14 formas de pensar que destroem a sua felicidade
Felicidade 22/09/2016

14 formas de pensar que destroem a sua felicidade

Miguel Lucas Publicado por Miguel Lucas

Todos nós estamos geneticamente preparados para a felicidade, mais especificamente para a felicidade hedónica. A palavra grega hedonê significa “prazer” e dela provém o termo hedonismo. O precursor do hedonismo foi o filósofo grego Aristuppus (435-366 BCE) que defendia a boa vida pela experiência de maximização do prazer e minimização da dor, e que a felicidade surgiria como a totalidade dos momentos hedónicos experienciados pela pessoa.

Basicamente a felicidade hedónica está relacionada com os momentos prazerosos associados aos nossos cinco sentidos, e com as experiências positivas que estes nos proporcionam, como por exemplo, o calor do sol, ou o sabor doce e a sensação refrescante de um gelado, ou o êxtase de ver a nossa equipa de eleição vencer.

Deste ponto de vista podemos considerar que felicidade é a soma dos vários momentos prazerosos experienciados. Numa perspectiva diferente temos a felicidade heudaimónica. Aristóteles, filósofo grego propulsor do eudaimonismo, postula que toda atividade humana tem um fim.

Eudaimonia, enquanto estado subjetivo, envolve os sentimentos que ocorrem quando a pessoa se move em direção à autorrealização para que possa desenvolver os seus potenciais e conferir propósito à sua vida (Waterman, Schwartz & Conti, 2006).

Acredito que ambas as perspectivas anteriores sobre a felicidade estão presentes na vida de cada um de nós. Por vezes, afastamo-nos das boas sensações que o nosso corpo nos pode proporcionar, assim como dos nossos objetivos e propósitos de vida, emergindo o sofrimento, angústia e infelicidade.

Se você percepciona que tem um conjunto de comportamentos que vão destruindo a sua felicidade, proponho que reflita sobre as possíveis formas de agir e pensar que podem estar contribuindo para o seu mal-estar, e assim, mudar a vida para melhor.

1. Você fica angustiado sobre o seu futuro e esquece o caminho já percorrido

Antecipar o futuro de forma angustiante é a receita para se sentir desanimado. Este mau hábito aumenta drasticamente as chances de desistir dos seus sonhos, fazendo-o sofrer por antecipação. Em vez de concentrar-se na sua perspectiva de futuro catastrófica, olhe para aquilo que já conseguiu e aprendeu para que possa organizar-se face aquilo que pretende melhorar ou atingir.

2. Você tem medo de caminhar pelo seu pé, suportando-se em demasia nos outros

Esta é uma grande armadilha da qual você necessita ficar atento. Ainda que possa necessitar de algum tipo de suporte para algumas coisas ou em alguma fase da sua vida, não confunda isso com negação das suas capacidades para atingir o que pretende.

É assim que as pessoas podem enraizar uma mentalidade de vítima, ou ficarem dependentes de terceiros, tendo de aceitar situações que não lhes servem, como por exemplo, permanecer num relacionamento abusivo.

A verdade é que a grande maioria das pessoas tem o poder para se propor às coisas que pretende alcançar na vida. Mas para que se comprometa com essa ideia e passe a agir com essa crença, primeiro precisa perceber que pode estar privando-se da oportunidade de fazer isso acontecer. Sim, isso é exatamente o que muitas pessoas fazem. Simplesmente não dão a elas mesmas a oportunidade de tentar pelos seus próprios meios, levando-as a desenvolver medo de caminhar pelo seu próprio pé.

3. Você acha que só irá ser feliz quando atingir um determinado objetivo

Quando focamos a nossa felicidade no futuro, em algo que queremos alcançar para sermos verdadeiramente felizes, podemos entrar num caminho tortuoso e miserável. “Só vou ser feliz quando tiver o corpo perfeito.”

Neste exemplo, a pessoa está a fazer uma afirmação absolutista ancorada a um objetivo específico, remetendo todas as outras áreas da sua vida para segundo plano. Coloca um filtro extremamente redutor, quer em termos temporais, quer em termos de outros objetivos alcançados ou prazeres experienciados.

Nesse meio tempo, é usual a pessoa sentir-se miserável porque o seu corpo não cumpre os padrões pretendidos. Se este tipo de pensamento for sendo aplicado ao longo do tempo e generalizado a outros objetivos que a pessoa se proponha, a obsessão instala-se e a felicidade é afetada negativamente.

Cuidado com este ciclo de pensamento a que podemos chamar de armadilha da felicidade. Mesmo que a pessoa atinja os seus objetivos, por exemplo, fique com o corpo em forma, ganhe mais dinheiro, rapidamente se propõe a outros objetivos e encontrará novos motivos para continuar infeliz e a sentir-se miserável.

Ainda que seja saudável e benéfico traçar objetivos e propor-nos a novos desafios que possam gerar bem-estar e contribuir para a nossa felicidade, é contraproducente colocar a totalidade da nossa satisfação de vida na obtenção de um determinado resultado.

ser infeliz

4. Você vê a felicidade como algo exterior ao invés de algo interior

Provavelmente, em comparação com os outros, você ache que ser feliz é ter melhor currículo, ganhar mais dinheiro, ou ter a esposa mais linda. No entanto, muitas das pessoas que não possuem isso também são felizes. Obviamente que as nossas conquistas, conforto e bens materiais podem contribuir para o nosso bem-estar e promover o nosso sentimento de felicidade, mas resumi-la a isso é destruí-la.

Talvez o hábito tenha sido enraizado devido a uma sociedade extremamente competitiva, e o sentimento miserabilista imperar para aqueles que julgam não ter o que supostamente acham que deveriam ter.

A felicidade é algo interno, na relação que estabelecemos conosco mesmo, com os outros, com o mundo em geral e no equilíbrio entre o que desejamos e aquilo que obtemos. É um sentimento, e você pode senti-lo a qualquer momento.

Da próxima vez que você diga a si mesmo que primeiro precisa de algo para ser feliz: pense novamente. A afirmação que está fazendo é racional, razoável e saudável?

5. Você não cuida de si mesmo

Certamente você tem consciência de um conjunto de atividades que deveria realizar para promover e manter a sua saúde. Sabe que deve exercitar-se mais, comer alimentos baixos em gordura, descansar, mas pode ter vindo a descuidar-se. Você sabe que deveria ser mais autodisciplinado.

Como resultado, pode sentir-se culpado. Um bom estado de saúde é sem dúvida um enorme suporte para a felicidade. Sabemos disso principalmente quando sentimos um abalo na nossa saúde. Faça o que tiver ao seu alcance para não destruir a sua felicidade, cuidando de você mesmo. Livre-se da culpa que pode sentir por não ter vindo a ter alguns cuidados consigo e passe à ação.

Para aprofundar o assunto leia: 11 Formas de promover a sua saúde e capacidade física.

6. Você desempenha o papel de vítima

Você não precisa de queixar-se taxativamente para desempenhar o papel de vítima na sua vida. Digamos que você “não pode” fazer isto ou aquilo, ou acha que não consegue sem se propor a isso? Provavelmente está jogando o papel de vítima. Pode não ter plena consciência disso, ou ter benefícios subjacentes ao desempenhar esse papel.

Por exemplo, se você está acima do peso e sente-se vítima devido a isso, pode secretamente sentir-se orgulhoso por ir contra as revistas que constantemente dispararam a ideia de que você deveria emagrecer. Ou, se você está sobrecarregado, pode começar a gabar-se para os outros acerca da quantidade de coisas que faz e tem à sua responsabilidade.

Agora que ficou mais alerta para a possibilidade de poder estar a desempenhar o papel de vítima, pergunte a si mesmo: “Quais as vantagens que recebo de estar na minha situação atual?

Seja honesto, e liste pelo menos sete. Você pode ficar surpreendido. Essas supostas vantagens podem estar a prendê-lo na sua vitimização.

7. você focaliza demasiado a sua atenção nos erros e no que é mau

Aquilo em que focamos a nossa atenção expande-se. Se você desenvolveu um filtro demasiado estreito para tudo o que possa estar mal, para os erros e fracassos, para os seus e os dos outros, certamente está a ser alvo de estímulos negativos.

Não quero passar a mensagem que não devemos prestar atenção para aquilo que não está bem na nossa vida, ou que não devemos analisar os erros que cometemos. Ter consciência do que acontece de negativo na nossa vida pode ser vantajoso. No entanto, não deveremos ficar presos apenas nos cenários negativos.

O que importa fazer é analisar o que precisa de ser melhorado, reparado ou aprendido e depois orientar a atenção e recursos para a construção de uma solução.

Ficar a ruminar nos erros ou nas coisas ruins, alimentar tudo isso e desenvolver uma crítica negativa destruidora, nada de bom trás à pessoa que desenvolve essa forma perniciosa de olhar a vida.

8. Você acha que as outras pessoas não gostam de si

Acredito que algumas pessoas possam não gostar. Não podemos agradar a Gregos e Troianos. Mas acredito também que existem pessoas que gostam de você. Se a ideia de que os outros não gostam de você paira na sua mente, faça o exercício saudável de contestação. Faça uma lista das dez pessoas que tem a certeza que gostam de você.

Se conseguiu completar a lista, não pode continuar a ter essa crença irrealista. Se eventualmente a ideia permanece, perceba o que pode ter vindo a fazer para que isso aconteça. Ainda assim, as pessoas que não o conhecem não podem ter razões para não gostar de você. Principalmente para as pessoas que conhece pela primeira vez, você tem a oportunidade de estabelecer uma relação sustentável e apreciativa. Se for o seu caso, esforce-se por isso.

9. Você racionaliza o seu ma comportamento

Todos nós sem exceção temos momentos na nossa vida que se encaixam no que podemos chamar de mau comportamento. Podemos ser agressivos nas nossas palavras, ou recorrentemente sermos injustos com determinada pessoa, ou não prestar atenção com quem necessita da nossa ajuda.

Mas se de forma crónica nos comportamos indevidamente e racionalizamos esse comportamento desajustado numa tentativa de proteção do ego, tornamo-nos cegos à melhoria comportamental. Ter maus comportamentos não faz necessariamente de nós más pessoas. Faz de nós uma pessoa que se comporta de forma desadequada, podendo prejudicar a si mesmo e aos outros.

Nesta linha comportamental não existe espaço para o florescimento pessoal, e com isso você fica impedido de alcançar a felicidade.  Se você percebe que tem vindo a expressar alguns comportamentos menos bons, pondere ler o meu artigo: Não mude a si mesmo, mude os seus comportamentos.

10. Você coloca a culpa de tudo em si mesmo

Esta estratégia de colocarmo-nos no epicentro da culpa de tudo o que acontece de menos bom na nossa vida, apelido-a de uma fuga para o lado. A pessoa assume que tem pouco valor, pouca habilidade ou poucos recursos e por isso é normal que seja a culpada das coisas menos boas que lhe acontecem ou que estão relacionadas com ela. Se é o seu caso, não se culpe a si mesmo por tudo e por nada, só para fugir à realidade e assim ficar no seu lado confortável.

A culpa pode já ter-se tornado em algo confortável e que tem à mão para lidar com as situações incómodas. Tente separar-se da situação e, em seguida, analise melhor o que pode estar a acontecer e perceba se realmente é adequado culpabilizar-se ou se é mais benéfico perceber o que pode mudar nas suas ações ou na situação, para que numa próxima oportunidade possa fazer melhor.

Para aprofundar o assunto, leia: Dê um rumo à sua vida, deixe de fazer as mesmas asneiras.

11. você é um realista focado no passado

Você acha que ser realista irá torná-lo mais objetivo, mas será realmente um “realista” ou  é um “realista focado no passado”? Pondere sobre o seguinte: Tudo o que experimentamos hoje é o resultado do que aconteceu ontem, na semana passada, no mês passado, etc.

No entanto, podemos igualmente considerar que o futuro é o resultado do que fazemos hoje, mais os acontecimentos do passado. Se você se focar naquilo que pretende vir a realizar ou a melhorar, isso passa a orientar as suas ações no presente.

Ou seja, caso o seu passado não tenha sido aquilo que mais desejava, ao invés de se condicionar apenas por aquilo que já aconteceu, pode optar por orientar a sua vida por aquilo que pretende que lhe aconteça. Pondere passar a orientar-se muito mais focado no futuro. O futuro que quer ver materializado. Acredito que a sua motivação irá alavancar e com isso caminhar mais esperançado no presente.

12. Você quer melhorias rápidas

Se você se encontra numa situação em que pretende aprender algo que é necessário para a sua vida, ou precisa mudar algum hábito, ou instituir uma nova rotina ou estilo de vida, e quer ver resultados imediatos das suas ações, certamente vai deparar-se com o fracasso.

Se isto tem vindo a ser recorrente na sua vida, você está agindo com base no desespero e ansiedade. Na verdade, é como se necessitasse muito de algo, mas não está disposto a “pagar” a fatura com esforço da sua parte.

13. Você não pratica a gratidão

Pense  em algo na sua vida em que você se sente feliz por ter. Faça isso. Reconheça isso. Sinta-se afortunado e grato por ter isso na sua vida. Por vezes simplesmente ignoramos as coisas boas que temos na vida, damos isso como garantido. Acredito que praticar a gratidão e transformá-la num hábito é promotor de felicidade e equilíbrio emocional.

14. Você espera que os outros seja a sua salvação

Você acha que não sabe o suficiente sobre X e precisa de alguém para ajudá-lo. Isso pode ser verdade, mas às vezes é apenas uma desculpa para não colocar as suas mãos na massa. Você, pouco a pouco vai deixando de responsabilizar-se pela sua melhoria de vida.

Raramente é devido às pessoas serem preguiçosas que isto acontece. É principalmente porque se acham incompetentes, ou incapazes, ou eventualmente não querem sair da sua zona de conforto e propor-se a novas experiências.

Para aprofundar o assunto leia: O poder da ação, fazer o que é necessário ser feito.

Então, o que você vai fazer hoje ou esta semana para deixar de destruir a sua felicidade e aproveitar mais a sua vida?

Abraço,

Miguel Lucas

Novo usuário?
Comece aqui
Receba Grátis os Vídeos “Fórmula da Positividade”
Receba Grátis os Vídeos “Fórmula da Positividade”

Dê a si mesmo a oportunidade de florescer e ser bem sucedido!

Comentários
Avatar for Miguel Lucas
André

Excelente texto, parabéns!

Avatar for Miguel Lucas
Alexandre Scarambone

Ótimo texto.

Avatar for Miguel Lucas
Auricelia Sabóia

Parabéns!

Percebo nos seus textos muita sensibilidade da sua parte e percepções de comportamento. Muito bacana! Sou estudante de Psicologia (5º período). Amo o que faço! Sinto-me lisonjeada em poder desfrutar dos seus artigos. Sou sua fã!

Um forte abraço!

Deus te abençoe e o capacite cada vez mais.

Avatar for Miguel Lucas
Miguel Lucas

Olá Auricelia, obrigado pelo comentário.

Parabéns pelo ótimo curso que está fazendo 😉 Agradeço imenso as suas palavras e também por ser minha fã. Pretendo continuar a corresponder às expectativas dos leitores com material que possa ajudar a melhorar as suas vidas.

tudo de bom para você.

Abraço

Avatar for Miguel Lucas
Claudia Soares Bulhoes

Muito interessante.

Avatar for Miguel Lucas
Vera Lucia

Parabéns Miguel Lucas, excelente artigo. São pequenos detalhes que vamos deixando de lado e que se transformam em lixo mental, lixo esse que emperra nossas vidas e nos impede de enxergarmos a nós mesmos.

Avatar for Miguel Lucas
Miguel Lucas

Olá Vera, obrigado pelo comentário

É isso mesmo, os pequenos que não vamos fazendo e aqueles menos saudáveis que vamos enraizando, juntos e pouco a pouco vão minando as nossa felicidade. Por isso é necessário estarmos atentos e aumentar a consciência sobre os nossos comportamentos e formas de pensar.

Tudo de bom para você.

Abraço

Avatar for Miguel Lucas
Claudiomar A. Souza.

Parabéns Miguel Lucas. A algum tempo leio matérias postadas neste site e só tenho a agradecer pelo conteúdo que nos é ofertado de grande valor para nossas vidas. Espero que continues a postar excelentes artigos como este, e assim continuar a nutrir nossas mentes e espíritos.

Avatar for Miguel Lucas
Dario Vitoriano

Lucas cara!

Simplesmente impressionante o texto cara!

Estou aqui "mastigando" cada uma das palavras.

Forte abraço.

Avatar for Miguel Lucas
Lourismar Silva

Ótimo texto, parabéns companheiro.

Avatar for Miguel Lucas
Edna lourenço

muito obrigado dr Miguel,era tudo que eu precisava saber!!

Avatar for Miguel Lucas
Prado

Prezado Miguel, um texto que poderia ser útil é o procedimento com pessoas que buscam desestimular outras, deixá-las para baixo, ressaltando defeitos, vícios, problemas, quer no ambiente pessoal, quer no profissional, quer no familiar (de todos, o penúltimo talvez seja o mais problemático).
Qual o remédio adequado a utilizar? Ser explosivo?
Um abraço,

Avatar for Miguel Lucas
Cris

E acertado trocar de medo se tua mente aceitar, eu saia com varias gurias ai um dia pensei estar com mal halito mas eu nao tava mas minha mente me diz q to e nao consigo vencer esse medo faz 10 dias q to vivendo esse medo tentando sair dele e nao consigo minha alto estima que estava otima hoje me sinto um lixo, ai pensei em trocar por um medo que eu sei lidar com ele atraves das suas postagens e minha mente ta aceitando a troca isso pode melhorar aquele medo estupido meu que estou com mal halito mesmo nao estando. Me diz o que o Dr acha sobre isso.
Agradeço desde ja nao consigo viver sem esse saite ta me ajudando muito mesmo!
Abração!

Avatar for Miguel Lucas
edna silva

parabens , matérias fabulosas, amo todas, obrigada por nos ajudar. parabenssssssssssssssssssssssssssssssssssssssss

Avatar for Miguel Lucas
Eli Tocchio

Partilhar o conhecimento de forma voluntária é um ato de benevolência. Parabéns Miguel!

(Fiz a frequência da Licenciatura em Psicologia até o 4º Semestre – espero poder concluir o curso)

Avatar for Miguel Lucas
Débora Feliciano

Gosto muito de seu artigos.Parece estar conversando comigo pessoalmente.Obrigada !

Avatar for Miguel Lucas
Deborah Aguiar

Meus parabéns pelo texto, é muito importante reconhecermos estes erros e corrigi-los. 🙂

Avatar for Miguel Lucas
Junior

Neste item: 8. VOCÊ ACHA QUE AS OUTRAS PESSOAS NÃO GOSTAM DE SI

"[…], faça o exercício saudável de contestação. Faça uma lista das dez pessoas que tem a certeza que gostam de você."
Até aqui tudo bem. Porém, não consegui completar a lista, elenquei somente 4 pessoas (fui otimista). O Sr. teria outra sugestão além dessa lista?
Obrigado.

Avatar for Miguel Lucas
Cláudia de Fátima Almeida

Bom texto;claro,objetivo!!!

Avatar for Miguel Lucas
Miriam

adoreiiiii, sou sua fã!!! Obrigada bjossss

Avatar for Miguel Lucas
Glaucia

Gostei muito do texto, já venho pondo em prática…obrigada.

Avatar for Miguel Lucas
alzira lewis doebber

Boa Tarde,

Sempre fico alimentada com o material que o site apresenta. Só tenho a agradecer, pois várias vezes fui bem sucedida graças a tomar atitudes que li e apliquei em minha vida. Também , sempre passo para amigos.

UM ABRAÇO E
Parabéns e FELIZ 2014

ALZIRA LEWIS

Avatar for Miguel Lucas
patricia

uma boa opção de mudar nossos comportamento e pensamentos destruidores …

Avatar for Miguel Lucas
Lucia Sidor Batistela

Miguel, obrigada pelos seus artigos, pois estão sendo valiosos em minha vida.
Desejo tudo de bom pra você e que continue a transmitir esta sabedoria!

Lucia

Avatar for Miguel Lucas
marcelo

GOSTEI MUITO, MIGUEL…ALIÁS GOSTO MUITO DOS SEUS ARTIGOS, POIS SOU UMA PESSOA MUITO CONFUSA QUE GOSTARIA MUITO DE TER UM PSICÓLOGO NO CRIADO MUDO…

OBRIGADO PELOS SEUS ARTIGOS QUE ME AJUDAM MUITO

ABRAÇOS,

MARCELO

Avatar for Miguel Lucas
Carminha

Adorei seus artigos e gostaria de saber se vc tem algum sobre. Como ter prazer na vida.

Avatar for Miguel Lucas
Marcelo

Suas colocações e mensagens são muito claras e benéficas.
Parabéns pelo trabalho!

Marcelo

Avatar for Miguel Lucas
marines

Parabéns seu material é maravilhoso tenho gostado muito e indico a todos meu amigo, obrigado por existir e ser tão sensível a alma humana.

abraços fraternos

Marines fernandes

Avatar for Miguel Lucas
Tylba

Gostei muito, texto claro e objetivo!Parabéns!

Avatar for Miguel Lucas
Mauro

Achei as suas reflexões super interessantes e moralizantes. Ajuda as pessoas a encarar a vida com outros olhos e isso é muito gratificante. Parabéns!!!

Avatar for Miguel Lucas
Eulina fernandes

ADORO TODOS OS SEUS TEXTOS.
TENHO MUITO INTERESSE POIS TEM ME AJUDADO MUITO
ABRAÇO.

Avatar for Miguel Lucas
Luisa

AMEI…PARABÉNS PELO TEXTO!

Avatar for Miguel Lucas
lena

A cada dia me apaixono mais e mais pela Psicologia. Sem dúvidas é uma área fascinante, sou pedagoga e acadêmica de ciências sociais, agora tenho mais uma candidata a graduação

Muito obrigada pelas belas palavras

Avatar for Miguel Lucas
Dep

Tem coisa mais chata que essas listas, enumerações que prometem ter a solução de todos nossos problemas. Palavras e palavras não resolvem nada.

Avatar for Miguel Lucas
Fabi

Gostei muito de tudo o que li por aqui. Claro e objetivo. Certeiro e elucidador.
Sempre bom buscarmos um momento para respirar com calma, organizar as ideias e pensamentos que borbulham em nossa mente e tentar agir da melhor forma. Não é fácil, mas precisamos tentar.
Obrigada pela ajuda proporcionada a mim e parabéns pelo seu trabalho.

Avatar for Miguel Lucas
Allend Mamudo

Excelente, ajuda a dar os primeiros passos rumo a felicidade.

Avatar for Miguel Lucas
Cássia

Olá Miguel,

Muito obrigada pelas palavras! Elas descrevem perfeitamente muitas coisas que acontecem comigo e que eu não consigo explicar, por isso eu fico confusa e desesperada.

Sou leitura do seu blog vai fazer três anos, e confesso que foi uma grande ajuda para mim. Na verdade, foi imprescindível. Naquela época eu estava mergulhada em uma depressão e só o que conseguia ver a minha volta eram coisas ruins. Mas hoje, eu estou bem melhor, quase 100% curada, acho que falta pouco.

Estou iniciando o ano com muitas expectativas e altamente motivada a realmente voltar a viver, no sentido mais pleno da palavra. Agora, eu tenho paciência para as coisas que podem vir a dar errado, por que essas coisas sempre acontecem. Mas eu desenvolvi uma coisa que se chama resiliência e posso dominar melhor minha ansiedade, graças em grande parte a você a seus textos.

Obrigada do fundo do meu coração. Deus lhe page por tudo!

P.S.: Só gostaria de pedir-lhe uma dica: Eu desenvolvi fobia social na minha adolescência e por isso me relaciono com muita dificuldade na Universidade onde estudo. As emoções que sinto em meu corpo são terríveis quando lembro vários momentos pelos quais passei. Em ingressei na Universidade em 2013, e naquele ano reprovei com certeza devido a meu estado emocional. Em 2014 cursei as 7 disciplinas que reprovei, de um total de 13.

Nessas duas turmas, de 2013 e de 2014 infelizmente eu não consegui fazer amizades com os demais como eles conseguirão fazer entre si. Eu me sinto um peixe fora d’água e que fica excluída e deixada de lado, na verdade, sou eu que sem querer faço com que isso aconteça. Sempre permaneço muito quieta e as pessoas em geral acham que que sou de fato uma pessoa fechada. Quando tudo o que eu mais quero é me enturmar. Se elas chegam até mim para iniciar conversa eu travo e assunto nenhum me vem a cabeça, fico bastante desconfortável.

Se você ler isso, peço por favor que você me dê um conselho ou uma palavra. Eu estou tão feliz com a chegada desse novo ano, e dessa nova oportunidade. Eu não me sinto deprimida e nem desesperançada, eu tenho certeza absoluta e fé que vou receber muitas bençãos durante esse ano e nos próximos. Mas quando penso na volta as aulas, em fevereiro, sinto um desconforto em meu estômago, causado pela ansiedade, insegurança e medo. Pois, por alguns momentos ainda temo um pouco que tudo volte a ser como era e que nada realmente mude.

Ajude-me como encarar minha realidade com coragem, ainda não me sinto acolhida na minha turma, mas sei que sei que sou um pessoa legal, por que já ouvi isso muitas vezes, no passado. Isso é uma das poucas que faltam a ser "resolvidas" para mim, senão a única.

Mais uma vez, quero dizer obrigada pelo muito que você já fez por mim, você não sabe, ou sabe, o quanto me ajudou.

Com amor,

Cássia

Avatar for Miguel Lucas
Neumara

MAIS UM TEXTO INCRÍVEL! Es realmente muito profissional, compreende ao fundo as emoções e situações da vida humana! grande parte do que escreveu neste testo eu venho trazendo enraizado em mim ha anos e nem me dava conta! agora, vou procurar por em prática mais esses ensinamentos e evoluir, já perdi muitos anos, é hora de começar a ser Feliz!

Dr. miguel,vi nas notificações do face que o senhor me respondeu, mas não consigo ver os comentários dos videos que assisti ontem, então nem sei o que responder
obrigado mais uma vez por sua imprescindível ajuda!

Avatar for Miguel Lucas
Mariana

Parabéns pelo artigo.
Acho importante ler de tempos em tempos para não esquecer nada…rs

Avatar for Miguel Lucas
Gustavo

Ótimo texto. Dentre tudo que foi falado, o que mais enxergo nos outros e em mim mesmo é a mania que temos em acreditar que nossa felicidade depende da obtenção de determinado objetivo, e que ela vem de fora. A grande verdade é que a nossa felicidade está no olhar, no olhar que escolhemos ter sobre as coisas… Diariamente tento me fazer presente em meus pensamentos e sempre focalizar nas soluções…

Avatar for Miguel Lucas
Gustavo

Tenho um Blog que agrego valor com esses tipos de assunto… http://mentedesucesso.com/

Deixe o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *