10 Dicas para aliviar o sofrimento emocional
Saúde e Bem-Estar 22/09/2016

10 dicas para aliviar o sofrimento emocional

Miguel Lucas Publicado por Miguel Lucas


Todos os dias somos expostos a acontecimentos de vida que nos fazem disparar reações emocionais. Se alguns desses acontecimentos forem interpretados como perda, trauma, fracasso, falhas, frustração, medo, deceção, certamente experimentamos sofrimento emocional em todos os tipos de formas, como tristeza, ansiedade, vícios, obsessões improdutivas, compulsões indesejadas, comportamentos recorrentes de autosabotagem, doenças físicas, aborrecimento, assim como todos os tipos de raiva ou humor diminuído. O que nos pode ajudar a aliviar esse sofrimento?

Certamente alguns tipos de medicação e terapia podem ajudar quem sofre. Mas, aparte destas duas possibilidades, existem alguns passos e estratégias que cada um de nós pode implementar na sua vida para aliviar ou superar o sofrimento emocional.

1. SEJA VOCÊ MESMO

Seja fiel aos seus objetivos, aos seus valores, sonhos e perspetiva de futuro. Isto significa saber aquilo que pretende realizar na sua vida, estabelecer limites, ter as suas próprias crenças e opiniões, vestir as roupas que você deseja vestir, defender as ideias que lhe fazem sentido. Seja genuíno na sua dor, na expressão das suas emoções. Perceba o que mexe consigo, o que o faz saltar da cama pela manhã? O que você defende com unhas e dentes? O que o mantém focado nos seus objetivos? O que você faz que lhe dá alegria?

Quando investimos no autoconhecimento, quando sabemos quem queremos ser, como agir e o que sentir, ficamos mais capacitados para nos orientarmos deliberadamente pelos caminhos mais tortuosos da vida. Ficamos mais capazes de nos orientarmos em momentos confusos.

Para aprofundar o assunto leia: Que tipo de pessoa você quer ser?

 2. INVENTE A SI MESMO

Quando percebemos que a nossa vida está a tomar o rumo que não desejamos ou que alguns dos nossos comportamentos nos prejudicam a vida, é importante que tomemos consciência que certamente algumas das nossas decisões contribuíram para o estado em que nos encontramos. Apesar de toda a dor emocional daí advinda, algo maior emerge: a possibilidade de fazermos algumas coisas de forma diferente no sentido de ir ao encontro do rumo que queremos que a nossa vida tome. Isto é altamente capacitador e esperançador.

Você tem atributos, capacidades e inclinações que são moldadas num determinado ambiente e que no passado podem ter-lhe sido úteis. Mas, se em algum momento da sua vida tudo parece correr mal, você beneficia em questionar-se: “Ok, isto é aquilo que me é familiar e foi o que eu aprendi, mas agora serve-me? Esta é a forma como quero continuar a pensar, agir e sentir?” Você pode conseguir reduzir o sofrimento emocional ao decidir comportar-se de forma a experimentar menos angústia emocional: uma pessoa mais calma, uma pessoa menos crítica, uma pessoa menos egoísta, uma pessoa mais produtiva, uma pessoa menos autoabusiva, e assim por diante.

Para aprofundar o assunto leia: A chave da transformação, dois princípios que irão potenciá-lo ou sabotá-lo

3. AMAR E SER AMADO

O nosso desenvolvimento e crescimento beneficia enormemente do contato físico, do afeto, da interação. Somos seres gregários, temos um enorme ímpeto para viver em sociedade. Estamos desenhados para criarmos laços, sintonias, cumplicidades. Na base de tudo isto está o amor. Sentimo-nos mais felizes, mais confortáveis e melhor, vivemos mais tempo, e experienciamos a vida como mais significativa se amarmos e nos deixarmos ser amados. Devemos ter a nossa individualidade, como expliquei no ponto 1 e 2, mas também devemos relacionar-nos de forma afetuosa. Para fazer ambas as coisas, tanto para expressarmos a nossa individualidade ou para nos relacionarmos, exige que reconheçamos a realidade dos outros, incluir os outros nos nossos planos, não apenas falar as nossas ideias e preocupações, mas também ouvir para mais facilmente adaptarmo-nos às mudanças e sentirmo-nos enquadrados e bem inseridos no meio que nos rodeia.

4. GANHAR CONTROLE SOBRE A SUA MENTE

Não podemos impedir que alguns acontecimentos na nossa vida nos causem dor emocional. No entanto, a maior causa de sofrimento emocional recorrente é aquilo que pensamos acerca dos nossos pensamentos. Importa aprender a identificar os pensamentos que não nos servem, abrindo uma disputa com os mesmos, ou simplesmente não os seguir, e consequentemente substituí-los por outros pensamentos mais úteis e saudáveis. Pensar acerca de pensamentos que não lhe servem é o equivalente a promover o seu sofrimento emocional. Somente você pode obter um controle sobre a sua própria mente, se não fizer esse trabalho, irá aumentar a probabilidade de viver uma vida sofrida.

Para aprofundar o assunto leia: Quem está no comando da sua mente?

emocional

5. DEIXE IR O PASSADO DOLOROSO

Nós não somos totalmente imunes ao sofrimento, e com isso por vezes não conseguimos impedir que o impacto emocional de acontecimentos passados se expresse no presente. Nós não podemos não sentir. A dor emocional tem várias formas de nos importunar, como suores, pesadelos, tristeza repentina, ondas de raiva, sentimento de derrota ou perda, desânimo, falta de energia. Mas podemos, no entanto, tentar libertar-nos da angústia do passado e evitar chafurdar na dor anteriormente sofrida. Devemos forçar-nos a seguir em frente. Se você desenvolveu alguns gatilhos que fazem disparar memórias dolorosas, a qualquer momento isso irá abrir as feridas emocionais anteriormente infligidas.

Se você recorrentemente é importunado pelo seu passado, importa tomar algumas medidas. Talvez você necessite de reinterpretar os acontecimentos que estão na base do seu sofrimento ou aceitar as perdas dai advindas. Se você é muito reativo, ressentido e amargurado, eventualmente sentido-se vítima da sua história, invista na reestruturação do seu passado e liberte-se das mágoas antigas.

Proponho que leia: Curar o passado, ressignifique os acontecimentos traumáticos numa história capacitadora

Você pode ainda usufruir da minha Palestra em Vídeo: Superar o Passado e Promover o Futuro. Você Irá receber ensinamentos de como dar um novo significado aos acontecimentos passados e como gerir as emoções negativas que o atormentam no presente. Serão divulgadas estratégias para eliminar o autofoco, aumentar o autocontrole e restaurar a capacidade para saborear momentos de prazer e satisfação. Aproveite esta excelente oportunidade de deixar o seu passado castrador para trás e passar a viver o presente com alegria e perspetiva positiva de futuro.

6. APRENDA A REGULAR A ANSIEDADE

Como já referi anteriormente, não podemos não sentir. O mesmo se aplica aos sintomas da ansiedade. Batimento cardíaco acelerado, nó na garganta, aperto no estômago, respiração ofegante, sudação, agitação motora, irritabilidade, todas estas sensações corporais expressam a vivência das memórias que fazem disparar a dor emocional. Existem muitas técnicas e estratégias de redução da ansiedade que você pode praticar, como técnicas de respiração, técnicas cognitivas, técnicas de relaxamento, e assim por diante, mas o que vai fazer toda a diferença é você não ficar alarmado com os sintomas sentidos, tentando contextualizar o momento de vida que está a atravessar e perceber que tem ao seu dispor a capacidade de autoregular-se e tomar as rédeas dos seus comportamentos.

Importa ainda que abandone a mentalidade de vítima, caso isto se aplique a você. Deixe de catastrofizar as suas adversidades de vida. A mudança de mentalidade pode promover a sua capacidade para regular os sintomas da ansiedade para níveis aceitáveis e com isso promover o seu equilíbrio emocional. Não ignore as suas dores ou as suas dificuldades, capacite-se e aprenda a fazer coisas para regular os seus estados internos para níveis funcionais.


Para aprofundar o assunto leia: Como lidar com a ansiedade?

7. ESTABELECER SIGNIFICADOS DELIBERADOS

Alguns de nós, por vezes, ganhamos a noção de que temos de procurar ou encontrar significado para a nossa vida, como se fosse algo que estivesse perdido ou já estivesse realizado. Podemos ter muito mais significado na nossa vida, se pararmos de procurá-lo, como se estivesse perdido ou como se alguém soubesse mais sobre ele do que nós. Importa perceber que nós temos o poder para influenciar o significado que damos às coisas e até mesmo contribuir ativamente e deliberadamente para a sua criação.

Ao investirmos diariamente em ações em que perspectivamos um resultado que nos reforça, que nos faz bem ou que desejamos, certamente estamos a contribuir ativamente para a construção de um significado ou propósito de vida. Quando olhamos para a vida como significativa e com propósito, ficamos mais aptos a lidar com os abalos da vida e a sentir que os esforços que realizamos valem a pena. Quando aprendemos a arte de valorizar, baseado na decisão deliberada de construir significado nas nossas ações, atividades, envolvimento, caminhamos na vida com a convicção que podemos influenciar positivamente o retorno daquilo a que damos significado.

Para aprofundar o assunto leia: Faça uma lista dos seus objetivos e mantenha os olhos na recompensa

8. CUIDADO COM O SEU HUMOR, ORIENTE-SE PELOS SEUS OBJETIVOS

Se você conseguir entender que o significado que atribui às coisas é mais importante para guiar a sua vida do que o estado de humor diminuído que por vezes se encontra, fica mais apto a lidar com o sofrimento emocional. Ao invés de dizer “Eu estou abatido e sem vontade” você pode lembrar-se dos seus objetivos, e dizer: “Eu tenho o meu negócio para construir” ou “Eu tenho os testes dos alunos para corrigir” Com este tipo de atitude a guiá-lo, você começa cada dia, anunciando a si mesmo exatamente o que pretende realizar e que lhe faz sentido. Como você pretende lidar com as tarefas diárias, como você pretende relaxar, como você pretende agir em sociedade, em suma, como você quer passar o seu dia?

Se você considerar que pode influenciar o seu estado de humor, ou fazer o que tem a fazer de acordo com aquilo a que se propôs, mesmo não sentido vontade para realizar nada, fica numa posição mais capacitadora para enfrentar o seu dia. Quando você consegue fazer o exercício de separar-se de alguns dos seus estados mais incapacitantes, quando você percebe que não é os seus estados, e que pode orientar-se muito mais pelos seus objetivos do que pelos seus estados de humor (que são flutuantes) certamente está a contribuir para a redução do seu sofrimento emocional. Oriente-se mais sobre as suas intenções e menos pelos seus estados de humor negativos.

Para aprofundar o assunto leia: Supere os seus pensamentos negativos e barreiras emocionais

depressão

9. ATUALIZE A SUA PERSONALIDADE 

Você pode não ser a pessoa que você gostaria de ser. Você pode estar mais nervoso do que você gostaria de estar, mais impulsivo, mais disperso, mais autosabotador, mais indisciplinado. Se assim for, você precisa de um atualizar alguns traços da sua personalidade, o que, naturalmente, só você pode fazer. Escolha uma característica da sua personalidade que gostaria de atualizar e, em seguida, faça a seguinte pergunta: Que pensamentos e ações estão mais alinhados com os meus objetivos e com aquilo a que eu dou significado? Em seguida, tente perceber que pensamentos mais adequados você tem de implementar, e que medidas tem de tomar para colocar esses mesmos pensamentos em prática. Desta forma, você implementa um conjunto de pensamentos e formas de agir que permitem aliviar o seu sofrimento emocional.

Para aprofundar o assunto leia: Cuidado! a sua personalidade pode ser uma armadilha

10. LIDAR COM AS CIRCUNSTÂNCIAS

As circunstâncias que enfrentamos inevitavelmente têm um determinado peso na nossa reação emocional. Não podemos ignorar as circunstâncias.  A nossa situação económica importa, o nosso relacionamento importa, as nossas condições de trabalho importam, a nossa saúde importa. Muitas circunstâncias estão completamente fora do nosso controle, e muitas estão sob o nosso controle. Podemos mudar de emprego ou de carreira, divorciarmo-nos, podemos perder peso, podemos irritar-nos ou manter a calma, podemos fazer exatamente aquilo que achamos que podemos fazer para melhorar as nossas circunstâncias. Como resultado dessas melhorias, sentimo-nos emocionalmente melhor. O alivio do sofrimento emocional exige que você tome uma ação real no mundo real.

Para aprofundar o assunto leia: Capacite-se, acredite no seu potencial de mudança para o sucesso

CONCLUINDO

Todos nós em determinado momento das nossas vida vamos ser alvo do sofrimento emocional, não temos como fugir a esta realidade. Importa saber que temos ferramentas à nossa disposição para em tempo útil aliviar o sofrimento emocional e com isso perceber que temos a capacidade de ajudar a nós mesmos em momentos dolorosos. Você pode compreender a si mesmo, pode estabelecer objetivos e agir em sintonia, pode aprender com a experiência, pode crescer e superar a dor infligida.

Naturalmente, nada disto é verdade se você não estiver disposto a fazer o trabalho necessário. Mas se você quiser melhorar, tem uma excelente oportunidade de reduzir o seu sofrimento emocional e promover a sua saúde emocional.

Se a sua vida tem vindo a perder o sentido, se você se encontra num momento de aflição e dor emocional e, apesar de todos os esforços não consegue ver melhorias, pondere adquirir o meu livro: Como Mudar a Sua Vida Para Melhor. Muitas têm sido as pessoas que me enviam emails, deixam mensagens na página do facebook, no Twitter, no Google+ e nos comentários dos artigos, afirmando que conseguiram melhorar vários aspetos da sua vida e de si mesmo, aplicando as técnicas, dicas e conceitos divulgados no livro. Não sofra desnecessariamente, o alivio do sofrimento emocional está ao seu alcance.

Abraço,

Miguel Lucas

Novo usuário?
Comece aqui
Obtenha Grátis o Programa “Diga Não À Depressão”
Obtenha Grátis o Programa “Diga Não À Depressão”

Receba os vídeos gratuitamente no seu email e aprenda como superar a depressão.

Comentários
Avatar for Miguel Lucas
Janaína

Olá,
Descobri este site há alguns meses, quando procurava um artigo sobre um assunto específico. Li o que buscava, gostei e desde então acompanho as atualizações e quando estou passando por momentos em que não sei o que fazer, procuro aqui algum artigo relacionado a minha dificuldade: e geralmente encontro!
As suas observações e dicas sobre autoconhecimento e crescimento pessoal estão me ajudando muito.
Obrigada!
Abraços!

Avatar for Miguel Lucas
Miguel Lucas

Olá Janaina obrigado pelo comentário.

Fico contente por ter-se tornado nossa seguidora e muito satisfeito pelo conteúdo dos artigos irem ao encontro das suas necessidades. Boa continuação no seu desenvolvimento pessoal.

Força e convicção.

Abraço

Avatar for Miguel Lucas
Dilza

Gostei muito muito desse sita, creio que pode ajudar aqueles que tiverem a oportunidade de ler parabens pela boa ideia.

Avatar for Miguel Lucas
Francisco

Maravilhoso esse artigo. Me edificou muito mesmo, continue a escrever, você está semeando preciosas sementes, que com certeza vão crescer e frutifica na vida de muita gente. Muito obrigado mesmo.

Avatar for Miguel Lucas
Nilton Falé

Olá,

Mais um artigo realmente muito interessante.

Desde já quero lhe dar os parabéns pelo seu artigo está realmente muito completo.

Eu gostei muito da forma como foi escrito está realmente muito explicativo

Parabéns

Nilton Falé

Avatar for Miguel Lucas
roni

sua palavras e demais me ajudou muito hoje
obrigado.

Avatar for Miguel Lucas
renan

Miguel, me ajude tô sofrendo muito!

Avatar for Miguel Lucas
Juliana

Sinto-me agradecida por essas palavras. Me fizeram muito bem.
Muito obrigada!

Avatar for Miguel Lucas
RICARDO RJ

Excelente artigo,muito útil para todos nós.Mais uma vez obrigado!

Avatar for Miguel Lucas
Samanta

Descobri o site também, há algum tempo, acho muito interessante , ajuda a gente
a raciocinar melhor!! procurar entender as situações difíceis. Na semana que vem
estarei em Leiria!!!!!!!! grande abraço Miguel

Avatar for Miguel Lucas
Nivea Roisin

Sofro de fobia social a anos, descobri por viver momentos de stress absurdos, perdas de entes queridos,pressão psicológicas e ser manipulada por um ex companheiro de anos, eu tive coragem e determinação de aprender a viver sozinha tendo as próprias decisões e atitudes, percebo que quando me sinto forte em dizer para mim mesma o meu objetivo de mulher mais racional menos emocional tudo caminha bem. Mais quando caiu percebo que as vezes me canso de ser guerreira o tempo todo, adorei seu artigo, suas dicas, suas idéias sempre leio me levanto, é triste quem sofre com isso pois atrapalha na inteligencia, onde poderia ser melhor aproveitada, na vida social e na vida afetiva em tudo nas pequenas coisas insegurança baixa auto estima mesmo sendo considerada pelos outros como ótima e tendo boas qualidades mais pouco aproveitadas pelo grande enorme problema e sofrimento da mente e do medo que é terrível!! Obrigada pelas dicas e auto- ajuda!!! .Nivea

Avatar for Miguel Lucas
Sayonara

Olá, meus parabens gostei do site! 😀

Avatar for Miguel Lucas
Tamilis Leal

olá, me chamo Tamilis e presciso de ajuda vivo em um relacionamento conturbado,só queria ser feliz mais estou sofrendo demais, ele me maltrata me fala coisas duras que me magoa, temos um ano e 06 meses juntos, ele bebe demais e tem crises de ciumes me esculhamba,hoje mesmo nesse instante brigamos feio e relacionamento acabou, estou sofrendo não posso imaginar minha vida sem ele, já sofri tanto na infancia agora mais uma vez, estou querendo me matar não quero mais viver… como superar isso???? Me ajuda não sei oq fazer, enquanto ele ta de boa tem carro sai pra onde quizer eu não tenho dinheiro pra sair, fico só abafada dentro de um quarto chorando esperando o dia clarear, e ele não tá nem ai, diz que o meu amor e sofrimento é teatro,pessoas inventam coisas de mim, mais não é verdade toda hora é uma fofoca,,, e na hora não aparece ninguém. não tenho amigas,tou desempregada, sou formada em tec em patologia clinica, não consigo empreo,meu natal ta acabado, me sinto sem ar sufocada, o que fazer???? me ajuda estou sofrendo desiludida,,, eu insistir nessa relação pq eu o amo e acreditava que ele mudaria,ele é uma pessoa sem sentimentos não respeita niguém, ele se acha o cara e pisa nas pessoas até os pais dele ele não respeita,ele não era assim que a mãe dele falou e ele tem um amigo que influencia só semear coisas ruins. tou acabada por dentro o que fazer para dar a volta por cima

Avatar for Miguel Lucas
Rejane

Não aguento mais essa dor emocional…sinto que vou morrer.

Avatar for Miguel Lucas
Émerson

Oi Tamilis Leal, como você está hoje? as coisas melhoraram?

Avatar for Miguel Lucas
Dumbo

Gostei desse artigo porque me capacitou bastante

Avatar for Miguel Lucas
Monique Paixão

Boa noite,

Estava procurando há alguns dias um site que pudesse me oferecer dicas e/ou tecnicaa de relaxamento, contra a dor emocional, etc. Encontrei aqui, alem do que procurava, uma especie de auxilio diferente, como se tudo que estivesse escrito fosse dito a mim diretamente, como numa sessao de terapia… Todas as dicas aqui citadas me servem e as aceito. Vou tentar segui-las, pois esse mes é um periodo muito complicado para mim, devido a fatos passados.
O pior é que o contato familiar nao auxilia em melhoria alguma, ja que sao os primeiros a desdenhar e ignorar o sofrimento emocional contido.. enfim, por variadas vezes penso que me isolar seria o melhor caminho. Mas vou começar tentando me esquecer dos negativos e focar nos meus objetivos como fonte de renascer.
Obrigada pelo artigo de grande valia.
Boa noite.

Avatar for Miguel Lucas
Marcio

Posso at parecer bobo,mais sofro por uma pessoa q gosto,ai me dar essa angustia e aperto no peito,nao sei mais o que fazer,e minha amiga,convivo com ela,amo muito ela,mais e difícil ver ela ficando com outra,falando q vai ficar,eu ouvindo sofrendo por dentro e fingindo q to bem nao consigo afastar,pior e nao poder desabafar com ninguem

Avatar for Miguel Lucas
Daniela

Já tentou contar pra ela?

Avatar for Miguel Lucas
cristiane

Perdi meu neto por 2tiros de bala perdida
Eu o amava muito .
Não mim conformo gostaria de saber
Se ele como sendo criança 3aninhos
Ele ta bem e foi salvo
E esta sendo um anjinho iluminado por Deus

Avatar for Miguel Lucas
Daniela

Ele era uma criança não tinha pecado, fique bem minha querida ele esta salvo.

Avatar for Miguel Lucas
LUIZ EDUARDO

NAO QUERO FICA PROBLEMA MENTAL.

Avatar for Miguel Lucas
ju

Obrigada Miguel, suas palavras eram tudo o que precisava nesse momento.

Deixe o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *