10 Dicas de saúde mental para voltar a sentir-se bem - Miguel Lucas
Saúde e Bem-Estar 22/09/2016

10 Dicas de saúde mental para voltar a sentir-se bem

Miguel Lucas Publicado por Miguel Lucas

O objetivo da terapia é fornecer as ferramentas e estratégias para lidar da melhor forma possível com o que está acontecendo na sua vida, desde problemas de estresse ou relacionamento até ao gerenciamento de um diagnóstico de saúde mental. Na minha experiência profissional como psicólogo não me limito apenas a sugerir algumas mudanças de comportamento ou alterações de crenças e formas de pensar, acreditando que isso fará a diferença de um dia para o outro.

A maior parte do trabalho de terapia acontece fora do meu consultório. O melhor progresso acontece quando a pessoa que veio até mim em sofrimento, aplica o que aprendeu para lá do momento da consulta, na sua vida real.

A boa notícia: Isso significa que você tem o poder de implementar mudanças reais na maneira como pensa, como se comporta e como lida diariamente com as suas dificuldades. Mas você precisa colocar todo o seu empenho e energia no que é sugerido no processo de melhoria.

Há 168 horas em uma semana, seria terrivelmente arrogante, por parte de um profissional de saúde mental, acreditar que a sua intervenção de uma hora será suficiente para manter os seus clientes mentalmente saudáveis ​​pelo resto das 167 horas.

Esta ideia é extensível e aplicada de igual forma à pessoa que procura ajuda profissional. A pessoa não pode desenvolver a crença que basta ir às consultas de psicologia, e no momento que a consulta termina deixar para trás tudo o que lhe foi sugerido realizar no seu dia a dia.

Embora as dicas que se seguem não deva ser um substituto para a ajuda profissional, apresento algumas das estratégias mais impactantes e menos complexas que maioritariamente sugiro a quem tenho vindo a ajudar.

1. Tente anotar os seus pensamentos e sentimentos

Ventilar os seus pensamentos e sentimentos é incrível por um motivo, ajuda-o a superar as suas frustrações. Essa é uma das razões pelas quais pode ser útil manter um diário de saúde psicológica. Você não precisa fazer nada profundo ou demorado, basta dedicar pelo menos cinco minutos por dia para escrever os seus pensamentos, sentimentos ou ideias.

Isso pode ser especialmente útil se você quiser acompanhar as mudanças no seu humor ou comportamento ao longo do tempo (talvez para discutir com um psicólogo mais tarde). Mas também pode ser apenas uma forma prática de trabalhar na sua melhoria através de algo privado e não-julgador, sobretudo se você ainda não se sentir à vontade para falar.

2. Quando você está super estressado e sobrecarregado, veja se há alguma maneira de trabalhar a positividade

O estresse acontece, e sempre é um pouco ruim, quer você esteja sobrecarregado ou esgotado ou ambos. Ainda assim, você pode aproveitar esses momentos e tentar reverter a negatividade inerente às circunstâncias que enfrenta, procurando uma forma positiva de superação. Por exemplo, se você está estressado porque enfrenta um prazo de trabalho intenso, pense em como esse estresse está realmente ajudando você a fazer isso. Certamente está a orientar o seu foco para a tarefa que tem de realizar.

A sensação de pressão não precisa ser negativa, pode ser um desafio positivo e motivador. Ou, se você não tiver um fim de semana livre para si mesmo nos próximos dois meses, considere como é ótimo ter uma vida social tão preenchida.

Em muitos casos, é tudo sobre como você interpreta o que está sentindo e acontecendo na sua vida. E, claro, se estiver estressado e não houver um lado positivo, considere ver isso como um sinal de aviso bem-vindo de que precisa encontrar maneiras de se equilibrar emocionalmente para que não chegue ao ponto de ficar completamente esgotado.

3. Planeje fazer caminhadas diárias (e faça-as realmente)

Às vezes você só precisa afastar-se do que está fazendo ou lidando e abraçar uma atividade relaxante e arejada. Claro, fazer exercícios regularmente é importante para a saúde mental, mas até mesmo fazer caminhadas regulares e relaxantes pode tranquilizá-lo. Além disso, pode literalmente forçá-lo a respirar quando mais precisa de fazê-lo.

Sair à rua e conectar-se com a vida pode confirmar-se como um processo curativo, assim como uma caminhada bem ritmada. Isso pode ajudá-lo a libertar-se dos assuntos que passam na sua cabeça e afastar-se temporariamente de algum tipo de angustia ou sofrimento emocional que lhe estão causando. Tente dar um passeio pela manhã, ou depois do jantar, ou tente agendar 20 minutos no seu calendário de trabalho para lembrá-lo de sair um pouco à rua.

4. Contrarie os pensamentos negativos com positivos

Pensamentos negativos são apenas uma parte da vida, mas eles não precisam consumi-lo. Em vez de tentar ignorar completamente esses pensamentos, tente revertê-los com declarações positivas. Por exemplo, se você está se sentindo ansioso e arrependido por ficar na cama até ao meio dia, tome consciência de que você realmente precisava descansar um pouco mais e ficar sozinho nessa semana. Você pode voltar às suas tarefas assim que for necessário.

Para aprofundar o assunto assista ao meu vídeo: Saiba como reverter a negatividade

5. Faça uma lista das pessoas da sua confiança

As pessoas dessa lista são as pessoas que você sabe que sempre pode contar, enviar mensagens de texto ou e-mail quando precisa de algum tipo de suporte. Construindo uma lista de pessoas em quem você confia, com quem você pode conversar em momentos de necessidade, permite desenvolver um forte sentimento de não estar sozinho no mundo. Da próxima vez que você estiver com dificuldades, confira a sua lista e entre em contato com alguém. Se a primeira pessoa da lista não estiver disponível, siga para a próxima.

6. Quando você está preso em uma espiral de pensamento negativo, anote duas coisas boas

É difícil pensar em outra coisa quando você está realmente chateado ou esgotado, por isso, este exercício é principalmente sobre fazer uma pausa e ampliar seu foco.

Pense em duas ou três coisas positivas na sua vida nesse momento, algo que lhe traz alegria, algo de que se orgulha, alguém que ama você. Isso pode ajudar a aliviar os seus sentimentos de angústia e frustração. A gratidão é algo que eu trabalho com as pessoas que atravessam um ciclo de negatividade, especialmente quando elas têm a percepção de que tudo na sua vida é ruim. Importa cultivar a gratidão quando a vida se torna esmagadora e negativa. Mesmo sendo grato por um banho quente pode ajudá-lo a aliviar o sofrimento emocional.

7. Desenvolva rituais de autocuidado

Todo mundo tem certas coisas ou mecanismos de enfrentamento que lhes dão um impulso quando estão a sentir-se mal, e você pode nem perceber qual é o seu. Talvez tome um banho quente, ou assista aquele clipe do YouTube, ou vista a sua roupa preferida, ou beba o seu chá predileto, o que for. Certifique-se apenas que aquilo que percebe que lhe trás conforto é acessível quando realmente precisa.

8. Fale carinhosamente para si mesmo

Todo mundo tem uma voz interior, ou seja, a maneira como você fala para si mesmo na sua cabeça ou em voz alta. Mas às vezes essa voz pode ser cruel, mesmo que seja ditada por você. Pode dizer-lhe que você é um fracasso ou convencê-lo a salientar algo que você não faz bem. A maioria das pessoas tem uma autocrítica negativa que torna a sua vida em um inferno.

Aprender a ter uma voz interior tranquilizadora e positiva pode fazer uma grande diferença para melhorar o equilíbrio emocional.

Obviamente, é mais fácil dizer do que fazer, mas aqui está um bom momento para começar: quando a sua voz interior lhe dá um retorno e conselhos ruins, pare e pense em como você falaria com o seu melhor amigo nessa situação. Então tente ajustar a sua voz interior para falar exatamente da forma que você falaria para o seu amigo.

As chances são que você não diria ao seu amigo que ele está fazendo tudo errado e todo mundo o odeia. Provavelmente diria que ele está exagerando, que não tem motivos para pensar nessas coisas e que deve concentrar-se no que realmente pode melhorar a situação.

9. Pergunte a si mesmo “e depois o que pode acontecer?” Quando você está preso em um pensamento ansioso

Ruminar sobre algo que está deixando você ansioso não vai melhorar nada a situação. O que pode realmente ajudar a melhorar o seu padrão de pensamento, é pensar em cenários reais que podem acontecer no futuro decorrentes dos seus pensamentos ansiosos. Isso ajuda a elucidar pensamentos que são razoáveis, prováveis e racionais.

Por exemplo, se você continuar a preocupar-se que perderá o seu emprego, pergunte-se o que aconteceria se fosse esse o caso. Isso pode parecer assustador no começo (você estaria precisando de dinheiro, você poderia perder o seu apartamento, isso poderia prejudicar o seu relacionamento, etc.), mas depois, no processo de resposta, o mais certo é você conseguir construir alternativas viáveis para os seus medos.

Talvez você procure um novo emprego, encontre um apartamento mais barato, faça um empréstimo. Eventualmente, os seus pensamentos devem chegar a soluções razoáveis para as suas maiores preocupações. Você pode até perceber que esses cenários, embora sejam indutores de ansiedade, são altamente improváveis de acontecer.

10. Tenha um ritual de dormir

O sono de qualidade é uma parte crucial da sua saúde mental, mas pode ser especialmente difícil conseguir ter um bom sono quando você está lutando com pensamentos ansiosos ou deprimidos. Então, faça tudo o que puder para tentar acalmar a sua mente ansiosa antes de ir para a cama.

Como é improvável que você resolva alguma coisa durante a hora de dormir, recomendo que interrompa os seus pensamentos menos bons e tente dedicar-se a alguma atividade libertadora ou promotora do sono. Isso pode incluir escrever qualquer coisa que você esteja preocupado, para que possa voltar a pegar no dia seguinte, ou ouvir uma música calma, ou tomar um banho quente.

O que importa destacar: Há um pequeno número de maneiras, mas impactantes para melhorar a sua saúde mental todos os dias

Evidentemente, esta lista não substitui a ajuda de um profissional de saúde mental licenciado, que pode orientá-lo através de estratégias individuais e específicas, assim como eu faço com as pessoas que atendo em consulta. Mas espero que estas dicas lhe tenham dado algumas ideias que você pode usar na próxima vez que estiver a sentir-se sobrecarregado. Lembre-se, não tenha medo de pedir ajuda se precisar.

Convido-o a conhecer o meu serviço de consultas de psicologia online, onde, caso pretenda, pode agendar uma consulta comigo. Clique no link em baixo:

QUERO SABER COMO FUNCIONAM AS CONSULTAS ONLINE

Abraço,

Miguel Lucas

Novo usuário?
Comece aqui
Receba Grátis os Vídeos “Fórmula da Positividade”
Receba Grátis os Vídeos “Fórmula da Positividade”

Dê a si mesmo a oportunidade de florescer e ser bem sucedido!

Deixe o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *