonar a nossa zona de conforto. A nossa mente resiste. E aquilo a que se resiste persiste.

Dúvida: Num estado de desânimo e desesperança, pode ganhar-se a noção de que a felicidade é impossível. A pessoa julga não ser mais possível voltar a sentir-se bem.

Explore as questões. Vá fundo. Tente perceber que erros de raciocínio pode estar a cometer com base nos seus sabotadores internos e subconscientes.

3. Justifica-se?

Esta é uma pergunta que requer uma atenção redobrada. Certamente alguns dos seus sabotadores podem ter razão de ser e de existir, acredito que sim. Esses pensamentos e sentimentos são reais, e os resultados que você teme podem realmente ter fundamento. No entanto mesmo com algum fundamento, esses sabotadores subconscientes são perniciosos, comprovam-se como barreiras difíceis de ultrapassar.

Muitos dos seus receios, resistências e dúvidas, são reais. Provavelmente estabelecem uma ponte com o seu passado, com a sua história de vida. E foi a sua história de vida que o conduziu ao momento em que se encontra. Mesmo que até ao presente momento todos os seus sabotadores tenham uma razão de ser, plausível, é preciso pará-los.

Analise o seu sabotador e a sua fonte. É este pensamento e sentimento justificado?

Coloque-o no seguinte contexto:

“Eu (descreva o seu pensamento e/ou sentimento com a categoria aqui) porque (a fonte do referido pensamento e/ou sentimento aqui).”

Aqui estão alguns exemplos:

  • “Tenho medo do desconhecido, porque tudo o que eu já conheci é aquilo que eu sou agora.”
  • “Eu estou resistindo a mudar os meus hábitos pouco saudáveis, porque eu adoro comer sorvete todas as noites, porque isso ajuda-me a relaxar depois de um longo dia de trabalho.”
  • “Eu não acho que consiga manter essas mudanças porque são um trabalho árduo no momento e, eu não quero estar a trabalhar tão duro para sempre.”

Agora olhe para as declarações que você acabou de criar e pergunte a si mesmo o que você teme, a que é que está resistindo e que dúvidas mantém acerca de si mesmo que o impedem de tornar os sonhos em realidade. Justifique-se ou não, você tem a opção de não deixar o seu sabotador interno impedi-lo de alcançar o seu ideal de vida, ou para trabalhar na implementação de estratégias eficazes para chegar ao que você realmente quer.

Assim que você passe a conhecer os seus sabotadores subconscientes, você vai ter que enfrentá-los se deseja alcançar uma mudança duradoura. Claro, há toneladas de “atalhos” que ilusoriamente prometem mudanças rápidas e sem esforço para você melhorar a sua vida. Há uma indústria construída em torno da venda de formas fundamentadas na esperança das pessoas para atingirem metas sem trabalho duro e sem a sua própria dedicação e intervenção.

Muitas são as pessoas que se emaranham em “esquemas” de promessas milagrosas de resolução de problemas, para mais tarde perceberem que o seu problema cresceu ainda mais e a vida tornou-se um caos. Não se iluda, construa a sua mudança positiva passo a passo.

Não se perca por caminhos alternativos que o possam conduzir à desgraça. Não tente de tudo. Procuro aquilo que possa perceber que é credível, que tem lógica e que depende da sua intervenção, dedicação e trabalho. Decida assumir a responsabilidade da sua vida, deixe de ser uma vítima. Mude a sua vida para melhor, mesmo que necessite de suporte e de ajuda. Mas seja seletivo na ajuda que procura.

4. Reenquadrar

Então, agora que você já identificou os sabotadores internos subconscientes, agora que está mais ciente daquilo que o tem vindo a impedir de ultrapassar grande parte dos problemas que têm contribuído para os conflitos internos, que o conduziram ao estado de caos, você está mais capacitado. Você está agora pronto para mudar alguns dos seus hábitos prejudiciais e substituí-los por um conjunto de sentimentos e pensamentos positivos.

Existem algumas maneiras de reenquadrar os seus sabotadores subconscientes de forma a que deixem de o ser. Passo a apresentar algumas das estratégias de êxito que permitirão eliminar o que não lhe serve mais:

1 –  Reafirmar as razões pelas quais você está indo atrás desse objetivo

Lembre-se das razões que suportam a ideia de que o seu objetivo é mais importante do que o medo, resistência e dúvida que você tem vindo a alimentar.

Aqui estão alguns exemplos:

  • “Eu estou tentando perder peso, mas é um trabalho tão duro.”

Reenquadramento: O que é mais assustador? As doenças que podem levar à morte prematura ou o trabalho duro?

  • “Eu quero sair deste emprego que odeio, mas estou com medo de falhar e não ter nada.”

Reenquadramento: O que é pior? Passar os seus dias na miséria ou não saber se você vai conseguir realizar isso, ou ao invés, ter a oportunidade de ter sucesso e realizar os seus sonhos mais arrojados?

São as afirmações mais poderosas e mais extremas que muitas vezes trabalham melhor. Não tenha medo de ser dramático o suficiente com a sua estratégia de reenquadramento, mesmo que ela lhe gere ainda mais medo do que aquele medo que o tem vindo a paralisar e a impedir de chegar onde pretende. Utilize o medo a seu favor.

reenquadrar

2 – Construir as suas afirmações capacitadoras

Desenvolva algumas afirmações padrão que possam ajudar a parar esse pensamento e/ou sentimento, quando acontece, e voltar a focar a sua atenção naquilo que mais importa.

Aqui estão alguns exemplos extraídos de lista do passo 3:

  • “Tenho medo do desconhecido, porque tudo o que eu já conheci é aquilo que eu sou agora.”

Afirmação: O desconhecido é uma oportunidade que eu nunca estive de ser alguém, ou eu estou com medo, porque isso significa muito para mim, e eu não vou deixar que o medo me impeça de alcançar os meus sonhos.

  • “Eu estou resistindo a mudar os meus hábitos pouco saudáveis, porque eu adoro comer sorvete todas as noites, porque isso ajuda-me a relaxar depois de um longo dia de trabalho.”

Afirmação: Eu gosto de sentir-me enérgico e saudável mais do que eu gosto de sorvete.

  • “Eu não acho que consiga manter essas mudanças porque são um trabalho árduo no momento e, eu não quero estar a trabalhar tão duro para sempre.”

Afirmação: Tenho de focar-me no meu esforço um dia de cada vez, ou eu sou mais forte do que eu penso.

3 – Abandonar o diálogo catastrófico e pensamentos negativos

Quando você está sob um elevado stress, é fácil deixar que os seus pensamentos entrem numa espiral de negatividade e fiquem fora do seu controle. Isso aplica-se principalmente para exemplos como o terceiro da lista do passo 3:

  • “Eu não acho que consiga manter essas mudanças porque são um trabalho árduo no momento e, eu não quero estar a trabalhar tão duro para sempre.”

Outros exemplos incluem:

  • Se eu continuar fazendo isso, eu vou morrer!
  • Não há nenhuma maneira de eu conseguir acabar com isto.
  • E se todo mundo me odeia no final?

Estes pensamentos fazem explodir as suas dúvidas e medos até atingirem proporções épicas, sendo que o mais provável é que nunca se concretizem, porque tudo isso é uma construção ilusória fundamentada no medo extremo.

Ao invés desses pensamentos catastróficos, você tem de ficar ciente que:

  • Com a prática, o trabalho vai ficar mais fácil
  • Não, você não vai morrer devido a isso
  • Você pode definitivamente acabar com a negatividade se continuar a dar um passo de cada vez
  • A probabilidade de todo o mundo odiá-lo é quase nula.

Admito, no entanto, que é muito fácil perder a noção de controle, quando as coisas ficam difíceis. Por isso, você deve ir praticando a técnica de reconhecer quando os seus pensamentos começam a ficar fora de controle e trazê-los de volta à realidade, lembrando-se de permanecer no presente e levar um dia de cada vez. Você não tem que saber como tudo irá terminar. Você não precisa saber o que vai acontecer na próxima semana. Você só precisa ocupar a sua atenção com aquilo que você tem possibilidade de resolver no momento e que está na sua frente.

Passo a passo, pouco a pouco à medida que for instituindo o hábito de reenquadrar a avaliação das situações, dos seus pensamentos e comportamentos, certamente as mudanças eficazes e duradouras que você tanto deseja irão realizar-se. A mudança é possível se você acreditar nela. Agora que você tem as ferramentas, o trabalho está do seu lado. É preciso praticar com dedicação e perseverança.

A reter: Difícil não quer dizer que seja impossível.

Abraço,

Miguel Lucas

Novo usuário?
Comece aqui
Receba Grátis os Vídeos “Fórmula da Positividade”
Receba Grátis os Vídeos “Fórmula da Positividade”

Dê a si mesmo a oportunidade de florescer e ser bem sucedido!

Comentários
Avatar for Miguel Lucas
Cássia

Olá,

Como sempre os seus textos estão ótimos e inspiradores. Sempre me ajudam e me fazem pensa, melhorar.. Muito obrigada.

Eu gostaria de um ajuda sua. Gostaria de saber como posso me tornar mais confiante, parar de fazer com que as pessoas me intimidem. Eu me sinto intimidada por todos, com medo de falar qualquer coisa, de agir naturalmente. Eu sempre acho que tenho que ser como os outros são assim eles vão gostar de mim e não vão me rejeitar.

Eu não gosto de ser reconhecida nem quando eu acerto e nem quando eu erro. Justamente por isso eu me sinto cada vez mais excluída.
Eu acho que eu não me sinto merecedora de nada. Portanto, eu fico quieta, quase não falo, não interajo… Tudo parece não ter muito sentido ou chamar muito a atenção. Eu não sei se isso é da minha personalidade ou eu estou com problemas e devo procurar por ajuda.
Ser sozinha é ruim, principalmente quando eu sinto que estou ficando sozinha e não ligo. Mas, as pessoas reparam e comentam. Não sei se elas tem razão ou fazem isso para me provocar ou não terem o que fazer.
Eu penso que nenhum lugar é o meu lugar. Não me sinto a vontade. Algumas vezes eu faço porque tenho que fazer, já me acostumei… Mas, no fundo me sinto deslocada, tudo o que as pessoas falam me intimida, me faz ficar mal. Algumas vezes, eu me sinto até culpada por ter cometido algum erro ou ter falado mais do que deveria. Não sei se são coisas da minha cabeça que eu tenho que mudar ou eu não sei…
Por favor, você poderia me dar uma luz? O que eu posso fazer? Como eu posso chegar a raiz do meu problema ou descobrir qual é?

Avatar for Miguel Lucas
Miguel Lucas

Olá Cássia, obrigado pelo comentário

Na verdade, é importante que tente perceber as razões porque pensa assim acerca de si mesmo. Depois perceber que é você que pensa dessa forma, o que quer dizer que pode passar a pensar de outra maneira. Como? de acordo com aquilo que pretende melhorar e da forma como pretende vir a comportar-se. Isso não tem nada a ver com a sua personalidade, tem a ver consigo mesmo, com as coisas que diz para si própria. Se aquilo que diz para si não a ajudam em nada, deixe de dizer.

Para tornar-se mais confiante leia: http://www.escolapsicologia.com/estrategias-extraordinarias-para-melhorar-a-auto-confianca/

Força e convicção

Abraço

Avatar for Miguel Lucas
Silene

Oi Cássia ..td bem?
Fiquei admirada com suas palavras,me sinto exatamente como você em alguns momentos da minha vida,acredito que seja pelas coisas que eu vivi na minha infância e adolescência.. Tbm me sinto sozinha e deslocada..e sempre quando estou com as pessoas fico pensando sobre o que elas estão pensando a meu respeito..é bem ruim..por que sinto como se eu nunca fosse boa o suficiente pra eles,me sinto muito sozinha,tanto que as vezes até me acostumo..mas depois sinto falta de ter pessoas para conversar..é bem ruim! Espero que as coisas mudem ..e que eu consiga mudar meus pensamentos e melhorar meu jeito de ser..vencer os medos e inseguranças..desejo o mesmo pra ti! Se caso quiser conversar um dia ..mande um e-mail..
Abçs

Avatar for Miguel Lucas
Rosângela

Adorei seu texto, tenho certeza que vai me ajudar muito!

Avatar for Miguel Lucas
Miguel Lucas

Olá Rosângela, obrigado pelo comentário

Fico sempre muito contente por ajudar.

Tudo de bom

Abraço

Avatar for Miguel Lucas
Eliz

Boa Noite.
Bem, tenho lido alguns dos seus textos e o que mais me atrai neles é a realidade com a qual você trata dos assuntos. Uma realidade simples. Nós realmente somos quem complicamos a vida, e meu maior sabotador é, aliás, era o medo do desconhecido, do futuro e a dúvida se eu iria ficar nesse estado para sempre. Lendo seus textos percebi o quanto tenho me sabotado todo esse tempo, me cobrando de mais, exigindo uma perfeição que só complicou a minha vida. Agradeço por você compartilhar um material tão valioso! Parabéns de verdade, você tem um dom, não somente para a psicologia, mas também na escrita agradável e bem elaborada!
Abraço,
Eliz.

Avatar for Miguel Lucas
Miguel Lucas

Olá Eliz, obrigado pelo comentário.

Fico contente e muito agradado pelo fato do artigo ter ajudado e acima de tudo ter servido para que ganhasse uma nova percepção acerca das suas sabotagens. Fico esperançado que possa ser um gatilho para uma mudança positiva na sua vida.

Agradeço as suas palavras de reconhecimento do valor dos artigos.

Tudo de bom

Abraço

Avatar for Miguel Lucas
Pedro

Olá, quero parabenizá-lo por este espaço. Ele me tem sido muito útil pois atravesso um momento muito difícil em minha vida. Leio muitos os seus artigos para tentar superar grandes erros que cometi no passado. Na verdade o meu passado me atormenta. Não consigo superá-lo. Sinto-me uma grande decepção para todos que amo. Tinha tudo que um pessoa pode sonhar e perdi. Vivia um grande amor, tinha negócio próprio de sucesso, uma vida prazeirosa, fazia tudo que gostava, e, por conta de um erro banal, eu perdi tudo. E perdi para o meu maior inimigo. Fico me penitenciando o tempo todo. Não consigo sair dessa negatividade, me libertar desse peso. fico imaginando o que as pessoas pensam de mim. Não consigo deixar o passado para trás. Mas através de seus artigos tenho encontrado forças para seguir em frente. Obrigado.

Avatar for Miguel Lucas
Miguel Lucas

Olá Pedro, obrigado pelo comentário

A punição não traz nada de proveitoso. É evidente que tem legitimidade para estar zangado consigo mesmo, mas isso não resolve o problema. O que deve tentar perceber é que pode ter errado em algumas decisões e ações que cometeu no passado, não tem de definir-se apenas por isso. É necessário perspetivar um futuro e fazer coisas para ir ao encontro do que deseja.

Força e convicção

Abraço

Avatar for Miguel Lucas
Viskcha

Obrigada.è o sentimento que me envolve depois de ler, gratidão e alivio, nossa merguhlei fundo dentro de mim com suas palavras me descobrindo como sou, aceitando a situação não tentando camuflar pra mim mesmo o meu problema,me deu uma nova visão de encarar a situação e vencer os desafios,quanto maiores maior a vitória,algo pequeno que se tornou um gigante,mais posso vence-lo eu não sou o problema ele está em mim, então sou maior do que eles.Obrigada

Avatar for Miguel Lucas
Paulo

Estou estudando para uma prova importanticima. O exame da 2 fase da OAB, passei primeira fase, mas agora me sinto desmotivado, com medo e com duvidas do meu futuro. O que posso fazer?

Avatar for Miguel Lucas
Paulo

Estou estudando para uma prova importantíssima. O exame da 2 fase da OAB, passei primeira fase, mas agora me sinto desmotivado, com medo e com duvidas do meu futuro. O que posso fazer?

Avatar for Miguel Lucas
marcelo lomazi

Olá!Bom dia!Boa tarde!Boa noite! a todos!
A matéria do Miguel é extraordinária!Somos sabotadores de nós mesmos. Renascer é necessário e importante;Me recordo o dia em que resolvi reiniciar minha vida aos 28 anos e a partir daí começei a enxergar uma luz de libertação para meu egoísmo sabotador.O perdão e a solidariedade elevaram minha auto estima e religiosidade.Agora procuro controlar meus medos e minhas angustias e ser uma pessoa mais feliz.

Avatar for Miguel Lucas
Cristiany

Adorei seu texto, foi a primeira vez que entrei no site e isso já me fez sentir muito melhor.
Mas tenho um problema para interagir com outras pessoas, eu sempre acho que elas não vão gostar de mim, ou vão me achar monótona e no fim acabo fazendo tudo errado e as pessoas realmente me acham monótona.Gostaria de encontrar um jeito de ser eu mesma e não ter medo do que vão pensar de mim.

Avatar for Miguel Lucas
solange

Boa tarde… Dr. Miguel , por favor me ajude com suas belissimas palavras , me sinto uma unutil , apessar de trabalhar e amar o que eu faço , mais as vezes sinto que não sou nada e que as pessoas que trabalham comigo não gostam de mim , apenas me toleram por eu ser uma depressiva , me sinto triste todos os dias e tenho uma enorme dor de cabeça ,sempre acho que todos me olham e acham ridicula , eu mesma me olho no espelho so me vejo feia , e todos me acham umamulher bonita , eu nao vejo graças nas coisas e nunca estou satisfeita , tenho um otimo emprego , tenho meu apto , meu carro , moro sozinha e me sinto solitaria .

Avatar for Miguel Lucas
maria do carmo

Oi d Dr Miguel, bom dia!

Nao conhecia esta parte que o senhor escreve, mas , achei muito interessante, me idetifico muito com a psicologia, acho que seje por minhas confusoes internas.
Sempre fui uma pessoa que fui a luta sozinha, sempre contei pouco com a familia, mas igual fui para diante com a vida , mas sempre me dei conta que nao fui uma pessoa realizada , e sim financeiramente tive tudo que busquei, mas diante de traumas de infancia , eu acho que chegou um momento que me perdi porque a cada ano me decpcionei com minha familia , por o egoismo , a falta de apoio, e a falta de demonstracao de carinho a mim.
Fui uma filha unica, com 4 irmaos maior, tive problemas com um filho adotado, e diante de tudo perdi a parte financeira.
Hoje me deparo que tenho grandes conflitos e sei que estou mal com o tema pisicologico, minha cabeca tem muitos conflitos , e muitas decpcoes diante a toda minha vida.
Nao consigo mai me organizar em nenhum lado que vivo , è como que o que me sobra e seguir em frente por meus outros dois filhos, e por momentos me vejo fracassando em meus pensamentos.
Nao sei que tipo de ajuda buscar, acgo que tudo foi um acumulo de coisas que veio de infancia , e hoje tenho como grandes traumas.
Preciso buscar ajuda , mas nao sei as vezes ja vejo que nada vale muito mais sacrificios , por minha idade , tenho 50 anos.
Agradeco de coracao se me der uma opiniao , de como tentar reagir.

Avatar for Miguel Lucas
Rejane

Dr. Miguel Lucas, venho agradecê-lo por tamanha ajuda em um momento difícil… A leitura deste artigo foi de grande importância.
A linguagem clara e objetiva me trouxe a sensação de estarmos conversando frente a frente.
Obrigada por dedicar-se a ajudar outras pessoas.
Muito grata,
Rejane.

Avatar for Miguel Lucas
Adriana

Bom dia Miguel,

Tenho lido os seus textos e efectivamente são fantásticos, com uma abordagem muito simples e concreta têm-me ajudado a entender muitos aspectos da minha vida e, mais especificamente, da minha mente.

Sou uma pessoa anciosa por natureza, preocupo-me muito com as coisas e inclusive já tive crises de ansiedade. Pretendia fazer terapia para me ajudar a controlar a minha ansiedade sem recurso a medicação uma vez que já tentei mas depois de deixar a medicação os sintomas voltam. Gostaria que me informasse sobre qual a melhor terapia para o meu caso. Pensei em psicoterapia, não sei se será o indicado.

Agradeço desde já a sua orientação/ajuda.

Adriana

Avatar for Miguel Lucas
Ana Maria Coelho Rosario

Este texto é tudo que eu precisava ler, pois estou fazendo um tratamento de obesidade e ando tendo dificuldades para ir contra aos pensamentos que me levam a tirar o foco da alimentação, saudável. Coleciono seus textos eles sempre me trazem uma resposta e me encoraja a continuar.o tratamento para atingir o objetivo.

Avatar for Miguel Lucas
luciano

Poxa!era td que eu precisa saber para dar de vez uma virada na minha vida vou colocar td isso em prática a partir de hoje…obrigado por tudo

Avatar for Miguel Lucas
Odmir Teixeira

Excelente, no caminho da verdade, para aqueles que sabem digam, como disse o senhor Luis Virtual, ao menos que morremos mas falando ou dizendo a verdade.

Avatar for Miguel Lucas
Lays

Oi Miguel, parabens pelo seu site! Seus artigos sao incriveis, muito esclarecedores e com uma linguagem de facil compreensao. Seus textos estao me ajudando bastante a construir mnha psicologia particular e cotidiana, digamos assim. Kkk Muito obrigada! Um grande abraco!

Avatar for Miguel Lucas
Cléia

Seus artigos são luz para nossas vidas! Sabe dizer exatamente o que precisamos entender! E através deste entendimento que se faz alimento para que não nos falte atitudes, esperança, fé, coragem durante toda a nossa vida! Que Deus lhe abençoe ricamente.

Avatar for Miguel Lucas
jo

Fiiq uei muito entusiasmada com o belo e esclarecedor texto , dr Miguel gostaria de receber textos no meu imail, ficarei muito feliz se me incluir entre os seus obrigada…estou praticando a tecnica do ho ponopono gostaria de sua opinião a respeito , por favor me ascesse ….

Avatar for Miguel Lucas
Manoel Valeriano

Muito Obrigado!
Abriu meus olhos!
Pensei que tudo estava perdido!
Obrigado de todo o coração, me ajudou muito!!!
Parabéns!
Excelente trabalho!!!
Acho que será o único autor que me fará realmente comprar um livro!
Obrigado!
Salvou minha vida!

Avatar for Miguel Lucas
cristina

Olá boa noite..preciso de uma orientação… To muito depreciva ..passei por uma cirurgia a 4 meses…tirei um tumor maliguino do intestino…deu tudo certo..só o que não deu certto foi meu emocional..vivo chorando..angustiada ..triste..acho q só to de pé por causa do meu filho…Pior disso tudo foi que a 10 anos atrás eu perdir um filho após o parto..então desde da ai eu já estava deprimida… E agora mais essa que passei…o problema que tenho que guardar isso tudo dentro de mim..parece que eu vou explodir…isso é só o resumo de tudo…e dai pra pior…sou casada e isso tudo ta abalando meu casamento..por que não credito mais em nada..parece que se eu ficar bem pode acontecer algo ruim a qualquer momento ..só tenho 30 anos …como pode tamanho a depressão… Preciso de ajuda…

Avatar for Miguel Lucas
emanuel

ola caro miguel,

sempre que leio seus artigos eles causam um efeito significativo. ficaria agradecido se me responde-se. preciso de uma orientação a cerca do que eu penso ser o maior dos meus problemas, atualmente me sinto esquizofrênico, quando era criança alimentava um pensamento na hora de tomar banho, de que havia câmeras me filmando e quem controlava isso seria minha professora. Mas esse pensamento não durou muito tratei como brincadeira fui realmente desapegando desse sentimento mas tal "brincadeira" influenciava num banho tímido (como quem se esconde de uma filmagem) só tenho lembrança dessa "brincadeira"(ou sentimento forte) porque agora aos 25 anos creio que esteja sendo realmente monitorado de alguma forma. tento trazer minha emoção pra realidade quando este pensamento surge, mas existe momentos de crise como se todos ao meu redor estivessem envolvidos em um esquema contra mim ou a favor de mim dependendo da situação. Por exemplo, penso que meu computador se comunica comigo sobre assuntos, questões e situações intimas da minha vida que seria quase impossível alguém saber ou comentar. sei que isso é quase impossível de estar acontecendo e me trago a realidade não deixo me dominar por isso
mas provavelmente existe uma consequência sobre esse comportamente emocional. outro "trauma" infantil seria vozes que eu ouvia quando era pequeno chamando meu nome em sussurro e uma visão que tive aos 9 anos me recordo com nitidez até hoje de uma fumaça preta densa com relâmpagos se encontrava em pé do lado de fora da janela da minha casa quando me atentei pra ela pois estava desenhando na mesa da sala de casa sozinho ela reagiu perdendo a forma até desaparecer no chão. e uma outra situação que também semelhante esta ultima ocorreu no ano de 2011 quando dormia e fui acordado por alguem mas este alguem que me olhava quando acordava desapareceu no escuro do quarto.
Me ajuda de alguma forma, por favor.

Avatar for Miguel Lucas
Pâmela

Oi. Me chamo Pâmela,tenho um filho de 4 anos e atualmente estou com 30 anos de idade. Eu desde que meu filho nasceu enfrento uma série de situações bastante difíceis para mim.Meu marido sai sozinho sempre,não gosto de deixar meu filho com os familiares dele,ja perdi várias oportunidades e deixei passar muitas coisas por essa resistência que sinto. Hoje meu filho ja estuda a tarde enquanto tanto trabalhar mas atualmente de férias estou tendo muitos problemas familiares por falta de tempo e condição de me dividir em tantas para dar conta de tudo e todos. Tive uma briga horrível com minha mãe e me vejo chorando todo dia e perdida ao ponto de não querer mais fazer nada da minha vida! Oque eu faço? Não quero prejudicar meu filho!não quero viver sem paz…

Avatar for Miguel Lucas
Vanessa G R Bonatti

Gostei demais!
Muito obrigada!

Deixe o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *