10 formas saudáveis de lidar com as emoções incómodas - Miguel Lucas
Saúde e Bem-Estar 22/09/2016

10 formas saudáveis de lidar com as emoções incómodas

Miguel Lucas Publicado por Miguel Lucas

Você tende a sentir as coisas mais profundamente do que as outras pessoas? Você apega-se muito às suas emoções ao ponto de reagir emocionalmente e de forma desproporcional, para em seguida arrepender-se?

Neste artigo vou apresentar dez fatos que permitem esclarecer a forma saudável de interpretar e avaliar as suas emoções. Por vezes, os mitos e crenças negativas associadas às emoções mais arrebatadoras e dolorosas dificultam o controle emocional e consequentemente aumentam o sofrimento geral.

Quais são as suas crenças sobre os seus sentimentos e emoções? Você é vítima de algum dos seguintes mitos?

Mito 1. Emoções são irracionais / bobas / um sinal de fraqueza

As emoções permitem expressarmo-nos em relação a nós mesmos e aos outros relativamente ao que estamos a vivenciar num determinado momento. Além disso, as emoções fornecem pistas importantes para o que podemos precisar fazer a seguir, para o que gostamos, para o que não gostamos, para o que pode ser benéfico ou ameaça. Importa no entanto cruzar a informação que nos chega das emoções com a nossa capacidade lógica de raciocínio, para que não se fique toldado e reduzido à informação importante, mas por vezes subtil das emoções.

Mito 2. Tentar gerenciar as minhas emoções fará sentir-me como um robô

Há uma diferença entre suprimir sentimentos e regulá-los. O objetivo é ter uma gama saudável e completa de emoções, sem permitir que as nossas emoções funcionem como o único barômetro do que é verdadeiro ou nos levar a um comportamento destrutivo. Nós não somos apenas as nossas emoções, somos também a nossa consciência e nosso raciocínio lógico. É sábio saber administrar harmoniosamente ambos.

Mito 3. Eu deveria sentir-me diferente. Estou errado em sentir-me do jeito que me sinto

Você tem direito às suas emoções, e elas têm a sua legitimidade para se fazerem sentir. É verdade que às vezes os seus sentimentos podem ser baseados em uma má interpretação da sua situação atual, mas você tem a sua legitimidade para sentir os seus sentimentos.

Por exemplo, se você é acordado no meio da noite por um barulho alto, pode acreditar que um intruso invadiu a sua casa, e o seu coração começa a bater rapidamente, isso é compreensível. Se, ao investigar o assunto, você perceber que o barulho foi causado por um trovão inofensivo, isso não significa que você estava errado ao sentir-se ansioso. Significa que você está preparado para dar uma resposta imediata ao perigo, mas que por vezes, o gatilho que fez disparar essa sensação ansiosa não era perigoso.

lidar com as emoções

Mito 4. Reagir agressivamente vai fazer com que me sinta melhor

Gritar, socar uma parede ou barafustar com alguém intensificará a sua raiva. Reagir negativamente ou com frustração porque você está aterrorizado sobre uma próxima viagem de avião ou porque não passou no vestibular irá ampliar a sua ansiedade. Há uma diferença entre conversar com alguém sobre os seus sentimentos, o que pode ser útil, ou continuar por um longo período de tempo, alimentando as suas emoções e elas escalarem para níveis insuportáveis.

Mito 5. As outras pessoas fazem sentir-me de certas maneiras

Você é o guardião das suas emoções. Embora o comportamento de outras pessoas possa ser chato, ameaçador ou desgastante, você é responsável pela forma como reage. Se você se sentir constantemente de certa forma depois das interações com uma pessoa em particular, pode conversar com ela sobre o seu relacionamento ou optar por passar menos tempo com ela. Esteja aberto para examinar a sua parte na natureza do relacionamento, em vez de assumir que a outra pessoa é inteiramente culpada.

Mito 6. As minhas emoções simplesmente acontecem comigo, eu não posso regulá-las

Embora não seja aconselhável ou possível conter as suas emoções em um colete de forças, você pode aprender a modular a intensidade das suas reações e a ver o mundo, as outras pessoas e a si mesmo de maneiras menos ameaçadoras e mais positivas. Escolha mudar a maneira como você pensa e se comporta, especialmente aquilo que ativa as suas emoções mais dolorosas. Considere como poderia olhar por uma outra perspectiva de forma a sentir-se menos sobrecarregado emocionalmente. Leia: Como regular as emoções.

Mito 7. Eu sou deste jeito, não consigo mudar

Embora quase certamente exista um componente genético para ser emocionalmente sensível (o que, a propósito, não é necessariamente uma coisa ruim), há muito que você pode fazer para regular saudavelmente os seus sentimentos. Quando se comportam em automático, algumas pessoas instintivamente reagem mais do que as outras pessoas. Semelhante ao modo como o sistema imunológico de algumas pessoas pode ser excessivamente sensível.

Por que algumas pessoas são alérgicas a amendoins e outras não? Deixe de lado o auto-julgamento, aceite a sua natureza e trabalhe para refinar as suas reações, para que você seja mais eficaz e consequentemente mais equilibrado emocionalmente. Escolha a sua resposta em consciência.

Mito 8. Eu não consigo lidar com sentimentos desconfortáveis

É provável que essa crença leve a que evite situações em associa sentir-se desconfortável, o que geralmente resulta em um sentimento menos capaz de lidar com essa situação e, possivelmente, com outras situações em geral. A maneira de construir a crença de que você pode tolerar o desconforto é deixar-se vivenciá-lo (se necessário) e aprender que você pode resistir à tempestade emocional e conseguir lidar com emoções incómodas.

Mito 9. Se sinto que algo é verdade, então é absolutamente verdade

Este é um raciocínio emocional, uma das distorções cognitivas mais comuns. Por exemplo, digamos que você teve uma crise de tosse e ficou sem dormir grande parte da noite. Pela manhã, a quantidade de trabalho que espera por você no escritório parece intransponível, embora em geral você tenha um bom desempenho em seu trabalho, sente que as suas habilidades profissionais são inadequadas.

É provável que o seu cansaço esteja contribuindo para os seus sentimentos e sua crença de incapacidade, por isso, lembre-se de como as suas crenças e ações podem ser distorcidas por estar com fome, zangado, solitário ou cansado.

Mito 10. Eu nunca vou parar de sentir me sentir desta maneira

Às vezes, parece que o nosso estado emocional atual continuará para sempre. A ausência de um senso de esperança de que as coisas vão mudar pode parecer devastadora. Se você se sentir assim a maior parte do tempo por duas semanas ou mais semanas, aconselho a consultar um profissional de saúde mental (aqui mesmo no site pode faze-lo: Consultas de Psicologia Online), pois existe a possibilidade de estar a passar por um episódio depressivo.

No entanto, às vezes a vida é dura. Acredite (mesmo que você “não se sinta dessa maneira”) os seus sentimentos provavelmente mudarão, seja por tomar medidas para lidar com circunstâncias desconfortáveis, aceitar desapontamentos ou tragédias inevitáveis em sua vida, conectar-se de maneira significativa com a família e os amigos, ou apenas a passagem do tempo.

Seja o seu melhor aliado e faça o que puder para ter autocompaixão, e não julgar constantemente os seus sentimentos. Pergunte a si mesmo:

1. As minhas emoções encaixam-se nos fatos da situação?

2. Agir sobre os meus sentimentos agora seria do meu interesse?

3. Agir sobre os meus sentimentos agora criaria um problema adicional?

Ao experimentar emoções dolorosas, inesperadas ou intensas, aceite que você se sinta de uma determinada maneira, em vez de se bater, e reconheça que tem a capacidade de escolher como responder a esse sentimento. Ampliando-o, ou ao invés, diminuindo-o.

 

Abraço,

Miguel Lucas

Novo usuário?
Comece aqui
Baixe Grátis o e-book “Seja Um Vencedor”
Baixe Grátis o e-book “Seja Um Vencedor”

Preencha os seus dados abaixo e receba esse e outros materiais por e-mail.

Comentários
Deixe o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *